Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.

Sexta-feira, 12 de Agosto de 2016
OURÉM VAI TER GABINETE DE APOIO AO EMIGRANTE

A Câmara Municipal de Ourém vai celebrar um protocolo de cooperação com a Direção-Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas para a criação de um Gabinete de Apoio ao Emigrante. Este gabinete presta serviço gratuito ao emigrante, residente ou não em Portugal, bem como aos seus familiares.

emigrantes.JPG

A missão desta entidade é criar uma estrutura de apoio aos cidadãos que tenham estado emigrados, que se encontrem já no processo de regresso a Portugal, que ainda estejam a residir nos países para onde emigraram ou aqueles que pretendam emigrar.

Com este gabinete, que integra uma equipa multidisciplinar, o Município pretende informar os emigrantes e ex-emigrantes sobre os seus direitos; contribuir para a resolução dos problemas dos emigrantes; facilitar o encaminhamento dos processos nos diversos serviços públicos e privados; apoiar os portugueses residentes no estrangeiro e seus familiares regressados temporária ou definitivamente a Portugal, junto de outros organismos públicos; apoiar a criação e desenvolvimento de projetos sócio-empresariais; cooperar na preparação da saída para o estrangeiro de portugueses que desejem emigrar.

Este serviço analisa, informa e encaminha os cidadãos nas seguintes matérias:

Social

- Encaminhamento para serviços sociais públicos e privados sem fins lucrativos no apoio à infância e juventude, deficiência e envelhecimento;

- Apoio a menores de nacionalidade portuguesa em situações de risco;

- Apoios psicossocial;

- Articulação com as estruturas da segurança social nas seguintes matérias:

- Acidentes de trabalho e doenças profissionais,

- Pensão de velhice/ Reforma do regime geral e complementar,

- Prestações de invalidez,

- Prestações de sobrevivência,

- Doença e maternidade,

- Subsídios por morte,

- Subsídios de desemprego.

Saúde

Encaminhamento para serviços de saúde e disponibilização de produtos de apoio.

Educação

- Transferências de escolas e processos de matrícula;

- Ingresso ao Ensino Superior;

- Equivalência e Reconhecimento de Habilitações Literárias;

- Benefícios sociais (ação social escolar e bolsas de estudo).

Jurídica

- Lei da Nacionalidade;

- Importação e Legalização de Veículos Automóveis;

- Vistos de entrada em Portugal.

Económica e internacionalização

- Criação de emprego e formação profissional em Portugal;

- Apoio à criação de empresas e emprego;

- Articulação com as cidades geminadas ou com as quais o Município tenha acordos de colaboração para apoio ao acolhimento e inserção de emigrantes;

- Apoio à promoção de projetos de investimento e desenvolvimento locais, em conjugação com o Gabinete de Apoio ao Investidor da Diáspora (GAID).

Outros assuntos

- Troca de Carta de Condução;

- Antecipação ao Exame de Condução;

- Importação de bens pessoais.

Funcionamento e Contactos

Segunda-feira à Sexta-feira, das 9h00-17h00, nas instalações da Câmara Municipal. Por marcação prévia, o atendimento poderá ser realizado por videoconferência.

Email: ga-emigrante@mail.cm-ourem.pt

T +351 249 540 900

F +351 249 540 908



publicado por Carlos Gomes às 20:22
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2016
FREIXIANDA DEDICA FESTA AO EMIGRANTE

13697171_658913960930511_4951956006771946852_n (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 23:26
link do post | favorito
|

Domingo, 7 de Agosto de 2016
FREIXIANDA DEDICA FESTA AO EMIGRANTE

13697171_658913960930511_4951956006771946852_n.jpg 



publicado por Carlos Gomes às 11:44
link do post | favorito
|

Domingo, 31 de Julho de 2016
FREIXIANDA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE

13707730_1183823715015686_5616434322797171574_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 17:28
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Julho de 2016
FREIXIANDA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE

13707730_1183823715015686_5616434322797171574_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 14:52
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 6 de Junho de 2016
PORTUGAL HOMENAGEIA GÉRALD BLONCOURT

O Presidente da República vai condecorar com o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique o fotógrafo francês de origem haitiana Gérald Bloncourt. Trata-se do fotógrafo que mais retratou a situação difícil vivida pelos portugueses nos bairros de lata periféricos da cidade de Paris, entre os anos cinquenta e setenta do século passado, contribuindo dessa forma para dar visibilidade à situação miserável em que se encontravam e contribuir para a sua mudança e melhoria das condições de vida no país de acolhimento.

16557198_GO0hr (2).jpeg

A homenagem terá lugar em Champigny, símbolo da presença portuguesa, onde aliás o associativismo das nossas gentes continua a registar presença marcante e a Rádio Alfa possui os seus estúdios a emitir diariamente para toda a comunidade portuguesa.

Apesar dos progressos entretanto verificados, a emigração continua a ser um flagelo na sociedade portuguesa. Calcula-se em mais de meio milhão o número de portugueses que nos últimos anos terá emigrado em consequência da catastrófica situação do país, da falta de emprego e perspetivas.

Partem sobretudo os mais jovens e com melhores qualificações. Para trás deixam a família e os amigos e consigo levam a saudade e a esperança do regresso. Mas, tal como sucedeu com outras gerações de emigrantes que os antecederam no exílio, acabarão por se fixar nos países de acolhimento onde começam uma nova vida e virão a educar os seus filhos.

Vendo partir os seus filhos, Portugal empobrece e despovoa-se. A partida dos jovens, somada ao acentuado declínio demográfico em breve tornará os portugueses uma espécie em extinção.

Para que a memória não se apague, publicamos algumas fotos da autoria do fotógrafo francês Gérald Blonclourt, que documentam tempos difíceis da emigração portuguesa para frança, precisamente um dos países da então CEE.

Fotos: Gérald Bloncourt / http://bloncourt.over-blog.net/ 

16557166_pTLpZ (1).jpeg

16557169_0bhFw.jpeg



publicado por Carlos Gomes às 14:22
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 3 de Junho de 2016
PRESIDENTE DA REPÚBLICA HOMENAGEIA EMIGRANTES PORTUGUESES

No próximo dia 10 de Junho, o Presidente da República vai homenagear os cidadãos portugueses emigrados em França que aquando dos últimos atentados em Paris arriscaram as suas vidas para ajudar as vítimas dos atentados terroristas ocorridos no passado dia 13 de novembro.

ng5740229

A cerimónia vai decorrer na Mairie de Paris, no âmbito das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, e os nossos compatriotas serão agraciados com a Ordem da Liberdade.

Os portugueses que vão ser condecorados pelo Presidente da República são Manuela Gonçalves, natural de Fafe, Margarida dos Santos Sousa, de Penafiel e Natália Teixeira Syed, de Alvaiázere.



publicado por Carlos Gomes às 07:11
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 2 de Junho de 2016
ALVAIAZERENSE NATÁLIA TEIXEIRA SYED VAI SER CONDECORADA PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA COM A ORDEM DA LIBERDADE



publicado por Carlos Gomes às 15:03
link do post | favorito
|

Sábado, 23 de Janeiro de 2016
ALVAIAZERENSE CONDECORADA PELA MAIRE DE PARIS

Natalia Teixeira Syed e seu marido, Gabriel Syed, foram hoje condecorados pela Maire de Paris, juntamente com mais 6 porteiros parisienses, como gesto de homenagem pela sua coragem no auxílio prestado às vítimas por ocasião dos recentes atentados terroristas que tiveram lugar sobretudo na sala de espetáculos Le Bataclan.

A cerimónia teve lugar no salão nobre da Mairie e as condecorações foram entregues pela presidente da edilidade parisiense, Anne Hidalgo, na foto junto da família Syed.

Esperamos que também o Alvaiázere saiba reconhecer os seus filhos, aliás á semelhança do que já se verificou em relação a outros porteiros de Paris agora homenageados, nas suas terras de origem.

ng5740229



publicado por Carlos Gomes às 22:04
link do post | favorito
|

PARIS HOMENAGEIA PORTEIROS PORTUGUESES

A alvaiazerense Natalia Syed encontra-se entre os agraciados

A Mairie de Paris vai hoje condecorar com a medalha de bronze do município, 7 porteiros que se distinguiram no auxílio prestado às vítimas por ocasião dos recentes atentados terroristas que tiveram lugar sobretudo na sala de espetáculos Le Bataclan.

A cerimónia decorre no salão nobre da Mairie e as condecorações serão entregues pessoalmente pela presidente da edilidade, a franco-espanhola, Anne Hidalgo, que será acompanhada na ocasião pelo seu adjunto para o alojamento, Ian Brossat, e pelo franco-português Hermano Sanches Ruivo, seu conselheiro delegado para os assuntos europeus.

A maior parte dos agraciados são portugueses ou luso-descendentes, entre as quais refira-se Natália Syed, de Pelmá, no vizinho concelho de Alvaiázere. Na ocasião, vão também ser homenageados pelo município parisiense 600 porteiros com o diploma “Porteiro da Cidade de Paris”.

As portarias constituem, desde há muito tempo, uma das ocupações escolhidas pelos emigrantes portugueses que vivem na região parisiense. O realizador Rúben Alves, também ele de ascendência portuguesa, transmitiu-nos recentemente a propósito um excelente retrato através do seu filme “A Gaiola Dourada”.

As porteiras existem em Paris desde os finais da Idade Média, tendo sido celebrizadas nas obras de grandes escritores como Emile Zola, Eugène Sue e Robert Doisneau. Após o término da Segunda Guerra Mundial, existiam em Paris cerca de quarenta mil concierges.

Entretanto, com o aparecimento dos códigos digitais e dos videofones, a maior parte dos proprietários de imóveis em Paris têm vindo a prescindir dos seus serviços, não existindo atualmente mais do que dez mil. Porém, além dos inúmeros serviços que prestam aos locatários, as concierges são frequentemente uma espécie de “anjo-da-guarda” de pessoas idosas que vivem por vezes em situação de isolamento, fenómeno cada vez vais comum nas grandes cidades. E, uma vez mais, revelou-se que as tecnologias não substituem os seus préstimos, incluindo a coragem e o auxílio humanitário às vítimas de um atentado terrorista.



publicado por Carlos Gomes às 12:56
link do post | favorito
|

Sábado, 5 de Dezembro de 2015
LIVRO “GÉRALD BLONCOURT – O OLHAR DE COMPROMISSO COM OS FILHOS DOS GRANDES DESCOBRIDORES” LANÇADO EM PORTUGAL

Teve ontem lançamento em Fafe o livro Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”.

1

A obra, concebida e realizada pelo historiador português Daniel Bastos a partir do espólio do conhecido fotógrafo que imortalizou a história da emigração portuguesa para França nos anos 60, foi apresentada em Fafe, cidade que alberga o Museu das Migrações e das Comunidades, numa sessão que encheu por completo o auditório da Biblioteca Municipal e que esteve a cargo da conhecida socióloga das migrações Maria Beatriz Rocha – Trindade.

2

Além das imagens históricas que o fotógrafo de 89 anos captou sobre a vida dos emigrantes portugueses nos bidonvilles de Paris, que já integraram várias exposições em Portugal e França, a obra traduzida para português e francês pelo docente Paulo Teixeira, e prefaciada pelo consagrado ensaísta e pensador Eduardo Lourenço, reúne memórias, testemunhos e mais de centena e meia de fotografias originais da maior importância para a história portuguesa do último meio século.

Impossibilitado de estar presente na sessão de lançamento, o fotógrafo francês, cavaleiro da Ordem Nacional da Legião de Honra francesa, a mais alta distinção civil de França, enviou uma mensagem afirmando: “as fotografias do livro do meu amigo Daniel Bastos são testemunho da aventura extraordinária que passei ao lado dos emigrantes portugueses que partiram para França entre 1954 e 1974. Agradeço ao Daniel Bastos, ao Paulo Teixeira, ao Eduardo Lourenço, à Conceição Tina, à Maria Beatriz Rocha-Trindade, e a todos que apoiaram este livro de registo de momentos inesquecíveis de dignidade e fraternidade com os filhos dos grandes descobridores”.

No decurso da sessão, Maria Beatriz Rocha – Trindade, autora de uma vasta bibliografia internacional sobre matérias relacionadas com as migrações, afirmou que embora sendo um olhar retrospetivo sobre o fenómeno da emigração portuguesa, a obra mantém plena atualidade e pertinência perante o drama dos migrantes e refugiados que comove a Europa.

4

Refira-se que a obra é patrocinada por duas dezenas de empresas representativas do tecido socioeconómico luso-francês. Como o Hipermercado E.Leclerc, rede de hipermercados de origem francesa que irá comercializar a obra em várias superfícies comerciais em Portugal, estando agendado para 12 de dezembro (sábado) a apresentação do livro no E.Leclerc de Chaves, distrito de Vila Real.

O livro será também comercializado pela cadeia de lojas FNAC, estando agendado para 19 dezembro (sábado) às 21h00 a apresentação da obra na FNAC em Guimarães, e no dia 22 de janeiro (sábado) às 21h30 na FNAC em Braga, sessão que assinalará a inauguração de uma exposição fotográfica evocativa da ligação de Gérald Bloncourt a Portugal e que circulará de três em três por todos os espaços culturais da FNAC no território nacional.

No início de 2016 estão agendadas várias sessões de apresentação da obra junto das comunidades portuguesas residentes no estrangeiro, em particular da numerosa comunidade portuguesa radicada em Paris, uma sessão carregada de grande simbolismo que contará com a presença do fotógrafo que durante mais de vinte anos escreveu com luz a vida dos portugueses em França e em Portugal.

11



publicado por Carlos Gomes às 22:13
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 12 de Agosto de 2015
EMIGRANTES FAZEM AMANHÃ FESTA NA FREIXIANDA



publicado por Carlos Gomes às 10:21
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 10 de Agosto de 2015
FREIXIANDA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE



publicado por Carlos Gomes às 09:19
link do post | favorito
|

Domingo, 9 de Agosto de 2015
FREIXIANDA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE



publicado por Carlos Gomes às 11:00
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 7 de Agosto de 2015
FREIXIANDA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE



publicado por Carlos Gomes às 14:45
link do post | favorito
|

Sábado, 25 de Julho de 2015
BOMBEIROS DA FREIXIANDA ORGANIZAM FESTA DO EMIGRANTE

Festa do Emigrante

No âmbito das diversas atividades programadas com vista á angariação de fundos, o corpo a ativo e a Liga de Amigos da Secção de Bombeiros de Freixianda organiza no dia 13 de Agosto (quinta-feira) a 1ª Edição da Festa do Emigrante no Largo dos Bombeiros Voluntários.

Estarão presentes os grupos PA 3 e THE PEORTH e a festa inicia-se ás 21h30

Picture-ourem 152



publicado por Carlos Gomes às 22:02
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 29 de Junho de 2015
GONDEMARIA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE



publicado por Carlos Gomes às 22:56
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 13 de Março de 2015
A EMIGRAÇÃO É UMA PERDA PARA A NAÇÃO!

Calcula-se em mais de meio milhão, o número de portugueses que, desde 2011, foram forçados a emigrar à procura de melhores condições de vida. Partiram sobretudo os mais jovens e com melhores qualificações. Para trás deixaram a família e os amigos e consigo levam a saudade e a esperança do regresso. Mas, tal como sucedeu com outras gerações de emigrantes que os antecederam no exílio, estão a fixar-se nos países de acolhimento onde começam uma nova vida, educarão e verão crescer os seus filhos. E não regressarão definitivamente!

Pediram os governantes aos portugueses que, uma vez mais, abandonassem a sua Pátria e deixassem a “zona de conforto” e emigrassem. Mas eles, incapazes de resolver os problemas com que o país se debate, não emigraram nem abandonam a sua “zona de conforto” – a governação!

Entretanto, o país despovoa-se de gente jovem, em idade fértil. Em breve, Portugal registará um trágico declínio demográfico que apenas será compensado com o povoamento de cidadãos estrangeiros. E empobrece.

A emigração é uma perda terrível para o país que vê partir os seus filhos – e um problema social para o país que os acolhe!

Aproximam-se as eleições legislativas e, com elas, o anúncio de medidas a apelar ao regresso daqueles que emigraram. Mas, ninguém acredita na eficácia nem na sinceridade de tais medidas: a esmagadora maioria daqueles que partiram não regressarão jamais a não ser no gozo de férias ocasionais, para rever familiares e amigos. Como qualquer emigrante, não estarão dispostos a recomeçar tudo de novo, sobretudo quando a incerteza do futuro continua a pairar no país que foram obrigados a deixar para trás.

Resta aos governantes criar condições para estancar a emigração, criando condições para os que ainda cá vivem não sejam forçados a seguir o mesmo caminho. Mas, receia-se que não seja essa a opção de quem governa!



publicado por Carlos Gomes às 01:00
link do post | favorito
|

Sábado, 6 de Setembro de 2014
GONDEMARIA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE

Todos os anos a 14 e 15 de Agosto a UDG festeja a chegada dos nossos Emigrantes espalhados por esse mundo fora, fazendo a já conhecida festa que inclui a Picaria no dia 14 à noite e a festa da espuma para os mais jovens.

DSC_1164

Este ano e após o jantar servido a várias pessoas, onde estas puderam apreciar um bom prato de borrego, sopas de verde, frango assado e febras, os presentes puderam dar um pezinho de dança ao som do Duo Renascer, e depois divertirem-se na já famosa festa da espuma, que para os mais jovens já vem sendo hábito a alegria e diversão.

Muitos ficaram-se pelas rifas da quermesse que estava logo à entrada do nosso renovado pavilhão, e que serviu também para algumas risadas já que alguns dos prémios eram “fora do habitual”.

No feriado a festa continuou com jogos de Petanca realizados no campo de futebol mesmo ao lado do pavilhão, onde até ao meio dia muitos amantes da modalidade puderam dar o seu melhor neste jogo tradicional, para depois puderem desfrutar do almoço servido a partir das 12h no interior do pavilhão.

A partir das 14h as crianças puderam brincar e saltar nos insufláveis, e a partir das 15h o torneio da sueca teve inicio na sala do bar da UDG.

Pelas 17h o Grupo de Concertinas da Gondemaria animou todos os presentes com músicas populares e tradicionais portuguesas. Por volta das 22h30 o grupo Dualbande tocou para as muitas pessoas que se encontravam no exterior do pavilhão e que ali também eles deram o seu pé de dança.

A festa decorreu com muita animação e especialmente o convívio gerado entre as gentes da nossa terra e terras vizinhas, onde muitos se reencontraram após mais um ano de trabalho pelo estrangeiro. Posteriormente decorreu o sorteio das rifas pelas 23h, onde todos os prémios foram entregues  pela seguinte ordem:

- 1.º Prémio (1 Viagem Palma Maiorca): Pedro Santos – Portinho/Gondemaria (Rifa N.º 0855);

- 2.º Prémio (Televisor LCD): Ana – Leiria (Rifa N.º 3643);

- 3.º Prémio (Vale de compras 100€): Alberto Marques – Pinheiro (Rifa N.º 3817);

- 4.º Prémio (Bicicleta): José Salgardita (Rifa N.º 4523);

- 5.º Prémio (Surpresa): Carlos Vieira - Olival (Rifa N.º 3589);

DSC_1161

DSC_1160

DSC_1153

DSC_1148

DSC_1144

DSC_1142

DSC_1137

DSC_1132

DSC_1130

DSC_1118

DSC_1063



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 15 de Agosto de 2014
GONDEMARIA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE



publicado por Carlos Gomes às 00:54
link do post | favorito
|

Terça-feira, 5 de Agosto de 2014
GONDEMARIA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE



publicado por Carlos Gomes às 11:58
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014
DESCENDENTE DE OUREENSES É AUTARCA NA FIGUEIRA DA FOZ

“Da França só tenho saudade da minha família”

A história desta família de emigrantes de Ourém começou com o avô paterno de Isabel Pereira, que na segunda década do século passado emigrou para aquele país, para trabalhar na construção de uma linha ferroviária.

Casada com um natural de Bom Sucesso, Figueira da Foz, que emigrou pela primeira vez para terras gaulesas em criança, Isabel Pereira não se sente uma emigrante, mas uma francesa que regressou às suas origens, em 1996. Quando se instalou no território da antiga “Rainha das praias de Portugal”, deu continuidade à atividade empresarial que exercia em França: construção civil. Lembra, aliás, com orgulho, que se iniciou no mundo empresarial aos 19 anos, sempre neste setor.

“Vim para Portugal porque o meu marido fez questão de regressar e eu não quis proibi-lo de realizar os seus sonhos”, conta Isabel Pereira. E não se arrependeu. “Vim com expectativas negativas, em relação à adaptação profissional, mas rapidamente se revelaram positivas, nomeadamente no que respeita à qualidade de vida. Ganhamos menos dinheiro, mas ganhamos mais em qualidade de vida”, acrescenta.

Quando fala de qualidade de vida, refere-se, também, à sensação de segurança, que não sentia quando residia na zona de Paris. “Não tem preço os nossos filhos, com seis ou oito anos, poderem ir ao minimercado comprar pão, sem temermos pela sua segurança”, exemplifica.

Adaptação fácil

O tempo foi passando e as crianças que brincavam e se movimentavam livremente na bucólica aldeia de Bom Sucesso ou na pacata cidade da Figueira da Foz transformaram-se em adultos. “Os meus filhos não querem voltar, porque gostam imenso de Portugal”, afirma Isabel. E a mãe deles também não quer regressar ao país onde nasceu.“O meu marido gostava de voltar, mas eu nunca pensei em regressar”, diz.

Saudade, essa palavra lusitana que expressa uma nostalgia do tamanho de todos os mares e carrega o peso do mundo e do tempo, uma ausência sentida ou uma presença desejada. “De França, só tenho saudades da família [da parte dos pais]”, assevera. E nem a crise que entrementes se instalou no setor da construção a faz desejar regressar à vasta França.

Voltando ao início, Isabel Pereira confessa, porém, que durante a fase de adaptação a Portugal não sentiu o choque da mudança. E explica porquê: “estava muito ocupada com a atividade empresarial” que começara a exercer na Figueira da Foz “e a cuidar dos filhos, que ainda eram pequenos”.

Autarca que não gosta de política

O tempo passa depressa. Quando deu conta, o português sobrepôs-se ao francês, mas ainda conserva o sotaque gaulês. E sem se aperceber que o tempo havia passado, mas sem deixar de sentir o esforço de uma empresária, mãe e estudante, Isabel Pereira licenciou-se em direito. Neste momento, encontra-se a concluir o estágio de advocacia, profissão que quer exercer.

Do direito para a política, foi um passo. Não há, aqui, porém, uma sequência ou uma consequência lógica, mas uma mera coincidência cronológica. É que, entretanto, Isabel Pereira foi-se afirmando como uma empresária dinâmica e uma munícipe empenhada no exercício da cidadania. O convite para integrar a lista de um movimento independente à Junta de Bom Sucesso surgiu em 2009 e acabou por integrar o executivo.

Nas últimas eleições autárquicas, voltou a candidatar-se, de novo por uma lista independente, e ocupa o lugar de secretária do executivo da mesma junta. “Entrei na política talvez por ter sentido de justiça social e por me preocupar com a comunidade onde vivo. A primeira vez aceitei o convite porque queria conhecer a realidade da freguesia com os meus próprios olhos”, afiança. Apesar de se candidatar em dois atos eleitorais autárquicos consecutivos, Isabel Pereira afirma que não gosta de política.

Fonte: http://www.asbeiras.pt/



publicado por Carlos Gomes às 09:45
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 5 de Maio de 2014
NOSSA SENHORA DE FÁTIMA JUNTA PORTUGUESES EM FRANÇA



publicado por Carlos Gomes às 19:51
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2014
FERNANDO TORDO EMIGROU PARA O BRASIL

O cantor e compositor Fernando Tordo partiu ontem para o Recife, em Pernambuco, no Brasil. Na mensagem que deixou aos seus compatriotas através da sua página no facebook revelou: “Vou cheio de vontade de mostrar aos Brasileiros a Música Portuguesa que é tão merecedora de ser exportada!” E prometeu: “Volto a Lisboa no fim de Abril, mas vou manter-vos a par da minha vida profissional através desta página.” Deixou “Um grande abraço, até já!”

Como disse a poetisa galega Rosalía de Castro, “Ei-los que partem / novos e velhos / buscando a sorte / noutras paragens / noutras aragens / entre outros povos / ei-los que partem / velhos e novos”. Portugal vê de novo os seus filhos partir para longe, na maior parte das vezes para nunca mais regressarem. Desta vez, partiu um dos maiores intérpretes da música portuguesa, autor de algumas das melhores composições musicais do nosso cancioneiro. Por cá ficam, agarrados às rédeas da governação, todos aqueles que conduziram o país à desgraça em que se encontra e os portugueses ao desterro!

Em Abril, voltará a Lisboa. E nós cá o aguardaremos na esperança de uma nova primavera!

“Amigos.

Tive a intenção de informar, e agradeço as centenas de comentários que foram feitos por vós, mesmo aqueles que de forma mais ou menos dura se referem a esta minha saída do nosso País. Quase todos saberão que tenho mulher, filhos, netos, amigos e uma obra vasta na Música da nossa terra. Não seria para mim minimamente sensato abandonar tudo, pessoas e trabalho, 65 anos de vida e 50 de profissão. É verdade que tenho a hipótese de ir continuar o meu trabalho e a minha vida fora de Portugal, mas isso não significa nenhum abandono; apenas as condições já de si precárias em que a minha actividade se desenrola em Portugal pioraram tanto que não deixam outra alternativa, neste momento. Sinto-me bem, a minha actividade, felizmente, permite encarar a possibilidade de "não ter idade", de isso não ter especial relevância, ao contrário da esmagadora maioria, que com a minha idade chegou à reforma. E creio que ninguém me poderá levar a mal que eu continue a exercer a minha profissão, em boa forma mental e física.

Pertenço a uma geração que viveu momentos e acontecimentos à escala nacional e internacional do maior relevo, e colaborou intensamente, o melhor que lhe foi possível, em transformações no nosso País que acreditámos e lutámos para que fossem irreversíveis. O que se conseguiu e não conseguiu é do conhecimento de todos. No plano cultural, o nosso País vive um dos seus tempos mais sombrios, e chega a ser insultuoso aquilo que o orçamento de Estado de um País com séculos de História dispensa para a Cultura. Uma libra investida na Cultura gera sete libras em Inglaterra? Para os nossos "responsáveis" isso são ilusões, a Cultura só serve para dar prejuízo, e é um sacrifício que o povo tem que pagar para satisfazer meia dúzia de malandros!

Sou português, amo a minha terra, e quem alguma vez tenha ouvido alguma coisa do que faço há meio século na Música, facilmente constatará que esse facto está, até transbordar, em tudo o que faço. A Comunicação Social tem dado um relevo muito grande à minha decisão, eventualmente criando uma ideia negativa relacionada com a minha atitude.

O que vou fazer nada tem a ver com isso; vou tratar de conseguir uma maior aproximação entre artistas e artes de dois países que têm um relacionamento desigual partilhando a mesma Língua. E se a nossa Pátria é a Língua Portuguesa, que ao menos se possa tentar que essa aproximação seja um factor de entendimento que claramente as duas partes procuram e não encontram. Tenho responsabilidades com o meu País que me farão regressar todas as vezes que forem necessárias, e algumas já estão marcadas há muito tempo e serão cumpridas, bem como outros compromissos meus com o público que me acompanha há décadas; a saída no final deste ano do livro escrito pelo João Paulo Guerra sobre estes 50 anos de actividade profissional, a saída, finalmente, de música que tenho gravado ao longo de anos e que nunca foi editada; e até para 2015 alguns concertos de comemoração dos meus 50 anos de carreira.

No Brasil, continuarei a minha tarefa de compositor, autor e intérprete, farei outros contactos, conhecerei outras pessoas, mas serei o mesmo alfacinha nascido na Rua Feio Terenas, em Março de 1948, sempre pronto para ir e voltar, como aliás tenho feito toda a minha vida.

Fernando Tordo”



publicado por Carlos Gomes às 23:57
link do post | favorito
|

Domingo, 9 de Fevereiro de 2014
A EMIGRAÇAO ESTÁ DE VOLTA!


publicado por Carlos Gomes às 13:00
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 6 de Fevereiro de 2014
MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM APRESENTA DOCUMENTÁRIO SOBRE EMIGRAÇÃO

Acontece no Museu

Visionamento do documentário: “Depois liga pra cá”, de Tiago Gonçalves

7 de fevereiro – às 21h00

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

Gravado em 2012, é um sintoma da nova vaga de emigração em Portugal. Os personagens centrais deste documentário acidental, como lhe chama o realizador, são o próprio Tiago Gonçalves e o avô, de quem se vai despedir antes de viajar para o estrangeiro.

Entrada LIVRE

Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo, das 9h às 13h e das 14h às 18h.

Tel: 249 540 900 (ext 6831) / tlm: 919 585 003 / e-mail: museu@mail.com-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 00:39
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 3 de Fevereiro de 2014
MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM APRESENTA DOCUMENTÁRIO SOBRE EMIGRAÇÃO

Acontece no Museu

Visionamento do documentário: “Depois liga pra cá”, de Tiago Gonçalves

7 de fevereiro – às 21h00

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

Gravado em 2012, é um sintoma da nova vaga de emigração em Portugal. Os personagens centrais deste documentário acidental, como lhe chama o realizador, são o próprio Tiago Gonçalves e o avô, de quem se vai despedir antes de viajar para o estrangeiro.

Entrada LIVRE

Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo, das 9h às 13h e das 14h às 18h.

Tel: 249 540 900 (ext 6831) / tlm: 919 585 003 / e-mail: museu@mail.com-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 00:41
link do post | favorito
|

Domingo, 2 de Fevereiro de 2014
PORTUGUESES FORÇADOS A ABANDONAR O SEU PAÍS!

Calcula-se em mais de meio milhão o número de portugueses que terá emigrado nos últimos cinco anos em consequência da catastrófica situação do país, da falta de emprego e perspetivas. Partem sobretudo os mais jovens e com melhores qualificações. Para trás deixam a família e os amigos e consigo levam a saudade e a esperança do regresso. Mas, tal como sucedeu com outras gerações de emigrantes que os antecederam no exílio, acabarão por se fixar nos países de acolhimento onde começam uma nova vida e virão a educar os seus filhos.

ob_d7154f_1119-10a-immigre-portugais

Vendo partir os seus filhos, Portugal empobrece e despovoa-se. A partida dos jovens, somada ao acentuado declínio demográfico em breve tornará os portugueses uma espécie em extinção.

Insensíveis à tragédia que se abate sobre a sociedade portuguesa em consequência da sua má governação, apelam os políticos a que os portugueses emigrem deixando a “zona de conforto”, justificando o Acordo de Schengen como uma oportunidade de qualificação no contato com outros países e outras culturas. Argumentos que só podem ser proferidos por indivíduos incompetentes que nunca viveram as agruras da emigração, por mais qualificada que a mesma seja.

Para que a memória não se apague, publicamos algumas fotos da autoria do fotógrafo francês Gérald Blonclourt, que documentam tempos difíceis da emigração portuguesa para frança, precisamente um dos países da então CEE.

Fotos: Gérald Bloncourt / http://bloncourt.over-blog.net/

ob_ce7844_1104-16-immigre-s-copie

ob_eeec09_1115-11-immigre-s-portugais

ob_b7c4aa_1106-16a-immigre-portugais

ob_aec4e7_1298-17-bidonville-champign

ob_6115a4_1106-34a-dans-les-pyrennees-copie

ob_2114e0_1107-b22a-petites-immigre-es

ob_1a2699_1135-19-immigre-s-aux-abords

ob_1998d2_1110-8-immigre-s-portugais

ob_84c850_1118-17a-boites-aux-lettres

ob_8e96e4_1135-18-corve-e-d-eau-t

ob_0dc19d_1090-21-bidonville-de-nante

ob_6ad7f0_1106-22a-bidonville-portugais

ob_4eeadf_1143-20a-les-boites-a-lettres

ob_086ea2_1309-camp-de-l-abbe-pierre

ob_0a1ee9_1097-14a-passage-clandestin



publicado por Carlos Gomes às 00:49
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 29 de Janeiro de 2014
MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM APRESENTA DOCUMENTÁRIO SOBRE EMIGRAÇÃO

Acontece no Museu

Visionamento do documentário: “Depois liga pra cá”, de Tiago Gonçalves

7 de fevereiro – às 21h00

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

Gravado em 2012, é um sintoma da nova vaga de emigração em Portugal. Os personagens centrais deste documentário acidental, como lhe chama o realizador, são o próprio Tiago Gonçalves e o avô, de quem se vai despedir antes de viajar para o estrangeiro.

Entrada LIVRE

Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo, das 9h às 13h e das 14h às 18h.

Tel: 249 540 900 (ext 6831) / tlm: 919 585 003 / e-mail: museu@mail.com-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 22:36
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 14 de Agosto de 2013
GONDEMARIA JUNTA EMIGRANTES DE OURÉM



publicado por Carlos Gomes às 00:37
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 12 de Agosto de 2013
EMIGRANTES FAZEM FESTA EM GONDEMARIA



publicado por Carlos Gomes às 00:37
link do post | favorito
|

Sábado, 10 de Agosto de 2013
GONDEMARIA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE



publicado por Carlos Gomes às 00:36
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 8 de Agosto de 2013
EMIGRANTES TÊM FESTA NA GONDEMARIA



publicado por Carlos Gomes às 00:36
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 7 de Agosto de 2013
RIO DE COUROS JUNTA EMIGRANTES



publicado por Carlos Gomes às 19:49
link do post | favorito
|

Terça-feira, 6 de Agosto de 2013
GONDEMARIA ORGANIZA FESTA DO EMIGRANTE



publicado por Carlos Gomes às 00:35
link do post | favorito
|

Terça-feira, 23 de Julho de 2013
OURÉM REALIZA OFICINA SOBRE A EMIGRAÇÃO

Oficina de (E)migração – Francisco Vieira de Figueiredo

A antiga escola do Zambujal, na freguesia de Atouguia, vai acolher a partir do mês de agosto a Oficina de (E)migração – Francisco Vieira de Figueiredo, como homenagem “a este homem da nossa terra que se notabilizou como grande mercador e diplomata distinto em terras do Oriente”.

EB1 Zambujal

A proposta, acolhida por todos, foi apresentada na última reunião de câmara pelo vereador da cultura, José Manuel Alho.

Sobre este propósito, Paulo Fonseca, presidente do Município de Ourém, lembrou os contratos tipo para a utilização das escolas devolutas pelas coletividades do concelho, realçando que “em Ourém estamos a fazer algo que nos diferencia relativamente aos outros municípios”. Deu como exemplo a Oficina de Artes, em Vale da Perra e o Centro Comunitário de Voluntariado que se encontra a funcionar na antiga EB1 de Ourém, espaços dinâmicos onde mensalmente se realizam diversas ações temáticas e workshops.

Nesta linha, o executivo municipal propõe que a escola do Zambujal “seja transformada num espaço dedicado às dinâmicas de migração que são parte integrante do nosso processo identitário” assim como “um dos temas mais marcantes para o desenvolvimento económico e cultural de Ourém”.

Sobre Francisco Vieira de Figueiredo, o documento refere que “nascido no Zambujal (Atouguia) por volta de 1610-1612, partiu para a Índia com onze anos, tendo-se tornado grande mercador e diplomata distinto em terras do Oriente. Só muito recentemente tivemos oportunidade de conhecer esta figura notável de projeção transnacional, que bem pode considerar-se um exemplo representativo da ação heroica de tantos portugueses que (e)migraram em diferentes épocas da nossa história. Devido à divulgação feita em escritos e colóquios do Doutor António Rodrigues Batista e Doutor Sérgio Ribeiro conhecemos melhor a personalidade ímpar deste oureense que defendeu Portugal em terras tão distantes na 1ª metade do século XVII.”



publicado por Carlos Gomes às 15:10
link do post | favorito
|

Domingo, 20 de Janeiro de 2013
PADRE DAVID BARREIRINHAS CONVIVE EM FRANÇA COM OS EMIGRANTES DE OURÉM

As gentes de Ourém que habitam na região parisiense viveram hoje um dia grande de animada confraternização. O Padre David Barreirinhas, pároco de Rio de Couros, Formigais e Ribeira do Fárrio deslocou-se propositadamente a França para conviver com os nossos emigrantes numa festa aberta a toda a comunidade portuguesa ali radicada.

485916_4918717098282_879544351_n

O encontro começou com a celebração de uma missa solene na Eglise Sainte Bernardette, em Champigny-sur-marne, uma localidade desde sempre conhecida pela forte representatividade da comunidade portuguesa, a que se seguiu um almoço de confraternização que teve lugar na salle G. Brassens, em Villiers-sur-marne.

Num ambiente de alegria e boa disposição e apesar do forte nevão que se fez sentir, largas centenas de oureenses e outros compatriotas conviveram durante todo o dia, tendo a festa acabado ao som de música de baile.

Esta deslocação a frança foi programada pelo Padre David Barreirinhas para se encontrar com os naturais das três paróquias que dirige, emigrados naquele país, a fim de estreitar os laços que os unem às respetivas comunidades paroquiais.

Fotos: António Ferraz

734500_4918716498267_951013716_n

553655_4918709298087_279871767_n

553470_4918719058331_54413586_n

554465_4918709818100_1718438587_n

554440_4918719778349_679513879_n

603016_4918721298387_63328921_n

550455_4918715778249_1319182118_n

321306_4918723778449_1462652682_n

395527_4918704777974_1820821941_n

395464_4918736938778_551158042_n

601317_4918791660146_42815962_n

582377_4918791140133_484506111_n

19515_4918770739623_1872966510_n

29587_4918773099682_331719474_n

601159_4918771579644_1181460479_n

148373_4918752659171_1975103770_n

29591_4918742378914_2050363380_n

554281_4918750219110_1861866184_n

149516_4918741378889_1734323773_n

379367_4918783099932_903291413_n

185570_4918745979004_1583709099_n

486134_4918779619845_536756507_n

424183_4918778379814_1703795533_n

408570_4918794740223_593092031_n

408295_4918782219910_1407774272_n



publicado por Carlos Gomes às 20:34
link do post | favorito
|

Sábado, 19 de Janeiro de 2013
PADRE DAVID BARREIRINHAS VAI A FRANÇA CONVIVER COM EMIGRANTES DE OURÉM



publicado por Carlos Gomes às 00:35
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2013
FÁTIMA: PASTORAL JUVENIL REÚNE CONSELHO NACIONAL

Iniciam-se hoje em Fátima duas iniciativas de âmbito nacional:

- CONSELHO NACIONAL DA PASTORAL JUVENIL

Realiza-se a 11 e 12 de janeiro, na Casa de Retiros de Nossa Senhora das Dores, no Santuário de Fátima.

Os trabalhos decorrem sob a temática “Desafios e perspetivas da Pastoral Juvenil no mundo atual - Economia & Juventude”.

- ENCONTRO DE AGENTES SÓCIO-PASTORAIS DAS MIGRAÇÕES

Realiza-se de 11 a 13 de janeiro, na Casa de Retiros de Nossa Senhora do Carmo.

Os trabalhos decorrem sob a temática “ENTRE O DIREITO A E A NÃO EMIGRAR”

- Recorde-se que, numa iniciativa do Santuário de Fátima, no próximo domingo, dia 13, às 16:00, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, Santuário de Fátima, realizar-se-á mais uma CONFERÊNCIA de reflexão a propósito do tema pastoral que este ano o Santuário de Fátima propõe aos seus peregrinos e visitantes, "Não tenhais medo".

Caberá ao padre Tony Neves, provincial da Congregação do Espírito Santo e do Imaculado Coração de Maria, apresentar a sua leitura, numa conferência que intitulou "Testemunhar a fidelidade de Deus: onde a confiança vacila".

Terminada a conferência, seguir-se-á um apontamento de música e Poesia de Natal – Sandra Morais (voz) e Tiago Matias (cordas). Entrada livre.

- A 12 e 13 realizar-se-á a PEREGRINAÇÃO MENSAL

PROGRAMA

 Dia 12:

21:30 - ROSÁRIO, na Capelinha das Aparições, e PROCISSÃO DE VELAS. Na Quaresma sem procissão.

Dia 13:

10:00 - ROSÁRIO, na Capelinha das Aparições.

10:45 - PROCISSÃO.

11:00 - MISSA INTERNACIONAL, na Basílica da Santíssima Trindade, Consagração e Adeus.

15:00 - MISSA, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, pelos benfeitores do Santuário.

Nota: A Missa das 12:30 é celebrada na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.



publicado por Carlos Gomes às 18:42
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013
EMIGRANTES DE OURÉM JUNTAM-SE EM FRANÇA



publicado por Carlos Gomes às 21:36
link do post | favorito
|

EMIGRANTES DE OURÉM CONVIVEM EM FRANÇA



publicado por Carlos Gomes às 21:29
link do post | favorito
|

Terça-feira, 1 de Janeiro de 2013
CASA DO RIBATEJO EM NEWARK, NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA, FESTEJA NATAL E PASSAGEM DE ANO

A comunidade ribatejana radicada em Newark, no Estado de New Jersey, festejou o Natal e a passagem de ano, numa iniciativa da Casa do Ribatejo sediada naquela cidade dos Estados Unidos da América.

Constituída há perto de duas décadas, a Casa do Ribatejo em Newark é o elo de ligação da comunidade ribatejana radicada no Estado de New Jersey, nos Estados Unidos da América.

Apesar de distantes das suas terras de origem, as gentes ribatejanas radicadas nos Estados Unidos da América mantém vivas as suas tradições e identidade. Na Casa do Ribatejo, aos primeiros acordes de um acordeão, os ribatejanos envolvem-se de imediato no ritmo do fandango, com o mesmo garbo do maioral da lezíria ou o orgulho do camponês da charneca.

Do ponto de vista etnográfico, encontra-se o concelho de Ourém situado numa zona de transição entre o Ribatejo, a Beira Litoral e a Alta Estremadura, possuindo algumas das suas localidades evidentes marcas do folclore ribatejano. Por outro lado, a migração sazonal para os campos do Ribatejo constitui desde há muito uma realidade na vida das gentes oureenses. Por conseguinte, os oureenses também se identificam de algum modo com o Ribatejo e as suas gentes onde quer que elas se encontrem.

Fotos: Casa do Ribatejo em Newark

10362_388225287929189_1953977192_n

31577_388225721262479_1295654707_n

45003_388225021262549_1142619368_n

528623_394129264005458_1781881578_n

536062_394127664005618_1447702836_n

735030_394127750672276_372565696_n

321233_394127327338985_1199188855_n



publicado por Carlos Gomes às 18:28
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 17 de Outubro de 2012
COMUNIDADE PORTUGUESA EM FRANÇA PROMOVE ESPETÁCULO DE SOLIDARIEDADE COM AS VÍTIMAS DOS INCÊNDIOS EM OURÉM

image001

image004



publicado por Carlos Gomes às 19:08
link do post | favorito
|

MUSEU DAS MIGRAÇÕES (FAFE) PARTICIPA NAS COMEMORAÇÕES DO CINQUENTENÁRIO DA EMIGRAÇÃO PORTUGUESA PARA FRANÇA QUE SE REALIZAM EM BORDÉUS

A exposição de fotografia ‘Por uma vida melhor’, do fotógrafo Gérald Bloncourt, no RAHMI – Réseau aquitain pour l’histoire et la mémoire de l’immigration (Musée d’Aquitaine) vai ser inaugurada no próximo dia 19 de Outubro, em Bordéus, França, contando com a presença do autor. A exposição é composta por 50 obras da colecção que Gérald Bloncourt doou ao Município de Fafe em 2009 para integrar o acervo do Museu das Migrações e das Comunidades.

‘Por uma vida melhor’ estará patente no Musée d’Aquitaine no âmbito de um protocolo de cooperação entre o Município de Fafe e aquele Museu e conta com o apoio do Comité Aristides de Sousa Mendes. A exposição integra o programa do evento ‘Bons baisers du Portugal’, iniciativa comemorativa do Cinquentenário da Emigração Portuguesa para França, a decorrer de 19 a 21 de Outubro naquela cidade francesa. O programa inclui ainda cinema, dança, música, performance e poesia com a presença de vários artistas e entidades portuguesas.

No âmbito desta iniciativa de estudo e divulgação da presença portuguesa em França, a exposição de fotografia ‘Por uma vida melhor’ seguirá para Hendaya, e estará patente no Espace Culturel Mendi-Zolan, Sokoburu. A inauguração terá lugar no dia 16 de Novembro na abertura do colóquio ‘Immigation portugaise des années 1960 vers la France et l’Europe’, que contará com a participação de vários investigadores portugueses e franceses, em particular pela importância desta emblemática cidade de Hendaya no fenómeno migratório português naquele período. Este colóquio é organizado pelo Comité Aristides de Sousa Mendes e pelo RAHMI, e conta com o apoio do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Ministère des Affaires Etrangères, Cité Nationale de l’histoire de l’immigration e Município de Fafe - Museu das Migrações e das Comunidades.

Estes eventos luso-franceses visam dar a conhecer a participação portuguesa na reconstrução da França no pós 2ª Guerra Mundial, valorizando a presença e integração da comunidade portuguesa, hoje parte integrante daquele país.

Fonte: http://bloguedominho.blogs.sapo.pt/



publicado por Carlos Gomes às 18:44
link do post | favorito
|

Terça-feira, 18 de Setembro de 2012
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA: CASA DO RIBATEJO EM NEWARK FESTEJA 18 ANOS DE EXISTÊNCIA

As gentes do Ribatejo radicadas em Newark, nos Estados Unidos da América, comemoraram no passado dia 15 de setembro o 18º aniversário da Casa do Ribatejo.

420949_284967918282933_975229854_n

Os festejos contaram com a participação de muitos ribatejanos e outros compatriotas que se associaram à iniciativa, tendo constituído um momento de confraternização e de evocação das raízes culturais que constituem a sua identidade.

Integrado nas comemorações, foi inaugurada uma exposição de pintura do artista Mateus Costa, radicado em Filadélfia, a qual se mantém patente ao público.

Fotos: https://www.facebook.com/events/345237958904344/#!/LusoNews

533825_284964308283294_419686276_n

167053_195578600454100_2386651_n



publicado por Carlos Gomes às 19:59
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2012
OURÉM: EMIGRANTES FAZEM FESTA EM GONDEMARIA

Os emigrantes da nossa terra juntaram-se nos passados dias 11 e 12 de agosto em Gondemaria. Tratou-se da habitual Festa do Emigrante organizada pela União Desportiva de Gondemaria.

DSC0000087

Durante dois dias consecutivos, houve muita diversão com jogos tradicionais, torneios de petanca e de sueca, passeios de bicicleta, insufláveis, partidas de futebol entre solteiros e casados. Ao jantar não faltou a “sopa de verde” bem tradicional da nossa região. A animação esteve a cargo do grupo musical “Já T’Digo” e do duo musical Big Banda. A Festa da Espuma foi, porventura, o divertimento que mais atraiu quem participou na festa, conforme aliás se pode ver nas imagens.

Fotos: Voz da Aldeia

Esticador da cinta Lateral 033

DSC0000107

DSC0000083

DSC0000075

SAM_3195

SAM_3193

SAM_3188

SAM_3186

DSC0000101

DSC0000096

DSC0000090

DSC0000088

DSC0000088

DSC0000086



publicado por Carlos Gomes às 19:57
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2012
BRASIL: CASA DAS BEIRAS DO RIO DE JANEIRO MINISTRA AULAS DE DANÇA



publicado por Carlos Gomes às 14:53
link do post | favorito
|

Terça-feira, 14 de Agosto de 2012
OURÉM HOMENAGEIA COMENDADOR ARMANDO LOPES

O Município de Ourém prestou homenagem ao Comendador Armando Lopes com a atribuição do seu nome na toponímia da freguesia de Caxarias, sua terra natal. Na ocasião, o Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. Paulo Fonseca valorizou a “forma simbólica” com que Armando Lopes foi homenageado, “perpetuando-se o seu nome nesta terra”, destacando a sua “força, energia e capacidade de ultrapassar obstáculos” e manifestando-se muito orgulhoso por o nome de Ourém ser levado pelo mundo fora pelas mãos deste ilustre oureense.

Por seu turno, o homenageado a quem coube descerrar a placa toponímica, num discurso visivelmente emocionado, agradeceu o empenho de todos “que não se esqueceram do filho que nasceu nesta terra”, lembrando que “um homem de Caxarias e do concelho de Ourém tem sempre motivos para não esquecer a terra”.

Armando Lopes recordou os tempos passados em Caxarias e fez uma retrospetiva pela sua vida até chegar a França, país onde “atravessei o deserto com muitas dificuldades”, circunstância que lhe permitiu crescer pois, como ele próprio considera, “é isso que forma os homens”.

Prestigiado empresário português em frança, Armando Lopes recebeu do Presidente da República Portuguesa, Dr. Mário Soares, o título de Comendador. Jacques Chirac, então Presidente da República Francesa, concedeu-lhe o título de Cavaleiro da Legião de Honra.

Armando Lopes é Presidente da OSA da US Créteil Lusitanos futebol (Liga 2 na França) e, entre os inúmeros projetos que abraçou, conta-se a Rádio ALFA de que é seu Presidente.

Natural de Urqueira, é o mais velho de uma família de três filhos. E, conforme ele próprio conta, “muito jovem acompanhou o seu avô na venda das feiras de gado, essas rotas de caminhadas de vários quilómetros de seis anos criança ouvindo seu avô falar-lhe da sua campanha militar durante a primeira Guerra Mundial”. Escutava com curiosidade “as descrições de um país enorme, aos olhos de paisagens exuberantes, onde monumentos históricos de insuperável beleza retratam o poderio histórico e político de povo e de um país, a França”. E é esse fascínio que sente por esse país que, aos dezassete anos de idade, o encaminham rumo a França, desembarcando na gare d’Austerlitz, iniciando uma nova vida plena de esforço mas coroada de glória.

388070_401192646594872_1528601597_n

555610_401192363261567_1436023460_n

599918_401192336594903_1983953555_n

430296_401192529928217_1868309548_n

483927_401192446594892_210068641_n

308976_401192589928211_870908387_n

484583_401192149928255_1021819897_n



publicado por Carlos Gomes às 12:17
link do post | favorito
|

Sábado, 4 de Agosto de 2012
GONDEMARIA: JORNAL "A VOZ DA ALDEIA" SAUDA O EMIGRANTE



publicado por Carlos Gomes às 19:34
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 2 de Agosto de 2012
OURÉM: EMIGRANTES VÃO TER FESTA EM GONDEMARIA



publicado por Carlos Gomes às 12:03
link do post | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

OURÉM VAI TER GABINETE DE...

FREIXIANDA DEDICA FESTA A...

FREIXIANDA DEDICA FESTA A...

FREIXIANDA REALIZA FESTA ...

FREIXIANDA REALIZA FESTA ...

PORTUGAL HOMENAGEIA GÉRAL...

PRESIDENTE DA REPÚBLICA H...

ALVAIAZERENSE NATÁLIA TEI...

ALVAIAZERENSE CONDECORADA...

PARIS HOMENAGEIA PORTEIRO...

LIVRO “GÉRALD BLONCOURT –...

EMIGRANTES FAZEM AMANHÃ F...

FREIXIANDA REALIZA FESTA ...

FREIXIANDA REALIZA FESTA ...

FREIXIANDA REALIZA FESTA ...

BOMBEIROS DA FREIXIANDA O...

GONDEMARIA REALIZA FESTA ...

A EMIGRAÇÃO É UMA PERDA P...

GONDEMARIA REALIZA FESTA ...

GONDEMARIA REALIZA FESTA ...

GONDEMARIA REALIZA FESTA ...

DESCENDENTE DE OUREENSES ...

NOSSA SENHORA DE FÁTIMA J...

FERNANDO TORDO EMIGROU PA...

A EMIGRAÇAO ESTÁ DE VOLTA...

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ...

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ...

PORTUGUESES FORÇADOS A AB...

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ...

GONDEMARIA JUNTA EMIGRANT...

EMIGRANTES FAZEM FESTA EM...

GONDEMARIA REALIZA FESTA ...

EMIGRANTES TÊM FESTA NA G...

RIO DE COUROS JUNTA EMIGR...

GONDEMARIA ORGANIZA FESTA...

OURÉM REALIZA OFICINA SOB...

PADRE DAVID BARREIRINHAS ...

PADRE DAVID BARREIRINHAS ...

FÁTIMA: PASTORAL JUVENIL ...

EMIGRANTES DE OURÉM JUNTA...

EMIGRANTES DE OURÉM CONVI...

CASA DO RIBATEJO EM NEWAR...

COMUNIDADE PORTUGUESA EM ...

MUSEU DAS MIGRAÇÕES (FAFE...

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA...

OURÉM: EMIGRANTES FAZEM F...

BRASIL: CASA DAS BEIRAS D...

OURÉM HOMENAGEIA COMENDAD...

GONDEMARIA: JORNAL "A VOZ...

OURÉM: EMIGRANTES VÃO TER...

arquivos

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds