Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.
Terça-feira, 20 de Outubro de 2015
POETISA MARIA DA CONCEIÇÃO DUQUE APRESENTA EM LEIRIA O SEU NOVO LIVRO DE POESIA

A Folheto Edições apresenta no próximo dia 24 de Outubro, pelas 16 horas, o livro de poesia “Da Alma e do Coração”, de São Duque, em sessão que terá lugar no Auditório da Filarmónica de S. Tiago de Marrazes, junto à Igreja de Marrazes, em Leiria. A apresentação do livro será da responsabilidade de Paulo Pires e Adélio Amaro, e haverá um apontamento poético.

Maria da Conceição do Espírito Santo Costa Duque nasceu a 26 de Novembro de 1952. Durante 30 anos trabalhou, com brio profissional, em defesa dos direitos dos trabalhadores e as suas respectivas famílias.

Mesmo estando já aposentada, mantém e nutre em si a ânsia de estar ao serviço dos que ainda precisam dela. Ela percebe, como ninguém, as necessidades dos mais velhos.

Hoje oferece-se como voluntária para partilhar as suas experiências académicas, profissionais e de vida quotidiana. E é assim que ensina na Universidade Sénior de Marinha Grande. Abre aos idosos novos horizontes de vida, convencen­do-os de que a idade de velhice tem uma magia própria.

Finalmente, ela, ao publicar este livro de poemas, lança aos seus alunos um desafio, um repto: é possível ser-se activo e criativo nesta fase de idade.

Prefácio

Há mais de 40 anos que conheço a autora, Maria da Conceição Duque (São Mao para os amigos). Era uma jovem alegre, graciosa e cheia de vida. Tinha os olhos abertos para abarcar e contemplar todo o universo visível, o coração escancarado ao mundo dos homens e a sua alma ávida e sedenta da presença divina na sua vida. Ao longo destes anos, acumulou um património invejável de experiências de vida que ela, agora, se dispõe a partilhar com os outros, todos, sem distinção, como canta num dos seus belos poemas, ora postos à disposição dos seus leitores, “Eu quero amar amar”.

As redes sociais constituem meios de comunicação claramente redutores. Hoje, elas invadem e promovem, de uma forma virtual, a relação entre os homens. De facto, a sua presença no mundo hodierno, é cada vez mais dominadora, alienante e castradora da liberdade e da privacidade da pessoa. Infelizmente, a sua circulação é cada vez mais globalizante! “Urge delimitar convenientemente as duas modalidades do espaço literário: o de criação e o da circulação”, reclama o poeta Ruy Belo.

Na verdade, actualmente, o espaço literário parece estar já preenchido pelas publicações de variados géneros literários, com destaque para a literatura de auto-ajuda. Muita produção poética hoje divulgada, com raras excepções, veicula ou uma atitude narcisista ou de uma profunda solidão provocada pela ausência do amor.

A nossa poetisa está consciente desta realidade

Por isso, a sua preocupação centra-se mais na “criação” do que no espaço da “circulação”. Desde que a criação seja comunicativa, a circulação seguir-se-lhe-á necessariamente, como corolário que se impõe pela sua própria força interior! Ela adopta como veículo das suas experiências poético-místicas uma linguagem simples, sem preocupações de rítmica e métrica, fazendo eco, deste modo, do conselho sábio Gusdorf, segundo o qual “a expressão perfeita significaria, para a pessoa, a manifestação plena do que ela é, sem qualquer reserva” (3).

É assim que ela abre o seu coração e deixa-o cantar as notas soltas ao sabor da existência, em uníssono com a humanidade, prostrada perante a beleza do universo e a transcendência divina. É isso que acontece quando “os loquitur de abundantia cordis”, (4)(a boca fala da abundância do coração).

Que canção entoa o coração desta poetisa? A melodia da sua alma. Daí o título do seu livro: “DA ALMA e DO CORAÇÃO”.

Que melodia é essa que embala as crianças, encanta os adultos e rejuvenesce os velhos? É a Melodia do AMOR. Exprime esse melodioso sentimento no poema, já atrás referenciado “Amar Amar”, ou seja, Amar o Amor! É a síntese mais bela do Amor, na sua plena e sublime transfiguração:

“Eu quero amar amar

Com todo o meu coração

Amar as pessoas e dar

a todos a minha atenção”

Por isso, exprime o seu desejo de ser cantora. Cantora de quê e para quê? Ela responde com singela candura:

“Queria ser cantora

para cantar o amor”.

Cantora do AMOR, portanto.

Quem ama assim, não exclui ninguém da sua vida. É impelido necessariamente para os outros. O apelo do amor é como um vendaval e a sua atraccão é vertiginosa, como assevera, convicto, o poeta Joaquim Pessoa: “se o amor é dos parvos, irei ter com eles” (5). A comunhão com os outros gerada pelo amor e no amor elimina e anula a “solidão na qual nasce a besta interior”, segundo Nietzsche. Quando se vive na solidão absoluta, “os outros são necessariamente o inferno”, na perspectiva de Sartre. No amor, os outros não são o inferno. Podem e devem ser o céu, entendido como o estado de harmonia e comunhão plena entre os homens.

Pela contemplação da beleza do universo, a nossa poetisa eleva-se, levita e chega ao seu Deus que considera como fonte da sua vida e de tudo o que existe. Está-Lhe profundamente grata por esse dom.

“Quero subir a montanha

e ver as estrelas brilharem

ver tudo quanto contenha

a mão do meu Senhor…”

Finalmente, lacra numa das páginas deste seu livro de poesias, um desejo profundo e intimista:

“Queria ser poeta

e saber fazer os outros felizes

ao lerem os meus escritos

e poderem dizer: valeu a pena.” 

Fernando Pessoa, enfático, concluiria assim:

“Tudo vale a pena

se alma não é pequena!”

Paulo Pires



publicado por Carlos Gomes às 22:24
link do post | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

BLOGUE "AUREN" SUSPENDE A...

A INQUISIÇÃO EM OURÉM

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

GRUPOS LINGUÍSTICOS APRES...

PONTIFICIA ACADEMIA MARIA...

D. ANTÓNIO MARTO COMPARA ...

LEIRIA MOSTRA TRAJE TRADI...

BISPO DE SETÚBAL PRESIDE ...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA APRES...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

PAN QUER DISCUTIR MOBILID...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

OURÉM: OS MISTÉRIOS DA SI...

FAPWINES ACRESCENTA ROSÉ ...

ESTUDO REVELA QUE 62% DOS...

“UM LOUVOR A MARIA” LEVA ...

MADRE TERESA ERA TANTO DE...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

AUTORIDADES DE OURÉM FELI...

DEPUTADO MENDES CORREIA E...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

OURÉM: OLIVAL ESTÁ EM FES...

QUANDO VISITA OFICIALMENT...

CAÇADORES MARCAM ENCONTRO...

OURÉM TEM FESTA GRANDE NO...

OURÉM EVOCA DIÁSPORA E CU...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

OURÉM RECEBE EXPOSIÇÃO DE...

O ZOROASTRISMO E A SUA IN...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

OURÉM: RIBEIRA DO FÁRRIO ...

ALVAIÁZERE: PUSSOS REALIZ...

OURIENSES FAZEM EXCURSÃO ...

PAPA ENVIA CARTA AO 24º C...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA CELEB...

OURÉM LEVA MÚSICA, DANÇA,...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OURÉM: FREIXIANDA ESTÁ EM...

ALVAIÁZERE REALIZA FESTIV...

RIO DE COUROS REALIZA FEI...

ALVAIÁZERE: PELMÁ ESTÁ EM...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

PARTIDO "OS VERDES" COLOC...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

OURÉM REGRESSA À IDADE MÉ...

OFERTAS DE EMPREGO DA LIF...

SINDICATO DOS TRABALHADOR...

arquivos

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds