Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.
Segunda-feira, 4 de Junho de 2018
PAN ASSINALA DIA MUNDIAL DO AMBIENTE COM CONJUNTO DE INICIATIVAS LEGISLATIVAS
  • Introdução dos crimes ambientais nas competências do DIAP e criação de secções especializadas;
  • Criação da carreira especial de Vigilante da Natureza;
  • Estabelecimento de zonas de refúgio de presas silvestres nas áreas povoadas pelo lobo ibérico.

Assinalando o Dia Mundial do Ambiente que se celebra amanhã, o PAN – Pessoas-Animais-Natureza – dará entrada de um pacote de quatro iniciativas legislativas que visam reforçar a investigação de crimes ambientais, regular e criar a carreira especial dos Vigilantes da Natureza e proteger o lobo-ibérico, garantindo-lhe alimento.

As duas primeiras medidas apresentadas pelo PAN têm como objetivo a criação de secções de Ambiente no Departamento de Investigação e Ação Penal(DIAP) e a introdução dos crimes ambientais no seu elenco de competências, nomeadamente os crimes de incêndio florestal, danos contra a natureza e poluição.

Nos últimos meses Portugal foi assolado por incêndios florestais calamitosos, com mais de uma centena de pessoas que perderam a vida, milhares animais mortos, substanciais prejuízos financeiros e danos incalculáveis nos ecossistemas, bem como pela contaminação dos recursos hídricos espalhados pelo nosso país, com especial destruição na bacia hidrográfica do Tejo, provocada pela utilização de fertilizantes e pesticidas na agricultura convencional e pelas pecuárias intensivas – nomeadamente suiniculturas –, as celuloses, as águas residuais urbanas e outras descargas de efluentes não tratados.

“Esta destruição e criminalidade passam-se num quadro de desrespeito e incumprimento da lei, no qual se continua a contaminar e destruir o ambiente impunemente”, explica André Silva, Deputado do PAN na Assembleia da República.

Pretende-se que os crimes de dano contra a natureza pela sua complexidade e relevância, passem a ser investigados junto do DIAP, o qual deverá constituir uma secção especializada nesta matéria e determiná-la como uma das temáticas prioritárias da sua área de atuação, só assim sendo possível alterar esta realidade de impunidade.

Ainda com vista à proteção da natureza, a terceira iniciativa do PAN visa a criação de uma carreira especial dos Vigilantes da Natureza. A insuficiência destes vigilantes e o desinvestimento nesta profissão têm também contribuído para este clima de impunidade e consequente destruição da fauna e flora nacionais.

Estes profissionais têm funções de vigilância, fiscalização e monitorização do ambiente e recursos naturais, cabendo-lhes zelar pelo cumprimento da lei, desenvolvendo patrulhamentos terrestres e aquáticos contínuos em estreita colaboração com as comunidades locais. Face à inegável importância do trabalho que desenvolvem e à urgência de valorizar esta profissão, o PAN pretende a criação da carreira especial dos Vigilantes da Natureza, com a atualização do seu conteúdo funcional, o descongelamento de vagas e a abertura de concursos para promoção da carreira de Vigilante da Natureza, a definição de horários específicos, a revisão do regulamento de uniformes, assim como o reforço de meios operacionais e de formação.

Ainda, e pela importância do lobo-ibérico em Portugal como espécie com estatuto de ameaça “Em Perigo” e a única com legislação nacional especifica de proteção, que também é protegida a nível europeu, o PAN quer que nas áreas povoadas pelo lobo ibérico existam obrigatoriamente zonas de refúgio de presas silvestres.

A expansão das alcateias é determinada, para além de outros fatores ecológicos, pela disponibilidade de presas, preferencialmente espécies silvestres. No entanto, quando estas não estão disponíveis os lobos acabam por procurar alimento nas espécies domésticas mais vulneráveis, com prejuízos para quem as detém, verificando-se que a principal causa de morte dos lobos-ibéricos está maioritariamente relacionada com a sua perseguição ilegal.

Com esta medida, pretende-se fomentar a diversidade e abundância das populações de presas silvestres, aumentando a capacidade do ecossistema em suprir as necessidades tróficas do lobo-ibérico, eliminando assim a necessidade de caçar espécies domésticas.

“A nossa visão sempre foi a de pensar e apresentar medidas integradas. É impossível descolar a proteção dos recursos naturais nacionais da melhoria dos quadros legais, da investigação criminal e da proteção das espécies que habitam o nosso território. Estas propostas apresentadas no âmbito do Dia Mundial do Ambiente vêm precisamente reforçar o trabalho que temos vindo a desenvolver nesse sentido”, conclui André Silva.



publicado por Carlos Gomes às 16:41
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

OURÉM REÚNE EXECUTIVO MUN...

SOCIALISTAS DE OURÉM ELEG...

"O ANJO DE PORTUGAL" DA E...

6 NOMES DE ALUNOS E EX-AL...

CHORUS AURIS COMEMORA 46º...

CIENTISTA ANTÓNIO GALOPIM...

INSIGNARE ASSINA PROTOCOL...

MANUEL CARGALEIRO EXPÕES ...

PAN QUER PORTUGUESES A PE...

FILARMÓNICA DE OLIVENÇA D...

BANDA DE VILAR DE PRAZERE...

MUNICÍPIO DE OURÉM ESTÁ A...

CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM...

AGRICULTORES CONCENTRAM-S...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

MUNICÍPIO DE OURÉM CELEBR...

CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM...

COMUNIDADE SIKH DE PORTUG...

ALVAIÁZERE HOMENAGEIA COM...

"(RE)CONHECER OURÉM" ABRE...

CONSOLATA MUSEU EXPÕE "CA...

PAN NEGOCEIA ALTERAÇÕES A...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA ACOLH...

AGENDA CULTURAL DE NOVEMB...

MUNICÍPIO DE ALVAIÁZERE A...

MUNICÍPIO DE ALVAIÁZERE A...

MUNICÍPIO DE ALVAIÁZERE M...

ESPETÁCULOS DE CIRCO DEIX...

OURÉM REÚNE EXECUTIVO MUN...

A INSIGNARE VAI CRESCER E...

CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM...

LIGA DOS AMIGOS DOS BOMBE...

PAN QUER INTÉRPRETES DE L...

PAN QUER RECUPERAR EMBALA...

MUNICÍPIO DE ALVAIÁZERE E...

REFORMA DA FLORESTA VAI E...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

JOVENS FOLCLORISTAS REÚNE...

GUITARRISTA LEIRIENSE REP...

OURÉM REÚNE EXECUTIVO MUN...

INSIGNARE COLABORA NA ELA...

BANDAS FILARMÓNICAS REALI...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

BOMBEIROS DE OURÉM PROMOV...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA EDITA...

MANUEL CARGALEIRO EXPÕE E...

CEPAE DÁ FORMAÇÃO SOBRE C...

JOVENS FOLCLORISTAS REÚNE...

CÂMARA DE OURÉM APROVA VO...

PAN QUER IMPEDIR CONFINAM...

arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds