Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.

Sexta-feira, 26 de Agosto de 2016
PARTIDO "OS VERDES" COLOCA A FLORESTA NA AGENDA POLÍTICA

Incêndios/Política Florestal na agenda dos Verdes

O Partido Ecologistas «Os Verdes» vai realizar uma conferência de imprensa, na próxima quarta-feira, no Porto que tem por objetivo esclarecer a sua posição relativamente aos incêndios que estão a assolar o país, às políticas florestais e à forma de travar a eucaliptalização.

A anteceder esta conferência de imprensa, o Partido Ecologista «Os Verdes» que tem acompanhado atentamente os incêndios nos distritos de Braga, Porto e de Viana do Castelo levarão a cabo um conjunto de visitas e reuniões com diversas entidades nestes mesmos distritos sobre estas matérias.

Do programa destacamos:

Terça feira - 30 de Agosto

11:00h – Departamento de Conservação da Natureza e Floresta do Norte (Braga);

15:30h – Comando Distrital de Operações de Socorro do Porto (Porto);

18:00h – Visita a áreas ardidas da Trofa.

Quarta feira - 31 de Agosto

9:30h – Câmara Municipal de Viana do Castelo

11:00h – Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo

15:15h – Conferência de Imprensa na Sede dos «Os Verdes» no Porto

O Partido Ecologista Os Verdes



publicado por Carlos Gomes às 19:16
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 8 de Agosto de 2016
O PAÍS ESTÁ A ARDER – FOGOS FLORESTAIS TÊM DE ACABAR!

Todos os anos por esta época, o país transforma-se num autêntico inferno. De norte a sul, o fogo destrói a floresta, casas de habitação e coloca em risco a segurança de pessoas e bens, incluindo aqueles que arriscam a sua própria vida para darem combate às chamas. E a sua ocorrência tem sido tão persistente ao longo de décadas que a maior parte dos portugueses já encara o fenómeno como uma fatalidade.

13895013_1679428515714880_6139815500956258625_n (1).jpg

Ponte de Lima apresentava ontem este cenário

O constante despovoamento do interior e a falta de limpeza da floresta, o desaparecimento dos cantoneiros e o abandono da exploração da resina em consequência do surgimento das colas e tintas sintéticas constituem alguns dos fatores que contribuem para a propagação de incêndios na medida em que não previnem a sua ocorrência.

Por seu turno, certos descuidos como a realização pequenas fogueiras ou o lançamento inadvertido de beatas acesas, embora feito de forma não-intencionada, poderão estar na origem de muitos dos sinistros. Mas, o que já não convence a esmagadora maioria dos portugueses é que a maior parte dos fogos não tenha origem criminosa, quaisquer que sejam as motivações que estejam por detrás dos mesmos.

Um pouco por toda a parte, são desde há muitos anos frequentes os testemunhos de populares referindo a localização de artefactos incendiários e até o ateamento de fogos a partir de aeronaves. Todos os anos são detidos em flagrante alguns indivíduos que depois são presentes a julgamento. Mas, no ano seguinte, eis que o fogo regressa com tanta ou mais intensidade, parecendo contrariar todos os procedimentos com vista à sua prevenção. E, tirando partido das elevadas temperaturas que se estão a registar, tudo leva a crer que o país vai este ano ficar reduzido a cinzas!

Não nos cabe dizer o que será necessário fazer para de uma vez por todas acabar com a ocorrência sistemática de incêndios florestais, mais uma coisa é certa: isto tem de acabar!

Texto: Carlos Gomes / Foto: Amândio Sousa Vieira.



publicado por Carlos Gomes às 16:07
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 22 de Abril de 2016
PARTIDO “OS VERDES” PROMOVE AUDIÇÃO PÚBLICA PARLAMENTAR SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A FLORESTA

Travar o eucalipto, apoiar a diversidade e as espécies autóctones é o objetivo de Os Verdes 

O Grupo Parlamentar Os Verdes quer ouvir a opinião e propostas das associações de produtores florestais, de agricultores, de ambiente e desenvolvimento, as autarquias locais, as universidades e outras entidades sobre “Políticas públicas que contribuam para a promoção de uma floresta sustentável alicerçada na diversidade e nas espécies autóctones” pelo que vai promover uma Audição Pública na Assembleia da República na próxima terça-feira, dia 26 de abril, com início pelas 14.30h.

Desde a sua génese que Os Verdes lutam contra a monocultura do eucalipto em Portugal, pelos impactos negativos que esta tem e defendem uma floresta apoiada na diversidade e nas espécies autóctones.

No quadro da nova realidade parlamentar e no âmbito das conversações e posições conjuntas adotadas entre PS e o Partido Ecologista Os Verdes com vista a melhorar a situação do país tanto a nível económico, social como ambiental, Os Verdes conseguiram que o Governo assumisse como compromisso programático o objetivo de “aumentar a produção e a produtividade (…) das áreas de montado de sobro, de azinho e de pinheiro bravo” e ainda “travar a expansão da área de eucalipto, designadamente (…) criando um novo regime jurídico”.

É sobre este regime e ainda sobre outras medidas com o mesmo objetivo que Os Verdes pretendem auscultar as associações e outras entidades convidadas, colocando em debate nesta audição as seguintes matérias:

  • Novo quadro legislativo que enquadra a plantação de eucaliptos e de outras espécies exóticas em Portugal;
  • Medidas económicas e fiscais a implementar nesta área, nomeadamente a criação de um imposto sobre grandes áreas de eucalipto, cujo montante venha a reverter para um fundo de apoio à plantação de novas áreas de montado de sobro;
  • Definição de outras medidas de apoio à ciência e à pesquisa no sentido de proteger as espécies autóctones ameaçadas e de impulsionar o seu cultivo.


publicado por Carlos Gomes às 14:27
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 16 de Março de 2016
CONCURSO YPEF: APROVEITA AS FÉRIAS E APRENDE SOBRE A FLORESTA

Faltam 3 dias para as férias da Páscoa. Período que podes aproveitar para conhecer melhor o Booklet e participar no maior Concurso Florestal Europeu.

image004

As inscrições no Concurso YPEF terminam a 08 de Abril, mas estas férias da Páscoa são uma boa oportunidade para aprenderes sobre a floresta e te preparares para as provas escritas.

Não te esqueças, este ano as perguntas de escolha múltipla incidirão apenas na informação dos países participantes. Qualquer dúvida, poderás contar com o apoio do teu professor e com a Comissão Nacional do Concurso YPEF. Estamos sempre disponíveis para ti.

Contamos contigo e com a tua equipa para representar Portugal na final nacional e europeia. Os teus colegas estão à tua espera!

Participa!

Para mais informação e participação consulta o site www.forestis.pt e o Facebook.



publicado por Carlos Gomes às 19:40
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 11 de Março de 2016
OURÉM FISCALIZA PRÉDIOS RÚSTICOS

Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro volta a fiscalizar prédios rústicos em incumprimento no concelho de Ourém

Pelo segundo ano consecutivo, a Base de Reserva de Alcaria do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da Unidade de Intervenção da Guarda Nacional Republicana, vai realizar uma operação de fiscalização e sensibilização no concelho de Ourém para identificação dos prédios rústicos que se encontram em incumprimento, no âmbito do plano de Defesa da Floresta Contra Incêndios.

A operação tem início no dia 17 de março e durante dois dias cerca de 30 militares vão percorrer as 13 freguesias do Município de Ourém, em articulação e com o apoio das respetivas Juntas de Freguesia. A sensibilização passa por dar um prazo para proceder à gestão de combustível numa faixa de 50 metros em redor da edificação, aos proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edificações.

Pela importância dos objetivos perseguidos e interesse para a comunidade, será de relevante importância toda a colaboração que possa ser dada pelas populações, a exemplo da disponibilidade manifestada pelos autarcas locais, no sentido de minorar os efeitos nefastos decorrentes do flagelo dos incêndios de verão.



publicado por Carlos Gomes às 22:53
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 7 de Agosto de 2015
PARTIDO “OS VERDES” RECLAMA ORDENAMENTO DA FLORESTA PORTUGUESA

Os Verdes alertam para a necessidade urgente de medidas de prevenção de incêndios e ordenamento da Floresta Portuguesa

Segundo os dados provisórios divulgados ontem pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), nos primeiros sete meses deste ano já arderam 28781 ha de espaços florestais - a segunda maior área ardida do decénio, depois dos 68 mil em 2012, e a terceira desde 2005.

Trata-se de um dos períodos mais severos em termos de incêndios com o quinto maior número de ocorrências desde 2005. Em relação ao ano passado, o agravamento é muito expressivo: arderam mais 21206 ha (280%) do que o total queimado até esta altura.

A situação de severidade meteorológica que tem caracterizado este ano - e com tendência a agravar-se e a repetir-se no futuro – devido ao agravamento do fenómeno das alterações climáticas, para o qual Os Verdes têm, desde sempre, alertado, leva ao aumento da tendência da ocorrência de incêndios.

Perante esta situação gravosa, associada ao facto de que o Governo continua a ignorar a urgência da aplicação de uma política de defesa e preservação da nossa floresta, bem como de prevenção de incêndios, torna-se urgente a implementação de medidas efetivas de prevenção, e não apenas de combate.

O Partido Ecologista «Os Verdes» considera urgente a aplicação de uma política de fundo que promova o ordenamento da floresta portuguesa, com a plantação de espécies autóctones, investimento na prevenção e limpeza, concretização do cadastro florestal, fiscalização efetiva e o fim da expansão das culturas de eucalipto. A defesa de uma floresta viva, fonte de vida, de riqueza e biodiversidade, uma floresta de usos múltiplos, económica e ambientalmente sustentável, e protegida contra o drama anual dos incêndios florestais deve ser cada vez mais uma prioridade.

O PEV pretende ainda deixar, através desta nota de imprensa, um profundo agradecimento a todos os bombeiros portugueses que têm lutado fortemente contra o flagelo dos incêndios que, todos os anos, deixam o nosso País mais pobre.

O Partido Ecologista “Os Verdes”



publicado por Carlos Gomes às 19:17
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 6 de Agosto de 2015
PROTEÇÃO CIVIL IDENTIFICA 2156 PRÉDIOS EM INCUMPRIMENTO NO CONCELHO DE OURÉM

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Ourém promoveu uma conferência de imprensa para apresentar um balanço do período crítico de incêndios florestais e abordar as ações já realizadas e por realizar, pelo Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) no concelho. A conferência decorreu no dia 3 de agosto e permitiu apurar que este ano (até 31 de julho) ocorreram 51 incêndios em Ourém com 67,04 hectares de área ardida.

Imagem 099

O Comandante do Serviço Municipal de Proteção Civil de Ourém, Nuno Touret, apresentou a evolução do número de ocorrências e de área ardida nos últimos anos, onde ficou comprovado que em 2005 e 2012 ocorreram grandes incêndios no concelho, com 9976 e 6639 hectares de área ardida, respetivamente. No campo oposto, o ano de 2014 foi “dos melhores de sempre” com 54 ocorrências num total de 8 hectares de área ardida.

O representante da Proteção Civil de Ourém alertou ainda para os comportamentos negligentes dos cidadãos, já que no período crítico de incêndios a queima de sobrantes agrícolas e florestais “é proibida, mesmo que esteja a chover”. Se a fogueira passar a incêndio (necessitar da intervenção de bombeiros) com a alteração do código penal, “tudo o que provocar incêndio é presente ao Ministério Público”. Além da queima de sobrantes agrícolas e florestais, Nuno Touret avisou para os perigos decorrentes da limpeza de terrenos com temperaturas elevadas e no manuseamento de ferramentas de corte (corta-matos, moto-roçadouras, etc) que em contacto com pedras ou arame possam provocar faíscas.

De seguida enumerou as várias ações que o Serviço Municipal de Proteção Civil tem desenvolvido, tais como a limpeza das imediações das infraestruturas de Defesa da Floresta Contra Incêndios (DFCI), a limpeza de vegetação herbácea e arbustiva pelos sapadores florestais em terrenos municipais e as várias ações de sensibilização desenvolvidas nos mercados municipais e junto das comunidades escolares.

O Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da Unidade de Intervenção da Guarda Nacional Republicana esteve representado pelo 1º Sargento Tiago Álvaro, que apresentou os resultados da fiscalização realizada no mês de maio em todas as freguesias do concelho de Ourém. A ação permitiu identificar 2156 infrações, ou seja prédios em incumprimento de acordo com o art.º15.º do Decreto-Lei n.º124/2006 de 28 de junho, alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º17/2009 de 14 de janeiro. A legislação em causa obriga a que os proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edificações procedam à gestão de combustível numa faixa de 50 metros em redor da edificação. O incumprimento constitui uma contraordenação punível com coima até 60 000€. “Esta primeira fiscalização teve essencialmente uma função pedagógica”, já que os proprietários foram alertados para a infração e aconselhados a regularizar a situação. Com a sinalização efetuada, o objetivo passa por incentivar os proprietários a corrigirem a situação até à segunda fiscalização a ser promovida pelo Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro.

O presidente da Câmara Municipal, Paulo Fonseca, lamentou os custos com os incêndios florestais e defendeu que “deveria haver um planeamento de prevenção que evitasse a naturalidade com que surgem os incêndios florestais”, e uma aposta na desburocratização relativamente à criação de zonas de intervenção florestal (ZIF’s). Lembrou ainda que no Município de Ourém “tem sido possível dar contributos para resolver este problema com a presença do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro que promove ações de prevenção e limpeza” e com o aumento da dotação da Câmara Municipal em 6% para as corporações de bombeiros do concelho.

Imagem 093



publicado por Carlos Gomes às 13:07
link do post | favorito
|

Terça-feira, 4 de Agosto de 2015
FLORESTA EM RIO DE COUROS ESTÁ A ARDER

Desde o início da tarde, o fogo está a consumir uma extensa área de floresta no sítio de Valongo, entre Rio de Couros e a Ramalheira.

Auren-Ramalheira 002

No terreno encontram-se várias corporações de bombeiros que combatem o incêndio com apoio de meios aéreos.

Auren-Ramalheira 001



publicado por Carlos Gomes às 17:54
link do post | favorito
|

Terça-feira, 21 de Julho de 2015
OURÉM ALERTA PARA A PREVENÇÃO DO CRIME DE INCÊNDIO FLORESTAL

AVISO - Crime de incêndio florestal

Até 30 de setembro decorre o período crítico de incêndios florestais.

Se está a pensar fazer a limpeza de mato ou ervas, o Serviço Municipal de Proteção Civil de Ourém recomenda alguns cuidados a ter durante os próximos meses:

- Cuidado ao utilizar ferramentas de corte (facas, correntes de corta-matos ou moto-roçadoras) em contacto com pedras e arames, para evitar a produção de faíscas.

- Evite realizar o trabalho nos dias com temperaturas mais elevadas, assim como nas horas de maior calor, para evitar incêndios florestais.

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Ourém informa que quem provocar incêndios, de forma deliberada ou negligente, será presente às entidades competentes e os seus atos poderão incorrer em crime de incêndio florestal.



publicado por Carlos Gomes às 22:32
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 20 de Maio de 2015
OURÉM PREVINE INCÊNDIOS FLORESTAIS

Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro fiscaliza prédios em incumprimento no concelho de Ourém

Teve início no passado dia 18 de maio, uma ação de fiscalização e sensibilização na União das Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais, levada a cabo pela Base de Reserva de Alcaria do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da Unidade de Intervenção da Guarda Nacional Republicana. Esta iniciativa vai estender-se a todo o concelho até dia 28 de maio e tem como finalidade a identificação dos prédios que se encontram em incumprimento e a sensibilização dos proprietários para a regularização das situações identificadas.

A sensibilização junto dos proprietários passa por dar um prazo para regularização (de acordo com o art.º15.º do Decreto-Lei n.º124/2006 de 28 de junho, alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º17/2009 de 14 de janeiro), que define que os proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edificações são obrigados a proceder à gestão de combustível numa faixa de 50 metros em redor da edificação.

A ação decorreu durante o dia de ontem na União das Freguesias de Rio de Couros e Casal dos Bernardos e continua hoje na freguesia de Caxarias, dia 21 nas freguesias de Espite e de Urqueira, dia 22 na União das Freguesias de Matas e Cercal, dia 25 na União de Freguesias de Gondemaria e Olival e freguesia de N.ª Sr.ª da Piedade, no dia 26 nas freguesias de Alburitel e de Seiça, no dia 27 nas freguesias de N.ª Sr.ª das Misericórdias e de Atouguia e no dia 28 na freguesia de Fátima.



publicado por Carlos Gomes às 13:25
link do post | favorito
|

Sábado, 18 de Abril de 2015
OURÉM PROMOVE DEFESA DA FLORESTA

Comissão Municipal de Defesa da Floresta aprovou Plano Operacional Municipal para 2015

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta do concelho de Ourém aprovou, no passado dia 15 de abril, por unanimidade, o Plano Operacional Municipal (POM) para o ano 2015. O documento foi apresentado pelo Serviço Municipal de Proteção Civil / Gabinete Técnico Florestal.

ProtCivil 001

O POM tem por objetivo a operacionalização de todas as ações no âmbito dos incêndios florestais, nomeadamente a coordenação de meios humanos, técnicos e materiais dos diferentes agentes envolvidos na prevenção, vigilância e combate aos incêndios florestais.

Pretende-se com este plano melhorar a deteção dos incêndios florestais, diminuir o tempo de reação e primeira intervenção, garantir a articulação das ações de vigilância entre as diversas entidades, reduzir a área ardida e o número de reacendimentos.

Deu-se especial relevância à prevenção dos incêndios florestais, alertando a população para a necessidade da limpeza da vegetação herbácea e arbustiva nas proximidades das edificações.



publicado por Carlos Gomes às 18:23
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 16 de Fevereiro de 2015
OURÉM INTEGRA SAPADORES FLORESTAIS

Foi assinado esta manhã o protocolo que formaliza a integração de cinco sapadores nos serviços do Município de Ourém.

O documento foi assinado por Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém e João Salgueiro, presidente da ADSAICA – Associação para o Desenvolvimento das Serras de Aire e Candeeiros – entidade que até ao final do ano passado tinha a gestão desta equipa.

Cabe agora ao Município de Ourém efetuar o acompanhamento diário desta equipa, que ficará sob orientação do Serviço Municipal de Proteção Civil, através do Comandante Operacional Municipal. Terá à sua disposição uma viatura todo-o-terreno equipada com kit de primeira intervenção de combate a incêndios florestais e equipamento coletivo para silvicultura preventiva (limpeza de vegetação herbácea e arbustiva). A ADSAICA ficará responsável pelos vencimentos dos trabalhadores, cumprimento dos encargos sociais obrigatórios e respetivos prémios de seguros.

Esta equipa terá um custo anual de 70 mil euros, comparticipado de forma igual pelo Município de Ourém e pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, ICNF, IP.

O programa de sapadores florestais foi criado em 1999 como instrumento de política florestal, de forma a contribuir para a minimização do risco de incêndio e para a valorização do património florestal. Este programa consistiu na criação de equipas especializadas, que vieram reforçar as estruturas de prevenção já existentes.



publicado por Carlos Gomes às 13:16
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 5 de Janeiro de 2015
ASSOCIAÇÃO FLORESTAL DE PORTUGAL PROMOVE CONCURSO PARA OS JOVENS

5º Edição do Concurso Florestal YPEF:Queres conhecer melhor a floresta? Este concurso é para ti...

Estão abertas as inscrições para a 5ª Edição do Concurso Florestal YPEF - Young People in European Forests, que conta com boas surpresas.

image004

Este ano, a Fase Nacional do Concurso decorre entre dezembro de 2014 e maio de 2015. Será aqui que se saberá qual a Equipa Nacional Vencedora que irá participar na Fase Europeia, que se realiza entre 21 e 25 de setembro de 2015, em Brașov (região da Transilvânia) na Roménia.

De forma a preparar a equipa para as provas da Fase Europeia, o Regulamento Nacional sofreu alterações significativas. Foi introduzida a obrigatoriedade de criação e apresentação de um poster científico sobre um tema florestal, durante a 2ª Prova Nacional - Final Nacional.

Conhece aqui:

- Regras Nacionais

- Regras EuropeiasMais informação e ficha de inscrição disponíveis em: www.forestis.pt.

Participa, ganha prémios e uma visita à Roménia!

image001



publicado por Carlos Gomes às 13:47
link do post | favorito
|

Terça-feira, 14 de Outubro de 2014
CONCURSO FLORESTAL EUROPEU YOUNG PEOPLE IN EUROPEAN FORESTS JÁ TEM VENCEDORES

image010

Os vencedores da 4ª Edição são……

os alunos Chantal Bohn da Alemanha, Katica Kozma da Hungria e Mati Lepikson da Estónia foram os grandes vencedores da 4ª Edição do Concurso YPEF – Young People in European Forests.

Em segundo lugar ficaram Agnieszka Grzenia da Polónia, Diana Şimon da Romania e Felix Seidler da Áustria e em terceiro, Aggeliki Chrysomalli da Grécia, Monika Kurylo da Polónia e Airon Oravas da Estónia.

Os 33 alunos de 11 equipas de diferentes países, presentes na fase final do concurso, adquiriram conhecimentos sobre a floresta europeia ao desempenharem, em grupo, provas como a realização de um teste escrito sobre a floresta Europeia, tarefas práticas na floresta e criação e apresentação de um poster científico sobre questões florestais.

O concurso juntou em Eberswalde, Alemanha, estudantes de escolas do ensino secundário e profissional de países como Portugal, Alemanha, Áustria, Estónia, Grécia, Hungria, Letónia, Lituânia, Polónia e República Checa, Roménia. Após a cerimónia de entrega dos prémios, as equipas de cada país encantaram todos os convidados ao apresentarem um pouco da sua cultura. Os participantes foram brindados com apresentações culturais, exibições de trajes, canções, poemas e danças típicas.

image004



publicado por Carlos Gomes às 09:11
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 30 de Julho de 2014
INSTITUTO DA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DAS FLORESTAS APROVA PLANO MUNICIPAL DE OURÉM DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS

O Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI) de Ourém foi aprovado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas. Este plano é, até ao momento, um dos poucos aprovados a nível nacional, tendo sido elaborado pelo Serviço Municipal de Proteção Civil - Gabinete Técnico Florestal.

plano incendios-01

O Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios foi apresentado e aprovado em reunião da Comissão Municipal de Defesa da Floresta, encontrando-se em fase de apreciação até agora. O PMDFCI é válido até 2017 e pretende sensibilizar a população para a realização de intervenções de silvicultura preventiva, construir e manter a rede de infraestruturas destinadas à prevenção e ao combate, realizar ações de vigilância, definir formas de otimização do combate e planear estratégias de rescaldo e vigilância pós-incêndio. O documento é constituído por 3 cadernos distintos: diagnóstico (informação de base), plano de ação e o Plano Operacional Municipal (POM - com periodicidade anual).  



publicado por Carlos Gomes às 15:04
link do post | favorito
|

Sábado, 15 de Fevereiro de 2014
CONCURSO FLORESTAL EUROPEU YOUNG PEOPLE IN EUROPEAN FORESTS

Manual pedagógico do Concurso YPEF 2013/2014 já está disponível para download e estudo.

Nele pode ser encontrada informação sobre a floresta e setor florestal português e de 20 países. Bem como um capítulo totalmente dedicado à floresta europeia.

Esta é a única informação necessária para a realização de todas as provas escritas, tanto naFase Nacional como na primeira prova da Fase Internacional.

Ao proporcionar o material na sua versão original, a Forestis dá aos participantes a possibilidade de praticarem o inglês além das ciências naturais.

Garantindo que a equipa que vence a Fase Nacional está confortável e ambientada ao manual que é utilizado na prova internacional.

O Manual está a ser divulgado entre os alunos dos 12 países participantes da 4ª Edição do Concurso.

Pode aceder aqui ao Manual ou através da página do Concurso no site da Forestis ou do YPEF internacional.

Siga-nos no Facebook!

Comissão Nacional:

FORESTIS – ASSOCIAÇÃO FLORESTAL DE PORTUGAL

Web: www.forestis.ptwww.ypef.eu

Facebook: YPEF Portugal

E-mail: geral@forestis.pt

Tlf: 222 073 130



publicado por Carlos Gomes às 08:48
link do post | favorito
|

Sábado, 1 de Fevereiro de 2014
OURÉM ESCLARECE SOBRE ARBORIZAÇÃO DE ESPÉCIES FLORESTAIS



publicado por Carlos Gomes às 13:14
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2014
CENTRO MUNICIPAL DE PROTEÇÃO CIVIL DE OURÉM INFORMA SOBRE A FLORESTA

ATENDIMENTO - Serviço Municipal de Proteção Civil | Gabinete Técnico Florestal

5ªs feiras | 09h00 às 13h00

Centro Municipal de Proteção Civil - Estaleiro Municipal, Pinheiro

Fique informado sobre:

- Limpeza de vegetação herbácea e arbustiva / Redução do risco de incêndio (a limpeza de mato é obrigatória num raio de 50 metros de habitações, estaleiros, armazéns, oficinas e outras edificações; em caso de dificuldade no cumprimento desta norma, solicite colaboração e contacte este Serviço para resolução do assunto.)

- O índice diário de risco de incêndio florestal

- Ações arborizações e rearborizações com recurso a espécies florestais

- Apoios comunitários e nacionais ao investimento na floresta

- Legislação florestal em vigor

- Queima de sobrantes agrícolas e florestais, queimadas e fogo controlado



publicado por Carlos Gomes às 22:19
link do post | favorito
|

Terça-feira, 21 de Janeiro de 2014
FORESTIS LANÇA CONCURSO “YOUNG PEOPLE IN EUROPEAN FORESTS”

A Forestis - Associação Florestal de Portugal acaba de lançar a 4ª Edição do Concurso Florestal Europeu YPEF - Young People in European Forests cujas inscrições decorrem até 18 de abril de 2014.

YPEF_2013_2014

Na procura de dar a conhecer a floresta, a biodiversidade e o setor florestal nacional e europeu e, ao mesmo tempo, propiciar novas experiências e o intercâmbio entre jovens com interesses e preocupações semelhantes, a Forestis - Associação Florestal de Portugal lançou no ano letivo de 2013/2014, a 4ª edição do Concurso YPEF - Young People in European Forests.

O Concurso YPEF procura estimular em todos os alunos, entre os 15 e 20 anos, de escolas públicas/privadas do ensino secundário/profissional, a aquisição de conhecimentos para no futuro participarem ativamente e conscienciosamente nos processos de decisão ligados à gestão florestal sustentável.

OBJETIVOS:

Dar a conhecer a floresta, a biodiversidade e o setor florestal;

Sensibilizar para a importância de valorização e proteção destes ecossistemas;

Propiciar o intercâmbio de experiências entre jovens com interesses semelhantes;

Criar bases para uma maior participação e intervenção dos jovens em processos de decisão ligados à gestão florestal sustentável.

PRÉMIOS:

Alunos: 1 bilhete/aluno

Professor coordenador: Pack Odisseias - 7 Noites a 2 em 100 hotéis à escolha - Experimenta Portugal

Professor e alunos: viajem à Alemanha, para a Fase Europeia onde poderão ganhar muitos mais prémios.

INSCRIÇÕES:

Inscrições abertas até 18 de abril de 2014.

MAIS INFORMAÇÃO E CONTACTOS:

Comissão Nacional do Concurso YPEF/ Forestis – Associação Florestal de Portugal

Website: www.forestis.pt, www.ypef.eu
Facebook: YPEF Portugal

Email: geral@forestis.pt

T. 222 073 130



publicado por Carlos Gomes às 16:25
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 15 de Janeiro de 2014
MUNICÍPIO DE OURÉM ESCLARECE SOBRE NOVAS REGRAS DE ARBORIZAÇÃO E REARBORIZAÇÃO DE ESPÉCIES VEGETAIS

Com a entrada em vigor, desde 17 de outubro, do novo Regime Jurídico de Arborização e Rearborização, Decreto-lei n.º 96/2013, de 19 de julho, ficou estabelecido um novo procedimento para as ações de arborização e rearborização com recurso a espécies florestais no território continental.

De acordo com esta nova legislação, independentemente da área intervencionada, das espécies envolvidas ou da qualidade e natureza do interessado na intervenção, torna-se necessário solicitar autorização prévia ou comunicação prévia ao Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Em caso de incumprimento, as infrações constituem contraordenações puníveis com coimas entre os 1000€ e os 3740,98€. Para mais informações ou submissão de pedidos, os interessados deverão consultar o ICNF no sítio da internet (www.icnf.pt) ou junto do Departamento de Conservação da Natureza e Florestas de Lisboa e Vale do Tejo (CNEMA – Quinta das Cegonhas - Apartado 59 – 2001-901 Santarém) e pelo telefone 243 306 530.

O Município de Ourém, através do Serviço Municipal de Proteção Civil/Gabinete Técnico Florestal, encontra-se também disponível para prestar esclarecimentos adicionais aos seus munícipes, todas as quintas-feiras das 9h00 às 13h00, no Edifício do Centro Municipal de Proteção Civil (Estaleiro Municipal – Pinheiro). Para mais informações poderá utilizar o contacto telefónico 249 591 125 ou o email smpc@mail.cm-ourem.pt.



publicado por Carlos Gomes às 18:56
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013
OURÉM APROVA PLANO MUNICIPAL DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS

O Município de Ourém, através do Gabinete Técnico Florestal, elaborou o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios que foi apresentado e aprovado em reunião da Comissão Municipal de Defesa da Floresta, no passado dia 23 de dezembro. Este documento será agora remetido ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas para aprovação final.

unnamed (2)

Este plano é uma ferramenta de trabalho para os próximos cinco anos que prevê o desenvolvimento de ações de prevenção e redução de risco, com o objetivo de diminuir o número de ocorrências e áreas atingidas pelos incêndios florestais.
A elaboração do Plano teve em consideração as caraterísticas específicas do território, nomeadamente fatores de natureza física e climática, populacional, ocupação do solo e análise do histórico e causalidade dos incêndios florestais.

unnamed (1)



publicado por Carlos Gomes às 15:31
link do post | favorito
|

Terça-feira, 26 de Novembro de 2013
MUNICÍPIO DE OURÉM DINAMIZA INICIATIVA PARA “PLANTAR PORTUGAL”

Sob o lema “Vamos todos plantar Portugal”, o Município de Ourém e o Movimento “Plantar Portugal” desenvolveram uma iniciativa com o objetivo de promover a defesa e valorização da floresta. A ação decorreu no Carregal, no dia 20 de novembro, pretendendo transformar um espaço que tem sido invadido ao longo dos anos por despejo de resíduos, numa zona verde e agradável.

Imagem 053

Após os trabalhos de preparação do terreno, iniciou-se a plantação de 3648 árvores com o contributo dos alunos da Escola Profissional de Ourém e de elementos do executivo municipal. O Presidente da Câmara Municipal, Paulo Fonseca, deu o exemplo e incentivou os alunos a “contagiarem quem os rodeia para uma nova postura em relação à preservação da floresta”.

O projeto de recuperação ambiental teve em conta várias vertentes, tais como a aplicação de uma camada de terra vegetal e a colocação de obstáculos junto à estrada com o propósito de evitar o acesso para despejo de resíduos. A iniciativa contempla a plantação de 2380 pinheiros bravos, 1190 pinheiros mansos e 78 medronheiros, numa área aproximada de 3,5 ha. As espécies foram escolhidas tendo em conta o seu tempo de crescimento, o seu potencial económico e fatores de proteção ambiental e paisagística.

Esta ação foi possível devido ao envolvimento de várias entidades, nomeadamente, o Município de Ourém, a empresa Somague, S.A., a empresa municipal Ourémviva e a Escola Profissional de Ourém.

Imagem 005



publicado por Carlos Gomes às 12:40
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 11 de Julho de 2013
OURÉM: COMISSÃO MUNICIPAL DE DEFESA DA FLORESTA AVALIA ESTRATÉGIAS PARA PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta (CMDF) de Ourém reuniu os seus membros e alguns convidados (presidentes de junta de freguesia, representantes de diversas associações e de agrupamentos de escuteiros) com o intuito de divulgar os trabalhos realizados e a realizar no âmbito da prevenção aos incêndios florestais.

PP_13_06_2013 035

Esta reunião permitiu avaliar o andamento dos trabalhos conseguidos com recurso a candidaturas ao Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER), bem como, realçar a importância das juntas de freguesia no apoio ao combate dos incêndios florestais. O vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém e presidente da CMDF, José Manuel Alho, fez um apelo a todos os presidentes de junta de freguesia para que identifiquem os terrenos nas proximidades das edificações com vegetação herbácea e arbustiva e também, os caminhos onde se encontrem árvores caídas fruto dos temporais, para que possa haver uma intervenção precoce que previna incêndios e facilite a circulação de viaturas de apoio.

O Serviço Municipal de Proteção Civil, a Guarda Nacional Republicana e a Corporação de Bombeiros Voluntários de Ourém têm, desde 1 de julho (início do período crítico de incêndios), realizado ações de sensibilização junto das populações com o objetivo de elucidar os munícipes e evitar comportamentos que impulsionem incêndios florestais.



publicado por Carlos Gomes às 18:35
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 8 de Julho de 2013
MUNICÍPIO DE OURÉM APRESENTA PONTO DE SITUAÇÃO DO PLANO DE INTERVENÇÃO PÓS-INCÊNDIOS

Na Assembleia Municipal do passado dia 28 de junho, foi dado conhecimento do ponto de situação do Plano de Intervenção Pós-Incêndios no concelho de Ourém.

O documento, já apresentado em reunião de Câmara, evidencia, segundo José Manuel Alho, Vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém, “que desta vez no concelho de Ourém há consequências positivas após a tragédia”. José Manuel Alho refere-se aos incêndios que assolaram o concelho de Ourém em setembro de 2012 e aos diversos trabalhos realizados pela Câmara Municipal para obter um balanço da operação com todas as situações georreferenciadas e o estabelecimento de um plano de intervenção.

Após os incêndios foi efetuado um levantamento dos estragos, definido um plano de recuperação da área ardida, assinado um protocolo de intervenção pós-incêndios e realizadas candidaturas a fundos comunitários pelas juntas de freguesia que foram aprovadas na totalidade. As candidaturas ascendem a um valor na ordem do meio milhão de euros e destinam-se à limpeza de caminhos e linhas de água, entre outros trabalhos. José Manuel Alho anunciou ainda como incentivo à rearborização das zonas ardidas, a isenção de pagamento de taxas num período de 5 anos, exceto para a rearborização com espécies de crescimento rápido (por exemplo eucaliptos). Após estas medidas a estratégia do Município de Ourém passa por, a nível local, encontrar atores com escala e capacidade de intervenção, nomeadamente Juntas de Freguesia e ZIF – Zonas de Intervenção Florestal, num plano nacional aproveitar os apoios do PRODER, que permitirão uma melhoria das galerias ripícolas na defesa contra incêndios, e a nível internacional continuar a desenvolver os projetos INTERREG, que visa a cooperação internacional e o projeto SUSTFOREST que pretende a reativação da produção de resina. De referir ainda que o Contrato Local de Desenvolvimento Social foi assinado no passado dia 7 de junho com o Instituto da Segurança Social, e certifica o Centro de Apoio Social de Olival como entidade coordenadora da parceria e responsável pela operacionalização das ações que têm como propósito minimizar os danos decorrentes dos incêndios. Nesta oportunidade foi também apresentada a sequência a dar aos diversos donativos recebidos, nomeadamente oriundos de Plessis-Trévisse.



publicado por Carlos Gomes às 18:29
link do post | favorito
|

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE OURÉM APROVA PLANO DE PORMENOR DA TAPADA

O Plano de Pormenor da Tapada, após vários anos de um processo longo e moroso, foi finalmente aprovado na última Assembleia Municipal de Ourém.

PPTapada

O período de discussão pública terminou com duas reclamações que “após análise técnica e parecer jurídico, se concluiu não merecerem provimento”. No entanto, face a uma questão apresentada, a Câmara Municipal de Ourém decidiu reforçar a garantia de acesso aos terrenos inseridos na área do Plano Pormenor da Tapada. A proposta do plano foi aprovada por maioria na Assembleia Municipal de 28 de junho e, depois de aprovada a alteração da carta da REN, será publicada em Diário da República e enviada para depósito à Direção-Geral do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Urbano.

O objetivo do Plano de Pormenor da Tapada “é promover a melhoria das condições de segurança e de habitabilidade através do alargamento das redes de equipamentos”, nomeadamente com a construção de um hospital privado, um quartel de bombeiros, a criação de uma área de equipamento destinado a logística para a proteção civil, segurança e socorro e ainda espaços verdes fundamentais para o equilíbrio e sustentabilidade ambiental do espaço. O local encontra-se parcialmente abrangido por Reserva Ecológica Nacional (REN), pelo que foi necessário proceder ao planeamento do plano de pormenor em paralelo com o pedido de alteração da carta da REN.

O Plano de Pormenor da Tapada está assente em diversos fundamentos que, segundo a Câmara Municipal de Ourém, irão responder a necessidades existentes e proporcionar melhores condições de vida e segurança às populações. O hospital particular projetado terá cuidados continuados de saúde e permitirá apoiar a população residente, bem como, os cerca de 6 milhões de peregrinos e turistas que visitam Fátima anualmente. A instalação de um novo quartel de bombeiros em Fátima responde à necessidade de proporcionar condições dignas e adequadas à atividade, possibilitando facilidade de acesso aos principais eixos de circulação e ao centro da cidade. Por último, o equipamento destinado à logística para a proteção civil, segurança e socorro permite congregar numa localização geoestratégica, uma plataforma de reserva e concentração de meios de socorro com capacidade de resposta em operações de nível nacional e eficaz na preservação do bem-estar e segurança das pessoas.



publicado por Carlos Gomes às 18:18
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 13 de Junho de 2013
MUNICÍPIO DE OURÉM E OURÉMVIVA UNIDOS NA DEFESA DO PINHAL BRAVO E DA RESINA

O Município de Ourém e a Ourémviva promoveram uma reunião no âmbito do projeto Sustforest, tendo como objetivos a criação de uma Mesa da Resina em Portugal, encabeçada pelo Centro Pinus, e um posicionamento concertado e urgente em defesa da fileira do pinho e, especificamente, da resina no enquadramento das negociações do próximo quadro comunitário de apoio (2014 – 2020) para o desenvolvimento rural.

Imagem 036

A reunião decorreu no final do passado mês de maio e foi muito participada com a presença dos diferentes representantes do setor: Centro Pinus, Madeca, Industria 1ª transformação (Empresa Costa e irmãos e Resal), Indútria 2ª transformação (United Resins), Comercialização de resinas (Empresa Essências químicas), ICNF Lisboa e ICNF Matas de Leiria, Estação Florestal (INIAV), IFAP e Aflodounorte.

No encontro foram debatidas as principais metas a atingir no que diz respeito a medidas de apoio ao pinhal bravo (enquanto áreas de alto valor social e ambiental geradoras de 80% do emprego no setor florestal e com um papel determinante na defesa da floresta contra incêndios) e ainda a estrutura organizativa responsável pelo sucesso da aplicação destas medidas nas regiões de minifúndio e, consequentemente, as mais produtivas de pinhal.

Imagem 041



publicado por Carlos Gomes às 18:08
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013
COMISSÃO DE DEFESA DA FLORESTA DE OURÉM APROVA PLANO OPERACIONAL MUNICIPAL

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta de Ourém aprovou no dia 24 de abril e por unanimidade, o Plano Operacional Municipal (POM) para o ano 2013, apresentado pelo Gabinete Técnico Florestal.

reuniao prot civil 2

O POM tem por objetivo a operacionalização de todas as ações no âmbito dos incêndios florestais, nomeadamente a coordenação de meios humanos, técnicos e materiais dos diferentes agentes envolvidos na prevenção, vigilância e combate aos fogos. Pretende-se com este plano detetar oportunamente os incêndios florestais, diminuir o tempo de reação e primeira intervenção, garantir a articulação das açõesde vigilância entreas diversas entidades, reduzir a área ardida e o número de reacendimentos.

Além dos membros que compõe a Comissão, esteve presente o Comandante Operacional Distrital de Santarém da Proteção Civil que realizou uma análise aos três pilares do sistema: prevenção estrutural, vigilância, deteção e fiscalização e rescaldo e vigilância pós-incêndio. Com a prevenção estrutural a assumir especial relevância para prevenir incêndios, alerta-se a população para a necessidade da limpeza da vegetação herbácea e arbustiva nas proximidades das edificações.

reuniao prot civil 1



publicado por Carlos Gomes às 23:03
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Março de 2013
A COMEMORAÇÃO DO DIA DA ÁRVORE E DA FLORESTA: SUAS ORIGENS E SIGNIFICADO

O culto da árvore – atualmente celebrado como Dia da Árvore e da Floresta – no qual se insere a festa que lhe era dedicada constituiu uma das iniciativas que os republicanos fomentaram nos começos do século passado com vista à introdução na sociedade portuguesa de novos valores e símbolos com os quais procuraram substituir os valores tradicionais associados à Igreja Católica e ao Cristianismo em geral. Tratava-se, com efeito, de uma campanha de penetração ideológica nos meios rurais, promovida pela própria maçonaria, utilizando para esse meio os seus próprios órgãos de propaganda como era o caso do jornal “O Século Agrícola”, suplemento do jornal “O Século dirigido por Magalhães Lima que, conforme o próprio título sugere, propunha-se promover a secularização da sociedade.

Tratava-se, com efeito, de criar uma nova liturgia, celebrado por altura do equinócio da Primavera, preconizando o retorno aos antigos ritos pagãos anteriores ao estabelecimento do Cristianismo em detrimento das celebrações da Páscoa e da Ressurreição de Jesus Cristo, crença essencial da fé cristã.

A “Festa da Árvore” realizou-se pela primeira vez no Seixal em 1907, por iniciativa da Liga Nacional de Instrução, tendo nos anos que se seguiram atingido especial visibilidade as que tiveram lugar na Amadora por iniciativa da Liga de Melhoramentos da Amadora, organização de inspiração republicana onde pontificava o escritor Delfim Guimarães.

De uma maneira geral, a realização da “festa da árvore” ocorreu nas localidades onde os republicanos dispunham de maior organização, sobretudo nas regiões mais a sul do país. Porém, é sabido que em Viana do Castelo também dispunham de uma certa influência, mantendo inclusive em funcionamento uma loja maçónica – a Loja Fraternidade – com mais de três dezenas de membros.

A revista Ilustração Portugueza, de 30 de março de 1914, dá-nos conta da realização nesse ano da festa da árvore em Viana do Castelo, nos seguintes termos: “Em Viana do Castelo a festa da árvore teve o concurso de todas as autoridades civis e militares, escolas oficiais e particulares. No Campo da Agonia foram plantadas duas laranjeiras e duas cerejeiras tendo assistido imenso povo. Falaram o alferes sr. Alpedrinha e o sr. Dr. Rodrigo Abreu sendo o cortejo dirigido pelo capitão sr. Malheiro. As tropas da guarnição da cidade também tomaram parte n’essa encantadora cerimónia em que foi exaltado o culto da árvore que O Século Agrícola tanto tem propagandeado.

A comemoração do Dia da Árvore manteve-se durante a vigência do Estado Novo, desprovida contudo da carga ideológica que inicialmente encerrava, tendo chegado até aos nossos dias como um ritual que se cumpre anualmente como um aceno à chegada da Primavera.

Não obstante o propósito original de tal iniciativa, a comemoração do Dia da Árvore e da Floresta, dirigida especialmente às crianças em idade escolar, veio cumprir uma função pedagógica e cívica, sensibilizando-os para a necessidade de preservação da floresta e do meio ambiente.

Carlos Gomes / http://www.folclore-online.com/



publicado por Carlos Gomes às 00:42
link do post | favorito
|

Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013
OURÉM RECEBE COMITIVA DE PLESSIS-TRÉVISE

O Município de Ourém recebeu a visita de uma comitiva com representantes de Plessis-Trévise, no âmbito do apoio às vítimas dos incêndios ocorridos em Ourém em setembro de 2012. A cerimónia de receção da comitiva ocorreu no passado dia 2 de fevereiro e o momento foi aproveitado para realizar a apresentação pública do diagnóstico dos incêndios e do plano de intervenção adotado, a estratégia de gestão dos donativos existentes e a celebração do Protocolo de Intervenção Pós-incêndios.

PT 1

A comitiva de Plessis-Trévise contou com a presença do chefe de gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Plessis-Trévise, Didier Dousset, Laurentino Vieira e Fernanda Vieira enquanto representantes do Clube Robert Schuman e Maria José Órfão e Laura Santos que colaboraram nas ações de solidariedade para com as vítimas dos incêndios no Concelho de Ourém. Após a receção oficial nos Paços do Concelho pelo Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. Paulo Fonseca, e pela Presidente da Assembleia Municipal, Drª Deolinda Simões, os representantes de Plessis-Trévise participaram na cerimónia de receção que decorreu no Centro de Negócios de Ourém. Aqui, o vereador Dr. José Alho fez um retrato de todos os desenvolvimentos desde os incêndios até ao momento atual, com especial incidência no plano de intervenção e nos apoios comunitários e governamentais solicitados para responder às mais diversas necessidades. Após este momento, debruçou-se sobre o Protocolo de Intervenção Pós-incêndios celebrado entre o Município de Ourém, a empresa municipal Ourémviva, IPSS’s do Concelho e as Juntas de Freguesia afetadas, que pretende articular as responsabilidadesde todos osintervenientes e o método de aplicação dos apoios financeiros na recuperação e ordenamento da área ardida e recuperação dos vários danos decorrentes dos incêndios. Neste protocolo está contemplada a estratégia de gestão de donativos onde o Município de Plessis-Trévise participou com uma doação de 50 000€ e o Clube Robert Schuman juntamente com alguns donativos particulares, contribuiu com cerca de 10 000€.

PT 2

O Presidente da edilidade, Dr. Paulo Fonseca manifestou “grande alegria com a presença dos amigos de Plessis-Trévise e com a transformação de um problema numa oportunidade” devido ao protocolo celebrado. Reiterou ainda a “relação permanente e de grande amizade” que une o Município de Ourém e Plessis-Trévise desde o acordo de geminação que completa agora 20 anos. Defendeu por fim que “não nos podemos resignar face ao que foi feito na altura dos incêndios, mas sim tentar sempre melhorar” e para isso anunciou a preparação de um colóquio com a Autoridade Nacional da Proteção Civil para realização de um balanço sobre o que foi, e poderia ter sido feito, na catástrofe que assolou o Concelho de Ourém. O representante do Município de Plessis-Trévise, Didier Dousset, usou também da palavra e em português assumiu ter ficado “muito sensibilizado com a presença de Paulo Fonseca em Plessis-Trévise para a celebração dos 20 anos de geminação” o que ficou patente na “aprovação por unanimidade da ajuda concedida”. 

Com o término da cerimónia de receção no Centro de Negócios, seguiu-se uma visita às instalações do Serviço Municipal de Proteção Civil de Ourém onde os convidados conheceram as instalações e equipamentos existentes, seguindo-se uma visita ao território afetado pelos incêndios. Para finalizar o dia, a comitiva visitou as instalações dos Bombeiros Voluntários de Ourém. Esta visita serviu também para confirmar a presença do Presidente do Município de Plessis-Trévise, Jean-Jacques Jégou, aquando das celebrações do Dia do Município de Ourém e para definir pormenores sobre a realização de um workshop entre empresários locais e franceses para troca de experiências e contactos.

PT 3

PT 4



publicado por Carlos Gomes às 18:55
link do post | favorito
|

Sábado, 13 de Outubro de 2012
MUNICÍPIO DE OURÉM INFORMA OS SIVICULTORES



publicado por Carlos Gomes às 17:00
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 21 de Março de 2012
QUERCUS COMEMORA DIA MUNDIAL DA FLORESTA COM INICIATIVAS EM OURÉM

Dia Mundial alerta para funções das árvores e necessidade de preservação

A Quercus assinala hoje o Dia Mundial da Floresta com iniciativas a alertar para a necessidade de conservar as árvores, essenciais pelas funções na natureza e como "prestadoras de serviços", sendo também criada uma Bolsa Nacional de Árvores Autóctones.

Com árvores principalmente oriundas dos Viveiros Florestais do Estado, a Bolsa Nacional de Árvores Autóctones terá só sementes portuguesas e os municípios vão ser convidados a apresentar projetos de florestação e educativos sobre o tema, incentivando a participação da comunidade, avança a Quercus.

A ideia é distribuir anualmente árvores e arbustos de forma gratuita aos projetos e instituições escolhidos.

As várias iniciativas em todo o país "visam a proteção e conservação da floresta, sensibilizando para a sua importância, quer ao nível dos valores naturais que encerra, quer ao nível dos serviços ambientais que presta a toda a humanidade", salienta a associação ambientalista.

As árvores são essenciais ao equilíbrio dos ecossistemas e à vida humana, promovem a manutenção da biodiversidade, libertam oxigénio, armazenam o dióxido de carbono (principal gás com efeito de estufa), moderam as temperaturas, facilitam a infiltração da água no solo e o reabastecimento dos lençóis subterrâneos ou aquíferos, fixam o solo e impedem a erosão.

A capacidade de sequestro de carbono e a produção de oxigénio conferem à floresta uma importância renovada numa época em que o papel da emissão de gases com efeito de estufa nas alterações climáticas está entre as maiores preocupações dos ambientalistas de todo o mundo.

Entre as iniciativas integradas nas comemorações do Dia Mundial da Floresta está, assim, a apresentação do projeto "Floresta Comum", em Coimbra, numa parceria entre a Secretaria de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, a Quercus e a Associação Nacional de Municípios Portugueses, no âmbito da qual surge a Bola de Árvores Autóctones.

Em Lisboa, cerca de duas centenas de alunos de algumas das escolas que têm colaborado com a iniciativa GreenCork, para recolha de rolhas de cortiça para reciclagem, vão construir uma pirâmide de rolhas de cortiça, cercada por pequenas árvores do projeto Floresta Comum.

As iniciativas agendadas para hoje em Ourém incluem uma minipeça de teatro, atividades de trabalhos manuais e um percurso interpretativo e, em Melides, contemplam ações de sensibilização da comunidade escolar sobre a temática da importância das espécies autóctones.

No sábado, no distrito da Guarda, será realizado um percurso pedestre até ao Castanheiro de Guilhafonso, um símbolo do património florestal da região.

Ao longo da semana, a Quercus realiza atividades de educação ambiental em escolas do distrito de Portalegre, com palestras e construção de caixas-abrigo para fauna florestal.

Fonte: Diário de Notícias



publicado por Carlos Gomes às 14:35
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012
MUNICÍPIO DE OURÉM LEMBRA QUE PINHEIROS SECOS DEVEM SER CORTADOS ATÉ FINAL DE ABRIL

Nemátodo da Madeira do Pinheiro

A Câmara Municipal de Ourém, em articulação com a Direção Regional de Florestas de Lisboa e Vale do Tejo (DRFLVT), informa os proprietários florestais que, devem cortar todos os seus pinheiros secos ou a secar e eliminar os sobrantes resultantes do corte dos mesmos, preferencialmente até ao final de Abril de 2012 e, posteriormente, sempre que se detetarem os sintomas de declínio, cumprindo assim com as boas práticas fitossanitárias e exigências estabelecidas por lei (Decreto-Lei n.º 95/2011, de 8 de Agosto, retificado pela Declaração de Retificação n.º 30-A/2011).

Se o Proprietário não proceder ao corte das árvores doentes, a Autoridade Florestal Nacional pode substituir-se a este, revertendo neste caso o valor da madeira para os cofres do Estado.

Alerta-se que o não cumprimento desta obrigação constitui infração punível nos termos do citado decreto-lei.

Se necessitar de algum esclarecimento, contacte o Gabinete Técnico Florestal (249 591 125), Serviço de Apoio à Actividade Produtiva no Mundo Rural (249 541 676) ou a DRFLVT (243 321 079).



publicado por Carlos Gomes às 17:32
link do post | favorito
|

Terça-feira, 31 de Janeiro de 2012
MUNICÍPIO DE OURÉM INFORMA SOBRE A DOENÇA DA MURCHIDÃO DOS PINHEIROS

PROSPEÇÃO DO NEMÁTODO DA MADEIRA DO PINHEIRO (NMP)

“Doença da Murchidão dos Pinheiros”

Sr. Proprietário, se possui árvores sintomáticas nas freguesias prioritárias para prospeção do NMP (Atouguia, Cercal, Gondemaria, Nª Sr.ª da Piedade, Nª Sr.ª das Misericórdias, Olival e Seiça) e caso tenha dúvidas, contacte o Gabinete Técnico Florestal do Município de Ourém, de forma a se manter informado dos procedimentos inerentes à monitorização desta doença que tem afetado drasticamente os povoamentos de resinosas da nossa região.

O NMP é uma doença provocada por um nemátodo: Bursaphelenchus xylophilus, de dimensões microscópicas, que é transportado por um inseto vetor – inseto denominado “longicórnio do pinheiro” (Monochamus galloprovincialis). Após o NMP infetar uma árvore, esta rapidamente começa a secar até à sua morte, promovendo a reprodução rápida do nemátodo, que depressa se alastra pelos espaços florestais.

Sendo assim, é necessária uma ação rápida e imediata na eliminação de todas as árvores sintomáticas secas ou a secar, de exemplares de coníferas hospedeiras de NMP (dos géneros Abies Mill., Cedrus Trew, Larix Mill., Picea A. Dietr., Pinus L., Pseudotsuga Carr., e Tsuga Carr., vulgo abetos, cedros, larix, espruces ou píceas, pinheiros, tsugas e falsas tsugas, com exceção dos seus frutos e sementes).

PARA TAL, ESTÁ A SER PROMOVIDA A PROSPEÇÃO DO NMP, NAS FREGUESIAS PRIORITÁRIAS, ATRAVÉS DAS SEGUINTES AÇÕES:

1)      PROSPEÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE EXEMPLARES DE RESINOSAS

Marcação de todas as árvores com sintomas de declínio, secas, ou a secar.

2)      ABATE DOS EXEMPLARES IDENTIFICADOS E EXTRAÇÃO/ELIMINAÇÃO DOS SOBRANTES

O abate é da responsabilidade do Proprietário, sendo que este pode vender a madeira a um operador económico registado para a compra e transporte de madeira sintomática. O corte tem de decorrer antes do voo do inseto-vetor, ou seja, até Março de 2012.

Se o Proprietário não proceder ao corte das árvores sintomáticas, esta responsabilidade passa a ser da Autoridade Florestal Nacional. Contudo, alertamos que o valor da madeira será revertido para os cofres do Estado.

3)      ELIMINAÇÃO DOS SOBRANTES RESULTANTES DAS AÇÕES DE ABATE DAS ÁRVORES SINTOMÁTICAS

A eliminação dos sobrantes será da responsabilidade do Proprietário, podendo queimar (dentro do período legal) ou estilhaçar os mesmos, desde que garanta que os resíduos fiquem com dimensões inferiores a 3cm.



publicado por Carlos Gomes às 18:10
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011
OURÉM FAZ BALANÇO DA ÉPOCA DE INCÊNDIOS FLORESTAIS

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta reuniu para efectuar o balanço da época de incêndios florestais no Concelho de Ourém. Segundo os dados que apresentou, este Verão, Casal de Bernardos foi a freguesia com maior área ardida, com 22,4 ha, resultantes de uma única ocorrência. Já a freguesia do Olival registou o maior número de ocorrências, 15 que resultaram em 6,2 hade área ardida. Entre 1 de Janeiro e 31 de Outubro do corrente ano, registaram-se oitenta ocorrências das quais, 5 referem-se a incêndios, combustão não limitada no tempo e no espaço, com uma área ardida igual ou superior um hectare, e as restantes com áreas inferiores a um hectare, totalizando 39,4 ha.

dddd 290

O mês de Outubro foi o que registou as temperaturas mais elevadas desde 1931, reflectindo-se num desvio anormal do número de ocorrências (31,3%) e área ardida (86%) ao longo do presente ano.

É de salientar que, aos fins-de-semana, se verificaram cerca de 50 % das ocorrências verificadas até então. Registou-se também um maior pico entre as 14H e as 16H (29%), não deixando de ser preocupante o facto de existirem ocorrências cujo início se registou a meio da noite, quando não existiam quaisquer condições meteorológicas para tal, nomeadamente entre as 00H e as 08H (12,5%).

O Vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. José Alho, sublinhou que estes números são “a tradução directa de um reforço da interligação entre os meios existentes de vigilância e detecção, da fiscalização das situações significativas, sensibilização e informação da população, bem como da acção eficaz por parte dos combatentes aos incêndios florestais”.



publicado por Carlos Gomes às 11:40
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 23 de Novembro de 2011
OURÉM DEBATE FUTURO SUSTENTÁVEL DA FLORESTA

“Não há floresta sem a participação de todos”. Esta foi a principal conclusão das Jornadas da Floresta, uma iniciativa doMunicípio de Ourém, da OurémViva e do Centro de Formação “Os Templários”, que decorreram este fim-de-semana. Ao longo de dois dias, mais de meia centena de participantes, na sua maioria docentes, tiveram a oportunidade de conhecer a floresta e os processos de desertificação e aprender com a história para um futuro sustentável, temas em debate no primeiro dia de trabalhos.

JornadasFloresta2

No domingo, os participantes foram para o terreno, num itinerário que lhes permitiu observar no local algumas situações discutidas no dia anterior.

No âmbito do programa PRODER foram-lhes apresentadas algumas acções levadas a cabo, nomeadamente a limpeza das galerias ripícolas na Ribeira de Seiça e as faixas de gestão de combustível. O projecto Sust Forest e a nova forma de resinagem suscitaram grande interesse pelos participantes.

O périplo terminou no Parque Natureza do Agroal, com a apresentação do espaço e das actividades programadas para este equipamento.

O carácter “muito intimista”, onde se valorizou a “participação em ambiente de grande proximidade entre a organização, os oradores e os participantes”, aspectos que foram conseguidos “quer na parte formal das conferências, quer na visita de campo”; a “profundidadecom que osassuntos foram tratados”, factor alcançado pela “elevada qualidade dos oradores”; a “aproximação das diversas classes” que lidam com esta temática (instituições, empresas, particulares e professores); e a “valorização da aprendizagem com a nossa história” foram os aspectos realçados pelos participantes.

Jornadas encerram Ano Internacional das Florestas

Na sessão de abertura, o Vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. José Alho, apontou esta “acção integrada do Município, que aborda a floresta e o território de um modo integrado”, como a iniciativa que assinala o encerramento das Comemorações do Ano Internacional das Florestas, “intensamente vivido no concelho de Ourém”. Lembrou a realização da Semana da Floresta, em Março passado e as oficinas pedagógicas levadas a cabo ao longo de todo o ano.

A Drª Agripina Vieira, doCentro deFormação “Os Templários”, valorizou o enquadramento das Jornadas em termos de formação contínua, apontando-as como “uma mais valia” para os docentes.

A Presidente da Assembleia Municipal, Drª Deolinda Simões, dirigiu à organização, “uma palavra de sincero agradecimento em nome do planeta Terra”, pela realização destas Jornadas, e de todas as iniciativas levadas a cabo, que têm na defesa do ambiente o seu principal objectivo.

Jornadas da Floresta

JornadasFloresta

JornadasdaFloresta19NOV2011 029-meios



publicado por Carlos Gomes às 13:05
link do post | favorito
|

Sábado, 19 de Novembro de 2011
COMEÇAM HOJE AS JORNADAS DA FLORESTA EM OURÉM

297441_261994217169315_199230630112341_680497_4344



publicado por Carlos Gomes às 00:10
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 18 de Novembro de 2011
COMEÇAM AMANHÃ EM OURÉM AS JORNADAS DA FLORESTA

297441_261994217169315_199230630112341_680497_4344



publicado por Carlos Gomes às 00:53
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 9 de Novembro de 2011
JORNADAS DA FLORESTA REALIZAM-SE EM OURÉM

programa_jornadas

ANO INTERNACIONAL DAS FLORESTAS

JORNADAS DA FLORESTA

19 e 20 de Novembro de 2011

Sábado 19 de Novembro

9h30 – 10h00 RECEPÇÃO DOS PARTICIPANTES

10h00 – 10h30 SESSÃO DE ABERTURA

Com a presença de:

Presidente da Câmara Municipal de Ourém

Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas

Presidente da Autoridade Florestal Nacional

1º PAINEL Aprender com a nossa história para um futuro sustentável

Moderador: Gisela Cid

10h30 – 11h15: Eng. João Pinho: Uma abordagem da evolução da Política Florestal e do Ordenamento do Território

Pausa para café

11h30 – 12h30: Prof. Doutor Fernando Catarino: A floresta autóctone em Portugal

12h30 – 13h00: Debate

13h00 -14h30: Almoço livre

2º PAINEL A floresta e os processos de desertificação

Moderador: Eng. João Pinho

14h30 – 15h15 Eng. Victor Louro

15h15 – 16h00 Prof. Doutor Luciano Lourenço

16h00 – 16h30 Debate

3º PAINEL A floresta garante de sustentabilidade

Moderador: Dr. José Manuel Alho

16h30 – 17h15 Eng. Isabel Melo: Gestão e certificação florestal

17h15 – 18h00 Dr. Paulo Verdasca: Perspectiva do sector a partir de uma associação europeia

Pausa para café

18h15 – 19h00 Eng. Gisela Cid: A experiência do Município de Ourém com o PRODER e a constituição de ZIF.

19h00 – 19h30 Debate

Jantar livre


21h30 – 23h30 - Visionamento de documentário ”Documentário Orlando Ribeiro: Itinerâncias de um geógrafo”

Debate, conduzido pelo Dr. José Rui Paisana (Geógrafo)

Domingo 20 de Novembro

9h30 – 13h30 - Visita guiada a áreas florestais do concelho de Ourém.

Almoço

15h00 – 17h00 Conclusões – Reflexão crítica/avaliação e encerramento dos Trabalhos

Momento Alves Redol – Documentário de Francisco Manso e debate conduzido pela Dra. Leonilde Madeira

Acção creditada – 15h – 0,6 créditos

Critérios de avaliação: Relatório de Reflexão sobre o exposto

A avaliação será expressa em termos quantitativos de1 a10 valores, sendo assim distribuída: Participação 20% - Relatório 80%



publicado por Carlos Gomes às 16:10
link do post | favorito
|

Domingo, 6 de Novembro de 2011
OURÉM PREPARA JORNADAS DA FLORESTA

297441_261994217169315_199230630112341_680497_4344



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito
|

Sábado, 5 de Novembro de 2011
OURÉM REALIZA JORNADAS DA FLORESTA

297441_261994217169315_199230630112341_680497_4344



publicado por Carlos Gomes às 00:02
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 28 de Outubro de 2011
JORNADAS DA FLORESTA REALIZAM-SE EM OURÉM NO PRÓXIMO MÊS DE NOVEMBRO

297441_261994217169315_199230630112341_680497_4344



publicado por Carlos Gomes às 00:51
link do post | favorito
|

Quinta-feira, 20 de Outubro de 2011
OURÉM PREPARA JORNADAS DA FLORESTA

297441_261994217169315_199230630112341_680497_4344



publicado por Carlos Gomes às 19:51
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 31 de Agosto de 2011
COMEÇAM AMANHÃ AS OFICINAS PEDAGÓGICAS ALUSIVAS À DEFESA DA FLORESTA

Oficinas Pedagógicas – Ano Internacional das Florestas

capture4

01 a 30 de Setembro

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

“Descobrir a Floresta”

- Dramatização de um conto de fantoches, seguido de um jogo alusivo ao mesmo tema.

- “Vamos vestir a nossa árvore”.

- Pinturas faciais ou modelagem de balões

- Local de realização – Museu Municipal de Ourém

“A Floresta” de Sophia de Mello Breyner

Mata Municipal António Pereira Afonso ou Agroal

- História Dramatizada;

- Movimento Criativo;

- Construção de um abrigo para anões e duendes.

Público-alvo: Ensino pré-escolar e primeiro ciclo do ensino básico

Limite de participantes: máximo 30/mínimo 5.

Preço por grupo: 5€

Caso seja solicitado as Oficinas Pedagógicas poderão deslocar-se às escolas (preço por grupo 10€)

Inscrições no Museu Municipal de Ourém, de terça-feira a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

Tel: 249 540900 (ext. 6831) ׀ tlm: 919585003 ׀ e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 00:26
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 26 de Agosto de 2011
Agenda de Eventos de Município de Ourém - Mês de Setembro

306412_222476831133122_100001124198523_538004_5902

Campeonato Nacional TrialBike

10 de Setembro

Parque Linear de Ourém

20h00

Org.:Município de Ouréme OurémViva

Concertos de Verão

 

Concertos de Verão em Fátima

Praça Luís Kondor – Fátima

19h00

10 de Setembro

Actuação da Sociedade Filarmónica 1º Dezembro, Cultural e Artística Reis Prazeres

Org.:Município de Ouréme SRUFátima

OBSERV~1

Observação Nocturna de Morcegos

10 de Setembro

Centro de Interpretação do Parque Natureza do Agroal

19h00

Breve introdução teórica, seguida de sessão prática.

Org.: Município de Ourém e OurémViva

capture1

Passo a Passo Por Ourém

“Pelas margens do Nabão até à foz”

11 de Setembro

08h30

Concentração na Junta de Freguesia de Rio de Couros

Org.: OurémViva; Junta de Freguesia de Formigais e Junta de Freguesia de Rio de Couros

capture2

VII RaidBTT Rota dos Pinheiros – Cidade de Ourém

18 de Setembro

08h00

Centro de Negócios deOurém

Informações e inscrições em www.bttclubedospinheiros.com

Org.: BTT Clube dos Pinheiros

Apoio:Município de Ouréme OurémViva

capture4

Passeios Fotográficos de Ourém

24 e 25 de Setembro - 14h00

Local: Fátima

Actividade de componente formativa e lúdica, que se irá desenrolar ao longo de 2011. Uma vez por mês haverá lugar a um workshop temático sobre aspectos técnicos da fotografia. Workshop de Setembro é dedicado ao tema “Retrato”.

Formador: António Catarino

Custo por sessão: €10,00.

Inscrição obrigatória.

Org.:Município de Ourém

capture5

 

Passo a Passo Por Ourém

“Olival, terra de Encantos e Recantos”

25 de Setembro

09h00

Concentração na Junta de Freguesia de Olival

Org.: OurémViva; Junta de Freguesia de Olival

Dia Mundial do Coração

25 de Setembro

Destinatários: Toda a população do concelho

09h30 - Caminhada “Mexa-se pelo seu Coração”

           - Rastreios cardiovasculares da responsabilidade do ACES – Centro deSaúde de Ourém

10h30 - Aula de actividades de ginásio: Body Combat

           - Espaço infantil com diversas dinâmicas (insufláveis, voleibol, modelagem de balões, etc.)

11h30 - Construção do Coração Humano

12h00 - Oferta do “Lanche do Coração”

Local: Parque Linear

Jornadas Europeias do Património

Dias 23, 24 e 25 de Setembro - Visitas livres ao Centro Histórico (todo o dia); visitas guiadas às 10h30 e 17h00;

Dia 23 de Setembro - Performances artísticas – Casa do Administrador;

Dia 24 de Setembro

16h00 – Visita ao circuito interpretativo das Calçadas do Centro Histórico;

21h30 - Acontece no Museu - "Casas Adormecidas, um passado com futuro" (ver programação doMuseu Municipal de Ourém– Casa do Administrador).

capture6

2ª Edição das Oficinas de Verão - “À descoberta do Património”

01 a 30 de Setembro

Arquivo Municipal; GaleriaMunicipal; Museu MunicipaldeOurém – Casado Administrador.

Público-alvo: maiores de 14 anos

Oficina composta por um conjunto de actividades relacionadas com o património cultural, com o seguinte programa:

1- Documentação e Conservação Preventiva

Higienização e digitalização de documentos em papel

2- Galeria Municipal

Recepção e apoio ao visitante (assegurando o espaço aquando da realização de visitas guiadas ao Centro Histórico)

3- Casa do Administrador

Recepção e serviço educativo (oficinas lúdico-pedagógicas)

Inscrições: Museu Municipal – Casa do Administrador, de terça-feira a domingo das 9h30-12h30 e das 14h00-18h00, encerra à segunda-feira.

Telm: 919 585 003 ׀ Telef: 249 540 900 (ext: 6831)  ׀e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt

Galeria Municipal de Ourém

capture7

Exposição “Se eu pudesse…”

Exposição de Pintura de Ricardina Silva

03 a 25 de Setembro

GaleriaMunicipal de Ourém

Terça a Domingo da 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 19h00

Exposição composta por obras a óleo, acrílico e técnica mista, de carácter Realista e Surrealista.

Entrada livre.

Biblioteca Municipal de Ourém

Fora da Estante: Etnografia Portuguesa

01 a 30 de Setembro

BibliotecaMunicipal de Ourém

Mostra bibliográfica sobre Etnografia Portuguesa do acervo documental daBibliotecaMunicipal.

De segunda a sexta-feira das 9h00 às 18h00; ao sábado das 9h30 às 13h00.

Entrada livre.

capture8

 

Hora do Conto com “As Patafúrdias – Onde vamos há sempre balbúrdias”

10 e 24 de Setembro – das 11h00 às 12h30

Biblioteca Municipal de Ourém

Público-alvo: Crianças entre os 3 e os 10 anos.

Inscrições: €3,50. Biblioteca Municipal de Ourém. Tel: 249 540 900 (ext. 6841). Email: biblioteca@mail.cm-ourem.pt

capture9

 

(Con)Tributos

24 de Setembro - 17h00

Biblioteca Municipal de Ourém

Convidado: Eduardo Reis

Eduardo Reis é um jovem escritor, estudante de Psicologia, em Lisboa, a sua cidade predilecta. O encontro com o poeta será feito à volta do livro "Fragmentos de gente perdida" e culminará com uma sessão de autógrafos.

Público-alvo: Adulto.

Entrada livre.

capture11

Exposição “Observa” de Márcia Gaspar

12 a 30 de Setembro

Exposição de trabalhos de pintura conjugada com fotografia, da autoria de Márcia Gaspar.

De segunda a sexta-feira das 9h00 às 18h00; ao sábado das 9h30 às 13h00

Biblioteca Municipal de Ourém

Entrada livre.

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

capture14

 

Ciclos de Cinema – “Realizadores da Nouvelle Vague”

09, 16, 23 e 30 de Setembro – 21h30

Museu Municipal de Ourém– Casa do Administrador

O mês de Setembro é dedicado aos realizadores da Nouvelle Vague.

“Os quatrocentos golpes” - M/16 -99’1959 (dia 09); “Eu te Saúdo Maria” - M/16 -65’1985 (dia 16); “Corações” - M/12120’2007 (dia 23); “A minha noite em casa de Maud” - M/12102’1969 (dia 30).

Entradas gratuitas.

noitefazconta-net1[1]

Noite do “faz de conta”

09 e 10 de Setembro – Entre as 20h00 de sexta-feira e as 12h00 de sábado

Museu Municipal de Ourém– Casa do Administrador

OMuseu Municipal vaipromover durante os dias de 09 e 10 de Setembro a noite do “faz de conta”, convidando todas as crianças entre os 6 e os 12 anos de idade a passar uma noite mágica, recheada de muitas actividades e aventuras.

Programa:

Dia 09:

19h30 - Recepção às crianças pela equipa do serviço educativo do Museu;

- Jantar;

- Descoberta da exposição de brinquedos “Faz de Conta” à luz da lanterna;

- Jogos diversos;

- Oficina pedagógica: “vem e constrói o teu brinquedo”;

- Depois dos dentes lavados e pijama vestido é hora de sonhar ao som de uma história de encantar.

Dia 10:

9h00 – Despertar: pequeno-almoço;

- Visionamento do filme Wall-E;

11h30 – É chegada a hora de voltar para casa.

Informações adicionais: as crianças deverão trazer na sua mochila: saco de cama, colchonete, pijama, utensílios de higiene pessoal, toalha, roupa e uma lanterna.

Limite de participantes: 15

Com menos de 5 inscrições a actividade não se realizará.

Inscrição: 15€ (10€ no caso de serem irmãos); Prévia e obrigatória até ao dia 31 de Agosto, através dos seguintes contactos: Telm: 919 585 003 ׀ Telef: 249 540 900 (ext: 6831)  ׀e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt

Acontece no Museu:

“Casas adormecidas, um passado com futuro”

24 de Setembro - 21h30

Museu Municipal de Ourém– Casa do Administrador

Uma reflexão sobre um futuro com alma e memória, um futuro feito de responsabilidade, capaz de contribuir para um mundo melhor. Se estas casas adormecidas forem transformadas em futuro estamos a prolongar a vida das nossas aldeias.

Entrada livre.

Actividade integrada nas Jornadas Europeias do Património.

Oficinas Pedagógicas – “Faz de conta”

01 a 30 de Setembro

Oficina: A fantasia do brinquedo

Museu Municipal de Ourém– Casa do Administrador

Público-alvo: 3-6 anos.

Oficina dirigida a grupos escolares, com lotação máxima de 30 participantes e mínimo de 8. Participação mediante marcação prévia.

Custo por grupo 5€. O custo da oficina inclui a visita à exposição “Faz de Conta” no Museu Municipal. (Tempo estimado 2h).

Oficina: Vem e constrói o teu brinquedo

Museu Municipal de Ourém– Casa do Administrador

Público-alvo: 6-12 anos.

Inscrições individuais ou em grupo (máximo 15, mínimo 5). Participação mediante marcação prévia.

Preço individual: 1€. O custo da oficina inclui a visita à exposição “Faz de Conta”no Museu Municipal (Tempo estimado 2h30).

Caso seja solicitado, as Oficinas Pedagógicas poderão deslocar-se às escolas (preço por grupo 10€)

Inscrições noMuseu Municipal de Ourém, de terça a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

Tel: 249 540900 (ext. 6831) ׀ tlm: 919585003 ׀ e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt

Oficinas Pedagógicas – Ano Internacional das Florestas

capture4

 

01 a 30 de Setembro

Museu Municipal de Ourém– Casa do Administrador

“Descobrir a Floresta”

- Dramatização de um conto de fantoches, seguido de um jogo alusivo ao mesmo tema.

- “Vamos vestir a nossa árvore”.

- Pinturas faciais ou modelagem de balões

- Local de realização –Museu Municipal de Ourém

“A Floresta” de Sophia de Mello Breyner

Mata Municipal António Pereira Afonsoou Agroal

- História Dramatizada;

- Movimento Criativo;

- Construção de um abrigo para anões e duendes.

Público-alvo: Ensino pré-escolar e primeiro ciclo do ensino básico

Limite de participantes: máximo 30/mínimo 5.

Preço por grupo: 5€

Caso seja solicitado as Oficinas Pedagógicas poderão deslocar-se às escolas (preço por grupo 10€)

Inscrições noMuseu Municipal de Ourém, de terça-feira a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

Tel: 249 540900 (ext. 6831) ׀ tlm: 919585003 ׀ e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador – Exposições:

Exposição de Longa Duração: OURÉM’ AFEIÇÕES ׀ VILLA NOVA DE OURÉM 1900

A casa do Administrador é uma infra-estrutura permanente, vocacionada para o estudo e a difusão da representação da identidade cultural e dos patrimónios de Ourém.

O Museu Municipal de Ourém (MMO) é uma estrutura de gestão museológica e patrimonial, apta a coordenar o funcionamento das várias unidades com tutela municipal.

capture3

Exposição temporária: “FAZ DE CONTA

Maio a Dezembro de 2011

“Faz de Conta” convida a recriar e a olhar para o imaginário infantil de VilaNova de Ourém noséculo XX, através do lúdico, em contraponto com o panorama contemporâneo das brincadeiras.

De terça-feira a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00; encerra à segunda-feira.

Contacto interno: Museu Municipal (6830)

Oficina de Artes de Vale da Perra

Localização: Vale da Perra, Atouguia (instalações da antiga Escola EB1)

Missão e Vocação: A Oficina de Artes é uma plataforma de produção, formação e interacção artística, passando pela produção e pela partilha nos diferentes domínios das artes.

É um espaço de acolhimento de artistas conceituados e amadores, residentes e visitantes, onde o talento pode gerar talento, potenciando formasde cruzamento entrea pedagogia e a criação artística.

Através do investimento na formação individual, a Oficina de Artes propõe-se a contribuir para uma melhor cidadania.

Apresentação de projectos ou informações na Câmara Municipal de Ourém – Divisão de Acção Cultural.

Contactos: Município de Ourém, Praça do Município, 11, 2490-499 OURÉM | 249540900 (ext.: 6546) | cultura@mail.cm-ourem.pt

Representação da peça “Na terra dos sonhos” pelo “Grupo de Teatro Apollo”

16 de Setembro, às 21h30

Oficina de Artes de Vale da Perra

Entrada livre

Atelier de Pintura

A partir da segunda quinzena de Setembro

Oficina de Artes de Vale da Perra

Iniciativa que promove o encontro e a partilha do gosto pela pintura. Um espaço de aprendizagem, onde cada qual irá explorar técnicas e aprender de forma individualizada, ao seu próprio ritmo.

Atelier livre, que contará com o acompanhamento técnico.

Duração: 8 sessões de aproximadamente 4 horas, com início na 2ª quinzena de Setembro;

Idade mínima: 12 anos;

N.º mínimo de inscrições: 5 participantes;

N.º máximo de inscrições: 15 participantes;

Custo da Inscrição: 10€ (os participantes terão acesso aos materiais e a tela).

Inscrições em: museu@mail.cm-ourem.pt / cultura@mail.cm-ourem.pt

Telm:Museu Municipal:91 958 5003 ou Ext: 6831;

Geral daCâmara Municipal:249 540 900 ou Ext: 6546;

Graça Costa: 96 906 7376.



publicado por Carlos Gomes às 17:20
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Julho de 2011
Agenda de Eventos de Município de Ourém - Mês de Agosto

Festa dos Afectos

12,13 e 14 de Agosto

Parque Linear de Ourém

22h00

Dia 12: Concerto com Nelson Ritchie (Entrada Livre)

Dia 13: Concerto com Mickael Carreira (2 euros)

Dia 14: Concerto com Tony Carreira

Org.:Município de Ourém e OurémViva

festa%20dos%20afectos

Passo a Passo Por Ourém - Nocturno

Conhecero Castelode Ourém

27 de Agosto

20h30

Org.: OurémViva

Concertos de Verão em Fátima

Praça Luís Kondor – Fátima

19h00

03 de Agosto

Grupo da Indonésia

20 de Agosto

Sociedade Filarmónica Oureense – “5 at Play”

Org.: SRUFátima e Município de Ourém

concertos%20verao

Passeios Fotográficos de Ourém 

20 e 21 de Agosto - 14h00

Local: Fátima

Actividade de componente formativa e lúdica, que se irá desenrolar ao longo de 2011. Uma vez por mês haverá lugar a um workshop temático sobre aspectos técnicos da fotografia. Workshop de Agosto é dedicado à fotografia urbana e à arquitectura.

Formador: António Catarino

Custo por sessão: 10€

Inscrição obrigatória.

Org.:Município de Ourém

capture9

Passeios Fotográficos de Ourém

20 e 21 de Agosto – 14h00

Local: Fátima 

Actividade de componente formativa e lúdica, que se irá desenrolar ao longo de 2011. Uma vez por mês, haverá lugar a um workshop temático sobre aspectos técnicos da fotografia. Workshop de Agosto é dedicado à fotografia urbana e à arquitectura.

Formador: António Catarino

Custo por sessão: 10€

Inscrição obrigatória

Org. Município de Ourém

2ª Edição das Oficinas de Verão – “À descoberta do Património”

Até Setembro

Arquivo Municipal, Galeria Municipal, Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador, Biblioteca Municipal

Público-alvo: maiores de 14 anos

Oficina composta por um conjunto de actividades relacionadas com o património cultural, com o seguinte programa:

1 – Documentação e Conservação Preventiva

Higienização e digitalização de documentos em papel

2 – Galeria Municipal

Recepção e apoio ao visitante (assegurando o espaço aquando da realização de visitas guiadas ao Centro Histórico)

3 – Casa do Administrador

Recepção e serviço educativo (oficinas lúdico-pedagógicas)

4 – Biblioteca Municipal

“A biblioteca vai à piscina”

Assegurar o serviço da biblioteca, no complexo de piscinas de Ourém.

Inscrições: Museu Municipal – Casa do Administrador, de terça-feira a domingo, das 9h30-12h30 e das 14h00-18h00, encerra à segunda-feira.

Telm: 919 585 003 Telef: 249 540 900 (ext: 6831) e-mail: museu@mail.com-ourem.pt

Org: Município de Ourém

Galeria Municipal

De terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

Exposição de Pintura “Era uma vez”

Exposição de Pintura de Ricardo Passos

06 a 28 de Agosto

Galeria Municipal de Ourém

Terça a Domingo da 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 19h00

Entrada livre.

Agosto2011-net

Paços do Concelho

Exposição de desenhos “O castelo visto pelas crianças – 1968”

08 a 31 de Agosto

Edifício dos Paços do Concelho

Mostra de desenhos realizados por alunos (nascidos entre 1955 e 1962) do Magistério Primário de Ourém, no âmbito de um concurso organizado, em 1968, pela Casa de Ourém, em Lisboa.

Entrada livre.

capture6

Biblioteca Municipal

De segunda a sexta, das 9h00 às 18h00. Ao sábado, das 9h30 às 13h00.

A Biblioteca vai à Piscina

01 a 31 de Agosto

Piscina Municipal de Ourém

Empréstimo gratuito, com devolução diária

De segunda a sexta-feira, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 16h30.

bibliscina-net

Exposição de fotografia: “A Natureza das Paisagens – uma Viagem ao Interior” da autoria de Pedro Martins

08 de Agosto a 02 de Setembro

Biblioteca Municipal de Ourém

De segunda a sexta-feira das 9h00 às 17h00

Pedro Martins é fotógrafo Freelancer há 10 anos. Encontrou na natureza o cenário perfeito, cheio de cores, simetrias, formas e modelos, uma fonte inesgotável de conhecimentos e beleza. Hoje em dia trabalha a reportagem com temas sociais, culturais e de ambiente. É fotógrafo colaborador de várias revistas destacando-se a National Geographic – Portugal e alguns jornais nacionais e internacionais exemplos do El Mundo - Espanha. Tem também trabalhado com várias empresas e instituições do nosso País em termos de imagem e promoção. É orientador de muitos cursos,

workshops e passeios nas temáticas da Fotografia, Natureza e biodiversidade. É autor das imagens do livro “Geopark Naturtejo da Meseta Meridional - 600 milhões de anos em imagens” e em muitas outras publicações.

Entrada livre.

NaturezaDasPaisagens-net

Fora da Estante: fundo local em destaque

01 a 31 de Agosto

Biblioteca Municipal de Ourém

De segunda a sexta-feira, das 9h00 às 17h00.

Entrada livre.

Loja Ponto Já

Ioga para criança

07 de Agosto

Das 11h00 às 11h30 – aula para crianças dos 2 aos 6 meses;

Das 11h30 às 12h00 – aula para crianças dos 6 aos 18 meses;

Das 12h30 às 13h00 – aula para crianças dos 18 meses aos 03 anos.

Org.: Município de Ourém

Museu Municipal de Ourém

Dias úteis das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00; sábado e domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00. Encerra à segunda-feira.

Ciclos de Cinema (ao ar livre) – “Migrações”

05, 12, 19 e 26 de Agosto – 21h30

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

O mês de Agosto é dedicado ao tema das migrações, com propostas que vão do documentário à ficção, ao drama e à comédia. As sessões realizar-se-ão ao ar livre, no Largo Dr. Vitorino Carvalho (frente à Casa do Administrador).

“Esplangês”, de James L- Brooks (dia 05), “Aquele querido mês de Agosto”, de Miguel Gomes (dia 12), “Lisboetas”, de Sérgio Trefaut (dia 19) e “Para lá da Fronteira”, de Wayne Kramer (dia 26).

Entradas gratuitas.

capture5

Oficinas Pedagógicas – “Faz de conta”

01 a 31 de Agosto

Oficina: A fantasia do brinquedo

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

Público-alvo: 3-6 anos.

Oficina dirigida a grupos escolares, com lotação máxima de 30 participantes e mínimo de 8. Participação mediante marcação prévia.

Custo por grupo 5€. O custo da oficina inclui a visita à exposição “Faz de Conta” no Museu Municipal. (Tempo estimado 2h).

Oficina: Vem e constrói o teu brinquedo

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

Público-alvo: 6-12 anos.

Inscrições individuais ou em grupo (máximo 15, mínimo 5). Participação mediante marcação prévia.

Preço individual: 1€. O custo da oficina inclui a visita à exposição “Faz de Conta” no Museu Municipal (Tempo estimado 2h30).

Caso seja solicitado, as Oficinas Pedagógicas poderão deslocar-se às escolas (preço por grupo 10€)

Inscrições no Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

Tel: 249 540900 (ext. 6831) ׀ tlm: 919585003 ׀ e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt..

Oficinas Pedagógicas – Ano Internacional das Florestas

01 a 31 de Agosto

Museu Municipal de Ourém – Casa do Administrador

“Descobrir a Floresta”

- Dramatização de um conto de fantoches, seguido de um jogo alusivo ao mesmo tema.

- “Vamos vestir a nossa árvore”.

- Pinturas faciais ou modelagem de balões

- Local de realização – Museu Municipal de Ourém

“A Floresta” de Sophia de Mello Breyner

Mata Municipal António Pereira Afonso ou Agroal

- História Dramatizada;

- Movimento Criativo;

- Construção de um abrigo para anões e duendes.

Público-alvo: Ensino pré-escolar e primeiro ciclo do ensino básico

Limite de participantes: máximo 30/mínimo 5.

Preço por grupo: 5€

Caso seja solicitado as Oficinas Pedagógicas poderão deslocar-se às escolas (preço por grupo 10€)

Inscrições no Museu Municipal de Ourém, de terça-feira a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

Tel: 249 540900 (ext. 6831) ׀ tlm: 919585003 ׀ e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt

capture4

Exposição de Longa Duração: OURÉM’ AFEIÇÕES ׀ VILLA NOVA DE OURÉM 1900

A casa do Administrador é uma infra-estrutura permanente, vocacionada para o estudo e a difusão da representação da identidade cultural e dos patrimónios de Ourém.

O Museu Municipal de Ourém (MMO) é uma estrutura de gestão museológica e patrimonial, apta a coordenar o funcionamento das várias unidades com tutela municipal.

Exposição temporária: “FAZ DE CONTA

Maio a Dezembro de 2011

“Faz de Conta” convida a recriar e a olhar para o imaginário infantil de Vila Nova de Ourém no século XX, através do lúdico, em contraponto com o panorama contemporâneo das brincadeiras.

De terça-feira a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00; encerra à segunda-feira.

capture3

Oficina de Artes – Vale da Perra

Localização: Vale da Perra, Atouguia (instalações da antiga Escola EB1)

Missão e Vocação: A Oficina de Artes é uma plataforma de produção, formação e interacção artística, passando pela produção e pela partilha nos diferentes domínios das artes.

É um espaço de acolhimento de artistas conceituados e amadores, residentes e visitantes, onde o talento pode gerar talento, potenciando formas de cruzamento entre a pedagogia e a criação artística.

Através do investimento na formação individual, a Oficina de Artes propõe-se a contribuir para uma melhor cidadania.

Apresentação de projectos ou informações na Câmara Municipal de Ourém – Divisão de Acção Cultural.

Contactos: Município de Ourém, Praça do Município, 11, 2490-499 OURÉM | 249540900 (ext.: 6546) | cultura@mail.cm-ourem.pt

Uma Segunda Vida… para as cadeiras

01 a 31 de Agosto - À terça e quinta-feira, das 15h00 às 19h00

Oficina de Artes – Vale da Perra

Oficina-projecto de intervenção artística em antigas cadeiras escolares. Um conceito Arte made através da reutilização de materiais.

Participação livre e gratuita mediante inscrição prévia.

A oficina faculta as cadeiras e disponibiliza alguns materiais para intervenção. Os participantes poderão levar os materiais a aplicar.

As cadeiras intervencionadas serão apresentadas publicamente em exposição colectiva.

Contactos: Município de Ourém, Praça do Município, 11 | 249540900 (ext. 6546) | cultura@mail.cm-ourem.pt

capture5



publicado por Carlos Gomes às 14:00
link do post | favorito
|

Terça-feira, 19 de Julho de 2011
ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA VOLUNTARIADO JOVEM PARA AS FLORESTAS

VIGILN~1

Encontram-se abertas, até ao próximo dia 25 de Julho, as inscrições para o programa “Voluntariado Jovem para as Florestas2011”, destinado aos jovens entre os 18 e os 30 anos.

Este programa é dinamizado pelo Município de Ourém em articulaçãocom o Instituto Portuguêsda Juventude, a Autoridade Florestal Nacional e o Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas e tem como objectivo incentivar a participação dos jovens na preservação da natureza e da floresta, através de acções de vigilância, prevenção e sensibilização.

A formalização da candidatura pode ser feita através do Serviço Municipal de Protecção Civilde Ourém, Praça D. Maria II, 1, Ourém, do telefone: 249 591 125 ou ainda, por e-mail: smpc@mail.cm-ourem.pt.

As inscrições destinam-se a duas quinzenas, entre 15 de Agosto e 15 de Setembro, sendo que cada jovem poderá apenas fazer uma quinzena com um horário compreendido entre as 8h e as 13h30 ou entre as 13h30 e as 19h00.



publicado por Carlos Gomes às 14:21
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 1 de Julho de 2011
QUEREMOS UM VERÃO SEM FOGOS!

SENSIB~1

Com o objectivo de alertar as populações para o período crítico de incêndios, que decorre até 30 de Setembro, oMunicípio de Ourém– Serviço Municipal de Protecção Civil, a Polícia de Segurança Pública – Esquadra de Ourém,a Guarda NacionalRepublicana – Destacamento de Tomar e os Bombeiros Voluntários de Ourém estão a levar a cabo um conjunto de acções de sensibilização junto da população, nos mercados semanais de Ourém e Freixianda.

Esta acção insere-se no âmbito da Defesa e Protecção da Floresta Contra Incêndios e pretende alcançar uma época dos incêndios florestais com o mínimo de registos de ocorrências.

Medidas Preventivas para Defesa da Floresta Durante o Período Crítico de 2011 (1 de Julho a 30 de Setembro)

Durante o período crítico, nos espaços rurais(espaços florestais e terrenos agrícolas), não é permitido:

  • Realizar fogueiras para recreio e lazer;
  • Utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confecção de alimentos. Exceptua-se a confecção de alimentos realizada em parques de lazer e recreio, ou outros, devidamente infra-estruturados e identificados como tal;
  • Realizar queimadas para renovação de pastagem, eliminação de restolho e eliminação de sobrantes de exploração não amontoados;
  • Fazer queima de sobrantes de exploração, cortados e amontoados, à excepção de queimas decorrentes de exigências fitossanitárias de cumprimento obrigatório;
  • Lançar balões com mecha acesa ou quaisquer tipos de foguetes, ficando a utilização de fogo de artifício ou outros artefactos pirotécnicos sujeitos a autorização prévia da respectivaCâmara Municipal;
  • Não é permitido fumar ou fazer lume de qualquer tipo no interior dos espaços florestais ou nas vias que os delimitam ou atravessam!

A escolha é sua... a segurança é de todos!!!

Em caso de incêndio ligue:

Nº de emergência: 112 ou 117 (chamadas gratuitas)

Bombeiros

Ourém: 249 540 500; Caxarias: 249 574 415; Fátima: 249 533 589

SENSIB~1



publicado por Carlos Gomes às 14:26
link do post | favorito
|

Terça-feira, 21 de Junho de 2011
SEMINÁRIO SOBRE A FLORESTA MARCA O INÍCIO DAS FESTAS DE OURÉM

Resinagem em discussão – Um novo olhar sobre o mundo rural

As Festas de Ourém arrancaram na passada sexta-feira, Dia Mundial do Combate à Desertificação, com a realização do Seminário Internacional Sust-Forest – Multifuncionalidade, conservação e emprego rural no território do sul da Europa através da extracção da resina, que reuniu em Ourém diversos especialistas nacionais e internacionais na área da resinagem.

fotos 2384

Ao longo de todo o dia foram debatidos os objectivos deste projecto, numa abordagem integrada sobre a actividade resineira, a economia, incêndios florestais e as dinâmicas de desertificação do mundo rural.

O Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. Paulo Fonseca lembrou que “a esmagadora maioria da área do concelho de Ourém se enraíza no mundo rural, onde a floresta tem um papel significativo”. Neste sentido adiantou que a inserção deste seminário no programa das Festas tem a “maior importância”, na medida em que se trata de um “pilar económico para a sustentabilidade do nosso país e do nosso concelho”, realçando que “temos de valorizar o modo de vida das pessoas no espaço rural, invertendo a tendência negativa de abandono destes espaços”, uma vez que “aqui podem vir a construir o seu projecto de vida pessoal e profissional”.

Sobre o carácter internacional deste projecto, concretizada com a presença espanhola do Engº Félix Pinillos, Chefe de Fila do Projecto Sust Forest, que apresentou a aplicação deste projecto no seu país assim como a máquina de resinagem da CESEFOR, o Dr. Paulo Fonseca voltou a reforçar a “estratégia de internacionalização” do município de Ourém “que temos de agarrar”.

Por sua vez, o Vereador com o Pelouro das Florestas, Dr. José Alho destacou a presença de várias entidades de destaque ligadas a esta área. Adiantou alguns dos progressos que este executivo camarário tem levado a cabo, nomeadamente a revisão do Plano Director Municipal; a articulação com as Juntas de Freguesia no aproveitamento dos mecanismos disponíveis no PRODER; a criação de uma brigada de sapadores florestais e a possível implementação de uma brigada de intervenção fluvial. Neste contexto apresentou o Serviço de Apoio à Actividade Produtiva no Mundo Rural, localizado no Piso 2, no edifício do Centro de Negócios de Ourém. Este serviço está vocacionado para apoio aos agricultores, produtores pecuários, produtores florestais, apicultores e comerciantes.

A Presidente da Assembleia Municipal de Ourém, Drª Deolinda Simões, lembrou que “o mundo rural tem sido abandonado”, mas manifestou-se “feliz porque as pessoas que estão à frente dos destinos da nossa terra têm sensibilidade para lidar com estes problemas”

A conclusão dos trabalhos esteve a cargo da Engª Gisela Simões, Administradora da OurémViva,EEM, que apontou a resinagem como uma “actividade complementar de emprego do meio rural com qualidade”, possibilitando a “prevenção de incêndios” e a “presença de mais pessoas no terreno”.

Da parte da tarde teve lugar uma saída de campo para a experimentação da máquina de resinagem no pinhal da Câmara Municipal de Ourém.

fotos 2493

O Seminário culminou com uma saída de campo.

fotos 2546

O Dr. Paulo Fonseca considera que a floresta é um “pilar económico para a sustentabilidade do nosso país e do nosso concelho”.



publicado por Carlos Gomes às 19:16
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 17 de Junho de 2011
REALIZA-SE HOJE EM OURÉM O SEMINÁRIO INTERNACIONAL SUST FOREST

Realiza-se hoje em Ourém o Seminário Internacional SUST FOREST - Multifuncionalidade, conservação e emprego rural no território do sul da Europa através da extracção da resina. Este evento conta com a participação de vários especialistas nacionais e internacionais na área da resinagem. A iniciativa decorre a partir das 9h30 no Auditório dos Paços do Concelho de Ourém e assinala o Dia Mundial do Combate à Desertificação. Este Encontro visa abordar a problemática em torno da actividade resineira, a economia, incêndios florestais e as dinâmicas de desertificação do mundo rural.

sust forest

PROGRAMA

SEMINÁRIO INTERNACIONAL

SUST - FOREST, Multifuncionalidade, conservação e emprego rural no território do Sul da Europa através da extracção da resina

9h30 Abertura

Presidente daCâmara Municipal de Ourém

Presidente da Autoridade Florestal Nacional

10h30

Autoridade Florestal Nacional

“Linhas para uma nova abordagem da resinagem em Portugal”

11h15 Pausa Café

11h30

Eng. Felix Pinillos - Chefe de Fila do Projecto Sust-Forest

Apresentação do projecto e da máquina de resinagem da CESEFOR

12h15

Professor Francisco Avillez

“A reforma da PAC e o apoio a actividades como a resinagem"

Eng. Pedro Cortes

“A resinagem no concelho de Ourém e o seu contributo para a Defesa Contra Incêndios”

12h45 Debate e conclusões

13h00 Almoço

15h00 Saída de campo

Experimentação da máquina de resinagem no pinhal da Câmara Municipal de Ourém junto à Zona Industrial



publicado por Carlos Gomes às 00:11
link do post | favorito
|

Sexta-feira, 10 de Junho de 2011
MATA MUNICIPAL É UM DOS RECANTOS MAIS APRAZÍVEIS DA CIDADE DE OURÉM

O-MataMunicipal 039

Considerado o pulmão da cidade de Ourém, a Mata Municipal António Pereira Afonso constitui um dos locais mais aprazíveis a convidar a uns instantes de repouso ou de manutenção física.

Com localização privilegiada em plena cidade, aquele espaço de 3,5 hectares de área privilegia a biodiversidade, podendo encontrar-se no local uma apreciável variedade de espécies botânicas e animais.

Para além de constituir uma área de lazer, aquele espaço verde constitui uma verdadeira sala de aula que bem poderia ser aproveitada para fins escolares e de sensibilização ambiental.

A Mata Municipal possui horário de abertura entre as 8 horas e as 20 horas, dispõe de circuito de manutenção e área de parqueamento automóvel.

O-MataMunicipal 040

O-MataMunicipal 041

O-MataMunicipal 043

O-MataMunicipal 047

O-MataMunicipal 052

O-MataMunicipal 062

O-MataMunicipal 063

O-MataMunicipal 064

O-MataMunicipal 065



publicado por Carlos Gomes às 00:05
link do post | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

PARTIDO "OS VERDES" COLOC...

O PAÍS ESTÁ A ARDER – FOG...

PARTIDO “OS VERDES” PROMO...

CONCURSO YPEF: APROVEITA ...

OURÉM FISCALIZA PRÉDIOS R...

PARTIDO “OS VERDES” RECLA...

PROTEÇÃO CIVIL IDENTIFICA...

FLORESTA EM RIO DE COUROS...

OURÉM ALERTA PARA A PREVE...

OURÉM PREVINE INCÊNDIOS F...

OURÉM PROMOVE DEFESA DA F...

OURÉM INTEGRA SAPADORES F...

ASSOCIAÇÃO FLORESTAL DE P...

CONCURSO FLORESTAL EUROPE...

INSTITUTO DA CONSERVAÇÃO ...

CONCURSO FLORESTAL EUROPE...

OURÉM ESCLARECE SOBRE ARB...

CENTRO MUNICIPAL DE PROTE...

FORESTIS LANÇA CONCURSO “...

MUNICÍPIO DE OURÉM ESCLAR...

OURÉM APROVA PLANO MUNICI...

MUNICÍPIO DE OURÉM DINAMI...

OURÉM: COMISSÃO MUNICIPAL...

MUNICÍPIO DE OURÉM APRESE...

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE O...

MUNICÍPIO DE OURÉM E OURÉ...

COMISSÃO DE DEFESA DA FLO...

A COMEMORAÇÃO DO DIA DA Á...

OURÉM RECEBE COMITIVA DE ...

MUNICÍPIO DE OURÉM INFORM...

QUERCUS COMEMORA DIA MUND...

MUNICÍPIO DE OURÉM LEMBRA...

MUNICÍPIO DE OURÉM INFORM...

OURÉM FAZ BALANÇO DA ÉPOC...

OURÉM DEBATE FUTURO SUSTE...

COMEÇAM HOJE AS JORNADAS ...

COMEÇAM AMANHÃ EM OURÉM A...

JORNADAS DA FLORESTA REAL...

OURÉM PREPARA JORNADAS DA...

OURÉM REALIZA JORNADAS DA...

JORNADAS DA FLORESTA REAL...

OURÉM PREPARA JORNADAS DA...

COMEÇAM AMANHÃ AS OFICINA...

Agenda de Eventos de Muni...

Agenda de Eventos de Muni...

ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕ...

QUEREMOS UM VERÃO SEM FOG...

SEMINÁRIO SOBRE A FLOREST...

REALIZA-SE HOJE EM OURÉM ...

MATA MUNICIPAL É UM DOS R...

arquivos

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds