Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.
Quinta-feira, 26 de Maio de 2016
O ESTADO PORTUGUÊS (AINDA) É LAICO?

“As igrejas e outras comunidades religiosas estão separadas do Estado e são livres na sua organização e no exercício das suas funções e do culto” – Artigo 41º, alínea 4 da Constituição da República Portuguesa

A insistência por parte da Câmara Municipal de Lisboa – visivelmente maior ainda do que da própria comunidade islâmica – na construção de uma mesquita na área da rua da Palma e da rua do Benformoso, junto à Mouraria e ao Largo do Martim Moniz, está a levantar uma grande celeuma que leva inclusivamente a questionar o princípio da laicidade do Estado português.

Hosios_Loukas_(nave,_vault_over_south_cross-arm)_-

Consagra a Constituição da República Portuguesa o princípio da separação da Igreja e do Estado. Porém, o financiamento público de um projeto que prevê a construção de um templo religioso, ainda que envolvendo obras sociais anexas ao mesmo, configura um tratamento privilegiado de uma religião em relação às demais. No caso em apreço, tal discriminação beneficia a religião islâmica que, em Portugal, representa apenas 0,5% da população.

Não é a liberdade religiosa que está em causa quando se questiona tal favorecimento de uma religião relativamente às demais confissões mas o respeito pela observação do princípio constitucional que garante a laicidade do Estado português.

Naturalmente, não vemos os apóstolos da laicidade agora insurgirem-se contra tal discriminação, porventura porque ela vai contra o Cristianismo em geral e a Igreja Católica em particular, desde sempre eleita como inimiga do progresso e como tal, alvo privilegiado das maiores perseguições desde os tempos da expulsão dos jesuítas.

Procuram que se esqueça que, apesar da indiferença dos tempos modernos, a esmagadora maioria dos portugueses professa o Cristianismo como religião, devendo-se a ele em grande medida a nossa matriz cultural e a construção dos alicerces da nossa civilização. E, mais ainda, os seus princípios nunca foram inibidores por parte de povos que se encontravam sob a bandeira portuguesa de professar diferentes religiões, como foram o caso dos muçulmanos na Guiné-Bissau, Índia Portuguesa e Moçambique.

Mas, chegados ao ponto em que um órgão da administração pública – uma autarquia local – coloca em causa o princípio da isenção relativamente às confissões religiosas, importa determinar que, a ser adotado por parte do Estado português uma religião oficial, essa deverá ser o Cristianismo e não outra qualquer porque é a religião maioritária e aquela que corresponde à nossa própria História e ao nosso padrão civilizacional, como é bem representado na bandeira nacional.

- Portugal (ainda) é dos Portugueses!



publicado por Carlos Gomes às 19:17
link do post | comentar | favorito
|

RANCHO FOLCLÓRICO "OS MOLEIROS" DA RIBEIRA, DO OLIVAL, LEVAM A LOURES O FOLCLORE DE OURÉM



publicado por Carlos Gomes às 11:12
link do post | comentar | favorito
|

OURÉM REALIZA FIM-DE-SEMANA CULTURAL



publicado por Carlos Gomes às 11:11
link do post | comentar | favorito
|

OURÉM REALIZA ENCONTRO DE MÚSICA TRADICIONAL

13244636_506783116192274_1047001755225810820_n



publicado por Carlos Gomes às 11:07
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 25 de Maio de 2016
PAN ESTÁ PREOCUPADO COM EFEITOS DA POLUIÇÃO MARÍTIMA NA PRESERVAÇÃO DA SARDINHA

PAN aborda o impacto da poluição marítima na saúde pública e a preservação dos stocks da sardinha

  • Recomenda ao governo que declare a costa portuguesa como Área de Emissões Controladas
  • Salvaguardar a saúde pública à semelhança do que foi feito por outros países da Europa
  • Recomenda ao governo que proceda à elaboração de estudo científico sobre as flutuações na abundância da sardinha
  • Variações na abundância da espécie constituem questões para as quais são necessárias respostas

O PAN – Pessoas - Animais - Natureza avança hoje com duas iniciativas legislativas. Por um lado, recomenda ao governo que declare a costa portuguesa como Área de Emissões Controladas, por uma diminuição significativa da poluição atmosférica costeira, uma redução dos custos humanos para as populações, com impactos positivos na saúde pública e financeiros para o Estado. Por outro lado, recomenda ao governo que proceda à elaboração de estudo científico sobre as flutuações na abundância da sardinha.

A velocidade a que se têm acelerado as transações internacionais de mercadorias obriga a que mais e maiores navios naveguem os mares, com elevado impacto na sustentabilidade do planeta. A costa portuguesa é uma das costas mais frequentadas e congestionadas do mundo e, por consequência, uma das que maior poluição atmosférica apresenta. O impacto da poluição atmosférica na saúde pública mantém-se elevado em toda a Europa, mas está a diminuir em geral por via da regulamentação europeia para o controlo das emissões gasosas de fontes de emissão terrestres. No entanto, as emissões gasosas devidas ao aumento do tráfego marítimo internacional nas costas europeias continuam a aumentar, gerando impactos na saúde pública das populações costeiras em diversos países, nomeadamente cancro, asma, ataques cardíacos e mortalidade prematura.

As emissões de partículas emitidas pelos navios a nível mundial têm impactos na saúde. Calcula-se que as despesas de saúde na Europa devidas à contribuição das emissões de poluentes originadas pelo Shipping deverão aumentar dos 7% em 2000, ou seja, € 58,4 mil milhões de euros, para 12% em 2020, atingindo um valor de cerca de € 64,1 mil milhões de euros.

De forma a mitigar o impacto das emissões gasosas originadas pelos navios, vários países da Europa (Reino Unido, Alemanha, França, Bélgica, Dinamarca, Suécia, Finlândia, Estónia, Letônia, Lituânia, Polônia e Alemanha), implementaram Áreas de Emissões Controladas (designadas de modo abreviado por ECA’s), só podendo circular na sua costa os navios que navegam a gasóleo (com baixo teor de enxofre) ou a combustível pesado (Heavy Fuel Oil) desde que com sistemas de tratamento de gases.

Em Portugal, não existem indicadores estatísticos que permitam aferir qual o número de óbitos relacionados com as patologias diretamente associadas às emissões de partículas, pela queima de combustíveis. Dado o elevado tráfego de navios ao longo da costa nacional, com tendência clara para aumentar ainda mais, pelo menos até 2020, e dado que tal facto acarreta custos humanos é necessário atuar para contrariar a atual situação, pelo que a declaração de toda a costa portuguesa como zona de emissão controlada, à semelhança do que foi feito por outros países para melhorarem a qualidade do ar, seria um primeiro passo bastante relevante.

Por outro lado, a sardinha, a espécie mais capturada em Portugal, tem apresentado flutuações periódicas na sua abundância, não se conhecendo a causa ou causas para esse facto. Até 2011, as capturas de sardinha situavam-se acima das 50 mil toneladas, iniciando-se após aquele ano uma quebra acentuada.

Segundo a Nota de Imprensa sobre “Campanha da Sardinha em 2016” divulgada pelo Gabinete da Ministra do Mar, foi determinada a realização de um cruzeiro científico sobre a sardinha, tendo os dados apurados demonstrado um aumento da biomassa de sardinha, ou seja, cada vez existem menos sardinhas e um aumento considerável do recrutamento, ou seja, não estão a nascer sardinhas. Assim, foi determinado como limite de capturas as 10 mil toneladas até Julho, sendo esperado pelo Governo que os níveis de captura sejam revistos em alta, o que permitirá atingir as 19 mil toneladas até ao final do ano. As variações na abundância desta espécie constituem questões para as quais tem que se saber dar resposta. É necessário conhecer cientificamente e de modo aprofundado a espécie, para melhor compreender os efeitos das pressões antropogénicas e ambientais sobre os organismos e o ambiente marinho em geral.



publicado por Carlos Gomes às 15:18
link do post | comentar | favorito
|

OFERTAS DE EMPREGO DA LIFE – DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E EMPREGO DA INSIGNARE (25MAIO2016)

LIFE - Departamento de Formação e Emprego da INSIGNARE

Contactos: Rua Santa Teresa de Ourém, nº 13 – AP 107 2490 – 242 Ourém Telefone 249 540 397 gip@insignare.pt

cabeçalho-01

LIFE 25/05/2016 – (Pedido de Divulgação) Eletricistas Ref. Q38_16 (m/f) várias zonas do País. EDP Distribuição.12º Ano dos Cursos Tecnológicos e Profissionais de Técnico de Instalações Elétricas; Eletrotecnia; Eletrónica; Eletromecânica; Mecatrónica e áreas afins.Candidaturas. Os interessados devem candidatar-se, até ao dia 17 de junho de 2016, preenchendo a Ficha de Candidatura no site www.edp.pt , seguindo os seguintes passos: ‘‘Venha Trabalhar Connosco’’ > ‘‘Candidata-se’’ > Referência ‘‘Eletricistas (Q38_16)’’. É obrigatório anexar o Currículo no final do preenchimento da Ficha de Candidatura, clicando sobre o link "Anexo de Documentos".

LIFE 25/05/2016 – Rececionista de Hotel (m/f) Hotel 4 estações Fátima. Requisitos mínimos, saber comunicar bem em Inglês verbal e escrito. Contacto 917054005.

LIFE 25/05/2026 – Aprendiz operador máquinas de injeção de plástico (m/f) Fátima.Jovem com interesse pela área da eletricidade/ mecânica /trabalhos afins. Contacto: 919555331.

LIFE 25/05/2016 - Ajudante Pastelaria (m/f) Pecado Divino. Rio de Couros – Ourém.Perfil: Ajudante de pastelaria com gosto pela profissão. Contacto 918720218 pascalinacio@gmal.com

Oferta Nº: 588686571IEFP -Ajudante de Cozinha (m/f)Fátima (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego). Pretende-se ajudante de cozinha com conhecimentos sólidos e autónomos no desenvolvimento das tarefas. No mínimo com 6 meses de experiencia. Mais informações(coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº: 588686308IEFP Ajudante de Cozinha (m/f) Fátima(Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego) trabalhador(a) para a copa (lavar loiça) em restaurante.Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº: 588680219 IEFP– Ajudante de cozinha (m/f) Fátima. (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego).Experiência na função (ajudante de cozinha/copa) disponibilidade para trabalhar em regime noturno; disponibilidade imediata; transporte próprio;Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego)

Oferta Nº: 588685053IEFP – Empregado de Mesa (m/f) Fátima. (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego). Descrição do Perfil: compreende as tarefas e funções do empregado de mesa que consistem, particularmente, em: pôr mesas colocando toalhas, pratos, guardanapos, copos e talheres; receber clientes, apresentar ementa e lista de bebidas; aconselhar na escolha de pratos e bebidas; tomar nota da escolha do cliente e transmitir à cozinha ou ao bar; servir pratos e bebidas, limpar mesas, levar loiças e talheres para a cozinha; apresentar contas, receber pagamentos e operar com terminais de venda e caixas registadoras. Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº 588684325IEFP Ajudante de Cozinha(m/f)Fátima.(Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego).Conhecimentos inerentes à profissão de ajudante de cozinha / copa.Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Netempregos 25/05 - Empregado de Mesa (m/f) Casa São Nuno - Hotel em Fátima. Possibilidade de alojamento no hotel. Resposta para csn-fatima.pinheiro@casasaonuno.com

Região Leiria 16/05 - Santos Barosa – Vidros, S.A., empresa de referência no setor do vidro de embalagem, pretende admitir para a sua fábrica na Marinha Grande: CONDUTOR DE MÁQUINAS INDUSTRIAIS / EMPILHADOR (m/f) Pretende-se: • Formação ao nível do 12.º ano de escolaridade (preferencial); • Carta de veículos pesados (categoria C+E) | TÉCNICO DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL (m/f) Pretende-se: • Curso técnico-profissional de mecânica, manutenção industrial ou mecatrónica (12.º ano – nível IV); • Com experiência (preferencial). Se estiver interessado, envie o seu C.V. para Apartado 1, 2431-951 Marinha Grande ou para o e-mail sb@santosbarosa.pt. Poder-se-á também inscrever no nosso Serviço de Pessoal (dias úteis, às 17h).

Região Leiria 16/05 - Teclena SA TÉCNICO/A DE ELETROMECÂNICA Admitimos para o departamento de óleo-hidráulica: - Montagem e teste de grupos óleo-hidráulicos; - Será proporcionada formação adequada; - Habilitações, 12º ano electricidade e/ou mecânica; - Idade 22 a 35 anos; - Disponibilidade para horário flexível. Resposta para Teclena SA, Leiria - E-mail: recursos.humanos@teclena.pt

Região Leiria 16/05 - ENFERMEIRO (m/f) Santos Barosa – Vidros, S.A., empresa de referência no sector do vidro de embalagem, pretende admitir para a sua fábrica na Marinha Grande: ENFERMEIRO (m/f) Requisitos: • Licenciatura em Enfermagem; • Pós-graduação em Enfermagem do Trabalho (preferencial); • CAP Técnico Superior de Higiene e Segurança no Trabalho – nível VI (preferencial); • Inscrição na Ordem dos Enfermeiros. Oferece-se: • Formação contínua; • Remuneração atrativa. Se estiver interessado(a), envie a sua carta de apresentação, acompanhada de C.V e de fotografia atualizados para o e-mailsb@santosbarosa.pt

Região Leiria 16/05 - Precisa-se EMPREGADA DOMÉSTICA interna - Leiria Pretende-se: - Pessoa responsável e honesta, com experiência, para limpeza e cozinha de uma habitação particular; - Disponibilidade para interna; - Flexibilidade para alguns fins-de-semana , a combinar, quando necessário; - Apetência para tomar conta de um bebé, sempre que solicitado; - Disponibilidade imediata. Dá-se preferência a quem apresentar boas referências. Os interessados deverão candidatar-se através do e-mail: liliana_dinis87@hotmail.com ou ligar para 916 414 872 para marcação de entrevista.

Região Leiria 16/05 - ASS. ADMINISTRATIVA/O / TELEFONISTA Empresa Industrial Exportadora sediada na Guia. Função: - Posto de receção da empresa e atendimento telefónico; - Ass. administrativa da área de aprovisionamento e de produção. Requisitos principais: - Domínio língua inglesa elevado, oral e escrito (requisito preferencial); - Boa capacidade de compreensão e comunicação oral e escrita; - Atitude dinâmica e pró-ativa; - Empatia e bom relacionamento interpessoal. rh@valsteam.com



publicado por Carlos Gomes às 14:50
link do post | comentar | favorito
|

GALERIA MUNICIPAL DE OURÉM EXPÕE PINTURA DOS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS

Ourém inaugura a Exposição de pintura “Arqueologias da memória” pela turma do 12º ano de Artes do Agrupamento de Escolas de Ourém, que terá lugar no dia 03 de junho às 15:30 horas, na Galeria da Vila Medieval de Ourém.

Convite_ExposiçãoArqueologia da memoria_novo
Patente de 03 a 20 de junho de 2016
A exposição ARQUEOLOGIAS DA MEMÓRIA reúne uma coleção de trabalhos executados no âmbito da disciplina de Oficina de Artes, pela turma do 12º de Artes do Agrupamento de Escolas de Ourém, em que se propôs uma espécie de viagem à procura da identidade pessoal de cada estudante.
O desafio foi recuperar micronarrativas que constroem a história individual e/ou coletiva a partir dos lugares do quotidiano, propondo uma convocatória para a recolha de álbuns de família-escola-cidade, pessoas e lugares, para recontar e reocupar o espaço simbólico conferindo-lhe novos significados. No caminho foi possível o confronto com a tela em branco, a descoberta das singularidades, a seleção temática, as opções técnicas, as dúvidas e as tomadas de decisão que antecipam aquele que ousa confrontar-se com a sua própria linguagem enquanto se desvela como autor.
ENTRADA LIVRE
Horário de funcionamento: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.
Contactos: tel.: 249 540 900 (6831) | tlm: 919585003 | 910 502 917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 12:02
link do post | comentar | favorito
|

BASÍLICA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE FÁTIMA REALIZA CONCERTO DE MÚSICA CONTEMPORÂNEA

100 anos de Música Contemporânea preenchem 3º concerto do Ciclo de Órgão na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

Concerto de António Mota realiza-se no dia 5 de junho

O terceiro concerto do Ciclo do Órgão, promovido pelo Santuário de Fátima no âmbito do Centenário das Aparições de Fátima, será realizado por António Mota, no próximo dia 5 de junho pelas 15h30, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

unnamed

O organista, que é também docente de Órgão na Universidade de Aveiro, mantém uma intensa atividade académica materializada em diversos artigos e estudos relacionados com o órgão. O repertório abordará 100 anos de música contemporânea, incluindo no programa a significativa Suite Mariale de Maleingreau.

O Ciclo do Órgão, composto por seis concertos, integra o vasto programa musical oferecido pelo Santuário de Fátima no âmbito do Centenário das Aparições de Fátima e propõe um repertório criado em diversas épocas e geografias, com estilos variados.

Assim, todos os peregrinos de Fátima podem escutar obras que representam períodos de 100 anos de música alemã, francesa, música sacra, música contemporânea e, ainda, hinos marianos.

Estes concertos, que permitirão uma fruição das capacidades expressivas do órgão de tubos da Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, re-estruturado, prolongam-se até outubro. O próximo - 100 Anos de Música Sacra - será empreendido pelo organista Filipe Veríssimo a 10 de julho; a 14 de agosto Giampaolo Di Rosa percorre 100 Anos de Melodias Marianas, com recurso a improvisações, e a 9 de outubro, o organista titular do Santuário de Fátima, João Santos, interpretará 100 Anos de Música Francesa, encerrando este Ciclo. Recorde-se que foi inaugurado por Olivier Latry, organista titular da Catedral de Notre-Dame de Paris, com a estreia mundial da obra encomendada pelo Santuário de Fátima para a inauguração do Órgão de tubos da Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, Hû yeshûphekâ rô´sh, do compositor João Pedro Oliveira, baseada na primeira profecia sobre Maria, no Livro do Génesis.



publicado por Carlos Gomes às 10:02
link do post | comentar | favorito
|

ANAFS MINISTRA EM OURÉM CURSOS DE GESTÃO DE CAMPOS DE DESLOCADOS

A crise que se vive no mundo com a vaga de deslocados que, segundo a ACNUR, se cifrava em 60 milhões de deslocados no fim de 2015 é a razão mais que suficiente para quem tão bem conhece esta problemática ter desenvolvido, desde 2008, o Curso de Gestão de Campos de Deslocados.

A ANAFS vai realizar nos dias 1 e 2 de Julho o 9º Curso Elementar de Gestão de Campos de Deslocados no Centro Desportivo da Caridade do Clube Atlético Ourense, em Ourém, em regime de internato.

O Curso de gestão de Campos de Deslocados desenvolve-se em três níveis - Elementar, Complementar e Avançado - que na sua totalidade resultam numa especialização ou numa pós-graduação. A primeira será atribuída a quem não tenha habilitações universitárias e a segunda a quem tenha, pelo menos, o bacharelato.

Os docentes deste Curso são conhecedores desta realidade em virtude de terem passado por diversas operações humanitárias, em várias partes do globo, transmitindo assim os seus conhecimentos e vivências, tornando este curso uma mais-valia.

Estes cursos são ministrados em parceria com o UNISLA - polo de Leiria, do grupo Lusófona.

Para mais informações visite o sítio na internet - www.anafs.org ou contacte: José Peres - 96 300 22 43.



publicado por Carlos Gomes às 09:58
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 24 de Maio de 2016
PAN QUER EMENTAS VEGETARIANAS NAS CANTINAS PÚBLICAS

PAN leva inclusão de opção vegetariana em todas as cantinas públicas a debate no Parlamento

  • Inclusão de uma alternativa vegetariana em todas as cantinas públicas, debatida a 16 de Junho,tem motivações de saúde, ética, ambientais, pedagógicas e inclusivas
  • Petição entregue recolheu mais cerca de 15.000 assinaturas que pedem resposta a uma necessidade que o país precisa acompanhar
  • Fim da discriminação das crianças e jovens que já seguem este tipo de alimentação

O PAN – Pessoas- Animais- Natureza avança hoje com o seu terceiro agendamento potestativo, ou seja, o momento na atual sessão legislativa em que é possível ao partido marcar o debate em plenário. O tema escolhido é a inclusão de uma opção vegetariana em todas as cantinas públicas e será debatido no parlamento no dia 16 de Junho.

O crescente interesse dos cidadãos pelas dietas vegetarianas e a procura de alternativas alimentares saudáveis tem estimulado a oferta que cada vez mais apresenta opções vegetarianas mais acessíveis e próximas. As perspetivas são que cada vez mais pessoas procurem estas opções, devendo aumentar a procura não só por pessoas que sigam uma dieta vegetariana mas também por outras pessoas.

Em Março deste ano deu entrada na Assembleia da Republica uma petição pela inclusão de opções vegetarianas nas escolas, universidades e hospitais portugueses. Das cerca de 15.000 assinaturas recolhidas, foram validadas e hoje entregues cerca de 12.000, que representam a vontade de muitos portugueses que, por opção ou necessidade, motivados por aspetos éticos, ecológicos ou de saúde, seguem regimes de alimentação que diferem da norma, nomeadamente uma alimentação vegetariana.

A alimentação tem evidente impacto na nossa saúde. A Direcção Geral de Saúde publicou inclusive em 2015 “As linhas de orientação para uma alimentação vegetariana saudável”, no âmbito do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável, onde claramente reconhece os benefícios de uma alimentação baseada em produtos de origem vegetal.

Relativamente às condições necessárias para adotar uma dieta vegetariana, Portugal possui condições que beneficiam esta escolha, já que possui uma produção vegetal de elevada qualidade, com variedade sazonal e diversificada. A nossa tradição gastronómica baseia-se em produtos de origem vegetal, que vão desde a sopa de hortícolas a uma grande variedade de frutas, passando ainda pelo pão e pelo azeite.

No que diz respeito aos motivos ambientais, as escolhas alimentares têm um impacto na natureza, este pode ser mais ou menos negativo conforme o tipo de alimentação que se faz. Recentemente, a Organização das Nações Unidas voltou a insistir na promoção e utilização do termo “Dieta Sustentável”, conceito que reflete o desenvolvimento de padrões alimentares saudáveis para os consumidores mas também para o Ambiente. Assim, uma Dieta Sustentável “deve ter um baixo impacto ambiental contribuindo para padrões elevados de segurança alimentar e de saúde das gerações futuras”.

A oportunidade para a inclusão de uma alternativa vegetariana em todas as cantinas públicas tem várias motivações, não só uma função pedagógica, fazendo com que mais pessoas tenham contacto com este tipo de dieta e quais as suas vantagens; motivos ambientais; motivos de saúde mas também para impedir a discriminação das pessoas que já seguem esta dieta mas que dificilmente conseguem fazer uma refeição fora das suas casas. Esta questão torna-se especialmente relevante quando se tratam de crianças e jovens, os quais são também cada vez mais a seguir este tipo de alimentação e sentem-se muitas vezes discriminados nas escolas, pelos colegas, professores, auxiliares, por comerem comida diferente, necessariamente trazida de casa. Com a introdução desta opção nas escolas, essa discriminação deixa de existir e as restantes pessoas passam a encarar este tipo de alimentação com normalidade. É importante que sejam asseguradas as condições para que todos possam seguir as suas dietas sem qualquer tipo de discriminação mas também é de extrema importância informar e sensibilizar as pessoas para o impacto que a sua alimentação tem na natureza mas também na sua própria saúde.



publicado por Carlos Gomes às 18:21
link do post | comentar | favorito
|

VILA MEDIEVAL DE OURÉM REALIZA FIM-DE-SEMANA CULTURAL



publicado por Carlos Gomes às 00:08
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 23 de Maio de 2016
FÁTIMA RECEBE PEREGRINAÇÃO DOS PESCADORES

PESCADORES



publicado por Carlos Gomes às 23:10
link do post | comentar | favorito
|

REVISTA “FOLKLOURES” DIVULGA RANCHO DO OLIVAL

O Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira” do Olival – Ourém possui destaque de página inteira na revista “FolkLoures”, uma publicação que se destina à divulgação de todos os grupos e entidades participantes no Encontro de Culturas “Verde Minho” que, a partir deste ano, passou a usar a marca “FolkLoures”. O artigo inclui ainda duas imagens do Rancho Folclórico que, no próximo dia 28 de Maio, vai representar Ourém e a região da Alta Estremadura naquele evento que se realiza no concelho de Loures.

A revista que iniciou a sua publicação o ano passado, é editada pelo Rancho Folclórico Danças e Cantares “Verde Minho”, o grupo anfitrião do FolkLoures.

Para além da apresentação dos diversos grupos folclóricos, a revista reproduz na capa uma pintura Alfredo de Morais retratando a Festa de Nossa Senhora d’Agonia, em Viana do Castelo, insere abundante publicidade dos seus patrocinadores e publica como nota de abertura um artigo da autoria do Presidente da Câmara Municipal de Loures, Dr Bernardino Soares, para além de outras entidades ligadas ao folclore e ao associativismo popular.

Esta iniciativa constitui um bom exemplo daquilo que poderia ser feito no concelho de Ourém em prol da divulgação da sua cultura tradicional, assim consigam as autarquias locais, os grupos folclóricos e outras entidades conjugar esforços para a sua afirmação.



publicado por Carlos Gomes às 20:41
link do post | comentar | favorito
|

RANCHO FOLCLÓRICO "OS MOLEIROS DA RIBEIRA" PREPARA FESTIVAL DE FOLCLORE

O Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira”, do Olival, leva a efeito no próximo dia 4 de junho o seu XXIX Festival Nacional de Folclore. Trata-se de uma das mais grandiosas jornadas de folclore do concelho de Ourém, a qual conta com 4 grupos folclóricos representativos de várias regiões do país, para além naturalmente do grupo anfitrião.

OLIVAL – OURÉM

4 de Junho de 2016 (sábado)

PROGRAMA

18:00 H – Receção dos Grupos participantes

19:00 H – Jantar

21:00 H – Início do Festival

- Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira” – Olival – Ourém Alta Estremadura

- Grupo Folclórico de Santo António de Vagos - Vagos Beira Litoral - Vareira

- Grupo Folclórico Danças e Cantares "Verde Minho“ – Loures Alto Minho

- Rancho Folclórico “Os Camponeses” de Malpique – Constância Templários

- Rancho Folclórico “As Ligeirinhas” de Antões – Louriçal - Pombal Alta Estremadura



publicado por Carlos Gomes às 00:44
link do post | comentar | favorito
|

RANCHO FOLCLÓRICO “MOLEIROS DA RIBEIRA”, DO OLIVAL, REPRESENTA OURÉM E A ALTA ESTREMADURA NO ENCONTRO DE CULTURAS EM LOURES

Rancho “Moleiros da Ribeira” canta e dança no Encontro de Culturas Verde Minho e será recebido pelos autarcas do Município de Loures nos Paços do Concelho

O Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira”, de Olival, do concelho de Ourém, vai no próximo dia 28 de Maio representar as tradições da Alta Estremadura no XXIII Encontro de Culturas Verde Minho que se realiza na cidade de Loures.

156854_514617745246094_1045082913_n

O festival tem como cenário a magnífica réplica das ruínas de S. Paulo, em Macau, a qual serviu de fachada ao Pavilhão de Macau na Expo’98. Naquele local vão desfilar os usos e costumes das nossas gentes, exibindo as suas tradições, as danças e cantares, ao som da concertina e do cavaquinho e ao ritmo dos bombos e dos reco-recos, das castanholas e dos ferrinhos, mostrando como se canta e dança o vira e o malhão, a chula a rusga e a cana-verde.

539092_514617598579442_1545037926_n

Pelas 16 horas no Parque da Cidade, serão abertos os pavilhões, com artesanato e gastronomia do Minho, animados por vários grupos de tocadores em concertina.

Às 17,30 horas terá lugar a entrega de lembranças e imposição de insígnias nos estandartes dos grupos, em cerimónia solene a ter lugar nos Paços do Concelho onde serão recebidos pelos autarcas do município de Loures. Às 18,00 horas, dar-se-á início ao Desfile Etnográfico a partir do largo fronteiro aos Paços do Concelho, rumo ao Jardim da Cidade. Às 19,00 horas, os grupos realizam um Jantar convívio no Restaurante CopaCabana. E, finalmente, às 21,00 horas, ocorrerá a exibição em palco, no Jardim da Cidade, dos grupos participantes.

544499_514617278579474_1754568775_n

Além do Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira”, de Olival, participam ainda no evento o Grupo de Bombos Zés Pereiras os Baionenses – Baião (Alto Douro); o Grupo de Bombos da Associação de Melhoramentos das Mercês – Mem Martins, Sintra (Região Saloia); o Rancho Folclore da Aguçadoura - Póvoa de Varzim (Douro Litoral); o Rancho Folclórico As Vendedeiras Saloias de Sintra – Mem Martins, Sintra (Região Saloia); o Rancho Folclórico D. Nuno Alvares Pereira -Leça do Balio – Matosinhos (Douro Litoral) e, naturalmente, o anfitrião Grupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho – (Minho), sediado em Loures.

14842403_8DQ2e

Constituído por minhotos e seus descendentes, o Grupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho conta mais de duas décadas de existência a representar na região de Lisboa os usos e costumes das gentes do Minho, contribuindo simultaneamente para a preservação da sua identidade.

14842409_HA6ds

Sediado na Freguesia do Olival – atual União das Freguesias da Gondemaria e Olival – em Ourém, o Rancho Folclórico “Moleiros da Ribeira” preserva as tradições das gentes da localidade, com especial relevo para as artes e ofícios dos moleiros. Refira-se que os moinhos ou azenhas constituem um dos elementos mais emblemáticos desta localidade, tendo o próprio Rancho Folclórico preservado a azenha que outrora pertenceu ao escritor Acácio de Paiva e aí instalado um museu etnográfico.

DSCF8324



publicado por Carlos Gomes às 00:38
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 22 de Maio de 2016
ALBURITEL REALIZA FESTIVAL SONS DA TERRA



publicado por Carlos Gomes às 16:32
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 21 de Maio de 2016
OLIVENÇA É TERRITÓRIO PORTUGUÊS ILEGALMENTE OCUPADO POR ESPANHA

Em 20 de Maio de 1801 Olivença foi tomada pelas tropas do exército espanhol. Desde lá, A NOBRE, LEAL E NOTÁVEL VILA DE OLIVENÇA encontra-se, sequestrada pelo país vizinho.

Olivença (3)

Ocupação contestada desde que regressou a paz à Europa após a tempestade napoleónica, e que, como recordava recentemente um jornal britânico, constitui um dos últimos litígios fronteiriços pendentes na actual Europa Comunitária.

Percebendo a delicadeza que a Questão de Olivença apresenta no relacionamento peninsular, o Grupo dos Amigos de Olivença entende que só a assunção frontal, pública e desinibida do diferendo pelo Estado português, colocando-a na ordem do dia e inserindo-a na agenda diplomática luso-espanhola, permitirá ultrapassa-la a contento dos interesses nacionais.

Esta é uma data de contradições na Histórica de Portugal. Também hoje se assinala a data em que se formou o Estado independente de Timor-Leste. Tal como Timor Lorosae afastou o ocupante estrangeiro e iniciou a construção do seu próprio Estado, reservando à língua portuguesa uma particular importância, também Olivença há-de obter Justiça, resgatando a sua Identidade, a sua História e a sua Liberdade, reencontrando-se com a Cultura e a Língua de Camões!

Por estas razões, e confiando que as Autoridades nacionais saibam tomar as medidas necessárias à defesa do Direito, da dignidade e dos interesses nacionais, o Grupo dos Amigos de Olivença exorta os portugueses, detentores da Soberania, a sustentarem com veemência a devolução do território oliventino.

Contra o silêncio e a indignidade, um passo por Olivença

Lisboa, 20 de Maio de 2015.

A Direcção do Grupo dos Amigos de Olivença

Olivença (21)

Olivença (39)

Olivença (48)

Olivença (7)

Olivença (16)



publicado por Carlos Gomes às 21:36
link do post | comentar | favorito
|

AMANHÃ HÁ FAVAS EM OURÉM NA QUINTA DO MONTALTO



publicado por Carlos Gomes às 09:46
link do post | comentar | favorito
|

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA CANCELA EVENTO

Em virtude do Movimento de ESCOLAS NÃO-ESTATAIS ter marcado uma manifestação  nacional em Lisboa para o dia e horário previstos para a realização da Festa das Artes, 29 de maio, domingo, 15h00, e sendo a grande maioria dos músicos alunos dos colégios de Fátima, não será possível a realização do evento conforme foi anunciado.

Pedimos desculpas pelo incómodo causado e em breve anunciaremos nova data.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 00:18
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 20 de Maio de 2016
PARLAMENTO APROVA PROPOSTA DO PAN SOBRE DISTÂNCIA PERCORRIDA PELOS ALIMENTOS
  • Parlamento aprovou unanimemente a proposta do PAN que recomenda ao Governo estudo sobre o impacto ambiental da distância percorrida pelos alimentos
  • Alimentação é o ponto de partida para a resolução de muitas questões de saúde e ambientais
  • Foi também aprovada a implementação daRecomendação da Comissão Europeia relativa às normas mínimas de proteção e bem-estar de suínos

O parlamento aprovou hoje por unanimidade o Projeto de Resolução do PAN que recomenda ao Governo a elaboração de um estudo nacional sobre o impacto da distância percorrida pelos alimentos desde o local de produção ao consumidor final, com base na premissa de que a alimentação produzida pelo sistema convencional “quilométrico” utiliza 4 a 17 vezes mais combustível e dióxido de carbono. Os “alimentos viajantes” geram quase 5 milhões de toneladas de CO2 por ano, contribuindo para o agravamento das alterações climáticas. Para além disto, uma alimentação feita com produtos nacionais e, preferencialmente, locais, possibilita o consumo de alimentos frescos, saudáveis e com menos conservantes e aditivos químicos.

Estima-se que, atualmente, a maioria dos alimentos do mundo viaja em média cerca de 5000 quilómetros desde o local de produção até ao local de consumo. A uniformização e globalização da agricultura tem impactos negativos a vários níveis, nomeadamente ambientais, económicos, culturais e de saúde e segurança alimentar. A alimentação é o ponto de partida para a resolução de muitas questões de saúde e ambientais. “Se tivermos uma alimentação mais correta, vamos ter menos doentes, menos medicamentos e menos despesa, logo, vamos ter um SNS mais sustentável. A prevenção primária faz-se muito por via da alimentação,” recorda André Silva, Deputado do PAN.

Já o projeto de resolução do PAN – Pessoas-Animais-Natureza que recomenda ao Governo a adoção da Recomendação (EU) 2016/336 da Comissão, que é relativa às normas mínimas de proteção de suínos e prevê a implementação de medidas destinadas a reduzir a necessidade de corte de cauda destes animais, foi aprovado com os votos contra de CDS e PSD, a abstenção do PCP e votos a favor do PAN, PS, PEV e BE.

Em causa estão práticas comuns associadas à indústria da suinicultura que, para evitar mordeduras e outros vícios que os suínos adotam tem por hábito aplicar o corte das suas caudas. A explicação para este hábito é simples: estando os suínos confinados a espaços reduzidos e sem recursos de enriquecimento ambiental, ou seja, sem qualquer espaço ou elementos naturais de interação, acabam por morder as causas dos restantes numa resposta imediata ao stress e desgaste a que são sujeitos todos os dias.



publicado por Carlos Gomes às 23:32
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 19 de Maio de 2016
FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO É O MAIOR EVENTO NA PENINSULA IBÉRICA DEDICADA AO ARTESANATO

Feira Internacional do Artesanato conta na sua 29ª edição com Alto Patrocínio do Presidente da República

De 25 de Junho a 3 de Julho a FIL, Fundação AIP, organiza a Feira Internacional de Artesanato e, pelo primeiro ano, conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República. A maior festa intercultural na Península Ibérica e a segunda maior da Europa, organizada pela Fundação AIP com o apoio do IEFP, e que durante a sua história tem promovido todas as regiões e suas culturas, mobilizando as especificidades locais em prol do desenvolvimento nacional e crescimento económico, congratula-se com este acto de relevante simbolismo que, mais do que incentivar, responsabiliza a organização da FIA na continuação de um trabalho em que as tradições e o futuro crescem lado a lado.

A 29ª edição da FIA Lisboa 2016 terá, como é habitual, um vasto programa em que constam exposições temáticas, prémios e concursos, ateliers, workshops, actuações musicais, jogos tradicionais e conferências. A FIA Lisboa 2016 assume-se como uma plataforma de excelência para a promoção do desenvolvimento regional e das culturas locais por via do artesanato, da gastronomia, das actividades culturais e turísticas, do património e recursos naturais e fontes de sustentabilidade da economia local, tendo aperfeiçoado, ao longo dos seus 28 anos de história, a simbiose entre economia e cultura, tradição e inovação.

A FIA traz à capital, durante 9 dias, profissionais e apreciadores dos ofícios artesanais, artes e design, agentes da área da gastronomia tradicional, bem como interessados no artesanato enquanto manifestação cultural. Como tal, a FIA Lisboa 2016 regressa à FIL com novidades. Em destaque estarão novas áreas de exposição como o Espaço Design Nacional by LxD – Lisboa Design Show, que irá promover peças de joalharia, vestuário, calçado, mobiliário, entre outros, de origem nacional e também terá o Espaço Mixmarket, dirigido ao sector multiproduto e de origem não étnica.

Por mais um ano consecutivo FIA Lisboa 2016 conta com a Semana da Gastronomia Tradicional, que salienta o atractivo turístico-cultural da gastronomia e vinhos de Portugal e que integra o 3º Festival de Carnes Portuguesas Certificadas (DOP) e a 2ªedição do Mercado da Cerveja Artesanal.



publicado por Carlos Gomes às 21:33
link do post | comentar | favorito
|

FÁTIMA REALIZA FESTA DAS ARTES

O Complexo dos Missionários da Consolata, em Fátima, será o grande palco para a 2.ª Edição da “FESTA DAS ARTES” que decorrerá no dia 29 de maio, domingo, entre as 15h00 e as 19h00.

image009

Oito centenas de alunos do Conservatório de Música de Ourém e Fátima das áreas da música, dança, teatro e pintura, apresentarão os seus trabalhos artísticos em simultâneo e em diferentes palcos e cenários.

O público escolherá o evento do seu agrado, desde aprender uma dança, observar um pintor em processo criativo, conhecer testemunhos missionários ou assistir a concertos musicais nas três capelas do complexo da Consolata, em auditórios, salas de exposições permanentes do museu e até em locais pouco habituais, como por exemplo, armazéns ou jardins, surpreendendo e agradando os diferentes públicos, independentemente da idade.

Este evento é organizado pelo Consolata Museu |Arte Sacra e Etnologia, Conservatório de Música de Ourém e Fátima e Liga dos Amigos do Museu.

A participação é gratuita.

Pertinência do evento

Os Missionários da Consolata têm tido de forma inequívoca um importante papel no desenvolvimento cultural na cidade de Fátima, no concelho de Ourém, bem como nos concelhos vizinhos.

Em 1943 abriram em Fátima o seu primeiro seminário, onde várias gerações de jovens ali estudaram, aprenderam e conheceram a causa missionária. Mais tarde, na década de 70, foram sócios fundadores do Centro de Estudos de Fátima (CEF), com outros institutos missionários (Verbo Divino, Monfortinos e Marianos), funcionando este estabelecimento de ensino, nos primeiros anos, no complexo dos Missionários da Consolata.

Através do seu Museu, a celebrar este ano o seu 25.º aniversário, o Instituto Missionário da Consolata permitiu à comunidade local e aos peregrinos de Fátima o acesso privilegiado a um notável património artístico religioso e etnográfico de várias partes do mundo. Inúmeras iniciativas culturais foram desenvolvidas por este espaço museológico, como exposições temporárias, concertos, cursos-livres, conferências, publicações, parcerias, etc, contribuindo para que fosse premiado em 2011 pela APOM – Associação Portuguesa de Museologia como “O Melhor Serviço de Extensão Cultural” e em 2012 com o prémio “ Melhor Edição Turística” com o seu Roteiro/Catálogo.

Foi também selecionado pelo Município de Ourém para ser certificado pelo Herity International, junto do Castelo de Ourém, ficando este bem classificado entre outros espaços certificados nos Municípios do Médio Tejo. É também o único Museu em Fátima integrado na Rede Portuguesa de Museus, sendo, portanto, o único museu credenciado pelos serviços estatais.

As lojas de artigos religiosos e paramentaria dos Missionários da Consolata, ao longo dos anos têm primado pela absoluta qualidade, sendo essa uma das suas marcas de prestígio. Também nos espaços arquitetónicos edificados, surgem peculiares cuidados estéticos e construtivos, sendo estes referenciados em publicações como dos mais interessantes espaços existentes na Cova de Iria, mais particularmente, as capelas do Centro Missionário Allamano e do Hotel Pax. Também a encomenda de obras artísticas a criadores conceituados tem sido comum, como por exemplo, o Cristo da Capela do Consolata Hotel (Ex Hotel Pax) de autoria do escultor Soares Branco.

Ligada intimamente à identidade da Consolata, está portanto, indiscutivelmente, a sua vocação cultural e de conhecimento, além da identidade religiosa, missionária e evangelizadora.



publicado por Carlos Gomes às 19:54
link do post | comentar | favorito
|

PAN DENUNCIA CORRIDAS DE GALGOS CONSIDERANDO CRIME PÚBLICO
  • Denúncias e fortes indícios de graves maus tratos aos animais envolvidos nas corridas de Galgos
  • Atividade de “entretenimento humano” representa um negócio altamente lucrativo que vive à custa da exploração da alta performance destes animais
  • Autarquias continuam a inaugurar pistas municipais para corridas de galgos e a investir na manutenção e recuperação de praças de touros
  • PAN aguarda respostas do Ministro da Agricultura e do Mar

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza avançou com uma denúncia de crime público ao Ministério Público devido à forte suspeita de graves maus tratos aos animais envolvidos nas corridas de Galgos. Conforme avançou também o resultado de uma investigação jornalística, o universo dos aficionados desta atividade de “entretenimento humano”, representa um negócio altamente lucrativo que vive à custa da exploração da alta performance destes animais, pela exigência dos violentos treinos a que são sujeitos, com choques elétricos, administração de drogas estimulantes altamente prejudiciais para a sua saúde e um desgaste brutal. Para além disso, existe também a suspeita de que a esta atividade esteja associado o crime de apostas ilegais, havendo um igual desconhecimento sobre se estas corridas estão a ser licenciadas.

Na tentativa de obter mais informação, o PAN questionou hoje o Ministro da Agricultura e do Mar, sobre o seu conhecimento da atividade de corridas de galgos, se já existiu alguma ação de fiscalização a estas corridas, se sim quando, quantas e qual o resultado das ações, se tem conhecimento dos métodos de treino utilizados nesta atividade e se tem conhecimento da administração de drogas estimulantes como cocaína, cafeína, eritropoetina, anfetaminas, entre outros, bem como anti-inflamatórios não esteroides ou corticoesteróides.

Estas substâncias têm impactos negativos ao nível da saúde dos animais com fortes sintomas de abstinência devido à habituação e podem estar associados ao desenvolvimento de cancro, de graves problemas cardíacos, doenças renais, hepáticas, dermatológicas, odontológicas e outras patologias emocionais e comportamentais.

“Num momento em que se inflamam as inquietações sobre posturas radicais, este lucrativo e impune negócio, faz com que o conceito de respeito por todas as formas de vida não signifique absolutamente nada. Existem automóveis tratados com mais cuidado do que estes animais. O PAN defende o fim do antropocentrismo, ou seja, a ideia de que o Ser Humano está no centro de tudo e de que pode utilizar todas as formas de vida indiscriminada ou inconscientemente. O que não significa que coloque os animais à frente dos humanos, conforme se tem comentado. A defesa dos direitos humanos tem já uma longa e admirável narrativa, sendo a defesa daqueles que connosco partilham o espaço uma extensão natural deste movimento. As pessoas têm direitos, garantidos e reconhecidos constitucionalmente e instâncias criadas para os assegurar. A defesa dos direitos dos animais, no respeito pelos princípios mais básicos, apenas agora está a começar, eles ainda estão no fim da linha”, avança o Deputado André Silva.

Os defensores deste negócio afirmam publicamente que se trata de uma atividade social e cultural que enche os restaurantes das regiões e afirmam que quem “usa” os animais é quem mais “gosta deles”. Uma declaração comum a todos os profissionais das indústrias que utilizam animais para entretenimento. As autarquias continuam a inaugurar pistas municipais para corridas de galgos e a investir na manutenção e recuperação de praças de touros.

Estes eventos violentos para humanos e não humanos, refletem o paradigma do lucro e a indiferença de um nicho da sociedade que ainda considera aceitável a utilização e maus tratos de animais para divertimento humano, chamando-lhe cultura. Não fazem parte do paradigma social para o qual o PAN gostaria de contribuir, baseado na promoção de uma cultura da empatia e também não acompanham o desejo da maioria dos cidadãos nem da constituição portuguesa.



publicado por Carlos Gomes às 16:39
link do post | comentar | favorito
|

OURIENSES VÃO ÀS FAVAS!

Ourém promove o jantar temático “Prova de Vinhos com Favas”, no próximo dia 21 de maio, às 19h30, na Quinta do Montalto, Olival.

Este jantar temático está integrado na programação do I Festival Gastronómico Oureense “Vamos às Favas a Ourém” e as inscrições devem ser realizadas para o email monica.vale@ouremviva.pt ou pelo telefone 915 002 92

“VAMOS ÀS FAVAS A OURÉM”

Fazendo jus ao ditado popular “Favas: maio as deu, maio as levou”, o Município de Ourém, a OurémViva, a Escola de Hotelaria de Fátima, a ACISO - Associação Empresarial Ourém-Fátima e a Vitiourém, levam a cabo, durante o mês de maio, o Festival Gastronómico “Vamos às Favas a Ourém”.

De 07 a 29 de maio, esta apreciada iguaria da família das leguminosas (este ano assinala-se o Ano Internacional das Leguminosas) será o ingrediente principal servido em catorze restaurantes que decidiram aderir a esta iniciativa inédita no nosso concelho.

Migas de fava, pastel de fava, favas guisadas à moda do Pico (Açores), favas com entrecosto, creme de favas, tarte doce de fava, puré de fava, são algumas das sugestões que lhe apresentamos para abrir o apetite.

Locais aderentes:

Atouguia

Restaurante Chico Stº Amaro

Restaurante O Curral

Gondemaria

Restaurante Pirilampo

Fátima

Escola de Hotelaria de Fátima

Restaurante Divine Fátima

Restaurante Stª Rita

Restaurante Trevo III

Olival

Quinta da Colina Verde

Ourém

Padaria e Pastelaria Alfa

Restaurante Ponto de Encontro

Restaurante Casa das Costeletas

Urqueira

Taberna Zé Cristino

Vila Medieval de Ourém

Pousada de Ourém

Ucharia do Conde



publicado por Carlos Gomes às 14:40
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 18 de Maio de 2016
OFERTAS DE EMPREGO DA LIFE – DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E EMPREGO DA INSIGNARE (18MAIO2016)

LIFE - Departamento de Formação e Emprego da INSIGNARE

Contactos: Rua Santa Teresa de Ourém, nº 13 – AP 107 2490 – 242 Ourém Telefone 249 540 397 gip@insignare.pt

cabeçalho-01

Oferta Nº: 588681438 IEFP -Ajudante Familiar (m/f) Fátima (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego). Experiência nas funções de auxiliar, gosto por lidar com idosos, polivalência, disponibilidade para fazer turnos, residência na zona, com viatura própria. Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº: 588680520 IEFP Cozinheiro (m/f) Fátima (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego) Cozinheiro(a) com experiência em preparação de pratos tipicamente portugueses, preferência a residente na zina de Fátima; disponibilidade imediata; transporte próprio:Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº: 588680219 IEFP– Ajudante de cozinha (m/f)(m/f) Fátima. (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego). Experiência na função (ajudante de cozinha/copa) disponibilidade para trabalhar em regime noturno; disponibilidade imediata; transporte próprio;Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego )

Oferta Nº: 588680093 IEFP – Vendedor em loja (estabelecimento) (m/f) Fátima. (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego). Vendedor(a) de loja, com conhecimento inerentes à profissão; conhecimentos informáticos na ótica do utilizador; conhecimentos de inglês e espanhol. Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº 588680300 IEFP Empregado de Mesa (m/f) Fátima. (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego).Experiência como empregado(a) de mesa na hotelaria; disponibilidade para trabalhar em regime noturno; residência zona de Fátima e áreas limítrofes;.Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Netempregos 16/05 - Orçamentista para Metalomecânica (m/f) - Empresa em Ourém, admite para entrada imediata, 12.º ano ou CET (Curso Especialização Tecnológica),Experiência em orçamentação, Bons conhecimentos de desenho de construções metálicas e Autocad, Boa capacidade de leitura e interpretação de documentos técnicos em inglês, francês e espanhol, Excelentes conhecimentos de EXCEL. CV para geral@heh.pt

Netempregos 12/05 - Eletromecânico (m/f) Asseiceira e Vale da Pedra - VEOLIA PORTUGAL, S.A. ELETROMECÂNICOS - Ref: 09_16/VPT/RH. Habilitações literárias ao nível 12º ano e/ou curso técnico profissional, com elevados conhecimentos nas áreas da mecânica e eletricidade; experiência mínima de 5 anos na área da manutenção de infraestruturas de rede de água potável, manutenção preventiva e curativa de instalações, condutas e equipamentos. Forte interesse por “trabalho de campo”, dinamismo, autonomia, trabalho em equipa e bom relacionamento interpessoal. As candidaturas devem constar de Curriculum Vitae e fotografia, a enviar com a indicação a que referência se candidata para pt.hrs.candidaturas.mailbox@veolia.com

Netempregos 15/05 - Carpinteiro de limpos (m/f) - Escolaridade ao nível do 9º ano; Experiência anterior na função; Forte sentido de responsabilidade; Proativo e dinâmico; Com carta de condução e viatura própria; Disponibilidade imediata. Para formalizar a sua candidatura, deverá enviar o seu CV, devidamente atualizado, para celia.duarte@gruponett.com, indicando a referência "Carpinteiro_Fátima", no assunto do e-mail. Rua Dr. José Gonçalves, N.º61, Piso 0, Loja 3 2410-121 Leiria Tel: 244828625

Região Leiria 16/05 - Santos Barosa – Vidros, S.A., empresa de referência no setor do vidro de embalagem, pretende admitir para a sua fábrica na Marinha Grande: CONDUTOR DE MÁQUINAS INDUSTRIAIS / EMPILHADOR (m/f) Pretende-se: • Formação ao nível do 12.º ano de escolaridade (preferencial); • Carta de veículos pesados (categoria C+E) | TÉCNICO DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL (m/f) Pretende-se: • Curso técnico-profissional de mecânica, manutenção industrial ou mecatrónica (12.º ano – nível IV); • Com experiência (preferencial). Se estiver interessado, envie o seu C.V. para Apartado 1, 2431-951 Marinha Grande ou para o e-mail sb@santosbarosa.pt. Poder-se-á também inscrever no nosso Serviço de Pessoal (dias úteis, às 17h).

Região Leiria 16/05 - Teclena SA TÉCNICO/A DE ELETROMECÂNICA Admitimos para o departamento de óleo-hidráulica: - Montagem e teste de grupos óleo-hidráulicos; - Será proporcionada formação adequada; - Habilitações, 12º ano electricidade e/ou mecânica; - Idade 22 a 35 anos; - Disponibilidade para horário flexível. Resposta para Teclena SA, Leiria - E-mail: recursos.humanos@teclena.pt

Região Leiria 16/05 - ENFERMEIRO (m/f) Santos Barosa – Vidros, S.A., empresa de referência no sector do vidro de embalagem, pretende admitir para a sua fábrica na Marinha Grande: ENFERMEIRO (m/f) Requisitos: • Licenciatura em Enfermagem; • Pós-graduação em Enfermagem do Trabalho (preferencial); • CAP Técnico Superior de Higiene e Segurança no Trabalho – nível VI (preferencial); • Inscrição na Ordem dos Enfermeiros. Oferece-se: • Formação contínua; • Remuneração atrativa. Se estiver interessado(a), envie a sua carta de apresentação, acompanhada de C.V e de fotografia atualizados para o e-mailsb@santosbarosa.pt

Região Leiria 16/05 - LeirivoIt recruta ELETRICISTA PARA INDUSTRIA (m/f). Funções: - Assistência Técnica; - Desenvolvimento e execução de esquemas e quadros elétricos; - Manutenção e reparação de diversos tipos de circuitos, máquinas, motores e equipamentos. Perfil: - Experiência e conhecimentos de Eletricidade Industrial; - Pessoa versátil, comunicativa e desenrascada; - Residência na zona de Leiria; - Domínio das línguas Inglês e Francês. Envie o CV para o e-mail: marketing@leirivolt.pt

Indeed 17/05 - Rececionista Hospitalar (Leiria) – Leiria – Mais informação e candidatura:http://www.indeed.pt/viewjob?jk=8c5aadfbf09e9fee&l=Our%C3%A9m&tk=1aj1hr6pj514td7h&from=web



publicado por Carlos Gomes às 15:05
link do post | comentar | favorito
|

RANCHO FOLCLÓRICO LUZ DOS CANDEEIROS APRESENTA “MEMÓRIAS FOTOGRÁFICAS”

Apresentação do livro “Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros – Memórias Fotográficas”, Volume 2 da colecção Etnografia e Tradição

O Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros de Arrimal, Porto de Mós, leva a efeito no próximo dia 22 de Maio, pelas 15h30, a apresentação do livro “Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros – Memórias Fotográficas”, segundo volume da colecção Etnografia e Tradição com a coordenação de Adélio Amaro, antecedendo o XXVIII Festival de Folclore Arrimal/2016.

Em anexo Prefácio, Introdução, Apresentação, capa e cartaz do festival.

Colecção Etnografia e Tradição

1 – Rancho da Região de Leiria

2 – Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros, Arrimal (Porto de Mós)

3 – Rancho Folclórico Rosas do Lena, Rebolaria (Batalha) – 18/06/2016, 17h30

Prefácio

Abraçando o desafio deste projecto de Adélio Amaro, a direcção do Luz dos Candeeiros e todos os seus componentes mergulharam no baú das recordações e nada melhor para brindar os 29 anos de existência que a apresentação do livro “Memórias Fotográficas” com alguns dos momentos mais marcantes na história do grupo.

É para nós uma honra e um orgulho imenso ser parte integrante da colecção “Etnografia e Tradição”, iniciativa, coordenação e edição de Adélio Amaro, um entusiasma que tem apoiado quer na publicação e divulgação da cultura da Alta Estremadura, assim como na pesquisa e edição de textos, imagens e apontamentos do folclore e da etnografia popular e tradicional do povo português.

Desta forma, e muito para além de publicar este livro, o Luz dos Candeeiros, com este trabalho, pretende eternizar as memórias deixadas por aqueles que, em cada representação ou actividade que envergamos os nossos trajes, tentamos perpetuar.

Tentaremos com esta apresentação fazer uma resenha dos 29 anos de existência deste rancho, sem aprofundar as matérias nem pormenorizar os intervenientes: o seu interior, as vivências, experiências e aventuras, e, quiçá algumas desventuras e percalços. Nesta pequena mostra faremos referência a alguns dos festivais onde o rancho participou. Nunca, porém, com o intuito de atribuir maior ou menor valor a qualquer deles. De salientar que este grupo, na preocupação de bem retratar todo um rico património cultural, sempre encarou de igual modo todas as suas atuações. Procuramos divulgar as nossas tradições, sempre com o mesmo rigor.

– “O que cá deixamos são as recordações”.

Queremos aproveitar esta oportunidade para agradecer a todos quantos contribuíram para que fosse possível a edição deste livro, assim como todos quantos já fizeram, fazem ou venham a fazer parte activa do Luz dos Candeeiros.

Por último, uma palavra especial de agradecimento, pela coragem e ousadia em lançar o desafio aos ranchos folclóricos e bandas filarmónicas para que deixem registado a história da instituição para as gerações vindouras. Um mais que justo reconhecimento público a Adélio Amaro.

A Direcção

capa_arrimal

Introdução

Em pleno século XXI, surge, cada vez mais, a necessidade de vincar as nossas raízes, através da música, da dança, da linguagem, dos usos, dos costumes, dos brinquedos, dos utensílios e principalmente da transmissão via oral e escrita da Etnografia e da Tradição.

Já em pleno século XIX, 1893, surgiu essa preocupação, através do punho de Teófilo de Braga (1843-1924) que obrigou a sua pena escrever os prefácios dos três volumes do Cancioneiro de Musicas Populares, que tiveram a coordenação de Cesar das Neves (1841-1920) e Gualdino de Campos (1847-1919): ... estes aspectos da Vida são um documento scientifico para penetrar o genio dos povos. Hoje mais do que nunca, convém a Portugal estes estudos; porque na decandencia que por toda a parte nos ameaça, a revivescencia do genio nacional depende da vitalidade da sua tradição.

É nesse sentido que nasce a colecção Etnografia e Tradição que pretende, de forma muito humilde, apresentar as Memórias Fotográficas dos Ranchos/Grupos Folclóricos, Bandas Filarmónicas e Grupos Corais.

Não se trata de uma colecção de recolhas de época nem de um manual onde se relata a história de um grupo. É sim, um conjunto de livros que pretende dar a conhecer o percurso de um grupo através da fotografia. É um simples registo fotográfico da actividade desenvolvida desde o dia da fundação até aos nossos dias.

Embora muitas fotografias apresentem uma qualidade débil, pela sua antiguidade ou estado de conservação, é crucial, no presente, recolher, dar a conhecer e conservar através de um livro algumas das passagens que fizeram e fazem a história de um determinado grupo.

É uma possível antecipação para trabalhos de investigação, mais profundos...

O segundo número é dedicado ao Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros (Arrimal, Porto de Mós), grupo exemplar que tem representado a região desde a sua fundação (1987). Tem sido um verdadeiro embaixador da região, como se pode verificar na muito resumida apresentação dos quase 30 anos de actividade.

Este segundo volume é uma homenagem a todos os elementos, desde a fundação até aos dias de hoje, que fizeram do Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros uma referência de reconhecimento nacional.

Fica, nestas linhas, um agradecimento especial ao Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros e aos seus elementos, pela forma como colaboraram na coordenação do presente volume. Foram incansáveis e dedicados, para que nestas páginas fosse possível ficar um pequeno testemunho fotográfico da grande actividade que têm desenvolvido em prol do Folclore.

Uma palavra, também, de agradecimento ao Norberto Afonso pelo design da capa.

Adélio Amaro,

Coordenador da Colecção Etnografia e Tradição

Apresentação

Corria o ano de 1987 quando Maria Albertina Pereira Paulo Matias e Maria de Fátima Sousa Amado Vazão impulsionaram um grupo de jovens e com muita garra, entusiasmo, audácia e determinação, fundaram o Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros.

O desafio de organizar um agrupamento com vista à salvaguarda dos usos e costumes tradicionais das gentes do Arrimal – aldeia de cariz rural encravada na Serra dos Candeeiros, onde o Sol e o sino do campanário da Igreja eram o relógio do povo; onde as tarefas agrícolas e o ciclo litúrgico ritmavam as quadras e os tempos – constituiu desde logo um orgulho, a par de algum bairrismo, no repto a um persistente e metódico trabalho de recolha e preservação de todo o património histórico e cultural que caracteriza a comunidade arrimalana.

Abílio Sousa, Ilídio Gil, Joaquim Durão (Quim Nogueira), Maria de Jesus e Zulmira Luís, procederam então ao trabalho de recolha: desde as tradições mais singelas, aos trajes, danças, cantigas, usos e costumes desta comunidade rural. Calcorrearam e percorreram os quatro cantos desta Serra trazendo à luz do presente o passado do nosso bom povo. Em suma, colocaram a descoberto lembranças e recordações dos nossos avós e demais antepassados, abriram baús e velhas arcas de madeira já carcomidas e gastas pelo tempo, para mostrar às novas gerações a natureza etnográfica desta comunidade e as raízes culturais da gente que dá vida a estas serranias.

Com o director Abílio Sousa, este grupo iniciou, timidamente os seus primeiros passos no panorama folclórico português.

Recente ainda, participava já nos festivais mais conceituados deste nosso país.

Nesta época, os ensaios do grupo decorriam com a direção do Sr. José Saraiva (Zeca).

Ainda sob a direção de Abílio Sousa, a 11 de Dezembro de 1989, obteve a tão desejada filiação na Federação do Folclore Português.

Já filiado, e com todas as suas participações nos mais acreditados festivais de folclore de Norte a Sul do País, o grupo ganhou a coragem e o traquejo necessários para enfrentar a sua primeira saída ao estrangeiro.

À época ainda gravou a sua primeira e única cassete num estúdio em Lisboa.

Em 1994, com a viagem a Espanha, convidado a participar no Festival Internacional de Cabanillas del Campo – Guadalajara, o grupo constatou que a sua comunhão interna, vivência comum e extrema alegria, se entrelaçavam e bem sintonizavam com o comum interesse pela causa do folclore.

Com extremo rigor, saber técnico na execução das suas representações (que se tornava uma constante crescente em todas as atuações) e caldeados com enorme alegria, o grupo, jovem ainda, tímido e envergonhado apercebeu-se que, mais que um dos representantes do seu povo, era já uma família.

Sempre alvo de grandes e calorosas ovações, tanto pelas representações efetuadas, como pelo seu comportamento amistoso fora de palco, as características e laços desta família tornam-se cada vez mais notórios.

O convívio, a alegria contagiante, a comunhão e toda a intimidade deste grupo, começam a transparecer, viciando e deixando curiosos todos os que contactavam com os elementos do Luz dos Candeeiros.

Torna-se sem dúvida um grupo querido e afável que estreita laços de amizade por onde quer que passe.

Durante o ano de 1996, debaixo de um calor tórrido, marcou presença no festival de Alcorcon - Espanha. Em 1997 voltou a Espanha, mas desta feita para levar as suas tradições a PonteVedra.

Com a Professora Maria Santa Baptista na direção, e ensaios a cargo de Fernando Santos, participou nos festivais mais longínquos até então.

Em 1999, o grupo rumou a França para participar no grandioso Festival do Rouergue – um dos mais conceituados encontros folcloristas do Mundo que conta com o apoio do C.I.O.F.F.

Num grupo assustadoramente jovem, esta viagem veio por fim retirar todos os medos das distâncias e fazer desabrochar a faceta mais arrojada, até então desconhecida, por quase todos os elementos do grupo: o estar longe dos familiares durante largos períodos de tempo, à sua inteira responsabilidade. Também aqui o grupo continuou os seus retumbantes sucessos.

Entendemos que tudo isto faz parte da educação, crescimento pessoal e de grupo, contribuindo de forma inimaginável para a autoestima e responsabilização de cada um.

A primeira passagem pelo país da fraternidade foi dos momentos mais proveitosos para o grupo cimentar os seus laços de companheirismo, amizade, alegria e união assumindo por fim as suas múltiplas facetas.

Acarinhado e mimado pela população francesa, onde ainda hoje tem fortes laços de amizade, os elementos do Luz dos Candeeiros confirmaram que, para além da representação artística e etnográfica, a convivência e o modo ímpar de privar com as populações com que se cruzavam era algo que lhes era inato e impossível de evitar. Após esta viagem, ainda em 1999, Luís Carlos assume o comando dos ensaios do grupo. A fim de participar no Festival Internacional de Folclore, rumou-se então até Albacete, Espanha.

Este rancho esteve ainda presente nos festivais internacionais de Valladolid em 2000 (Espanha), Arvieu em 2001 (França), neste último revendo velhos amigos.

Marcou ainda presença em festivais de folclore no País Basco nos anos 2002 (Sestao – Bilbao) e 2003 (Amurrio – Vitória).

Em 2002 atravessou toda a Península Ibérica e sul da Europa, rumo a S. Angelo Romano, em Itália. Aqui teve a primeira experiencia com a nova moeda / o euro, assustando-se com os elevados preços dos bens essenciais.

Um ano depois, para participar na XII Trobada Internacional de Cituadela, na Ilha de Menorca, atravessou o Mediterrâneo numa viagem carregada de tal bucólico, puro e belo romantismo, que nem nos atrevemos a descrever.

Tal só é possível nas palavras de grandes escritores, de tal modo apaixonados pelas visões cálidas e serenas das águas mediterrânicas, ou, quem sabe, pelo perfume inebriante do rosmaninho e alecrim que decidiram ali morar.

Num teatro de tal modo ostentoso, que recordava uma das mais majestosas salas de ópera do século XVIII, o Luz dos Candeeiros voltou a ser sucesso.

Sem qualquer tipo de receios em viajar, no ano de 2005, embarcam num voo das linhas aéreas da SATA com destino à ilha Terceira, nos Açores.

Percorreram esta ilha de lés-a-lés, fazendo aí mostras do belo folclore e das tradições Estremenhas, com participação no COFIT – Comité Organizador de Festivais Internacionais da Ilha Terceira e uma breve passagem pela ilha de Santa Maria.

Impelidos pela alegria e orgulho de levar as tradições do Arrimal por toda a parte, um ano mais tarde, rumavam à Ilha da Madeira.

Se a viagem correu bem, a estadia foi ainda melhor. A Poncha, a Coral, toda a animação noturna, casadas com a beleza natural das ilhas e todo o espírito entusiasmante deste festival, perduram ainda hoje nas nossas recordações.

No ano de 2008, e pela primeira vez, trouxemos o folclore à noite Arrimalana com o início dos Festivais Internacionais de Folclore do Arrimal, realizados à noite, junto à Lagoa Pequena.

Em 2009, numa nova fase marcada pela tomada de posse do seu atual presidente – o jovem Ricardo Simão – e para brindar os seus 20 anos, o Luz dos Candeeiros, conseguiu, finalmente, reunir as condições necessárias para editar a gravação de um CD com as suas modas recolhidas ao longo dos tempos.

Para brindar as duas décadas de existência, nada melhor e distinto, per iternum, que o lançamento de um álbum das cantigas e modas mais marcantes do seu reportório, recolhidas e executadas ao longo da caminhada até aí percorrida.

Foi uma festa à séria. Inclusivamente com sessão solene no lançamento da sua produção musical em suporte digital de nome “20 Anos de Eterna Tradição”.

Acreditamos que este é um legado para memória futura perpetuando as nossas tradições, com que os nossos filhos e netos muito terão a aprender. Este CD é um contributo para a história do povo que foi a sua origem e raiz.

Desta forma, e muito para além de gravar um mero disco comemorativo dos seus 20 anos, o Luz dos Candeeiros pretendeu eternizar as memórias herdadas e deixadas por todos os que, na dureza da labuta diária do árduo trabalho do campo, souberam ainda encontrar e forjar tempos de recreio e diversão sadia. Ainda hoje, em cada representação, atividade, ou sempre que envergamos os seus trajes, procuramos perpetuar essas vivências e recordações.

Citando Camões, “A memória daqueles que por obras valorosas se vão da lei da morte libertando” – foi a eles, aos nossos antepassados, que quisemos honrar ao dedicar-lhes este trabalho discográfico. Que permaneçam imortais, tal como nós intimamente desejamos.

Nesse mesmo ano, em 2009, volta ao Grandioso Festival do Rouergue, em Rodez, na França.

Em 2011 faz a sua mais longa deslocação para integrar a Gala Internacional de Folclore de Messina e o Festival Internacional de Folclore de Caltavulturo, na Sicília, ambos com a chancela do C.I.O.F.F.. Mais uma vez o grupo faz retumbantes sucessos nas atuações onde participa.

Uma vez mais, e como tem sido sempre seu apanágio, o Luz dos Candeeiros levou bem longe as tradições arrimalanas e o nome de Porto de Mós.

No ano de 2012, comemorando o seu 25.º Aniversário, organizou os festivais de folclore onde procurou trazer amigos de longa data para em conjunto assinalarem este marco importante da sua história.

Para finalizar as comemorações juntou todos quantos tornaram possível a chegada do grupo ao quarto de século num grandioso jantar convívio com antigos e actuais componentes do Luz dos Candeeiros, bem assim como familiares e amigos.

Em modo de conclusão, procurámos fazer uma resenha dos 29 anos de existência deste rancho; o seu interior, as vivências, experiências e aventuras. Histórias e estórias do grupo e seus componentes.

Quisemos narrar o que foi e é o Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros: sempre fiel às tradições e um digno representante dos seus antepassados, para além de uma escola de vida e de relações humanas.

Agradecemos a todos os que, no coração desta família entraram e deram o seu contributo auxiliando-nos a transpor mais um aniversário: a população do Arrimal, os órgãos políticos, os antigos e atuais componentes, o C.C.R.D. do Arrimal e a todos aqueles que puxaram a corda que nos içou até aqui.

O NOSSO MUITO OBRIGADO!

Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros



publicado por Carlos Gomes às 14:57
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 17 de Maio de 2016
OURÉM: OLIVAL REALIZA FESTIVAL DE FOLCLORE



publicado por Carlos Gomes às 20:37
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 16 de Maio de 2016
OURÉM ASSINALA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 22:45
link do post | comentar | favorito
|

OURÉM COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, irá promover diversas iniciativas nos próximos dias 18 e 21 de maio no âmbito Dia e Noite dos Museus.

No dia 18, quarta-feira, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus, e sob o tema proposto pelo ICOM “Museus e paisagens culturais”, o Museu propõe VISITAS GUIADAS NO STOP de hora a hora das 10h00 às 17h00, sublinhando as diferentes paisagens culturais que as coleções nos podem transportar: áfrica, europa, américa e ásia. Pelas 21h00 promover-se-á a iniciativa “Chá com Arte”, a decorrer numa das salas da exposição permanente onde, após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, surgirá um momento de entrevista e tertúlia com o conceituado pintor moçambicano Roberto Chichorro.

No sábado, dia 21, o museu irá juntar-se à 12.ª edição europeia da “Noite dos Museus” onde centenas de museus da Europa estarão abertos à noite com várias atividades. O CONSOLATA MUSEU estará aberto até às 0h00 realizando pelas 21h30 uma “Visita Guiada à Luz da Lanterna” e pelas 22h15 inaugurar-se-á a exposição temporária «Escritura em azul e branco – pintura de Leonardo Rito».



publicado por Carlos Gomes às 19:28
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 14 de Maio de 2016
ALBURITEL REALIZA FESTIVAL SONS DA TERRA



publicado por Carlos Gomes às 21:49
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 13 de Maio de 2016
INSTITUTO PORTUGUÊS DA JUVENTUDE PROMOVE OCUPAÇÃO DOS TEMPOS LIVRES

IPJ abre inscrições para o Programa de Ocupação dos Tempos Livres

Já se encontram abertas as inscrições para o Programa de Ocupação dos Tempos Livres (OTL) para projectos de verão de longa duração.

Este programa, dinamizado pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), foi criado a pensar nos tempos livres de verão dos jovens e pretende fomentar o desenvolvimento de projectos úteis à comunidade. O Programa de OTL visa ainda promover a ocupação saudável dos tempos livres dos jovens orientando-os para o desempenho de actividades ocupacionais que permitam o contacto experimental com algumas actividades profissionais e que potenciem a capacidade de intervenção e participação social e cívica dos jovens.

Esta modalidade de OTL consiste em apoiar jovens dinamizadores, entre os 18 e os 30 anos, que, em parceria com uma entidade, apresentem, desenvolvam e executem o seu próprio projeto ganhando experiência em contexto de trabalho.

Calendarização: período de realização dos projetos: de 01 de abril a 30 de setembro de 2016, devendo os projetos ser apresentados 30 dias antes do seu início. A aprovação dos projetos é feita até 15 dias úteis do início dos projetos.

Áreas de intervenção prioritárias: Combate à exclusão social, associativismo, voluntariado e desporto.

Promotores: Jovens Dinamizadores com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos com formação na área do projeto que apresentem uma parceria para o desenvolvimento do projeto com uma entidade.

Bolsa horária: 2,00€/hora.

Duração dos projetos: mínimo: 264 horas, máximo: 396 horas (o período de ocupação diária dos jovens não pode ser inferior a 3 horas nem superior a 6 horas).

 Para informação adicional, poderá aceder ao Portal da Juventude em:

http://juventude.gov.pt/TurismoTemposLivres/OcuparTemposLivres/ProgOTL/Paginas/OTL-Entidadespromotoras.aspx ou contactar o Município de Ourém através do endereço de e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt


tags:

publicado por Carlos Gomes às 21:30
link do post | comentar | favorito
|

OURÉM ABRE INSCRIÇÕES PARA OCUPAÇÃO DE TEMPOS LIVRES

IPDJ abre inscrições para o Programa de Ocupação dos Tempos Livres

Já se encontram abertas as inscrições para o Programa de Ocupação dos Tempos Livres (OTL) para projectos de verão de longa duração.

Este programa, dinamizado pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), foi criado a pensar nos tempos livres de verão dos jovens e pretende fomentar o desenvolvimento de projectos úteis à comunidade. O Programa de OTL visa ainda promover a ocupação saudável dos tempos livres dos jovens orientando-os para o desempenho de actividades ocupacionais que permitam o contacto experimental com algumas actividades profissionais e que potenciem a capacidade de intervenção e participação social e cívica dos jovens.

Esta modalidade de OTL consiste em apoiar jovens dinamizadores, entre os 18 e os 30 anos, que, em parceria com uma entidade, apresentem, desenvolvam e executem o seu próprio projeto ganhando experiência em contexto de trabalho.

 Calendarização: período de realização dos projetos: de 01 de abril a 30 de setembro de 2016, devendo os projetos ser apresentados 30 dias antes do seu início. A aprovação dos projetos é feita até 15 dias úteis do início dos projetos.

Áreas de intervenção prioritárias: Combate à exclusão social, associativismo, voluntariado e desporto.

Promotores: Jovens Dinamizadores com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos com formação na área do projeto que apresentem uma parceria para o desenvolvimento do projeto com uma entidade.

Bolsa horária: 2,00€/hora.

Duração dos projetos: mínimo: 264 horas, máximo: 396 horas (o período de ocupação diária dos jovens não pode ser inferior a 3 horas nem superior a 6 horas).

 Para informação adicional, poderá aceder ao Portal da Juventude em:

http://juventude.gov.pt/TurismoTemposLivres/OcuparTemposLivres/ProgOTL/Paginas/OTL-Entidadespromotoras.aspx ou contactar o Município de Ourém através do endereço de e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt


tags:

publicado por Carlos Gomes às 16:11
link do post | comentar | favorito
|

LEONARDO RITO EXPÕE EM FÁTIMA

Estará patente de 21 de maio a 10 de julho no CONSOLATA MUSEU| Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, a exposição temporária «Escritura em Azul e Branco» do pintor Leonardo Rito.

image004

Agnus Dei, 2016 - 30cm x 30cm - Acrílico sobre Tela

Realizada em parceria com a GALERIA QUATTRO de Leiria , a exposição apresenta o mais recente projeto do artista ,caracterizado por trabalhos pintados apenas em azul e branco. Esta sua nova fase, muito marcado até à data pela profusão de cores, surgiu após a visita a uma igreja toda ela revestida por azulejos azuis. As telas, pintadas em acrílico Cobalt Blue, apresentam temas da Escritura, Natividade, Fuga para Egito, Bodas de Caná e outras narrativas.

A inauguração está inserida na 12.ª edição europeia da “Noite dos Museus” que se realizará no dia 21 de maio, sábado.

Programa:

21h30: Visita Guiada ao museu à luz da lanterna

22H15: Inauguração da exposição temporária «Escritura em azul e branco», pintura de Leonardo Rito

LEONARDO RITO

Nasceu em 11-01-1978.

Bacharelato em Artes Plásticas pela Esc. Sup. de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Licenciatura em Artes Plásticas pela Esc. Sup. de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Mestrado em Artes Plásticas pela Esc. Sup. de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Vive e trabalha entre Toronto, Canadá e Leiria, Portugal

Exposições:

2015 Exposição individual “Murdering the Masters IV”, Ciclo de exposições Eletricidade estética - Caldas da Rainha.

2015 Exposição individual “Murdering the Masters III”, Sede Preguiça Magazine, Leiria, Portugal.

Exposição individual “Murdering the Masters II”, Associação Célula & Membrana a9)))), Leiria, Portugal.

Exposição individual “Murdering the Masters”, Galeria Quattro, Leiria, Portugal.

2014 Participação no Festival "A Porta", Leiria Portugal

2013 Exposição individual “Pintura Punkristã”, Galeria Quattro, Leiria, Portugal.

2012 Exposição Colectiva de Arte Académica, IKAS ART, Bilbau, Espanha.

2011 Exposição Colectiva 20 Anos da Escola Superior de Arte e Design, Lisboa, Portugal.

Exposição Colectiva Museu Bernardo, A vida é bela quando se é pai, Caldas da Rainha, Portugal.

Caldas Late Night, Caldas da Rainha, Portugal.

2006 Artes na Praça, Praça Rodrigues Lobo, Leiria, Portugal.

2003 Semana de Portugal, Casa das Beiras, Toronto, Canadá.

1999 - 2001 Caldas Late Night, Caldas da Rainha, Portugal.

1998 Ciclo de Exposições Colectivas Flesh Meets Plastic, Caldas da Rainha, Portugal.

1997 - 1999 Exposições individuais regularmente, Opus Bar, Leiria, Portugal

1997 Exposição colectiva 4 novos artistas, Galeria Lídia Cruz, Leiria, Portugal

GALERIA QUATTRO http://quattrogaleria.com/

 



publicado por Carlos Gomes às 10:45
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 12 de Maio de 2016
OURÉM: OLIVAL REALIZA FESTIVAL DE FOLCLORE



publicado por Carlos Gomes às 09:36
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 11 de Maio de 2016
RANCHO FOLCLÓRICO "OS MOLEIROS DA RIBEIRA" DO OLIVAL (OURÉM) REALIZA FESTIVAL DE FOLCLORE

O Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira”, do Olival, leva a efeito no próximo dia 4 de junho o seu XXIX Festival Nacional de Folclore. Trata-se de uma das mais grandiosas jornadas de folclore do concelho de Ourém, a qual conta com 4 grupos folclóricos representativos de várias regiões do país, para além naturalmente do grupo anfitrião.

539092_514617598579442_1545037926_n

O blogue AUREN anuncia já o programa do referido Festival de Folclore que constituirá certamente um dia animado para todos os ourienses pois é Ourém que está em festa.

OLIVAL – OURÉM

4 de Junho de 2016 (sábado)

PROGRAMA

21:00 H – Início do Festival

- Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira” – Olival – Ourém Alta Estremadura

- Grupo Folclórico de Santo António de Vagos - Vagos Beira Litoral - Vareira

- Grupo Folclórico Danças e Cantares "Verde Minho“ – Loures Alto Minho

- Rancho Folclórico “Os Camponeses” de Malpique – Constância Templários

- Rancho Folclórico “As Ligeirinhas” de Antões – Louriçal - Pombal Alta Estremadura

156854_514617745246094_1045082913_n

14842409_HA6ds

14842403_8DQ2e

DSCF8324



publicado por Carlos Gomes às 23:39
link do post | comentar | favorito
|

OFERTAS DE EMPREGO DA LIFE – DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E EMPREGO DA INSIGNARE (11MAIO2016)

LIFE - Departamento de Formação e Emprego da INSIGNARE

Contactos: Rua Santa Teresa de Ourém, nº 13 – AP 107 2490 – 242 Ourém Telefone 249 540 397 gip@insignare.pt

cabeçalho-01

LIFE 11/05 – (Pedido de Divulgação) – Webdesigner / Developer -Experiência em: Web analytics, Bootstrap, Laravel, JavaScript, Marketing digital, CSS, PHP e HTML Empresa: BildCorpLocal: FátimaTipo: Full-time; Estágio – Profissional;Tef. 244 060 633. e-mail: info@bild.pt

LIFE 11/05 – (Pedido de Divulgação) – Procuram-se talentos para a equipa de cozinha do Hotel CrownPlaza Vilamoura. Se quiser fazer parte desta equipa, contacte-nos através do email: ana.mendes@cpvilamoura.com<mailto:ana.mendes@cpvilamoura.com > (alojamento incluído. Possibilidade de contrato ou contrato sazonal)

Oferta Nº: 588681483IEFP–Motorista de Veículos Pesados de Mercadorias (m/f)- SEIÇA(Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego). Tipo(s) de carta condução: Ligeiros, Pesados Mercadorias, Articulados. Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta:https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº: 588681438IEFP -Ajudante Familiar (m/f)Fátima (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego). Experiência nas funções de auxiliar, gosto por lidar com idosos, polivalência, disponibilidade para fazer turnos,residência na zona, com viatura própriaMais informações(coloque o nº de referencia da oferta:https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº: 588680520IEFP Cozinheiro (m/f) Fátima(Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego)Cozinheiro(a) com experiência em preparação de pratos tipicamente portugueses, preferência a residente na zina de Fátima;disponibilidade imediata;transporte próprio:Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº: 588680219 IEFP– Ajudante de cozinha (m/f)(m/f) Fátima.(Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego).Experiência na função (ajudante de cozinha/copa)disponibilidade para trabalhar em regime noturno;disponibilidade imediata; transporte próprio;Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego )

Oferta Nº: 588680093 IEFP – Vendedor em loja (estabelecimento) (m/f) Fátima. (Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego). Vendedor(a) de loja, com conhecimento inerentes à profissão;conhecimentos informáticos na ótica do utilizador;conhecimentos de inglês e espanhol. Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Oferta Nº 588679438 IEFP Operador de máquinas de escavação, terraplenagem e similares (m/f)U.f. de Rio de Couros e Casal dos Bernardos.(Esta oferta obriga à inscrição no Serviço de Emprego)Condução de máquinas de escavação com cap, para executar tarefas e funções do operador máquinas de escavação, terraplenagem e similares que consistem, particularmente, em: operar e monitorizar escavadoras equipadas com pá móvel, balde de mandíbulas ou pás de arrasto, para escavar e movimentar terra.Mais informações (coloque o nº de referencia da oferta: https://www.iefp.pt/ofertas-emprego

Netempregos 11/05 - Procura-se empregado de mesa para restaurante e café em Fátima, Ourém Preferência por residentes na zona e não fumadores. Contactos: Melanie Coelho. Telf: 963292839 Mail: mel_eac@hotmail.com

Região Leiria 09/05 - ASS. ADMINISTRATIVA/O / TELEFONISTA Empresa Industrial Exportadora sediada na Guia. Função: - Posto de receção da empresa e atendimento telefónico; - Ass. administrativa da área de aprovisionamento e de produção. Requisitos principais: - Domínio língua inglesa elevado, oral e escrito (requisito preferencial); - Boa capacidade de compreensão e comunicação oral e escrita; - Atitude dinâmica e pró-ativa; - Empatia e bom relacionamento interpessoal. rh@valsteam.com

Região Leiria 09/05 - Rei dos Frangos, admite EMPREGADO/A DE MESA (Parceiros) | COZINHEIRO/A Restaurante (Parceiros) | COZINHEIRO/A (Sede) Experiência e formação na área. Enviar currículo para geral@reidosfrangos.pt, ou entregar na sede, Zona Industrial Cova das Faias - Marrazes Leiria.

Região Leiria 09/05 - HouseShine - Profissionais de Limpeza - www.houseshine.pt. PROFISSIONAIS DE LIMPEZA DOMÉSTICA Pessoas Muito Dinâmicas e com Paixão por limpeza; - Idade entre os 18 e os 50 anos com carta condução. Enviar CV para leiria@houseshine.pt ou contactar através do numero 244 044 493 | 917 378 475.

Região Leiria 09/05 - EPS - Consultores, admite M/F para estágio LIC. ENGENHARIA CIVIL Requisitos de contratação: - Área de residência no concelho de Leiria; - 1º Ciclo de Bolonha completo; - Boa capacidade de trabalho em equipa; - Boa capacidade de comunicação e apresentação; - Encontrar-se em condições de benefício de regime de apoio à contratação. Envie o seu C.V. para o e-mailrh-2016@epsconsultores.pt

Região Leiria 09/05 - Valsteam ADCA - valsteam.com - Metalomecânica Industrial, pretende admitir (m/f): OPERADOR DE CNC Com conhecimentos de programação ISO ou Titulares de curso formação profissional. rh@valsteam.com

Sapo Emp – 10/05 - Empregado de refeitório (m/f) –ManPower: Local de trabalho: Hospital de Leiria -Se reúne os requisitos para a função, deverá enviar o seu CV e fotografia atualizados com a referência 6.1/REF/HLEIRIA. Só serão contactos os candidatos que preencherem todos os requisitos indicados: Candidatura:http://emprego.sapo.pt/emprego/responder-anuncio/3307819/urgente---refeitorio-hospitalar-leiria.htm



publicado por Carlos Gomes às 15:43
link do post | comentar | favorito
|

PAN QUER PROIBIR O USO DOS GLIFOSATOS

Pedidos de audições do PAN sobre Glifosatos foram hoje aprovados

  • Audições com Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Bastonário da Ordem dos Médicos e Plataforma Transgénicos Fora
  • A OMS através Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro declarou o Glifosato como carcinogénio provável para o ser humano
  • Palavra final sobre comercialização assumida pela Comissão Europeia em Junho

Foram hoje aprovados na Comissão de Agricultura e Mar os requerimentos do PAN, Pessoas-Animais-Natureza, apresentados a 02 de Maio, para audição do Senhor Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, do Senhor Bastonário da Ordem dos Médicos e da Plataforma Transgénicos Fora, antes de dia 18 de Maio. O objetivo é que estas entidades possam prestar esclarecimentos sobre os dados apresentados num recente estudo sobre a presença de glifosato em urina em níveis inesperados e bastante elevados e sobre o sentido de voto português na reunião do comité científico de dia 18 de Maio em Bruxelas.

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza apresentou recentemente na Assembleia da República um projeto de resolução que recomenda ao Governo que se oponha à renovação da autorização do uso do glifosato na União Europeia e que proíba a sua utilização em Portugal que foi chumbado, tendo apresentado posteriormente, no dia 20 de Abril, um outro que recomenda ao Governo um conjunto de medidas para a verificação da presença de resíduos de glifosato na água e em produtos agrícolas de origem vegetal, que foi distribuído hoje e aguarda data para discussão na Comissão de Agricultura e Mar, esperando-se que venha a acontecer durante a próxima semana.

O Parlamento Europeu acaba de aprovar a renovação da licença de comercialização do glifosato para uso agrícola profissional no espaço comunitário por mais sete anos, (374 votos a favor, 225 contra e 102 abstenções). No entanto, esta é uma resolução não-vinculativa. A decisão final será tomada pela Comissão Europeia em junho (a licença expira a 30 de junho deste ano), depois de avaliadas as conclusões do comité científico, que tem uma reunião agendada para 18 e 19 de maio, em Bruxelas. Uma decisão aguardada com muita expectativa pelas indústrias que produzem este e outros herbicidas, uma vez que poderá impactar fortemente um negócio que faz dos cidadãos cobaias humanas. Para o PAN é fundamental que o governo português se posicione de forma assertiva e vote contra.



publicado por Carlos Gomes às 15:11
link do post | comentar | favorito
|

BÓLIDES ACELERAM NO OLIVAL

No próximo dia 15 de Maio decorre o Olival Especial Sprint numa organização do Olival Motorizado. A prova vai para a estrada entre o Olival – Ourém na zona do Brejo com as habituais zonas espectáculo, bom ambiente e público em grande número.

Mais informações em http://www.fpak.pt/regulamentacao-das-provas/olival-especial-sprint-15-m...



publicado por Carlos Gomes às 14:01
link do post | comentar | favorito
|

EUROMILHÕES FAZ “MILAGRE” EM FÁTIMA”

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa acaba de anunciar o sorteio do primeiro prémio do Euromilhões a um apostador que vive em Aljustrel, na Freguesia de Fátima, no valor de 73 milhões de euros. O apostador registou o boletim no Café Rosa, em Fátima. A chave vencedora foi 2-26-27-40-49 e as estrelas 5 e 10.

14816102

Numa altura em que se aproximam as comemorações do centenário das aparições de Nossa Senhora e no seguimento de ocorrências como as que recentemente se verificaram com um novo “milagre do sol”, a atribuição do fabuloso prémio a um apostador residente na terra natal dos pastorinhos começa a ser visto como algo que ultrapassa a mera coincidência…



publicado por Carlos Gomes às 13:59
link do post | comentar | favorito
|

ALBURITEL REALIZA FESTIVAL SONS DA TERRA

PROMOTOR

Associação Cultural e Recreativa de Alburitel

PRODUÇÃO

Andamentos Produções

FICHA ARTÍSTICA

Amor Electro - 11 de Junho

Pedro Cazanova - 10 de Junho

David Antunes & Midnight Band + Pedro Fernandes - 10 de Junho

Menasso - 11 de Junho

Funkoff - 11 de Junho

The Peorth - 10 de Junho

PRÉ VENDA

Passe Geral - 10€ (Limitado ao stock existente)*

Passe Geral - 12€

*O Passe Geral a preço reduzido é limitado às unidades disponíveis para esta fase.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Inclui:

- Acesso ao Parque de Campismo

- Acesso dia 09 de Junho - Festa de Recepção ao Campista

- Acesso dias 10 e 11 de Junho - Festival



publicado por Carlos Gomes às 13:40
link do post | comentar | favorito
|

ALVAIÁZERE REALIZA FESTIVAL DO CHÍCHARO



publicado por Carlos Gomes às 11:41
link do post | comentar | favorito
|

PAN PEDE MAIS MÉDICOS VETERINÁRIOS MUNICIPAIS E FUSÃO DAS BASES DE DADOS
  • Existe falta de veterinários municipais, no entanto não é dada posse a um médico veterinário municipal há cerca de 7 anos
  • Existem cerca de 170 veterinários municipais no país, faltam cerca de 138
  • Duas bases de dados para registo e identificação de animais de companhia propiciam situações indesejáveis e a perda de eficácia no registo dos dados

O PAN, Pessoas - Animais - Natureza, avança hoje com duas iniciativas legislativas. O partido recomenda ao Governo, por um lado, a contratação de Veterinários Municipais e, por outro, a fusão das bases de dados de identificação de animais de companhia – SIRA e SICAFE.

Existe atualmente falta de veterinários municipais, no entanto, a Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) não dá posse a um médico veterinário municipal há cerca de 7 anos, impedindo as autarquias de contratarem médicos veterinários municipais ou obrigando-as a suportar por inteiro a retribuição dos profissionais que contratam, que exercem as suas funções como se se tratassem de autoridade sanitária veterinária, embora desprovidas/os dos poderes para o efeito.

Só uma autoridade sanitária (DGVA ou ASAE), ou seja, neste contexto específico os veterinários municipais é que pode decretar, por exemplo, que a carne de um talho está imprópria para venda ou consumo, ou que, animais mal tratados devem ser apreendidos. Se um veterinário contratado pela Câmara Municipal identificar e fazer alguma destas denúncias, está a praticar um ato nulo, por não ter sido investido deste poder pela DGVA.

Existem cerca de 170 veterinários municipais no país, o que significa que faltam cerca de 138, sendo que a lei obriga a um veterinário por cada município. Por tudo isto o PAN pede a razoabilidade de pensar global e agir local, uma vez que, se há municípios em que é aceitável e suficiente que uma só pessoa reúna todas estas valências, outros haverão em que não será.

Por outro lado, existem em Portugal duas bases de dados para registo e identificação de animais de companhia, uma utilizada essencialmente pelos médicos veterinários municipais e outra pelos médicos veterinários em centros clínicos. A identificação dos animais de companhia é essencial nos domínios sanitário, zootécnico, jurídico e humanitário, pois visa tanto a defesa da saúde pública como animal, bem como o controlo da criação, comércio e utilização. Além disso, a identificação permite uma mais adequada responsabilização do detentor face à necessidade da salvaguarda dos parâmetros sanitários e de bem-estar animal assim como ajuda a combater o abandono de animais.



publicado por Carlos Gomes às 11:35
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 10 de Maio de 2016
MÁSCARA IBÉRICA ENCANTOU A BAIXA LISBOETA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI). Mostra das Regiões e da Cultura Tradicional

A XI Edição do Festival Internacional da Máscara Ibérica voltou a trazer a Lisboa a cultura popular que envolve a máscara ibérica e nem a chuva que se fez sentir este fim-de-semana demoveu os muitos caretos e mascarados de marcarem presença na Praça do Rossio.

DSC_0728 copy

Ao longo dos quatro dias de FIMI a programação variada, a grande diversidade cultural, as máscaras e trajes típicos da Península Ibérica, assim como os produtos regionais, artesãos, tertúlias, workshops, exposições, concertos, entre várias outras atrações encantaram o público e surpreenderam os turistas que passaram pelo centro histórico de Lisboa.

A XI Edição do FIMI fica marcada pela vontade, empenho e inabalável dedicação dos grupos de mascarados vindos de Portugal, Espanha e Itália, que brindaram o público com divertidas performances e encantaram pequenos e graúdos.

FIMI 2

O adiamento do XI Desfile da Máscara Ibérica levou ao agendamento de uma concentração de máscaras, que decorreu na Praça do Rossio durante a manha de domingo. Esta alternativa superou as expectativas da organização, garantiu uma forte adesão nesse dia e agradou bastante ao público e aos vários grupos de mascarados, chegando mesmo a ser pedido que esta concentração se mantivesse em edições futuras, a par do grande Desfile da Máscara Ibérica.

Na sexta-feira e no Domingo decorreram também os habituais concertos no Palco Ibérico, com três bandas que surpreenderam o público com a sua versatilidade, talento e original sonoridade. Sexta-feira ficou a cargo da banda mirandesa Trasga e no domingo o palco foi dividido pelos espanhóis Rarefolk e pelos portugueses Fanfarra Kaústika.

O Festival Internacional da Máscara Ibérica é cada vez mais uma referência na mostra da cultura popular ibérica, um evento diferenciado a nível nacional e internacional. Para o próximo ano voltaremos a surpreender e a revelar muitas novidades, tentando sempre superar as expectativas do público, procurando fazer do FIMI uma marca não só a nível ibérico mas também internacional.

FIMI 3



publicado por Carlos Gomes às 18:33
link do post | comentar | favorito
|

MOSTEIRO DA BATALHA RECEBE CONFERÊNCIAS SOBRE CULTURA E IDENTIDADE

55Z85ICjHKZY069kzU8Q

CONFERÊNCIAS DO MOSTEIRO 2016

CULTURA | IDENTIDADE | HISTÓRIA | GLOBALIZAÇÃO

PORTUGAL | EUROPA | DEMOCRACIA | FUTURO

de maio a outubro – no Mosteiro da Batalha

Com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República



publicado por Carlos Gomes às 13:01
link do post | comentar | favorito
|

OURÉM REALIZA NO OLIVAL ENCONTRO DE TOCADORES DE CONCERTINA



publicado por Carlos Gomes às 10:07
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 9 de Maio de 2016
FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA TERMINOU EM APOTEOSE

A concentração de máscaras anunciada para a manhã de ontem no Rossio traduziu-se numa autêntica turba de diabos, diabinhos e diabretes aos pulos, a chocalhar e a fazer toda a sorte de diabruras. Ao intenso colorido das máscaras e demais indumentária dos caretos misturou-se uma grande barulheira produzida por chocalhos e o bater de ferros nas enxadas, que por vezes nos remetia para ancestrais ritmos musicais quando a melodia ainda era praticamente inexistente.

CX8A4531

O homem identifica-se e confunde-se com a natureza que o rodeia, seja ela do mundo animal ou vegetal. E, vai ainda mais longe ao acreditar que através dos ritos assegura o processo de criação e a continuidade da vida, nomeadamente através de rituais de fertilidade como os dos cardadores ou o chocalhar das moças. Constitui na realidade um exercício de magia através do qual – o rito – procura celebrar o mito ou seja, a ação criadora dos deuses.

CX8A4530

Este festival procura preservar as tradições pagãs dos rituais da máscara, raramente vistos fora dos seus contextos de origem. Galiza, Leão, Zamora, Cáceres, Astúrias, Salamanca e Guadalajara são as regiões do país vizinho que se fazem representar este ano no XI Grande Desfile da Máscara Ibérica.

CX8A4525

E, por pagão – do latim paganus – entenda-se o aldeão, nossos antepassados mais remotos, vendo na natureza que o rodeia e envolve a manifestação suprema do divino, a universalidade de todas as coisas e seres com a qual se deveria estar em comunhão plena. As máscaras e todo o ruído envolvente destinavam-se a afastar os demónios do inverno e a assegurar o perpétuo renascimento da vida, dos vegetais e de toda a criação. Uma crença que persiste através da tradição e em celebrações dissimuladas do Cristianismo cujos ritos absorveu conferindo-lhe nova roupagem.

CX8A4519

Para o próximo ano, as máscaras tradicionais voltam ao Rossio, esperando que então S. Pedro revele maior benevolência de modo a permitir a realização do grandioso cortejo de mascarados.

Fotos: Manuel Santos

CX8A4574

CX8A4511

CX8A4622



publicado por Carlos Gomes às 22:19
link do post | comentar | favorito
|

CASAS REGIONAIS JUNTAM-SE EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 21:34
link do post | comentar | favorito
|

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA VAI ESTAR ABERTO DIA E NOITE

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, irá promover diversas iniciativas nos próximos dias 18 e 21 de maio no âmbito Dia e Noite dos Museus.

No dia 18, quarta-feira, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus, e sob o tema proposto pelo ICOM “Museus e paisagens culturais”, o Museu propõe VISITAS GUIADAS NO STOP de hora a hora das 10h00 às 17h00, sublinhando as diferentes paisagens culturais que as coleções nos podem transportar: áfrica, europa, américa e ásia. Pelas 21h00 promover-se-á a iniciativa “Chá com Arte”, a decorrer numa das salas da exposição permanente onde, após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, surgirá um momento de entrevista e tertúlia com o conceituado pintor moçambicano Roberto Chichorro.

No sábado, dia 21, o museu irá juntar-se à 12.ª edição europeia da “Noite dos Museus” onde centenas de museus da Europa estarão abertos à noite com várias atividades. O CONSOLATA MUSEU estará aberto até às 0h00 realizando pelas 21h30 uma “Visita Guiada à Luz da Lanterna” e pelas 22h15 inaugurar-se-á a exposição temporária «Escritura em azul e branco – pintura de Leonardo Rito».



publicado por Carlos Gomes às 15:01
link do post | comentar | favorito
|

CTT EMITEM BLOCO FILATÉLICO ALUSIVO AO SANTUÁRIO DE FÁTIMA

13062257_557880847717553_9053903534636211752_n



publicado por Carlos Gomes às 14:02
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 8 de Maio de 2016
“A PENA E A LANÇA” – UM LIVRO DA AUTORIA DO VICE-ALMIRANTE ANTÓNIO SILVA RIBEIRO ATRAVÉS DO QUAL SE REALÇA A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA E DA LITERATURA NA CELEBRAÇÃO DOS GRANDES FEITOS MILITARES

Inspirado no Canto V d’Os Lusíadas, o livro “A Pena e a Lança” da autoria do Vice-almirante António Silva Ribeiro é um “Ensaio sobre o pouco conhecimento e a rara celebração dos feitos militares e dos heróis nacionais”. Trata-se de uma edição de autor e é dedicada ao Professor Doutor Adriano Moreira por “no Instituto Superior naval de Guerra (ISNG), no ano lectivo de 1989-1990, ter despertado em mim o gosto pelo estudo das Humanidades”.

Fundamentando os argumentos em acontecimentos históricos da antiguidade clássica ou mais modernamente nos feitos dos portugueses celebrados através do poema épico de Os Lusíadas, constitui esta obra um estudo da maior atualidade e pertinência porquanto procura realçar a importância da História e da Literatura na celebração dos grandes feitos bélicos protagonizados pelos portugueses. E, a comprovar a validade da sua tese, dá como exemplo a forma como passaram despercebidas as comemorações recentes do 6º Centenário da tomada de Ceuta, empreendimento no entanto considerado a todos os títulos notável.

Em forma de justificação, o autor recorre ao insigne poeta Luís Vaz de Camões quando este afirma através dos seus versos “Enfim não houve forte Capitão / Que não fosse também douto e ciente”, para concluir que “não basta ser um militar valoroso, capaz de cometer façanhas bélicas invulgares”, mas que “os líderes militares precisam de ter, igualmente, instrução e sabedoria para transmitirem essas ações através da escrita, como fazem os heróis dos outros países, a quem não falta eloquência. Em sua opinião, Portugal produz gente de enorme heroísmo e grande valia bélica, mas, por ser rude e inculta, dificilmente dai da penumbra da História”.

O Vice-almirante António Silva Ribeira é natural do concelho de Pombal e possui vasta obra publicada de entre a qual salientamos “A Hidrografia nos Descobrimentos Portugueses” e a “Cartografia Naútica Portuguesa dos Séculos XV a XVII”. É um académico especializado nas áreas de Estratégia, Ciência Politica e História, lecionando e supervisionando investigações em algumas das principais Universidades e Centros de Investigação de Portugal. Tem uma extensa obra publicada, e é orador habitual em conferências sobre Assuntos Militares e Políticos, Relações Internacionais e Estratégia.

É professor catedrático convidado do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, professor militar da Escola Naval e professor coordenador do Instituto Superior de Ciências da Informação e Administração. O seu principal tema de investigação é o planeamento estratégico, embora se interesse por estratégia marítima, estratégia militar, política internacional, sociologia militar, história militar, história marítima e história da hidrografia.

O Vice-almirante Silva Ribeiro é membro do Grupo de Estudos e Reflexão Estratégica de Marinha, da Academia de Marinha, do Centro de Estudos do Mar, da Liga dos Combatentes, do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo, do Centro Português de Geopolítica, da Comissão Portuguesa de História Militar, da Revista Militar, da Revista Nação e Defesa, da Revista Segurança e Defesa, do Clube Militar Naval, do Clube Náutico de Oficiais e Cadetes da Armada, do Grupo de Amigos de Olivença, da Revista de Relações Internacionais e da Revista de Ciências Militares.

Foto: Revista da Armada



publicado por Carlos Gomes às 17:48
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15

27
28

29
30
31


posts recentes

O ESTADO PORTUGUÊS (AINDA...

RANCHO FOLCLÓRICO "OS MOL...

OURÉM REALIZA FIM-DE-SEMA...

OURÉM REALIZA ENCONTRO DE...

PAN ESTÁ PREOCUPADO COM E...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

GALERIA MUNICIPAL DE OURÉ...

BASÍLICA DE NOSSA SENHORA...

ANAFS MINISTRA EM OURÉM C...

PAN QUER EMENTAS VEGETARI...

VILA MEDIEVAL DE OURÉM RE...

FÁTIMA RECEBE PEREGRINAÇÃ...

REVISTA “FOLKLOURES” DIVU...

RANCHO FOLCLÓRICO "OS MOL...

RANCHO FOLCLÓRICO “MOLEIR...

ALBURITEL REALIZA FESTIVA...

OLIVENÇA É TERRITÓRIO POR...

AMANHÃ HÁ FAVAS EM OURÉM ...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

PARLAMENTO APROVA PROPOST...

FEIRA INTERNACIONAL DE AR...

FÁTIMA REALIZA FESTA DAS ...

PAN DENUNCIA CORRIDAS DE ...

OURIENSES VÃO ÀS FAVAS!

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

RANCHO FOLCLÓRICO LUZ DOS...

OURÉM: OLIVAL REALIZA FES...

OURÉM ASSINALA DIA INTERN...

OURÉM COMEMORA DIA INTERN...

ALBURITEL REALIZA FESTIVA...

INSTITUTO PORTUGUÊS DA JU...

OURÉM ABRE INSCRIÇÕES PAR...

LEONARDO RITO EXPÕE EM FÁ...

OURÉM: OLIVAL REALIZA FES...

RANCHO FOLCLÓRICO "OS MOL...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

PAN QUER PROIBIR O USO DO...

BÓLIDES ACELERAM NO OLIVA...

EUROMILHÕES FAZ “MILAGRE”...

ALBURITEL REALIZA FESTIVA...

ALVAIÁZERE REALIZA FESTIV...

PAN PEDE MAIS MÉDICOS VET...

MÁSCARA IBÉRICA ENCANTOU ...

MOSTEIRO DA BATALHA RECEB...

OURÉM REALIZA NO OLIVAL E...

FESTIVAL INTERNACIONAL DA...

CASAS REGIONAIS JUNTAM-SE...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

CTT EMITEM BLOCO FILATÉLI...

“A PENA E A LANÇA” – UM L...

arquivos

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds