Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010
Ourém e a Imprensa Regional

Voz de Ourém

O advento do liberalismo trouxe consigo a liberdade de imprensa de que resultou a multiplicação de publicações periódicas. Na realidade, tratava-se de um meio da burguesia veicular as suas ideias, utilizando os jornais como um instrumento de propaganda. Desde então, multiplicaram-se os títulos de imprensa e, um pouco por todo o país, surgiram órgãos de imprensa que alegadamente defendiam os interesses locais, frequentemente associados a estruturas políticas e até a lojas maçónicas. Assim surgiu a chamada “imprensa regional” – designação pouco própria na medida em que também a que se publica nos principais centros urbanos raramente adquire uma verdadeira expansão nacional.

Durante muitas décadas, a estrutura de recolha de informação dos chamados “jornais regionais” baseava-se numa rede de correspondentes locais, método aliás que copiava a forma de organização do famigerado “O Século”, de Magalhães Lima, aproveitando a estrutura regional do Partido Republicano e do Grande Oriente Lusitano do qual era, aliás, o Grão-Mestre.

Com o estabelecimento do Estado Novo, a Imprensa Regional adaptou-se aos novos condicionalismos e passou a colaborar de forma mais activa com o novo poder e, nomeadamente, as autoridades locais. As suas reclamações e exigências raramente iam além dos melhoramentos locais ou de alguma obra de beneficência ou solidariedade. Os meios limitados de financiamento associados a uma certa atitude conservadora impossibilitaram durante muito tempo a renovação dos processos de impressão e a sua melhoria gráfica. Porém, os jornais regionais constituíram sempre um meio privilegiado de ligação com as comunidades de emigrantes e, de um modo geral, com todos aqueles que se ausentaram da terra natal para partirem nomeadamente para Lisboa ou para os antigos territórios ultramarinos.

Também a Igreja Católica passou a utilizar a Imprensa Regional para difundir os seus valores, criando numerosos títulos de imprensa, muitos dos quais sob a forma de boletins paroquiais.

Nas últimas décadas e, sobretudo, desde o aparecimento da tecnologia digital, os jornais regionais melhoraram substancialmente o seu aspecto gráfico, embora em muitos casos a preocupação do chamado layout tenha resultado em detrimento dos conteúdos. Trata-se, aliás, de um problema que neste momento atinge toda a imprensa de uma maneira geral, no convencimento de que a qualidade do grafismo é suficiente para vender papel.

A Imprensa regional reflecte em grande medida a própria região em que se encontra inserida. Ela é um mostruário das actividades económicas locais, da dinâmica associativa, da participação dos cidadãos e da forma de gerir os problemas. No Concelho de Ourém, a quantidade de títulos existentes e a sua implantação reflectem uma certa dispersão geográfica dos principais pólos de desenvolvimento. Da mesma forma como é notório o destaque que é dado às iniciativas de âmbito desportivo nos principais jornais do Concelho de Ourém em detrimento, de certa forma, em relação à divulgação dos eventos culturais. De resto, não contemplam no seu ordenamento editorial uma “secção cultural”, pese embora e paradoxalmente a quantidade abundante de iniciativas de âmbito cultural que aqui decorrem.

Até aqui, sempre que nos referimos a Imprensa regional associamos de imediato ao jornal em suporte de papel a que sempre nos habituámos a receber por envio de correspondência, exibindo na maior parte das vezes ao lado do cabeçalho uma imagem identificadora da sua própria região. Porém, os tempos mudaram e as novas tecnologias permitiram gerir a informação de uma forma mais actualizada recorrendo-se aos formatos digitais. Melhor ainda, o aparecimento da blogosfera veio possibilitar a construção de um site mais dinâmico que pode ser gerido como um jornal digital.

Tal como um jornal em suporte de papel possui um director responsável, também um jornal digital possui um gestor. Contudo, um blogue que funciona como um jornal digital distingue-se pelo seu conteúdo, pela sua natureza informativa e a forma como redige a notícia. Em relação aos blogues que funcionam como diários pessoais apenas é comparável pelo suporte digital que utiliza. Da mesma forma que nem tudo o que é impresso tipograficamente pode ser considerado um jornal.

O blogue AUREN funciona como um jornal digital do Concelho de Ourém e o seu titular não é mais do que o gestor e redactor do mesmo. Da mesma forma que a televisão não destronou a rádio nem esta a Imprensa escrita, também a imprensa digital não representa qualquer ameaça à imprensa escrita. E, no que respeita ao Concelho de Ourém, certamente ficará melhor servido com um jornal digital a juntar-se à imprensa que já existe, na promoção dos interesses de Ourém e dos oureenses. E o AUREN aqui está para colaborar com todas as entidades, incluindo com a demais Imprensa regional!

 

citações: http://o.castelo.vai.nu/miradouro/



publicado por Carlos Gomes às 00:05
link do post | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

BLOGUE "AUREN" SUSPENDE A...

A INQUISIÇÃO EM OURÉM

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

GRUPOS LINGUÍSTICOS APRES...

PONTIFICIA ACADEMIA MARIA...

D. ANTÓNIO MARTO COMPARA ...

LEIRIA MOSTRA TRAJE TRADI...

BISPO DE SETÚBAL PRESIDE ...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA APRES...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

PAN QUER DISCUTIR MOBILID...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

OURÉM: OS MISTÉRIOS DA SI...

FAPWINES ACRESCENTA ROSÉ ...

ESTUDO REVELA QUE 62% DOS...

“UM LOUVOR A MARIA” LEVA ...

MADRE TERESA ERA TANTO DE...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

AUTORIDADES DE OURÉM FELI...

DEPUTADO MENDES CORREIA E...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

OURÉM: OLIVAL ESTÁ EM FES...

QUANDO VISITA OFICIALMENT...

CAÇADORES MARCAM ENCONTRO...

OURÉM TEM FESTA GRANDE NO...

OURÉM EVOCA DIÁSPORA E CU...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

O ZOROASTRISMO E A SUA IN...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

PAPA ENVIA CARTA AO 24º C...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA CELEB...

OURÉM LEVA MÚSICA, DANÇA,...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OURÉM: FREIXIANDA ESTÁ EM...

ALVAIÁZERE REALIZA FESTIV...

RIO DE COUROS REALIZA FEI...

ALVAIÁZERE: PELMÁ ESTÁ EM...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

PARTIDO "OS VERDES" COLOC...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

arquivos

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds