Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2019
AS JORNADAS DA MECÂNICA ESTÃO A CHEGAR A OURÉM!

De 21 a 23 de fevereiro, no Centro de Negócios de Ourém, entre as 14 e as 22 horas, irão realizar-se as Jornadas da Mecânica da Escola Profissional de Ourém.

DSC03168.JPG

Esta nova edição volta a enquadrar o setor automóvel, motos e equipamentos agrícolas e industriais, em complemento das áreas da metalurgia, metalomecânica, serralharia, moldes e plásticos.

O certame conta este ano, em destaque de cartaz, com a presença de grandes nomes no mundo automóvel, estando já confirmados Gonçalo Figueiroa e José Grosso, que garantem a presença dos seus veículos de competição durante os 3 dias em Ourém, bem como participarão numa sessão de autógrafos na noite de dia 22.

O Programa conta ainda com a grande tarde de dia 23, apresentando um Show de Free Style com Humberto Ribeiro.

Ponto de encontro para os profissionais destes diversos setores de atividade, as Jornadas da Mecânica, ocupam na plenitude o Centro de Negócios de Ourém, estando prevista a presença de 30 expositores nacionais que apresentarão as últimas novidades em termos de soluções tecnológicas, desenvolverão demonstrações e participarão em sessões técnicas.

Para além da exposição, está prevista a realização de sessões sobre temas específicos, que se realizarão nas tardes dos dias 22 e 23, no auditório do Centro de Negócios, bem como a divulgação do vencedor do concurso EPO Big Idea, que visa premiar as melhores ideias, havendo a concurso 2 categorias, a Ideia mais Criativa e a Ideia mais Comercial.

A entrada é gratuita

DSC03773.JPG

DSC06491.JPG

image001insignare.jpg

XDSC06652.JPG

XDSC06653.JPG

XDSC06663.JPG



publicado por Carlos Gomes às 18:15
link do post | favorito

Terça-feira, 29 de Janeiro de 2019
CASA DO CONCELHO DE TOMAR LEVA A LISBOA NOITE TEMPLÁRIA

48361566_1462306707237429_2484828933686558720_n (3).png



publicado por Carlos Gomes às 02:28
link do post | favorito

Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2019
PINTORA ALEXANDRA MARQUES EXPÕE EM FÁTIMA

A artista Alexandra Marques inaugura no próximo dia 1 de Fevereiro, pelas 16 horas, no Posto de Turismo de Fátima, uma exposição de desenho e pintura subordinada ao tema “Impressões”.

Convite EXPOSIÇÃO IMPRESSÕES.jpg

Concretização de um conjunto de trabalhos onde se pretende explorar a perceção visual e emocional, com recurso a materiais distintos e diversas técnicas de pintura, abrindo o leque às sensações e interpretações.

A inspiração centrou-se em dois temas muito especiais para a autora.

Por um lado, a representação e exploração do feminino, da identidade, do Eu. Recorrendo à utilização dos quatro elementos estruturais da linguagem plástica (ponto, linha, mancha e cor), são exploradas plasticidades diferenciadas, onde a cor, o monocromático, a textura, a simplificação e o movimento nos influenciam as emoções, o grau de atenção aos pormenores ou o nível de empatia por algo, deixando ainda um vasto espaço para as sensações particulares de cada um de nós.

Por outro, um conjunto de registos mais práticos envoltos na dinâmica do quotidiano urbano, das suas vivências, luzes e cores, com referência nas cidades de Lisboa e Setúbal. Esquiços urbanos, com foco nos vários elementos que habitam o espaço, onde a singularidade e, especialmente a cor, se expandem da sua essência, influenciando-se mutuamente.

A exposição estará patente até ao dia 24 de março, no seguinte horário: de segunda-feira a sexta-feira das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00 / aos sábados, domingos e feriados, encerra às 18h00.



publicado por Carlos Gomes às 14:10
link do post | favorito

BOMBEIROS DA FREIXIANDA PROMOVEM COLHEITA BENÉVOLA DE SANGUE

No próximo dia 18 de Fevereiro (segunda-feira) irá decorrer uma Colheita de Sangue na Secção de Bombeiros de Freixianda, entre as 9h e as 13h.

Esta é uma iniciativa da Liga dos Amigos dos Bombeiros da Secção de Freixianda e do Instituto Português do Sangue - Centro de Sangue e da Transplantação de Coimbra com a colaboração da União de Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais.

28516482_1780101062054612_1768539065120365951_o


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 11:38
link do post | favorito

Domingo, 27 de Janeiro de 2019
CHÁ COM ARTE - «CONSOLATA | 75 ANOS EM PORTUGAL»

No dia 2 de fevereiro, sábado, pelas 15h30, o Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, realizará mais uma sessão do "Chá com Arte", desta vez dedicado aos "75 Anos da presença do Instituto Missionário da Consolata em Portugal - Estórias e Memórias".

Neste sentido, foram convidados os padres Aventino Oliveira e Jaime Marques que fazem parte do primeiro grupo de seminaristas portugueses do Seminário da Consolataaberto em Fátima em 1944 pelo Padre João De Marchi. Além destes missionários, o " Chá com Arte" contará também com a presença do padre Diamantino Antunes, superior regional de Moçambique que se encontra temporariamente em Portugal, autor de um estudo científico sobre a presença e actividade dos Missionários da Consolata em Portugal (1943-1952) e também das instituições e concretizações missionárias do Padre João de Marchi.

Após a degustação dos biscoitos da Doce Oureana e do Chá de Aromas de Oureana, num ambiente intimista, estaremos à conversa com os convidados e público presente, conhecendo aspetos históricos, vivências, atividades e carisma deste importante instituto missionário.

image002consolmus.jpg



publicado por Carlos Gomes às 18:47
link do post | favorito

Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2019
ALVAIÁZERE PROMOVE ATELIERS EDUCATIVOS

Museu Municipal continua a promover ateliers educativos

De 14 a 23 de Janeiro de 2019 os Serviços Educativos do Museu Municipal de Alvaiázere dinamizaram mais um atelier (no âmbito do projeto “Aprendo a crescer – Jogos: Evolução dos jogos ao longo do tempo”) com as crianças a frequentar o Ensino Pré-escolar do Agrupamento de Escolas de Alvaiázere.

20190116_113527.jpg

Nesta actividade, os petizes foram convidados a assistir a uma encenação que os conduziu da Pré-história à Idade Média; após “um espectáculo de magia” (segundo as crianças) onde cores e movimentos remeteram os seus pensamentos para o mundo da fantasia, houve espaço para o diálogo e para as reflexões: “afinal, os puzzles e os «legos» não eram brinquedos antigos; os romanos tinham vários jogos; nos torneios medievais os participantes não se podiam magoar”; falou-se ainda de como é que eram as roupas, o que faziam no tempo de lazer, que instrumentos musicais já conheciam, como é que eram as festas nos castelos, entre outras.

De seguida, todos os participantes foram incentivados a serem os protagonistas de um teatro romano. Assim desenvolveram, em grande grupo, um jogo de expressão dramática. Foram manhãs de muitos “uaus”, uma folha de jornal transformou-se num castelo, o pensamento ganhou forma, criaram, sentiram, exploraram e descobriram movimentos com a finalidade de transmitirem algo através do seu próprio corpo de forma expressiva, criativa e num ambiente imaginário.

Em síntese as crianças através de improvisações exploraram e manipularam os elementos – corpo, espaço, energia, relação e pensamento remetendo para o período romano.

Através destes ateliers, totalmente gratuitos, direccionados para a comunidade educativa, o Município de Alvaiázere continua a assumir-se como um importante veículo de promoção de cultura e de formação extracurricular para as crianças e jovens do concelho de Alvaiázere.



publicado por Carlos Gomes às 14:55
link do post | favorito

PAN CONSIDERA FALSAS ESTATÍSTICAS SOBRE TAUROMAQUIA

PAN denuncia as falsas estatísticas da tauromaquia e apresenta iniciativa que garanta a credibilidade dos dados

•        Até 2010 as estatísticas eram realizadas pelo INE com base na bilhética

•        Desde então são apuradas apenas pela IGAC e calculadas por estimativa

•        Comparação entre os dois métodos revela disparidades enormes com extrapolação abusiva dos dados na ordem dos 200% a 400%

•    Clara diferença de tratamento entre a atividade tauromáquica e as restantes no que diz respeito à contagem de público  

•        Estatísticas da IGAC não revelam número de bilhetes oferecidos e encobrem o crescente desinteresse dos portugueses pelas touradas 

O PAN, Pessoas – Animais – Natureza, acaba de apresentar uma iniciativa legislativa que pretende que o tratamento de dados estatísticos referentes à atividade tauromáquica volte a ser atribuído ao Instituto Nacional de Estatística.

À Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC) cabe, atualmente, entre outras funções, a elaboração de um Relatório Anual da Atividade Tauromáquica. Um dos elementos constantes deste Relatório diz respeito ao número de espectadores presentes nos espetáculos realizados. No entanto, os dados relativos ao público que assiste a touradas são contabilizados através de uma estimativa por observação, ou seja, pelo “palpite” dos Delegados Técnicos Tauromáquicos, que em cada espetáculo tauromáquico indicam sem contabilização alguma o número de espectadores presentes na praça de touros. Tal como assume a IGAC nos Relatórios Anuais da Atividade Tauromáquica: “o número de espectadores é apurado por estimativa de ocupação através da verificação efetuada pelos Delegados Técnicos Tauromáquicos e com base na lotação definida pela IGAC”.

Até 2010 a estatística do número de espectadores que assistia aos Espetáculos Tauromáquicos era feita por duas entidades, o Instituto Nacional de Estatística (INE) e a IGAC, que utilizavam métodos diferentes de contabilização e registo. O INE fazia a contabilização através do número de bilhetes vendidos e oferecidos, o que aliás continua a fazer para os museus, para os espetáculos ao vivo e para o cinema ou para o teatro. A partir de 2011 a IGAC passou a ser a única entidade a realizar as estatísticas da atividade tauromáquica em Portugal, não tendo por base o número de bilhetes vendidos e oferecidos, mas mera estimativa, método de uma total aleatoriedade e suscetível a erros vários.

 A comparação entre os dados do INE e da IGAC entre 2000 e 2010 (em anexo) revela a falta de rigor e de credibilidade com que estes dados têm sido apresentados aos portugueses. Verifica-se uma diferença abissal entre o número de espectadores identificados pelo INE, com base nos bilhetes vendidos e oferecidos, e pela IGAC, demonstrando duas realidades completamente diferentes.  As estimativas “a olho” efetuadas pela IGAC revelam sempre números de espectadores duas a quatro vezes superiores relativamente aos contabilizados pelo INE, através da bilhética. Fica demonstrado que as estimativas realizadas pela IGAC apresentam resultados muitíssimos empolados face à realidade.

 A título de exemplo, no ano de 2005, o INE registou 120.864 bilhetes vendidos e oferecidos, já as estimativas da IGAC indicaram que 503.542 espectadores tinham assistido aos espetáculos, uma gritante diferença de público extrapolado de 417%. Não deixa também de ser assinalável que, por exemplo, no ano de 2008, a relação entre bilhetes oferecidos e vendidos é de 70%, informação que se deixou de obter devido ao fato de a IGAC não a apurar.

A Plataforma Basta alerta ainda de que, além da falta de rigor na obtenção dos números é necessário considerar que os Delegados Técnicos Tauromáquicos são habitualmente pessoas fortemente ligadas ao meio tauromáquico, podendo não estar aptos por falta de isenção a esta função, uma vez que existe uma preocupação assumida no meio em esconder o crescente desinteresse dos portugueses pelas touradas.

Esta análise permite concluir que a contabilização feita pela IGAC não produz resultados fidedignos, uma vez que é feita “a olho”, não se compreendendo qual o motivo para o INE ter deixado de realizar as estatísticas da tauromaquia, como o fazia até 2010, tendo sido esta a única atividade cujos dados deixaram de constar das suas publicações. Para além disso, existe uma clara diferença de tratamento entre a atividade tauromáquica e as restantes no que diz respeito a esta matéria, parecendo que se quer ocultar informação relativa ao crescente desinteresse dos portugueses por este espetáculo.



publicado por Carlos Gomes às 11:01
link do post | favorito

Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019
CÂMARA DE OURÉM APROVOU PROJETOS DE UNIDADES DE CUIDADOS DE SAÚDE DE ALBURITEL, OLIVAL E SOBRAL

Os projetos de execução das Unidades de Cuidados de Saúde de Alburitel, Olival e Sobral foram aprovados por unanimidade na reunião de Câmara de 21 de janeiro. Estes projetos representam um investimento superior a 735 mil euros e são uma ambição antiga das populações em causa.

Em Alburitel, o projeto de execução refere-se à requalificação do antigo Jardim de Infância existente na freguesia, destinando-o a Unidade de Cuidados de Saúde num investimento estimado de 228.132,19€, ao qual acresce IVA à taxa legal em vigor. A Unidade de Cuidados de Saúde de Olival está projetada para a antiga Escola do Ensino Básico do 1º Ciclo, edifício que se insere no tecido urbano da localidade de Olival e cuja requalificação está orçada em 325.057,44€ (mais IVA à taxa legal em vigor). Por fim, a requalificação do antigo Jardim de Infância permitirá a instalação de uma Unidade de Cuidados de Saúde em Sobral, freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias. Este projeto apresenta uma estimativa orçamental de 185.718€, ao qual acresce IVA à taxa legal em vigor.

Importa referir que os projetos de execução das Unidades de Cuidados de Saúde de Alburitel, Olival e Sobral dispõem de pareceres favoráveis da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e da Associação Nacional de Proteção Civil, garantindo o cumprimento das normas regulamentares aplicáveis.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 18:56
link do post | favorito

CÂMARA MUNICIPAL APROVA PROPOSTA DE DESCENTRALIZAÇÃO ADMINISTRATIVA

A Câmara Municipal de Ourém aprovou, por unanimidade, a proposta presente à reunião de Câmara de 21 de janeiro relativamente à transferência de competências para os municípios, comunidades intermunicipais e freguesias, no âmbito da Lei nº 50/2018 de 16 de agosto. A transferência de competências definida pelo governo central tem já 11 diplomas setoriais publicados, nomeadamente no que diz respeito a vias de comunicação, património, habitação, praias, estruturas de atendimento ao cidadão, estacionamento público, modalidades afins dos jogos de fortuna e azar, justiça, proteção civil (apoio aos bombeiros), projetos financiados por fundos europeus e promoção turística.

A aceitação ou rejeição das competências a transferir para o Município, definidas nos diplomas sectoriais, carece de deliberação da Câmara e, em caso de não aceitação, da Assembleia Municipal. Dos 11 diplomas setoriais, os que se referem à justiça e proteção civil (apoio aos bombeiros) são da responsabilidade da Câmara Municipal e da Comunidade Intermunicipal e os diplomas relacionados com projetos financiados por fundos europeus e promoção turística referem-se exclusivamente às entidades intermunicipais.

A Câmara Municipal de Ourém deliberou aceitar todas as competências inscritas nos diplomas setoriais publicados, exceto o que se refere às vias de comunicação, já que a autarquia considera que o conceito de “gestão” das vias de comunicação explanado no diploma é ambíguo e confuso.

O diploma relativo ao património define que “é da competência dos órgãos municipais a gestão do património público sem utilização”, o que permitirá resolver a situação das Casas de Função dos Magistrados em Ourém.

O diploma sobre a habitação não se aplica ao Município de Ourém, na medida em que não existem no concelho imóveis destinados a habitação social que integrem o parque habitacional da administração direta ou indireta do Estado. De igual forma, o diploma sobre as praias também não assume relevância porque a Câmara Municipal já exerce todas as competências e obrigações preconizadas no despacho em relação à Praia Fluvial do Agroal.

O diploma setorial sobre as estruturas de atendimento ao cidadão prevê a transferência de competências para a autarquia no que se refere à instalação e gestão de Lojas do Cidadão e Espaços do Cidadão, Gabinetes de Apoio aos Emigrantes e Centros Locais de Apoio e Integração de Migrantes. Aqui, o Município de Ourém defende que a instalação de novas lojas do Cidadão ou Espaços do Cidadão acontecerá sempre mediante articulação e acordo com a AMA, I.P. e o Gabinete de Apoio aos Emigrantes já existente poderá facilmente assumir as competências elencadas para o apoio aos migrantes.

A proposta de transferência de competências sobre o estacionamento público atribui aos órgãos municipais a regulação e fiscalização do estacionamento nas vias e espaços públicos, além da instrução e decisão de procedimentos contraordenacionais rodoviários por infrações leves, relacionadas com estacionamento. A Câmara deliberou aceitar as competências em causa, mas como não tem condições para proceder à fiscalização, esta continuará a ser assumida pelas forças de segurança e o produto das coimas será 70% para o Município e os remanescentes 30% para a entidade fiscalizadora.

Com o diploma sobre os jogos de fortuna e azar os municípios assumem a competência de “autorizar a exploração das modalidades afins de jogos de fortuna ou azar e outras formas de jogo”, o que vem permitir a regulamentação na Câmara Municipal de Ourém dos concursos e sorteios que as associações sem fins lucrativos do concelho realizam com frequência.

No âmbito do diploma relacionado com a justiça, o Município e a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo já desenvolvem competências relacionadas com a reinserção social de jovens e adultos, prevenção e combate à violência contra mulheres e violência doméstica e apoio às vítimas de crimes. No que concerne à rede dos julgados de paz inscrita no diploma, os municípios e entidades intermunicipais assumem a responsabilidade de criar, instalar, modificar ou extinguir estas estruturas.

Relativamente à proteção civil, o diploma vem regularizar os pagamentos realizados pela autarquia, de parte dos salários dos funcionários afetos às Equipas de Intervenção Permanente.

As competências definidas nos diplomas setoriais sobre projetos financiados por fundos europeus e promoção turística são transferidas para a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, entidade que já exerce a maioria das funções preconizadas e aprovou por unanimidade, em reunião do Concelho Intermunicipal, aceitar as competências em causa.



publicado por Carlos Gomes às 15:41
link do post | favorito

CENTRO DE RECOLHA OFICIAL DE OURÉM COM PROJETO APROVADO

Na passada segunda-feira, dia 21 de janeiro, foi aprovado em reunião de Câmara o projeto de execução do Centro de Recolha Oficial de Ourém. A criação desta infraestrutura tem como fundamento a Lei n.º 27/2016 que proíbe o abate de animais por motivo de sobrelotação das instalações.

O Centro de Recolha Oficial de Ourém permitirá o acolhimento de animais errantes, num período compreendido entre 15 e 21 dias, no fim do qual será feito o transporte dos mesmos para o Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes de Proença-a-Nova.

Com um orçamento de aproximadamente 455 mil euros +IVA, oCentro de Recolha Oficial de Ourémserá implementadojunto ao edifício do Serviço Municipal de Proteção Civil e terá capacidade para acolher entre 14 a 21 cães e 15 a 48 gatos, consoante o tamanho dos animais. Está prevista a possibilidade de alargamento da estrutura, sendo possível a construção de dois blocos de celas adicionais que poderão triplicar a capacidade inicial das instalações.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 14:59
link do post | favorito

OURÉM RECEBE PROVAS DO CAMPEONATO NACIONAL DE MARCHA

Na passada segunda-feira, 21 de janeiro, foi aprovado em reunião da Câmara o protocolo celebrado entre a Câmara Municipal de Ourém, a Federação Portuguesa de Atletismo e a Associação de Atletismo de Santarém, que prevê a realização no Município de Ourém, em 2019,de uma prova do calendário do Campeonato de Marcha em Estrada – 20Km e demais escalões, o Torneio Nacional Marchador Jovem e o Campeonato Nacional de Juniores em pista.

A Câmara Municipal de Ourém ficará responsável por disponibilizar os meios logísticos para a organização desta prova desportiva,na qual estarão presentes vários atletas que representaram Portugal, não só nos Jogos Olímpicos de Rio de Janeiro, em 2016, mas também noutras provas internacionais desta modalidade.

A organização deste evento irá permitir ao concelho de Ourém receber centenas de atletas, familiares e apoiantes, para além de possibilitar a captação de mais jovens para o desporto, promovendo estilos de vida mais saudáveis.



publicado por Carlos Gomes às 14:06
link do post | favorito

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019
PORTUGUESES QUEREM ORDEM, JUSTIÇA E PAZ SOCIAL E REPUDIAM O INCITAMENTO AO ÓDIO, À VIOLÊNCIA E AO RACISMO

BLOGUE “AUREN” repudia o vandalismo ocorrido na região de Lisboa e exige o respeito pela autoridade das corporações policiais

O BLOGUE “AUREN” é um espaço de tolerância e respeito pela diversidade de opiniões e crenças. Porém, repudia todas as formas de perseguição, desrespeito pela autoridade e instituições da sociedade democrática, violência e alteração à ordem pública.

O BLOGUE “AUREN” condena o incitamento ao ódio racial, étnico ou religioso e a todas as formas de violência social.

Seja sob que pretexto for, nenhuma das instituições do Estado deve demitir-se das suas responsabilidades. À Justiça o que é da justiça, à Polícia a autoridade que lhe compete, ao Governo aquilo que Portugal e os portugueses dele esperam! E, naturalmente, da Assembleia da República espera-se as decisões políticas mais sensatas… dos seus eleitos, jamais a desautorização das autoridades e o incitamento à desordem!

O BLOGUE “AUREN” está solidário com a PSP e todas as forças policiais que, frequentemente solitárias no desempenho da sua missão, enforcam-se por manter a ordem e a segurança pública, não raras as vezes com o risco da própria vida.

Os portugueses estão fartos deste clima de intolerância. É tempo de dizer: basta!

A Administração do BLOGUE “AUREN”


tags:

publicado por Carlos Gomes às 13:49
link do post | favorito

CASA DO CONCELHO DE TOMAR REALIZA EM LISBOA NOITE TEMPLÁRIA

48361566_1462306707237429_2484828933686558720_n (2).png



publicado por Carlos Gomes às 03:17
link do post | favorito

Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2019
TOMAR ACOLHE SEMINÁRIO SOBRE INOVAÇÃO

APDA - Seminário Ao Encontro da Inovação - 12 fevereiro - Tomar

Perante um mundo em constante mutação, em que o setor da Água tem um peso fulcral, a Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas(APDA) organiza o Seminário “Ao Encontro da Inovação”, que acontece no dia 12 de Fevereiro, na Biblioteca Municipal António Cartaxo da Fonseca, emTomar. O evento, que conta com a participação do Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, na Sessão de Abertura, pretende dar a conhecer osresultados de um inquérito submetido às Entidades Gestoras dos Serviços de Água, assim como promover o debate sobre as diferentes perspetivas da temática.

Os desafios que se colocam à sociedade, aos decisores políticos, às empresas e demais atores económicos são cada vez mais numerosos e complexos, o que, em muitos casos, obriga a “romper” com o status quo, resultando em mudanças de paradigma, cujo impacto ainda não é percetível em toda a sua extensão.

Ao terem de acompanhar e adaptar-se à velocidade, cada vez mais veloz, a que a mudança acontece nos nossos dias, os Serviços de Água só podem optar pela inovação e consequente transformação.

Foi neste sentido que a Comissão Especializada de Inovação da APDA promoveu um inquérito às Entidades Gestoras dos Serviços de Água, cujos resultados, de extrema relevância para melhor conhecer a realidade vivenciada pelas mesmas, vão ser revelados neste certame.

Vão ser igualmente divulgadas as iniciativas promovidas pelas Entidades Gestoras e promovida a discussão sobre temas e visões intrínsecas ao tema chave do evento: INOVAÇÃO.

Consulte o programa e ficha de inscrição aqui.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 18:33
link do post | favorito

PAN QUER PROIBIR COMBUSTÍVEIS COM ÓLEO DE PALMA

PAN apoia fim do uso de óleo de palma em combustíveis Portugueses e Europeus

  •        - Partido alia-se à iniciativa Europeia promovida por associações ambientalistas
  •        - Em 2018 mais de metade do óleo de palma usado na Europa acabou nos depósitos dos veículos
  •        - Devem ser traçadas na Europa estratégias urgentes para não usar óleo de palma nos biocombustíveis

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza – defende que Portugal e a União Europeia deixem de usar óleo de palma em biocombustíveis como forma de transição energética no sector da mobilidade, acompanhando a iniciativa Europeia que decorre hoje, promovida por Organizações Não Governamentais de Ambiente (ONGA) da Bélgica, França, Alemanha Itália, Portugal, Espanha, Suécia e Países Baixos.

Atualmente a produção e comércio de óleo de palma é já uma das grandes ameaças à biodiversidade e um dos maiores promotores de desflorestação de vários países, nomeadamente no sudoeste asiático e na América do Sul, segundo o estudo da Universidade de Duke. Em Portugal, e segundo a associação ambientalista ZERO, o biodiesel a partir do óleo de palma é “três vezes pior para o clima do que o gasóleo fóssil”, sendo que em 2018 mais de metade do óleo de palma usado na Europa acabou nos depósitos dos veículos.

“A economia Europeia, e a transição energética promovida pelos biocombustíveis, tem impactos gravíssimos nos ecossistemas florestais da Indonésia e da Malásia, mas também se repercutem no Equador, Brasil e Peru” afirma Francisco Guerreiro, cabeça de lista do PAN às Eleições Europeias 2019. “É necessária uma mudança no paradigma económico e ecológico privilegiando produtos e bens com reduzida pegada ambiental” conclui o candidato.

Ainda segundo a ZERO, “desde que foi introduzida a Diretiva das Energias Renováveis na União Europeia, em 2009, para a promoção dos biocombustíveis como alternativa aos combustíveis fósseis no sector dos transportes, o consumo de óleo de palma para produzir biocombustível aumentou, passando de 825.000 toneladas em 2008 para 3,9 milhões de toneladas em 2017.”

No que concerne à transição energética dentro da mobilidade, o PAN considera que todos os Estados Membros e a própria Comissão Europeia devem traçar estratégias urgentes para deixar de usar óleo de palma nos seus biocombustíveis, garantindo em alternativa que a aposta seja feita na mobilidade coletiva, na expansão do mercado de veículos elétricos e também no reforço da mobilidade ligeira (bicicletas em meio urbano).

 “O atual modelo económico Europeu, presente também nos acordos comerciais internacionais, desconsidera os mais básicos valores ambientais pelo que impera uma reordenação das prioridades da Comissão Europeia no que concerne à transição energética. Precisamos de uma revolução verde na economia e na Europa”, conclui o candidato.



publicado por Carlos Gomes às 15:29
link do post | favorito

EHF ACOLHE LANÇAMENTO DO LIVRO “MY EUROPE”

Decorreu no passado dia 17 de Janeiro, pelas 17h, na Escola de Hotelaria de Fátima, uma sessão de apresentação do novo livro de Jaime Quesado, “My Europe”, que celebra os 10 anos da colaboração do autor no Jornal de Bruxelas, New Europe.

unnamedfatnnnsns.jpg

O livro foi apresentado pela Dr.ª Katalyn Gonczy (representante da Comissão Europeia em Portugal) e pelo empresário Dr. Rui Faustino, CEO da empresa de Leiria Ascendum, sendo a sessão presidida e moderada pela Eng.ª Carina Oliveira, Directora-Executiva da INSIGNARE.

A INSIGNARE prossegue na sua aposta em trazer a Cultura para dentro de portas, e começou o mês de Janeiro de 2019 acolhendo o lançamento deste livro, a par da sua programação cultural habitual no “Claustro”.

A vertente internacional de ambas as Escolas, e com fortes ligações europeias foram as razões que motivaram um debate entre os convidados e os alunos, tendo estado presentes os alunos de vários cursos da Escola de Fátima, que se preparam para passar brevemente 2 meses em estágios internacionais, ao abrigo do Programa Erasmus +.

O evento contou ainda com a presença da vereadora da cultura da Câmara Municipal de Ourém, Eng.ª Isabel Costa, Domingos Neves em representação da ACISO, Humberto Silva Presidente da Junta de Freguesia de Fátima, a vereadora da cultura da Câmara Municipal da Batalha Dr.ª Liliana Moniz e o representante da Agência Nacional Erasmus + Dr. Manuel Fernandes.



publicado por Carlos Gomes às 10:43
link do post | favorito

Sábado, 19 de Janeiro de 2019
PORTAL DO FOLCLORE PORTUGUÊS INOVA AO SERVIÇO DO FOLCLORE

Na “versão anterior” do Portal do Folclore Português, havia uma página de divulgação e promoção dos programas de rádio (FM/AM ou online) que se dedicassem ao folclore e à música tradicional portuguesa e do folclore, de modo a facilitar o contacto entre os diretores dos Grupos de Folclore e os responsáveis pelos programas.

Nesta nova versão, o Portal do Folclore Português pretende continuar a fazer o mesmo, pelo que solicita e, desde já, se agradece a colaboração de todos no sentido de recolher os dados necessários para a respetiva divulgação que, para o efeito, devem ser enviados (pelos responsáveis pelo programa) para: folclore@folclore.pt:

Nome do programa (eventual link) - Logotipo (se tiver) / página no FB

Breve descrição do programa

Horário de emissão

Nome de apresentador e foto (se possível)

Nome da Rádio (eventual link) - Logotipo (se tiver) / página no FB

Frequência em que emite / Online

A Equipa

portal-logo_divulgação_de_programas_de_radio (2).jpg



publicado por Carlos Gomes às 15:10
link do post | favorito

Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019
MUNICÍPIO DE ALVAIÁZERE AJUDA FAMÍLIAS CARENCIADAS

Município de Alvaiázere entrega cabazes de Natal às famílias mais carenciadas do concelho

À semelhança dos últimos anos, na partilha e fraternidade que a época de natal suscita, o Município de Alvaiázere promoveu a entrega de cabazes de natal às famílias mais carenciadas do concelho.

IMG_20190115_171231.jpg

A iniciativa contou com a preciosa ajuda das Juntas de Freguesia para a sinalização das situações passíveis da prestação deste apoio, que após análise técnica da Câmara Municipal, através do seu Gabinete de Ação Social e Saúde, deu lugar à listagem final das famílias que iriam beneficiar desta entrega.

Antes, solicitou-se às superfícies comerciais do concelho a autorização para que fosse feita uma recolha de bens alimentares nesses espaços comerciais. Assim, os bens alimentares foram recolhidos na Campanha “Vamos dar as mãos”, iniciativa muitíssimo bem acolhida pela comunidade Alvaiazerense durante a semana em que durou a campanha, evidenciado a sua solidariedade e generosidade. A angariação dos produtos contou com a preciosa ajuda de alunos voluntários do Agrupamento de Escolas de Alvaiázere e do Pólo de Alvaiázere da Escola Tecnológica e Profissional de Sicó.

Com estas iniciativas o Município apoiou um total de 140 famílias, que evidenciam carências económicas justificadas para que se procedesse à entrega dos bens alimentares.



publicado por Carlos Gomes às 17:50
link do post | favorito

Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019
FÁTIMA: LEVA-ME AO MUSEU!

FÁTIMA - "Leva-me ao Museu! Workshop brincar com a Arte"

No âmbito da exposição temporária "CARGALEIRO, Poeta da Arte" patente em Fátima, no CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, a Liga de Amigos do Museu irá promover a iniciativa "Leva-me ao Museu! Workshop brincar com a Arte".

image009consolatafati.jpg

Destinada a crianças e suas famílias, a atividade pretende valorizar a criatividade e o imaginário infantil, incentivando o desenvolvimento de competências e prática da expressão artística. Após a visita interativa à exposição através de vários recursos, procurar-se-á que estas exprimam  as suas vivências e conhecimentos adquiridos sobre o tema, através da sua expressão artística.

O workshop tem data marcada para o dia 26 de janeiro, sábado, às 15h30 e as inscrições deverão ser efetuadas até ao dia 25 de janeiro através do telefone 249 539 470.

A exposição está patente neste espaço dos Missionários da Consolata desde novembro de 2018, acolhendo pela primeira vez em Fátima trinta e dois trabalhos, entre serigrafias e litografias de vários períodos do mestre Cargaleiro. Encerrará ao público no domingo, dia 27 de janeiro.



publicado por Carlos Gomes às 22:07
link do post | favorito

Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2019
PARLAMENTO DEBATE PROPOSTA DO PAN POR NOVAS REGRAS NO TRANSPORTE DE ANIMAIS VIVOS

Agendado o debate da proposta do PAN por novas regras no transporte marítimo de animais vivos. Próxima Quinta-feira dia 17 de janeiro debate sobre medidas que assegurem bem-estar animal no transporte de animais vivos

  • Transporte de animais vivos em viagens superiores a oito horas deve ter regime de excecionalidade
  • Obrigatoriedade de veterinário a bordo
  • Fim da exportação de animais para países terceiros cujas regras de abate sejam menos garantísticas que as portuguesas
  • Fim dos apoios públicos à produção para exportação de animais vivos para países terceiros

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza leva a debate no dia 17 de janeiro (quinta-feira) três iniciativas legislativas que pretendem alterar as regras de transporte de animais vivos, acompanhando uma petição da PATAV – Plataforma Anti-Transporte de Animais Vivos entregue no final de 2017 na Assembleia da República.

O PAN propõe a determinação de regras que tenham em conta a sensibilidade de seres vivos que são tratados apenas como “mercadoria”, nomeadamente a exigência de um veterinário a bordo que possa responder no imediato a qualquer necessidade dos animais transportados, bem como controlar se os mesmos estão ou não em sofrimento. No momento do embarque dos animais, deverá haver o acompanhamento de um outro órgão de fiscalização que não só a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV).

O partido quer ainda colocar fim à exportação de animais para países cujas regras de abate dos animais sejam menos garantísticas que as portuguesas. Por motivos de transparência, deverão constar no site da DGAV os dias com indicação da data e hora de início do carregamento dos navios e que deve ser elaborado e publicado um relatório anual com a informação do número exato de animais exportados para países terceiros, elencando o número de animais que chegaram vivos ao país de destino. Por sua vez, os animais falecidos no percurso deverão ser sujeitos a necropsia para averiguar as causas da morte. As sanções para os casos de incumprimento deverão ser mais duras.

Por outro lado, o PAN considera que não é admissível a atual conivência do Estado português com uma realidade de transporte desenfreado de animais vivos em condições sanitárias inqualificáveis. Por isso, entende que deve ser implementado um regime no qual apenas em situações de excecionalidade se permita o transporte de animais vivos em viagens superiores a oito horas. Em todos os outros casos este transporte de longa duração deve ser suprimido.

A terceira iniciativa legislativa do PAN prevê o fim dos programas de apoio ou incentivos públicos à produção pecuária que tenha como finalidade a exportação de animais vivos para países terceiros. Os atuais trâmites legais permitem a elegibilidade de empresas de produção pecuária que exportam animais vivos para países terceiros com apoios do Estado. Se os apoios do Estado alocados a estas empresas são para alimentação dos indivíduos presentes em Portugal, não se entende a alocação de apoios estatais a empresas que procedam à exportação de animais vivos para países terceiros quando tal apoio apenas serve para maximizar ainda mais o lucro destes produtores, muito menos numa conjuntura de incumprimento sistemático das premissas legais nacionais e comunitárias relativas ao transporte e bem-estar animal.

Já em 2017 o PAN tinha apresentado uma proposta neste âmbito, chumbada pelos restantes partidos (Contra: PSD, PS, CDS-PP, PCP; Abstenção: BE, PEV). No entanto, o tema continua na ordem do dia, visto que se continua a incentivar a exportação de animais vivos para países terceiros em condições que estão longe de ser as mínimas aceitáveis, havendo cada vez mais denúncias da sociedade relativamente aos atos violentos a que estes são sujeitos nas ações de carregamento, maneio, viagem, descarregamento e ao abate sem atordoamento.



publicado por Carlos Gomes às 13:48
link do post | favorito

Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2019
PAN REPUDIA DIA DA TAUROMAQUIA

CRIANÇAS EXPOSTAS À VIOLÊNCIA DA TAUROMAQUIA

O Grupo Municipal do PAN reage às atividades que vão ser promovidas no dia 23 de fevereiro e que pretendem expor de forma clara as crianças e jovens às práticas violentas da tauromaquia. O PAN já questionou a Câmara Municipal de Lisboa relativamente às licenças para ocupação do espaço público neste dia e reitera que deve ser dado outro uso à Praça do Campo Pequeno.

Face às comemorações do “dia da tauromaquia” no Campo Pequeno no próximo dia 23 de fevereiro, o PAN Lisboa reage com perplexidade e repúdio perante a intenção dos promotores do evento – a PróToiro - em torná-lo um evento “para toda a família”.

Estas atividades vão decorrer no recinto do Campo Pequeno e no espaço público envolvente, pelo que o Grupo Municipal do PAN já questionou a Câmara Municipal de Lisboa sobre que licenças foram concedidas para este dia, para que locais, se houve isenção do pagamento de taxas e qual o tipo de atividades a que concretamente se destinam. 

De acordo com a comunicação social, este evento pretende “levar a cultura tauromáquica a vários públicos”, incluindo “atividades pedagógicas para crianças e adultos”, nomeadamente “demonstrações e aulas de toureio e pegas”, o que ignora por completo a recomendação da ONU para que as crianças não sejam expostas à violência física e psicológica da tauromaquia.

Numa altura em que várias cidades do país, como Póvoa de Varzim e Viana do Castelo, já se declararam livres de touradas, é incompreensível que a nossa capital permita não só a realização de eventos tauromáquicos como também a celebração deste dia, do qual pouco ou nada se tinha antes ouvido falar”, refere a deputada municipal Inês de Sousa Real.

O terreno onde a Praça de Touros se encontra instalada pertence à Autarquia e a Praça de Touros em si pertence à Casa Pia de Lisboa. É incompreensível que estas duas entidades públicas não desenvolvam esforços para reconverter o uso que é dado àquele espaço e ignorem a crescente consciencialização da população para a proteção animal. De referir também a situação jurídica pouco clara em que se encontra a Sociedade de Renovação Urbana do Campo Pequeno, que apesar de dissolvida detém ainda o direito de exploração do espaço. Mais grave ainda, quando o setor insiste em menosprezar o superior interesse das crianças e jovens, expondo-os a esta atividade”, acrescenta.

O PAN Lisboa compromete-se a acompanhar de perto as atividades previstas para o dia 23 de fevereiro bem como, neste sentido, vai continuar a trabalhar por uma cidade livre de violência contra pessoas e animais.



publicado por Carlos Gomes às 19:43
link do post | favorito

PAN QUESTIONA ILEGALIDADE DE ASSISTÊNCIA DE MÉDICO EM ESPETÁCULO TAUROMÁQUICO

PAN questiona Governo sobre ilegalidade de médico acerca das suas funções de assistência em espetáculo tauromáquico

  • Médico afastado do INEM por suspeitas de colocar em causa o transporte de doente para assistir a um espetáculo tauromáquico
  • Regulamento do Espetáculo Tauromáquico obriga à presença permanente de uma ambulância e de uma equipa de reanimação constituída por um médico
  • Médico afirma em televisão que não esteve presente durante a corrida, apesar de ter assinado relatórios, violando as suas obrigações 
  • Médico e promotor incorrem em ilegalidades desconsiderando a integridade física das pessoas que participam neste evento que envolve violência

No seguimento de um evento bastante divulgado na comunicação social que envolve o afastamento de um médico do INEM, António Peças, por suspeitas de por em causa o transporte de doentes, que em alguns casos vieram a morrer, o referido médico veio a prestar declarações alarmantes. Num dos casos, o referido médico recusou-se a transportar uma doente em Évora justificando essa impossibilidade com motivos de doença quando alegadamente estaria efetivamente a assistir a uma tourada. Face a esta acusação, António Peças, médico que supostamente deveria acompanhar um espetáculo tauromáquico para o qual foi contratado, admitiu numa entrevista televisiva, que deu o aval ao promotor do referido espetáculo para abrir as portas do recinto, havendo desde logo assinado ambos os relatórios de ocorrências (o de início e o de fim da corrida), sem, contudo, ter assistido à corrida de touros.

O Decreto-Lei n.º 89/2014, de 11 de Junho, que aprova Regulamento do Espetáculo Tauromáquico, prevê no artigo 7.º, relativo às competências do diretor de corrida, na alínea X que, (incumbe ao diretor de corrida) “entregar na Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC), até três dias úteis após o espetáculo, o relatório de ocorrências, de acordo com o modelo aprovado por aquele serviço, acompanhado dos documentos entregues pelos restantes intervenientes no espetáculo e dos autos de notícia levantados na sequência de infrações ao presente regulamento”.

Já o artigo 15.º, n.º 6 do mesmo diploma refere que “em todos os espetáculos, o promotor assegura a presença de uma ambulância de emergência do tipo B e de uma equipa de reanimação constituída por um médico, preferencialmente da área de traumatologia ou ortopedia, e um enfermeiro, ambos com formação e experiência em Suporte Avançado de Vida no Trauma”.

Com a confissão do referido médico, torna-se evidente um claro e patente atropelo a premissas legais que têm como principal objetivo zelar pela integridade física das pessoas intervenientes ou assistentes nos espetáculos tauromáquicos, que pela sua natureza, acarretam óbvios perigos para todos os seus intervenientes.

Posto isto o PAN pretende que o Ministério da Cultura esclareça sobre: 1) Se tomou o IGAC conhecimento destes factos; 2) Se António Peças foi efetivamente o médico alocado ao espetáculo tauromáquico; 3) Se não, teve este espetáculo algum médico alocado; 4) Se não, qual foi o médico alocado ao espetáculo em causa; 5) Se foram detetadas irregularidades/ilícitos no evento explicitado; 6) Se sim, quais; 7) A verificar-se que António Peças seria o médico de prevenção ao espetáculo, não havendo assistido ao mesmo, quais serão as consequências para o promotor e para o médico em causa.



publicado por Carlos Gomes às 19:29
link do post | favorito

GOVERNO INVESTE 1 MILHÃO DE EUROS PARA REVITALIZAR O PINHAL INTERIOR

Alvaiázere vai acolher amanhã, dia 11 de janeiro, na Casa Municipal da Cultura, pelas 15 horas, a cerimónia de apresentação do concurso de financiamento de projetos de inovação social do Pinhal Interior, que contará com a presença da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, do Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, e do Secretário de Estado da Valorização do Interior, João Catarino.

IMG_8070.jpg

O concurso, lançado no âmbito da Iniciativa Portugal Inovação Social e do Programa de Revitalização do Pinhal Interior, irá destinar 1 milhão de euros a projetos de inovação social que contribuam exclusivamente para a revitalização dos 19 municípios abrangidos por este programa, e que foram afetados particularmente pelos incêndios de 2017: Alvaiázere, Ansião, Arganil, Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos, Góis, Pedrógão Grande, Lousã, Mação, Miranda do Corvo, Oleiros, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penela, Proença-a-Nova, Sertã, Tábua, Vila de Rei e Vila Nova de Poiares.

O concurso tem como objetivo reforçar o esforço de desenvolvimento destes territórios, incentivando a criação e implementação de iniciativas de inovação e empreendedorismo social. Estas iniciativas devem testar ou implementar soluções inovadoras e replicáveis, que visem a resolução e mitigação de problemas sociais nas áreas do envelhecimento, saúde, educação, justiça, proteção social, inclusão e emprego. Serão igualmente financiadas a criação de incubadoras de inovação social.

O instrumento de financiamento utilizado no presente concurso é o das Parcerias para o Impacto onde 70% do valor total de investimento é assegurado pelo Fundo Social Europeu e pelo Orçamento de Estado através do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego. Os restantes 30% de investimento devem ser assegurados por um ou vários investidores sociais - públicos ou privados.

Podem constituir-se como beneficiários as entidades privadas, as entidades da economia social como associações, IPSS’s, Fundações, cooperativas, misericórdias, e mutualidades, bem como associações e fundações públicas. O concurso abriu oficialmente no passado dia 08 de janeiro e o período de candidaturas terminará no dia 28 de fevereiro de 2019.

Até à data, a Portugal Inovação Social aprovou 225 projetos nas regiões do Norte, Centro, Alentejo e Algarve, num total de 30,7 milhões de euros. Os projetos apoiados foram aprovados no âmbito dos 6 concursos realizados ao abrigo dos instrumentos de financiamento Capacitação para o Investimento Social, Parcerias para o Impacto e Títulos de Impacto Social.



publicado por Carlos Gomes às 10:38
link do post | favorito

Terça-feira, 8 de Janeiro de 2019
MUNICÍPIO DE OURÉM APROVA "VOTO DE CONGRATULAÇÃO" POR INICIATIVA EMPRESARIAL

O Estatuto PME Líder é uma marca registada do IAPMEI, o qual é atribuído pelo IAPMEI e pelo Turismo de Portugal, no caso das empresas do setor de Turismo, às empresas que conseguem atingir os pressupostos definidos por um regulamento próprio.

Divulgada que está a lista de empresas agraciadas com estatuto de PME Líder 2018, vem este executivo congratular-se com o aumento exponencial de empresas face ao verificado no ano transato – um crescimento de 29% (64 em 2017), verificando-se a atribuição deste reconhecimento a 83 empresas do Concelho de Ourém. Este número representa 30% das empresas PME Líder 2018 do Distrito de Santarém, sendo de referir que atrás de Ourém segue Santarém com 28 empresas distinguidas.

Numa análise mais alargada, é com satisfação que, verificamos que no universo dos Municípios do Distrito de Leiria e Santarém, Leiria aparece no 1º lugar com 200 empresas distinguidas, Ourém em segundo e Pombal no 3º lugar do pódio com 61 empresas distinguidas.

Todas estas empresas apresentaram desempenhos económico-financeiros, que demonstram a capacidade de gestão, a competência e o profissionalismo dos agentes económicos, contribuindo tudo isto para o desenvolvimento do Concelho e para criação do bem-estar social.

O Município congratula-se com os números apresentados pois são o resultado da valia e da capacidade dos nossos agentes económicos que continuam a investir na nossa terra contribuindo para o ambiente económico-social que se vive no Concelho.

A Câmara Municipal felicita os casos de sucesso que são as empresas distinguidas e faz votos para que o seu exemplo frutifique no futuro.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 19:15
link do post | favorito

MUNICÍPIO DE OURÉM FAZ "DECLARAÇÃO – OURÉM NATAL MÁGICO 2018"

Terminou, no passado domingo, Dia de Reis, com êxito assinalável, o Ourém Natal Mágico 2018.

Foi a primeira vez que o Município de Ourém comemorou o Natal com um programa de atividades tão longo e completo, que teve início no dia 07 de dezembro e só terminou no último domingo.

Foram inúmeras as iniciativas inseridas no Ourém Natal, todavia, gostaria de destacar alguns momentos, não só pela enorme adesão de público que registaram, mas sobretudo pela qualidade apresentada, muito elogiada por todos os ourienses:

- a chegada do Pai Natal no dia 09 de dezembro;

- o espetáculo da Sónia Araújo no dia 16 do mesmo mês;

- a pista de gelo que esteve ao dispor de todos quantos nos visitaram durante um mês;

- os “cantares ao Menino”, no passado dia 06 de janeiro.

Os festejos natalícios foram, desde o primeiro momento, uma aposta deste Executivo. Felizmente, conseguimos, com enorme sucesso, atingir e até superar este nosso objetivo, devolvendo à sede do Concelho e à cidade de Fátima, a Magia do Natal.

As ruas e praças das nossas cidades encheram-se para, num ambiente de muita alegria, se viver o sonho desta época mágica. Estas mesmas ruas e praças tiveram um brilho diferente de anos anteriores, com a iluminação de Natal que, pela sua beleza, foi considerada, por muitos, a mais bem conseguida quando comparada com outros concelhos do nosso distrito.

Considero que esta iniciativa foi muito mais que uma aposta ganha, foi um verdadeiro sucesso pelos sorrisos e alegria que imprimiu nos rostos dos ourienses e, acima de tudo, pela dinâmica que causou no comércio tradicional.

Outro dos momentos altos do Ourém Natal Mágico 2018 foi a campanha solidária que culminou com a entrega de mais de 800 brinquedos e material lúdico-didático a cinco instituições do Concelho, o que só revela a generosidade e preocupação dos ourienses com aqueles que mais precisam.

Além dos momentos atrás enunciados, tivemos ainda diversos espetáculos de cariz cultural que contaram com a preciosa colaboração de escolas, associações e IPSS’s do concelho, para quem, vai, desde já, o nosso agradecimento, assim como para a ACISO – Associação Empresarial de Ourém/Fátima, entidade que se associou ao Município deste o primeiro dia, na organização do Ourém Natal Mágico, mais concretamente na implementação da pista de gelo.

O nosso agradecimento vai igualmente para as Juntas de Freguesia de Fátima e Nossa Senhora da Piedade que se associaram a este evento, investindo recursos próprios e empenhando-se de forma genuína para que o Natal Mágico pudesse ser uma realidade.

Demos ainda a possibilidade às crianças de todas as escolas do concelho de participarem deste grandioso evento, trazendo-os até à sede do Concelho para usufruírem das diversas atrações disponíveis.

Um bem-haja a todos quantos tornaram possível a realização do Ourém Natal Mágico 2018 e um obrigado muito especial a todos os que participaram nesta iniciativa e nos ajudaram a celebrar o Natal, com a intensidade que deve ser vivido.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 19:13
link do post | favorito

MUNICÍPIO DE OURÉM FAZ "DECLARAÇÃO DE ANO NOVO"

DECLARAÇÃO DE ANO NOVO

Neste início de ano desejo a todos um ano de 2019 pleno de saúde e de sucessos, pessoais e profissionais.

Fazendo um balanço, ainda que muito sintético, do último ano, quero, neste espaço, agradecer e congratular toda a minha equipa, assim como os funcionários do município, pela forma dedicada, empenhada e profissional com que trabalharam e permitam-me “vestiram a camisola de Ourém”. O percurso tem sido difícil e por vezes extenuante, mas simultaneamente muito gratificante. Basta verificar o que já conseguimos num ano. Poderia elencar os inúmeros projetos, obras e atividades desenvolvidas, assim como problemas resolvidos, mas correria o risco de ser extenuante e maçador, e as mesmas já foram por diversas vezes apresentadas, nomeadamente no balanço do ano de mandato.

Para o futuro reitero a determinação e o afinco com que continuaremos a trabalhar na procura constante do cumprimento da nossa missão, ou seja, “promover o desenvolvimento integrado e sustentável do Município, como um todo, promovendo a qualidade de vida e bem-estar dos cidadãos, o desenvolvimento económico, cultural e social integrado, fomentando a competitividade e sustentabilidade territorial e ambiental tendo por base a aposta no conhecimento, nas tecnologias de informação, comunicação e na qualidade dos serviços prestados, focalizados nas pessoas.”

Ainda neste espaço quero agradecer às múltiplas associações culturais, desportivas e recreativas, às IPSS’s, às comissões das igrejas, aos Bombeiros e Escolas do Concelho pelo dinamismo e empenho demonstrado em prol das populações que servem. Um espelho desta dinâmica são os inúmeros convites recebidos pelo executivo, que agradecemos, e aos quais procurámos sempre responder afirmativamente.

Termino reiterando os votos de um 2019 pleno de sucessos e que todos possamos e saibamos contribuir para a melhoria da qualidade de vida de cada um dos nossos munícipes.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 19:12
link do post | favorito

INÍCIO DE PROCEDIMENTOS PARA CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE TURISMO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO

Foi ontem aprovado em reunião da Câmara Municipal de Ourém, o início de procedimentos para a criação do Conselho Municipal de Turismo e Desenvolvimento Económico.

Com esta iniciativa, pretende-se aproveitar as potencialidades do Concelho de Ourém enquanto destino turístico com a constituição formal de um órgão de estudo, consulta e concertação, no quadro de uma gestão apoiada na audição permanente da sociedade Civil.

Esta plataforma concelhia terá como pretensões 5 tópicos fundamentais:

  • A reunião de um vasto leque de intervenientes na vertente do turismo;
  • A aproximação das políticas autárquicas aos cidadãos em geral;
  • A articulação entre os vários agentes turísticos, públicos e privados com atuação no território,
  • A concertação de ações e iniciativas de interesse municipal e o acompanhamento de projetos comuns às várias entidades;
  • A consolidação dos investimentos e a garantia de qualidade na oferta turística.

A votação favorável e unânime a esta proposta, permitiu assim o início do procedimento para a criação deste órgão e respetivo regulamento.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 14:28
link do post | favorito

MUNICÍPIO DE OURÉM APROVA REDUÇÃO DE 100% NO VALOR DA TARIFA DE LIGAÇÃO DE ESGOTOS DOMÉSTICOS

Foi aprovada na passada reunião de Câmara de 07 de janeiro, uma redução de 100% no valor da tarifa de ligação dos ramais às redes de esgotos domésticos.

Este procedimento tem por base a desejável universalização do acesso aos serviços de saneamento, por razões sociais, ambientais e de saúde pública, promovendo o acesso de todos os cidadãos e empresas do concelho ao serviço de saneamento existente, de acordo com a estratégia definida pela ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 14:26
link do post | favorito

VIGÍLIA FOTOGRÁFICA – DIÓNIS 2017, NO RESTAURANTE CLAUSTRO MONFORTINO DA EHF

A “Vigília Fotográfica” da Diónis, está patente no restaurante Claustro Monfortino, que  voltou à actividade no início deste período letivo, no âmbito da rubrica Arte no Claustro, que pretende juntar o prazer pela gastronomia com o gosto pela arte, trazendo, todos os meses, um artista ao espaço do Restaurante de Aplicação da Escola de Hotelaria de Fátima.

3381925949_1.JPG

A DIÓNIS, TEATRO DE GRUPO, CRL, com sede no Centro Comercial Fatimae, em Fátima, é desde 21 de março de 2015 uma cooperativa do ramo cultural, sem fins lucrativos, que tem como objeto social a produção e promoção de teatro, dança, música, artes performativas, produção audiovisual, bem como a formação … e a realização de atividades culturais e outras conexas que contribuam para a preservação das tradições culturais da região.

3394532679_3.JPG

DIÓNIS, deriva do nome Dionísio, deus do teatro, do vinho e da alegria, na mitologia grega, a quem de diversas formas se pretende prestar tributo.

Não obstante outras iniciativas culturais, o projeto do grupo assenta em três pilares fundamentais:

1-Produção, encenação e apresentação de espetáculos de teatro infantojuvenil, direcionados aos alunos das pré-primárias e ensino básico.

2-Promoção/oferta de uma agenda cultural diversificada para Fátima.

3-Criação de novos públicos, com incidência na população mais jovem da região de Fátima.

3671330614_6 (1).JPG

A “Vigília Fotográfica – DIÓNIS 2017” agora em exposição no “Claustro Monfortino”, foi um concurso de fotografia realizado nos dias 12 e 13 de maio de 2017, em Fátima, por ocasião da vinda do Papa Francisco, no âmbito das comemorações do Centenário das Aparições.

Os objetivos do concurso foram o de contemplar Fátima como local de busca de alimento espiritual necessário à descoberta de razões para viver. Fátima de ação e de petição de graças.

Observar, registar e compreender momentos de fé que levam à superação do ser humano, peregrino, perante o sofrimento e a adversidade.

Promover e partilhar diferentes formas de sentir e diferentes olhares sobre o fenómeno Fátima e sobre a sua mensagem.

Houve 2 Temas a concurso: “Rosto de Fátima” e “Tema Livre”,  tendo sido atribuídos três prémios por tema a concurso, além de uma Menção Honrosa.

Foram apresentadas mais 100 fotografias a concurso, de ambos os temas, e os os trabalhos estiveram expostos nos antigos Paços do Concelho de Ourém.

A INSIGNARE mantém em constante actualização as colecções expostas nesta pequena “galeria” artística, procurando trazer a Arte dentro de portas para os seus alunos e público em geral, potenciando e divulgando sobretudo referências culturais da cidade e da região.

137822064_4.JPG

1892924826_7.JPG

2185537506_2.JPG

2548887937_5.JPG



publicado por Carlos Gomes às 13:28
link do post | favorito

PAN PROPÕE CRIAÇÃO DE VISTOS GREEN

PAN quer facilitar autorização de residência a quem investe em atividades ecológicas e propõe criação de vistos Green

  • Autorização de residência assente em atividades de investimento em projetos ecológicos
  • Investimentos em agricultura biológica não intensiva
  • Contribuição ativa para a implementação do Roteiro para a Neutralidade Carbónica
  • Projetos que incidam no autoconsumo com energias oriundas de fontes renováveis e que promovam investimentos em ecoturismo
  • Dia 10 de janeiro parlamento discute atribuição de “vistos Gold”

No âmbito da discussão agendada para 10 de janeiro sobre a autorização de residência para atividade de investimento, comummente designada por “Golden Visa” ou “Visto Gold”, o PAN, Pessoas-Animais-Natureza, propõe a instituição de um regime de autorização de residência assente em atividades de investimento em projetos ecológicos, os “Vistos Green”.

Desde a sua criação, em 2012, o investimento acumulado totalizou 4.155.454.320,27 euros, com a aquisição de bens imóveis a somar 3.769.059.383,67 euros e a transferência de capital no valor de 386.394.936,60 euros. Tem-se verificado um crescimento do investimento em Portugal nos últimos meses, com uma subida de 41% em Novembro de 2018 e 4% em Outubro, face ao período homólogo do ano anterior, de acordo com dados estatísticos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). Até à data foram atribuídas 6.813 autorizações de residência para atividades de investimento: 2 em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016, 1.351 em 2017 e 1.260 em 2018. Por nacionalidades, a China lidera a atribuição de vistos (4.013), seguida do Brasil (625), Turquia (279), África do Sul (268) e Rússia (237).

Posto isto, o PAN propõe a criação de um regime de autorização de residência assente em atividades de investimento em projetos ecológicos (Vistos Green) respeitantes a qualquer atividade exercida pessoalmente ou através de uma sociedade que conduza à concretização de, pelo menos, uma das seguintes situações em território nacional e por um período mínimo de cinco anos, num montante igual ou superior a 250 000 euros, tais como, investimentos em agricultura biológica não intensiva; projetos que reforcem e contribuam ativamente para a implementação do Roteiro para a Neutralidade Carbónica; a criação de investimentos que incidam no autoconsumo com energias oriundas de fontes renováveis; projetos que apresentem manifestos e elevados padrões de eficiência energética com a obrigatoriedade de consumo de mais de 75% de energia oriunda de fontes 100% renováveis e que promovam investimentos em ecoturismo.

Tendo em conta estes dados e a importância de cimentar uma sociedade multicultural e aberta ao investimento estrangeiro, o PAN considera que este investimento exponencial deveria ser captado e canalizado para projetos de investimento estruturantes nomeadamente de cariz ecológico. Sendo que esta iniciativa terá um impacto significativo no audacioso compromisso assumido pelo Sr. º Primeiro-ministro António Costa, na COP-22, em Marraquexe, sobre a descarbonização da economia portuguesa até 2050, com o lançamento do “Roteiro Nacional de Baixo Carbono 2050” assumindo a urgência de, paulatinamente, se abandonar a dependência das energias fósseis, substituindo-as por outras fontes 100% limpas e renováveis.



publicado por Carlos Gomes às 11:05
link do post | favorito

Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2019
OURÉM REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

Capturar1

Capturar2

Capturar3

Capturar4


tags:

publicado por Carlos Gomes às 10:49
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
15
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

PAN CONSEGUE MAIS DIREITO...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

PAN ACUSA PSD, CDS E PCP ...

PAN CONSEGUE QUE OS ESTUD...

ACABOU O PRAZO INTERNUPCI...

UMA PEÇA, TANTAS HISTÓRIA...

AGROAL CONVIDA A FÉRIAS

PAN GARANTE 1ª VICE-PRESI...

EMIGRANTES NA FREIXIANDA ...

FREIXIANDA EM FESTA CHAMA...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA RECEB...

PAN QUESTIONA COBRANÇA DE...

TOMAR ESTÁ EM FESTA!

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

MUNICÍPIO DE OURÉM DISTIN...

PARLAMENTO EUROPEU: PAN E...

ARTESÃOS DE OURÉM LEVAM A...

FEIRA INTERNACIONAL DE AR...

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ...

PAN QUER QUE GOVERNO APRO...

OURÉM LEVA À FIA O SEU AR...

OURÉM LEVA À FIA O SEU AR...

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE O...

EPO PARTICIPA NA 8ª EDIÇÃ...

ESCOLA DE HOTELARIA DE FÁ...

FREIXIANDA... CHAMA O ANT...

REVISÃO DO PDM DE OURÉM E...

OURÉM: AFIRMAR O PODER LO...

FESTAS DA VILA DA FREIXIA...

OUREENSES MARCAM ENCONTRO...

FESTAS DA VILA DA FREIXIA...

TOMARENSES FESTEJAM EM LI...

OURÉM LEVA À FIA O SEU AR...

MATA MUNICIPAL DE OURÉM C...

OURÉM LEVA OS SEUS BORDAD...

FESTA DOS TABULEIROS EM T...

CÂMARA DE OURÉM CEDE SALA...

QUIM BARREIROS E PEDRO CA...

CHARANGA DA GNR ATUA NA F...

OUREENSES PASSEIAM DE BIC...

FREIXIANDENSES PERCORREM ...

UNIVERSIDADE DE AVEIRO AS...

ALVAIÁZERE PREPARA CELEBR...

RTP2 VAI A ALVAIÁZERE

OURÉM ENSINA A DANÇAR

SANTUÁRIO DE FÁTIMA REALI...

MUNICÍPIO DE OURÉM DISTIN...

ALVAIÁZERE RECEBE VOLTA A...

BEBETECA EM ALVAIÁZERE EN...

ALVAIÁZERE HOMENAGEIA BEB...

arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds