Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.
Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011
CENTENÁRIO DAS APARIÇÕES DE FÁTIMA JÁ TEM HINO

A letra para o hino do centenário das aparições já está escolhida, após a selecção realizada no âmbito do concurso nacional promovido pelo Santuário de Fátima. O autor do trabalho é Marco Daniel Duarte, funcionário da instituição.
“Terei muito gosto em poder ouvir o hino nos lábios dos peregrinos; será para mim uma grande alegria”, afirma, em breve entrevista à Sala de Imprensa do Santuário, Marco Daniel Duarte.
O refrão é da composição é:
Ave o clemens, ave o pia!
Salve Regina Rosarii Fatimae!
Ave o dulcis Virgo Maria!
Concorreram 29 trabalhos. Após apreciação pelo júri, formado pelo reitor do Santuário, pelo P. Vítor Coutinho, pela Profª Doutora Maria Helena da Rocha Pereira, pelo Dr. Vasco Graça Moura e pelo P. Tolentino Mendonça, em reunião realizada a 4 de Fevereiro, foi tomada a decisão unânime, de a composição nº 17 ser a merecedora do primeiro prémio.
Para o reitor do Santuário de Fátima, P. Virgílio Antunes, é possível discernir dois momentos em cada estrofe da composição. “A primeira parte é de carácter mais teológico e evangélico e os últimos versos são sempre referentes à mensagem de Fátima. Em cada estrofe ressalta a figura de Nossa Senhora na história da humanidade e nas aparições de Fátima”.
O autor explica como estruturou o trabalho: “o texto assume que a Mensagem de Fátima tem uma nascente muito límpida que é a Boa Nova de Cristo contida na Escritura. As estrofes do hino têm, de facto, essa estrutura: como Maria apresentou Jesus aos magos e aos pastores, também apresentou, em Fátima, o seu Filho à humanidade; como Maria orava na assembleia cristã, assim continua a interceder pela humanidade... As estrofes finais fazem eco das últimas reflexões dos papas sobre Fátima, incluindo a homilia de Bento XVI, no dia 13 de Maio de 2010”.
Concluída esta fase da selecção da letra, o Santuário iniciará em breve a preparação do concurso para a música do hino.
 “Acima de tudo, pensei nas grandes assembleias de Fátima e na oportunidade de estas virem a cantar a Mensagem de Nossa Senhora a partir dos tesouros da Sagrada Escritura que, na senda do que recomendou o Concílio e continuam a recomendar os documentos actuais da Igreja, devem ser abertos, diria mesmo, escancarados. O texto para mim é uma oração que, como autor, tive o privilégio de ser o primeiro a rezar. Queira Deus possa servir este propósito também às assembleias orantes”, afirma Marco Daniel Duarte, na breve entrevista que se publica de seguida na totalidade.
Entrevista, por LeopolDina Simões, da Sala de Imprensa (SI) do Santuário de Fátima:
SI - Com que sentimento recebeu a informação de ter sido o vencedor do concurso?
Marco Daniel Duarte (MDD)- Fiquei verdadeiramente feliz pela notícia que, obviamente, me surpreendeu. Hesitei muito acerca da participação, mas como já tinha escrito várias composições para serem musicadas para a Liturgia, tive vários incentivos para participar. Estava longe de imaginar que poderia ser escolhido o texto que compus. Pensei nele como um subsídio que viesse a ser musicado a posteriori, já que há uma necessidade premente de textos para a Liturgia e alimentei a convicção de que, passado o momento do concurso, pudesse ser uma composição a utilizar noutra circunstância. Mas o Júri, de inquestionável qualidade, encontrou-o merecedor de ser considerado o hino oficial do centenário das aparições. Terei muito gosto em poder ouvi-lo nos lábios dos peregrinos; será pa ra mim uma grande alegria.
SI - Como pensou estruturalmente o seu trabalho?
MDD - O pensamento que subjaz ao trabalho que submeti a concurso espelha a forma como leio a Mensagem de Fátima: a Virgem Maria faz-se, em Fátima, portadora do Evangelho de Cristo. Por isso, entendi que, cem anos depois das aparições, faria sentido reflectir a Mensagem de Fátima com chave cristológica, através da narrativa dos evangelhos. Procurei tomar as passagens em que nos evangelhos é referida a figura de Maria e fazê-las, através de um paralelismo semântico, desaguar na mensagem de Fátima. Ou, talvez dito de melhor forma, o texto assume que a Mensagem de Fátima tem uma nascente muito límpida que é a Boa Nova de Cristo contida na Escritura. As estrofes do hino têm, de facto, essa estrutura: como Maria apresentou Jesus aos magos e aos pastores, também apresentou, em Fátima, o seu Filho à humanidad e; como Maria orava na assembleia cristã, assim continua a interceder pela humanidade... As estrofes finais fazem eco das últimas reflexões dos papas sobre Fátima, incluindo a homilia de Bento XVI, no dia 13 de Maio de 2010.
SI - E quanto à forma?
MDD - Do ponto de vista formal, o texto organiza-se em 13 quadros, número que, obviamente, não foi tomado ao acaso e pretende ser uma referência ao dia das aparições. Senti que, para melhor explanação de algumas linhas de conteúdo, me fosse mais favorável recorrer ao verso decassilábico que usei com bastante simplicidade no que respeita aos esquemas de rima e com algum cuidado no que respeita à prosódia.
SI - Em termos de mensagem e de trabalho pastoral, como pensou a composição que apresentou?
MDD - Acima de tudo, pensei nas grandes assembleias de Fátima e na oportunidade de estas virem a cantar a Mensagem de Nossa Senhora a partir dos tesouros da Sagrada Escritura que, na senda do que recomendou o Concílio e continuam a recomendar os documentos actuais da Igreja, devem ser abertos, diria mesmo, escancarados. O texto para mim é uma oração que, como autor, tive o privilégio de ser o primeiro a rezar. Queira Deus possa servir este propósito também às assembleias orantes.
SI - Disse que já escreveu composições para serem musicadas para a Liturgia. Como avalia esta área?
MDD - Estou inteirado da premente necessidade que os compositores musicais sentem de ter textos para o canto, uma vez que, para além do meu currículo académico, trabalho pastoralmente no âmbito da Liturgia e da Música na Liturgia. Há muitos anos que me encontro ligado a estas temáticas, nomeadamente no Secretariado de Liturgia da Diocese da Guarda (donde sou oriundo e à qual continuo ligado), no qual integro a Comissão de Pastoral Litúrgica e a de Música Sacra, e nas várias paróquias e comunidades que tenho servido. Em Portugal, como noutros países, fez-se um caminho com muito interesse, ao longo do século XX. Esse caminho está ainda por estudar; tem momentos de assimetria, mas há produção de muita qualidade que passa por nomes que todos cantamos e que, na maioria das vezes, estão perpassados de grande espiritualidade bíblica e litúrgica. Embora nem todos, não são raros os poemas que a Liturgia assume que se encontram eivados da mística e da poética da contemporaneidade e, até, da eternidade. Tenho pena que não se trabalhe mais nesta matéria.
SI - Para finalizar, o que propõe o refrão do hino do centenário?
MDD - O refrão que proponho faz eco de uma das orações mais queridas do Povo de Deus, referindo-se a Maria como “Rainha” e “Mãe de Misericórdia”. O regulamento apontava que o refrão do hino pudesse ser em latim, em virtude da universalidade dos crentes que se reúnem em Fátima. Para mim, Nossa Senhora de Fátima é de facto a Mãe “clemente”, “piedosa” e “doce”. Fátima apresenta uma reflexão eclesiológica muito maturada sobre a figura de Maria, figura que a teologia católica lê como co-redentora na economia da Salvação. Assim leio eu a visita que Maria faz à humanidade, através de três crianças, num específico tempo e lugar.
Esta é uma visão muito pessoal, mas, olhando para a história de Fátima – com os seus vários episódios, entre os quais o da coroação da Imagem de Nossa Senhora, o de essa coroa ter uma especial jóia incrustada (uma bala, sinal de guerra, mas também sinal de intervenção divina sobre a história humana) – vejo na Virgem de Fátima a Mulher que contemplamos com as palavras da “Salve Rainha”.

 

Mestra do Anúncio, Profecia do Amor

Hino do centenário das aparições de Fátima

 

1.

Ouvindo o arauto da Mensagem,

Ó terra eleita que o Espírito lavra,

Também dizemos: oh! cheia de graça,

Sois serva e mensageira da Palavra.

Saudada por todas as gerações:

Feliz entre as mulheres, sois, Maria!

Bendito o Anjo que Vos precedeu:

Custódia, como vós, da Eucaristia.

 

Ave o clemens, ave o pia!

Salve Regina Rosarii Fatimae!

Ave o dulcis Virgo Maria!

 

2.

Os pastores e os magos acorreram,

Louvando tão alta maternidade.

Como eles, de Vós, queremos Cristo

Que do Céu trazeis à humanidade.

A palavra de Jesus, Verbo Eterno,

Guardáveis toda em Vosso Coração,

Refúgio triunfante para os homens

Que fazem penitência e oração.

 

3.

No templo apresentastes Vosso Filho

E o anúncio da espada ecoou:

Dor que jorra da Cruz do Homem-Deus,

Dor que sobre a azinheira ressoou.

Ensinando a excelsa Sabedoria,

Encontrastes Jesus entre os doutores;

Mensagem que ensinais à multidão,

Pedindo a conversão dos pecadores.

 

4.

Felizes seios, benditas entranhas,

Que geraram Jesus, o Salvador!

Alimentam a Igreja e o mundo,

Pregando o Evangelho do Amor.

Solícita nas núpcias dos esposos:

“Fazei tudo que Ele Vos disser”;

Pregão que sai do alto da azinheira

Por Vossos lábios, ó Nova Mulher.

 

5.

Dolorosa, de pé, junto ao Madeiro,

Gerastes, no Calvário, a humanidade;

As dores desse parto Vos trouxeram

Ao mundo que tem ânsia da verdade.

A alegria da gloriosa Páscoa

Sentistes, Virgem pura, ó Mãe Santa!

Vitória sobre o mal Vós nos pedis

– Eis a mensagem que Fátima canta.

 

6.

No meio da Igreja que nascia

Recebestes o Espírito dos céus;

Viestes missionária à nossa terra,

Proclamando as maravilhas de Deus.

Junto com os discípulos de Cristo,

Oráveis na assembleia dos cristãos

E continuais orando pelo mundo,

A Deus levantais, ternas, Vossas mãos.

 

7.

Gozando das primícias do Reino,

Habitais a Jerusalém do Céu

Donde viestes para nos falar,

‘stendendo sobre nós benigno véu.

À direita de Cristo, sois rainha

Ornada de ouro fino de esplendor;

P’ra lá nos qu’reis levar, ó Mãe bendita!

Àquela luz que é Deus, o Deus do Amor.

 

8.

Vós sois, Senhora, a Mãe do Rosário,

Sois a Mãe da Alegria e da Luz,

A Mãe das Dores e a Mãe da Glória,

Mãe do Messias-Cristo que é Jesus.

Todos os dias seguimos, Senhora,

Vossa admirável recomendação:

Contemplar Jesus Cristo no Rosário

Para alcançar a eterna Salvação.

 

9.

A Deus queremos nós oferecer-nos

E os sofrimentos todos suportar;

Orando pelo vigário de Cristo,

A vida plena ansiamos alcançar.

Reparando as vidas do pecado,

Suplicando, chorando nossas dores,

Dizemos: “Jesus, é por Vosso amor

E pela conversão dos pecadores”.

 

10.

Visitastes o Povo que nasceu

Das águas do baptismo redentor,

Pedindo penitência e oração,

Pedindo conversão ao Deus-Amor.

Meditando de Cristo os mistérios,

Proclamando a mensagem que Deus faz

– É o mandato que trazeis, Senhora,

Para que o mundo inteiro alcance a paz.

 

11.

Senhora do Rosário, ao Vosso nome,

Erguemos a capela, em oração;

Unidos à Igreja Universal,

Nela louvamos Cristo, Novo Adão.

Nela louvamos Cristo, nossa luz,

Com a chama da fé em nossa mão.

E as mãos alvas que alevantamos

São símbolo da paz e do perdão.

 

12.

Rezamos pela paz no mundo inteiro

Em Fátima, no Vosso Santuário,

Que é terra da paz, Cova da Iria,

Ó Virgem Mãe, Senhora do Rosário!

O Vosso Coração Imaculado

Doce refúgio é do pecador:

Triunfo para glória da Trindade,

Cantando a Civilização do Amor.

 

13.

Visitando os pequenos, as crianças,

Mostrais desígnios de misericórdia.

Erguendo a Vossa cátedra, Senhora,

Chamais o ser humano à concórdia.

Ensinando as verdades eternas

e a arte de orar, crer e amar,

Em Fátima, sois mestra, sois doutora,

Sois de Deus profecia, em Vosso altar.

 

Fonte: Sala de Imprensa do Santuário de Fátima



publicado por Carlos Gomes às 13:41
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

FEIROURÉM 2018 – INSCRIÇÕ...

FOLCLORE JUNTA AMIGOS EM ...

ALVAIÁZERE EXPÕE MÚSICAS ...

ALVAIÁZERE CELEBRA O 25 D...

DEPUTADO DO PAN, ANDRÉ SI...

OURÉM COMEMORA O 25 DE AB...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

VEREADORES SOCIALISTAS VO...

VEREDORES SOCIALISTA DE O...

JÁ SOAM OS TAMBORES - NÓS...

MUNICÍPIO DE ALVAIÁZERE P...

ALVAIÁZERE CELEBRA ABRIL

MUSEU MUNICIPAL DE ALVAIÁ...

ALVAIÁZERE COMEMORA DIA I...

JORNALISTA E ARTESÃ DESVE...

FORMIGAIS REALIZA FESTA D...

TOMAR REALIZA MOSTRA INTE...

ALVAIÁZERE ALERTA CONTRA ...

OURÉM COMEMORA O 25 DE AB...

MUNICÍPIO DE ALVAIÁZERE A...

ESCRITOR ALFREDO DE SOUSA...

FESTA DO LIVRO DE OURÉM 2...

VERDES EXIGEM ABERTURA DE...

COMISSÃO ALARGADA DA CPCJ...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA RECEB...

MUSEU DE MARINHA EXPÕE SO...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

OURÉM REÚNE EXECUTIVO MUN...

RICARDO E ANTÓNIO CAPITÃO...

VEREADOR RUI VITAL ASSUME...

ALVAIÁZERE ACELERA NEGÓCI...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

MÁSCARA IBÉRICA VAI VOLTA...

ABIUL REALIZA FEIRA TAURI...

PARTIDO “OS VERDES” EXIGE...

MUNICÍPIO DE OURÉM APROVA...

ALVAIAZERENSES PRATICAM Y...

ALVAIÁZERE DESMISTIFICA O...

ALVAIÁZERE COMEMORA DIA D...

ALVAIÁZERE PROMOVE ALIMEN...

SOLIDARIEDADE JUNTA OUREE...

FESTIVAL DE GASTRONOMIA "...

CÂMARA DE OURÉM APROVA DE...

OURÉM ABRE INSCRIÇÕES PAR...

ANDREA BOCELLI EM FÁTIMA ...

ANTIGO COMBATENTE JAIME F...

BOMBEIROS DA FREIXIANDA P...

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ...

MUNICÍPIO DE OURÉM COMPRA...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

arquivos

Abril 2018

Março 2018

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds