Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.

Segunda-feira, 14 de Março de 2016
SANTUÁRIO DE FÁTIMA INAUGURA ÓRGÃO DA BASÍLICA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

Santuário de Fátima inaugura órgão da Basílica de Nossa Senhora do Rosário. Concerto estreia obra Hû yeshûphekâ rô’sh, de João Pedro Oliveira

Após a bênção do órgão pelo Bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, Olivier Latry explora toda a capacidade sonora deste instrumento, através de um programa que aborda vários estilos, percorrendo cerca de 300 anos de história da música. Segue-se a estreia mundial da obra de João Pedro Oliveira, baseada na primeira profecia sobre Maria, no Livro do Génesis, encomendada pelo Santuário de Fátima para assinalar esta ocasião, bem como uma improvisação final que será executada tendo como base o Ave-Maria de Fátima.

Instalado no coro alto, o órgão da Basílica de Nossa Senhora do Rosário é um instrumento com uma grande presença física no espaço e na memória de muitos peregrinos. Construído em 1951, pela empresa italiana Fratelli Ruffatti, é o maior instrumento do género em Portugal, com 90 registos e cerca de 6.500 tubos.

A reestruturação foi levada a cabo pela empresa italiana Mascioni Organi, que conservou uma parte considerável da tubaria original mas acrescentou alguns registos com o intuito de conferir ao instrumento uma sonoridade homogénea e moderna, consentânea com as necessidades sentidas.

A nova conceção fónica do instrumento foi idealizada tendo em vista a filosofia de um órgão sinfónico, caracterizando-se pelos detalhes de cada registo em separado, mas também, pela poderosa massa sonora, tornando-o apto para interpretação de todo o repertório organístico.

A consola de cinco teclados e pedaleira foi restaurada e modernizada. O tubo maior, de madeira, tem cerca de 12 metros de altura e 50 centímetros de largura e os tubos de metal, da fachada, têm cerca de oito metros de altura.

A parte frontal deste instrumento foi redesenhada pela arquiteta Joana Delgado, autora do projeto de reformulação do presbitério da Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, e conta com uma intervenção artística do escultor português Bruno Marques, autor do crucifixo, bem como das obras de arte que materializam os lugares litúrgicos do presbitério da Basílica. Para a restante caixa foi proposto um revestimento em madeira cuidadosamente desenhado em total articulação com os organeiros da Mascioni Organi. Os eco-órgãos, instalados nas galerias, foram também objeto de um trabalho conjunto na definição estética da solução.

Trata-se do primeiro de um ciclo de seis concertos para órgão que se realizam até outubro, no âmbito das comemorações que assinalam o Centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima, com um repertório criado em diversas épocas, regiões geográficas, estilos e atitudes composicionais variadas. Música alemã, música francesa, música sacra, música contemporânea e hinos marianos aludem a um período de tempo centenário e permitem uma perspetiva abrangente das capacidades expressivas do novo órgão.



publicado por Carlos Gomes às 20:19
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 10 de Março de 2016
SANTUÁRIO DE FÁTIMA INAUGURA ÓRGÃO DA BASÍLICA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE FÁTIMA

Concerto estreia peça de João Pedro Oliveira, baseada na primeira profecia sobre Maria

O Santuário de Fátima vai inaugurar o órgão da Basílica de Nossa Senhora do Rosário com a estreia mundial da peça Hû yeshûphekâ rô’sh, da autoria do compositor português João Pedro Oliveira, num concerto interpretado por Olivier Latry, organista titular da Catedral de Notre-Dame de Paris, no dia 20 de março, às 15h30.

A inauguração começa com a bênção do órgão pelo Bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, seguindo-se um improviso do organista Olivier Latry, que demonstrará as potencialidades do instrumento.

O concerto inaugural do órgão estreará a obra de João Pedro Oliveira, baseada na primeira profecia sobre Maria, no Livro do Génesis, encomendada pelo Santuário de Fátima para assinalar esta ocasião, bem como uma improvisação final que será executada tendo como base o Ave-Maria de Fátima.

O órgão da Basílica de Nossa Senhora do Rosário, instalado no coro alto, é um instrumento com uma grande presença física no espaço e na memória de muitos peregrinos. Construído em 1951, pela empresa italiana Fratelli Ruffatti, é o maior instrumento do género em Portugal, com 90 registos e cerca de 6.500 tubos.

A reestruturação foi levada a cabo pela empresa italiana Mascioni Organi, que conservou uma parte considerável da tubaria original mas acrescentou alguns registos com o intuito de conferir ao instrumento uma sonoridade homogénea e moderna.

A nova conceção foi idealizada tendo em vista a filosofia de um órgão sinfónico, caracterizando-se pelos detalhes de cada registo em separado, mas também, pela poderosa massa sonora, tornando-o apto para a interpretação de todo o repertório organístico.

A consola de cinco teclados e pedaleira foi restaurada e modernizada. O tubo maior, de madeira, tem cerca de 12 metros de altura e 50 centímetros de largura e os tubos de metal, da fachada, têm cerca de oito metros de altura.

A parte frontal deste instrumento foi reconstruída, tendo a intervenção artística ficado a cargo do escultor português Bruno Marques, autor também do novo presbitério da Basílica. Para a restante caixa foi proposto um revestimento em madeira cuidadosamente desenhado em total articulação com os organeiros daMascioni Organi. Os eco-órgãos, instalados nas galerias, foram também objeto de um trabalho conjunto na definição estética da solução.

O concerto de dia 20 de março é o primeiro de um ciclo de seis concertos para órgão que se realizam até outubro, no âmbito das comemorações que assinalam o Centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima, com um repertório criado em diversas épocas, regiões geográficas, estilos e atitudes composicionais variadas. Música alemã, música francesa, música sacra, música contemporânea e hinos marianos aludem a um período de tempo centenário e permitem uma perspetiva abrangente das capacidades expressivas do novo órgão.

O primeiro realiza-se a 8 de maio e terá como intérprete António Esteireiro

que percorrerá a Música alemã dos séculos XIX e XX, incluindo alguns dos grandes clássicos do órgão deste período, e as Ave-Maria de Max Reger e Karg-Elert.

A 5 de junho António Mota apresentará um programa de cem anos de música contemporânea, incluindo a Suite Mariale de Maleingreau.

A 10 de julho, Felipe Veríssimo interpretará um repertório retratando cem anos de música sacra, incluindo a Sinfonia da Paixão de Marcel Dupré, obra emblemática do início do século XX.

A 14 de agosto, Giampaolo Di Rosa fará Improvisações sobre melodias e hinos ligados à tradição de Fátima, que se tornaram parte da tradição litúrgica e popular e são conhecidas pelo público e fiéis, compostos e cantados durante os últimos cem anos. E, a 9 de outubro, João Santos (organista titular do Santuário de Fátima) interpretará cem anos de música francesa, de César Franck a Messiaen, incluindo vários excertos dos 15 Versets sur les Vêpres du commun des fêtes de la Sainte Vierge.

Recorde-se que quer o concerto inaugural quer o ciclo de órgão foram pensados no âmbito das comemorações do Centenário das Aparições, que terminará com outro grande concerto em que serão interpretadas 13 peças do compositor escossês James McMillan, recentemente nomeado compositor do ano pela Pittsburg Simphony Orchestra, que serão interpretadas pelo Coro e Orquestra Gulbenkian, sob a direção da maestrina Joana Carneiro, a13 de outubro de 2017.



publicado por Carlos Gomes às 22:05
link do post | favorito
|

Terça-feira, 8 de Março de 2016
QUIM BARREIROS ANIMA FEIRA DOS PRODUTOS DA TERRA EM OURÉM

Nos dias 16 e 17 de abril, Ourém vai receber a quinta edição da Feira dos Produtos da Terra que contará com a atuação do grande artista popular, Quim Barreiros. O espetáculo de Quim Barreiros será apenas um dos muitos motivos de interesse deste certame, que constitui já um marco fundamental na promoção do mundo rural e das suas vertentes no concelho de Ourém.

A V Feira dos Produtos da Terra realiza-se no Centro de Negócios de Ourém e no Parque da Cidade António Teixeira e os visitantes terão acesso aos muitos e bons produtos típicos da região, gastronomia local, animação musical, passeios a cavalo, garraiadas e outras surpresas. Além da atuação de Quim Barreiros, outro ponto alto do evento será o “I Passeio Equestre pela Cidade de Ourém e arredores” que se realizará no dia 17 de abril durante a manhã, e que se pretende instituir como um grande momento de promoção do evento e do concelho. O passeio terá 14 km de distância, almoço para os participantes e as inscrições decorrem até dia 8 de abril.

A V Feira dos Produtos da Terra oferece um programa vasto e diversificado ao longo dos dois dias de certame. No dia 16 de abril realizar-se-á mais uma sessão das “Conversas à Volta do Mundo Rural”, esta edição com o tema “A Arca de Noé da Vinha” onde os oradores irão apresentar as suas visões e experiências sobre a cultura da vinha e do vinho. O dia termina com um baile popular protagonizado pela Banda Acesso. No dia seguinte, além do “I Passeio Equestre pela Cidade de Ourém e arredores”, o público poderá participar numa garraiada e assistir ao espetáculo de Quim Barreiros. Ao longo dos dois dias do evento será possível realizar batismos a cavalo, adotar animais e apoiar instituições de solidariedade social do concelho.

A V Feira dos Produtos da Terra tem como objetivo estimular e apoiar os agentes económicos, locais e regionais, e divulgar projetos associados ao mundo rural, bem como, os produtos e a gastronomia típica da região. Em exposição estarão presentes diversos produtores de vinhos, azeites, doçarias, queijos, enchidos, frutos secos, hortícolas e muito mais, além de um espaço de restauração dinamizado por associações locais. Haverá também um espaço dedicado ao comércio de gado e de máquinas e alfaias agrícolas e uma Quermesse Solidária.

Para mais informações ou qualquer esclarecimento adicional, poderá contactar a organização através dos contactos 915 002 924 ou 915 649 160, e do email eventos@ouremviva.pt.

Esta iniciativa é uma organização conjunta do Município de Ourém, OurémViva e ADIRN (Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte) e tem entrada livre.

Programa V Feira dos Produtos da Terra

16 de abril 14.00H - Abertura da V Feira dos Produtos da Terra 15.30H - Conversas à Volta do Mundo Rural – “A Arca de Noé da Vinha” 22.00H - Baile Popular com a Banda Acesso

24.00H - Encerramento da V Feira dos Produtos da Terra

17 de abril 08.30H - I Passeio Equestre pela Cidade de Ourém e arredores 10.00H - Abertura da V Feira dos Produtos da Terra

16.00H - Garraiada 16.30H - Concerto com Quim Barreiros 22.00H - Encerramento da V Feira dos Produtos da Terra



publicado por Carlos Gomes às 16:02
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 4 de Março de 2016
SANTUÁRIO DE FÁTIMA OFERECE OFICINAS MUSICAIS A BÉBÉS

IV Edição contemplará crianças a partir dos 4 meses de idade

As crianças a partir dos 4 meses de idade vão poder frequentar as Oficinas Musicais Criativas (OMC), uma iniciativa promovida e organizada pelo Santuário de Fátima, que este ano contará na sua IV edição, com a possibilidade de bébés e crianças de tenra idade poderem participar num projeto artístico, vivenciado a partir da fé.

As OMC deste ano abrangem bébés e crianças, entre os quatro meses e os 14 anos de idade, que participarão nesta atividade em momentos distintos.

O primeiro momento das OMC 2016, que constitui a grande novidade desta proposta formativa inédita no Santuário, acontecerá já no dia 1 de abril e destina-se aos mais pequenos, que devem ser acompanhados por um ou dois adultos na realização da atividade, que decorrerá sempre nas instalações do Centro Paulo VI.

O segundo momento será em Julho, como é habitual, repartindo-se os grupos em dois turnos de 14 a 17 de julho (dos 8 aos 10 anos) e de 21 a 24 de julho (dos 11 aos 14 anos)

As OMC procuram aliar à componente musical atividades de leitura e de teatro, de dança e de pintura. Aqui as crianças podem contactar de uma maneira muito informal e aprender de forma lúdica os conteúdos da Mensagem de Fátima, num contexto de enorme espiritualidade.

No primeiro momento, destinado aos mais pequenos, cada sessão, orientada pelas formadoras Helena Brites e Tânia Lhera, pode contar com um máximo de 12 crianças, e dura aproximadamente 45 minutos.

No dia 1 de abril, das 9h30 às 10h15 realiza-se a primeira sessão com o grupo mais velho (crianças entre os 6 e sete anos); segue-se o grupo mais pequeno, que integrará bebés dos 4 aos 11 meses e logo depois os dos 12 aos 18 meses, das 10h45 às 11h30 e das 11h45 às 12h30, respetivamente.

À tarde, a nova sessão começa às 14h30 e destina-se a crianças com cinco anos; às 15h30 começa um novo grupo, com 4 anos e uma hora depois será a vez nas crianças dos 3 anos.

As inscrições devem ser feitas até ao próximo dia 28 de março para omc@fatima.pt ou através do telefone 249 539 600.

Há três anos que o Santuário de Fátima oferece esta oportunidade a gente de palmo e meio, durante o mês de julho, propondo atividades no âmbito de várias artes performativas - do teatro, à dança e à música-, repartida em dois grupos, de 15 participantes cada, que são acompanhados para além das monitoras pelas Religiosas da Aliança de Santa Maria.

De resto, as iniciativas desenvolvidas durante os quatro dias são sempre monitorizadas por adultos e repartem-se por vários ambientes do santuário, desde o Recinto aos Valinhos, privilegiando sempre as atividades de ar livre, onde a criança se sinta verdadeiramente a protagonista e se possa divertir num contexto cristão e espiritualmente enriquecedor.

Para este grupo mais velho, as datas de candidatura serão anunciadas oportunamente.

Estas Oficinas Musicais Criativas (OMC) são uma iniciativa do Santuário de Fátima, promovida no contexto da celebração do Centenário das Aparições.

CR



publicado por Carlos Gomes às 15:06
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2016
FILARMÓNICA DE VILAR DOS PRAZERES DÁ MÚSICA NO MUSEU DE OURÉM

O Museu Municipal de Ourém levará a cabo mais uma edição da rubrica “Quintas com música no Museu”, com atuação da Associação Filarmónica 1º Dezembro Cultural e Artística Vilarense Reis Prazeres, numa iniciativa gratuita, a realizar no dia 25 de fevereiro às 19h00, na Casa do Administrador – Museu Municipal de Ourém.

Entrada Livre



publicado por Carlos Gomes às 14:25
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2016
SANTUÁRIO DE FÁTIMA ACOLHE CONCERTO EVOCATIVO DOS TRÊS PASTORINHOS DE FÁTIMA

Igreja paroquial de Fátima acolhe concerto Ex ore Infantium, no dia 20 de fevereiro

Realiza-se  este sábado, 20 de fevereiro, dia em que a igreja celebra a festa litúrgica dos Beatos Francisco e Jacinta, Ex ore infantium- II Concerto Evocativo dos Três Pastorinhos de Fátima, pelo coro Vox Ætherea, sob a direção do maestro Alberto Medina Seiça, que decorrerá na Igreja Matriz de Fátima, a partir das 21h00.

O Santuário todos os anos celebra este dia e este ano volta a fazê-lo, também, através da música, proporcionando um momento de fruição artística.

O recital Ex ore Infantium constrói-se num percurso marcado por três momentos que ressoam a mensagem de Fátima: conversão, paz, oração.

O intérprete do concerto é o Coro Vox Ætherea, constituído exclusivamente por vozes femininas.

Formado em 1999, com o intuito de promover a execução de repertorio coral para vozes iguais femininas, dedica-se, prioritariamente, à música sacra coral, desde o canto gregoriano até à música contemporânea, tanto a capella como com acompanhamento instrumental.

Entre outras obras, apresentou, em Coimbra e em Aveiro, a Missa em Mi bemol Maior, op. 155 de Joseph Rheinberger.

Participou no Projeto “Coimbra Vibra”, promovido pela Câmara Municipal de Coimbra, em outubro de 2003, e no Projeto “Passos de Inês”, em Montemor-o-Velho, em setembro de 2005.

Foi o coro convidado para o recital comemorativo dos 25 anos do Coro Sol Nascente (Lisboa). Em 2006, de entre diversas atuações, destaca-se o concerto, como coro convidado, no âmbito do Encontro de Pastoral Litúrgica da Diocese da Guarda . Em 2007, apresentou um recital centrado na figura feminina, Feminae cantus, e participou, ainda, no IV Encontro de Música Antiga de Tentúgal.

Em 2008, o Coro Vox Ætherea participou, com outros coros nacionais e estrangeiros, no ciclo de Música Sacra do Tempo da Paixão promovido pela Câmara Municipal do Porto. Em 2012, deu o concerto inaugural da 61ª Semana de Estudos Gregorianos, em Viseu. Em 2014, deu um recital na Igreja de Santa Marina, em Sevilha. Participou com duas obras em canto gregoriano no CD Lusitana Organa, vol. I, editado em 2012. É dirigido, desde a sua fundação, por Alberto Medina de Seiça, professor na Escola Diocesana de Música Sacra de Coimbra, desde 1999, lecionando as disciplinas de Canto Litúrgico, Canto Gregoriano e Coro.

O maestro, colabora como formador, desde 2000, nos cursos das Semanas de Estudos Gregorianos. Tem feito conferê̂ncias sobre canto litúrgico e cantochão, orientando ainda numerosos encontros de formação de canto gregoriano, de música litúrgica e de direção de coro. Alberto Medina de Seiça é Membro de PEM – Portuguese Early Music Database (http://pemdatabase.eu/) e do Cantus Index for Mass and Office (http://cantusindex.org/), tendo fundado vários coros entre eles os Coros Litúrgicos de Tentúgal e de São José, em Coimbra. Entre 2009 e 2013, foi Diretor do Coro da Sé Catedral de Coimbra. É, desde 2013, Maestro Titular e coordenador da Seção de Música Sacra do Santuário de Fátima.

Um dia para celebrar

Nesse dia, somos convidados a recordar a entrega destas duas crianças de coração puro e simples, que ofereceram os seus sacrifícios e orações a Nossa Senhora pela conversão dos pecadores e pela paz no mundo.

O programa preparado este ano pelo Santuário de Fátima é especialmente direcionado para as crianças, adolescentes, jovens e seus familiares e culmina com este concerto, mas incluirá, também, tempos de oração, catequese e celebração eucarística.

No dia 19, pelas 17h30, realiza-se a Adoração Eucarística Comunitária, na Capela do Santíssimo Sacramento, seguindo-se às 21h30 a Vigília na Capelinha das Aparições e Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

O dia 20, começa com a oração do Rosário, a partir das 10h00, na Capelinha das Aparições, e às 10h45, haverá a procissão para a Basílica da Santíssima Trindade, seguida da Missa com bênção das crianças.

Ainda na Basílica, mas às 14h30, é promovido o “encontro com os pastorinhos”: catequese e rosário.

Às 17h00 realiza-se na Casa das Candeias- Núcleo Museológico da Fundação Jacinta e Francisco Marto, a apresentação do Livro “A Missão de Francisco”, de Maria Teresa Maia Gonzalez.

O dia termina com o II Concerto evocativo dos pastorinhos na Igreja Paroquial de Fátima, onde Lúcia, Jacinta e Francisco foram batizados, celebraram a fé e rezaram ao “Jesus escondido”.

Jacinta e Francisco nasceram em Aljustrel, numa família humilde, que desde cedo os ensinou a conhecer e louvar a Deus e à Virgem Maria. Em 1916 viram três vezes um Anjo e em 1917 seis vezes a Santíssima Virgem que os exortavam a rezar e a fazer penitência pela remissão dos pecados, para obter a conversão dos pecadores e a paz para o mundo. Ambos quiseram imediatamente responder com todas as suas forças a estas exortações. Inflamados cada vez mais no amor a Deus e às almas, tinham uma só aspiração: rezar e sofrer de acordo com os pedidos do Anjo e da Virgem Maria.

Francisco faleceu no dia 4 de Abril de 1919 e Jacinta no dia 20 de Fevereiro de 1920. O papa João Paulo II deslocou-se a Fátima no dia 13 de Maio de 2000 para beatificar as duas primeiras crianças não mártires.

Refira-se que este concerto está integrado no Programa das Comemorações do Centenário das Aparições de Nossa Senhora aos Pastorinhos, que se celebra em 2017.

CR



publicado por Carlos Gomes às 21:02
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2016
TOCADORES DE INSTRUMENTOS TRADICIONAIS MARCAM ENCONTRO EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 20:51
link do post | favorito
|

SANTUÁRIO DE FÁTIMA CELEBRA FESTA LITÚRGICA DOS BEATOS FRANCISCO E JACINTA

Igreja paroquial de Fátima acolhe concerto Ex ore Infantium, no dia 20 de fevereiro

Realiza-se no próximo dia 20 de fevereiro, dia em que a igreja celebra a festa litúrgica dos Beatos Francisco e Jacinta, Ex ore infantium- II Concerto Evocativo dos Três Pastorinhos de Fátima, pelo coro Vox Ætherea, sob a direção do maestro Alberto Medina Seiça, que decorrerá na Igreja Matriz de Fátima, a partir das 21h00.

O Santuário todos os anos celebra este dia e este ano volta a fazê-lo, também, através da música, proporcionando um momento de fruição artística.

O recital Ex ore Infantium constrói-se num percurso marcado por três momentos que ressoam a mensagem de Fátima: conversão, paz, oração.

O intérprete do concerto é o Coro Vox Ætherea, constituído exclusivamente por vozes femininas.

Formado em 1999, com o intuito de promover a execução de repertório coral para vozes iguais femininas,  dedica-se, prioritariamente, à música sacra coral, desde o canto gregoriano até à música contemporânea, tanto a capella como com acompanhamento instrumental.

Entre outras obras, apresentou, em Coimbra e em Aveiro, a Missa em Mi bemol Maior, op. 155 de Joseph Rheinberger.

Participou no Projeto “Coimbra Vibra”, promovido pela Câmara Municipal de Coimbra, em outubro de 2003, e no Projeto “Passos de Inês”, em Montemor-o-Velho, em setembro de 2005.

Foi o coro convidado para o recital comemorativo dos 25 anos do Coro Sol Nascente (Lisboa). Em 2006, de entre diversas atuações, destaca-se o concerto, como coro convidado, no âmbito do Encontro de Pastoral Litúrgica da Diocese da Guarda . Em 2007, apresentou um recital centrado na figura feminina, Feminae cantus, e participou, ainda, no IV Encontro de Música Antiga de Tentúgal.

Em 2008, o Coro Vox Ætherea participou, com outros coros nacionais e estrangeiros, no ciclo de Música Sacra do Tempo da Paixão promovido pela Câmara Municipal do Porto. Em 2012, deu o concerto inaugural da 61ª Semana de Estudos Gregorianos, em Viseu. Em 2014, deu um recital na Igreja de Santa Marina, em Sevilha. Participou com duas obras em canto gregoriano no CD Lusitana Organa, vol. I, editado em 2012. É dirigido, desde a sua fundação, por Alberto Medina de Seiça, professor na Escola Diocesana de Música Sacra de Coimbra, desde 1999, lecionando as disciplinas de Canto Litúrgico, Canto Gregoriano e Coro.

O maestro, colabora como formador, desde 2000, nos cursos das Semanas de Estudos Gregorianos. Tem feito conferê̂ncias sobre canto litúrgico e cantochão, orientando ainda numerosos encontros de formação de canto gregoriano, de música litúrgica e de direção de coro. Alberto Medina de Seiça é Membro de PEM – Portuguese Early Music Database e do Cantus Index for Mass and Office, tendo fundado vários coros entre eles os Coros Litúrgicos de Tentúgal e de São José, em Coimbra. Entre 2009 e 2013, foi Diretor do Coro da Sé Catedral de Coimbra. É, desde 2013, Maestro Titular e coordenador da Seção de Música Sacra do Santuário de Fátima.

Um dia para celebrar

Nesse dia, somos convidados a recordar a entrega destas duas crianças de coração puro e simples, que ofereceram os seus sacrifícios e orações a Nossa Senhora pela conversão dos pecadores e pela paz no mundo.

O programa preparado este ano pelo Santuário de Fátima é especialmente direcionado para as crianças, adolescentes, jovens e seus familiares e  culmina com este concerto, mas incluirá, também, tempos de oração, catequese e celebração eucarística.

No dia 19, pelas 17h30, realiza-se a Adoração Eucarística Comunitária, na Capela do Santíssimo Sacramento, seguindo-se às 21h30 a Vigília na Capelinha das Aparições e Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

O dia 20, começa com a oração do Rosário, a partir das 10h00, na Capelinha das Aparições, e às 10h45, haverá a procissão para a Basílica da Santíssima Trindade, seguida da Missa com bênção das crianças.

Ainda na Basílica, mas às 14h30, é promovido o “encontro com os pastorinhos”: catequese e rosário.

Às 17h00 realiza-se na Casa das Candeias- Núcleo Museológico da Fundação Jacinta e Francisco Marto, a apresentação do Livro “A Missão de Francisco”, de Maria Teresa Maia Gonzalez.

O dia termina com o II Concerto evocativo dos pastorinhos na Igreja Paroquial de Fátima, onde Lúcia, Jacinta e Francisco foram batizados, celebraram a fé e rezaram ao “Jesus escondido”.

Jacinta e Francisco nasceram em Aljustrel, numa família humilde, que desde cedo os ensinou a conhecer e louvar a Deus e à Virgem Maria. Em 1916 viram três vezes um Anjo e em 1917 seis vezes a Santíssima Virgem que os exortavam a rezar e a fazer penitência pela remissão dos pecados, para obter a conversão dos pecadores e a paz para o mundo. Ambos quiseram imediatamente responder com todas as suas forças a estas exortações. Inflamados cada vez mais no amor a Deus e às almas, tinham uma só aspiração: rezar e sofrer de acordo com os pedidos do Anjo e da Virgem Maria.

Francisco faleceu no dia 4 de Abril de 1919 e Jacinta no dia 20 de Fevereiro de 1920. O papa João Paulo II deslocou-se a Fátima no dia 13 de Maio de 2000 para beatificar as duas primeiras crianças não mártires.

Refira-se que este concerto está integrado no Programa das Comemorações do Centenário das Aparições de Nossa Senhora aos Pastorinhos, que se celebra em 2017.

CR



publicado por Carlos Gomes às 18:04
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2016
FONTAÍNHAS DE SEIÇA COMEMORA 7 ANOS DO GRUPO DE CANTARES POPULARES



publicado por Carlos Gomes às 21:54
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2016
FONTAÍNHAS DE SEIÇA HÁ 7 ANOS A CANTAR!



publicado por Carlos Gomes às 01:04
link do post | favorito
|

Terça-feira, 22 de Dezembro de 2015
BLOGUE AUREN DESEJA-LHE BOAS FESTAS!

 



publicado por Carlos Gomes às 11:53
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2015
BANDAS FILARMÓNICAS ATUAM AMANHÃ NO MUSEU DE OURÉM



publicado por Carlos Gomes às 11:59
link do post | favorito
|

Domingo, 6 de Dezembro de 2015
LEIRIENSES CANTAM AO MENINO



publicado por Carlos Gomes às 19:07
link do post | favorito
|

Domingo, 29 de Novembro de 2015
BANDA DA SOCIEDADE FILARMÓNICA OURIENSE DESFILA EM LISBOA EM REPRESENTAÇÃO DO DISTRITO DE SANTARÉM E EVOCA DATA HISTÓRICA DA RESTAURAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL

Cerca de milhar e meio de músicos integrando perto de três dezenas de bandas filarmónicas e outros grupos de música tradicional provenientes das mais diversas regiões do país, desfilaram hoje na avenida da Liberdade em direção à Praça dos Restauradores, aplaudidos ao longo de todo o percurso por milhares de pessoas anónimas que dessa forma quiseram manifestar o seu apoio e participar nesta grandiosa jornada patriótica que evoca a data histórica da Restauração da Independência de Portugal em 1640.

Restauração 2015 076

Esta manifestação de cultura constitui simultaneamente uma forma de protesto pela forma prepotente com que foi pelo anterior governo eliminado o feriado do dia 1 de dezembro, porventura a data simbólica mais consensual entre todos os portugueses, aguardando-se que no próximo ano o mesmo seja restabelecido de modo a poder ser comemorado no dia correto.

Restauração 2015 073

Em representação do Distrito de Santarém desfilou a Sociedade Filarmónica Ouriense, sempre muito aplaudida ao longo de todo o desfile. Muitas pessoas interrogavam-se acerca do concelho de Ourém, associando-o como era de esperar à cidade de Fátima e ao incontornável Santuário Mariano considerado “Altar do Mundo”. É, pois, importante que mais representações do concelho de Ourém participem em grandes eventos como este que teve lugar em Lisboa, sejam elas bandas filarmónicas, coletividades desportivas ou ranchos folclóricos.

Como é habitual, o Dr José Ribeiro e Castro, Presidente do Movimento 1º de Dezembro, deslocou-se ao longo da avenida da Liberdade para cumprimentar os maestros das bandas filarmónicas participantes.

O desfile teve como ponto de partida o monumento aos Mortos da Grande Guerra e desceu até à Praça dos Restauradores para uma interpretação conjunta final das Bandas participantes sob a direção do Maestro Tenente-Coronel Élio Salsinha Murcho, da Banda da Força Aérea.

Ao longo do desfile, foram interpretadas diversas marchas, bem como o Hino da Restauração. O alinhamento do momento colectivo conta também, além do Hino da Restauração, com a interpretação dos Hino da Maria da Fonte e Hino Nacional.

A RTP-Internacional transmitiu em direto esta grande manifestação cultural, cívica e patriótica. A RTP-2 transmitirá, em diferido, no próprio dia 1 de Dezembro, em horário a anunciar.

Para além da importante ação formativa e cívica das bandas filarmónicas ao ponto de serem considerados os verdadeiros conservatórios de música, refira-se ainda que estas possuem uma ligação histórica aos movimentos patrióticos e republicanos que instituíram o feriado do dia 1 de dezembro.

A organização desta iniciativa é da iniciativa do Movimento 1º de Dezembro e conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal.

Restauração 2015 167

Restauração 2015 039

Restauração 2015 213

Restauração 2015 169

Restauração 2015 151

Restauração 2015 136



publicado por Carlos Gomes às 21:14
link do post | favorito
|

Sábado, 28 de Novembro de 2015
BANDAS FILARMÓNICAS DESFILAM AMANHÃ EM LISBOA

Sociedade Filarmónica Ouriense participa em lisboa nas comemorações do 1º de Dezembro

O Movimento 1º de Dezembro lançou a ideia deste desfile e mobilizou por todo o país diferentes bandas e municípios para o efeito, sendo possível realizá-lo graças ao apoio da Câmara Municipal de Lisboa e à capacidade de organização da EGEAC. A iniciativa conta também com o endosso da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal, que o incluiu no Programa Oficial das Comemorações do 1º de Dezembro.

1238089_513371085397672_1815816298_n

Foi um êxito em 2012, em 2013 e em 2014. Será êxito maior em 2015.

14h30 - Concentração junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra, na Avenida da Liberdade (ao Cinema S. Jorge)

15h00 - Início do Desfile

16h30 - Concentração final, na Praça dos Restauradores, e Apoteose Final com interpretação conjunta por 1.500 músicos dos três hinos: Hino da Maria da Fonte, Hino da Restauração e Hino Nacional.

17h00 - Fecho e desmobilização das bandas

12196113_903057633134692_7164868301328386771_n

Nesta 4ª edição, desfilarão as seguintes bandas e grupos, aqui ordenados por géneros e por ordem alfabética dos distritos e concelhos respectivos:

GRUPO DE PERCUSSÃO

Tocá Rufar

CANTE ALENTEJANO:

Grupo Coral do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira

BANDA NACIONAL:

Banda da Força Aérea

BANDAS FILARMÓNICAS:

Sociedade Artística Banda Vale de Cambra

Banda Filarmónica de Odemira

Sociedade Filarmónica de Vilarchão

Banda Filarmónica Retaxense

Banda Filarmónica do Paúl

Banda de Música da Liga dos Amigos de Castelo Novo

Filarmónica Idanhense e Adufeiras de Idanha-a-Nova

Banda Filarmónica da União de Aldeia de João Pires (Sociedade Recreativa e Musical)

Sociedade Filarmónica de Educação e Beneficência Fratelense

Sociedade Filarmónica Sangianense

SUA - Sociedade União Alcaçovense

Sociedade Filarmónica Portimonense

Banda Academia de Santa Cecília (de S. Romão)

Sociedade Filarmónica Maceirense

Banda Recreativa Portomosense

Sociedade Filarmónica Comércio e Indústria da Amadora

Banda Musical e Artística da Charneca (Lisboa)

Banda Municipal Alterense

Sociedade Filarmónica União Maçaense

Sociedade Filarmónica Ouriense

Sociedade Filarmónica Incrível Almadense

Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro (Montijo)

Sociedade Filarmónica Palmelense os Loureiros

Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima

Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha

Banda Musical da Torre de Ervededo

Será um total de 30 entidades, integrando 1 grupo de percussão, 1 coral de Cante Alentejano, 1 banda nacional militar e 27 bandas filarmónicas civis.

Serão cerca de 1500 músicos, provenientes dos mais diversos pontos do país que irão descer a Avenida da Liberdade, para celebrar Portugal, a Independência e a Restauração através de uma merecida homenagem a esta prática musical e à importante acção formativa e cívica das bandas filarmónicas.

Tendo como ponto de partida o monumento aos Mortos da Grande Guerra, o desfile descerá até à Praça dos Restauradores para uma interpretação conjunta final das Bandas participantes sob a direcção do Maestro Tenente-Coronel Élio Salsinha Murcho, da Banda da Força Aérea.

Ao longo do desfile serão interpretadas várias marchas, bem como o Hino da Restauração. O alinhamento do momento colectivo conta também, além do Hino da Restauração, com a interpretação dos Hino da Maria da Fonte e Hino Nacional.

A RTP-Internacional transmitirá em directo esta grande manifestação cultural, cívica e patriótica. A RTP-2 transmitirá, em diferido, no próprio dia 1 de Dezembro, em horário a anunciar.



publicado por Carlos Gomes às 13:38
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 26 de Novembro de 2015
CHORUS AURIS COMEMORA 43 ANOS DE EXISTÊNCIA



publicado por Carlos Gomes às 20:01
link do post | favorito
|

Terça-feira, 24 de Novembro de 2015
APELO AOS OUREENSES QUE VIVEM NA REGIÃO DE LISBOA

A banda da Sociedade Filarmónica Ouriense vai no próximo dia 29 de novembro, desfilar na avenida da Liberdade, em Lisboa, rumo à Praça dos Restauradores, no âmbito das comemorações do dia 1º de dezembro, dia da Restauração da Independência Nacional.

12196113_903057633134692_7164868301328386771_n

A Sociedade Filarmónica Ouriense participa nestas celebrações em representação de Ourém e do Distrito de Santarém. A iniciativa que conta com mais de mil e quinhentos músicos, integrando um total de 30 entidades, incluindo 1 grupo de percussão, 1 coral de Cante Alentejano, 1 banda nacional militar e 27 bandas filarmónicas civis, é uma iniciativa do Movimento 1º de Dezembro que conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal.

Vivem na região de Lisboa cerca de um milhar de oureenses e seus descendentes que, naquela tarde de domingo, numa manifestação de patriotismo e apego às suas origens, têm uma oportunidade de acolher em Lisboa com o seu aplauso o desfile e a atuação da Sociedade Filarmónica Ouriense.

Apela-se, pois, a que todos os ourienses se concentrem no lado direito, no sentido descendente, do último quarteirão da avenida da Liberdade, antes da entrada da Praça dos Restauradores, levando consigo elementos identificadores do concelho de Ourém.

- Vamos dar o nosso apoio à Sociedade Filarmónica Ouriense!

1238089_513371085397672_1815816298_n



publicado por Carlos Gomes às 21:44
link do post | favorito
|

Domingo, 22 de Novembro de 2015
MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ORGANIZA CONCERTOS DE MÚSICA ÀS QUINTAS-FEIRAS

Quintas com Música no Museu

26 de novembro às 19h00

Na Casa do Administrador – Museu Municipal de Ourém

No próximo dia 26 de novembro o Museu Municipal de Ourém levará a cabo mais uma edição da rubrica “Quintas com música no Museu”, com atuação da AMBO, numa iniciativa gratuita.

ENTRADA LIVRE

Horário de funcionamento: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.: 249540900 (6831) | tlm: 919585003 | 910502917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 09:53
link do post | favorito
|

Sábado, 21 de Novembro de 2015
CHORUS AURIS COMEMORA 43 ANOS DE EXISTÊNCIA



publicado por Carlos Gomes às 21:43
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 18 de Novembro de 2015
OURÉM RECEBE "ALA DOS NAMORADOS"



publicado por Carlos Gomes às 09:40
link do post | favorito
|

Terça-feira, 17 de Novembro de 2015
OURÉM RECEBE "ALA DOS NAMORADOS"



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Sábado, 14 de Novembro de 2015
APELO AOS OUREENSES QUE VIVEM NA REGIÃO DE LISBOA

A banda da Sociedade Filarmónica Ouriense vai no próximo dia 29 de novembro, desfilar na avenida da Liberdade, em Lisboa, rumo à Praça dos Restauradores, no âmbito das comemorações do dia 1º de dezembro, dia da Restauração da Independência Nacional.

12196113_903057633134692_7164868301328386771_n

A Sociedade Filarmónica Ouriense participa nestas celebrações em representação de Ourém e do Distrito de Santarém. A iniciativa que conta com mais de mil e quinhentos músicos, integrando um total de 30 entidades, incluindo 1 grupo de percussão, 1 coral de Cante Alentejano, 1 banda nacional militar e 27 bandas filarmónicas civis, é uma iniciativa do Movimento 1º de Dezembro que conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal.

Vivem na região de Lisboa cerca de um milhar de oureenses e seus descendentes que, naquela tarde de domingo, numa manifestação de patriotismo e apego às suas origens, têm uma oportunidade de acolher em Lisboa com o seu aplauso o desfile e a atuação da Sociedade Filarmónica Ouriense.

Apela-se, pois, a que todos os ourienses se concentrem no lado direito, no sentido descendente, do último quarteirão da avenida da Liberdade, antes da entrada da Praça dos Restauradores, levando consigo elementos identificadores do concelho de Ourém.

- Vamos dar o nosso apoio à Sociedade Filarmónica Ouriense!

1238089_513371085397672_1815816298_n



publicado por Carlos Gomes às 17:15
link do post | favorito
|

BANDAS FILARMÓNICAS DESFILAM EM LISBOA

Sociedade Filarmónica Ourienses participa em lisboa nas comemorações do 1º de Dezembro

O Movimento 1º de Dezembro lançou a ideia deste desfile e mobilizou por todo o país diferentes bandas e municípios para o efeito, sendo possível realizá-lo graças ao apoio da Câmara Municipal de Lisboa e à capacidade de organização da EGEAC. A iniciativa conta também com o endosso da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal, que o incluiu no Programa Oficial das Comemorações do 1º de Dezembro.

1238089_513371085397672_1815816298_n

 

Foi um êxito em 2012, em 2013 e em 2014. Será êxito maior em 2015.

14h30 - Concentração junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra, na Avenida da Liberdade (ao Cinema S. Jorge)

15h00 - Início do Desfile

16h30 - Concentração final, na Praça dos Restauradores, e Apoteose Final com interpretação conjunta por 1.500 músicos dos três hinos: Hino da Maria da Fonte, Hino da Restauração e Hino Nacional.

17h00 - Fecho e desmobilização das bandas

Nesta 4ª edição, desfilarão as seguintes bandas e grupos, aqui ordenados por géneros e por ordem alfabética dos distritos e concelhos respectivos:

GRUPO DE PERCUSSÃO

Tocá Rufar

CANTE ALENTEJANO:

Grupo Coral do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira

BANDA NACIONAL:

Banda da Força Aérea

BANDAS FILARMÓNICAS:

Sociedade Artística Banda Vale de Cambra

Banda Filarmónica de Odemira

Sociedade Filarmónica de Vieira do Minho

Banda Filarmónica Retaxense

Banda Filarmónica do Paúl

Banda de Música da Liga dos Amigos de Castelo Novo

Filarmónica Idanhense e Adufeiras de Idanha-a-Nova

Banda Filarmónica da União de Aldeia de João Pires (Sociedade Recreativa e Musical)

Sociedade Filarmónica de Educação e Beneficência Fratelense

Sociedade Filarmónica Sangianense

SUA - Sociedade União Alcaçovense

Sociedade Filarmónica Portimonense

Banda Academia de Santa Cecília (de S. Romão)

Sociedade Filarmónica Maceirense

Banda Recreativa Portomosense

Sociedade Filarmónica Comércio e Indústria da Amadora

Banda Musical e Artística da Charneca (Lisboa)

Banda Municipal Alterense

Sociedade Filarmónica União Maçaense

Sociedade Filarmónica Ouriense

Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 de Alcochete

Sociedade Filarmónica Incrível Almadense

Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro (Montijo)

Sociedade Filarmónica Palmelense os Loureiros

Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima

Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha

Banda Musical da Torre de Ervededo

Será um total de 30 entidades, integrando 1 grupo de percussão, 1 coral de Cante Alentejano, 1 banda nacional militar e 27 bandas filarmónicas civis.

Serão cerca de 1500 músicos, provenientes dos mais diversos pontos do país que irão descer a Avenida da Liberdade, para celebrar Portugal, a Independência e a Restauração através de uma merecida homenagem a esta prática musical e à importante acção formativa e cívica das bandas filarmónicas.

Tendo como ponto de partida o monumento aos Mortos da Grande Guerra, o desfile descerá até à Praça dos Restauradores para uma interpretação conjunta final das Bandas participantes sob a direcção do Maestro Tenente-Coronel Élio Salsinha Murcho, da Banda da Força Aérea.

Ao longo do desfile serão interpretadas várias marchas, bem como o Hino da Restauração. O alinhamento do momento colectivo conta também, além do Hino da Restauração, com a interpretação dos Hino da Maria da Fonte e Hino Nacional.

A RTP-Internacional transmitirá em directo esta grande manifestação cultural, cívica e patriótica. A RTP-2 transmitirá, em diferido, no próprio dia 1 de Dezembro, em horário a anunciar.

12196113_903057633134692_7164868301328386771_n



publicado por Carlos Gomes às 07:12
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 13 de Novembro de 2015
SOCIEDADE FILARMÓNICA OURIENSE DESFILA EM LISBOA NAS COMEMORAÇÕES DO DIA 1º DE DEZEMBRO

Oureenses em Lisboa vão apoiar a banda da Sociedade Filarmónica Ouriense

A Sociedade Filarmónica Ouriense é uma das orquestras filarmónicas que vai representar o Distrito de Santarém no desfile de bandas que vai decorrer no próximo dia 29 de novembro, na avenida da Liberdade.

1238089_513371085397672_1815816298_n

Trata-se de uma grandiosa jornada patriótica evocativa da data da Restauração da Independência Nacional em 1640, cujas comemorações devem manter-se vivas sob a forma de celebrações populares.

A organização é da iniciativa do Movimento 1º de Dezembro e conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal.

As gentes do concelho de Ourém que vivem na região de Lisboa vão seguramente concentrar-se na avenida da Liberdade para aplaudir a banda da Sociedade Filarmónica Ouriense à sua passagem rumo à Praça dos Restauradores.

12196113_903057633134692_7164868301328386771_n



publicado por Carlos Gomes às 15:12
link do post | favorito
|

Terça-feira, 10 de Novembro de 2015
BANDAS FILARMÓNICAS DESFILAM EM LISBOA

O Movimento 1º de Dezembro lançou a ideia deste desfile e mobilizou por todo o país diferentes bandas e municípios para o efeito, sendo possível realizá-lo graças ao apoio da Câmara Municipal de Lisboa e à capacidade de organização da EGEAC. A iniciativa conta também com o endosso da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal, que o incluiu no Programa Oficial das Comemorações do 1º de Dezembro.

Restauração 2014 059

Foi um êxito em 2012, em 2013 e em 2014. Será êxito maior em 2015.

14h30 - Concentração junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra, na Avenida da Liberdade (ao Cinema S. Jorge)

15h00 - Início do Desfile

16h30 - Concentração final, na Praça dos Restauradores, e Apoteose Final com interpretação conjunta por 1.500 músicos dos três hinos: Hino da Maria da Fonte, Hino da Restauração e Hino Nacional.

17h00 - Fecho e desmobilização das bandas

Nesta 4ª edição, desfilarão as seguintes bandas e grupos, aqui ordenados por géneros e por ordem alfabética dos distritos e concelhos respectivos:

GRUPO DE PERCUSSÃO

Tocá Rufar

CANTE ALENTEJANO:

Grupo Coral do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira

BANDA NACIONAL:

Banda da Força Aérea

BANDAS FILARMÓNICAS:

Sociedade Artística Banda Vale de Cambra

Banda Filarmónica de Odemira

Sociedade Filarmónica de Vieira do Minho

Banda Filarmónica Retaxense

Banda Filarmónica do Paúl

Banda de Música da Liga dos Amigos de Castelo Novo

Filarmónica Idanhense e Adufeiras de Idanha-a-Nova

Banda Filarmónica da União de Aldeia de João Pires (Sociedade Recreativa e Musical)

Sociedade Filarmónica de Educação e Beneficência Fratelense

Sociedade Filarmónica Sangianense

Banda Filarmónica Simão da Veiga da Casa do Povo de Lavre

SUA - Sociedade União Alcaçovense

Sociedade Filarmónica Portimonense

Sociedade Filarmónica Maceirense

Banda Recreativa Portomosense

Sociedade Filarmónica Comércio e Indústria da Amadora

Banda Municipal Alterense

SIC - Sociedade Instrução Coruchense

Sociedade Filarmónica União Maçaense

Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 de Alcochete

Sociedade Filarmónica Incrível Almadense

Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro (Montijo)

Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima

Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha

Banda Musical de Torre de Ervededo

Será um total de 29 entidades, integrando 1 grupo de percussão, 1 coral de Cante Alentejano, 1 banda nacional militar e 26 bandas filarmónicas civis.

Serão cerca de 1500 músicos, provenientes dos mais diversos pontos do país que irão descer a Avenida da Liberdade, para celebrar Portugal, a Independência e a Restauração através de uma merecida homenagem a esta prática musical e à importante acção formativa e cívica das bandas filarmónicas.

Tendo como ponto de partida o monumento aos Mortos da Grande Guerra, o desfile descerá até à Praça dos Restauradores para uma interpretação conjunta final das Bandas participantes sob a direcção do Maestro Tenente-Coronel Élio Salsinha Murcho, da Banda da Força Aérea.

Ao longo do desfile serão interpretadas várias marchas, bem como o Hino da Restauração. O alinhamento do momento colectivo conta também, além do Hino da Restauração, com a interpretação dos Hino da Maria da Fonte e Hino Nacional.

A RTP-Internacional transmitirá em directo esta grande manifestação cultural, cívica e patriótica. A RTP-2 transmitirá, em diferido, no próprio dia 1 de Dezembro, em horário a anunciar.



publicado por Carlos Gomes às 00:53
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 9 de Novembro de 2015
BANDAS FILARMÓNICAS DESFILAM EM LISBOA NAS COMEMORAÇÕES DO DIA DA RESTAURAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL

12196113_903057633134692_7164868301328386771_n



publicado por Carlos Gomes às 22:24
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 5 de Novembro de 2015
INATEL LEVA ETNOGRAFIA, MÚSICA E TEATRO À CASA DO ARTISTA

Conservatório de Música de Ourém e Fátima atua no Teatro Armando Cortez

Teatro Armando Cortez recebe festivais de talentos nacionais | Fim-de-semana cultural, de 7 a 8 de novembro, que reúne etnografia, música e teatro em palco. Festivais INATEL elegem melhores trabalhos

O Teatro Armando Cortez receberá, no próximo fim-de-semana, um programa alargado de festivais, organizado pela Fundação INATEL, que conta com 14 distritos/regiões autónomas em competição.

No próximo sábado, dia 7 de novembro, o Teatro Armando Cortez (Casa do Artista), em Lisboa, receberá as Finais Nacionais das iniciativas “Os Melhores Talentos Portugueses” e “Festival INATEL da Canção”, nas quais participam grupos culturais e recreativos de Centros de Cultura e Desporto filiados da Fundação INATEL.

No dia 8, decorrerá ainda a 3ª edição do “Festival INATEL”, que apresenta uma mostra de costumes e tradições dos distritos e regiões de Portugal, nas mais diferentes áreas de expressão.

Em competição estão os distritos/regiões de Aveiro, Bragança, Coimbra, Évora, Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real, Viseu e ainda São Miguel (Açores).

Os espetáculos, de carácter amador, incluem-se em, pelo menos, uma das seguintes áreas temáticas: Etnografia, Música/Canto; Teatro; Dança e Variedades.

A seleção dos premiados será feita através de votação de um painel de júris nomeado para o efeito, composto por Fernando Pereira, Carlos Quintas, Wanda Stuart, Dulce Guimarães, Cláudio Hochman e Ludgero Mendes, entre outros agentes das áreas da produção e criação cultural.

Serão considerados critérios como o conteúdo, a criatividade/originalidade da apresentação, a coerência do espetáculo no âmbito do festival, a cenografia, o guarda-roupa/figurinos, a encenação/dramatização e a caracterização do elenco.

Estão apurados para as finais dos festivais os seguintes grupos concorrentes:

Os Melhores Talentos Portugueses: D’orfeu Associação Cultural (Aveiro), Associação de Amigos Unidos pelo Escoural (Évora), Casa do Povo de Canaviais (Évora), Sport Operário Marinhense (Leiria), Grupo Etnográfico de Areosa (Viana do Castelo).

Festival INATEL da Canção: Rancho Folclórico S.Tiago de Lobão (Aveiro), Acafe - Associação de Cantares de Alfândega da Fé (Bragança), Sociedade Recreativa e Dramática Eborense (Évora), Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores da Imprensa Nacional Casa Da Moeda (Lisboa), Orfeão de Portalegre (Portalegre), Grupo Cultural Recreativo de Santo Amaro de Azurara (Viseu).

Festival INATEL: Associação Unojovens de Ponta Garça (Açores), Tuna Popular de Arganil (Coimbra), Associação da Orquestra Ligeira de Gouveia (Guarda), Associação Cultural e Recreativa Vallis Longus (Porto), Conservatório de Música de Ourém e Fátima (Santarém), Centro Desportivo, Recreativo e Cultural de Moreira (Viana do Castelo), Casa do Povo de Barqueiros (Vila Real).

De acordo com a Fundação INATEL, a iniciativa pretende envolver a participação de grupos regionais numa mostra singular de talentos locais, valorizando-se espetáculos considerados como representativos das características culturais de cada zona/região em competição.

Com o objetivo de envolver as comunidades locais na iniciativa, foram criadas viagens com saída prevista a partir de todas as capitais de distrito.

Um euro do valor pago por viagem reverterá a favor do projeto social “Mealheiro Solidário



publicado por Carlos Gomes às 11:07
link do post | favorito
|

Terça-feira, 27 de Outubro de 2015
INATEL REALIZA CONCURSO DE COMPOSIÇÃO PARA A ORQUESTRA DE SOPROS

Concurso de Composição para Orquestra de Sopros

Inatel – Banda do Exército 2016

Regulamento

1 - Definição e Objectivos

Com o intuito de fomentar e valorizar a escrita musical para Orquestra de Sopros, anuncia-se a quarta edição do concurso de composição para esta formação, através de uma parceria entre a Fundação Inatel e a Banda Sinfónica do Exército, aberto a autores de todas as nacionalidades residentes em Portugal, sem restrição de idades.

2 - Prémios

Ao vencedor será atribuído um prémio monetário no valor de € 2000, bem como a edição e publicação da partitura da obra vencedora, sendo que não serão atribuídos prémios ex-aequo.

No caso de existirem menções honrosas estas serão premiadas com um fim-de-semana para duas pessoas numa unidade hoteleira da Fundação Inatel, à escolha, em época média, e ainda com a edição da partitura. O valor do prémio considera-se como pagamento dos direitos de autor da obra vencedora e de aluguer da partitura e partes instrumentais.

3 - Requisitos Essenciais

3.1. A composição deverá obedecer à instrumentação para Orquestra de Sopros, com a seguinte formação: 1 Flautim, 2 Flautas, 2 Oboés, 1 Corne Inglês (opcional como 2º Oboé), 2 Fagotes, 1 Clarinete Eb, 3 Clarinetes em Bb (cada uma das partes executada por 4 instrumentistas), 1 Clarinete Baixo, 1 Clarinete Alto, 2 Saxofones Alto, 1 Saxofone Soprano, 2 Saxofones Tenor, 1 Saxofone Barítono, 4 Trompas, 5 Trompetes (podem ser divididas em Trompetes, Cornetins e 2 Fliscornes), 2 Trombones, 1 Trombone Baixo, 2 Eufónios, 2 Tubas, Tímpanos, Percussão (5 executantes com o seguinte instrumental: Marimba, Xilofone, Vibrafone, Glockenspiel, Sinos Tubulares, peles e acessórios standard), Violoncelos, Contrabaixos, Piano.

3.2. Cada concorrente deverá apresentar, obrigatoriamente, uma peça de concerto (excluindo peças a solo), com a duração compreendida entre 10 (dez) e 15 (quinze) minutos.

3.3. A composição a concurso terá de ser inédita, que nunca tenha sido tornada publica por qualquer meio, nem premiada noutro concurso.

3.4 Quaisquer futuras execuções, edição da partitura ou CD da obra vencedora, deverão

obrigatoriamente incluir nas notas de programa a menção: Obra vencedora do Concurso de Composição Inatel - Banda do Exército

4 - Entrega da Composição

4.1. A composição deverá ser assinada sob pseudónimo e acompanhada de um envelope fechado e lacrado, contendo a identificação (fotocópia de cartão do cidadão, ou passaporte), endereço, contactos telefónicos e e-mail do autor. No exterior desse envelope deverão constar o título da peça e o pseudónimo.

4.2. A composição a concurso pode ser entregue na Banda Sinfónica do Exército, Regimento de Artilharia Antiaérea nº l, Largo do Palácio 2745-181 Queluz, ou enviada pelo correio para a mesma morada até ao dia 31 de Janeiro de 2016.

4.3. Deverão ser entregues 3 (três) cópias da partitura geral impressas, uma cópia de cada parte de instrumentista, bem como o respectivo suporte digital da partitura geral, partes em formato pdf e um ficheiro midi da composição.

5 - Condições de Participação

5.1. O Concurso está aberto a todos os compositores nacionais ou estrangeiros, cujas candidaturas obedeçam ao disposto no presente Regulamento.

5.2. A participação no concurso obriga à aceitação de todas as cláusulas deste regulamento.

6 - Nomeação e Funcionamento do Júri

6.1. Para apreciação das obras a concurso, será constituído um júri, composto por 3 (três)

elementos, de mérito musical reconhecido:

  1. Chefe de Banda Militar convidado
  2. Professor de composição
  3. Chefe Titular da Banda Sinfónica do Exército.

6.2. O júri fará a seleção de um máximo de 5 (cinco) obras semi-finalistas que serão objeto de ensaio a realizar com a Banda Sinfónica do Exército, para a seleção final de um máximo de três obras, que serão presentes a audição final.

6.3. Não podem ser nomeados para membros do Júri, quaisquer concorrentes.

6.4. O Júri decidirá por unanimidade ou por maioria simples, lavrando em ata a sua decisão.

6.5. O Júri reserva-se o direito de não atribuir o prémio, se a qualidade das obras apresentadas assim o impuser.

6.6. As decisões do Júri são inapeláveis.

7 - Exclusões

As candidaturas que não obedeçam ao disposto nos artigos anteriores serão excluídas.

8 - Divulgação dos Resultados e Entrega de Prémios

8.1. A Fundação Inatel e a Banda Sinfónica do Exército divulgarão os resultados até ao dia 28 de Fevereiro de 2016.

8.2. Os prémios serão entregues em sessão pública a realizar para o efeito, em local e data a determinar.

9 - Situações Omissas

Todos os aspectos omissos neste Regulamento serão apreciados e decididos pela Fundação Inatel e pela Banda do Exército de cuja decisão não haverá recurso.

Lisboa 1 de Outubro de 2015



publicado por Carlos Gomes às 15:04
link do post | favorito
|

Terça-feira, 20 de Outubro de 2015
PONTE DE LIMA: BANDA DE MÚSICA DE ESTORÃOS ATUA EM FORNELOS

FORNELOS – PONTE DE LIMA – 25 DE OUTUBRO – 15h00

Depois do êxito que os recentes concertos descentralizados alcançaram, nomeadamente, em Calheiros e em Bertiandos, com afluências de público dignas de registo, dar-se-á continuidade à programação dos concertos nas freguesias do concelho, desta vez no Adro da Igreja Paroquial de Fornelos, com o espetáculo a cargo da Banda de Música de Estorãos, no próximo Domingo, 25 de Outubro, às 15h00.

A programação de acções culturais descentralizadas será para manter e alargar a outras áreas artísticas, uma vez que os resultados estão a ser excelentes e a adesão das populações aos eventos animam-nos a prosseguir no sentido de levar espectáculos que contribuam para a valorização cultural das nossas gentes, um pouco por todo o território concelhio.

No que concerne ao conjunto de concertos descentralizados, o último do presente ano, ao nível das bandas filarmónicas, está agendado para o dia 8 de Novembro na Correlhã (Igreja Paroquial), também às 15h00.



publicado por Carlos Gomes às 19:35
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2015
MUSEU DE OURÉM DÁ MÚSICA ÀS QUINTAS-FEIRAS

Quintas com Música no Museu

29 de outubro às 19h00

Na Casa do Administrador – Museu Municipal de Ourém

No próximo dia 29 de outubro o Museu Municipal de Ourém levará a cabo mais uma edição da rubrica “Quintas com música no Museu”, com a participação da OUREARTE – Escola de Música e Artes de Ourém, numa iniciativa gratuita.

ENTRADA LIVRE

Horário de funcionamento: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.:249540900 (6831) | tlm: 919585003 | 910502917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt

 



publicado por Carlos Gomes às 10:26
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 8 de Outubro de 2015
ANA LAÍNS VAI ATUAR NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Ana Laíns em digressão pedagógica nos Estados Unidos

A cantora tomarense Ana Laíns prepara-se para rumar aos Estados Unidos da América, onde fará a sua primeira grande digressão. Entre 16 e 24 de Outubro, a cantora realizará uma série de concertos e workshops, a convite de várias Universidades Norte-Americanas, em parceria com a Portuguese/American Cultural Exchange, Inc.

Esta digressão é o culminar de um ano cheio de concertos para Ana Laíns, que recentemente encheu o CCB para o concerto de encerramento das Comemorações dos 8 Séculos de Língua Portuguesa, das quais foi embaixadora em 2015. Um ano que encerra da melhor maneira, em Dezembro, com uma digressão nos países nórdicos que passa pela Suécia, Dinamarca e Noruega.

Com a cantora viajarão também o guitarrista Sandro Costa, o viola António Neto e o fadista Pedro Galveias.

"Estou muito empenhada neste projecto. Não se trata de uma digressão com contornos comuns. Tem uma forte componente pedagógica, e é, por isso mesmo, um enorme desafio. Faremos concertos normais, e teremos dias dedicados, exclusivamente, a oficinas sobre o Fado e a Língua Portuguesa.

É um projecto que me honra, e me preenche profundamente, porque me faz todo o sentido e cabe perfeitamente no que considero ser o meu grande objetivo enquanto cantora: Sentir-me útil na divulgação e desenvolvimento da cultura do meu país".

untitled



publicado por Carlos Gomes às 12:47
link do post | favorito
|

Terça-feira, 6 de Outubro de 2015
GRUPO "SONS DO MINHO" ENCERRA CONGRESSO DOS JOVENS FOLCLORISTAS



publicado por Carlos Gomes às 18:53
link do post | favorito
|

Sábado, 19 de Setembro de 2015
MUSEU DE OURÉM DÁ MÚSICA ÀS QUINTAS-FEIRAS

Quintas com música no Museu

24 de setembro às 19h00

Associação Filarmónica 1º Dezembro Cultural e Artística Vilarense Reis Prazeres

Na Casa do Administrador – Museu Municipal de Ourém

ENTRADA LIVRE

Museu Municipal de Ourém: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.: 249540900 (6831) | tlm: 919585003 | 910502917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 16:13
link do post | favorito
|

Terça-feira, 15 de Setembro de 2015
OUREENSES REGRESSAM À VILA MEDIEVAL

Festival de Setembro, música e outras artes 2015

Chegou ao fim o “Festival de Setembro, música e outras artes”, iniciativa promovida pelo Município de Ourém e pela Fundação da Casa de Bragança e que decorreu na Vila Medieval de Ourém, nos dias 11, 12 e 13 de setembro.

Imagem 036

Nas praças, largos e jardins da Vila Medieval, coletividades e restaurantes locais proporcionaram aos visitantes uma degustação com “Sabores do Mediterrâneo”, realçando-se o conceito de que a “dieta mediterrânica constitui uma herança cultural dos países banhados pelo Mediterrâneo, ou que são por ele influenciados, representando um padrão alimentar saudável e sustentável para o mundo e, em especial, para a zona mediterrânica”. Do cruzamento desta premissa com o itinerário da viagem de D. Afonso, 4.º Conde de Ourém, por vários países do Mediterrâneo, foram servidos nos restaurantes, terreiros e praças da Vila Medieval petiscos e refeições típicas de Portugal, Espanha, França, Itália e Marrocos.

IMG_5870

A componente musical e cénica também integraram de forma marcante o Festival, com a programação a incluir uma Visita Guiada ao Paço dos Condes e a Recriação Histórica no Castelo, destacando-se ainda o espetáculo de teatro “D. Afonso, Conde de Ourém, Príncipe de Portugal”, um espetáculo que retrata a viagem de D. Afonso, 4º Conde de Ourém, para Lisboa, de onde partiria como Embaixador do Rei D. Duarte para Basileia. “D. Afonso, Conde de Ourém, Príncipe de Portugal” concilia a história da viagem com a monumentalidade da Vila Medieval de Ourém, numa coprodução do Nariz – Teatro de Grupo e o Grupo de Teatro Apollo. O Festival recebeu ainda as participações musicais de Dead Combo e Lula Pena, duas referências incontornáveis no panorama musical português.

IMG_6075

Em vertente complementar, o cinema assumiu-se como outra das manifestações artísticas presentes no “Festival de Setembro, música e outras artes”. Numa parceria com o cinANTROP - Festival Internacional de Cinema Etnográfico, foram exibidos os documentários a concurso pelo concelho de Ourém na edição de 2015: “Ao Redol da Tijomel” (vencedor do Grande Prémio Regional António Campos), “Pelos Cantos de Ourém” (vencedor do prémio Melhor Curta-Metragem do Concelho de Ourém) e “Labuta e Uma Ginja Diferente”. A problemática dos refugiados oriundos do norte de África seria alvo de reflexão no filme “Respiro”, seguindo-se a exibição de “Terra Firme”.

IMG_6086

Complementarmente refira-se que o Município de Ourém disponibilizou transporte gratuito de passageiros nos dias do Festival, a partir do Mercado Municipal Manuel Prazeres Durão (junto ao Centro de Negócios de Ourém) até à Vila Medieval, estando e entidade promotora já a trabalhar com vista à edição de 2016, procurando superar algumas lacunas que sempre se evidenciam em cada ano e no sentido de projetar o Festival para uma dimensão mais alargada, quer nos propósitos culturais do evento, quer no que respeita à escala do público-alvo.

IMG_6119

A organização do evento foi da responsabilidade do Município de Ourém e da Fundação da Casa de Bragança, em parceria com a empresa municipal OurémViva, Junta de Freguesia de Nª. Srª. das Misericórdias e ADIRN e com o apoio do Grupo Lux Hotels e da APORFEST - Associação Portuguesa de Festivais de Música.

DSC01159

DSC01244

IMG_5980

IMG_6136

IMG_6242

IMG_6308

IMG_6434

IMG_6459

IMG_6785

IMG_6950

IMG_7018

IMG_7115

IMG_7154



publicado por Carlos Gomes às 13:40
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 9 de Setembro de 2015
TOCADORES DE CONCERTINA RUMAM A PORTO DE MÓS



publicado por Carlos Gomes às 12:08
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 2 de Setembro de 2015
VILA MEDIEVAL DE OURÉM RECEBE FESTIVAL DE MÚSICA E OUTRAS ARTES

Festival de Setembro, música e outras artes 2015 | Inspirações do Mediterrâneo

Vila Medieval de Ourém 11, 12 e 13 de Setembro

Entrada livre

PROGRAMA

Dia 11 | sexta-feira 10h | Visita encenada à Cripta

Local: Galeria Municipal

Público: Crianças 3 - 12 anos

15h | Visita guiada ao Paço dos Condes

Local: Galeria Municipal

18h – 24h | Recriação Histórica no Castelo

Local: Castelo (cortejo de abertura do largo da Colegiada até ao Castelo)

Produção: ADIRN

19h | Danças do Mediterrâneo

Local: Largo da Colegiada

20h - 24h | Sabores do Mediterrâneo (gastronomia)

Local: Largos, jardins e espaços de restauração da Vila Medieval

Produção: Coletividades e comércio local

22h | Dead Combo (concerto)

Local: Terreiro de Santiago

Dia 12 | sábado 10h | Caça ao tesouro no Castelo

Local: Galeria Municipal

Público: Crianças dos 6 aos 12 anos e famílias

(inscrições prévias - T. 919585003, museu@mail.cm-ourem.pt)

11h - 24h | Recriação Histórica no Castelo

Local: Castelo

Produção: ADIRN

12h - 24h | Sabores do Mediterrâneo (gastronomia)

Local: Largos, jardins e espaços de restauração da Vila Medieval

Produção: Coletividades e comércio local

16h | Cinema do Mediterrâneo

Local: Galeria Municipal

22h | Lula Pena (concerto)

Local: Terreiro de Santiago



publicado por Carlos Gomes às 20:59
link do post | favorito
|

OURÉM MEDIEVAL É UM FESTIVAL!

Festival de Setembro recebe Dead Combo e Lula Pena na Vila Medieval de Ourém

O Município de Ourém e a Fundação da Casa de Bragança vão realizar a edição de 2015 do Festival de Setembro, música e outras artes, iniciativa que decorre na Vila Medieval de Ourém, nos dias 11, 12 e 13 de setembro. O Festival de Setembro, música e outras artes com o tema “Inspirações do Mediterrâneo”, contará a nível musical com as atuações de Dead Combo e Lula Pena, numa programação que engloba concertos de música, teatro, dança, palestras, visitas guiadas, gastronomia e outras iniciativas artísticas e culturais.

O conceito do Festival de Setembro, música e outras artes assenta em três matrizes: História do Lugar, Património e Multiculturalismo. Em cada ano é trabalhado um tema que relaciona as três matrizes e a edição de 2015 inspira-se no Mediterrâneo a partir do itinerário do 4.º Conde de Ourém, na sua jornada de viagem até ao Concílio de Basileia.

Esta edição do festival com o tema “Inspirações do Mediterrâneo”, recebe Dead Combo e Lula Pena, duas referências incontornáveis no panorama musical português, e destaque ainda para o espetáculo de teatro “D. Afonso, Conde de Ourém, Príncipe de Portugal”. Este espetáculo retrata a viagem de D.Afonso, 4º Conde de Ourém, para Lisboa, de onde partirá como Embaixador do Rei D. Duarte para Basileia. “D. Afonso, Conde de Ourém, Príncipe de Portugal” concilia a história da viagem com a monumentalidade da Vila Medieval de Ourém, numa coprodução do Nariz – Teatro de Grupo e Grupo de Teatro Apollo.

Nas praças, largos e jardins da Vila Medieval, coletividades e restaurantes locais irão proporcionar aos visitantes uma degustação com “Sabores do Mediterrâneo”. Uma viagem gastronómica enquadrada cenicamente e inspirada na dieta de Portugal, Espanha, França, Itália e Marrocos.

O Castelo de Ourém vai receber tendas, figurinos a rigor, ateliers e demonstrações históricas que encenam ambientes e episódios de Ourém e do país no contexto do mediterrâneo durante o período medieval. A “Recriação Histórica no Castelo” é uma produção da ADIRN (Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte).

Durante os três dias haverá visitas guiadas por monumentos, calçadas medievais, exposições e espaços únicos da Vila Medieval. Visitas encenadas, caça ao tesouro, cinema, dança, conversas e passeios à volta do património e do mediterrâneo, convidam todos à descoberta e à fruição do lugar. Além de tudo isto, a participação da comunidade e das coletividades do concelho proporcionarão momentos imprevisíveis, tornando a surpresa e a improvisação, ingredientes da programação artística e cultural do festival.

O Festival de Setembro, música e outras artes é dirigido a um público generalista e os espetáculos terão entrada livre. A organização do evento é da responsabilidade do Município de Ourém e Fundação da Casa de Bragança, em parceria com a empresa municipal OurémViva, Junta de Freguesia de Nª. Srª. das Misericórdias e ADIRN. 



publicado por Carlos Gomes às 20:54
link do post | favorito
|

FESTIVAL NA VILA MEDIEVAL DE OURÉM TEM TRANSPORTE GRATUITO

Município de Ourém disponibiliza transporte gratuito para o Festival de Setembro, música e outras artes

A Vila Medieval de Ourém vai receber o Festival de Setembro, música e outras artes entre os dias 11 e 13 de setembro. Neste contexto e de acordo com o Edital Nº 67/2015, o acesso rodoviário à Vila Medieval de Ourém estará condicionado para garantir as condições necessárias à realização do evento e segurança do público.

O acesso à Vila Medieval de Ourém estará totalmente interdito nos dias 11 e 12 de setembro, no período compreendido entre as 19h00 e a 01h00 do dia seguinte. Ao longo dos três dias de realização do Festival de Setembro, música e outras artes algumas ruas estarão interditas ao trânsito e o acesso à Vila Medieval de Ourém será processado pela Rua Luiz António Flores, junto à Igreja Colegiada.

Neste contexto, o Município de Ourém disponibilizará transporte gratuito de passageiros nos dias 11 e 12 de setembro, a partir do Mercado Municipal Manuel Prazeres Durão (junto ao Centro de Negócios de Ourém) até à Vila Medieval, entre as 19h00 e a 01h00 do dia seguinte. Deste modo, o Município de Ourém assegura uma solução face ao constrangimento necessário à boa realização e organização do Festival de Setembro, música e outras artes.



publicado por Carlos Gomes às 20:52
link do post | favorito
|

PORTO DE MÓS JUNTA NA BARRENTA TOCADORES DE CONCERTINA DE TODO O PAÍS



publicado por Carlos Gomes às 10:35
link do post | favorito
|

Domingo, 16 de Agosto de 2015
OURÉM RECEBE FESTIVAL NA VILA MEDIEVAL

Imagem - Festival de Setembro, música e outras ar



publicado por Carlos Gomes às 10:45
link do post | favorito
|

Sábado, 15 de Agosto de 2015
JORGE PALMA ATUA EM FÁTIMA



publicado por Carlos Gomes às 01:01
link do post | favorito
|

Terça-feira, 11 de Agosto de 2015
OURÉM MEDIEVAL RECEBE FESTIVAL DE MÚSICA E OUTRAS ARTES

Festival de Setembro recebe Dead Combo e Lula Pena na Vila Medieval de Ourém

O Município de Ourém e a Fundação da Casa de Bragança vão realizar a edição de 2015 do Festival de Setembro, música e outras artes, iniciativa que decorre na Vila Medieval de Ourém, nos dias 11, 12 e 13 de setembro.

Imagem - Festival de Setembro, música e outras ar

O Festival de Setembro, música e outras artes com o tema “Inspirações do Mediterrâneo”, contará a nível musical com as atuações de Dead Combo e Lula Pena, numa programação que engloba concertos de música, teatro, dança, palestras, visitas guiadas, gastronomia e outras iniciativas artísticas e culturais.

O conceito do Festival de Setembro, música e outras artes assenta em três matrizes: História do Lugar, Património e Multiculturalismo. Em cada ano é trabalhado um tema que relaciona as três matrizes e a edição de 2015 inspira-se no Mediterrâneo a partir do itinerário do 4.º Conde de Ourém, na sua jornada de viagem até ao Concílio de Basileia.

Esta edição do festival com o tema “Inspirações do Mediterrâneo”, recebe Dead Combo e Lula Pena, duas referências incontornáveis no panorama musical português, e destaque ainda para o espetáculo de teatro “D. Afonso, Conde de Ourém, Príncipe de Portugal”. Este espetáculo retrata a viagem de D.Afonso, 4º Conde de Ourém, para Lisboa, de onde partirá como Embaixador do Rei D. Duarte para Basileia. “D. Afonso, Conde de Ourém, Príncipe de Portugal” concilia a história da viagem com a monumentalidade da Vila Medieval de Ourém, numa coprodução do Nariz – Teatro de Grupo e Grupo de Teatro Apollo.

Nas praças, largos e jardins da Vila Medieval, coletividades e restaurantes locais irão proporcionar aos visitantes uma degustação com “Sabores do Mediterrâneo”. Uma viagem gastronómica enquadrada cenicamente e inspirada na dieta de Portugal, Espanha, França, Itália e Marrocos.

O Castelo de Ourém vai receber tendas, figurinos a rigor, ateliers e demonstrações históricas que encenam ambientes e episódios de Ourém e do país no contexto do mediterrâneo durante o período medieval. A “Recriação Histórica no Castelo” é uma produção da ADIRN (Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte).

Durante os três dias haverá visitas guiadas por monumentos, calçadas medievais, exposições e espaços únicos da Vila Medieval. Visitas encenadas, caça ao tesouro, cinema, dança, conversas e passeios à volta do património e do mediterrâneo, convidam todos à descoberta e à fruição do lugar. Além de tudo isto, a participação da comunidade e das coletividades do concelho proporcionarão momentos imprevisíveis, tornando a surpresa e a improvisação, ingredientes da programação artística e cultural do festival.

O Festival de Setembro, música e outras artes é dirigido a um público generalista e os espetáculos terão entrada livre.

A organização do evento é da responsabilidade do Município de Ourém e Fundação da Casa de Bragança, em parceria com a empresa municipal OurémViva, Junta de Freguesia de Nª. Srª. das Misericórdias e ADIRN.

Festival de Setembro, música e outras artes 2015 | Inspirações do Mediterrâneo

Vila Medieval de Ourém 11, 12 e 13 de Setembro

Entrada livre

PROGRAMA

Dia 11 | sexta-feira 10h | Visita encenada à Cripta

Local: Galeria Municipal

Público: Crianças 3 - 12 anos

15h | Visita guiada ao Paço dos Condes

Local: Galeria Municipal

18h – 24h | Recriação Histórica no Castelo

Local: Castelo (cortejo de abertura do largo da Colegiada até ao Castelo) Produção: ADIRN 19h | Danças do Mediterrâneo

Local: Largo da Colegiada

20h - 24h | Sabores do Mediterrâneo (gastronomia)

Local: Largos, jardins e espaços de restauração da Vila Medieval

Produção: Coletividades e comércio local

22h | Dead Combo (concerto)

Local: Terreiro de Santiago

Dia 12 | sábado 10h | Caça ao tesouro no Castelo

Local: Galeria Municipal

Público: Crianças dos 6 aos 12 anos e famílias

(inscrições prévias - T. 919585003, museu@mail.cm-ourem.pt)

11h - 24h | Recriação Histórica no Castelo

Local: Castelo Produção: ADIRN

12h - 24h | Sabores do Mediterrâneo (gastronomia)

Local: Largos, jardins e espaços de restauração da Vila Medieval

Produção: Coletividades e comércio local 16h | Cinema do Mediterrâneo

Local: Galeria Municipal 22h | Lula Pena (concerto)

Local: Terreiro de Santiago



publicado por Carlos Gomes às 20:39
link do post | favorito
|

TOCADORES DE CONCERTINA DE TODO O PAÍS RUMAM A PONTE DE LIMA



publicado por Carlos Gomes às 18:03
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 7 de Agosto de 2015
FREIXIANDA HOMENAGEIA CARLOS DE PORTUGAL



publicado por Carlos Gomes às 14:55
link do post | favorito
|

Sábado, 1 de Agosto de 2015
JORGE PALMA ATUA EM FÁTIMA



publicado por Carlos Gomes às 17:13
link do post | favorito
|

Sábado, 25 de Julho de 2015
MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM DÁ MÚSICA ÁS QUINTAS-FEIRAS

Quintas com música no Museu

30 de julho às 19h00

Associação Filarmónica 1º Dezembro Cultural e Artística Vilarense Reis PrazeresNa Casa do Administrador – Museu Municipal de Ourém.

ENTRADA LIVRE

Museu Municipal de Ourém: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.: 249540900 (6831) | tlm: 919585003 | 910502917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 12:45
link do post | favorito
|

Terça-feira, 7 de Julho de 2015
JOE MORRIS ATUA EM OURÉM

O Torreão do Castelo de Ourém será mais uma vez palco para um grande concerto, com o Joe Morris, no próximo dia 9 de julho às 21h30.

O norte-americano Joe Morris tem sido referido pela crítica como um dos grandes e mais originais guitarristas na área do jazz.

Ingressos: 5€

Bilhetes limitados à lotação do espaço

Reserva de bilhete no Museu Municipal de Ourém - Casa do Administrador

Horário: de terça a domingo, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.: 249 540 900 (6831) | tlm: 919585003 | 910 502 917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt  

Organização: Município de Ourém



publicado por Carlos Gomes às 23:12
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 29 de Junho de 2015
OUREARTE REALIZA FESTIVAL DE MÚSICA



publicado por Carlos Gomes às 23:27
link do post | favorito
|

Terça-feira, 9 de Junho de 2015
FANFARRAS DOS BOMBEIROS DESFILAM EM OURÉM



publicado por Carlos Gomes às 19:33
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 5 de Junho de 2015
OURÉM RECEBE FANFARRAS DOS BOMBEIROS



publicado por Carlos Gomes às 00:17
link do post | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

“UM LOUVOR A MARIA” LEVA ...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

OURÉM LEVA MÚSICA, DANÇA,...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

DJUMBAI DJAZZ REALIZA CON...

CORO DE BORDÉUS ATUA NO S...

VILA MEDIEVAL DE OURÉM RE...

RODRIGO LEÃO ATUA NA VILA...

ORGANISTA GIAMPAOLO DI RO...

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ...

AMANHÃ HÁ JAZZ NA PRAÇA E...

TÓ TRIPS E JOÃO DOCE ATUA...

OURÉM TEM “MÚSICAS NA PRA...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA REALI...

OURÉM REALIZA FESTA DAS C...

TÓ TRIPS E JOÃO DOCE REAL...

TÓ TRIPS E JOÃO DOCE ATUA...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA ORGAN...

TÓ TRIPS E JOÃO DOCE REAL...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA REALI...

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ...

ALBURITEL REALIZA FESTIVA...

ALBURITEL RECEBE FESTIVAL...

RANCHO FOLCLÓRICO “MOLEIR...

OURÉM REALIZA ENCONTRO DE...

BASÍLICA DE NOSSA SENHORA...

ALBURITEL REALIZA FESTIVA...

ALBURITEL REALIZA FESTIVA...

ALBURITEL REALIZA FESTIVA...

OURÉM REALIZA NO OLIVAL E...

OURÉM: OLIVAL JUNTA TOCAD...

OURÉM REALIZA ENCONTRO DE...

RODRIGO AMADO MOTION REAL...

ALBURITEL ORGANIZA FESTIV...

OURÉM PRESTA TRIBUTO AOS ...

ORGANISTA DO MOSTEIRO DOS...

OURÉM REALIZA FESTIVAL SO...

OURÉM JUNTA TOCADORES DE ...

TORREÃO DO CASTELO DE OUR...

OURÉM REALIZA ENCONTRO DE...

OURÉM REALIZA FESTIVAL SO...

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ...

OURÉM REALIZA FEIRA DOS P...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA ORGAN...

JOSEPHINE FOSTER REALIZA ...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA REALI...

FÁTIMA RECEBE PROJETO MUS...

MUSEU DE OURÉM DÁ MÚSICA ...

PAULO DE CARVALHO ATUA EM...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA INAUG...

arquivos

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds