Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.
Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2012
MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ORGANIZA OFICINA DE DANÇA E DE CONSCIÊNCIA DO MOVIMENTO

Oficina ministrada por Sofia Ferreira, terapeuta do movimento

Através do ritmo da respiração, da visualização, do contacto, da improvisação, do movimento fluido e lento do Tai-Chi, a dança torna-se integradora entre o nosso interior e o que se expressa exteriormente.

Dançar com nós mesmos e com o outro abrindo e despertando todos os sentidos, expandindo o corpo para lá dele mesmo e deixando-nos levar pelo movimento autêntico que surge em todos nós de forma espontânea e natural.

Inscrições: 6 €

Inscrições no Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00 – Tel: 249 540 900 (ext. 6831); Tlm: 919 585 003; e-mail: museu@mail.com-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Domingo, 30 de Dezembro de 2012
MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ENSINA TÉCNICAS DE GRAVURA

Oficina ministrada por Sílvia Marieta

Pretende-se apresentar e experimentar as técnicas básicas de gravura a relevo, em linóleo e em madeira. Serão trabalhados estes dois materiais, com ferramentas destinadas para o efeito. Serão criados desenhos e/ou imagens, por cada um dos formandos, em superfícies de linóleo e de madeira, através de incisões e sulcos produzidos por goivas, x-ato, entre outros. Após e durante a criação da imagem serão realizadas estampagens (impressões) sobre papel, a partir das matrizes de linóleo e de madeira, em prensas próprias para o efeito.

Inscrições: 25 €

Para o público em geral a partir dos 16 anos

Mínimo: 3 participantes

Máximo: 8 participantes

Inscrições no Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00 – Tel: 249 540 900 (ext. 6831); Tlm: 919 585 003; e-mail: museu@mail.com-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Sábado, 29 de Dezembro de 2012
DIÁRIO DA REPÚBLICA COMPROVA TEORIA DA RELATIVIDADE DE ALBERT EINSTEIN

Antecipando a promulgação e publicação da Lei do Orçamento de Estado para 2013, o Governo publicou ontem em Diário da República a portaria 426-C/2012 de 28 de dezembro que regulamenta um artigo do Orçamento do Estado para 2013, estabelecendo o modelo para a declaração mensal sobre salários e retenções de IRS que as empresas passam a estar obrigadas a fazer.

A situação é no mínimo hilariante e tem sido objeto de chacota pública nomeadamente através das redes sociais. Porém, o caso não é insólito e, ao que tudo leva a crer, aquilo que era suposto ser uma exceção começa a tornar-se regra, a denunciar um certo descontrolo e improviso na governação.

Escassos dias antes, foi publicado em Diário da República, 1.ª série — N.º 246 — 20 de dezembro de 2012, a Lei nº. 64/2012, de 20 de dezembro, que procede à segunda alteração à Lei n.º 64 -B/2011, de 30 de dezembro (Orçamento do Estado para 2012), no âmbito da iniciativa para o reforço da estabilidade financeira, mencionando no Artigo 56.º o seguinte: “1 — É inscrita no orçamento dos encargos gerais do Estado uma verba no montante de € 7 394 370 a distribuir pelas freguesias referidas nos n.os 1 e 2 do artigo 27.º da Lei n.º 169/99, de 18 de setembro, alterada pelas Leis n.os 5 -A/2002, de 11 de janeiro, e 67/2007, de 31 de dezembro, e pela Lei Orgânica n.º 1/2011, de 30 de novembro, para satisfação das remunerações e dos encargos dos presidentes das juntas que tenham optado pelo regime de permanência, a tempo inteiro ou a meio tempo, deduzidos dos montantes relativos à compensação mensal para encargos a que os mesmos eleitos teriam direito se tivessem continuado em regime de não permanência, que sejam solicitados junto da Direção-Geral das Autarquias Locais, através do preenchimento de formulário eletrónico próprio até 15 de dezembro de 2012.

Quer isto dizer que, uma Lei publicada em 20 de dezembro de 2012, impõe às autarquias locais um conjunto de diligências a cumprir até… 15 de dezembro de 2012!


tags:

publicado por Carlos Gomes às 12:24
link do post | favorito
|

GALERIA MUNICIPAL DE OURÉM EXPÕE GRAVURA DE MARIJA TOSKOVIC

Marija Toskovic trabalha principalmente em gravura – calcografia. As suas águas-fortes são habitadas pelos seres híbridos, meios-humanos, meios animais e elementos oníricos. No seu trabalho explora a dicotomia entre o humano e o animalesco e o seu valor simbólico. Quais são os limites da condição humana? Na metamorfose procura a oposição intrínseca no ser humano entre o natural e o aprendido, instinto versus civilização. As dimensões do inconsciente e da mitologia estão presentes como as metáforas primordiais para esta distinção e representam as suas ferramentas de eleição.

Entrada Livre.

De terça a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00, Encerra à segunda-feira.



publicado por Carlos Gomes às 11:09
link do post | favorito
|

OURÉM: REALIZA-SE HOJE EM FÁTIMA O TORNEIO DE NATAL DE TÉNIS DE MESA



publicado por Carlos Gomes às 00:06
link do post | favorito
|

OURÉM: CONCERTINAS E FOLCLORE ANIMAM FESTA DE ANO NOVO NA FREIXIANDA



publicado por Carlos Gomes às 00:05
link do post | favorito
|

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM APRESENTA FADO DE COIMBRA

Espetáculo conduzido pelo grupo “Fado ao centro” interpretando a Canção de Coimbra com base nas tradições musicais. Pretende-se desenvolver uma empatia com o público, buscando integrar no imaginário tradicional novas abordagens refrescantes, dentro da atual cena musical de Coimbra e de Portugal.

O espetáculo será acompanhado de jantar em ambiente de tertúlia.

Inscrições: 12,50 €

Inscrição obrigatória no Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00 – Tel: 249 540 900 (ext. 6831); Tlm: 919 585 003; e-mail: museu@mail.com-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2012
PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM, DR. PAULO FONSECA, APRESENTA COMUNICAÇÃO ESCRITA À ASSEMBLEIA MUNICIPAL

380888_292567077435203_1453277249_n

COMUNICAÇÃO ESCRITA DO SR. PRESIDENTE DA CÂMARA

27/12/2012

Exma. Senhora Presidente da Assembleia Municipal,

Senhores Secretários

Senhores Deputados Municipais

Senhores Vereadores

Comunicação Social e Público Presente

Saúdo todos os presentes e todos os cidadãos do concelho de Ourém, na pessoa da Exma. Presidente da Assembleia Municipal.

Continuamos a reforçar e a concretizar a modernização administrativa do Município de Ourém. Por mais que exista quem gostasse que tudo continuasse na mesma, implementámos eficiência nos procedimentos administrativos com a concretização do pagamento de taxas municipais através de multibanco, diferenciámos o tratamento de projectos na área do urbanismo, em função da sua complexidade, reduzindo assim o tempo de análise dos projectos desde que devidamente instruídos. Estamos assim, mais perto dos cidadãos! Criámos os Balcões de Atendimento em Freixianda, Caxarias e Olival que permitem não só a ligação directa ao Município, como prestam apoio nas diversas solicitações relativas a procedimentos da Segurança Social, Centro de Emprego, e ainda o Gabinete de Apoio ao Emigrante que garante o apoio aos munícipes que tenham estado emigrados, estejam em vias de regresso ou que ainda residam nos países de acolhimento. Para que possamos aferir da importância destas estruturas, nada melhor do que olhar para o número de pessoas que recorrem a estes Balcões. Desde a última Assembleia Municipal ordinária, em Setembro, e até ao dia 20 de Dezembro foram atendidas 458 pessoas no Olival, 439 em Freixianda e 721 em Caxarias num total de 1618 pessoas. Repito, 1618 pessoas que não precisaram de vir a Ourém à Segurança Social, à Câmara Municipal ou ir ao Centro de Emprego a Tomar ou a Lisboa. Estamos assim, mais perto dos cidadãos! Reduzimos os modelos de ofícios num processo de desmaterialização sem precendentes. Passámos de 92 modelos para 6. Repito, passámos de 92 para 6 modelos. Estamos assim, mais perto dos cidadãos! Hoje, nesta Assembleia apresentamos quatro novos Regulamentos Municipais. Orgulhamo-nos destes avanços, que representam o esforço do executivo e dos técnicos municipais em prol dos nossos concidadãos. Estas realidades deixam orgulhosos todos os que realmente se preocupam com o Município de Ourém. Aproveito para agradecer publicamente à vereadora Lucília Vieira, ao vereador Nazareno do Carmo e aos técnicos municipais o seu profissionalismo e esforço pelo que hoje aqui apresentamos.

Tendo continuado a surgir várias anomalias com o serviço de TDT no concelho de Ourém, enviámos, novamente, uma exposição à ANACOM onde informámos das múltiplas reclamações dos munícipes de Alburitel, Atouguia (Fontainhas da Serra), Casal dos Bernardos (Casalinho, Casais Galegos, Salgueira de Cima, Salgueira do Meio e Salgueira de Baixo), Cercal (Cercal e Ninho de Águia), Fátima (Alveijar, Boleiros, Casal de Santa Maria e Giesteira) e na freguesia de Matas, relativamente à perda de receção, sinal fraco e de pouca qualidade da TDT. Esta é também a nossa responsabilidade na defesa dos interesses dos consumidores do concelho.

Recebemos na Vila de Freixianda mais de duas centenas de jovens provenientes de vários pontos do país, no encontro do “Jovens Sem Fronteiras”. Este movimento que faz a animação missionária nas paróquias consciencializando-as da dimensão universal da Igreja, esteve entre nós em momentos de oração, conferências, oficinas temáticas, espectáculos culturais. Manifestei-lhes, em nome do Município, a necessidade de que os jovens possam dar um contributo muito sério para que a nossa sociedade mude para melhor, e de gratidão por nos ajudarem a despertar consciências.

Pelo terceiro ano consecutivo o concelho esteve presente na Feira de Turismo das Américas. Este é um dos mais importantes certames turísticos do Mundo. Uma participação enquadrada pelo GAPAE, ACISO e do Município de Ourém tendo resultado do esforço empreendedor e financeiro das empresas Fátima Hotels, Lux Hotels, Fátima Caminhos, Quasar Viagens e Argon Travel. Sendo o Brasil um mercado de interesse estratégico para nós, esta participação individualizada só foi possível graças à dimensão internacional da marca Fátima que só por si garantiu uma forte atração ao stand e a perspetiva de um elevado número de contactos de negócio.

Também em Fátima recebemos o Workshop Internacional de Turismo Religioso, que organizámos pela primeira vez. Estiveram presentes operadores turísticos nacionais, agentes de viagens e hoteleiros, entre outros empresários especialmente vocacionados para o Turismo Religioso. De registar a presença de operadores e líderes de opinião do Brasil, E.U.A., Polónia, Irlanda, Espanha, França, Itália, Bélgica, Holanda, Reino Unido, Suécia, Rússia, Alemanha e México. Reforçar a importância do Turismo Religioso no contexto do setor turístico mundial e afirmar internacionalmente Fátima, Ourém, e Portugal como destino privilegiado de Turismo Religioso foi o nosso propósito.

No âmbito da política de promoção internacional de Fátima e da região, vários jornalistas estrangeiros têm visitado Fátima para recolher informações sobre a cidade. Já recebemos jornalistas do Diário la Razón e do Diário ABC/Suplemento Alfa & Ómega, de Espanha, de Itália, a Rede VIDA, emissora católica com maior audiência no Brasil, num processo de recolha de imagens e testemunhos que irão promover a cidade e a região além fronteiras.

Recebemos a visita do Cardeal de Aparecida no Brasil, D. Raymundo Damasceno Assis, e do Reitor do Santuário Nacional de Aparecida, Padre Darci José Nicioli. Esta visita surge na sequência da missão empresarial realizada ao Brasil onde convidei os representantes do Santuário de Aparecida a visitar Ourém e Fátima. O ano de 2017 será o ano da celebração do Centenário das Aparições de Fátima e será também um momento de celebração para o Santuário de Aparecida pois comemora os 300 anos do aparecimento da imagem de N. Srª. de Aparecida. Pretendi definir estratégias para encetar um trabalho conjunto para a comemoração destas efemérides. Na receção oficial que realizámos neste edifício, com a presença do Reitor do Santuário de Fátima, foi assumida a vontade de todos em encontrar pontos comuns que permitam valorizar e desenvolver o turismo religioso de Aparecida e de Fátima. Afirmei e continuo a defender a abertura de Fátima para outros mercados mundiais que garantam a continuidade das centenas de estruturas de unidades hoteleiras, de restauração e comércio de Fátima e que empregam milhares de pessoas do concelho de Ourém. E, para além destas, toda a outra riqueza existente no concelho que urge apresentar e oferecer juntamente com o fenómeno religioso de Fátima. Importa ainda relembrar as estruturas industriais que produzem para Fátima. Estas são as “milhas” dos laços dos afectos, das pontes que fazem as ligações reais entre um Mundo que vive de diversificadas ofertas turísticas, que se mostram e se apresentam empenhadas em receber, em acolher, em partilhar. Não entender esta realidade e procurar obter um qualquer retorno imediato como se de uma troca de um alqueire de milho, por dois de cevada se tratasse, mais não revela do que uma visão limitada, pertencente a uma qualquer década de quarenta ou cinquenta de um: orgulhosamente sós…

E porque estamos a promover o concelho pelo seu todo, definimos um plano de recuperação para o Centro Histórico de Ourém. Depois de termos reconquistado as calçadas, procedido a beneficiações na cripta da Igreja Colegiada de Ourém, reposto a sinalética, beneficiado a Galeria Municipal e o espaço “Ucharia do Conde”, vamos consolidar e reconstruir muros e calçadas. Queremos preservar o Centro Histórico e garantir a segurança na Vila Medieval de Ourém. Também na perspectiva de dinamizar esta nossa riqueza histórica e patrimonial, assinámos um protocolo para a dinamização da antiga EB1 de Ourém, transformando-a na “Oficina do Castelo”. Este espaço servirá para ensaios de bandas, representações teatrais, acantonamentos de grupos no âmbito de residências artísticas e científicas e de apoio logístico a iniciativas culturais.

Inaugurámos na Vila de Caxarias as obras de alteração e ampliação da nova casa mortuária. Uma obra desenvolvida pela Junta de Freguesia de Caxarias com financiamento da Câmara Municipal de Ourém e que dignifica pela sua “simplicidade e dignidade”, como referiu o Reverendo Padre Bertolino, a população de Caxarias, a quem saúdo na pessoa do Sr. Presidente da Junta, Fernando Silva, e a quem também agradeço.

Ainda em Caxarias e no seguimento de vários contactos que o Município de Ourém desenvolveu nos últimos dois anos, conseguimos, finalmente, que a estação ferroviária desta Vila passasse a ter o estatuto de estação principal. Deste modo, passou a receber diariamente dois comboios internacionais: um com destino a Hendaye em França e outro até a capital espanhola, Madrid. O Sud Expresso e Lusitânia Comboio Hotel aumentam a oferta no nosso concelho o que muito nos gratifica.

Ao longo deste mandato temos avançado com a requalificação da Estrada Nacional 113-1 em Seiça, Ourém, à medida que os proprietários e o Tribunal nos permitem. As expropriações, a necessidade de refazer mais de um terço do projecto inicial que, por exemplo, não previa escoamentos de águas pluviais, passeios em alguns locais, grades de segurança para os transeuntes, entre outros, estão praticamente concluídas, persistindo, somente, o apoio das Estradas de Portugal para a construção de uma Rotunda no cruzamento da Alcaidaria, e a disponibilização de verbas municipais para a construção da variante junto à Junta de Freguesia de Seiça e da Rotunda no cruzamento para Caxarias. Saúdo o Presidente da Junta de Freguesia de Seiça pela forma empenhada com que tem acompanhado esta obras, assim como pela aprovação do projecto de financiamento para a construção de um Museu Arqueológico, face aos vários achados arqueológicos encontrados no terreno adquirido pelo Município de Ourém para o alargamento da via, em frente à sede da Junta de Freguesia de Seiça.

A Praça Mouzinho de Albuquerque já tem montado o palco permanente que permitirá concretizar a “Praça Concerto”, para a realização de espectáculos e dinamização do centro da cidade. Em Janeiro a iluminação será colocada, deixando assim este local com todas as condições e ao serviço das colectividades e associações do concelho.

Recebemos o Director Nacional da PSP, Valente Gomes na abertura das novas instalações da PSP de Ourém. Um investimento de mais de 280 mil euros por parte do Estado e de 100 mil euros do Município de Ourém no edifício contíguo e envolvente que garante, numa qualidade acima da média, todas as condições de trabalho dos agentes da PSP. Mais de 30 anos depois, e com a aposta do anterior governo, orgulhamo-nos de ter assinado o protocolo que possibilitou este investimento e que levará ainda ao pagamento mensal da renda pelo Ministério da Administração Interna.

Já apresentámos, permitam-me, como orgulho, os dados correspondentes ao stock da dívida municipal em atraso que refletem uma redução de cerca de 30% face ao volume verificado em 30 de setembro de 2011. Tendo por referência a data de 31 de outubro de 2012, verifica-se que o stock da dívida em atraso situa-se em 3.724.580,74€, ou seja, uma redução de 1.590.783€ (30%) em comparação com o volume apurado em 30 de setembro de 2011 (5.315.363,74€). O caminho faz-se caminhando, como referiu o poeta, mas sem cortar abruptamente com o investimento, que continuamos a efectuar nas áreas sociais, estamos a equilibrar as contas municipais, como aliás nos comprometemos face às contas municipais conhecidas de todos em Dezembro de 2009. Neste momento, e aguardando pela disponibilização das verbas do PAEL, o Município de Ourém tem todas as dívidas saldadas com os seus fornecedores até ao dia 30 de Outubro de 2012. Todos sabemos que existe quem desejasse um cenário terrivelmente negro. Tão negro que pudesse ser comparado com o tempo em que tiveram responsabilidades directas na gestão deste Município. Como que gostando de se comparar com o incomparável, só o algodão não engana, assim como as contas, reais da tesouraria municipal que transmitem confiança à banca nacional ao ponto de, no tempo de crise e desconfiança económica, terem manifestado a intenção de acederem ao empréstimo que lançámos e que vem a discussão a esta Assembleia.

Continuamos a desenvolver o dossier que entregámos ao Ministro da Administração Interna, ao Secretário de Estado da Segurança Social e ao Secretário de Estado das Autarquias Locais após os incêndios de Setembro. Temos reforçado as reuniões de trabalho onde identificámos as necessidades consolidando o Plano de Intervenção pós incêndio. Este Plano de Intervenção, recorde-se, está a ser desenvolvido em dois tempos distintos: a curto prazo, medidas mais urgentes; médio/longo prazo, as medidas estruturais. Deverá ainda integrar o recurso às candidaturas que estamos a apresentar e que aguardam aprovação do governo e de fundos comunitários.

Juntamente com o Santuário de Fátima e com a SRU abrimos ao trânsito o Túnel na Avenida D. José Correia Alves da Silva. Uma obra que garante a passagem dos veículos pelo subsolo, garantindo assim a necessária e devia tranquilidade, paz e segurança em torno do recinto do Santuário de Fátima onde o peregrino é a prioridade. Agradeço, publicamente a todos os intervenientes, contando a curto prazo que possamos estar presentes e inaugurar toda a obra com a sua conclusão.

Informo esta Assembleia que redigi uma carta ao representante do governo que anunciou o desejo individual e superior de reorganizar o Mapa das chamadas Nut's III ou Comunidades Intermunicipais. Integrando o concelho de Ourém a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo não posso aceitar que nos queiram integrar em Castelo Branco. Devido à nossa localização geográfica, ao longo de décadas, muito antes de existirem Nut's, sempre desenvolvemos uma ligação efectiva e afectiva com a região de Leiria, com o próprio concelho mas também com os da sua envolvente como sejam Batalha, Pombal, Porto de Mós, Marinha Grande, Alvaiázere, Ansião. Relembrei-o, ou informei-o, porque penso que ele desconhece as realidades sobre as quais, teoricamente está responsável, que o concelho de Ourém tem quase 50.000 habitantes que aqui residem, mais outros tantos emigrantes que cá regressam anualmente em férias, mais 5.000.000 que visitam Fátima por razões de fé, de espiritualidade, de turismo, de curiosidade cultural, sendo, por isso, de longe, o concelho de toda a região que apresenta maior dimensão e potencial e que pode, de alguma forma, constituir-se como motor de desenvolvimento de todos, na envolvente, havendo uma estratégia regional de desenvolvimento planeada. Mas que tal, quase nunca aconteceu. Transmiti-lhe que desejamos progredir numa esfera solidária com os nossos vizinhos e amigos e sabemos que só poderemos fazê-lo se se verificar uma inequívoca estratégia colectiva, quer na clareza das nossas relações institucionais, quer na possibilidade que o estado nos der através das suas imposições legais de organização. E tal é tão verdade como factual, ou seja por factos que lhe descrevi e que nos revoltam enquanto cidadãos que residem de São Jorge na Freixianda à Maxieira em Fátima. Nomeadamente de que o concelho de Ourém é maior que os outros mas o Hospital era em Tomar ou Torres Novas ou Leiria e agora é em Abrantes, a 70 km, fazendo com que os cidadãos andem a fazer viagens de ambulância, de uma forma bárbara e cruel, ao nível de um país do terceiro mundo, com um agravamento de despesas para o estado sem precedentes e num ambiente de desumanidade inaceitável. Que sendo o concelho de Ourém maior que os outros o Centro de Emprego e o Centro de Formação Profissional estão sedeados Tomar, assim como o Tribunal de Trabalho sempre esteve em. Que somos maiores que os outros concelhos e não obstante um volumoso investimento feito recentemente no Tribunal de Ourém pelo estado, esse mesmo estado decidiu organizar o mapa judiciário e sediou as valências nos Tribunais de Tomar e de Santarém, onde existem menos processos em curso. Que sendo o concelho de Ourém maior que os outros que o estado organiza os Agrupamentos de Saúde e a sede fica no concelho de Torres Novas. Que sendo o concelho de Ourém maior que os outros mas a sede da Região de Turismo fica em Leiria. Que sendo o concelho de Ourém maior que os outros é em Tomar que estão situados os serviços do Ministério da Agricultura. Que sendo o concelho de Ourém maior que os outros mas a Direcção Geral de Veterinária tem a sua delegação em Tomar. Que sendo o concelho de Ourém maior que os outros mas a sede e delegações da Comunidade Intermunicipal sempre ficaram fora, em Tomar, Constância e Abrantes. Que sendo o concelho de Ourém maior que os outros mas é em Tomar e Leiria que existem Institutos Politécnicos. Entre outros exemplos que lhe poderia dar, e que aqui poderíamos analisar e reflectir. Manifestei ao Presidente da CCDR Centro que já basta de tanto atropelo e de tanta falta de consideração para com Ourém. Apesar de integrarmos a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, e devido às fortíssimas relações com a região de Leiria, o Município de Ourém continua a integrar várias ligações institucionais em Leiria: a AMLEI, a ENERDURA, o Turismo que agora foi extinto, a ADAE, entre outras, continuando, portanto, a verificar-se uma ligação afectiva e efectiva que encontra eco nas relações empresariais, institucionais, autárquicas, pessoais, religiosas. Não aceito, por tudo isto, que queiram alargar a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo a muitos concelhos do distrito de Castelo Branco tais como Proença-a-Nova, Oleiros, Idanha-a-Nova, Castelo Branco, Vila Velha de Ródão, Sertã. Possuindo Ourém esta forte ligação a Leiria, que dista 20 km não aceitarei, e penso que poderei colocar este desígnio em nome de todos nós, não aceitaremos ficar numa Comunidade Intermunicipal que vai até à fronteira com Espanha. Nada temos, nada nos move contra qualquer dos concelhos referidos, mas, simultaneamente, e na mesma medida, todas as razões temos, tudo nos pode mover para integrar a Comunidade Intermunicipal do Pinhal Litoral, cuja sede se situa em Leiria. Ou seja, ou se mantém tudo onde está ou deixem-nos mudar para Leiria!

Por fim, e porque a intervenção de hoje já se estendeu mais do que é habitual, deixem-me elencar alguns últimos pontos.

Torna-se preocupante o facto de entre Maio e Outubro deste ano já termos servido 26 mil refeições nas 4 Cantinas Sociais que criámos recentemente. Um facto que nos deve fazer reflectir.

Continuamos a cumprir o objectivo de desenvolver um Município com excelência na área social. Depois de termos apoiado, e também por esta Assembleia, as construções de Lares em Matas e Urqueira, a conclusão do Lar em Gondemaria, o financiamento do Apoio Domiciliário em Casal dos Bernardos, aberto 5 novos Centros Escolares, iniciado a construção de mais 3 Centros Escolares, comprado o terreno para a Construção da Lar/Residencial do CRIO e comprometido o Município de Ourém com uma verba que cubra a componente nacional da obra, ainda pagámos as obras da APDAF em perto de meio milhão de euros. Temos presenciado a dinamização do Centro Comunitário de Voluntariado com diversas campanhas, com resultados que todos aplaudimos. O Fórum Solidário, o Encontro de Gerações, assim como a comemoração do Dia Internacional do Idoso e da Eliminação da Violência contra as Mulheres, o empenhado, discreto e profícuo trabalho da CPCJ, terminando com a candidatura ao Programa Escolhas que visa combater o insucesso escolar, a exclusão social, a baixa escolaridade e que visa traçar novos rumos para os jovens em risco no nosso concelho, dignificam todos aqueles que empenhada e dedicadamente disponibilizam as suas energias para estas causas.

Agradeço igualmente a todos os que se têm empenhado em elaborar os levantamentos e caracterizações para a revisão do PDM, do PUFátima, do PUOurém e todo um trabalho de gestão do território que continua muito burocratizada em Lisboa. Deixo, assim, ao vereador José Alho uma palavra de agradecimento pelo seu empenho pessoal e da equipa que lidera.

A diminuição do número de recursos humanos afectos à Divisão de Obras Municipais devido a licenças sem vencimento de trabalhadores, e reformas, tem dificultado a operacionalidade das Brigadas de Intervenção Territorial. Como informámos, inicialmente, as Brigadas de Intervenção Territorial iriam funcionar por um período experimental de 6 meses. Passado esse tempo, importa agora reestruturar as mesmas e adequá-las às realidades locais, assim como aos recursos existentes.

Estamos a acompanhar, presentemente, 16 candidaturas comunitárias no concelho de Ourém, ilustrando, assim, a aposta a que nos comprometemos. Não contem com este executivo para obras megalómanas. Contem com este executivo, e face às restrições que todos conhecemos, investir nas prioridades que as pessoas precisam e não uma qualquer lista, como se de compras de supermercado se tratasse.

Por fim, apelo a uma análise da informação da Divisão de Gestão Financeira, que consta neste documento, e onde se constata a recuperação financeira, o estado de saúde da nossa contabilidade que nos garante a sustentabilidade das nossas estruturas, face às necessidades do concelho, e para as quais vamos continuar a trabalhar. Mais detalhadamente, segue informação de todos os serviços municipais.



publicado por Carlos Gomes às 19:54
link do post | favorito
|

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ORGANIZA EM JANEIRO OFICINA DE CONSERVAÇÃO PREVENTIVA DE MADEIRAS



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012
ORQUESTRA DE SOPROS DE OURÉM COMEMORA 27 ANOS DE EXISTÊNCIA



publicado por Carlos Gomes às 20:10
link do post | favorito
|

FÁTIMA: MONTAMORA ORGANIZA TORNEIO DE NATAL DE TÉNIS DE MESA



publicado por Carlos Gomes às 20:05
link do post | favorito
|

VINHO DA QUINTA DO MONTALTO DISTINGUIDO COM MEDALHA DE PRATA EM CONCURSO INTERNACIONAL

A Quinta do Montalto arrecadou mais uma medalha de prata com o seu vinho Cepa Pura Aragonez reserva 2011, no Estoril Organic Wine Contest 2012, o primeiro concurso de carácter internacional, exclusivo para vinhos BIO, realizado em Portugal. Participaram 203 vinhos e foram atribuídas somente 7 medalhas uma das quais de ouro e as restantes de prata.



publicado por Carlos Gomes às 18:54
link do post | favorito
|

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ABRE AS PORTAS À MÚSICA



publicado por Carlos Gomes às 18:49
link do post | favorito
|

FREIXIANDA: UM PROGRAMA ELEITORAL PARA RECORDAR…

Requalificação e repavimentação de estradas, urgente implementação da zona industrial, ligação do norte do concelho ao IC9, projetar e concluir o saneamento básico, criação de espaços lúdicos e de lazer assim como uma maior arborização da vila, requalificação e promoção das fontes e conversão do antigo edifício da Junta de Freguesia para área cultural foram algumas das propostas apresentadas pelo Movimento Viva Melhor (MVM), em outubro de 2009, aos eleitores da Freguesia da Freixianda.

As próximas eleições autárquicas deverão realizar-se antes do fim do próximo ano. Entretanto, aqui fica um programa eleitoral que parece manter toda a atualidade!



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2012
OURÉM: FREIXIANDA PREPARA FESTA DE ANO NOVO



publicado por Carlos Gomes às 15:04
link do post | favorito
|

FÁTIMA: MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA EXPÕE OBRAS SOBRE A NATIVIDADE



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Terça-feira, 25 de Dezembro de 2012
OURÉM: EXPOSIÇÃO DE PINTURA DOS ALUNOS DE ARTES ENCERRA AMANHÃ

Exposição de Pintura “Details”

05 a 26 de dezembro | de 2ª a 6ª feira das 14.00H às 17.00H

Inauguração 05 de dezembro | 15.00H

Sala de Exposições Paços do Concelho

“Details” é o convite a um novo olhar, mais detalhado e próximo sobre o que nos rodeia na procura da beleza, das emoções e soluções criativas e artísticas dos desafios da vida contemporânea.

A exposição integra um conjunto de trabalhos artísticos desenvolvidos pelos alunos da escola de artes AMARTE em Ourém, Abrantes, Mação e Sertã.

Entrada Livre 



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2012
A FAMÍLIA REAL PORTUGUESA DESEJA BOAS FESTAS A TODOS OS PORTUGUESES



publicado por Carlos Gomes às 19:22
link do post | favorito
|

BRUNO RICARDO, ORGANISTA FATIMENSE, DESEJA-LHE BOAS FESTAS!

Venho por este meio saudar e agradecer a todos os amigos (as), a comissões de festas, associações, coletividades, Gerentes de serviços hoteleiros, Convívios particulares e tantos outros membros de eventos.

Agradeço o quanto me apoiaram, ajudaram de algum modo, influenciaram e marcaram presença se divertindo, em tantos eventos festivos durante este ano de 2012 na companhia do Organista Bruno Ricardo Os meus votos sinceros de um Santo e Feliz Natal, e de um Próspero Ano Novo de 2013, com paz, muita saúde, muita felicidade ultrapassando todas as dificuldades do nosso dia-a-dia durante todo o ano.

Um brinde ao leitor e restantes familiares.

O meu MUITO OBRIGADO. Apresento os meus melhores cumprimentos.

Boas Festas.

Organista Bruno Ricardo

Casa Velha – Fátima

2495-350 Fátima

Portugal

https://www.facebook.com/organistabrunoricardo

br.rickardo@gmail.com

Tlm: 919 174 105



publicado por Carlos Gomes às 19:08
link do post | favorito
|

INVENTÁRIO DOS BENS PAROQUIAIS DA FREIXIANDA EFETUADO EM 6 DE AGOSTO DE 1930

“Auto de arrolamento

Aos seis dias do mez de Agosto do ano de mil novecentos e trinta nas localidades abaixo mencionadas, da freguesia da Freixianda, do concelho de Vila Nova de Ourém, onde eu João Nepomuceno Alves da Mota, Informador Fiscal no desempenho das minhas funções e como delegado do Chefe da Repartição de Finanças deste concelho, achando-se presente neste auto o Senhor Adriano da Conceição, Administrador do concelho e Presidente desta Comissão e ainda Antonio Correia Duarte, casado, proprietario, Presidente da Junta da mesma freguesia, se procedeu ao arrolamento de todos bens moveis e imoveis e afectos ao exercício do culto e sustentação dos seus ministros; pela ordem seguinte: CAPELA DA AVANTEIRA – Uma capela – Uma cineta no campanario – Uma imagem de São Pedro e Um altar sem retábulo; - CAPELA DA RAMALHEIRA – Uma capela com sacristia – Um altar sem retábulo – Um missal com estante – Uma caixa – Uma meza – Um paramento composto de casula, estola, e manípulo – Uma alva com cingulo e amito – Uma imagem de Santa Ana – Uma toalha – Dois castiçaes de lata e um crucifixo; - CAPELA DA CHARNECA – Uma capela com sacristia e adro – Um altar sem retabulo – Uma meza – Um missal – Uma estante – Dois toalhas – Dois castiçaes – Um confessionario e Uma imagem de Nossa Senhora do Amparo – CAPELA DE SÃO JORGE – Uma capela com sacristia, adro e logradouros - Uma cineta, no campanario – Um altar sem retabulo – Dois castiçaes – Duas toalhas – Um paramento composto de casula, estola, manípulo, bolsa e véu – Uma alva com cingulo, cordão e amito – Uma meza – Um missal – Uma estante e Uma imagem de São Jorge – CAPELA DO ARNEIRO – Uma capela com sacristia – alpendre e logradouros – Uma sineta no campanario – Uma meza – Um altar sem retabulo – Um banco – Um andor – Um confessionario – Um calix - Um paramento composto de casula, estola, manípulo, bolsa, véo e corporaes - Uma alva com cingulo e amito – Um missal – Uma estante – Uma imagem de Santa Marta e dois castiçaes e um crucifixo – CAPELA DA CACINHEIRA – Uma capela com sacristia – e dependencias - Uma sineta no campanário – Uma caixa para roupa – Um altar sem retabulo – Dois castiçaes com uma cruz – Uma imagem de Santo Antonio – Uma imagem de Santa Luzia – Uma alva, amito e cingulo - Um paramento composto de casula, estola, manípulo, bolsa e véo – Tres toalhas – Um missal – Um calix e uma estante – CAPELA DA PERUCHA – Capela com torre, sacristia, arrecadação, adro e logradouros – Uma sineta – Tres altares com seis castiçaes – tres cruzes e um sacrario – Um arcaz com gavetas – Uma meza – Uma lampada – Dois confessionarios – Dois bancos – Uma cadeira – Um vaso de metal – Uma imagem de São Miguel – Um paramento para celebrar missa, com casulo, estola e manipulo – Uma alva, cingulo e amito – Cinco toalhas – Um calix de prata – Uma bolsa de corporaes com veu – Dois tocheiros e Um manto para a imagem – IGREJA DA FREIXIANDA – Igreja paroquial com sua torre, sacristias, dependencias e respectivo adro anexo – Dois sinos de bronze – Sacrario – Uma cruz e seis castiçaes de madeira – Cinco altares de madeira, com desasseis castiçaes de madeira e quatro cruzes com crucifixos – Uma imagem de Nossa Senhora da Purificação em pedra – Uma imagem e São Sebastião em pedra – Uma imagem de Santo António, em madeira – Uma imagem de Santo André, em madeira – Uma imagem de São José, em madeira – Uma imagem de São Lourenço, em pedra – Uma imagem de São bartolomeu, em madeira – Uma imagem de Santa Luzia, em pedra – Uma imagem de São Luís, em madeira – Uma imagem da Senhora das Dôres, em madeira – Um arcaz com gavetas para guardar paramentos – seis bancos de pau de pinho e choupo – Cinco lampadas de metal amarelo ou latão – Uma caldeirinha de latão – Um turibulo e uma naveta de metal amarelo – Um calix de prata – Um relicário de prata – Uma custodia de prata – Um vaso para sacrario, de metal – Um lustre de vidro – Quatro lanternas – Uma umbela – Tres ciriaes – Uma talha de barro – Uma meza – Seis confessionarios – Um guião de damasco vermelho – Duas capas de asperges – Cinco casulas e suas pertenças – Tres alvas com tres amitos e cíngulos – Cinco bolsas de corporaes – Cinco véos de calix – Dés toalhas para altares – Duas toalhas para lavabo – Duas sobrepelizes – Dois mantos para imagens – Um palio com varas – oito opas vermelhas – Um reposteiro – Duas corôas de prata e um resplendôr – Dois missaes – Duas estantes para missal – Dois rituaes – Quatro solitario -. E não havendo mais nada a inventariar se encerrou este auto que vae ser assinado pela Comissão de Inventario depois de lido por mim.”

Fotos: primeira e última página do "Auto de arrolamento".

Informação gentilmente cedida pelo Arquivo Municipal de Ourém



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Domingo, 23 de Dezembro de 2012
HISTÓRIAS DE OURÉM SÃO O PRESENTE DE NATAL DESTE ANO!

Este Natal ofereça HISTÓRIA(S) DE OURÉM!

Entre 1 e 24 dezembro aproveite a “Promoção de Natal” e ofereça livros sobre Ourém a preços reduzidos. Há livros a partir de 1€ e todos os livros incluídos na campanha terão 30% de desconto.

Aproveite esta oportunidade e ofereça HISTÓRIA(S) DE OURÉM!

Locais de Venda ao público: Biblioteca Municipal, das 9.00h às 18.00h.Museu Municipal – Casa do Administrador, de terça-feira a domingo, das 9.30h às 12.30h e das 14.00h às 18.00h. Galeria Municipal, de terça-feira a domingo, das 9.30h às 12.30h e das 14.00h às 18.00h.



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Sábado, 22 de Dezembro de 2012
O QUE É A XILOGRAVURA?

O Museu Municipal de Ourém vai nos próximos dias 12 e 19 de janeiro levar a efeito uma oficina de introdução às técnicas de gravura, entre as quais salientamos a xilogravura ou seja, a gravura que utiliza a madeira como matriz.

Trata-se de uma técnica inventada pelos chineses, cujo conhecimento apenas chegou à Europa durante a Idade Média. A xilogravura consiste na técnica de criar uma matriz de impressão em madeira, procedendo ao seu entalhamento com recurso a instrumentos cortantes como a navalha ou a goiva, após o transporte de uma imagem a partir de uma folha de papel ou outro suporte. Na realidade, trata-se de um processo com certas semelhanças à de um carimbo ou ainda à zincogravura utilizada em tipografia.

Uma vez criada a matriz, aplica-se um rolo de borracha embebido em tinta de modo a apenas tocar os relevos deixados pelo entalhe. Desse modo, a matriz em madeira vai possibilitar a impressão em alto-relevo no papel ou outro material adequado.

A mesma técnica pode ser utilizada com recurso a outros materiais de suporte para a conceção da matriz como sucede com o linóleo, designando-se neste caso como linoleogravura.

Entre os artistas portugueses que mais utilizaram estas técnicas, destaque-se Manuel dos Santos Cabanas, verdadeiro mestre da xilogravura cujos trabalhos artísticos podem ser admirados no Museu Municipal de Vila Real de Santo António.

Fotos: http://vivaescola.com.br/; http://nestahora.blogspot.pt/

Bocage, numa xilogravura de Manuel Cabanas



publicado por Carlos Gomes às 20:55
link do post | favorito
|

OURÉM ORGANIZA OFICINA DE DANÇA

Oficina ministrada por Sofia Ferreira, terapeuta do movimento

Através do ritmo da respiração, da visualização, do contacto, da improvisação, do movimento fluido e lento do Tai-Chi, a dança torna-se integradora entre o nosso interior e o que se expressa exteriormente.

Dançar com nós mesmos e com o outro abrindo e despertando todos os sentidos, expandindo o corpo para lá dele mesmo e deixando-nos levar pelo movimento autêntico que surge em todos nós de forma espontânea e natural.

Inscrições: 6 €

Inscrições no Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00 – Tel: 249 540 900 (ext. 6831); Tlm: 919 585 003; e-mail: museu@mail.com-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 18:45
link do post | favorito
|

OURÉM ENSINA TÉCNICAS DE GRAVURA

Oficina ministrada por Sílvia Marieta

Pretende-se apresentar e experimentar as técnicas básicas de gravura a relevo, em linóleo e em madeira. Serão trabalhados estes dois materiais, com ferramentas destinadas para o efeito. Serão criados desenhos e/ou imagens, por cada um dos formandos, em superfícies de linóleo e de madeira, através de incisões e sulcos produzidos por goivas, x-ato, entre outros. Após e durante a criação da imagem serão realizadas estampagens (impressões) sobre papel, a partir das matrizes de linóleo e de madeira, em prensas próprias para o efeito.

Inscrições: 25 €

Para o público em geral a partir dos 16 anos

Mínimo: 3 participantes

Máximo: 8 participantes

Inscrições no Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00 – Tel: 249 540 900 (ext. 6831); Tlm: 919 585 003; e-mail: museu@mail.com-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 18:34
link do post | favorito
|

OURÉM APRESENTA FADO DE COIMBRA

Espetáculo conduzido pelo grupo “Fado ao centro” interpretando a Canção de Coimbra com base nas tradições musicais. Pretende-se desenvolver uma empatia com o público, buscando integrar no imaginário tradicional novas abordagens refrescantes, dentro da atual cena musical de Coimbra e de Portugal.

O espetáculo será acompanhado de jantar em ambiente de tertúlia.

Inscrições: 12,50 €

Inscrição obrigatória no Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00 – Tel: 249 540 900 (ext. 6831); Tlm: 919 585 003; e-mail: museu@mail.com-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 18:22
link do post | favorito
|

FREGUESIAS PROTESTAM JUNTO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTRA A SUA EXTINÇÃO

Em defesa das suas freguesias, afluíram esta tarde a Lisboa milhares de pessoas oriundas das mais diversas regiões do país para cantar os reis e apelar ao veto por parte do Presidente da República do projeto de lei da Reorganização Administrativa Territorial Autárquica. Entre elas contavam-se numerosos autarcas em representação de juntas e assembleias de freguesia e também vários grupos de música popular e tradicional.

ConcentraçãoFreguesias 073

A concentração, convocada pela Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), visou sensibilizar o Presidente da República para a necessidade de se implementar “um debate e reflexão livres sobre a temática e não uma reforma imposta” que a ser aplicada, mais não representa em termos financeiros do que 0,1% do Orçamento de Estado, com graves consequências sobretudo para as populações das regiões do interior. Refira-se que o novo mapa prevê a redução de 1.165 freguesias das 4.259 atualmente existentes.

A contrastar com o ambiente pacífico e ordeiro da concentração encontrava-se o grande aparato policial que vedou por completo toda a área circundante do Palácio de Belém. Um fato, aliás, realçado pelos presentes que não deixaram de lembrar a falta de policiamento que frequentemente se verifica em muitas localidades.

ConcentraçãoFreguesias 054

ConcentraçãoFreguesias 065

ConcentraçãoFreguesias 030

ConcentraçãoFreguesias 026

ConcentraçãoFreguesias 019

ConcentraçãoFreguesias 004



publicado por Carlos Gomes às 18:06
link do post | favorito
|

ALEJANDRA MAJEWSKI EXPÕE ESCULTURA NA GALERIA MUNICIPAL DE OURÉM

Exposição de Escultura

Alejandra Majewski

07 de dezembro a 06 de janeiro

Galeria Municipal de Ourém

Alejandra Majewski nasceu em Sindelfingen, na Alemanha. Estudou na Escola Nacional de Belas Artes “Manuel Belgrano”, de Buenos Aires e aperfeiçoou os estudos nas oficinas do “Incentivo de Belas Artes”, fazendo a sua primeira exposição coletiva em 1970, no primeiro salão de Jovens artistas de Buenos Aires, na Argentina. Em 1981 mudou-se para Espanha, onde estudou na Escola de Cerâmica de Moncloa.

Entrada livre.

Horário: 3ª a domingo das 09.30H às 12.30H e das 14.00H às 18.00H



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2012
SOLSTÍCIO DE INVERNO: HOJE TEMOS A NOITE MAIS LONGA DO ANO!

Registou-se hoje o Solstício de Inverno do ano de 2012. Quer isto dizer que, neste dia, o sol esteve mais longe do hemisfério norte, atingindo a maior distância angular em relação ao plano que passa pela linha do equador. O termo solstício provém do latim “sol” e sistere “que não se move”, fazendo alusão à aparente fixação do sol ao meio-dia, como se realmente se imobilizasse no céu. A sua ocorrência encontra-se na origem de numerosos cultos e celebrações pagãs entre as quais as celebradas pelos romanos sob a designação de “Natalis Solis Invictus”, dando começos às saturnais, ritos sobre os quais foram edificadas as atuais celebrações natalícias cristãs.

Stonehenge-Wikimedia-Commons-600x399

OS SOLSTÍCIOS E AS RELIGIÕES

“Há indicações de que o homem primitivo desde cedo soube relacionar o dia com o Sol e a noite com a sua ausência, e nos casos dos povos que viviam mais afastados do equador, decerto distinguiriam duas épocas principais ao longo do ano, uma de frio e outra de calor. Estes conceitos ter-lhe-ão servido não só como base para organizar as suas diversas actividades, mas também dado origem aos cultos solares, com o Sol, a nossa grande fonte de calor e de luz, a ser proclamado como “rei dos céus” e “soberano do mundo”. Estes primeiros conceitos religiosos deverão ter tido influência marcante sobre todas as religiões e crenças posteriores.

Por outro lado, desde os tempos das antigas civilizações, o homem imaginou os solstícios como aberturas opostas do céu, semelhantes a portas, por onde o Sol entrava e saía, ao terminar o seu curso, em cada ciclo tropical.

No panteão romano, a personificação de tal conceito foi o deus Janus, representado como uma divindade bifásica; o seu próprio nome mostra essa implicação, já que deriva de «janua», palavra latina que significa “porta”. Por isso, ele era também conhecido como Janitur, ou seja, porteiro, sendo representado com um molho de chaves na mão simbolizando ser ele o guardião das portas do céu. Posteriormente, essa alegoria passaria, através da tradição popular cristã, para São Pedro, mas já sem qualquer relação com os solstícios.

Janus era um deus bicéfalo, com duas faces simetricamente opostas. Tal representação simbolizava a ideia de que estaria a olhar com uma das faces para o passado e com a outra para o futuro.

Os solstícios ocorrem cerca de 21 de Junho e de 21 de Dezembro e correspondem aos pontos em que vemos o Sol mais afastado da vertical do equador. Os paralelos terrestres em que nessas datas o Sol, ao meio-dia, é visto na vertical recebem respectivamente os nomes de trópico de Câncer e de trópico de Capricórnio, apesar de actualmente nada terem a ver com as constelações do mesmo nome.

Desde há milhares de anos que os mais diversos povos assinalam os solstícios como datas importantes. Nuns casos as celebrações revestiam-se de carácter festivo, enquanto noutras as cerimónias mostravam preocupação. É o caso dos Incas que vendo o Sol cada vez mais a norte no solstício de Junho, receavam que não regressasse e imploravam-lhe que retrocedesse.

Com o tempo, essas tradições terão sido influenciadas e assimiladas pela Igreja, tendo acabado por se confundir. É o caso do solstício de Junho, pois ocorre em data muito próxima da comemorativa de São João Baptista (24 de Junho). Mas onde essa conjugação é mais evidente é na celebração do solstício de Dezembro, que se confunde não só com as festividades de S. João Evangelista (27 de Dezembro), mas em especial com as do dia de Natal (25 de Dezembro).”

Carl Sagan



publicado por Carlos Gomes às 22:38
link do post | favorito
|

COMO CONFECIONAR A LAMPREIA À MODA DE OURÉM?

A lampreia é um ciclóstomo que pode ser encontrado por esta altura e até ao início de maio, nalguns cursos de água em Ourém, mormente na Ribeira de Seiça. É a época em que sobem os rios para desovar e reproduzir-se. As especialidades gastronómicas baseadas na lampreia constituem iguarias que chegam a atingir preços astronómicos, em grande medida devido ao seu caráter sazonal. A confeção da lampreia atrai anualmente milhares de turistas a algumas regiões do nosso país, mormente o Minho e aqui, bem perto de nós, a cidade de Tomar, representando uma importante fonte de receitas para o comércio local.

lampreia_a_bordalesa_-_site

Ao contrário do que por vezes se pretende, não é a captura da lampreia ou de outras espécies que coloca em risco a sua sobrevivência mas a poluição e outros atentados ambientais. Pelo contrário, o interesse que a mesma representa nomeadamente para a economia local leva a que sejam tomadas medidas de preservação e estabelecidas regras legais de captura.

Apesar de a lampreia ser capturável nos cursos de água do Concelho de Ourém, esta especialidade não entrou ainda nos hábitos locais nem gera receitas para a nossa região. Mas, nunca será tarde demais para provar e apreciar, razão pela qual deixamos aqui descrita a forma de a confecionar à bordalesa

1 lampreia

Vinagre

4 dentes de alho

1 cebola grande

1 ramo de salsa

1 colher de sopa de banha

1 folha de louro

Sal

Pimenta

Vinho branco

Escalda-se a lampreia com cuidado mergulhando-a rapidamente em água muito quente. Raspa-se ao de leve a pele com uma faca para a limpar de limos e outras viscosidades, mas sem lhe tirar a pele. Pode-se ajudar esfregando com um pano grosso, tipo linho, após o que se passa a lampreia por várias águas.

Em seguida, coloca-se numa vasilha funda para a sangrar, abrindo-se os orifícios que têm junto da cabeça. O sangue deve cair diretamente para a vasilha onde deve estar um pouco de vinagre ou vinho para que o sangue não talhe. Dá-se outro golpe junto ao umbigo e puxam-se as vísceras, sem rebentar. Golpeia-se transversalmente na barriga, desde a cabeça até à cauda, com o intervalo com que queremos cortar os toros, quando os quisermos separados.

Tira-se em seguida a espicha que a lampreia tem na cabeça, aprofundando o primeiro golpe com todo o cuidado para que saia inteira, pois, se rebenta ou fica qualquer bocadinho, dá mau gosto ao cozinhado.

Junta-se a cebola picada, os dentes de alho picados, o ramo de salsa, o louro, o azeite e a banha, tempera-se com sal e pimenta. Cobre-se com vinho branco. Deixa-se a marinar de um dia para o outro.

No dia seguinte leva-se a cozer em lume brando. Quando estiver quase cozida junta-se o arroz e deixa-se acabar de cozinhar.

Quem preferir, não junta arroz. Deixa cozinhar e serve com pão torrado

Claro está que esta receita pode ser adaptada ao paladar caraterístico das gentes de Ourém, mais inclinada para o sabor do catrepe e dos inseparáveis grelos de nabo e outros legumes, criando uma receita própria da nossa região. Pode também ser regado com o apreciado Medieval de Ourém.

- Resta-nos desejar-lhes bom apetite!



publicado por Carlos Gomes às 20:07
link do post | favorito
|

AFONSO LOPES VIEIRA: Ó LAMPREIA DIVINA!

img056.jpg

“Ó lampreia divina, ó divino arroz,

Comidos noite velha, em casa do Julião!

Sem ter ceias assim o que há-de ser de nós? Sofre meu paladar! Chora meu coração!”

Afonso Lopes Vieira

Reza a História que, ao tempo do Condado Portucalense, D. Teresa, mãe de D. Afonso Henriques, concedeu em 1125 ao Arcebispado de Tui o privilégio de tomar como suas as lampreias que apresassem no rio Minho, a montante da Torre da Lapela, a fim de abastecer os mosteiros e conventos por ocasião dos jejuns quaresmais. Mais recentemente, foi nas estantes da Biblioteca de Nápoles encontrado uma obra-prima da culinária portuguesa, remontando ao século XVI, com o título “Livro de Cozinha da Infanta D. Maria”. Com efeito, são inúmeras as referências históricas a tão afamada especialidade da nossa cozinha tradicional.

Dentro de pouco tempo, a lampreia subirá os rios para desovar, depositando sob as rochas ou em pequenos ninhos escavados no leito milhares de minúsculos ovos que garantirão a sobrevivência da espécie. E morrem. Após a desova, as larvas permanecem no rio até que, por meio de metamorfose se tornam adultas. Nessa altura, migram para o mar onde permanecem até atingirem a sua maturação sexual. Existem, porém, espécies de água doce como as que se encontram no rio Nabão e respectivos afluentes, sobretudo as ribeiras de Caxarias, Seiça e Olival.

A lampreia é um ciclóstomo muito procurado por conceituados gastrónomos e outros apreciadores da nossa culinária. Ela faz os requintes das melhores mesas das mais afamadas unidades hoteleiras, atraindo numeroso público a localidades do nosso país que mantêm a tradição da sua confecção esmerada e o requinte de bem servir. No Minho, a lampreia dos rios Cávado, Lima e Minho constituem o ex-líbris da gastronomia local a promover o desenvolvimento económico daquela região. Não admira, pois, o relevo que lhe é conferido pelas entidades que superintendem a promoção turística e os próprios estabelecimentos de restauração. Mas, também perto de Ourém, o vizinho concelho de Tomar recebe anualmente milhares de visitantes que de longe se deslocam a fim de degustarem um apetitoso e suculento arroz de lampreia regado com os bons vinhos da região.

A preservação da lampreia nos nossos rios depende também da importância que lhe atribuímos, nomeadamente como parte integrante da nossa alimentação. Ao contrário do que à primeira vista se possa imaginar, não é a pesca mas a poluição das águas e outros atentados ao ambiente que fazem perigar a sua sobrevivência.

Em virtude do período sazonal da desova, o seu consumo verifica-se geralmente entre Fevereiro e os finais de Abril. A partir daí, a lampreia apenas surge figurada na doçaria da Páscoa sob a forma de “lampreia de ovos”, e evocar as delícias de um prato que apenas pode voltar a ser apreciado no ano seguinte. Não admira, pois, que chegue inicialmente a atingir preços exorbitantes que, no entanto, não constituem razão que baste para desmotivar os melhores apreciadores de tão delicioso pitéu.

Refastelando-se na sua casa senhorial de Paredes de Coura, Aquilino Ribeiro, na sua obra “A Casa Grande de Romarigães” afirmava: “Não há como o arroz de lampreia, se lhe adicionarem uma colher de manteiga de pato”. Por seu turno, o poeta e gastrónomo António Manuel Couto Viana, no seu livro “Por horas de comidas e bebidas – crónicas gastronómicas”, dedica um capítulo inteiro à “lampreia divina”, como Afonso Lopes Vieira a designou. Escreveu Couto Viana o seguinte:

Já a correnteza das águas que jorram da vizinha Espanha se enfeitam com o aparato das estacas e redes, para prenderem, nas suas malhas, noite adiante, o fugidio ciclóstomo, a tentar disfarçar-se aos rés dos seixos do leito; o chupa-pedras tão apreciada por mim, quando de cabidela, afogado no arroz malandrinho, embebido no seu sangue espesso e escuro.

Também a fisga certeira, atirada, firme, dos altos, se os olhos penetrantes do pescador distinguem bem o vulto ondeante, faz içar a lampreia até às mãos ávidas, e lança-a, depois, para a vastidão de um saco que se quer a abarrotar.

(…)

Soberbo petisco! Com que gula a mastigavam os frades medievos torturados pelos jejuns quaresmais!

Com que gula a mastigo eu, em mesa que ma apresente opípara no arroz do tacho, em grossos toros aromáticos, ou à bordalesa, ou de escabeche, que nestas três artes se mantém ela tentadora e sápida”.

Com o talento dos mais consagrados artistas, cozinheiro após pelar a lampreia coloca-a num alguidar deitando sobre ela água a ferver. De seguida, abre-a da cabeça até ao fundo dos buracos e, junto à cauda, desfere-lhe um golpe para lhe retirar a tripa inteira. O sangue é guardado no mesmo recipiente onde a lampreia fica a marinar mergulhada em vinho tinto a que se juntam um ramo de salsa, uma folha de louro, um dente de alho, pimenta, colorau, sal e margarina. No dia seguinte, é feito um refogado onde é colocada a lampreia que fica a cozer durante cerca de quinze minutos, cuidando para que não se desfaça. Após o guisado, retira-se a lampreia. Ao caldo junta-se água no triplo do arroz que vai ao tacho e deixa-se ferver durante mais quinze minutos. Finalmente, serve-se numa travessa funda, cobrindo o arroz com a lampreia, golpeada em troços.

Agora, imagine, o estimado leitor deste artigo, quanto não pareciaria serirem-lhe, à mesa, num restaurante em Ourém, esta primorosa especialidade e, a acompanhar, o tão celebrado vinho medieval da nossa região. Estou absolutamente convencido de que se sentiria tratado como um príncipe e, decerto, jamais esqueceria tão delicioso repasto da gastronomia oureense. Com efeito, a lampreia banha-se nas águas das ribeiras desta terra à espera que a capturem e dela façam um dos motivos de divulgação e progresso do Concelho de Ourém!



publicado por Carlos Gomes às 20:03
link do post | favorito
|

NOVA ESPÉCIE DE LAMPREIA NAS RIBEIRAS DO CONCELHO DE OURÉM

Foi recentemente identificada uma nova espécie de lampreia, designada por Lampreia do Nabão de Auren, exclusiva da sub-bacia do Nabão, afluente da margem direita do Rio Tejo. A descoberta foi feita por investigadores da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa em colaboração com a Universidade de Évora e do Museu Nacional de História Natal e da Ciência.

Esta espécie agora identificada apresenta áreas de distribuição "muito restritas e fragmentadas" e com populações diminutas na sub-bacia do Nabão, nas ribeiras do norte do concelho de Ourém, devendo como tal ser classificadas como "criticamente em perigo" de extinção.

A direcção do núcleo regional da Quercus explica que agora que se reconheceu que esta lampreia é exclusiva do norte do concelho de Ourém - situação que traz acrescidas responsabilidades a todos os cidadãos do concelho e demais entidades para a sua conservação para o futuro - a Associação Nacional de Conservação da Natureza apela à necessidade de se conservarem as florestas ribeirinhas e os leitos do curso de água em toda a bacia hidrográfica para que não subsistam ameaças que coloquem a espécie no limiar da extinção.

Fonte: http://www.omirante.pt/



publicado por Carlos Gomes às 20:00
link do post | favorito
|

DEPUTADA ANABELA FÁTIMA (PS) QUESTIONA MINISTRO DO ECONOMIA E DO EMPREGO ACERCA DA ESTAÇÃO DE FÁTIMA

Estação de Fátima motiva pergunta da deputada Anabela Freitas

A estação de Fátima, sita na freguesia da Sabacheira, concelho de Tomar, assume uma particular importância na mobilidade quer dos cidadãos locais, quer dos turistas que visitam esta região

ng2245295

PERGUNTA AO MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO

A estação de Fátima, sita na freguesia da Sabacheira, concelho de Tomar, assume uma particular importância na mobilidade quer dos cidadãos locais, quer dos turistas que visitam esta região.

A estação de Fátima foi objeto de obras de requalificação, obras essas que apesar de feitas nunca os utentes beneficiaram das mesmas. Senão vejamos: após as obras a estação de Fátima encerrou as bilheteiras, encerrou a sala de espera dos passageiros e verificou uma diminuição da paragem do número de comboios, passando a parar numa outra estação que dista cerca de 15Km – Caxarias.

Com a construção e abertura do IC9, a estação de Fátima ficou com uma via rápida a ligar de forma célere e segura três cidades, a saber Tomar, Ourém e Fátima, sendo que o tempo técnico de acesso a Fátima é menor a partir da estação de Fátima, do que da, dita alternativa, de Caxarias.

Acresce ainda que o IC9 liga não só dois dos principais destinos turísticos da região, o Santuário de Fátima e o Convento de Cristo em Tomar, mas também os Mosteiros de Alcobaça e Batalha, sendo que só a Estação de Fátima, na sua atual localização serve com segurança e celeridade estes dois destinos turísticos. Sublinha-se ainda o facto de um número significativo da população estudantil frequentar o ensino superior em Coimbra. Ora o ponto de ligação mais próximo à linha do Norte é precisamente a estação de Fátima, onde as famílias e estudantes esperam à chuva pelo transporte. Assim sendo, e ao abrigo do disposto na alínea d) do artigo 156.o da Constituição da República Portuguesa, e da alínea d) do n.o 1 do art.o 4.o do Regimento da Assembleia da República veem a signatária perguntar ao Senhor Ministro da Economia e do Emprego:

1. Concorda o Sr. Ministro com o fato da estação de Fátima ter sofrido obras de requalificação, pagas pelo contribuinte, e não estarem a ser rentabilizadas?

2. Considera o Sr. Ministro que a supressão de comboios na estação de Fátima, não prejudica o Turismo, enquanto fator fundamental de desenvolvimento para a região, nomeadamente o turismo histórico e religioso, visto servir de elo de ligação entre o Convento de Cristo em Tomar e o Santuário de Fátima?

Palácio de S. Bento 14 de Dezembro de 2012

A Deputada Anabela Freitas

Fonte: http://www.rcegolega.com/

Foto: http://www.dn.pt/



publicado por Carlos Gomes às 19:56
link do post | favorito
|

O "AUREN" DESEJA-LHE BOAS FESTAS E FELIZ ANO NOVO!

tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 19:36
link do post | favorito
|

FREGUESIAS CONCENTRAM-SE AMANHÃ EM FRENTE AO PALÁCIO DE BELÉM



publicado por Carlos Gomes às 18:56
link do post | favorito
|

CONFRARIAS GASTRONÓMICAS DIVULGAM INICIATIVAS PARA 2013

capture2

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS CONFRARIAS GASTRONÓMICAS

Capítulos das Confrarias Federadas – 2013:

_ 2/3 de Março – Confraria Gastronómica dos Aromas e Sabores Raianos – Almeida

_ 09 de Março – Confraria Gastronómica “As Saínhas de Vagos” – Vagos

_ 23 e 24 de Março – Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada – Sangalhos

_ 06 de Abril – Real Confraria do Maranho – Pampilhosa da Serra

_ 23 de Abril – Confraria do Queijo de S. Jorge – Açores

_ 26, 27 e 28 de Abril – Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira – Madeira

_ 04 de Maio – Confraria do Queijo Rabaçal

_ 18 de Maio - Confraria Gastronómica Pinhal do Rei – Leiria

_ 15 de Junho – Confraria Gastronómica do Concelho de Ovar – Ovar

_ 29 de Junho – Confraria da Broa de Avintes – Avintes

_ 27 de Julho – Confraria do Bodo – Pombal

_ 08 de Setembro – Confraria da Chanfana – Vila Nova de Poiares

_ 28 de Setembro – Confraria Gastronómica da Panela ao Lume – Guimarães

_ 05 de Outubro – Confraria dos Gastrónomos do Algarve

_ 23 de Novembro – Confraria Queirosiana – Vila Nova de Gaia

_ 01 de Dezembro – Confraria da Raça Arouquesa – Arouca

Capítulos das Confrarias Não Federadas – 2013:

_ 12 de Janeiro - Confraria dos Sabores da Abóbora – Soza – Aveiro

_ 26 de Janeiro - Confraria Gastronómica do Frango do Campo – Oliveira de Frades

_ 26 de Janeiro – Confraria Gastronómica dos Enchidos – Montemor-o-Novo – Monte do Cortiço

_ 03 de Março – Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu – Águeda

_ 25 de Maio – Confraria dos Sabores de Coimbra – Coimbra

Eventos 2013:

_ 11 a 21 de Janeiro – Semana da Chanfana – Vila Nova de Poiares

_ 19 e 20 de Janeiro - Festa de S. Sebastião - Festa das papas de Abóbora – Soza

_ 01 de Fevereiro – XXI Feira/Festa do Pastor e do Queijo – Penalva do Castelo

_ 02 e 03 de Fevereiro – II Caça Sabores – Cantanhede

_ 08 a 10 de Fevereiro – Mostra Gastronómica “Sabores da Época em Terras do Demo – Vila Nova de Paiva

_ 15 de Fevereiro a 17 de Março - XXII “Festa do Sável e da Lampreia” – Gondomar

_ 23 e 24 de Fevereiro – XVI Festival da Lampreia de Penacova – Penacova

_ Fevereiro – Festa da Cabra: Chanfana, negalhos e ensopado de arroz – Mealhada

_ Fevereiro – Festa do Caldo e do Enchido – Carregal do Sal

_ Fevereiro – Festival de Iguarias Cinegéticas, Feira da Caça e da Pesca – Almeida

_ 09 e 10 de Março – XXIV Feira do Queijo, dos Enchidos e do Mel e IV Mostra de Gastronomia e Artesanato das Freguesias do Concelho – Tábua

_ 09 a 17 de Março – Rota da Lampreia e da Vitela – Sever do Vouga

_ 10 de Março – II Feira do Fumeiro – Vila Nova de Paiva

_ 16 e 17 de Março – XXII Festa do Queijo Serra da Estrela – Oliveira do Hospital

_ 23 de Março – IV Feira Gastronómica “Sabores Pascais” – Vila Nova de Paiva

_ 23, 24, 30 e 30 de Março – V Festival Gastronómico do Cabrito Estonado e do Maranho – Oleiros

_ 24 de Março – Feiro do Bolo de Ançã – Ançã

_ 26 de Março – Feira dos Nógados, pantufas e Bolo Finto – Vila Velha de

Ródão

_ 27 a 31 de Março – Páscoa de Sabores – Góis 30 e 31 de Março e 05 a

07 de Abril – Fim-de-semana do Cabrito – Miranda do Corvo

_ 30, 31 de Março e 01 de Abril – Mostra Gastronómica “Sabores da

Época em terra do Demo” - Vila Nova de Paiva

_ 30 de Março a 07 de Abril – Semana do Cabrito – Vila Nova de Poiares

_ Março – Festa do Folar – Pampilhosa – Mealhada

_ 01 a 30 de Abril – Mês do Cabrito – Castanheira de Pêra

_ 19 a 21 de Abril – 19ª Festa da Queijada de Pereira – Pereira -

Montemor-o-Velho

_ 20 de Abril – Festival das Sopas – Alameda da Carvalha – Sertã

_ 25 de Abril a 01 de Maio – Semana Gastronómica da Chanfana –

Miranda do Corvo

_ 26 a 28 de Abril – XV Mostra de Produtos regionais e III Feira do

Petisco – Pedrógão Grande

_ 28 de Abril – Feira de Usos e Costumes – Mortágua

_ 25 e 26 de Maio – XI Feira da Doçaria Conventual de Tentúgal –

Tentúgal - Montemor-o-Velho

_ Junho – Congresso dos Caldos de Bacalhau apunhetado e pataniscas

do dito - Almeida

_ 13 de Setembro a 13 de Outubro - XXII Festival Gastronómico “Hoje há

Caldo de Nabos” – Gondomar

_ Setembro – III Festival Ibérico da Sardinha – Confraria dos Aromas e

Sabores Raianos – Funetes de Onores

CAPÍTULOS de Confrarias – Cabo Verde:

_ 31 de Março de 2013 – Confraria Congrog - Ilha de Santo Antão



publicado por Carlos Gomes às 18:33
link do post | favorito
|

DR. PAULO FONSECA LÊ CONTO DE NATAL ÀS CRIANÇAS DE OURÉM

As crianças merecem a atenção dos adultos, incluindo dos poderes públicos, pois é nelas que reside a esperança da construção de uma sociedade melhor, mais justa e harmoniosa. Atento a essa realidade, o Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. Paulo Fonseca, reuniu-se com os oureenses mais jovens em pleno centro da cidade e, ao ar livre, leu-lhes um conto de Natal e com eles partilhou alguns momentos de alegria e muita imaginação.



publicado por Carlos Gomes às 18:06
link do post | favorito
|

APOSTOLADO DE ORAÇÃO PUBLICA LIVRO DE MEDITAÇÕES SOBRE O TEMA DO NOVO ANO PASTORAL NO SANTUÁRIO DE FÁTIMA

“Não tenhais medo – Fátima: mensagem de confiança”

Sob a chancela editorial do Apostolado de Oração (AO), o sacerdote jesuíta Dário Pedroso acaba de lançar o título “Não tenhais medo – Fátima: mensagem de confiança”.

Nas palavras do reitor do Santuário de Fátima, nas primeiras páginas da publicação, o livro apresenta “doze razões para acolher esta exortação de Nossa Senhora e convida a meditar e rezar cada uma delas”.

“Possa este livro do padre Dário ajudar-nos a viver mais intensamente o Ano da Fé e, nestes tempos de incerteza e dificuldade, conduzir-nos à confiança em Deus, que é sempre fiel e não esquece as suas promessas”, escreve o reitor, padre Carlos Cabecinhas.

Dividida em doze capítulos, a obra, da coleção “Pastoral”, explica, em 134 páginas, importantes dimensões da fé cristã, procurando ajudar o leitor a torná-las mais presentes e a testemunhá-las na sua vida.

“O esquema deste livro ajudar-nos-á a viver ao longo do ano, mês a mês, dia a dia, a graça de orar, de rezar mais e melhor, assimilando os temas e os textos, para que a graça nos ajude a ‘não ter medo’ ”, explica o padre Dário Pedroso.

A obra, que integra também um texto do sacerdote jesuíta Fernando Leite alusivo à aparição de maio de 1917, apresenta-se, sublinha o autor, como mais um meio de ajuda a “sermos mais fortes na fé e vivermos com mais audácia, para nada temer”.

“Possam estas páginas ajudar os cristãos a ser mais fortes na fé dando testemunho alegre de Jesus e do seu Evangelho”, são os votos do padre Carlos Cabecinhas para esta publicação.

Recorde-se que, para o novo ano pastoral que há pouco começou o Santuário de Fátima propõe aos seus peregrinos e visitantes o tema “Não tenhais medo”. A inspiração para este tema, explica o reitor, “partiu da promessa de Nossa Senhora à vidente Lúcia na aparição de Junho: ‘O meu Imaculado Coração será o teu refúgio e o caminho que te conduzirá até Deus’”.

“Procurando motivar a atitude de confiança, optou-se pela formulação sintética ‘Não tenhais medo’, exortação presente na Bíblia cerca de 365 vezes, desta forma ou com expressões similares”, sublinha também o padre Carlos Cabecinhas.

“Não tenhais medo – Fátima: mensagem de confiança”, em português, encontra-se à venda na Livraria do Santuário de Fátima em livraria@fatima.pt.

LeopolDina Simões



publicado por Carlos Gomes às 17:37
link do post | favorito
|

REAL ASSOCIAÇÃO DO MÉDIO TEJO DESEJA-LHE UM SANTO E FELIZ NATAL!

real postal 2012



publicado por Carlos Gomes às 17:16
link do post | favorito
|

LOJA DA MAJÓ DÁ AULAS PARA TODAS AS IDADES

O gosto criado na mãe já contagiou as filhas

007

O entusiasmo era tão grande que as mais novas chegaram primeiro e quiseram pôr logo mãos à obra!

004

Para finalizar as peças começadas na véspera (depois das aulas de tricô e croché, claro), havia trabalho para todas.

005

Entre artes decorativas e reciclagem com decoupage, as peças, antes sem graça, transformaram-se em peças decorativas e úteis.

006

Muito obrigada pelo carinho e pela boa disposição.

Fonte: http://lojadamajo.blogspot.pt/



publicado por Carlos Gomes às 14:11
link do post | favorito
|

JUVENTUDE OURIENSE REALIZA TORNEIO DE NATAL



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012
OURÉM: “MISSÃO SORRISO” DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA ALEGRA CORAÇÕES DOS OUREENSES

Durante dois dias consecutivos, uma equipa de vinte e quatro voluntários participou entusiasticamente na “Missão Sorriso”, uma iniciativa da Cruz Vermelha Portuguesa que contou com a colaboração do Município de Ourém, do Millennium-BCP e dos funcionários do Continente.

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 006

Deste modo, voluntários do Centro Comunitário de Voluntariado de Ourém e técnicos das áreas sociais estiveram nos dias 15 e 16 de dezembro, durante quase todo o dia, na superfície comercial “Continente” para recolher bens alimentares e produtos de higiene, os quais vão reverter na sua totalidade para as famílias carenciadas do Concelho de Ourém.

A generosidade dos oureenses rendeu 3165 ofertas de produtos variados que vão seguramente contribuir para que algumas famílias possam viver um Natal mais feliz e sentir um pouco menos as dificuldades com que as suas vidas diariamente se debatem. Tratou-se, com efeito, de uma “Missão Sorriso” que veio alegrar os corações de muitos oureenses!

Texto e fotos: José Santos

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 001

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 003

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 017

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 010

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 012

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 014

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 021

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 025

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 028

MISSÃO SORRISO - OURÉM  2012 029



publicado por Carlos Gomes às 22:03
link do post | favorito
|

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM PREPARA NOVAS SESSÕES DA OFICINA DE CONSERVAÇÃO PREVENTIVA DE MADEIRAS



publicado por Carlos Gomes às 21:00
link do post | favorito
|

JUVENTUDE OURIENSE ORGANIZA TORNEIO SOBRE RODAS



publicado por Carlos Gomes às 20:21
link do post | favorito
|

INSIGNARE DESEJA-LHE BOAS FESTAS!

image001



publicado por Carlos Gomes às 19:40
link do post | favorito
|

Da mensagem do Papa Bento XVI para o XLVI Dia Mundial da Paz

«Bem Aventurados os que promovem a paz»

1 de janeiro no Santuário de Fátima

Dia de Ano Novo – Dia Mundial da Paz

Santa Maria, Mãe de Deus

00:00 - Toque do carrilhão, consagração ao Imaculado Coração de Maria e gesto da paz, na Capelinha das Aparições.

00:30 - Chá-convívio, na Casa de Retiros de Nossa Senhora das Dores.

Programa de Domingo.

Missas do dia com osculação da imagem do Menino Jesus e ofertório para a Cáritas Portuguesa.

15:00 - Missa, na Basílica da Santíssima Trindade.

Procissão Eucarística pela Paz no Mundo, até ao Altar do Recinto.

Neste dia não há Rosário.



publicado por Carlos Gomes às 14:44
link do post | favorito
|

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA EXPÕE OBRAS DO MESTRE ELIAS



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012
PSD OURÉM DESEJA-LHE BOAS FESTAS!

cartão boas festas 2012


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 21:15
link do post | favorito
|

OFERTAS DE EMPREGO (19 a 26 de Dezembro 2012)

image001

A Insignare tem a funcionar desde meados de maio, um Gabinete de Inserção Profissional (GIP) cujo objetivo é trazer para mais perto da população algumas das valências do Centro de Emprego de Tomar, com a colaboração do Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Situado no recém-criado Centro de Empresas de Ourém (piso 0 do Mercado Municipal de Ourém), o GIP presta apoio a jovens e adultos desempregados com vista à definição e desenvolvimento de seu percurso de inserção ou reinserção profissional. Também dá apoio às empresas no processo de recrutamento e seleção de trabalhadores, funcionado como uma bolsa de emprego. Pretende-se um processo desprovido de burocracias que efetivamente dê resposta às necessidades, quer das pessoas quer das empresas, de forma célere.

TÉCNICO DE VENDAS (M/F)

Nº: 587909329

PRETENDEM ADMITIR LICENCIADO/A NA ÁREA DE MARKETING PARA DESENVOLVER A ATIVIDADE DE COMERCIAL NA ÁREA DE VENDAS - SECTOR DE EXPORTAÇÃO - NO RAMO DE ACESSÓRIOS DE AUTOMÓVEL. DEVERÁ SER EMPREENDEDOR, TER GOSTO PELAS VENDAS E CONHECIMENTO DE ACESSÓRIOS AUTO. DEVERÁ SABER FALAR E ESCREVER ESPANHOL, INGLÊS E FRANCÊS E DEVERÁ TER CONHECIMENTOS DE WORD E EXCEL.

Local: Seiça

AFIADOR DE FERRAMENTAS (M/F)

Nº: 587905860

Tipo de Carta Condução: Ligeiros, Pesados Mercadorias -Horário: 08.00 /12.00 E 13.00 / 17.00 Conhecimentos Profissionais: AFIADOR DE FERRAMENTAS FORMAÇÃO NA AREA

Local: Fátima

 CABELEIREIRO (M/F)

Nº: 587901397

Conhecimentos Profissionais: CABELEIREIRO/A COM FORMAÇÃO NA ÁREA E EXPERIÊNCIA MÍNIMA DE DOIS ANOS. Outros Conhecimentos: MOTIVAÇÃO, CAPACIDADE DE COMUNICAÇÃO, SIMPATIA E ORIENTAÇÃO PARA O CLIENTE

Local: Caxarias

SERRADOR MECÂNICO -MADEIRA (M/F)

Nº: 587905660

SERRADOR DE CHARRIOT, COM FORMAÇÃO NA AREA PRETENDIDA - Horário: 08.00 / 12.00 E 13H00 / 17H00

Local: Fátima

TÉCNICO DE TELECOMUNICAÇÕES (M/F)

Nº 587875934

INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE TV CABO, INTERNET - Conhecimentos Específicos: FORMAÇÃO EM INFORMÁTICA;CONHECIMENTOS DE ELECTRÓNICA; ELECTRICIDADE; MECATRONICA E TELECOMUNICAÇÕES.

Local: OURÉM

PADEIRO, EM GERAL (M/F)

Nº: 587872298

PRETENDE ADMITIR UM/A PADEIRO/A PARA A ÁREA DA PRODUÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E VENDA DE PÃO. DEVERÁ POSSUIR FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM PADARIA / PASTELARIA E EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL NO MÍNIMO DE 6 MESES

Local: Fátima

Caso esteja interessado em alguma das ofertas de emprego deverá entrar em contacto com o GIP de Ourém, no horário compreendido entre as 9h00 e as 17h00, ou enviar o seu currículo para gip@insignare.pt

Gabinete de Inserção Profissional Centro de Empresas de Ourém Piso 0 - Loja 312490-548 Ourém Telemóvel +351 916 342 826 Telefone +351 249 540 900 EXT. 6856

Nota: serão automaticamente excluídas as candidaturas que não preencham os requisitos acima identificados, bem como as candidaturas fora do prazo (1 semana após publicação).

Poderá consultar mais ofertas de emprego no site do Instituto de Emprego e Formação Profissional em http://www.netemprego.gov.pt/IEFP/pesquisas/pesqOfertas.do?autoSearch=p



publicado por Carlos Gomes às 21:05
link do post | favorito
|

BISPO DE LEIRIA-FÁTIMA PRESIDE ÀS CELEBRAÇÕES DE FIM-DE-ANO EM FÁTIMA

D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, preside no Santuário de Fátima à vigília de oração e convívio, a 31 de dezembro.

O programa é o seguinte:

22:00 - Missa com Te Deum de Acção de Graças, na Basílica da Santíssima Trindade. Procissão para a Capelinha e recitação do Rosário.

00:00 - Toque do carrilhão, consagração ao Imaculado Coração de Maria e gesto da paz.

00:30 - Chá-convívio.

Nota: Informamos que a 31 de dezembro não haverá Rosário às 21:30.

“Estamos todos na mesma barca”

Recorde-se que D. António Marto presidiu no Santuário de Fátima à eucaristia internacional do dia 8 de dezembro, solenidade da Imaculada Conceição, ocasião em que lançou um apelo à esperança, à perseverança e à solidariedade.

Aos 65 000 fiéis que participaram na eucaristia celebrada no Recinto de Oração o bispo de Leiria-Fátima lembrou algumas das formas como a esperança e a caridade cristãs podem chegar ao mundo: “através das redes de solidariedade e de acolhimento que existem em toda a Igreja, através da construção de respostas para as necessidades mais imediatas e fundamentais de pobreza e de carência, através de levar a todos um sentido muito grande de coesão, de união, porque estamos todos embarcados na mesma barca, ou nos afundamos todos ou nos salvamos todos”.

Ainda durante a homilia da celebração, D. António Marto pediu testemunhos de vida coerentes: “Eu creio que o nosso mundo tem direito a ver nos cristãos o testemunho da sua fé, simples mas profunda, que os torna felizes, fortes e que ilumina os momentos dramáticos da vida e da história”.

A homilia terminou com uma oração de consagração a Nossa Senhora: “(…) nas tuas mãos pomos o futuro que nos espera, invocando sobre Portugal, sobre a Europa e sobre o mundo a tua constante proteção”.

LeopolDina Simões

Foto: http://www.leiria-fatima.pt/



publicado por Carlos Gomes às 14:11
link do post | favorito
|

ALUNOS DE ARTES EXPÕEM EM OURÉM

Exposição de Pintura “Details”

05 a 26 de dezembro | de 2ª a 6ª feira das 14.00H às 17.00H

Inauguração 05 de dezembro | 15.00H

Sala de Exposições Paços do Concelho

“Details” é o convite a um novo olhar, mais detalhado e próximo sobre o que nos rodeia na procura da beleza, das emoções e soluções criativas e artísticas dos desafios da vida contemporânea.

A exposição integra um conjunto de trabalhos artísticos desenvolvidos pelos alunos da escola de artes AMARTE em Ourém, Abrantes, Mação e Sertã.

Entrada Livre 



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

BLOGUE "AUREN" SUSPENDE A...

A INQUISIÇÃO EM OURÉM

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

GRUPOS LINGUÍSTICOS APRES...

PONTIFICIA ACADEMIA MARIA...

D. ANTÓNIO MARTO COMPARA ...

LEIRIA MOSTRA TRAJE TRADI...

BISPO DE SETÚBAL PRESIDE ...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA APRES...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

PAN QUER DISCUTIR MOBILID...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

OURÉM: OS MISTÉRIOS DA SI...

FAPWINES ACRESCENTA ROSÉ ...

ESTUDO REVELA QUE 62% DOS...

“UM LOUVOR A MARIA” LEVA ...

MADRE TERESA ERA TANTO DE...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

AUTORIDADES DE OURÉM FELI...

DEPUTADO MENDES CORREIA E...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

OURÉM: OLIVAL ESTÁ EM FES...

QUANDO VISITA OFICIALMENT...

CAÇADORES MARCAM ENCONTRO...

OURÉM TEM FESTA GRANDE NO...

OURÉM EVOCA DIÁSPORA E CU...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

O ZOROASTRISMO E A SUA IN...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

PAPA ENVIA CARTA AO 24º C...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA CELEB...

OURÉM LEVA MÚSICA, DANÇA,...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OURÉM: FREIXIANDA ESTÁ EM...

ALVAIÁZERE REALIZA FESTIV...

RIO DE COUROS REALIZA FEI...

ALVAIÁZERE: PELMÁ ESTÁ EM...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

PARTIDO "OS VERDES" COLOC...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

arquivos

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds