Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.
Sábado, 31 de Outubro de 2015
GALIZA E PORTUGAL: UM SÓ POVO E UMA SÓ NAÇÃO!

Por um compreensível desconhecimento, grande parte dos folcloristas portugueses possui um entendimento errado em relação ao folclore das gentes galegas, classificando-o de "espanhol" e confundindo-o com os usos e costumes dos demais povos peninsulares. Aliás, tal como sucede em relação à língua portuguesa que é o idioma da Galiza e que também é erradamente confundida com o castelhano que é a língua oficial de Espanha, também ela impropriamente por vezes designada por "espanhol".

Guimarães (24)

Na realidade e para além dos portugueses, a Península Ibérica é habitada por gentes de culturas e idiomas tão distintos como os vascos, os catalães, os asturianos e finalmente, os galegos e portugueses que possuem uma língua e uma identidade cultural comum, apenas separados em consequência das vicissitudes da História. A Espanha, afinal de contas, não representa mais do que uma realidade supranacional, cada vez mais ameaçada pelas aspirações independentistas dos povos que a integram.

Com as suas quatro províncias - Corunha, Lugo, Ourense e Pontevedra - e ainda alguns concelhos integrados na vizinha Astúrias, a Galiza constitui com Portugal a mesma unidade geográfica, cultural e linguística, o que as tornam numa única nação, embora ainda por concretizar a sua unidade política. Entre ambas existe uma homogeneidade que vai desde a cultura megalítica e da tradição céltica à vetusta Gallaécia e ao conventus bracarensis, passando pelo reino suevo, a lírica galaico-portuguesa, o condado portucalense e as sucessivas alianças com os reis portugueses, as raízes étnicas e, sobretudo, o idioma que nos é comum - a língua portuguesa. Ramon Otero Pedrayo, considerado um dos maiores escritores do reintegracionismo galego, afirmou um dia na sua qualidade de deputado do parlamento espanhol que "a Galiza, tanto etnográfica como geograficamente e desde o aspeto linguístico, é um prolongamento de Portugal; ou Portugal um prolongamento da Galiza, tanto faz". Teixeira de Pascoaes foi ainda mais longe quando disse que "...a Galiza é um bocado de Portugal sob as patas do leão de Castela". Não nos esqueçamos que foi precisamente na altura em que as naus portuguesas partiam à descoberta do mundo que a Galiza viveu a sua maior repressão, tendo-lhe inclusivamente sido negada o uso da língua galaico-portuguesa em toda a sua vida social, incluindo na liturgia, naturalmente pelo receio de Castela em perder o seu domínio e poder assistir à sua aproximação a Portugal.

No que respeita à sua caracterização geográfica e parafraseando o historiador Oliveira Martins, "A Galiza d'Aquém e d'além Minho" possui a mesma morfologia, o que naturalmente determinou uma espiritualidade e modos de vida social diferenciados em relação ao resto da Península, bem assim como uma diferenciação linguística evidente. Desse modo, a faixa atlântica e a meseta ibérica deram lugar a duas civilizações diferentes, dando a primeira origem ao galaico-português de onde derivou o português moderno e a segunda ao leonês de onde proveio o castelhano, atualmente designado por "espanhol" por ter sido imposta como língua oficial de Espanha, mas consignado na constituição espanhola como "castelhano". Não foi naturalmente por acaso que Luís Vaz de Camões, justamente considerado o nosso maior poeta possuía as suas raízes na Galiza. Também não é sem sentido que também o poeta Fernando Pessoa que defendeu abertamente a "anexação da Galiza", afirmou que "A minha Pátria é a Língua Portuguesa".

De igual modo, também do ponto de vista étnico as raízes são comuns a todo o território que compreende a Galiza e o nosso país, com as naturais variantes regionais que criam os seus particularismos, obviamente mais próximas do Minho, do Douro Litoral e em parte de Trás-os-Montes do que em relação ao Alentejo e ao Algarve, mas infinitamente mais distanciados relativamente a Castela e outras regiões de Espanha.

No seu livro "A Galiza, o galego e Portugal", Manuel Rodrigues Lapa afirma que "Portugal não pára nas margens do Minho: estende-se naturalmente, nos domínios da língua e da cultura, até às costas do Cantábrico. O mesmo se pode dizer da Galiza: que não acaba no Minho, mas se prolonga, suavemente, até às margens do Mondego". Torna-se, pois, incompreensível que continuemos a tratar o folclore e a etnografia galega como se de "espanhola" se tratasse, conferindo-lhe estatuto de representação estrangeira em festivais de folclore que se pretendem de âmbito internacional, quando na realidade deveria constituir uma participação assídua nos denominados festivais nacionais. Mais ainda, vai sendo tempo das estruturas representativas do folclore português e galego se entenderem, contribuindo para um melhor conhecimento mútuo e uma maior aproximação entre as gentes irmãs da Galiza e de Portugal. O mesmo princípio aliás, deve ser seguido pelos nossos compatriotas radicados no estrangeiro, nomeadamente nos países da América do Sul onde as comunidades portuguesas e galegas possuem uma considerável representatividade numérica. Uma aproximação e um entendimento que passa inclusivamente pelo cyberespaço e para a qual a comunidade folclórica na internet pode e deve prestar um inestimável contributo.

Afirmou o escritor galego Vilar Ponte na revista literária "A Nossa Terra" que "os galegos que não amarem Portugal tão pouco amarão a Galiza". Amemos, pois, também nós, portugueses, como um pedaço do nosso sagrado solo pátrio, essa ridente terra que se exprime na Língua de Camões - a Galiza!

Carlos Gomes / www.folclore-online.com



publicado por Carlos Gomes às 16:53
link do post | favorito
|

PERSEGUIÇÃO AO NACIONALISMO GALEGO TRÁZ À MEMÓRIA REPRESSÃO DA DITADURA FRANQUISTA

Guarda Civil desenvolve operaçom contra Causa Galiza e detém nove pessoas

A Guardia Civil espanhola, sob comando da Audiencia Nacional daquele país, detivo nove pessoas nas últimas horas no ámbito de um dispositivo repressivo desenvolvido em todo o território galego. Há quatro pessoas detidas em Vigo, duas em Ponte Vedra e três em Boiro, Muros e Compostela.

Segundo informaçons policiais filtradas aos meios comerciais, a militáncia de Causa Galiza é a atingida desta vez polas forças policiais. Adicionalmente, o site da organizaçom política está neste momento fora do ar. Segundo a imprensa comercial, a operaçom terá como alvo "o entorno" do grupo Resistência Galega (RG). Parece que a acusaçom seria de 'enaltecimento do terrorismo', frequentemente usada polo regime espanhol nas suas operaçons contra independentistas, anarquistas e outros movimentos: a sua definiçom laxa permite alargar o ámbito das açons policiais.

Declaraçons do delegado do Governo mistura acusaçons de suposto "enaltecimento do terrorismo" com um alegado "golpe à organizaçom terrorista", enquanto o site de Causa Galiza na internet cai em simultáneo com o operativo.

O delegado do governo espanhol, o sinistro Santiago Villanueva, ameaçou com mais detençons e registos ao longo do dia de hoje (30/10), acrescentando que a razzia suporia "um duro golpe para a organizaçom terrorista", no que parece um totum revolutum em que entram a suposta acusaçom de "enaltecimento" e o que se apresenta como "golpe à organizaçom".

De facto, à medida que se conhecem os nomes de vários detidos confirma-se tratar-se de militantes e dirigentes independentistas de trajetória pública e conhecida à frente de Causa Galiza. Ao que todo indica, poderá ser essa atividade política a que sirva para tentar justificar um operativo propagandístico dos que periodicamente ordena o Estado espanhol no nosso país.

Villanueva garantiu que as nove pessoas detidas serám conduzidas a Madrid para apresentarem depoimento perante juízes da Audiência Nacional espanhola, tribunal especial para assuntos políticos que dá continuidade ao Tribunal de Ordem Pública franquista.

Razzia contra Causa Galiza: Nove militantes independentistas detidos em diferentes pontos do País

O Ministério espanhol do Interior informou já de alguns pormenores da acusaçom que terá levado as forças repressivas espanholas levar detidas das suas moradas nove militantes de Causa Galiza. O principal motivo da acusaçom de "enaltecimento do terrorismo" parece estar na organizaçom do Dia da Galiza Combatente, a 11 de outubro, por parte dessa organizaçom política. Na verdade, essa data vem comemorando-se desde inícios do presente século, instituída por NÓS-Unidade Popular em 2002 no calendário anual independentista, mas só 15 anos depois é que se produzem as primeiras detençons por esse motivo.

Entre a "literatura" incluída no comunicado do Ministério espanhol do Interior para justificar a razzia, inclui-se a suposta participaçom de um dos detidos no EGPGC, organizaçom armada galega desaparecida há 25 anos.

Os meios de comunicaçom da burguesia já começárom a "arejar" os currículos e histórias do independentismo que habitualmente saem das gavetas policiais para dar cobertura "informativa" aos operativos repressivos.

A história como farsa volta à cena.

"Apoiar postulados", acusaçom política contra os 9 independentistas galegos detidos

Continuam presas as nove pessoas detidas ontem em diferentes pontos da Galiza, pola Guarda Civil espanhola.

A acusaçom: “apoiar os postulados” da fantasmal “organizaçom terrorista” Resistência Galega. Os vizinhos e vizinhas de Vigo, Compostela, Boiro, Ourense, Muros e Ponte Vedra detidos ontem nessas localidades continuam isolados à espera de comparecerem no tribunal de exceçom espanhol para assuntos políticos, a Audiência Nacional.

Várias concentraçons juntárom ontem centenas de pessoas nas localidades onde se produzírom as detençons e noutras, reclamando a liberdade das pessoas detidas e denunciando a perseguiçom de ideias, nomeadamente as independentistas.

Organizaçons políticas e entidades sociais galegas e internacionais bascas e catalás denunciárom publicamente o operativo da Guarda Civil, enquanto o Ministério espanhol do Interior falava de acusaçons inauditas como a convocatória de atos políticos, concretamente o Dia da Galiza Combatente no dia 11 de outubro, ou de um abstrato “apoio aos postulados” da Resistência Galega como motivo da detençom.

Os factos som que a Executiva de umha organizaçom política, Causa Galiza, foi detida nesta sexta-feira, sob a acusaçom, segundo o delegado do Governo espanhol na Galiza, de “enaltecimento”. Dali a pouco, falou-se de um suposto “forte golpe” à fantasmagórica “Resistência Galega”, e mesmo acusando Causa Galiza de ser o “braço político” desse grupo.

Especial inconsistência parece caraterizar a "acusaçom" de convocar o Dia da Galiza Combatente e apresentar isso como motivo da “Operaçom Jaro”, quando é notório e conhecido que essa data é comemorada por diferentes organizaçons do independentismo galego desde 2002, sem que nunca se tenha alegado qualquer infraçom relacionada com um ato político como esse.

Entre as “provas” requisadas, a “frente informativa” do Ministério do Interior, através dos meios de referência, nom passárom de falar de “abundante material” como pastas, documentaçom e propaganda que a Guarda Civil levou “em sacos e caixas”.

Para completar a “caldeirada terrorista”, referências ao historial político dos detidos e recuperaçom da mitologia policial anti-independentista...

Fonte: http://www.diarioliberdade.org/



publicado por Carlos Gomes às 13:23
link do post | favorito
|

OUREENSES VISITAM ADEGAS



publicado por Carlos Gomes às 10:58
link do post | favorito
|

GONDEMARIA JÁ DISTRIBUI "A VOZ DA ALDEIA"



publicado por Carlos Gomes às 09:45
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 30 de Outubro de 2015
MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM INAUGURA EXPOSIÇÃO "AO REDOL DA TIJOMEL"

Inauguração da exposição temporária "Ao Redol da Tijomel", dia 07 de novembro às 17h00, no Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador.

Um grupo de amigos designers, decidiram juntar-se para destapar a história esquecida por detrás das paredes da fábrica de cerâmica de Júlio Redol, em Caxarias (Ourém).

Depois da pesquisa, a exposição “Ao Redol da Tijomel” traz de volta toda a grandeza que a fábrica conseguiu oferecer à cerâmica portuguesa, sustentada em grandes valores industriais e sociais.

É um relembrar, um pensar e um viver sobre o que foi, o que é, e o que poderá vir a ser…

A inauguração da exposição "Ao Redol da Tijomel" será seguida de jantar e prova de vinhos, mediante inscrição para os contactos:

249 540 900 (ext.: 6831) | M. 919 585 003 | E-mail: museu@mail.cm-ourem.pt  

O jantar terá início às 19h00 e o custo de 12,50€.

Organização: Município de Ourém

Entrada Livre



publicado por Carlos Gomes às 20:39
link do post | favorito
|

MÊS DE NOVEMBRO É DEDICADO AO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Ano Europeu para o Desenvolvimento: Novembro é dedicado ao Desenvolvimento Sustentável e à Ação Climática

No Ano Europeu para o Desenvolvimento (AED), Novembro é o mês dedicado ao Desenvolvimento Sustentável e à Ação Climática. O Desenvolvimento Sustentável visa satisfazer as necessidades da geração atual sem que as gerações futuras tenham de suprimir as suas próprias necessidades. Esta ideia de sustentabilidade pertence ao modelo de desenvolvimento que tem vindo a ser praticado e que responde a padrões de produção e consumo incompatíveis com os recursos naturais que o planeta tem para oferecer.

“É necessário refletir e agir sobre os atuais padrões de produção e consumo. A alteração destes padrões é necessária para a construção de um futuro sustentável, que exige uma ação global, com a participação ativa de todos. – Ana Paula Laborinho, presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

O conceito de Desenvolvimento Sustentável entrou para a agenda política internacional em 1992, na Cimeira do Rio, onde foi assinada a Convenção-Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (CQNUAC). Este foi o primeiro grande acordo internacional para lutar contra as alterações climáticas e foi ratificado por 196 países, onde entraram todos os Estados-Membros da União Europeia (UE), para além da própria UE enquanto entidade à parte. Foi aqui estabelecido um quadro que permite a colaboração dos países na regulação do impacto da atividade humana no ambiente. Os países que fizeram parte desta convenção reúnem-se anualmente na Conferência das Partes (COP), de onde resultou o Protocolo de Quioto (1997), um tratado internacional para a redução das emissões dos gases com efeito de estufa (GEE) nos países desenvolvidos, que está em vigor desde 2005 e cujo fim de vigência será em 2020.

A 21ª Conferência das Partes da Convenção (COP21) acontecerá este ano, em dezembro de 2015, em Paris. Esta tem uma maior relevância na medida em que se espera a adoção de um novo acordo, para entrar em vigor a partir de 2020, aquando do fim da vigência do Protocolo de Quioto. Este novo acordo pretende implementar compromissos de redução de GEE como no anterior protocolo, mas desta vez dirigidos a todas as partes, países desenvolvidos e em vias de desenvolvimento. Para tal, é necessário que os países em desenvolvimento, especialmente os mais pobres e vulneráveis, beneficiem de ajuda financeiraM de forma a conseguirem reduzir as suas emissões de GEE e adaptarem-se ao paradigma climático atual. A UE é o maior doador de ajuda pública ao desenvolvimento e, como tal, a principal fonte de financiamento nesta luta contra as alterações climáticas.

As alterações climáticas são uma realidade cada vez mais palpável e, resultado direto ou indireto da atividade humana, são uma das maiores ameaças ambientais, sociais e económicas que o planeta e a humanidade enfrentam. Responder a este fenómeno é urgente. A Ação Climática, que surge como resposta, tem como base a mitigação das emissões de GEE e a adaptação das sociedades às alterações climáticas, procurando torná-las mais resistentes e procurando reduzir ao máximo os impactos que estas alterações podem vir a ter.

O Protocolo de Quioto foi o primeiro passo para inverter a tendência mundial de aumento de emissões. No entanto, só em 2015 é que acontece uma fusão da agenda internacional de Desenvolvimento com uma agenda ligada ao Ambiente, propondo para a nova “Agenda para a Ação Global” os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável universais, transversais a todos os países e com um objetivo comum: “tornar a vida no planeta melhor e com futuro”.

“É importante que todos entendam o impacto da ação humana no sistema climático, e que a inação é, sem dúvida, a pior resposta. Agora é o tempo para agir de forma a evitar as piores consequências das alterações climáticas na nossa sociedade. A nova Agenda Global 2030 é uma oportunidade para mobilizar o esforço de governos e cidadãos em torno deste objetivo comum.” – Cláudia Semedo, Embaixadora do AED em Portugal.



publicado por Carlos Gomes às 20:07
link do post | favorito
|

GRUPO MANUEL BRÁZ DÁ BAILE EM FORMIGAIS



publicado por Carlos Gomes às 14:11
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 29 de Outubro de 2015
CONGRESSO NACIONAL DO ASSOCIATIVISMO POPULAR REALIZA-SE EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 22:07
link do post | favorito
|

CELEBRAÇÃO DO HALLOWEEN OU “NOITE DAS BRUXAS” TEM RAÍZES ANCESTRAIS NA NOSSA CULTURA

A celebração, nos Estados Unidos da América, do Haloween ou "noite das bruxas", não constitui mais do que a tradição do culto dos mortos que os colonos europeus levaram para o continente americano, entretanto regressada à Europa com uma roupagem comercial mais ao gosto da sociedade de consumo. O culto dos mortos constitui entre nós uma das mais ricas tradições que nos remetem para ancestrais cultos pagãos.

bruxa

Desde sempre o Homem acreditou na possibilidade dos mortos intercederem na ação criadora dos deuses e no próprio ciclo da natureza, contribuindo inclusivamente para o renascimento dos vegetais e das culturas que os demónios e maus espíritos do inverno fizeram desaparecer. Esta crença está na origem de uma infinidade de práticas relacionadas com o culto dos mortos que regra geral se iniciam em Novembro e prolongam-se até à Serração-da-Velha, atravessando as cerimónias solsticiais ou "saturnais" e os festejos carnavalescos.

Naturalmente, os ritos variam consoante as celebrações em causa mas conservam entre si uma finalidade comum que é o de assegurar que o ciclo da vida e da morte não se interrompa, possibilitando por conseguinte que ao inverno suceda impreterivelmente a primavera. De acordo com as investigações feitas no domínio da arqueologia e da antropologia, acredita-se que as práticas do culto dos mortos tiveram o seu começo na fase de transição da pedra lascada para a pedra polida, sendo disso testemunho os inúmeros monumentos funerários como os dolmens ou antas, inscrições votivas e outros achados. O folclore trouxe até nós inúmeros vestígios desse modo de pensar e dos cultos praticados pelos nossos ancestrais, devendo por esse modo constituir uma importante fonte de estudo.

Pão por Deus! - pedem as crianças na região saloia, percorrendo as casas em alegre peditório. A ladainha varia contudo de uma região para outra. Por exemplo, para os lados de Braga é costume dizer-se do seguinte modo: "Bolinhos, bolinhós, / Para mim e para vós / E para quem está debaixo da cruz / Truz truz". Na região de Ourém, o rapazio vai pelos casais e suplica: "Ti Maria: dai-me um bolinho em louvor de todos os santinhos!". E, se a dona da casa é pessoa dada à brincadeira, ao assomar à soleira da porta responde prontamente: "Dou sim... com uma tranca no focinho!"

Por esta ocasião, as pessoas cumprem o ritual da visita aos cemitérios e cuidam das sepulturas dos seus entes queridos. Mas, também em casa é costume em muitas localidades, após a ceia, deixar até ao dia seguinte a mesa composta de iguarias para que os defuntos possam banquetear-se. Em Barqueiros, no concelho de Mesão Frio, na noite de Todos-os-Santos coloca-se uma mesa com castanhas para os familiares falecidos, as quais ninguém tocará porque ficam "babadas dos defuntos". Da mesma forma que o azeite que alumia os defuntos jamais alumiará os vivos. Entre alguns povos do leste europeu conserva-se ainda a tradição de organizar o festim no próprio cemitério a fim de que todos em conjunto - mortos e vivos - possam confraternizar!

A partir desta época do ano, as noites das aldeias são povoadas por criaturas extraordinárias que surgem nas encruzilhadas e amedrontam os notívagos. Uivam os lobos nas penedias enquanto as bruxas se reúnem debaixo das pontes. A prudência aconselha que ao gado se prendam pequenas saquinhas de amuletos que o resguardem do "mau-olhado". O serão é passado à lareira ouvindo histórias que nos embalam num mundo de sonhos e fantasia que nos alimenta a imaginação. E, quando finalmente é chegada a hora de dormir, faz-se o sinal-da-cruz para que o demónio não nos apoquente e a manhã do dia seguinte volte a sorrir radiante a anunciar uma vida nova.

Carlos Gomes / http://www.folclore-online.com/



publicado por Carlos Gomes às 21:56
link do post | favorito
|

LIGA DOS AMIGOS DO CONSOLATA MUSEU ORGANIZA CAMINHADA EM FÁTIMA

No dia 7 de novembro, sábado, pelas 14h30, a Liga dos Amigos do Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, promove a Caminhada “Pinturas ao Ar Livre | Martinho Costa – à descoberta das suas obras”.

Com a presença do artista, o grupo irá percorrer vários trilhos encontrando as suas pinturas sobre espaços da natureza da Serra d`Aire.

Pinturas ao Ar Livre é um projeto de produção de pinturas feitas em espaços exteriores. A cada espaço específico corresponderá uma imagem específica escolhida de acordo com uma possibilidade de diálogo com as características desse lugar.

Este projeto pretende deslocar pontualmente a prática de pintura do eixo atelier-galeria de arte/museu. O artista pretende acompanhar, provocar e estudar o modo como a natureza através da ação do tempo acabará por inevitavelmente se libertar destas imagens pintadas.

A participação é livre e o percurso terá uma duração aproximada de uma hora e trinta minutos. O ponto de encontro está marcado para as 14h30 no Adro da Igreja de Boleiros, em Fátima.

O projeto “Pinturas ao Ar Livre” http://pinturasarlivre.blogspot.pt/, começou há um ano a partir de um convite para fazer uma pintura exterior no espaço da Fábrica do Braço de Prata, em Lisboa. As Pinturas ao Ar livre são intervenções diretas sobre espaços na natureza. Comecei por desenvolver este projecto como forma de dar uma nova resposta ao fluxo de pintura que quotidianamente vou produzindo. Entusiasmou-me imediatamente a ideia de deixar noutros locais, imagens pintadas que são escolhidas para dialogar com a especificidade do lugar. A natureza nas suas múltiplas formas e suportes surge assim como mais uma forma de dar escoamento à minha pintura. Não numa lógica de provocação aos meios convencionais de apresentação da obra de arte: os museus e as galerias, mas antes numa procura de outros suportes no meio natural e urbano. Pensando nestes locais como um imenso campo aberto, tão infindável quanto a imensidão de imagens que nos circunscrevem, e que têm sido a fonte do meu trabalho. Uma pedra, um muro, uma folha de plátano, uma tampa metálica ou uma batata, têm sido até agora os suportes eleitos para ativar imagens que provêm da internet, do cinema, e da Historia de Arte.

Pinturas ao Ar Livre é um projeto de produção de pinturas feitas em espaços exteriores. A cada espaço específico corresponderá uma imagem específica escolhida de acordo com uma possibilidade de diálogo com as características específicas desse lugar.

Este projeto pretende deslocar pontualmente a minha prática de pintura do eixo atelier-galeria de arte/museu. Pretendo acompanhar, provocar e estudar o modo como a natureza através da ação do tempo acabará por inevitavelmente se libertar destas imagens pintadas.

Martinho Costa nasceu em 1977. Vive e trabalha em Lisboa. É licenciado em Artes-Plásticas - Pintura, pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa, em 2002. Em 2003 completa o Mestrado em Teoria y Prática de las Artes Plásticas Contemporâneas na Universidad Complutense de Madrid. Em Setembro de 2012 foi artista residente no CeRCCa, Centre de Recerca i Creacio Casamarles, Barcelona com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian.

O seu trabalho maioritariamente em pintura, vídeo-animação e recentemente em intervenções no espaço público, tenta refletir sobre o modo como as imagens que nos rodeiam são incorporadas nestes suportes artísticos. Este processo de transformação sobre objetos do presente, ocorre sobre uma investigação da história da pintura. Tentando uma atualização dos principais géneros e temas da pintura.

Participa em diversas exposições coletivas desde 2000, de onde se destacam: Pedra, Project Room na feira de arte emergente Just Mad em Madrid;Respublica, 1910 e 2010 Face a Face, na fundação Calouste Gulbenkian; Entre as Margens – Representações da Engenharia na Arte Portuguesa, no museu Soares dos Reis, Porto; O Fim do Mundo, Abbaye de Neumunster, Luxemburgo; prémio de pintura Fidelidade, Culturgest, 2006; Narrações Fragmentadas, Galeria Liebre em Madrid;

Das exposições individuais que realiza desde 2003, destacam-se: Unnecessary Repetition of Meaning na Galeria Silvestre em Tarragona; Les Statues Meurent Aussi na Galeria 111 em Lisboa; 48 Retratos na ArteContempo, Lisboa; O Diário de Robert Stern (2011), Galeria 111, Lisboa;

É ainda o autor do projeto Pinturas ao Ar Livre documentado no blog http://pinturasarlivre.blogspot.pt

web: http://martinho-costa.blogspot.com



publicado por Carlos Gomes às 18:29
link do post | favorito
|

PARTIDO PAN CONGRATULA-SE PELO FIM DO FINANCIAMENTO Á TAUROMAQUIA

Aprovada legislação que impede a utilização de fundos europeus para o financiamento da tauromaquia. O fim dos subsídios às práticas tauromáquicas é um dos eixos prioritários do programa eleitoral do PAN

O Parlamento Europeu aprovou ontem uma emenda aos fundos da Política Agrária Comum que cessa a alocação de verbas europeias para o financiamento de actividades tauromáquicas que impliquem “actividades letais para os animais” dentro da arena.

De acordo com dados do Partido Verde Europeu a União Europeia gasta, por ano cerca de 129 milhões de euros em subsídios para os criadores de touros de lide e para o mundo da tauromaquia, através dos financiamentos da Política Agrícola Comum (PAC). Por este motivo o texto apresentado por este partido especifica que não é permitido usar os créditos da PAC, nem outros.

Esta decisão votada em Estrasburgo obteve 438 votos a favor, 55 abstenções e 199 votos contra e adverte que um financiamento deste tipo “constitui uma violação do Convénio Europeu de protecção dos animais em explorações de gado (Directiva 98/58/EC) ”.

Em setembro deste ano o PAN – Pessoas-Animais-Natureza - viu aprovada na Assembleia Municipal de Lisboa uma moção que solicita à Assembleia da República a clarificação, por via legislativa e de forma incontestável, das atribuições municipais à proibição de actos de violência contra animais, incluindo touradas.

A abolição das touradas é um dos eixos prioritários do programa eleitoral do PAN para as Legislativas 2015. O partido tem-se mostrado firme contra os actos violentos a que são sujeitos estes animais, violência que continua a ser financiada com dinheiros públicos e legitimada por várias vias tendo em conta o entretenimento.

“Acompanhando a evolução civilizacional e ética que acredito que Portugal exige, iremos sempre mostrar o nosso total repúdio em relação à existência das touradas e eventos semelhantes. Os portugueses têm o direito cultural de se divertirem, mas não à custa de sofrimento e morte de animais. Não havendo legislação que proíba as touradas, urge um trabalho cada vez maior de sensibilização da sociedade, trabalho que o PAN tem tomado como prioritário”, comenta o deputado e porta-voz do PAN André Silva.

“Até porque trinta e sete anos depois da Declaração Universal dos Direitos dos Animais da UNESCO, queremos que Portugal pare de pertencer à lista dos poucos países europeus que promovem o sofrimento animal nas touradas”, reforça André Silva.



publicado por Carlos Gomes às 15:29
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 28 de Outubro de 2015
ESCRITORA SANDRA JORDÃO APRESENTA EM OUREM LIVRO PARA CRIANÇAS

A Folheto Edições apresenta o livro infantil “O LAR DOS CACHORRINHOS”, da autoria de Sandra Jordão, em sessão que terá lugar na Biblioteca Municipal de Ourém, no dia 31 de Outubro de 2015 (sábado), pelas 17:30 horas. A apresentação do livro será da responsabilidade de Adélio Amaro e haverá um momento de conto com Sandra Jordão que dá vida às histórias que habitam em si, partilhando-as com as crianças, leitores entusiastas, vibrantes e sonhadores.

Sandra Jordão

Sandra Jordão é natural do Montijo e reside em Leiria há 26 anos. É mãe de três “Potinhos de Ouro”. Acumula atividade profissional como escriturária há 23 anos numa empresa local, mas o seu grande sonho é dar vida às histórias que habitam em si desde que aprendeu a escrever e a ler, partilhando-as com alegria e paixão com as crianças, na certeza que são leitores entusiastas, vibrantes e sonhadores.

capa_Cachorrinhos

Na busca deste sonho já publicou dois livros infantis em edição de autor. Em 2012 “A Bruxinha Despenteada” com uma mini versão em Inglês e em 2013 “Cassilda, a Bailarina”, tendo este último sido coreografado por uma Escola de Dança e apresentado ao público no Teatro José Lúcio da Silva, em Julho de 2013. Também, no dia Mundial da Dança dos anos de 2013 e 2015, subiram ao mesmo palco os pequenos grandes bailarinos que coreografaram outras duas histórias de sua autoria: “A boneca de trapos e a boneca de porcelana” e “A pequena, grande bailarina”.

Em 2015, em parceria com a CRID Leiria, e por esta área ser de especial interesse para si, publicou “A Bruxinha Despenteada” em Braille, tendo oferecido os livros às Acapo do nosso país, à Biblioteca José Saraiva, à Biblioteca Municipal de Montijo, à Fundação Champalimaud, à APPDM e ao Centro Helen Keller e Agrupamento de Escolas do Algarve, para que as crianças invisuais possam sentir a bruxinha e sonhar com ela. Neste contexto, participou recentemente no “Concurso Internacional Onkyo Braille”, tendo o seu texto sido um dos escolhidos para representar o nosso país.



publicado por Carlos Gomes às 18:14
link do post | favorito
|

OFERTAS DE EMPREGO DA LIFE – DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E EMPREGO DA INSIGNARE (28 OUTUBRO)

LIFE - Departamento de Formação e Emprego da INSIGNARE

Contactos: Rua Santa Teresa de Ourém, nº 13 – AP 107 2490 – 242 Ourém Telefone 249 540 397 gip@insignare.pt

cabeçalho-01

Nota: As ofertas com referência IEFP obrigam à inscrição no Serviço de Emprego: Consulte https://www.netemprego.gov.pt/IEFP/ Todas as ofertas estão sujeitas a alterações diárias. Contactos: Telefone 249 540 390 gip@insignare.pt

LIFE 20/10 – Cozinheiro/Ajudante cozinha (m/f) – Leiria, Boa Vista. Restaurante em Leiria. Perfil: Candidato (a) com formação de nível 4/contrato ou Estágio Profissional. Pessoa organizada e comunicativa. Possibilidade de alojamento. Enviar CV para gip@insignare.pt .

LIFE 20/10 – Empregado Mesa/Sala (m/f) – Leiria, Boa Vista. Restaurante em Leiria. Perfil: Candidato (a) com formação de nível 4/contrato ou Estágio Profissional. Pessoa organizada e comunicativa. Possibilidade de alojamento. Enviar CV para gip@insignare.pt

LIFE 22/10: Estágio Profissional Técnico de Restauração (var. restaurante/bar) (m/f) nível 4 - Café em Fátima (Boleiros) procura candidato (a) para Estágio Emprego do IEFP. Enviar cv atualizado e certificado de habilitações para gip@insignare.pt 249 540 390 - até 30/10/2015

LIFE 23/10 - Colaborador (m/f) Café Policarpo, em Seiça procura colaborador (a) para empregado de café, ajuda a fazer petiscos. Informática na óptica do utilizador. 9º ano mínimo. Contacto: Silvia Pereira 916018742

LIFE 27/10- Empregado de Mesa - Restaurante procura para reforço ao fim de semana. Enviar o cv + contacto para o gip@insignare.pt telefone: 249 540 390

Divulgação - Grupo José Avillez - O Belcanto, está a aceitar candidaturas para estágios, na área de cozinha, com duração mínima de três meses. Se quer aprender com o Chef José Avillez e com a sua equipa, envie o seu CV para estagios@joseavillez.pt. Através deste email também poderá esclarecer qualquer dúvida sobre os estágios.

588615377 IEFP - Engenheiro agrónomo (m/f) Ourém. Informação e candidaturas: https://www.iefp.pt/en/ofertas-emprego?item=588615377&registo=0

588615345 IEFP - Cozinheiro (m/f) Ourém. Informação e candidaturas: https://www.iefp.pt/en/ofertas-emprego?item=588615345&registo=0

588614313 IEFP - Serralheiro civil (m/f) Ourém. Informação e candidaturas: https://www.iefp.pt/en/ofertas-emprego?item=588614313&registo=0

588614268 IEFP - Ajudante de cozinha (m/f) Ourém. Informação e candidaturas: https://www.iefp.pt/en/ofertas-emprego?item=588614268&registo=0

588614300 IEFP - Segurança (vigilante privado), outros porteiros e similares (m/f) Ourém. Informação e candidaturas: https://www.iefp.pt/en/ofertas-emprego?item=588614300&registo=0

EURES – Empresas Belgas recrutam em Portugal - Dia 5 e 6 de novembro realiza-se, nas instalações da Ordem dos Engenheiros, uma ação de recrutamento na área das Engenharias e Tecnologias de Informação, para a Bélgica (Flandres). A organização está a cargo do IEFP, através do EURES Portugal, em colaboração com o VDAB (Serviço Público de Emprego da região da Flandres) / EURES Flandres e com a Ordem dos Engenheiros. Aconselha-se que os interessados em realizar entrevistas de emprego se candidatem, nas semanas anteriores ao evento, às ofertas ajustadas ao seu perfil. A participação é gratuita, mas é necessária a inscrição prévia para poder aceder ao evento. Mais informações em http://www.europeanjobdays.eu Horário: 10h00 – 18h00Morada: Ordem dos Engenheiros - Av. António Augusto de Aguiar nº 3 D, Lisboa.

EASocial 26/10 Monitor para Comunidade Terapêutica (m/f) – Mação. Mais informação e candidaturas: http://www.eas.pt/precisa-se-monitor-para-comunidade-terapeutica/

EASocial – 22/10 –Bolsa de recrutamento (m/f) O CRIA - Abrantes (Centro de Recuperação e Integração de Abrantes) encontra-se a constituir uma bolsa de recrutamento para Psicólogos e Técnicos Superiores de Serviço Social, os interessados devem enviar o seu curriculum vitae para os seguintes endereços de correio electrónico: dir-social@cria.com.pt; cria-dir@cria.com.pt

Economico 26/10 – Campanha Delloite: vai recrutar 400 jovens recém-licenciados. A firma de auditoria quer apostar em jovens de diferentes ‘backgrounds’ académicos e geográficos. Mais informação e candidaturas aqui: http://economico.sapo.pt/noticias/deloitte-vai-recrutar-400-jovens-recemlicenciados_232715.html

RLeiria 28/10 – Assador / Grelhador (m/f) - Rei dos frangos, admite - Embalamento e Distribuição - Para sede na Zona Industrial Cova das Faias. Marrazes, Leiria. Enviar currículo para geral@reidosfrangos.pt ou entregar na sede.

RLeiria 28/10 – Professores (m/f) - Centro de Explicações em Leiria - Nas seguintes áreas: Matemática, Português, Inglês, F.Q., e Geometria Descritiva. Enviar CV atualizado e Certificado de Habilitações (detalhado). Resposta a este jornal ao nº MC/10/04 para emprego@regiaodeleiria.pt

Alerta Emprego - Designer de Produto Cerâmico (m/f) – Batalha. Matceramica - Fabrico de Louça, S.A Procuramos pessoa com formação ao nível da Licenciatura em Design: Ramo Industrial ou Cerâmica. Candidatura: http://www.alertaemprego.pt/jobboard/cands/JobApply.asp?v=3728448&ov=v%3D3728448

Netempregos 28/10 – Pintor de Construção Civil (m/f) –Ourém. Experiência anterior em pinturas de construção civil, interiores e exteriores; Conhecimentos e experiência em diferentes tipos de pintura (rolo, pincel, etc.); Responsável e dinâmico; Residência em Ourém e/ou arredores (Obrigatório); Carta de condução e viatura própria (para uso pessoal); Disponibilidade imediata. CONDIÇÕES: Contrato de trabalho; Remuneração compatível com a experiência demonstrada. Para formalizar a sua candidatura, deverá enviar o seu CV, devidamente atualizado, para celia.duarte@gruponett.com indicando a referência "PintorCC_Ourem", no assunto do e-mail. Local de trabalho – Ourém. Contactos Rua Dr. José Gonçalves, N.º61, Piso 0, Loja 3 Tel.: 244 828 625.

Netempregos 28/10 – Indiferenciado (m/f) -Ourém - Realizar trabalhos com roçadora. Residência na zona de Ourém/ Atouguia. Carta de condução e viatura para uso pessoal preferencialmente (deslocação para o trabalho); Contrato de Trabalho de longa duração; Vencimento compatível com a função. Para formalizar a sua candidatura, deverá enviar o seu CV, devidamente atualizado, para celia.duarte@gruponett.com indicando a referência "INDIFERENCIADO_Ourém", no assunto do e-mail. Local de trabalho – Ourém. Contactos Rua Dr. José Gonçalves, N.º61, Piso 0, Loja 3 Tel.: 244 828 625.

Todas as ofertas estão sujeitas a alterações diárias.



publicado por Carlos Gomes às 15:48
link do post | favorito
|

OURÉM POSSUI MOSTEIRO?!

O site LOCAL.PT, na internet, publica hoje uma notícia acerca da oferta da Pousada Conde de Ourém. A notícia é de todo o interesse. Registamos apenas o erro ao identifica-la como “Pousada Mosteiro de Ourém” o que, como se sabe, não existe…

Pousada-Mosteiro-de-Ourém-933x445

Pousada Mosteiro de Ourém sugere um programa equestre para o “verão de São Martinho”

OURÉM – Seleccionada pela Trivago (o maior motor de busca e comparador de preço de hotéis do mundo), para integrar a lista dos cinco melhores hotéis de luxo em antigos mosteiros na Europa, a Pousada Mosteiro de Ourém merece visita obrigatória pela sua envolvência e localização exclusiva.

O Grupo Pestana Pousadas sugere assim um programa diferente para aproveitar a 34ª edição da Feira Nacional do Cavalo, que decorre de 6 a 15 de Novembro, na Golegã. O evento acontece apenas a 30 minutos de distância da Pousada onde poderá ficar alojado num local histórico, que oferece todo o conforto dos tempos modernos. Implantada numa majestosa colina do burgo medieval amuralhado, e com um total de 30 quartos, esta Pousada proporciona uma acolhedora e agradável estadia a preços a partir de 81€.

Sendo para muitos o evento equestre realizado em Portugal mais aguardado do ano, esta é a oportunidade para conhecer os criadores e os belos cavalos de puro-sangue e poder acompanhar as provas desportivas e muitas outras actividades.

Fonte: http://local.pt/portugal/pousada-mosteiro-de-ourem-sugere-um-programa-equestre-para-o-verao-de-sao-martinho/



publicado por Carlos Gomes às 10:38
link do post | favorito
|

MOVIMENTO 1º DE DEZEMBRO PREPARA DESFILE DAS BANDAS FILARMÓNICAS EM LISBOA

Desfile vai ter lugar em Lisboa no próximo dia 29 de novembro

Dezenas de bandas filarmónicas em representação de todos os distritos do país vão desfilar em Lisboa, no próximo dia 29 de novembro, no âmbito das comemorações do Dia da Restauração que se assinala a 1 de Dezembro. Entretanto, o Movimento 1º de Dezembro já entregou na Assembleia da República a petição nacional para a “Restauração imediata do feriado nacional do 1º de Dezembro”.

Restauração 2014 112

A data histórica que assinala a recuperação da liberdade nacional é seguramente a que maior consenso gera entre os portugueses, promovendo a sua unidade, independentemente das suas convicções políticas e opções partidárias.

As celebrações em Lisboa da data evocativa da Restauração da Independência Nacional em 1640 adquiriram um especial significado num momento de particular crise como a que atualmente se vive, traduzindo-se ainda numa reivindicação pelo restabelecimento do feriado nacional. Aliás, a sua supressão teve o condão de transformar estas comemorações numa verdadeira manifestação popular de cariz patriótico que contrasta com o rumo político que nas últimas décadas tem vindo a ser imposto ao país.



publicado por Carlos Gomes às 08:55
link do post | favorito
|

Terça-feira, 27 de Outubro de 2015
FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS REÚNE CONGRESSO PARA JOVENS FOLCLORISTAS

O Blogue AUREN privilegia a defesa do nosso património cultural, incluindo os usos e costumes tradicionais das nossas gentes, razão pela qual tem vindo a destacar-se na divulgação das nossas raízes folclóricas, sendo um dos espaços na internet que maior relevo confere às atividades dos grupos e ranchos folclóricos, sem esquecer a própria Federação do Folclore Português.

Porém, se mais não divulga, isso dever-se-á a razões que lhe são alheias pois, apesar de insistentes contactos, aquela entidade não faculta qualquer resposta, revelando o seu sentido de urbanidade.

Consagra o artigo 37º da Constituição da República Portuguesa a Liberdade de expressão e informação, segundo o qual “Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações

Apesar de tão estranha atitude, não deixa o Blogue AUREN de dar a conhecer a sua iniciativa, não privando os seus leitores da informação a que têm direito.

Viana-do-Castelo-acolheu-Congresso-para-Jovens-Fol

Viana do Castelo acolheu Congresso para Jovens Folcloristas

O Centro Cultural de Viana do Castelo recebeu, durante o final de semana, o Congresso da Federação do Folclore Português para jovens Folcloristas 2015, cujo tema principal de debate foi “Jovens e Tradição: perspetivas de renovação”. Na sessão solene de abertura, o autarca de Viana do Castelo louvou o trabalho dos grupos na defesa e preservação do folclore e das tradições etnográficas e lembrou que Viana do Castelo tem sabido conservar o seu património cultural.

O congresso, que teve como objetivos abordar temáticas como as aceções da etnografia e do folclore na contemporaneidade, formar e capacitar os jovens folcloristas, compreender a etnografia e o folclore, facultar abordagens de ação inovadoras e promover a representatividade do movimento folclórico português, contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, José Maria Costa, e da vereadora da cultura, Maria José Guerreiro.

Na sessão, o autarca elogiou o trabalho dos grupos de folclore por serem um espaço de encontros intergeracionais de promoção e valorização cultural popular, referindo ainda que “tem sido o seu trabalho na pesquisa, recolha e preservação das tradições etnográficas que permite que possamos ter fontes e origens do nosso património e que este que seja preservado, sendo que desta forma se valoriza a chamada cultura popular”.

O trabalho de preservação do património cultural é o mesmo que permite a Viana do Castelo ter o epíteto de capital do folclore, sublinhou ainda José Maria Costa, lembrando como exemplo o trabalho que tem sido desenvolvido no Museu do Traje com o seu precioso espólio, bem como com a certificação do traje à vianesa. “Foi graças ao envolvimento dos grupos que foi possível efetuar um bom trabalho de preservação e certificação do traje e da nossa etnografia”, sublinhou ainda.

Fonte: http://local.pt/portugal/viana-do-castelo-acolheu-congresso-para-jovens-folcloristas/



publicado por Carlos Gomes às 20:38
link do post | favorito
|

EXERCÍCIO IBÉRICO ANAFS-GREM – EU SETEX – USAR 2015

A capacidade de intervenção e o nível e qualidade das acções operacionais das unidades de socorro está intimamente ligada à rotinação dos procedimentos e ao hábito do trabalho em equipa. Igualmente, as operações de socorro são, cada vez mais internacionalizadas, obrigando a um intercâmbio permanente entre parceiros das mesmas áreas de socorro.

A ANAFS integra a Rescue International Assistance League - RIAL de que é membro e representante para Portugal e, dentro do seu plano de preparação, tem vindo a realizar todos os anos, desde 2010, um exercício ibérico, com outros intervenientes nacionais e internacionais, com relevo para a sua congénere espanhola, GREM Grupo de Rescate Espeológico y de Montaña-Unidad Canina de Salvamento de Castilla y Leon, alternadamente em Espanha e Portugal.

original_10_23_15_20_exercicio_setex_metalimex_09

O exercício, este ano a realizou-se em Portugal, no Concelho de Setúbal, entre 19 e 23OUT15 e cenariou, como habitualmente, a intervenção desta feita, só de meios nacionais, já que a projecção de forças de socorro internacionais, representadas por forças espanholas do GREM e da UME Unidad Militar de Emergencias, lamentavelmente não se verificou. No entanto, por proposta do SMPCB - Serviço de Protecção Civil e Bombeiros de Setúbal foi possível integra-lo no conjunto de Exercícios da União Europeia, com a designação de EU SETEX-USAR 2015, sendo por esta observado e analisado e seguindo as normas da UNDAC.

A ANAFS, como habitualmente, actuou com uma “task force” criada a partir das suas unidades operacionais ANAFS USAR TEAM (busca e salvamento), ANAFS DRC TEAM (gestão de deslocados - IDP) e ANAFS EOC TEAM (comando, controlo e comunicações–C3), com o apoio da ANAFS UIS (intervenção social) e ANAFS ULA (logística alimentar) reforçada com meios oriundos dos seus Parceiros do SMPC OURÉM, SMPC ARRUDA DOS VINHOS, ULPC ALCÂNTARA e CBV ALCABIDECHE com os respectivos materiais e equipamentos.

original_10_23_15_49_exercicio_setex_metalimex_05

O programa do evento deste ano iniciou-se com a montagem de um OSOCC, que foi gerido por elementos da CSB SETÚBAL e do SMPCB e por um R/D-C gerido porelementos da ANAFS, ambos instalados na Companhia de Sapadores, onde foram recepcionados todos os intervenientes no exercício, posteriormente encaminhados para a BoO montada nas instalações das piscinas municipais de Setúbal, que apresentavam excelentes condições para o efeito.

No primeiro dia de trabalhos os peritos do Mecanismo da União Europeia realizaram as suas palestras, a que se seguiu no segundo dia a distribuição dos participantes por bancas de trabalho operacional, uma das quais foi dirigida por elementos do CME da ANAFS, que por sua vez deram origem à execução de um exercício USAR, desenvolvido em dois “spot”, onde actuaram duas unidades de comando autónomo, uma composta por elementos da CBS SETÚBAL e do GIPS-GIC/GNR e outra da ANAFS e dos seus Parceiros.



publicado por Carlos Gomes às 16:52
link do post | favorito
|

PARTIDO PAN ALERTA PARA OS RISCOS DE CONSUMO DE CARNES VERMELHAS E PROCESSADAS

Comunicado da OMS sobre o consumo de carne reforça propostas do PAN neste âmbito

A Organização Mundial de Saúde (OMS) acaba de alertar para o perigo do consumo de carne processada e de carne vermelha, revelando que a ingestão de carne processada é cancerígena para os intestinos - com o mesmo grau de ameaça quanto o tabaco, o arsénico e o amianto - e que o consumo de carne de vaca ou porco pode também aumentar as probabilidades de cancro.

“Esta posição vem reforçar todo o trabalho de sensibilização e ação que o PAN tem vindo a desenvolver em prol de uma alimentação saudável, que reduza o consumo de produtos de origem animal, baseada em alimentos vegetais, não processados e sem agroquímicos”, refere o deputado e porta-voz do PAN André Silva.

São várias as propostas eleitorais do PAN que vão ao encontro de soluções viáveis para este problema, entre as quais uma melhor regulamentação e restrições para a publicidade alusiva a produtos não saudáveis ou com impactos negativos na saúde, a tributação da produção pecuária intensiva e a promoção junto de escolas públicas e privadas de alternativas alimentares vegetarianas. O PAN apoia ainda o movimento global “Segundas sem carne”, projeto que visa contribuir para a tomada de consciência para o impacto que o consumo excessivo de produtos e derivados animais tem sobre a saúde humana, a preservação do ambiente e no que concerne o bem-estar animal.

“Cabe ao Estado desenvolver políticas integradas que promovam a saúde pública e este alerta da OMS deixa clara a necessidade imediata de se tomarem resoluções concretas e não demagógicas em relação à alimentação dos cidadãos e cidadãs”, reforça André Silva.

O PAN relembra ainda que, globalmente, a produção de carne contribui em 51% para as emissões de gases de efeito de estufa, ocupando quase 40% da superfície da terra e ameaçando diariamente inúmeros ecossistemas. A promoção e adoção de uma alimentação mais saudável serão também decisivas para o equilíbrio do Serviço Nacional de Saúde visto que estaremos a trabalhar a jusante do problema, no âmbito da prevenção.



publicado por Carlos Gomes às 16:42
link do post | favorito
|

ESCOLA DE HOTELARIA DE FÁTIMA RECEBE ENCONTRO NACIONAL ORGANIZADO PELA ANESPO E ANQEP

A Escola de Hotelaria de Fátima recebeu ontem o Encontro “Nova abordagem no desenho e operacionalização de qualificações: resultados de aprendizagem”. Este evento que contou com 150 participantes,  foi organizado pela ANESPO – Associação Nacional de Escolas Profissionais e pela ANQEP - Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, e teve como objetivo divulgar e sensibilizar para a nova abordagem no desenho e operacionalização de qualificações com base em resultados de aprendizagem.

untitled

Esta iniciativa insere-se no desenvolvimento de trabalho cooperativo dinamizado pela Confederação do Turismo Português, com o apoio da ANESPO e da ANQEP, envolvendo também o IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional e o Turismo de Portugal. Uma primeira fase assentou na revisão dos referenciais de formação de nível 4 do setor da hotelaria e turismo, estando já disponíveis os novos planos curriculares. Neste momento, os trabalhos estão reorientados para que, no ano letivo 2016/2017, na oferta formativa deste setor/família profissional seja operacionalizada por resultados de aprendizagem.

De referir que o encontro contou com as presenças, do Presidente do IEFP, Jorge Gaspar, do Presidente do Conselho Diretivo da ANQEP, Gonçalo Xufre, do Presidente da ANESPO, José Luís Presa,  Diretora da Qualificação Formativa e Certificação do Turismo de Portugal, Alexandra Pereira, e do Vogal da Comissão Executiva da CTP, Joaquim Moura



publicado por Carlos Gomes às 15:19
link do post | favorito
|

INATEL REALIZA CONCURSO DE COMPOSIÇÃO PARA A ORQUESTRA DE SOPROS

Concurso de Composição para Orquestra de Sopros

Inatel – Banda do Exército 2016

Regulamento

1 - Definição e Objectivos

Com o intuito de fomentar e valorizar a escrita musical para Orquestra de Sopros, anuncia-se a quarta edição do concurso de composição para esta formação, através de uma parceria entre a Fundação Inatel e a Banda Sinfónica do Exército, aberto a autores de todas as nacionalidades residentes em Portugal, sem restrição de idades.

2 - Prémios

Ao vencedor será atribuído um prémio monetário no valor de € 2000, bem como a edição e publicação da partitura da obra vencedora, sendo que não serão atribuídos prémios ex-aequo.

No caso de existirem menções honrosas estas serão premiadas com um fim-de-semana para duas pessoas numa unidade hoteleira da Fundação Inatel, à escolha, em época média, e ainda com a edição da partitura. O valor do prémio considera-se como pagamento dos direitos de autor da obra vencedora e de aluguer da partitura e partes instrumentais.

3 - Requisitos Essenciais

3.1. A composição deverá obedecer à instrumentação para Orquestra de Sopros, com a seguinte formação: 1 Flautim, 2 Flautas, 2 Oboés, 1 Corne Inglês (opcional como 2º Oboé), 2 Fagotes, 1 Clarinete Eb, 3 Clarinetes em Bb (cada uma das partes executada por 4 instrumentistas), 1 Clarinete Baixo, 1 Clarinete Alto, 2 Saxofones Alto, 1 Saxofone Soprano, 2 Saxofones Tenor, 1 Saxofone Barítono, 4 Trompas, 5 Trompetes (podem ser divididas em Trompetes, Cornetins e 2 Fliscornes), 2 Trombones, 1 Trombone Baixo, 2 Eufónios, 2 Tubas, Tímpanos, Percussão (5 executantes com o seguinte instrumental: Marimba, Xilofone, Vibrafone, Glockenspiel, Sinos Tubulares, peles e acessórios standard), Violoncelos, Contrabaixos, Piano.

3.2. Cada concorrente deverá apresentar, obrigatoriamente, uma peça de concerto (excluindo peças a solo), com a duração compreendida entre 10 (dez) e 15 (quinze) minutos.

3.3. A composição a concurso terá de ser inédita, que nunca tenha sido tornada publica por qualquer meio, nem premiada noutro concurso.

3.4 Quaisquer futuras execuções, edição da partitura ou CD da obra vencedora, deverão

obrigatoriamente incluir nas notas de programa a menção: Obra vencedora do Concurso de Composição Inatel - Banda do Exército

4 - Entrega da Composição

4.1. A composição deverá ser assinada sob pseudónimo e acompanhada de um envelope fechado e lacrado, contendo a identificação (fotocópia de cartão do cidadão, ou passaporte), endereço, contactos telefónicos e e-mail do autor. No exterior desse envelope deverão constar o título da peça e o pseudónimo.

4.2. A composição a concurso pode ser entregue na Banda Sinfónica do Exército, Regimento de Artilharia Antiaérea nº l, Largo do Palácio 2745-181 Queluz, ou enviada pelo correio para a mesma morada até ao dia 31 de Janeiro de 2016.

4.3. Deverão ser entregues 3 (três) cópias da partitura geral impressas, uma cópia de cada parte de instrumentista, bem como o respectivo suporte digital da partitura geral, partes em formato pdf e um ficheiro midi da composição.

5 - Condições de Participação

5.1. O Concurso está aberto a todos os compositores nacionais ou estrangeiros, cujas candidaturas obedeçam ao disposto no presente Regulamento.

5.2. A participação no concurso obriga à aceitação de todas as cláusulas deste regulamento.

6 - Nomeação e Funcionamento do Júri

6.1. Para apreciação das obras a concurso, será constituído um júri, composto por 3 (três)

elementos, de mérito musical reconhecido:

  1. Chefe de Banda Militar convidado
  2. Professor de composição
  3. Chefe Titular da Banda Sinfónica do Exército.

6.2. O júri fará a seleção de um máximo de 5 (cinco) obras semi-finalistas que serão objeto de ensaio a realizar com a Banda Sinfónica do Exército, para a seleção final de um máximo de três obras, que serão presentes a audição final.

6.3. Não podem ser nomeados para membros do Júri, quaisquer concorrentes.

6.4. O Júri decidirá por unanimidade ou por maioria simples, lavrando em ata a sua decisão.

6.5. O Júri reserva-se o direito de não atribuir o prémio, se a qualidade das obras apresentadas assim o impuser.

6.6. As decisões do Júri são inapeláveis.

7 - Exclusões

As candidaturas que não obedeçam ao disposto nos artigos anteriores serão excluídas.

8 - Divulgação dos Resultados e Entrega de Prémios

8.1. A Fundação Inatel e a Banda Sinfónica do Exército divulgarão os resultados até ao dia 28 de Fevereiro de 2016.

8.2. Os prémios serão entregues em sessão pública a realizar para o efeito, em local e data a determinar.

9 - Situações Omissas

Todos os aspectos omissos neste Regulamento serão apreciados e decididos pela Fundação Inatel e pela Banda do Exército de cuja decisão não haverá recurso.

Lisboa 1 de Outubro de 2015



publicado por Carlos Gomes às 15:04
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 26 de Outubro de 2015
BOMBEIROS DE CAXARIAS PROMOVEM PASSEIO TT



publicado por Carlos Gomes às 10:31
link do post | favorito
|

Domingo, 25 de Outubro de 2015
JORNADA REGIONALISTA JUNTA CASAS REGIONAIS EM LISBOA GRANDE

As casas regionais sediadas em Lisboa levaram hoje a efeito um encontro cultural que foi simultaneamente uma grande jornada regionalista a congregar gentes das mais variadas regiões do país a viver na capital do país. A iniciativa foi da Associação das Casas Regionais de Lisboa (ACRL) e teve lugar na Freguesia de Marvila, mais concretamente no salão de festas de Vale Fundão.

ACRL-Marvila 019

Constituída em 2007 com vista a conferir maior representatividade ao associativismo regionalista, a Associação das Casas Regionais de Lisboa (ACRL) congrega algumas dezenas de casas regionais, entre as quais a Casa do Concelho de Arcos de Valdevez, a Liga dos Amigos do Concelho de Valença, a Casa do Concelho de Ponte de Lima, a Casa Courense em Lisboa, Casa da Comarca de Arganil, Casa Regional de Cinfães, Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra, Casa do Concelho de Tomar e a Casa do Concelho de Gouveia.

O concelho de Ourém não se encontra representado neste movimento em virtude da Casa de ourém já ter sido extinta.

ACRL-Marvila 017

Diversas casas regionais trouxeram à capital grupos folclóricos ou de música popular constituídos no seio das respetivas associações pu provenientes dos respetivos concelhos. Destacamos, pela sua representatividade, o Rancho Folclórico da Casa do Concelho de Castro Daire, o Rancho Folclórico e Etnográfico da Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra, o Rancho Folclórico e Etnográfico da Casa do Concelho de Cinfães e o Grupo de Cavaquinhos da Casa do Concelho de Arcos de Valdevez.

O regionalismo não se fecha em si mesmo. Antes pelo contrário, reconhece a diversidade e reforça os laços de amizade e colaboração entre as mais diversas regiões, contribuindo para unir os povos.

O evento contou com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e da Junta de Freguesia de Marvila. Os seus dirigentes apostam na realização, para o próximo ano, de uma grandiosa jornada a ter lugar em pleno centro de Lisboa, local privilegiado de divulgação nomeadamente junto dos números turistas que visitam a capital.

ACRL-Marvila 192

ACRL-Marvila 047

ACRL-Marvila 196

ACRL-Marvila 188

ACRL-Marvila 089

ACRL-Marvila 125

ACRL-Marvila 123

ACRL-Marvila 118

ACRL-Marvila 112

ACRL-Marvila 002



publicado por Carlos Gomes às 21:44
link do post | favorito
|

Sábado, 24 de Outubro de 2015
CASAS REGIONAIS JUNTAM-SE AMANHÃ EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 12:06
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2015
“(IN)COERÊNCIAS” - FOTÓGRAFA CARLA DE SOUSA EXPÕE NO CLAUSTRO MONFORTINO EM FÁTIMA

O Claustro Monfortino, restaurante de aplicação da Escola de Hotelaria de Fátima, junta todos os meses o prazer da arte e da gastronomia através da iniciativa “Arte no Claustro”, expondo os trabalhos de um artista para apreciar enquanto se vai degustando as maravilhosas refeições criadas e servidas pelos nossos alunos. Alimenta-se o corpo e o espírito.

A partir de dia 2 de novembro, o Claustro Monfortino recebe a exposição “(In)coerências”, de Carla de Sousa.

Natural de Luanda, Angola, a autora, dedica-se de forma regular à arte fotográfica desde 2012. A par da fotografia digital, a fotografia móvel é outro dos seus registos característicos. Assume que este último funcionou como catalizador de uma paixão tardia pela arte fotográfica. É membro fundador do coletivo fotográfico, Zenith9 – Associação de Fotógrafos.

Caracteriza da seguinte forma o trabalho que vai expor: “A cor e a sua ausência. A natureza e a tímida humanização do espaço. A melancolia e a esperança. A sombra e a luz. Manifestações dialéticas do ser e da sensibilidade de um olhar que se fixa no detalhe e na luz.

Doze olhares, reveladores de uma viagem pessoal da autora por vários lugares de Portugal que, se assume igualmente como percurso interior e espólio de memórias, visuais, olfativas, sensoriais e espirituais.

Doze olhares, escolhidos, aparentemente sem conexão entre si, questionam e dirigem um convite ao intérprete à reflexão e ao encontro de uma matriz condutora que façam da aparente incoerência, sentido e direção.”

O seu trabalho é divulgado em várias plataformas digitais, designadamente:

- www.instagr.am/carlaoliveirasousa,

- www.behance.net/carladesousa,

- https://www.flickr.com/photos/carladesousa

- e, mais recentemente, através de conta portfólio por convite em https://www.lensculture.com/carladesousa



publicado por Carlos Gomes às 15:34
link do post | favorito
|

AMANHÃ HÁ FESTA NA FREIXIANDA PARA AJUDAR OS BOMBEIROS



publicado por Carlos Gomes às 14:40
link do post | favorito
|

BOMBEIROS DE CAXARIAS PROMOVEM PASSEIO TT



publicado por Carlos Gomes às 14:00
link do post | favorito
|

OUREENSES VÃO AOS FADOS NA ATOUGUIA



publicado por Carlos Gomes às 14:00
link do post | favorito
|

UTENTES RECLAMAM MAIS PROFISSIONAIS DA SAÚDE NO MÉDIO TEJO


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 12:46
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 22 de Outubro de 2015
HORA LEGAL MUDA NO PRÓXIMO DOMINGO

No próximo Domingo, dia 25 de Outubro, às 0100 UTC (0200 no Continente/Madeira e 0100 nos Açores) a hora legal será alterada, devendo os relógios ser atrasados em 60 minutos. Passaremos ao fuso 0 no Continente/Madeira e ao fuso +1 nos Açores.

Assim, a noite de Sábado para Domingo será uma hora mais longa, pelo que se sugere atenção a este facto para qualquer compromisso que exista para a manhã de Domingo.

A Hora Legal em Portugal é definida pelo Observatório Astronómico de Lisboa, instituição criada por Carta de Lei em 6 de maio de 1878, no reinado de D. Luís.

Discutia-se então entre os astrónomos sobre a paralaxe da estrela de Argelander ou seja, a diferença na posição aparente em virtude da necessidade de medição da sua distância. Com o objetivo de promover a nova Astronomia Sideral e efetuar o mapeamento do céu e medir o tamanho do universo, foi então decidido edificar o Observatório Astronómico de Lisboa por ser a capital portuguesa o único local do continente europeu onde era possível observar a estrela de Argelander utilizando uma luneta zenital.

O edifício do observatório foi construído à semelhança do Observatório de Pulkovo, na Rússia, sob a orientação do arquiteto francês Jean-François Colson.

Era também a partir do Observatório Astronómico de Lisboa que, antes de existir sinal de rádio, os navios recebiam em Lisboa a hora legal, através de um sistema semafórico instalado ao longo da costa, até Belém, a partir de um posto situado perto do cais do Sodré, equipado com um relógio mecânico que se encontrava ligado ao Observatório de Lisboa através de um cabo elétrico. A partir de 2009, a emissão da hora legal é assegurada através dos relógios atómicos do Observatório Astronómico de Lisboa.

A decisão mudar a hora legal remonta a 1916, no contexto da primeira grande guerra e teve como objetivo proceder à poupança do consumo de energia. A ideia foi recuperada em 1973, devido à crise petrolífera provocada pelo embargo imposto pelos países da OPEP aos Estados Unidos da América e países europeus em virtude do apoio concedido a Israel e, finalmente, em 1981, a mudança da hora legal foi estabelecido através de uma diretiva da CEE.

Pulkovo_observatory_2004

Observatório de Pulkovo. Foto: Vladimir Ivanov



publicado por Carlos Gomes às 11:55
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 21 de Outubro de 2015
CASAS REGIONAIS JUNTAM-SE EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 22:27
link do post | favorito
|

OURÉM AJUDA BOMBEIROS DA FREIXIANDA



publicado por Carlos Gomes às 22:24
link do post | favorito
|

OUREENSES VÃO AOS FADOS NA ATOUGUIA



publicado por Carlos Gomes às 22:23
link do post | favorito
|

BOMBEIROS DE CAXARIAS ORGANIZAM PASSEIO BTT



publicado por Carlos Gomes às 22:22
link do post | favorito
|

OURÉM: ALBURITEL REALIZA ALMOÇO DE MERENDEIRA



publicado por Carlos Gomes às 22:00
link do post | favorito
|

OURÉM PROMOVE COLÓQUIO SOBRE “O CULTO MARIANO NO RIBATEJO”

Colóquio “O Culto Mariano no Ribatejo”

No âmbito do Centenário das Aparições de Fátima, o Município de Ourém e o Fórum Ribatejo estão a promover o colóquio “O Culto Mariano no Ribatejo”, iniciativa que acontece no próximo dia 14 de novembro, às 10.00h, no Auditório do Edifício dos Paços do Concelho.

Com o objetivo de refletir sobre a realidade ribatejana e intervir na defesa e divulgação da sua identidade, pretende-se que este colóquio vá ao encontro dos interessados na curiosidade e no estudo do culto mariano na região, proporcionando, simultaneamente, abordagens mais integradoras à escala nacional.

A participação é livre e gratuita, limitada à lotação do auditório, com inscrições obrigatórias através do e-mail cultura@mail.cm-ourem.pt e dos contactos 914 096 385 e 914 485 527.

Colóquio “O Culto Mariano no Ribatejo”

14 de novembro de 2015

Auditório dos Paços do Concelho de Ourém

PROGRAMA

10.00h: Sessão de abertura

Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. Paulo Fonseca

Coordenador do Fórum Ribatejo, Professor Doutor Aurélio Lopes

10.20h: Doutor Marco Daniel Duarte

Fátima, micro e macro-história: a construção de um dos mais importantes lugares do catolicismo contemporâneo

10.40h: Professor Doutor Aurélio Lopes

Do céu à terra: A construção de um santuário: persistências, resistências e resiliências

11.00h: Debate

11.30h: Coffee break

11.45h: Dr. José Manuel Dias Poças Neves

Entre a “loucura dos homens” e a “bondade divina”: o confronto político-religioso à volta da Cova da Iria durante a Primeira República

12.05h: Dr. Matias Coelho

O Senhor do Bonfim da Chamusca e a Senhora da Boa Viagem de Constância: desistências e persistências face ao fenómeno de Fátima

12.25h: Dr.ª Rita Pote

O culto a Nossa Senhora da Glória

12.45h: Debate

13.15h: Pausa para almoço

15.00h: Atuação do Coro CRAMOL | Oeiras

e do Chorus Auris | Ourém

15.20h: Professora Dr.ª Lucília - José Justino:

Da "Senhora dos Mil Nomes": Invocações e Performatividades

15.40h: Dr. Pedro Penteado:

Nossa Senhora da Nazaré

16.00h: Dr. Marto da Cunha Alves e Professora Doutora Marina Pignatelli

O Círio dos Marítimos de Alcochete: um estudo para proposta e inventário nacional de PCI

16.20h: Debate

16.50h: Coffee break

17.05h: Mestre Nuno Domingues

Nossa Senhora da Saúde – Santarém

17.25h: Dr. Hélio Duarte Antunes

Nossa Senhora do Pranto/Círios a Dornes

17.45h: Debate

18.05h: Sessão de encerramento

Presidente da Assembleia Municipal de Ourém, Dr.ª Deolinda Simões

18.35h: Visita livre ao Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

Contactos para esclarecimentos e confirmação:

cultura@mail.cm-ourem.pt

Tlm. 914096385 / 914485527



publicado por Carlos Gomes às 17:00
link do post | favorito
|

OFERTAS DE EMPREGO DA LIFE – DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E EMPREGO DA INSIGNARE (21 OUTUBRO)

LIFE - Departamento de Formação e Emprego da INSIGNARE

Contactos: Rua Santa Teresa de Ourém, nº 13 – AP 107 2490 – 242 Ourém Telefone 249 540 397 gip@insignare.pt

cabeçalho-01

Nota: As ofertas com referência IEFP obrigam à inscrição no Serviço de Emprego: Consulte https://www.netemprego.gov.pt/IEFP/ Todas as ofertas estão sujeitas a alterações diárias. Contactos: Telefone 249 540 390 gip@insignare.pt

LIFE 20/10 – Cozinheiro/Ajudante cozinha (m/f) – Leiria, Boa Vista. Restaurante em Leiria. Perfil: Candidato (a) com formação de nível 4/contrato ou Estágio Profissional. Pessoa organizada e comunicativa. Possibilidade de alojamento. Enviar CV para gip@insignare.pt .

LIFE 20/10 – Empregado Mesa/Sala (m/f) – Leiria, Boa Vista. Restaurante em Leiria. Perfil: Candidato (a) com formação de nível 4/contrato ou Estágio Profissional. Pessoa organizada e comunicativa. Possibilidade de alojamento. Enviar CV para gip@insignare.pt

588611815 IEFP - Motorista de Veículos Pesados de Mercadorias (M/F) Ourém. Informação e candidaturas: https://www.iefp.pt/en/ofertas-emprego?item=588611815&registo=0

EURES – Empresas Belgas recrutam em Portugal - Dia 5 e 6 de novembro realiza-se, nas instalações da Ordem dos Engenheiros, uma ação de recrutamento na área das Engenharias e Tecnologias de Informação, para a Bélgica (Flandres). A organização está a cargo do IEFP, através do EURES Portugal, em colaboração com o VDAB (Serviço Público de Emprego da região da Flandres) / EURES Flandres e com a Ordem dos Engenheiros. Aconselha-se que os interessados em realizar entrevistas de emprego se candidatem, nas semanas anteriores ao evento, às ofertas ajustadas ao seu perfil. A participação é gratuita, mas é necessária a inscrição prévia para poder aceder ao evento. Mais informações em http://www.europeanjobdays.eu Horário: 10h00 – 18h00Morada: Ordem dos Engenheiros - Av. António Augusto de Aguiar nº 3 D, Lisboa.

RLeiria 19/10 – OPERADOR DE CNC (m/f Pombal - Valsteam ADCA - valsteam.com. Metalomecânica Industrial Com sede na Guia-Pombal, pretende admitir Com conhecimentos de programação ISO – FANUC ou titulares de curso formação profissional na área, para programação e preparação máquinas CNC. rh@valsteam.com

RLeiria 19/10 - OPERADOR DE MÁQUINAS SECÇÃO DE ACABAMENTOS - Valsteam ADCA - valsteam.com Função de retificação e lapidação mecânica; - Preparação e limpeza de peças pós maquinação; - Outras funções auxiliares. Requisitos: Leitura de desenho técnico e boa capacidade de aprendizagem. Com ou sem experiência. rh@valsteam.com

RLeiria 19/10 – JOVEM APRENDIZ (m/f) PLASMOREX Admite. 12º ano completo). Tel. 244 575 010.

RLeiria 19/10 - VENDEDOR DE AUTOMÓVEIS (m/f) A Auto Júlio, S.A. admite vendedor auto para estabelecimento de Leiria. Requisitos: - Com ou sem experiência profissional na área de vendas; - Conhecimentos informáticos na óptica do utilizador; - Sentido de responsabilidade e dinâmica comercial. Oferece-se: - Remuneração fixa mais remuneração variável. (Resposta para email: antonioramalho@autojulio.pt)

RLeiria 19/10 - COMERCIAL / TÉCNICO (m/f) ASF Grupo, pretende admitir. Dá-se preferência: Experiência comercial na área de Metalomecânica de Precisão; Conhecimento de Inglês escrito e falado; Domínio em informática. Enviar candidatura para: geral@sfr.mail.pt |Internet: www.grupoasf.pt. Apartado 63 - EC Maceira - 2406-909 Maceira Leiria, Estrada Nacional 356 nº 2 - Maceirinha - 2405-026 Maceira Leiria. Telf.: 244 771 179 | Fax: 244 771 181 | Móvel: 969 849 546.

Alerta Emprego - Designer de Produto Cerâmico (m/f) – Batalha. Matceramica - Fabrico de Louça, S.A Procuramos pessoa com formação ao nível da Licenciatura em Design: Ramo Industrial ou Cerâmica. Candidatura: http://www.alertaemprego.pt/jobboard/cands/JobApply.asp?v=3728448&ov=v%3D3728448

Alerta Emprego - Futuros Chefes de Equipa (m/f) - Santarém e Torres Novas. Securitas Direct Portugal Unipessoal Lda. Informação e candidaturas: http://www.alertaemprego.pt/empregos/3027856/futuros-chefes-de-equipa-m-f-santarm-e-torres-novas.asp

Alerta Emprego - Engenheiro de Manutenção (m/f) - Vale de Ourém. Matceramica - Fabrico de Louça, S.A. Informações e candidaturas: http://www.alertaemprego.pt/empregos/3714909/engenheiro-a-de-manuteno-vale-de-ourm.asp

Netempregos 21/10 – Empregado Mesa/Bar (m/f) -Fátima 2 empregados/as com experiência para restaurante e bar aos fins-de-semana em Fátima. Enviar cv para o hotelnslurdes@gmail.com Ligar para 916774212.

Netempregos 21/10 – Operador Máquinas (m/f) – Blocotelha - Precisa-se Operador/a de máquinas Ref.ª 32/2015. Habilitações académicas: 12º ano. Conhecimentos informáticos na ótica do Utilizador. Pessoa responsável Disponibilidade Imediata. Local de Trabalho: Fátima Envie candidatura, mencionando a ref.ª, para o e-mail rec.humanos@grupomeneses.com

Netempregos 21/10 - Esteticista/Terapeuta/Massagista (m/f) – Fátima. Hotel D. Gonçalo. Formação profissional certificada como Esteticista/Terapeuta/Massagista; Experiência profissional anterior na função (Fator Preferencial); Conhecimentos de inglês e de outras línguas (Fator preferencial); Disponibilidade para horários flexíveis; Conhecimentos de informática na ótica de utilizador; Os candidatos interessados deverão enviar currículo com foto para o email jh@hoteldg.com

Todas as ofertas estão sujeitas a alterações diárias. 



publicado por Carlos Gomes às 16:02
link do post | favorito
|

OURÉM RECEBE FEIRA NOVA DE SANTA IRIA

Feira Nova de Santa Iria. 24 a 30 de outubro. Parque da Cidade António Teixeira e Centro de Negócios de Ourém

Ourém vai receber mais uma edição da Feira Nova de Santa Iria, evento que irá decorrer entre 24 e 30 de outubro no Parque da Cidade António Teixeira e no Centro de Negócios de Ourém.

A centenária Feira Nova de Santa Iria continua a garantir divertimento e muita animação a todos os visitantes, com a presença dos habituais carrosséis, carrinhos de choque, postos de venda de farturas, pipocas e muito mais.

A 24 e 25 de outubro o Centro de Negócios de Ourém acolhe um certame onde o público encontrará os mais variados produtos e serviços, além de espaços de restauração dinamizados por associações locais, animação musical, espetáculos variados e muitas surpresas.

A Feira Nova de Santa Iria é uma iniciativa do Município de Ourém e da empresa municipal OurémViva.

Programa

Sábado – 24 de outubro

14h30 – Abertura da Feira Nova de Santa Iria

18h00 – Atuação SinfoDixie

21h30 – Performance de fogo e estátuas vivas

Domingo – 25 de outubro

10h00 – Abertura da Feira Nova de Santa Iria

10h30 – Sessões de Reiki pelo Espaço Om Shanti

Participação: doação de um bem alimentar que será entregue a uma instituição de solidariedade do concelho

16h00 – Atuação Irmãos Esferovite

21h00 – Animação com mascotes Mickey e Minnie

Programa Feira Nova de Santa Iria 2015



publicado por Carlos Gomes às 15:58
link do post | favorito
|

Terça-feira, 20 de Outubro de 2015
POETISA MARIA DA CONCEIÇÃO DUQUE APRESENTA EM LEIRIA O SEU NOVO LIVRO DE POESIA

A Folheto Edições apresenta no próximo dia 24 de Outubro, pelas 16 horas, o livro de poesia “Da Alma e do Coração”, de São Duque, em sessão que terá lugar no Auditório da Filarmónica de S. Tiago de Marrazes, junto à Igreja de Marrazes, em Leiria. A apresentação do livro será da responsabilidade de Paulo Pires e Adélio Amaro, e haverá um apontamento poético.

Maria da Conceição do Espírito Santo Costa Duque nasceu a 26 de Novembro de 1952. Durante 30 anos trabalhou, com brio profissional, em defesa dos direitos dos trabalhadores e as suas respectivas famílias.

Mesmo estando já aposentada, mantém e nutre em si a ânsia de estar ao serviço dos que ainda precisam dela. Ela percebe, como ninguém, as necessidades dos mais velhos.

Hoje oferece-se como voluntária para partilhar as suas experiências académicas, profissionais e de vida quotidiana. E é assim que ensina na Universidade Sénior de Marinha Grande. Abre aos idosos novos horizontes de vida, convencen­do-os de que a idade de velhice tem uma magia própria.

Finalmente, ela, ao publicar este livro de poemas, lança aos seus alunos um desafio, um repto: é possível ser-se activo e criativo nesta fase de idade.

Prefácio

Há mais de 40 anos que conheço a autora, Maria da Conceição Duque (São Mao para os amigos). Era uma jovem alegre, graciosa e cheia de vida. Tinha os olhos abertos para abarcar e contemplar todo o universo visível, o coração escancarado ao mundo dos homens e a sua alma ávida e sedenta da presença divina na sua vida. Ao longo destes anos, acumulou um património invejável de experiências de vida que ela, agora, se dispõe a partilhar com os outros, todos, sem distinção, como canta num dos seus belos poemas, ora postos à disposição dos seus leitores, “Eu quero amar amar”.

As redes sociais constituem meios de comunicação claramente redutores. Hoje, elas invadem e promovem, de uma forma virtual, a relação entre os homens. De facto, a sua presença no mundo hodierno, é cada vez mais dominadora, alienante e castradora da liberdade e da privacidade da pessoa. Infelizmente, a sua circulação é cada vez mais globalizante! “Urge delimitar convenientemente as duas modalidades do espaço literário: o de criação e o da circulação”, reclama o poeta Ruy Belo.

Na verdade, actualmente, o espaço literário parece estar já preenchido pelas publicações de variados géneros literários, com destaque para a literatura de auto-ajuda. Muita produção poética hoje divulgada, com raras excepções, veicula ou uma atitude narcisista ou de uma profunda solidão provocada pela ausência do amor.

A nossa poetisa está consciente desta realidade

Por isso, a sua preocupação centra-se mais na “criação” do que no espaço da “circulação”. Desde que a criação seja comunicativa, a circulação seguir-se-lhe-á necessariamente, como corolário que se impõe pela sua própria força interior! Ela adopta como veículo das suas experiências poético-místicas uma linguagem simples, sem preocupações de rítmica e métrica, fazendo eco, deste modo, do conselho sábio Gusdorf, segundo o qual “a expressão perfeita significaria, para a pessoa, a manifestação plena do que ela é, sem qualquer reserva” (3).

É assim que ela abre o seu coração e deixa-o cantar as notas soltas ao sabor da existência, em uníssono com a humanidade, prostrada perante a beleza do universo e a transcendência divina. É isso que acontece quando “os loquitur de abundantia cordis”, (4)(a boca fala da abundância do coração).

Que canção entoa o coração desta poetisa? A melodia da sua alma. Daí o título do seu livro: “DA ALMA e DO CORAÇÃO”.

Que melodia é essa que embala as crianças, encanta os adultos e rejuvenesce os velhos? É a Melodia do AMOR. Exprime esse melodioso sentimento no poema, já atrás referenciado “Amar Amar”, ou seja, Amar o Amor! É a síntese mais bela do Amor, na sua plena e sublime transfiguração:

“Eu quero amar amar

Com todo o meu coração

Amar as pessoas e dar

a todos a minha atenção”

Por isso, exprime o seu desejo de ser cantora. Cantora de quê e para quê? Ela responde com singela candura:

“Queria ser cantora

para cantar o amor”.

Cantora do AMOR, portanto.

Quem ama assim, não exclui ninguém da sua vida. É impelido necessariamente para os outros. O apelo do amor é como um vendaval e a sua atraccão é vertiginosa, como assevera, convicto, o poeta Joaquim Pessoa: “se o amor é dos parvos, irei ter com eles” (5). A comunhão com os outros gerada pelo amor e no amor elimina e anula a “solidão na qual nasce a besta interior”, segundo Nietzsche. Quando se vive na solidão absoluta, “os outros são necessariamente o inferno”, na perspectiva de Sartre. No amor, os outros não são o inferno. Podem e devem ser o céu, entendido como o estado de harmonia e comunhão plena entre os homens.

Pela contemplação da beleza do universo, a nossa poetisa eleva-se, levita e chega ao seu Deus que considera como fonte da sua vida e de tudo o que existe. Está-Lhe profundamente grata por esse dom.

“Quero subir a montanha

e ver as estrelas brilharem

ver tudo quanto contenha

a mão do meu Senhor…”

Finalmente, lacra numa das páginas deste seu livro de poesias, um desejo profundo e intimista:

“Queria ser poeta

e saber fazer os outros felizes

ao lerem os meus escritos

e poderem dizer: valeu a pena.” 

Fernando Pessoa, enfático, concluiria assim:

“Tudo vale a pena

se alma não é pequena!”

Paulo Pires



publicado por Carlos Gomes às 22:24
link do post | favorito
|

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA APRESENTA EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA

«Mães coragem … e o vazio das crianças que não puderam ser felizes»

Fotografia de Francisco Pedro - Exposição temporária

No próximo dia 27 de outubro, abrirá ao público no Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, a exposição temporária de fotografia “Mães coragem … e o vazio das crianças que não puderam ser felizes”.

Os vinte e quatro trabalhos do jornalista Francisco Pedro são resultado da viagem que realizou em 2014 à Guiné-Bissau onde, em Bissau, conheceu a Casa Bambaran, um centro de acolhimento de crianças órfãs, portadoras de deficiência e rejeitadas pelo estigma das tradições. Basta nascerem gémeas, terem alguma deficiência, serem feias de mais para o gosto dos pais para serem eliminadas. São rotuladas de crianças Irã, ou crianças feiticeiras.

No entanto, existem “mães coragem” que desafiaram e venceram as crenças sobrenaturais, aceitando os seus filhos nas suas diferenças. São essas que o fotógrafo pretende homenagear, bem como o trabalho desenvolvido pelas Missionárias da Consolata.

A exposição poderá ser vista até 3 de janeiro de 2016 de terça a domingo das 10h00 às 19h00 em outubro e de novembro a janeiro das 10h00 às 17h00.

Mães coragem … e o vazio das crianças que não puderam ser felizes.

Os dias de Dona Djasse começam às cinco da manhã, sete dias por semana, quatro semanas por mês, 12 meses por ano. Na região onde vive, (Empada, Guiné Bissau) a água fica à distância do destino, o centro nutricional obriga a quatro horas de caminhada, duas para cada lado.

Dona, 33 anos, tem três pares de gémeos. Seis filhos, portanto. Os mais novos terão agora dois anos, os mais velhos andam pelos 10. Mas lá em casa, são, ao todo, 14 pessoas - ela, o marido, os seis filhos do casal e mais seis que vieram com o companheiro, por morte da mãe.

Se seguisse à letra as crenças populares, alimentadas por tradições tribais, podia até ter “eliminado” alguns dos gémeos, abandonando-os à beira rio ou colocando-os nos ninhos das térmitas. Não seria penalizada por isso, porque as autoridades guineenses vão fechando os olhos ao assunto e o ritual é facilmente aceite por grande parte da comunidade. Mas Dona não o fez. É uma das muitas mães coragem que existem na Guiné Bissau. Uma das muitas mulheres que ensinam os seus filhos a sorrir.

Outras, não tiveram tanta bravura e deixaram um vazio. Um vazio que devia ser sentido por toda a humanidade. Um vazio de felicidade, um vazio de vida, que nos devia envergonhar. É isso mesmo que estais a pensar. Na Guiné Bissau ainda se sacrificam crianças por serem diferentes.

Francisco Pedro



publicado por Carlos Gomes às 21:38
link do post | favorito
|

OURÉM PREMEIA MÉRITO ASSOCIATIVO

Município de Ourém realiza III Encontro de Mérito Associativo

O Cineteatro Municipal de Ourém será o palco do III Encontro de Mérito Associativo, iniciativa que acontece no próximo dia 23 de outubro, às 20h30. Neste momento promovido pelo Município de Ourém serão atribuídas distinções honoríficas a entidades individuais e coletivas que se distinguiram no panorama associativo concelhio, nas valências cultural, recreativa e desportiva, nos anos 2014 e 2015 e, especificamente no caso do desporto, durante a época 2013/2014 e 2014/2015.

O III Encontro de Mérito Associativo representa o momento institucional em que a Câmara Municipal de Ourém reconhece publicamente as entidades e agentes culturais e desportivos, que durante 2014 e 2015 mais se notabilizaram pelos resultados alcançados a nível internacional e nacional, ou pelos serviços prestados ao desporto/cultura regional.

Para além das homenagens que, por exemplo, irão destacar as associações que em 2014/2015 comemoraram 25, 50 ou 100 anos de existência, a iniciativa irá contar com vários momentos de espetáculo protagonizados por coletividades concelhias.

O III Encontro de Mérito Associativo é uma iniciativa do Município de Ourém e da empresa municipal OurémViva.



publicado por Carlos Gomes às 21:34
link do post | favorito
|

PONTE DE LIMA: BANDA DE MÚSICA DE ESTORÃOS ATUA EM FORNELOS

FORNELOS – PONTE DE LIMA – 25 DE OUTUBRO – 15h00

Depois do êxito que os recentes concertos descentralizados alcançaram, nomeadamente, em Calheiros e em Bertiandos, com afluências de público dignas de registo, dar-se-á continuidade à programação dos concertos nas freguesias do concelho, desta vez no Adro da Igreja Paroquial de Fornelos, com o espetáculo a cargo da Banda de Música de Estorãos, no próximo Domingo, 25 de Outubro, às 15h00.

A programação de acções culturais descentralizadas será para manter e alargar a outras áreas artísticas, uma vez que os resultados estão a ser excelentes e a adesão das populações aos eventos animam-nos a prosseguir no sentido de levar espectáculos que contribuam para a valorização cultural das nossas gentes, um pouco por todo o território concelhio.

No que concerne ao conjunto de concertos descentralizados, o último do presente ano, ao nível das bandas filarmónicas, está agendado para o dia 8 de Novembro na Correlhã (Igreja Paroquial), também às 15h00.



publicado por Carlos Gomes às 19:35
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2015
ESCOLA DE HOTELARIA DE FÁTIMA RECEBE ENCONTRO “NOVA ABORDAGEM NO DESENHO E OPERACIONALIZAÇÃO DE QUALIFICAÇÕES: RESULTADOS DE APRENDIZAGEM”

Vai realizar-se no próximo dia 26 de outubro de 2015, a partir das 14H30, na Escola de Hotelaria de Fátima, o Encontro “Nova abordagem no desenho e operacionalização de qualificações: resultados de aprendizagem”.

untitled

Este evento é organizado pela ANESPO – Associação Nacional de Escolas Profissionais e pela ANQEP - Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, e tem como objetivo divulgar e sensibilizar para a nova abordagem no desenho e operacionalização de qualificações com base em resultados de aprendizagem.

Esta iniciativa insere-se no desenvolvimento de trabalho cooperativo dinamizado pela Confederação do Turismo Português, com o apoio da ANESPO e da ANQEP, envolvendo também o IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional e o Turismo de Portugal. Numa primeira fase assentou na revisão dos referenciais de formação de nível 4 no sector da hotelaria e turismo, estando já disponíveis os novos planos curriculares. Neste momento, os trabalhos estão reorientados para que no ano letivo 2016/2017, na oferta formativa deste sector/família profissional, seja operacionalizada por resultados de aprendizagem.

De referir que o encontro contará com as presenças do Presidente do IEFP, Jorge Gaspar, Presidente do Conselho Diretivo da ANQEP, Gonçalo Xufre, Presidente da ANESPO, José Luís Presa, e do Vogal da Comissão Executiva da CTP, Joaquim Moura.



publicado por Carlos Gomes às 13:50
link do post | favorito
|

MUSEU DE OURÉM DÁ MÚSICA ÀS QUINTAS-FEIRAS

Quintas com Música no Museu

29 de outubro às 19h00

Na Casa do Administrador – Museu Municipal de Ourém

No próximo dia 29 de outubro o Museu Municipal de Ourém levará a cabo mais uma edição da rubrica “Quintas com música no Museu”, com a participação da OUREARTE – Escola de Música e Artes de Ourém, numa iniciativa gratuita.

ENTRADA LIVRE

Horário de funcionamento: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.:249540900 (6831) | tlm: 919585003 | 910502917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt

 



publicado por Carlos Gomes às 10:26
link do post | favorito
|

Domingo, 18 de Outubro de 2015
CASAS REGIONAIS JUNTAM-SE EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 15:18
link do post | favorito
|

OURÉM: ALBURITEL REALIZA ALMOÇO DE MERENDEIRA



publicado por Carlos Gomes às 15:15
link do post | favorito
|

OUREENSES AJUDAM BOMBEIROS DA FREIXIANDA



publicado por Carlos Gomes às 15:12
link do post | favorito
|

ANA LAÍNS ATUA NA NOITE DE FADOS NA ATOUGUIA



publicado por Carlos Gomes às 15:11
link do post | favorito
|

CAXARIAS ORGANIZA PASSEIO TT



publicado por Carlos Gomes às 15:10
link do post | favorito
|

MARCAS DA MAÇONARIA NO ASSOCIATIVISMO POPULAR

Todo o objeto criado possui sempre as marcas do seu criador. A obra de arte reflete a ideia e o perfil psicológico do artista que a concebeu. De igual forma, o artesanato dá-nos a descrição mais fiel do nível cultural de um povo, revelando-nos o seu caráter e capacidade de transmitir aquilo que sente. Também as instituições nos permitem perceber o grau de desenvolvimento cultural de uma sociedade, os seus valores e o estádio de evolução humana em que se encontram, deixando em todas as situações as marcas distintivas dos seus obreiros.

cartão sócio

O associativismo popular tem entre nós origem a partir de meados do século XIX, criado sobretudo pela necessidade dos republicanos penetrarem entre as classes mais baixas da sociedade portuguesa para a atrair à sua causa e criar as condições da adesão popular á mudança do regime político.

Através dos triângulos e lojas maçónicas, foram criados em todo o país bandas filarmónicas e sociedades de cultura e recreio com o propósito de levar ao povo o ensino primário, a instrução musical, o teatro, as ocupações recreativas e a cultura popular em geral.

Quais organizações para-maçónicas, estas agremiações contavam com militantes republicanos entre os seus principais impulsionadores, os quais impunham estatutos cujas normas eram inspiradas na própria constituição maçónica. Não admira, pois, que reflexo das cisões verificadas no seio da Maçonaria e dos partidos políticos, tenham ocorrido idênticas divisões no seio de muitas coletividades. A existência no concelho do Seixal de duas coletividades rivais – a Timbre Seixalense e a Sociedade Filarmónica União Seixalense – tem a sua razão de ser nas divisões criadas pelo Partido regenerador e pelo Partido Progressista.

À semelhança do que se verificou com os jornais regionais, também eles em grande parte criados com a finalidade de difundir os ideais republicanos, as sociedades recreativas foram adaptando-se à evolução dos tempos e, sobretudo, às mudanças de regime político, não deixando porém de conservar alguns dos seus traços caraterísticos que estiveram na sua própria génese.

Entre as normas estatutárias mais relevantes que ajudam a identificar a sua origem, encontra-se a obrigatoriedade da admissão de um novo sócio ser feita através de um ou mais proponentes, existindo ainda coletividades que mantêm o costume de exibirem num quadro apropriado, durante determinado período de tempo, a ficha de inscrição do sócio proposto antes da mesma ser submetida a aprovação por parte do órgão diretivo. Na realidade, esta regra contraria o princípio da liberdade de associação, tratando-se de um procedimento apenas concebível no âmbito de uma associação a funcionar em moldes secretos e sigilosos.

Outra norma estatutária, também claramente de origem maçónica, é a que obriga o sócio ao pagamento de uma joia no ato de admissão, elemento estranho que ninguém explica do que se trata e, como é óbvio, o novo associado nunca receberá… nem questionará sequer acerca de um direito que lhe assiste!

Estas e outras práticas injustificadas são perpetuadas pelo costume e transmitidas às novas coletividades de cultura, desporto e recreio através da aprovação de estatutos que mais não são do que réplicas de outros antigos e desatualizados, copiados sem qualquer sentido crítico e reproduzindo normas que deveriam entretanto ser melhoradas ou eliminadas. Encontram-se, entre estas coletividades, as casas regionais, grupos folclóricos e um quase infinito número de associações que se dedicam às mais variadas vertentes de âmbito social, cultural, ambiental e recreativo.

Carlos Gomes / http://www.folclore-online.com/

DSC02897_-_Cópia__16427_zoom



publicado por Carlos Gomes às 14:13
link do post | favorito
|

Sábado, 17 de Outubro de 2015
AMANHÃ HÁ CHÍCHARO EM OURÉM



publicado por Carlos Gomes às 10:47
link do post | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

BLOGUE "AUREN" SUSPENDE A...

A INQUISIÇÃO EM OURÉM

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

GRUPOS LINGUÍSTICOS APRES...

PONTIFICIA ACADEMIA MARIA...

D. ANTÓNIO MARTO COMPARA ...

LEIRIA MOSTRA TRAJE TRADI...

BISPO DE SETÚBAL PRESIDE ...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA APRES...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

PAN QUER DISCUTIR MOBILID...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

OURÉM: OS MISTÉRIOS DA SI...

FAPWINES ACRESCENTA ROSÉ ...

ESTUDO REVELA QUE 62% DOS...

“UM LOUVOR A MARIA” LEVA ...

MADRE TERESA ERA TANTO DE...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

AUTORIDADES DE OURÉM FELI...

DEPUTADO MENDES CORREIA E...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

OURÉM: OLIVAL ESTÁ EM FES...

QUANDO VISITA OFICIALMENT...

CAÇADORES MARCAM ENCONTRO...

OURÉM TEM FESTA GRANDE NO...

OURÉM EVOCA DIÁSPORA E CU...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

O ZOROASTRISMO E A SUA IN...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

PAPA ENVIA CARTA AO 24º C...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA CELEB...

OURÉM LEVA MÚSICA, DANÇA,...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OURÉM: FREIXIANDA ESTÁ EM...

ALVAIÁZERE REALIZA FESTIV...

RIO DE COUROS REALIZA FEI...

ALVAIÁZERE: PELMÁ ESTÁ EM...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

PARTIDO "OS VERDES" COLOC...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

arquivos

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds