Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.
Terça-feira, 31 de Janeiro de 2012
OURÉM PREPARA-SE PARA O TROFÉU BTT ROTA DOS PINHEIROS



publicado por Carlos Gomes às 19:55
link do post | favorito
|

OURÉM REALIZA PROVA DE DUATLO



publicado por Carlos Gomes às 19:47
link do post | favorito
|

OURÉM APOSTA NA DISSEMINAÇÃO DA CIÊNCIA

Realizou-se no passado sábado, na Biblioteca Municipal de Ourém, a oficina de escrita em comunicação de ciência, uma iniciativa do Município de Ourém em parceria com o jornal “Notícias de Ourém”. Orientada pelo Doutor António Piedade, a iniciativa foi organizada pelo Município de Ourém em parceria com o jornal “Notícias de Ourém” e registou um grande sucesso, concretizado pelo preenchimento total das vagas existentes.

A oficina de escrita começou com uma partilha de experiências e passou depois pela seleção do conhecimento científico a divulgar por cada participante. De seguida foram dadas orientações pelo Doutor António Piedade sobre como escrever um texto para comunicar um determinado assunto sobre ciência de forma eficaz.

Desta atividade surgirão textos, que serão divulgados num blogue em construção dedicado à oficina e ainda difundidos num caderno especial, em formato digital.

A iniciativa teve grande impacto nos participantes, que demonstraram no final da mesma vontade de desenvolver o trabalho ali iniciado, em novas iniciativas similares. Essa intenção que foi bem acolhida pelo Vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. José Alho, que colocou à disposição do grupo de trabalho os recursos do Município, nomeadamente o espaço da Biblioteca Municipal, cuja missão passa também pela disseminação da ciência.

DSC06422



publicado por Carlos Gomes às 19:11
link do post | favorito
|

CARNAVAL DE OURÉM VAI SER O MELHOR DE PORTUGAL... E ARREDORES!



publicado por Carlos Gomes às 18:35
link do post | favorito
|

MUNICÍPIO DE OURÉM INFORMA SOBRE A DOENÇA DA MURCHIDÃO DOS PINHEIROS

PROSPEÇÃO DO NEMÁTODO DA MADEIRA DO PINHEIRO (NMP)

“Doença da Murchidão dos Pinheiros”

Sr. Proprietário, se possui árvores sintomáticas nas freguesias prioritárias para prospeção do NMP (Atouguia, Cercal, Gondemaria, Nª Sr.ª da Piedade, Nª Sr.ª das Misericórdias, Olival e Seiça) e caso tenha dúvidas, contacte o Gabinete Técnico Florestal do Município de Ourém, de forma a se manter informado dos procedimentos inerentes à monitorização desta doença que tem afetado drasticamente os povoamentos de resinosas da nossa região.

O NMP é uma doença provocada por um nemátodo: Bursaphelenchus xylophilus, de dimensões microscópicas, que é transportado por um inseto vetor – inseto denominado “longicórnio do pinheiro” (Monochamus galloprovincialis). Após o NMP infetar uma árvore, esta rapidamente começa a secar até à sua morte, promovendo a reprodução rápida do nemátodo, que depressa se alastra pelos espaços florestais.

Sendo assim, é necessária uma ação rápida e imediata na eliminação de todas as árvores sintomáticas secas ou a secar, de exemplares de coníferas hospedeiras de NMP (dos géneros Abies Mill., Cedrus Trew, Larix Mill., Picea A. Dietr., Pinus L., Pseudotsuga Carr., e Tsuga Carr., vulgo abetos, cedros, larix, espruces ou píceas, pinheiros, tsugas e falsas tsugas, com exceção dos seus frutos e sementes).

PARA TAL, ESTÁ A SER PROMOVIDA A PROSPEÇÃO DO NMP, NAS FREGUESIAS PRIORITÁRIAS, ATRAVÉS DAS SEGUINTES AÇÕES:

1)      PROSPEÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE EXEMPLARES DE RESINOSAS

Marcação de todas as árvores com sintomas de declínio, secas, ou a secar.

2)      ABATE DOS EXEMPLARES IDENTIFICADOS E EXTRAÇÃO/ELIMINAÇÃO DOS SOBRANTES

O abate é da responsabilidade do Proprietário, sendo que este pode vender a madeira a um operador económico registado para a compra e transporte de madeira sintomática. O corte tem de decorrer antes do voo do inseto-vetor, ou seja, até Março de 2012.

Se o Proprietário não proceder ao corte das árvores sintomáticas, esta responsabilidade passa a ser da Autoridade Florestal Nacional. Contudo, alertamos que o valor da madeira será revertido para os cofres do Estado.

3)      ELIMINAÇÃO DOS SOBRANTES RESULTANTES DAS AÇÕES DE ABATE DAS ÁRVORES SINTOMÁTICAS

A eliminação dos sobrantes será da responsabilidade do Proprietário, podendo queimar (dentro do período legal) ou estilhaçar os mesmos, desde que garanta que os resíduos fiquem com dimensões inferiores a 3cm.



publicado por Carlos Gomes às 18:10
link do post | favorito
|

OURÉM PARTILHA HISTÓRIAS DA TERRA COM AROMA A ALECRIM

O Alto Nabão, no Parque da Natureza do Agroal, foi o ponto de encontro no passado domingo para a partilha de histórias da terra, uma iniciativa que decorreu com muito sol e aroma a alecrim. Tratou-se da terceira edição da iniciativa “Histórias da Terra” que juntou muitas pessoas que aproveitaram para visitar aquele espaço.

Historias da Terra3

Algumas aguardavam com ansiedade a repetição de um momento diferente já duas vezes experienciado, outras não escondiam a sua curiosidade em conhecer algo já escutado e descrito por vozes amigas, enquanto algumas visitavam a exposição multidisciplinar "Ai Alecrim!” e foram surpreendidas com mais uma edição desta iniciativa.

O sol a inundar o ambiente e o aroma a alecrim criaram desde logo uma atmosfera simpática e descontraída criando condições para que crianças, jovens, adultos e idosos se reunissem num espaço, apenas com o propósito de ouvir e aprender com o que cada um tem para ensinar.

A exposição "Ai Alecrim!" foi visita obrigatória antes da atividade, até porque o alecrim iria ser o tema deste “Histórias da Terra”. Depois das boas-vindas dadas pelo Vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. José Alho, o Presidente da Junta de Freguesia de Formigais, sr. Carlos Marques, usou também da palavra para reforçar “a importância dos vários investimentos na freguesia e das iniciativas e dinamismo do Centro de Interpretação do Alto Nabão”.

Helena F. Dias, que rapidamente começou a distribuir a cumplicidade já criada com alguns membros do público, iniciou as “Histórias da Terra” com a leitura de uma lenda sobre o Alecrim e pediu aos presentes, agrupados a dois, que retirassem da lenda algumas palavras que considerassem importantes. Depois encorajou todos a construírem uma história ou um desenho, tendo por base as suas memórias e experiências, onde incorporassem as palavras selecionadas anteriormente.

O objetivo foi completamente atingido! Já com os textos da 2ª edição das “Histórias da Terra” expostos a servir de inspiração, foram apresentadas novas e cativantes obras de inegável interesse, repletas de dedicação, esforço e carinho.

A apresentação dos vários textos e desenhos pelos autores representam o verdadeiro significado da iniciativa: a partilha de memórias, tradições e afetos por parte de quem muito tem para ensinar a quem ainda muito tem para viver!

Historias da Terra2

Histórias da Terra juntou um público diversificado para uma partilha de conhecimentos e afetos



publicado por Carlos Gomes às 17:52
link do post | favorito
|

Santuário de Fátima realiza simpósio teológico-pastoral em junho deste ano

“Quereis oferecer-vos a Deus?” – Horizontes contemporâneos da entrega de si

Presidente da Comissão Organizadora destaca a pertinência da pergunta deixada por Nossa Senhora em Fátima, por “concentrar em si os alicerces e as dinâmicas essenciais da fé cristã”

«“Quereis oferecer-vos a Deus?” – Horizontes contemporâneos da entrega de si» é o título do próximo simpósio teológico-pastoral promovido e organizado pelo Santuário de Fátima. Agendado para os dias 15 a 17 de junho deste ano, decorrerá no Salão do Bom Pastor, no Centro Pastoral de Paulo VI, em Fátima.

No texto de divulgação da iniciativa, a presidente da Comissão Organizadora, Isabel Varanda, destaca a pertinência da proposta apresentada: “A questão ‘Quereis oferecer-vos a Deus?’ não é, hoje, claramente, uma questão confortável. Terá ainda lugar e sentido, no tempo do humanismo secular, pensar a oferta de si a Deus? A complexidade teológica, religiosa, antropológica, social, existencial e ética da questão solicita, necessariamente, uma abordagem multidisciplinar”.

Recorde-se que, ao longo de 2012, “o Santuário de Fátima convida crentes e não crentes a escutar e a procurar responder à pergunta que, no dia 13 de Maio de 1917, o pastorinho Francisco e as pastorinhas Jacinta e Lúcia escutaram vinda do Céu: ‘Quereis oferecer-vos a Deus?’”, e é nesse sentido que está a ser preparado o programa do simpósio.

“O Simpósio reúne um grupo de especialistas vindos de Portugal, da Espanha, da França, da Bélgica e dos Estados Unidos para dinamizarem os trabalhos, com os seus contributos específicos. Ao longo de três dias, pretende-se escrutinar a forma como hoje se compreende e realiza o oferecimento de si, os seus limites e dimensões; as suas possibilidades e equívocos; os seus fundamentos e razões”, sublinha Isabel Varanda, docente e investigadora da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa.

Quanto aos destinatários do simpósio, Isabel Varanda refere que “o evento destina-se a todos e a todas para quem Deus não é uma questão menor e se disponham ao trabalho concreto de procurar as ressonâncias contemporâneas da pergunta que os pastorinhos de Fátima acolheram há quase um século, e que concentra em si os alicerces e as dinâmicas essenciais da fé cristã: ‘Quereis oferecer-vos a Deus?’.

O Santuário de Fátima anunciará, em tempo oportuno, por este mesmo meio, a abertura do período de inscrição para participação no simpósio teológico-pastoral.

O texto da Prof. Doutora Isabel Varanda na íntegra e outras informações sobre este simpósio estão disponíveis na página www.fatima2017.org, em Agenda.

Fonte: Sala de Imprensa do Santuário de Fátima



publicado por Carlos Gomes às 17:48
link do post | favorito
|

ANA MOURA VEM CANTAR A OURÉM NO MÊS DE JUNHO

A fadista Ana Moura vai estar em Ourém no próximo dia 24 de Junho para realizar mais um dos seus espetáculos. Com uma agenda muito preenchida, incluindo diversas atuações no estrangeiro, Ourém não podia deixar de assistir a uma das mais consagradas artistas da atualidade.

“Ana Moura nasceu em Santarém e cresceu num núcleo familiar em que todos cantavam em reuniões e acontecimentos particulares. Cedo desenvolveu gosto por vários estilos musicais, mas o fado foi sempre uma presença constante. No final da sua adolescência, numa festa de Natal, vários fadistas e guitarristas tiveram oportunidade de ouvi-la, entre os quais a Maria da Fé que a convidou para fazer parte do elenco da sua casa de fados, o Sr. Vinho. Esse foi o momento que projetou a sua carreira definitivamente no meio do Fado.  Através do seu trabalho diário no Sr. Vinho, conheceu o compositor e guitarrista Jorge Fernando, músico residente na altura, tendo iniciado uma relação profissional e de cumplicidade que se mantém até hoje.

Assim, em 2003 é editado o seu primeiro disco “Guarda-me a Vida na Mão” que recebe os mais rasgados elogios dos média e tem grande aceitação por parte do público tanto nacional como no estrangeiro. É por esta altura que Ana Moura começa as suas digressões pelo mundo fora tendo atuado no prestigiado Town Hall, nos Estados Unidos.

“Aconteceu”, o seu segundo disco, é editado em 2004 e trata-se de um duplo trabalho dividido em duas áreas temáticas: – O primeiro disco, a que se chamou «A porta do fado»», aborda o fado clássico e o segundo disco, intitulado «Dentro de casa», debruça-se sobre o fado tradicional. É por esta altura que Ana Moura recebe um convite para atuar no célebre Carnegie Hall, de Nova Iorque, em Fevereiro de 2005, tornando-se assim na primeira cantora portuguesa a actuar na mítica sala nova-iorquina.

Este disco leva-a novamente a grandes digressões no estrangeiro, tendo Ana Moura atuado em vários países europeus como Holanda, França, bem como nos Estados Unidos e na China, tornando-se numa das mais bem-sucedidas artistas portuguesas. De tal forma, que em 2005 o seu disco “Aconteceu” foi nomeado para um dos mais prestigiados prémios da World Music – os Edison Awards.

É por esta altura que surge o convite de Tim Ries (saxofonista dos Rolling Stones e que ficou encantado com a voz de Ana Moura através de um disco que encontrou no Japão) para participar no 2º volume da coletânea “The Rolling Stones Project”, um projecto por ele dinamizado. Assim, aproveitando o concerto dos Rolling Stones no Porto, Ana Moura grava dois temas adaptados para fado por Jorge Fernando e Custódio Castelo. Mais tarde, Ana Moura viria a ser surpreendida com um convite dos Stones para subir ao palco do Estádio Alvalade XXI, em Junho deste ano e, perante mais de 30 mil pessoas, cantar com Mick Jagger a sua versão de “No Expectations”. Convite que surgiu após a ida dos Stones à casa de fados onde Ana Moura usualmente canta. Desta amizade surge a participação de Tim Ries (participação em “A Sós Com a Noite” e a autoria de “Velho Anjo”) naquele que viria a ser o terceiro trabalho de Ana Moura. No final de 2006, Ana Moura começou a gravar o seu terceiro disco de originais, com edição no primeiro semestre de 2007.

Em “Para Além da Saudade”, Ana Moura interpreta temas tradicionais, como é o caso do Fado Blanc ou do Fado Azenha mas continua a arriscar em novas letras, músicas e parcerias, cantando poemas de Fausto (Nascidos do mar), Amélia Muge (o Fado da Procura) ou Nuno Miguel Guedes (Mapa do coração) mas também, e uma vez mais, de Jorge Fernando, produtor musical do disco e autor/compositor de alguns dos temas.

Depois do sucesso do lançamento deste seu terceiro disco, Ana Moura percorreu o país de lés-a-lés, sendo de destacar os concertos na Casa da Música, em Câmara de Lobos na Madeira, em Coruche, a sua terra natal, no Castelo de São Jorge, a participação no concerto dos Rolling Stones no Estádio de Alvalade, entre outros, e que culminou com a apresentação de “Para Além da Saudade” no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém, em Outubro. Mas não foi só Portugal que teve oportunidade de ouvir ao vivo temas como “Os Búzios” ou “O Fado da Procura”, Ana Moura também se apresentou na Alemanha, Holanda, Itália, Japão e República Checa.

O ano de 2008 começa com uma tournée europeia que passa pela Holanda, Bélgica, França, Alemanha e Espanha, seguindo-se alguns concertos em Portugal. Entretanto é-lhe atribuído o galardão de Disco de Platina, referente e a 20 mil discos vendidos. Em Março, Ana Moura continua com as apresentações ao vivo, desta vez com mais uma tournée pelos Estados Unidos e México, onde a crítica foi unânime em confirmar o seu talento.

Mas o sucesso de Ana Moura não passa despercebido também em Portugal. Em Maio é distinguida com o Prémio Amália para Melhor Intérprete 2007, atribuído pela Fundação Amália Rodrigues.

Em Junho de 2008, a fadista apresenta-se pela primeira vez naquelas que são duas das mais especiais e míticas salas do país: o Coliseu do Porto e o Coliseu dos Recreios em Lisboa, em duas noites, consideradas pelo público e pela crítica, memoráveis. A seu lado, Ana Moura teve duas convidadas muito especiais: Beatriz da Conceição e Maria da Fé, dois nomes incontornáveis na história do Fado. A partilhar esta noite especial, esteve também Jorge Fernando, produtor musical e cúmplice da fadista.”

Fonte: http://www.anamoura.net/



publicado por Carlos Gomes às 12:16
link do post | favorito
|

PROCISSÕES SILENCIOSAS: UM POEMA DE GRAZIELA VIEIRA

LANAME~1

PROCISSÕES SILENCIOSAS

 

Há procissões de silêncio

Nas ruas dos meus sentidos,

Proclamando a decadência

Dos meus sonhos não vividos.

 

Há procissões de silêncio

Que trazem amordaçados,

Meus desejos de vivência

Em amor sublimados.

 

Há procissões de silêncio

A encher o labirinto

De sombras da inocência

Que já tive, e hoje não sinto.

 

Há procissões de silêncio

Nas calçadas do meu ser,

Sufocando a existência,

 A vontade de viver.

 

Há procissões de silêncio

Marcando a desilusão,

Vão enchendo as saliências

Do meu débil coração.

 

Há procissões de silêncio

A marchar na avenida

Do meu peito em dormência,

Que passa ao lado da vida.

Graziela Vieira

Ourém – Fátima

1998

 


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012
GOVERNO VAI FECHAR TRIBUNAIS

Foto: http://gloriaishizaka.blogspot.com/

Depois das escolas, hospitais e centros de saúde, chegou agora a vez de se encerrarem os tribunais. A reorganização prevista do mapa judiciário visa a extinção de perto de meia centena de tribunais. No Distrito de Santarém poderão vir a encerrar os tribunais de Alcanena, Mação e Ferreira do Zêzere.

Numa altura em que recrudesce a criminalidade associada entre outros aspetos ao agudizar da crise económica e de valores, vão ser menos os tribunais para despachar os processos e tornar a Justiça menos morosa. Após os tribunais, o que se seguirá?



publicado por Carlos Gomes às 23:13
link do post | favorito
|

OURÉM: ESCOLA DE HOTELARIA DE FÁTIMA PROMOVE SESSÃO SOBRE O ACESSO AO MERCADO DE TRABALHO



publicado por Carlos Gomes às 19:03
link do post | favorito
|

FADO JUNTA EMIGRANTES PORTUGUESES EM PARIS



publicado por Carlos Gomes às 18:56
link do post | favorito
|

CENTENÁRIO DAS APARIÇÕES APRESENTADO AO CLERO DE LEIRIA-FÁTIMA

Diocese da Guarda acolheu Curso de Formação

Sessenta e sete sacerdotes da diocese de Leiria-Fátima e seu bispo diocesano, D. António Marto, participaram neste mês de janeiro no Curso de Formação Permanente do Clero de Leiria-Fátima, repartido por dois turnos com a duração de uma semana.

A iniciativa foi organizada pelo Serviço de Apoio ao Clero, que desta forma promove um espaço e um momento anual de formação e de meditação aos sacerdotes ao serviço na diocese.

O retiro deste ano realizou-se no Centro Apostólico D. João de Oliveira Matos, na diocese da Guarda, sob o tema “Fátima: acontecimento, teologia e pastoral”.

“Na nossa diocese estamos a concluir o projeto pastoral, neste último biénio voltado para a missão e o testemunho da Igreja e dos cristãos no mundo”, explica o padre Adelino Guarda, diretor do Serviço de Apoio ao Clero, que sublinha que “porque se aproxima o centenário das aparições de Fátima e por sugestão apresentada por alguns sacerdotes nas últimas formações”, “Fátima” foi a temática central escolhida para esta edição.

Nos dois turnos, o Padre Cristiano Saraiva, capelão e administrador do Santuário de Fátima, apresentou o itinerário temático e celebrativo do centenário, numa conferência que intitulou “Centenário das Aparições: o meu Imaculado coração será o teu refúgio”. Numa segunda exposição, que designou “Santuário de Fátima: estatuto e vida quotidiana”, deu a conhecer os Estatutos e as estruturas do Santuário de Fátima na atualidade.

A reflexão teológica sobre Fátima foi orientada por Eloy Bueno de la Fuente, professor da Faculdade de Teologia do Norte de Espanha, Burgos.

O programa incluiu ainda a apresentação do curso Alpha como método de Nova Evangelização, pelo padre Jorge Santos.

No primeiro turno, a conferência final foi proferida pela Irmã Ângela Coelho, postuladora para a Causa da Canonização de Francisco e Jacinta Marto, e versou sobre “A causa dos Pastorinhos”. No segundo turno a conferência de encerramento coube ao bispo de Leiria-Fátima. D. António Marto apresentou o tema “Atualidade da mensagem de Fátima”.

LeopolDina Simões



publicado por Carlos Gomes às 18:44
link do post | favorito
|

VINHOS DE OURÉM CONQUISTAM SEGUIDORES EM TODO O MUNDO

A Quinta do Montalto marcou presença na MillesimeBio 2012, em Montpellier que constitui a maior reunião do mundo de vinhos Bio, tendo este ano contado com a participação de 580 produtores da Argentina, Áustria, Bulgária, Egipto, França, Alemanha, Itália, Roménia, África do Sul, Espanha, Suíça, Estados Unidos da América e claro está… Portugal!

430409_10150619041955797_530080796_11423920_456106

Este produtor do Concelho de Ourém, sediado na Freguesia do Olival, tem levado os vinhos de Ourém às mais diversas regiões do globo, contribuindo dessa forma para a internacionalização de Ourém e a sua afirmação como uma terra produtora dos melhores vinhos, preservando a tradição e acompanhando a evolução das técnicas e das exigências do mercado.

A confirmar a adesão de muitos apreciadores aos vinhos produzidos em Ourém, vemos na imagem Louise Hurren, aqui acompanhada pelo sr. André Gomes Pereira, Administrador da Quinta do Montalto, brindando com o Medieval de Ourém.

Louise Hurren é uma cidadã inglesa há muitos anos radicada no sul de França. Trabalha como escritora e jornalista, sobretudo na área de vinhos e produtos similares, incidindo o seu trabalho principalmente nos vinhos produzidos na região do Languedoc-Roussillon. Os seus trabalhos jornalísticos são publicados em numerosos sites e blogues de vinhos, turismo e gastronomia, tendo já escrito diversos artigos relacionados com o nosso país. As novas tecnologias são a sua ferramenta para a divulgação dos vinhos.

Recentemente, numa visita a Portugal, sucedeu reunirmo-nos com o realizador norte-americano Ken Payton, tendo-lhe então dado a provar pela primeira vez o nosso Medieval de Ourém. Desde então, o Medieval de Ourém conquistou mais uma seguidora incondicional de renome internacional no mundo enófilo!



publicado por Carlos Gomes às 18:21
link do post | favorito
|

SUSANA MENDES VEM A OURÉM FALAR DE TURISMO E AMBIENTE NA BIBLIOTECA MUNICIPAL



publicado por Carlos Gomes às 18:17
link do post | favorito
|

OURÉM PROMOVE CONFERÊNCIA SOBRE TERAPIA SACROCRANIANA



publicado por Carlos Gomes às 17:35
link do post | favorito
|

SANTUÁRIO DE FÁTIMA DIVULGA ATIVIDADES A REALIZAR EM FEVEREIRO

AGENDA DE FEVEREIRO DE 2012

Principais atividades organizadas e promovidas pelo Santuário de Fátima para o mês de fevereiro de 2012:

2 de fevereiro: Festa da Apresentação do Senhor – Dia do Consagrado

Programa:

11:00 - MISSA, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, com renovação de votos dos consagrados.

D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, presidirá à celebração eucarística.

11 de fevereiro: Dia Mundial do Doente com programa especial

Programa:

12:00 - Rosário, na Capelinha das Aparições.

12:30 - Almoço livre.

14:30 – Palestra, na Igreja da Santíssima Trindade

15:15 - Preparação da unção dos doentes.

- Inscrição dos doentes para a Unção.

- Intervalo.

16:00 - Missa, na Igreja da Santíssima Trindade.

12 de fevereiro: Conferência "O cuidado do outro, responsabilidade e compaixão"

A quarta conferência temática a propósito do tema pastoral para 2012 no Santuário de Fátima - "Quereis oferecer-vos a Deus?" - está marcada para o dia 12 de fevereiro, domingo.

Maria Luísa Ribeiro Ferreira, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, apresentará o tema "O cuidado do outro, responsabilidade e compaixão".

A encerrar este momento, o Coro Capela Nova, de Lisboa, apresentará um apontamento musical.

20 de fevereiro: Festa litúrgica dos beatos de Fátima

No aniversário da morte da beata Jacinta Marto, a 20 de fevereiro, a Igreja celebra o dia dos pastorinhos beatos de Fátima, Francisco e Jacinta Marto.

O programa preparado este ano pelo Santuário de Fátima é especialmente direcionado para as crianças, adolescentes e jovens e seus familiares. Incluirá tempos de oração, catequese e celebração eucarística.

A 19 de fevereiro, a vigília iniciará às 21:30 com a recitação do rosário, na Capelinha das Aparições.

Será seguida de procissão para a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Na Basílica terá lugar o ofício de leitura, um momento de veneração dos túmulos e um momento de oração.

No Dia dos Pastorinhos, 20 de fevereiro, às 10:00 rezar-se-á o rosário, na Capelinha das Aparições, seguido de procissão, com os ícones dos beatos, para a Igreja da Santíssima Trindade, onde, às 11:00, se celebrará a missa.

Conferência temática

Para a parte da tarde, às 14:30 do dia 20 de fevereiro, o Santuário de Fátima propõe uma conferência sobre os Pastorinhos, proferida por Maria Luísa Malato, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, na Basílica.

Programa:

* 19 de Fevereiro, Vigília

21:30 – Rosário, na Capelinha, seguido de procissão para a Basílica: Ofício de Leitura;

Momento de veneração dos túmulos – entrega e oração da Ladainha do Francisco e da Jacinta;

Bênção final.

* 20 de fevereiro

10:00 – Rosário, na Capelinha, seguido de procissão, com os Ícones dos Beatos, para a Igreja da Santíssima Trindade;

11:00 – Missa, na Igreja da Santíssima Trindade (com animação litúrgica pela Schola Cantorum dos Pastorinhos de Fátima)

14.30 – Conferência sobre a temática dos Pastorinhos, proferida pela Prof.ª Doutora Maria Luísa Malato, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, na Basílica.

Para outras iniciativas no Santuário de Fátima - peregrinações, encontros, cursos, retiros - veja www.fatima.pt - Agenda



publicado por Carlos Gomes às 17:24
link do post | favorito
|

OURÉM: HOTELARIA E CULINÁRIA SÃO FORMAS DE ARTE EFÉMERAS!

Dedicado aos alunos da Escola Profissional de Hotelaria de Fátima

Desde a antiguidade, os momentos marcantes da vida das grandes nações e dos indivíduos que as guiaram foram assinalados por meio de grandiosas celebrações que se destinaram a dar o toque de grandeza adequado e sublinhar o seu poderio. Tais celebrações incluíram, entre outras manifestações de arte, a realização de imponentes cortejos e procissões, magníficas construções e deslumbrantes sessões de fogo-de-artifício, para além naturalmente de faustos banquetes servidos com o maior esmero e requinte para impressionar o anfitrião.

Foi à mesa que muitas vezes se tomaram importantes decisões que determinaram o rumo da História e decidiram a vida dos povos. Da mesma forma que foi pelo estômago que os conquistadores lograram dominar as nações que submeteram pela espada. Não raramente, por detrás do êxito de um estadista esconde-se a arte de um grande mestre cozinheiro que, com o seu talento e mestria, confecionou os ingredientes necessários a uma sábia decisão.

Trata-se, naturalmente de uma arte efémera, claramente marcada pela sua brevidade. Não deixa, porém, de constituir uma manifestação de arte a apelar aos nossos sentidos. Qual tela na qual confeciona o pintor um maravilhoso quadro, leva o cozinheiro ao prato a mais perfeita combinação de cores de que resultam os mais interessantes motivos pictóricos dignos de serem expostos numa galeria de arte. Mas, a sua obra não se destina apenas a ser contemplada – ela é concebida para ser saboreada pelos melhores apreciadores desta esplêndida quanto saborosa manifestação de arte!

Carlos Gomes

397217_223110644440894_107989069286386_509872_1938

399539_223110561107569_107989069286386_509868_1620



publicado por Carlos Gomes às 13:30
link do post | favorito
|

Escolas da INSIGNARE enviam sms’s aos encarregados de educação

A Escola de Hotelaria de Fátima e a Escola Profissional de Ourém implementaram, recentemente, o envio de SMS’s aos Encarregados de Educação dos seus alunos como forma privilegiada de comunicação com estes interlocutores. A ideia base é, diariamente, no final de cada dia de aulas, comunicar as faltas dadas pelos alunos, mas poderá ser uma forma de lhes enviar outro tipo de informações referentes às atividades das Escolas.

Uma das apostas da INSIGNARE, no início deste ano letivo, era potenciar o envolvimento dos Encarregados de Educação no processo educativo dos seus formandos e também nas atividades levadas a cabo pela Escola Profissional de Ourém (EPO) e Escola de Hotelaria de Fátima (EHF). De facto os Encarregados de Educação são atores fundamentais no sucesso escolar dos alunos e devem ser trazidos para dentro da comunidade escolar e incluídos em todas as atividades.

Com esse propósito em vista, e aproveitando as vantagens da era da informação, a EPO e a EHF implementaram o envio diário de SMS’s dando conta das faltas dadas pelos alunos. No final de cada dia é feito esse levantamento e enviado aos respetivos encarregados de educação numa perspetiva de permitir um acompanhamento mais próximo da vida escolar dos seus educandos, envolvendo-os no seu processo educativo.

A recetividade por parte dos encarregados de educação a esta medida tem sido muito boa agradecendo o cuidado, confirmando o motivo das faltas e muitas vezes aproveitando para colocar outras questões relacionadas com a atividade diária da escola.

Para além do envio diário de faltas, este mesmo sistema será utilizado para o envio de outro tipo de informações referentes a atividades levadas a cabo pelas Escolas e a notícias que se revistam de interesse para os seus educandos.



publicado por Carlos Gomes às 11:25
link do post | favorito
|

OURÉM: CLAUSTRO MONFORTINO É O RESTAURANTE DE APLICAÇÃO DA ESCOLA DE HOTELARIA DE FÁTIMA

A quem vai a Fátima e pretende usufruir de um serviço de hotelaria de excelência em local aprazível e acolhedor, não pode o AUREN deixar de sugerir a visita ao Claustro Monfortino, instalado no claustro do antigo Seminário dos Monfortinos.

O Claustro Monfortino é o restaurante de aplicação da Escola Profissional de Hotelaria de Fátima, um espaço de aprendizagem para os alunos dos cursos profissionais de Cozinha-Pastelaria e de Restaurante-Bar com um serviço esmerado e de requinte que o coloca ao nível dos melhores serviços de hotelaria e restauração.

Neste local, a tradição e a inovação estabelecem um casamento perfeito que eleva a cozinha portuguesa a patamares de grande qualidade que torna o Claustro Monfortino uma referência no domínio da gastronomia e do turismo. Aqui, os alunos são verdadeiros artistas que, mais do que a elaboração de um prato, confecionam uma verdadeira obra de arte: reunindo os elementos estéticos que se aplicam à escultura e à pintura, eles cuidam das formas e dimensões, distribuem as cores álacres como se uma paleta se tratasse e, sobretudo, conferem-lhe o aroma e o paladar que artista algum consegue incorporar na sua obra de arte por mais grandiosa que seja!

Trata-se, com efeito, de uma obra de arte efémera. Mas, ao contrário do que sucede com os mais consagrados museus de arte do mundo, quem visita o Claustro Monfortino tem a possibilidade de, para além de a contemplar, poder saborear a obra de arte e apreender outras sensações para além daquelas que geralmente são proporcionadas pelas artes plásticas.

Por conseguinte, quando for a Fátima, não deixe de visitar o restaurante de aplicação da Escola Profissional de Hotelaria de Fátima, no Claustro Monfortino! 

420042_228948170523808_107989069286386_525357_5275

421835_228948110523814_107989069286386_525356_1263

262785_125520727533220_107989069286386_216407_6338

407658_223110381107587_107989069286386_509863_1231

263555_125520404199919_5291666_n

263754_126017247483568_107989069286386_219520_7710

396740_223110777774214_107989069286386_509877_1582

406815_223110731107552_107989069286386_509875_1214

208111_109594085792551_107989069286386_97264_77924

267713_125520380866588_107989069286386_216399_2048

Fotos: Escola de Hotelaria de Fátima



publicado por Carlos Gomes às 10:30
link do post | favorito
|

OURÉM: ESCOLA DE HOTELARIA DE FÁTIMA É PÓLO DE EXCELÊNCIA NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Com quase duas décadas de existência, a Escola Profissional de Hotelaria de Fátima afirma-se no domínio da formação profissional, no âmbito da hotelaria e turismo, como uma entidade de referência que vem criando os melhores cozinheiros, pasteleiros e outros profissionais relacionados com estas áreas de atividade. Todos os seus alunos são bastante pretendidos no mercado de trabalho graças a uma formação de grande nível, de carácter bastante prático e à qual se associa um elevado sentido de responsabilidade.

422701_228947783857180_107989069286386_525350_1800

A Escola Profissional de Hotelaria de Fátima dispõe de instalações devidamente equipadas para a formação em hotelaria, tendo vindo a alargar a sua formação para outras vertentes como o Restaurante-Bar e a Cozinha-Pastelaria a fim de responder às necessidades de formação de técnicos qualificados nestas áreas, mormente na cidade de Fátima onde predomina o mercado hoteleiro.

Atualmente, a Escola de Hotelaria de Fátima dá formação nas áreas de Receção, Turismo, Restaurante-Bar, Cozinha-Pastelaria e Organização de Eventos. As fotos que o AUREN publica, dão-nos uma ideia do grau de excelência daquela entidade.

376018_198501400235152_107989069286386_442684_1586

398110_223110194440939_107989069286386_509859_1148

263754_126017247483568_107989069286386_219520_7710

396734_228948767190415_107989069286386_525369_1805

384415_198501536901805_107989069286386_442687_1557

261994_126017200816906_107989069286386_219517_3049

Fotos: Escola de Hotelaria de Fátima



publicado por Carlos Gomes às 08:00
link do post | favorito
|

GEOMETRIA DAS PALAVRAS: O POBRE LAMENTO

OPINIÃO

untitled

O Presidente da República disse na passada semana que desconhecia o valor com que ficará na sua reforma após os descontos, saindo-se com a brilhante frase: “Tudo somado, quase de certeza que não vai chegar para pagar as minhas despesas, porque também não recebo vencimento como Presidente da República”!

O actual Presidente (até quando?) disse que tinha descontado para a Caixa Geral de Aposentações (CGA) como professor, como investigador da Fundação Calouste Gulbenkian, ao qual se somam os descontos efectuados para o Bando de Portugal (BP).

Assim, V. Ex.ª recebe, somente no presente mês, 1.300€ da CGA, mais 4.000€ do BP, mais 2.600€ de despesas de representação enquanto Chefe de Estado, num mísero total de 7.900€. 7.900€ por mês sem ter em conta todas as despesas relativas a gasóleo, portagens, viagens, refeições e os restantes encargos que são suportados pelo orçamento da Presidência da República, face às suas funções.

Recordemos que como a lei do Orçamento do Estado para 2011 proibiu a acumulação da pensão com o vencimento no exercício de cargos na Administração do Estado, o Presidente da República optou por receber as pensões do BP e da CGA, visto que a soma das pensões era superior ao salário de Chefe de Estado, que ronda os 6.500€.

Estas declarações são um insulto para os portugueses. O que pensarão os mais de 300 mil cidadãos portugueses que têm uma reforma com um valor inferior a 300 euros?

Entretanto já circula uma petição a pedir a demissão de Cavaco Silva, com mais de 5 mil assinaturas, por cidadãos indignados que não se revêem no Presidente, e que entendem que este não reúne condições para representar os portugueses.

Estupefactos e incrédulos estamos todos nós, efectivamente, pelas declarações do Presidente que promulgou o Orçamento de Estado que elimina o 13.º e 14.º meses para os reformados com rendimento mensal de 600 euros!

O deputado do PSD, Carlos Abreu Amorim, sobre esta questão disse: "O Presidente da República quando está calado, está bem.”.

Pergunta-se então: Para que queremos um Presidente da República que só serve para estar calado ou para dizer frases do tipo: "Ontem eu reparava no sorriso das vacas. Estavam satisfeitíssimas olhando para o pasto que começava a ficar verdejante."?

João Heitor



publicado por Carlos Gomes às 00:28
link do post | favorito
|

OURÉM VAI ASSISTIR AO CONCERTO DOS LAUREADOS ORGANIZADO PELA OUREARTE



publicado por Carlos Gomes às 00:15
link do post | favorito
|

Domingo, 29 de Janeiro de 2012
COMPANHIA DE TEATRO “FATIAS DE CÁ” APRESENTA “A MENINA INÊS PEREIRA” NA ADEGA DIVINIS, EM OURÉM

A Companhia de Teatro Amador “ Fatias de Cá” vai levar à cena, no próximo dia 4 de Fevereiro, a partir das 17h, a peça de Teatro “A Menina Inês Pereira”, a partir da obra “A farsa de Inês Pereira”, de Gil Vicente. O palco vai ser a Adega Divinis – Agroprodutos de Ourém, S.A. Este espetáculo insere-se na parceria que esta companhia de teatro estabeleceu com a ADIRN – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte, no âmbito do Projeto Histórias Decantadas.

393400_330391183645000_100000223641881_1492091_185

A ADIRN é uma associação sem fins lucrativos, com intervenção nos concelhos de Alcanena, Ferreira do Zêzere, Ourém, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha. Apresenta entre as suas áreas de intervenção, a cooperação para o desenvolvimento rural, tendo neste âmbito aprovados alguns projetos, nomeadamente o das “Histórias Decantadas”. Este projeto pretende agregar a cultura e tradições rurais aos produtos e recursos locais.

Esta conjugação permite a criação de produtos culturais, sob a forma de espetáculos interativos, que serão apresentadas de maneira inovadora em locais singulares. No projeto “Histórias Decantadas” pretende-se que a cultura associada aos produtos e recursos locais fomente um processo de criação artística, tendo como resultado o fortalecimento da identidade e visibilidade dos territórios, fornecendo-lhe reconhecimento e sentido de pertença e que seja um agente de identificação pessoal e social, um modelo que integra segmentos sociais e geracionais, numa lógica que desperta as capacidades internas dos indivíduos e dos territórios, fomentando a interação entre entidades e grupos locais, numa forma de mutualizar recursos e expandir as potencialidades. A ADIRN Encontra-se neste momento a organizar uma série de espetáculos em parceria com a companhia de Teatro Amador “ Fatias de Cá”.



publicado por Carlos Gomes às 22:20
link do post | favorito
|

VEM AÍ A CENOURÉM2012

Cenourém – Festival de Teatro Amador

03, 10 e 24 de fevereiro – 21h30

Preço: 2€ (as receitas revertem inteiramente para os grupos de teatro)

03 de fevereiro: Movimento Pró- Palco do Centro Cultural e Recreativo do Olival: "Estado da nossa (des)graça " de Pedro Oliveira.

10 de fevereiro: Alcateia - Grupo de Teatro da Academia de Música Banda de Ourém: “Nós numa corda” de Miguel Castro Caldas

24 de fevereiro: Grupo Cultural e Desportivo de Seiça: “Eu tenho dois amores” de Ray Cooney.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 00:38
link do post | favorito
|

BASÍLICA DE FÁTIMA EM CONSTRUÇÃO

viewer2



publicado por Carlos Gomes às 00:07
link do post | favorito
|

Sábado, 28 de Janeiro de 2012
UTENTES DE SAÚDE CONTESTAM A “REORGANIZAÇÃO DO CENTRO HOSPITALAR DO MÉDIO TEJO

Recebemos da Comissão de Utentes de Saúde do Médio Tejo a nota de imprensa que a seguir se divulga.

NOTA da CUSMT

Sobre as Reuniões Públicas em Tomar, Abrantes e Torres Novas

SÓ COM A COORDENAÇÃO E A MELHORIA DE CENTROS DE SAÚDE, HOSPITAIS E CUIDADOS CONTINUADOS É POSSÍVEL RESPONDER ÀS NECESSIDADES DAS POPULAÇÕES

A “REORGANIZAÇÃO DO CHMT” APRESENTADA PELO CA, VEM DIFICULTAR O ACESSO A CUIDADOS DE SAÚDE

Na sequência da apresentação de um Plano de Reorganização pela Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo, foram muitas e variadas as intervenções de diversas entidades da Região.

A Comissão de Utentes logo que teve conhecimento do documento e face à ausência de justificações para as medidas adotadas solicitou uma suspensão de concretização do processo, com o objetivo de encontrar as melhores soluções para facilitar o acesso a cuidados de saúde em termos de proximidade e qualidade.

Na sequência dessa posição, com o objetivo de dar voz aos verdadeiros interessados, os utentes, esta Comissão de Utentes realizou reuniões públicas em Tomar, Abrantes e Torres Novas, para debate sobre a prestação de cuidados de saúde nas Unidades Hospitalares e nos Centros de Saúde.

Da participação ativa dos cidadãos, pode-se concluir:

Não aceitação do Plano de Reorganização, por dificultar o acesso a cuidados de saúde, não ter em conta a participação da comunidade, por ausência de coordenação com cuidados primários e continuados, por não quantificar nem justificar os resultados esperados, o que deixa as maiores duvidas se resolve os problemas financeiros. Ficou claro que os utentes defendem que as Urgências sejam adaptadas às necessidades em cada unidade hospitalar, que a Pediatria e Medicina Interna sejam três valências comuns às três unidades e que se desenvolvam e criem novas valências.

Se não houver mais médicos de família e enfermeiros, mais cuidados de proximidade com funcionamento de Extensões de Saúde e Unidades Móveis, não se conseguirá resolver o problema das urgências “não agudas”, no CHMT. Se não houver mais unidades de cuidados continuados a gestão de altas no CHMT não poderá ser mais eficiente. Se não houver coordenação entre os níveis de prestação de cuidados de saúde e o aproveitamento da capacidade instalada, vão sofrer as populações e vai aumentar a despesa do SNS.

Constatou-se a existência de interesses privados (empresariais e pessoais) mas a solução não está no encerramento ou privatização do todo ou de partes do CHMT. Defende-se a utilização de toda a capacidade instalada e um combate à promiscuidade público-privada.

Foram expressas muitas formas de reforçar a ação popular para defender o direito a cuidados de saúde na Região do Médio Tejo, de que são exemplos as manifestações em Tomar, o Abaixo-assinado pela Pediatria em Abrantes, a grande participação de cidadãos na reunião pública de Torres Novas.

Na próxima quarta-feira, a Comissão de Utentes entregará ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio de Tejo uma proposta formal com medidas que devem ser tomadas em todos os níveis de prestação de cuidados de saúde na Região que, no entender da Comissão de Utentes, poderá ser uma base de trabalho para em conjunto com a população e outras entidades, se encontrar o melhor caminho para a utilização eficaz dos meios existentes com a satisfação das necessidades de cuidados de saúde por parte das populações.

Em breve, serão também divulgadas as iniciativas que reforçarão o movimento de opinião e reivindicativo da população do Médio Tejo em torno da exigência de justiça social em matéria de acesso a cuidados de saúde de proximidade e de qualidade.

A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo

Médio Tejo, 28 de Janeiro de 2012.



publicado por Carlos Gomes às 19:47
link do post | favorito
|

VAI O TRIBUNAL DE OURÉM DEIXAR DE FUNCIONAR?

Há pouco mais de um ano, foram inauguradas as obras de remodelação do Palácio da Justiça de Ourém, em cerimónia que contou com a presença do então Ministro da Justiça, Dr. Alberto Martins. O governo atual pretende que apenas passem a funcionar um tribunal em cada distrito. A concretizar-se, os processos que correm no Tribunal de Ourém passarão para a Comarca de Santarém.

MINIST~1

As obras de remodelação do Palácio da Justiça em Ourém foram inauguradas há pouco mais de um ano...

De acordo com o novo modelo de organização judiciária, o país passará a contar com apenas um tribunal por distrito, fazendo coincidir as comarcas com a divisão administrativa dos distritos, deixando portanto de corresponder à área de abrangência dos municípios como até agora se verificava.

Apesar da constante crítica à acumulação de processos e à lentidão da Justiça, uma das razões alegadas para a extinção de muitos tribunais é precisamente o reduzido número de processos judiciais que alegadamente se verifica nesses tribunais.

Com a implementação do novo modelo de organização judiciária que o Ministério da Justiça pretende implementar, o Concelho de Ourém poderá vir a perder o seu tribunal, deixando o Palácio da Justiça de ser utilizado para fins judiciais.

As comarcas constituem divisões judiciais que coincidem geralmente à área de circunscrição de ou mais concelhos e respeitam à jurisdição de um Tribunal de 1ª Instância – Penal, Criminal, Administrativo e de Família – encontrando-se por sua vez subdivididos em Juízos.

O projeto de reorganização da Justiça contempla ainda a existência de quatro tribunais de 1ª Instância, de competência nacional, concretamente o Tribunal Central de Instrução Criminal, Tribunal Marítimo, Tribunal da Propriedade Intelectual e o Tribunal da Concorrência da Regulação e da Supervisão.



publicado por Carlos Gomes às 14:21
link do post | favorito
|

MUSEU DE OURÉM EXPÕE BRINQUEDOS

capture2

Exposição de Longa Duração: OURÉM’ AFEIÇÕES ׀ VILLA NOVA DE OURÉM 1900

A casa do Administrador é uma infraestrutura permanente, vocacionada para o estudo e a difusão da representação da identidade cultural e dos patrimónios de Ourém.

O Museu Municipal de Ourém (MMO) é uma estrutura de gestão museológica e patrimonial, apta a coordenar o funcionamento das várias unidades com tutela municipal.

Exposição temporária: “FAZ DE CONTA

Até maio de 2012

“Faz de Conta” convida a recriar e a olhar para o imaginário infantil de Vila Nova de Ourém no século XX, através do lúdico, em contraponto com o panorama contemporâneo das brincadeiras.

De terça-feira a domingo dos 9h30-12h30 e das 14h00-18h00, encerra à segunda feira.

Contacto interno: Museu Municipal (6830)



publicado por Carlos Gomes às 11:50
link do post | favorito
|

OURÉM CONTA HISTÓRIAS DA TERRA NO AGROAL



publicado por Carlos Gomes às 05:23
link do post | favorito
|

TERMINA AMANHÃ A MOSTRA BIBLIOGRÁFICA NA BIBLIOTECA DE OURÉM SOBRE RECURSOS NATURAIS

Fora da Estante: Recursos naturais

02 a 29 de fevereiro

Biblioteca Municipal de Ourém

Mostra bibliográfica em destaque sobre recursos naturais.

De segunda a sexta-feira das 9h00 às 18h00; ao sábado das 9h30 às 13h00.

Entrada livre.



publicado por Carlos Gomes às 00:31
link do post | favorito
|

GRAZIELA VIEIRA: SIM À VIDA!

LANAME~1

SIM Á VIDA

 

Retira…Retira s seringa para trás;

 

Diz que sim á vida! Se tu quiseres, és capaz.

 

Não queiras tornar-te em cobaia, sempre presa,

 

Dos monstros, na arte da droga, a fazer riqueza.

 

 

 

Diz um “NÃO” seguro. Na tua força, resiste.

 

Procura o futuro no amor, porque ele existe!.

..

Se quiseres, tu unes muitos a erguer a voz

 

Contra os “impunes”, que só se servem de voz.

 

 

 

Eles são tão selvagens, sem pingo de consciência;

 

Cedem-te miragens, a troco da dependência.

 

Tu…cavas os fossos da ruína a corroer.

 

Eles…enchem os bolsos de dinheiro e de poder.

 

 

 

Forma um “Partido” de jovens, e alerta o mundo

 

Contra o inimigo, esse tráfico imundo.

 

Procedendo assim, chamas mais as atenções.

 

Ouve!...Vai por mim…Luta contra os “Tubarões”.

 

 

Tu, podes fazê-lo, se te empenhares com amor.

 

Contra o flagelo da droga, que é um horror.

 

Lidera essa luta! O motivo é muito forte.

 

A vida é curta!...P’ra quê apressar a morte?

Graziela Vieira

Ourém, 1995


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2012
MAFALDA ARNAUTH VAI (EN)CANTAR EM OURÉM!



publicado por Carlos Gomes às 20:16
link do post | favorito
|

OURÉM: OUREARTE REALIZA ESTÁGIO DE ORQUESTRA DE CÂMARA



publicado por Carlos Gomes às 20:00
link do post | favorito
|

SANTUÁRIO DE FÁTIMA AGRADECE GENEROSIDADE

Campanha de Natal do Santuário de Fátima resultou em 15.000€ para a Caritas

Durante o tempo do Natal de 2011, o Santuário de Fátima lançou uma campanha em que apelou à solidariedade dos seus peregrinos e visitantes: o fruto dos ofertórios no momento da osculação do Menino Jesus, nos dias de Natal e de Ano Novo, seria entregue à Caritas, para apoiar os projetos que visam colmatar as necessidades prementes dos mais desprotegidos e pobres.

A ideia surgiu também em resposta ao apelo deixado por D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, na sua mensagem de Natal: “O Natal de 2011 desafia-nos a crescer em solidariedade e em entreajuda partilhando generosamente com as pessoas e as famílias mais fragilizadas e carenciadas”.

A generosidade fez-se sentir e os ofertórios renderam 11.733,36 euros.

Associando-se ao gesto de partilha dos seus peregrinos e visitantes, o Santuário de Fátima juntou 3.266,64 euros ao montante das ofertas para a mesma campanha,  o que perfez um total de 15.000 euros.

Dois terços desse valor serão entregues à Caritas Nacional, um terço reverterá para a Caritas Diocesana de Leiria.

O Santuário de Fátima agradece sensibilizado a todos quantos colaboraram com esta causa.



publicado por Carlos Gomes às 19:54
link do post | favorito
|

GEOMETRIA DAS PALAVRAS: Que mais nos querem fazer?

OPINIÃO

untitled

Em Setembro de 2011 o atual governo mandou encerrar extensões de saúde no concelho de Ourém e cortou os contratos que garantiam o funcionamento do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) até às 22h, na cidade de Ourém.

Situação essa que, até aos dias de hoje, carece de uma resposta do governo e de um (re)acerto com a colocação de médicos, enfermeiros e auxiliares que garantam o funcionamento das extensões e do SAP em Ourém.

Em Portugal talvez existam dois países, a avaliar pela recente declaração do Ministro da Saúde que deseja que até ao fim do ano, todos os utentes do Sistema Nacional de Saúde tenham médico de família (só se seguirmos a sugestão do governo e um terço da população imigrar…). Ao mesmo tempo que estas declarações foram proferidas anunciam-se encerramentos de valências e redução do serviço de urgência no hospital Nossa Senhora da Graça, em Tomar, com transferência para Abrantes (hospital a cerca de 80km de Ourém).

Ourém tem mais população residente do que Tomar, Torres Novas ou Abrantes e nem sequer tem um serviço de urgência 24h, agravado pelo deficitário serviço nas extensões de saúde. Se encerram as estruturas e hospitais que directa e proximamente nos servem – como é o caso de Tomar – o que se pode esperar em termos de serviços médicos e de urgências para a nossa população?

Relativamente ao concelho de Ourém, há alguma notícia positiva a registar no livro da gestão pública desde que este governo tomou posse? Há algum sumo, para além do ácido e corrosivo, que possamos espremer ou beber, desta acção governativa que nos impõe uma angústia diária acompanhada de constantes perdas de direitos fundamentais, em que só as contas comandam?

Se sim, então que façamo-las! Quantos impostos directos e indirectos os cidadãos e as empresas do concelho de Ourém geram para o orçamento geral do estado? Devolvam-nos, na mesma proporção, com o que contribuímos! E então aí não nos faltarão médicos, enfermeiros e técnicos nos Centros de Saúde e nas extensões de freguesias! E então aí teremos de equacionar se a população do concelho de Ourém e os visitantes de Fátima não poderão ter até um hospital!

Há limites. Se o governo não gosta do concelho de Ourém, ou se não têm consideração pela nossa população, então, está na hora de assumirmos uma posição de força, objectiva e que seja sentida por quem de direito.

Já chega de tanta incúria, de tanto desprezo, de tanta decisão sem diálogo com as pessoas.

João Heitor



publicado por Carlos Gomes às 18:26
link do post | favorito
|

SUSANA MENDES PROCURA IMPULSIONAR O ESCLARECIMENTO DO CIDADÃO COMUM PARA A IMPORTÂNCIA DAS QUESTÕES AMBIENTAIS E POSSÍVEIS SOLUÇÕES

“O Homem e a Responsabilidade Ambiental: o Turismo de Natureza e a Sustentabilidade” é uma edição recente da Zaina Editores que teve o seu lançamento em meados do ano passado. No próximo dia 11 de fevereiro, a sua autora vem a Ourém onde fará a apresentação da obra e trocará impressões com o público. Susana Mendes estará nesse dia, na Biblioteca Municipal de Ourém, às 17 horas, para falar sobre o seu livro e conversar com os oureenses. Trata-se de mais uma sessão de (con)tributos a que a Biblioteca de Ourém já nos habituou, a qual culminará com uma sessão de autógrafos. O AUREN contactou a autora e obteve o depoimento que a seguir se publica.

"Falar de livros é falar de um “meio de transporte” único que no seu interior leva a cultura à humanidade e permite que esta enriqueça o diálogo no mundo. Por isso, cada livro tem imprimido palavras que apelam à dinâmica social e ao término de um mal da sociedade moderna: a falta de opinião e de acção construtiva.

Neste sentido, e recolhendo-me agora ao tema que se encontra na lista de itens prioritários das agendas directivas a nível mundial, apela-me referir um livro cuja função não passa exactamente por entretenimento mas sim por impulsionar o esclarecimento do cidadão comum e/ou da sociedade estudantil e jovens empreendedores da importância das questões ambientais, suas consequências e algumas das, ainda, possíveis soluções.

Nesta enorme nave que é o planeta Terra, todos somos passageiros e por isso eu, assumindo este mesmo papel e na tentativa de dar um pequeno contributo para a preservação ambiental, refiro, de minha autoria, o livro “O Homem e a Responsabilidade Ambiental: O Turismo de Natureza e a Sustentabilidade” que, no seu interior, catapulta as questões económicas para o pódio das responsabilidades que justificam o facto de, no momento actual, o meio-ambiente encontrar-se numa situação de total escassez. Assim, acreditar que somente os recursos naturais não renováveis se podem extinguir é irreal. Usados indevidamente, os demais recursos podem chegar à exaustão. A preocupação com a herança ambiental que está a ser deixada às gerações futuras deve mudar a visão consumista que se continua a ter da gestão dos recursos naturais. Estes são hoje bens escassos pelo que devem ser alocados da maneira mais eficiente possível pela sociedade. O referido livro prende-se também com a importância que as actividades turísticas associadas à natureza poderão ter no desenvolvimento do turismo (com o distrito de Santarém como exemplo de estudo-caso), e de que forma poderão contribuir para a preservação e divulgação do património natural a diversos níveis. Para tal, recorreu-se a uma abordagem cuidadosa de conceitos e temas de forma a construir uma reflexão sobre três áreas entendidas, cada vez mais, numa óptica de complementaridade: O Homem, o Turismo e a Natureza.

Susana Isabel Filipe Mendes, Licenciada em Turismo pelo Instituto Politécnico da Guarda e autora de um livro associado à trilogia Sociedade, Turismo e Natureza."



publicado por Carlos Gomes às 15:27
link do post | favorito
|

OURÉM PRESTOU TRIBUTO ÀS CORTES GERAES E EXTRAORDINARIAS DA NAÇÃO PORTUGUEZA REUNIDAS EM 1921

A Câmara Municipal de Ourém endereçou às Cortes Geraes e Extraordinarias da Nação Portugueza, reunidas em 1821 no Palácio das Necessidades, em Lisboa, uma carta de felicitações e homenagem, a qual foi lida pelo Secretário na Sessão de 18 de Abril e publicada no “Diario das Cortes Geraes e Extraordinarias da Nação Portugueza” no dia 24 do mesmo mês, conforme abaixo se transcreve.

 

Senhor. = A Camera da Villa de Ourem, juntamente com o Doutor Corregedor da mesma Comarca, levados dos sentimentos do respeito e gratidão, de que Vossa Magestade por tão relevantes Titulos se faz digno, vamos por este meio, como fieis, e gratos tributar a Vossa Magestade os nossos deveres. Não somos nós Cidadãos ineptos, que não conheçamos as vantagens, que vão cercar-nos, nem por outra parte assim inertes, que ignoremos a obrigação de o confessarmos. O desastroso quadro do passado, confrontado com os bens, que já sentimos, e que a illustrada intelecção de Vossa Magestade nos promette a mais e mais para o futuro, mediante as sabias Leys, que vai cimentando, fornece-nos invenciveis argumentos para convencer-nos, e põem-nos na estreita obrigação de reconhecello. Homens ha pouco só no nome, peores nos nossos direitos que as mesmas féras, nós éramos o alvo do poder, e do fanatismo, e quaes puros automatos sem ser algum, corriamos forçados a todo o instante para onde o capricho, e a ignorancia queria arrastar-nos. Agora porém já somos gente; já recuperámos os direitos de homem até aqui perdidos; já somos iguaes, somos já livres, e já não prendem nossas consciencias tantas algemas. E a quem Supremo Congresso, deve a Nação, devemos nós tantas venturas! He esta huma verdade mais que, quem sabida, huma questão, que descobre a mais curta esféra, o mais rude engenho. Sim he Vossa Magestade o nosso Bemfeitor, o que nos levanta do abysmo, e da sepultura. Quem por meio de novas Leys tão adequadas, de reformas, de Cortes tão necessarias, e sobre tudo por meio de huns principios de Constituição tão luminosos, tão sãos, tão proprios do homem civil, tão naturaes ha feito, e continúa a fazer a nossa dita. Mil graças pois vos sejão dadas por todo o homem: o Natural, e Estrangeiro vos bem diga, e louve; em quanto nós certos de tanto bem, e a elle gratos, confessamos reconhecidos nossa ventura, e tributamos assim reverentes a Vossa Magestade os nossos deveres Ourem em Camera 12 de Abril de 1821. = O Corregedor da Comarca, Manoel da Fonceca Coelho - O Juiz de Fóra, Presidente, Antonio Gomes Ribeiro = O Vereador primeiro, Antonio Pereira Jorge. = O Vereador segundo, Vicente José Henriques de Oliveira Roza - O Vereador terceiro, Manoel Antonio Almeida = O Procurador, Joaquim da Silva de Frias.

Quadro de Óscar Pereira da Silva representando as Cortes Geraes e Extraordinarias do Reino



publicado por Carlos Gomes às 11:43
link do post | favorito
|

MUSEU MUNICIPAL PROMOVE VISITA GUIADA À CASA DO ADMINISTRADOR E AO CENTRO HISTÓRICO DE OURÉM



publicado por Carlos Gomes às 08:45
link do post | favorito
|

OURÉM: PISCINA DE CAXARIAS É UMA FESTA PARA OS BEBÉS!



publicado por Carlos Gomes às 05:33
link do post | favorito
|

OURÉM: FESTA EM HONRA DE NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS ANIMA VILA DA FREIXIANDA

Realizam-se nos próximos dias 4 e 5 de Fevereiro os tradicionais festejos em Honra de Nossa Senhora das Candeias, na vila da Freixianda. Para além das habituais celebrações religiosas, as festas contarão com muita animação a cargo de vários grupos musicais e ainda do Rancho Folclórico Rosas de Portugal, da Freixianda.

A Festa em Honra de Nossa Senhora das Candeias é uma tradição bastante antiga que as gentes da Freixianda preservam...

F-SCandeias 119

...transportando o seu andor pelas artérias da vila.

F-SCandeias 129

O povo comparece à procissão solene...

O Rancho Folclórico Rosas de Portugal, da Charneca, Freixianda, vai animar as Festas em Honra de Nossa Senhora das Candeias

capture1

A imagem mostra a festa realizada em 1922, a qual teve então lugar no dia 7 de Dezembro desse ano

Freixianda, no concelho de Ourém, leva anualmente a efeito os tradicionais festejos em honra de Nossa Senhora das Candeias que se realizam invariavelmente em Fevereiro. Porém, em tempos idos, as suas gentes invocavam Nossa Senhora da Purificação, constituindo esta uma das formas como em Portugal se venera a Virgem Maria.

A título de exemplo, a edição de 30 de Dezembro de 1922 da revista “Ilustração Portugueza” dá-nos conta da realização, no dia 7 desse mês, das “Festas da Senhora da Purificação em Freixianda”, as quais incluíram a respetiva procissão onde seguiam os andores com as fogaças levados pelas raparigas, a kermesse e ainda a animação do “Manel da Gaita” que divertiu os fiéis com a sua característica gaita-de-foles.

As referidas fogaças subsistem na tradição local a que designam por bolo, apresentando-se sob a forma circular em anel, com sabor adocicado, sendo costume os pais oferecerem aos convidados para o noivado dos filhos. Mas, o costume aqui registado dos andores com as fogaças parece ter desaparecido com o decorrer dos tempos.

Ainda, de acordo com a página da referida publicação que inclui diversas ilustrações de grande interesse e que junto se reproduz, tomaram parte na kermesse a senhora D. Zulmira Fino, D. Alia Mourisca, D. Inácia Paes de Serra, D. Elisa de Figueiredo, D. Ana Barata e D. Joaquina Umbelina, certamente a identificar figuras de relevo da sociedade local da altura.

Com efeito, entre nós, o culto a Nossa Senhora da Luz remonta ao século XV, altura em que, segundo reza a tradição, na localidade de Carnide, um devoto a Nossa Senhora encontrou, graças a uma estranha luz, uma imagem da Mãe de Deus, ocorrência que veio a dar origem à construção de um convento e uma igreja em torno da qual ainda se realiza uma das feiras mais pitorescas dos arredores de Lisboa. Este culto viria a expandir-se um pouco por todo o país graças ao patrocínio da Infanta D. Maria e de D. Leonor de Áustria, respetivamente a filha e a terceira esposa do rei D. Manuel I.

Este culto propagou-se ainda a todo o Império Português e é ainda invocado, consoante os lugares, sob os nomes de Nossa Senhora da Candelária, Nossa Senhora da Purificação e Nossa Senhora das Candeias, ocorrendo a 2 de Fevereiro a data da sua celebração.

Esta página da Ilustração Portugueza constitui um interessante registo que nos descreve costumes já desaparecidos e pode contribuir para nos ajudar a recuperar velhas tradições na Freguesia da Freixianda, ou Freixiandas como outrora se dizia em alusão aos numerosos casais que dela fazem parte, no concelho de Ourém.

Carlos Gomes, http://www.folclore-online.com/



publicado por Carlos Gomes às 05:00
link do post | favorito
|

COMEÇA AMANHÃ NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE OURÉM A OFICINA DA ESCRITA EM COMUNICAÇÃO DE CIÊNCIA

            A OFICINA DE ESCRITA EM COMUNICAÇÃO DE CIÊNCIA, orientada pelo Doutor António Piedade, vai realizar-se a partir de amanhã, dia 28 de Janeiro, entre as 14h00 às 18h00, na Biblioteca Municipal de Ourém, contando com a parceria do jornal Notícias de Ourém.

            A oficina de escrita é dedicada a todos os que têm interesse pela comunicação de conhecimento científico (estudantes, jornalistas, professores).

            O custo de participação é de €20,00, com direito a um exemplar do último livro do Doutor António Piedade, “Caminhos de Ciência”.

            1. Estrutura

1 - Apresentação - A escrita na comunicação de ciência. Porquê comunicar. O quê comunicar. Como comunicar. Quando comunicar.

2 - Discussão, partilha de experiências.

3 – Selecção do conhecimento científico a divulgar.

4 – Escrita dos textos. Os participantes são convidados a escrever um texto para comunicar determinado assunto sobre ciência. Serão acompanhados, orientados, durante essa actividade.

2. Disseminação

Os textos produzidos serão divulgados no final da oficina, em formato a definir durante a mesma, mas que pode passar pela criação de um blogue dedicado, de uma página ou grupo no facebook ou pela sua difusão num caderno especial no Notícias de Ourém.

3. Impacto

Pretende-se que os textos publicados tenham a visibilidade suficiente para que os autores possam receber o retorno necessário para efectivar a actividade de comunicação.

Sobre o formador:

António Piedade desde cedo cultivou o gosto pela divulgação científica. É licenciado em Bioquímica, mestre em Biologia Celular e doutorando em Tecnologia Bioquímica, pela Universidade de Coimbra.

Sobre o livro:

“Caminhos de Ciência”

de António Piedade

Edição: 2011

Páginas: 152

Editor: Imprensa da Universidade de Coimbra

ISBN: 9789892600970

Sinopse

Este novo livro de António Piedade, ilustrado por Diana Marques, reúne um conjunto de textos transversais a várias áreas do conhecimento científico e tecnológico, escritos numa linguagem interdisciplinar e dirigida a todos.

No prefácio, o Doutor Carlos Fiolhais considera que “Caminhos de Ciência” é uma apresentação singular e inovadora no nosso panorama da divulgação científica.



publicado por Carlos Gomes às 00:44
link do post | favorito
|

MARIJA TOSKOVIC EXPÕE GRAVURA NA GALERIA MUNICIPAL DE OURÉM

Marija Toskovic trabalha principalmente em gravura – calcografia. As suas águas-fortes são habitadas pelos seres híbridos, meios-humanos, meios animais e elementos oníricos. No seu trabalho explora a dicotomia entre o humano e o animalesco e o seu valor simbólico. Quais são os limites da condição humana? Na metamorfose procura a oposição intrínseca no ser humano entre o natural e o aprendido, instinto versus civilização. As dimensões do inconsciente e da mitologia estão presentes como as metáforas primordiais para esta distinção e representam as suas ferramentas de eleição.

Entrada Livre.

De terça a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00, Encerra à segunda-feira.



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2012
OURÉM: EXPOSIÇÃO "AI ALECRIM!" ATRAI VISITANTES AO AGROAL



publicado por Carlos Gomes às 19:29
link do post | favorito
|

OURÉM REALIZA WORKSHOP DE INTEGRAÇÃO

WORKSH~1



publicado por Carlos Gomes às 19:24
link do post | favorito
|

OURÉM: HISTÓRIAS DA TERRA CONTAM-SE NO AGROAL



publicado por Carlos Gomes às 19:21
link do post | favorito
|

NA REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM, DR. JOSÉ ALHO ESCLARECE ASPECTOS RELACIONADOS COM AS OBRAS DO IC9

Recebemos da Câmara Municipal de Ourém a nota que a seguir se transcreve, referente aos esclarecimentos prestados pelo vereador Dr. José Alho, relativos à obra do IC9, na reunião de Câmara extraordinária que decorreu ontem, dia 25 de Janeiro de 2012.

brasão

Esclarecimentos relativos ao IC9

Na reunião de câmara extraordinária, realizada ontem, dia 25 de Janeiro de 2012, José Manuel Alho, vereador que tem liderado o processo de acompanhamento do IC9, apresentou o esclarecimento que a seguir se transcreve:

“Tendo presente algumas declarações públicas e publicadas por alguns responsáveis políticos locais e na qualidade de Vereador responsável pelo acompanhamento da obra do IC’9 cabe-me esclarecer com a verdade dos factos relativamente às passagens previstas no traçado que atravessa o nosso concelho.

Os factos são estes:

1. Em reunião de Câmara Municipal de 19 de Outubro de 2010 conforme atesto em anexo apresentei documento de acordo trabalhado entre a Câmara Municipal de Ourém e o LOC a ser validado pelas Estradas de Portugal.

2. Nenhum dos Vereadores presentes se opôs ou fez qualquer comentário de desacordo e por isso foi deliberado por unanimidade remeter documento à Assembleia Municipal.

3. Da Assembleia Municipal também mais uma vez nenhuma voz discordou ou alertou para qualquer questão relevante.

4. O acordo entre a Câmara Municipal de Ourém e o LOC apenas poderia avançar depois da validade pelo dono da obra: as Estradas de Portugal.

Em conclusão:

No acompanhamento que fui desenvolvendo ao evoluir da obra do IC’9 sempre tentei defender as melhores soluções para as populações envolvidas e disso sempre dei conhecimento nos órgãos próprios: Câmara Municipal e Assembleia Municipal legítimos representantes dos interesses dos munícipes.

No momento certo, ou seja nas reuniões, nunca nenhum agente político apresentou reservas ou declarou qualquer inconveniente ou prejuízo.

O aproveitamento que agora é feito por certos protagonistas à legítima expressão democrática de alguns cidadãos revela-se de oportunismo e da mais inaceitável demagogia.

O exercício do serviço público exige dos atores políticos, aos diversos níveis, um sentido de responsabilidade e coerência proporcionais à sua representativa democrática.

Ética precisa-se!

O Vice – Presidente

José Manuel Alho”

 

Ainda na mesma reunião, José Manuel Alho apresentou uma proposta, aprovada por maioria, de revogação da decisão de enviar à Assembleia Municipal o pedido de isenção dos empreiteiros do pagamento das taxas previstas em regulamento municipal relativas ao licenciamento dos Planos de Sinalização Temporária (PST), inerentes à interrupção e ocupação de vias municipais, devido à construção do IC9.

Esta isenção tinha como pressuposto uma relação de boa-fé que o vereador José Manuel Alho considera ter sido adulterada pela LOC justificando no seguinte texto:

“O licenciamento dos Planos de Sinalização Temporária (PST), inerentes à interrupção e ocupação de vias municipais, devido à construção do IC9, foi suspenso pela CMO durante a fase de negociação com o LOC respeitante às dimensões das passagens.

Na sequência do êxito dessas negociações, que culminou com a assinatura de um Acordo, cujos termos foram aprovados na reunião camarária de 2 de novembro de2011, aCMO, na mesma reunião, também aprovou todos os PST pendentes, nas condições definidas num anexo (anexo 3).

Das condições desse anexo, destaca-se a proposta à Assembleia Municipal de isentar os empreiteiros do pagamento das taxas previstas em regulamento municipal, o que, até agora, ainda não foi enviada pela Câmara Municipal à Assembleia Municipal.

Um dos fundamentos para a isenção desse pagamento foi o bom relacionamento recuperado entre as partes, traduzido num espírito de boa-fé e entreajuda na resolução dos diversos conflitos relacionados com a construção do IC9.

No entanto, na tentativa de resolução do caso 39, referente à afetação do terreno de Mariano Davide, necessário à construção da PA4, este propósito foi traiçoeiramente quebrado.

Eu próprio, em conjunto com os serviços municipais, Junta de Freguesia e proprietários afetados, tudo fizemos para que a PA4 fosse localizada na via existente, como o atestam diversos documentos, resultantes de reuniões de gabinete e no local.

Esta reivindicação foi sempre negada pelo LOC, argumentando motivos técnicos inquestionáveis, mas, ainda assim, apresentou uma 2ª versão do projeto que diminuía bastante a desafetação da propriedade em causa.

Em resultado da reunião entre a EP e o lesado, com vista à desistência de Providência Cautelar instaurada por este contra aquela, a CMO soube, por este, que lhe foi prometido recolocar a PA4, já construída, na via existente, sem afetar a sua propriedade, contrariando a justificação técnica que sempre nos foi apresentada. 

Perante esta atitude, e tendo em conta os motivos que levaram a CMO a propor à Assembleia Municipal a isenção do pagamento de taxas, proponho:

1 - A revogação dessa proposta, devendo os empreiteiros proceder à regularização de todos os PST já implementados e a licenciar os que venham ainda a ocorrer.

2 – Solicitar um esclarecimento formal dos factos invocados pelo munícipe, Mariano Davide, à EP e ao LOC.

O Vice-Presidente

José Manuel Alho”



publicado por Carlos Gomes às 15:15
link do post | favorito
|

SUSANA MENDES APRESENTA NA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE OURÉM O SEU LIVRO “O HOMEM E A RESPONSABILIDADE AMBIENTAL: O TURISMO DE NATUREZA E A SUSTENTABILIDADE”

“O Homem e a Responsabilidade Ambiental: o Turismo de Natureza e a Sustentabilidade” é uma edição recente da Zaina Editores que teve o seu lançamento em meados do ano passado. No próximo dia 11 de fevereiro, a sua autora vem a Ourém onde fará a apresentação da obra e trocará impressões com o público. Susana Mendes estará nesse dia, na Biblioteca Municipal de Ourém, às 17 horas, para falar sobre o seu livro e conversar com os oureenses. Trata-se de mais uma sessão de (con)tributos a que a Biblioteca de Ourém já nos habituou, a qual culminará com uma sessão de autógrafos.

capture6

Licenciada pelo Instituto Politécnico da Guarda em Turismo e Lazer na variante de Turismo, Susana Mendes é natural de Santarém e faz parte de uma geração mais sensibilizada para a preservação do ambiente e, de um modo geral, toda a problemática que se encontra relacionada.

A sua obra fala da importância que as atividades turísticas associadas à natureza podem ter no desenvolvimento do turismo no distrito de Santarém e no contributo que poderão dar para a preservação e divulgação do património natural, referindo conceitos e temas relacionados com a interação entre o Homem e a Natureza, através das suas actividades como sucede com o Turismo.

Sobre a autora:

Licenciada em Turismo e Lazer (variante Turismo) pelo Instituto Politécnico da Guarda, Susana Isabel Filipe Mendes nasceu em Santarém, em 1982.

Frequentou vários Cursos nomeadamente de Animação Urbana, Turística e Cultural (2008); Gestão de Produtos Turísticos (2007) e Organização e Gestão de Eventos (2007).

Participou em várias palestras, conferências e seminários.

Foi Animadora Turística no Hotel Algarve Casino, Técnica de Turismo na Agência de Viagens Heraturismo, Formadora no Centro de Formação Profissional de lagos, Hospedeira de Bordo na Companhia de Viação de Transportes de Passeiros EVA e Técnica Superior de Turismo no Município de Constância.

Atualmente leciona Inglês (AEC’s).

O Homem e a Responsabilidade Ambiental: o Turismo de Natureza e a Sustentabilidade

De Susana Mendes

Edição/reimpressão: 2011

Páginas: 113

Editor: Zaina Editores

ISBN: 9789728948160



publicado por Carlos Gomes às 10:29
link do post | favorito
|

BIBLIOTECA DE OURÉM EXPÕE FOTOGRAFIAS DE ANIMAIS

Exposição de fotografia "Bichos" da autoria de Hélder Conceição

01 a 25 de fevereiro

Biblioteca Municipal de Ourém

De segunda a sexta-feira das 9h00 às 18h00; ao sábado das 9h30 às 13h00.

São diversas as espécies protegidas, mais ou menos raras, que vivem em vizinhança. "Bichos" retrata os nossos vizinhos do reino animal: A sua diversidade, a sua beleza, os preconceitos errados que temos sobre eles. Animais coloridos, extraordinários, úteis e que não vivem na Amazónia... estão mesmo aqui entre nós!

Entrada livre.



publicado por Carlos Gomes às 08:13
link do post | favorito
|

OURÉM: OS CARPINTEIROS DE ALJUSTREL, EM FÁTIMA

Numa sociedade predominantemente rural, apesar da agricultura e a pecuária constituírem a principal atividade da população, não se dispensava o trabalho do artesão, mormente do carpinteiro. Desde o mobiliário doméstico aos utensílios de trabalho, este operário não tinha mãos a medir. Era o que sucedia em Aljustrel, na antiga Aldeia da Serra, atual Freguesia de Fátima. Senão vejamos:

museu

“Os carpinteiros tanto trabalhavam na construção das casas como faziam objectos destinados à lavoura – trilhos, forquilhas, pás de era… e ainda outros destinados a uso doméstico tais como arcas, mesas, cadeiras, cantareiras, janelas, bancos para o suporte do estrado das camas, gamelas…

Também construíam as partes de madeira dos arados e dos carros de bois com as pinas das rodas talhadas em azinho. Havia aqueles que só faziam carros de bois por serem mestres nesse trabalho. Quando estas encomendas escasseavam dedicavam-se, então, a outros trabalhos de carpintaria.

Tivemos conhecimento que o Sr. Manuel de Oliveira do Rosário, o “Ti Manel” da Casa Velha, hoje com 80 anos, construiu, em 1930, um carro de bois empregando uma técnica especial. As madeiras utilizadas foram o pinho para o leito, o azinho ou o carvalho para as rodas e, só o azinho, por ser mais resistente, para o veio.

As madeiras para as rodas e veio “foram cortadas de acordo com as medidas necessárias”. No caso presente, ferveram-se os bocados já talhados dentro de uma caldeira, tendo-se deitado na água uma porção de sal “que dava à volta de um alqueire”. A fervura demorou um dia e teve como resultado o escurecimento e endurecimento da madeira. Desta forma, aplicou-se um saber ancestral transmitido pela oralidade.

O “Ti Manel” tinha ouvido dizer que a madeira, quando fervida com sal, ficava mais dura e não apodrecia. De facto, este carro ainda hoje permanece em bom estado de conservação e, se bem que esteja colocado em local coberto, está exposto à contaminação dos materiais que o envolvem, na confusão da arrecadação.

Os carpinteiros eram homens que trabalhavam a madeira com o saber e a delicadeza necessários para a obtenção da peça pretendida.

De acordo com as encomendas, assim utilizavam as ferramentas apropriadas para a sua execução. O seu manuseamento era aprendido na observação directa e na experimentação com os mestres mais velhos. Não havia lugar para falhas; o jeito, a apetência ou a “queda para o ofício” vinham de tenra idade.

As ferramentas utilizadas eram simples, indo do martelo ao formão, sendo manuseadas até à obtenção das formas mais difíceis, no banco de carpinteiro que segurava a madeira e permitia, pela fixação, a sua modulação.

Na construção das casas alinhavam com precisão as tábuas das portas e janelas e construíam, às vezes, de uma forma simples, com os materiais escolhidos directamente nas matas locais, o travejamento que suportava o telhado.

Da mesma maneira, aproveitando as formas dos troncos das árvores, faziam os cabos das ferramentas e as forquilhas de madeira”.

- ABRANTES, Joaquim Roque; Pinto, Manuel Serafim e Carvalho, Maria Palmira. Aljustrel – Uma Aldeia de Fátima. Santuário de Fátima. Fátima, 1993



publicado por Carlos Gomes às 03:05
link do post | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

BLOGUE "AUREN" SUSPENDE A...

A INQUISIÇÃO EM OURÉM

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

GRUPOS LINGUÍSTICOS APRES...

PONTIFICIA ACADEMIA MARIA...

D. ANTÓNIO MARTO COMPARA ...

LEIRIA MOSTRA TRAJE TRADI...

BISPO DE SETÚBAL PRESIDE ...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA APRES...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

PAN QUER DISCUTIR MOBILID...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

OURÉM: OS MISTÉRIOS DA SI...

FAPWINES ACRESCENTA ROSÉ ...

ESTUDO REVELA QUE 62% DOS...

“UM LOUVOR A MARIA” LEVA ...

MADRE TERESA ERA TANTO DE...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

AUTORIDADES DE OURÉM FELI...

DEPUTADO MENDES CORREIA E...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

OURÉM: OLIVAL ESTÁ EM FES...

QUANDO VISITA OFICIALMENT...

CAÇADORES MARCAM ENCONTRO...

OURÉM TEM FESTA GRANDE NO...

OURÉM EVOCA DIÁSPORA E CU...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

O ZOROASTRISMO E A SUA IN...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

PAPA ENVIA CARTA AO 24º C...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA CELEB...

OURÉM LEVA MÚSICA, DANÇA,...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OURÉM: FREIXIANDA ESTÁ EM...

ALVAIÁZERE REALIZA FESTIV...

RIO DE COUROS REALIZA FEI...

ALVAIÁZERE: PELMÁ ESTÁ EM...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

PARTIDO "OS VERDES" COLOC...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

arquivos

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds