Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.

Sexta-feira, 18 de Maio de 2018
OURÉM PROMOVE FÉRIAS ARQUEOLÓGICAS

O Museu Municipal de Ourém leva a efeito a 9ª Edição das Férias Arqueológicas de 02 a 06 de julho de 2018 das 9h30-12h30 / 13h30-16h3O na  Vila Medieval de Ourém – Castelo e Paço do Conde.

Capturar1

A 9ª edição das Férias Arqueológicas, surge integrada nos trabalhos arqueológicos que irão decorrer no âmbito do projeto de “Reabilitação do Castelo e Paço do Conde de Ourém e sua adaptação para espaços museológicos”, dando continuidade aos trabalhos iniciados na 8ª edição de 2017.

Organização: Município de Ourém | Museu Municipal de Ourém

Limite máximo de 8 inscrições | Destinatários > 15 anos

Participação gratuita | Inscrições obrigatórias

Inscrição prévia até 15 de junho, no Museu Municipal – Casa do Administrador, de terça-feira a domingo dos 10h00-13h00 e das 14h00-18h00, encerra à segunda-feira.

Telm: 919 585 003 ׀ Telef: 249 540 900 (ext: 6831) - email:museu@mail.cm-ourem.pt "



publicado por Carlos Gomes às 11:03
link do post | favorito

Terça-feira, 16 de Dezembro de 2014
OURÉM APRESENTA RESULTADOS DA CAMPANHA ARQUEOLÓGICA NA CAPELA DE SÃO SEBASTIÃO NA ATOUGUIA

De 4 a 14 de agosto de 2014, a capela de São Sebastião, em Atouguia, foi alvo de uma campanha arqueológica contou com a participação de 16 voluntários, jovens e adultos, ao abrigo do programa municipal “Férias Arqueológicas”.

FeriasArqueologicas2

As escavações realizadas neste templo do município trouxeram novos e interessantes dados sobre a sua história, com destaque para os seguintes: foram encontrados materiais arqueológicos como cerâmicas (do século XVI ao século XVIII) e moedas (do século XV ao início do século XVIII), que apontam para uma baliza cronológica entre final do período medieval e o final da época moderna (1453-1789). O templo foi continuamente utilizado como espaço funerário por uma comunidade composta por indivíduos de ambos os sexos, com várias idades e sem lesões acentuadas a nível osteológico. Tendo em conta que em 1984 foi decretada a proibição e enterramentos no interior e adro das igrejas, por votivos de saúde pública, o espaço funerário terá sido selado em meados do século XIX.

Visita Férias Arqueológicas (30)-net

Há ainda indícios de que o templo terá sofrido várias vicissitudes, sendo submetido a sucessivas reconstruções ao longo dos séculos.

Estas e outras informações podem ser consultadas integralmente nos relatórios científicos da responsabilidade da arqueóloga Seara Rei e da antropóloga Sandra Assis, disponíveis no núcleo de documentação do Museu Municipal de Ourém – Oficina do Património, bastando endereçar pedido de acesso pelo email museu@mail.cm-ourem.pt.

A investigação deverá prosseguir com novas etapas de estudo, uma vez que continuam a existir muitas descobertas por fazer e dúvidas por esclarecer.

Férias Arqueológicas



publicado por Carlos Gomes às 11:14
link do post | favorito

Sexta-feira, 10 de Outubro de 2014
ALUNOS DE OURÉM ASSISTEM A AULA DE ARQUEOLOGIA

O depósito encontrado na década de 60 no Cabeço de Maria Candal, em Freixianda, foi o tema da conferência sobre arqueologia, que teve lugar ontem no auditório dos Paços do Concelho.

conf. arqueologia 006-net

Perante uma plateia composta, na sua maioria, por alunos do ensino secundário, Raquel Vilaça, docente de Arqueologia e Artes na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, começou por explicar o que é a arqueologia, e transportou os presentes numa viagem no tempo, até há “3 mil anos atrás”.

Sobre o tema “Arqueologia em Ourém. Camponeses, artesãos e viajantes de há 3000 anos", a oradora, responsável pelo estudo deste espólio (composto por quatro machados, um punhal, um escopro e uma pinça), publicado em 2012 na revista “O Arqueólogo Português”, apresentou algumas perspetivas sobre o modo como as populações que utilizavam estes objetos viviam. “Tratava-se, fundamentalmente de uma população composta por camponeses, agricultores e criadores de gado. Habitavam em casas perecíveis, alimentavam-se sobretudo de cereais, sabiam trabalhar o barro e a tecelagem e eram artesãos do metal”.

Segundo a investigadora, dos objetos encontrados, a tenaz/pinça “assume um papel importantíssimo”, na medida em que, “segundo se conhece, é caso único em toda a península ibérica”.

A comunicadora deixou o repto para as entidades competentes desenvolverem estudos sobre este assunto devido à importância dos lugares arqueológicos do concelho de Ourém, nomeadamente os achados de Espite, um conjunto com 32 peças em metal, datados de há 3700 anos.  

Presente no início da sessão, Paulo Fonseca, presidente da Câmara de Ourém, agradeceu à oradora o seu contributo nesta matéria, pois, “só pode ter um futuro quem tem um passado bem consolidado”, lembrando o conjunto de iniciativas levadas a cabo pelo Município com o objetivo de “valorizar o património da nossa terra”.

conf. arqueologia 024-net



publicado por Carlos Gomes às 15:56
link do post | favorito

Sábado, 4 de Outubro de 2014
RAQUEL VILAÇA REALIZA EM OURÉM CONFERÊNCIA SOBRE ARQUEOLOGIA

ARQUEOLOGIA EM OURÉM

Camponeses, artesãos e viajantes de há 3000 anos

09 de outubro às 14h30

No Auditório dos Paços do Concelho de Ourém

Conferência por RAQUEL VILAÇA

Professora da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Acesso gratuito

Museu Municipal de Ourém: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.: 249540900 (6831) | tlm: 919585003 | 910502917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 17:55
link do post | favorito

Segunda-feira, 29 de Setembro de 2014
OURÉM PROMOVE CONFERÊNCIA SOBRE ARQUEOLOGIA

ARQUEOLOGIA EM OURÉM

Camponeses, artesões e viajantes de há 3000 anos

Conferência por RAQUEL VILAÇA

Professora da Faculdade de Letras

da Universidade de Coimbra

09 de outubro às 14h30

Auditório dos Paços do Concelho de Ourém

Acesso gratuito

Museu Municipal De Ourém

Horário de funcionamento: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.: 249540900 (6831) | tlm: 919585003 | 910502917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 07:52
link do post | favorito

Segunda-feira, 15 de Setembro de 2014
MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM PROMOVE VISITA À CAPELA DE SÃO SEBASTIÃO NA ATOUGUIA



publicado por Carlos Gomes às 00:10
link do post | favorito

Sexta-feira, 15 de Agosto de 2014
OURÉM EFETUA ESCAVAÇÕES ARQUEOLÓGICAS NA CAPELA DE SÃO SEBASTIÃO, NA ATOUGUIA

De 4 a 14 de agosto decorre a sétima edição do projeto “Férias arqueológicas” em Ourém. É a primeira campanha arqueológica realizada na capela de São Sebastião, em Atouguia, e conta com a participação de 20 voluntários, jovens e adultos, neste projeto municipal de valorização do património cultural.

Férias Arqueológicas

Os trabalhos arqueológicos neste monumento, propriedade do Município de Ourém, são mais uma etapa do programa de patrimonialização da ruína. Depois de uma fase inicial de pesquisa bibliográfica e documental e da consolidação de várias estruturas em risco, a atual campanha arqueológica compreende trabalhos de limpeza do interior da capela, o estudo da arqueologia da arquitetura (levantamento das paredes no exterior) e três sondagens arqueológicas, sob a coordenação de técnicos de arqueologia, antropologia física e conservação e restauro.

FeriasArqueologicas1

FeriasArqueologicas2



publicado por Carlos Gomes às 19:12
link do post | favorito

Sexta-feira, 4 de Julho de 2014
OURÉM ORGANIZA FÉRIAS ARQUEOLÓGICAS

VII FÉRIAS ARQUEOLÓGICAS

1ª Campanha: de 04 a 08 de agosto

2ª Campanha: de 11 a 14 de agosto

CAPELA DE SÃO SEBASTIÃO – ATOUGUIA

Horário: 9h30 às 12h30 / 13h30 às 16h30

Participantes: > 14 anos (Limitado a 10 por campanha)

Inscrições gratuitas até 25 de Julho

no Museu Municipal de Ourém

Horário de funcionamento: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.:249540900 (6831) | tlm: 919585003 | 910502917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Sábado, 28 de Junho de 2014
OURÉM ORGANIZA FÉRIAS ARQUEOLÓGICAS

VII FÉRIAS ARQUEOLÓGICAS

1ª Campanha: de 04 a 08 de agosto

2ª Campanha: de 11 a 14 de agosto

CAPELA DE SÃO SEBASTIÃO – ATOUGUIA

Horário: 9h30 às 12h30 / 13h30 às 16h30

Participantes: > 14 anos (Limitado a 10 por campanha)

Inscrições gratuitas até 25 de Julho

no Museu Municipal de Ourém

Horário de funcionamento: terça-feira a domingo – das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel.:249540900 (6831) | tlm: 919585003 | 910502917 | museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 15:05
link do post | favorito

Terça-feira, 11 de Junho de 2013
ONDE PÁRAM OS ACHADOS ARQUEOLÓGICOS DE ESPITE?

Existe um núcleo museológico em Melgaço?

É notória a falta de sínteses sobre a pré-história do Norte de Portugal, mormente no tocante à Idade do Bronze. Excepção feita à dissertação de doutoramento do Doutor Vítor de Oliveira Jorge que apenas aflora, como é óbvio, o Alto Minho, dois trabalhos nos serviram de base para estas linhas: o de Savory, publicado em 1951 na Revista de Guimarães e o de Philine Kalb apresentado em 1979 ao I Seminário de Arqueologia do Noroeste Peninsular.

Destes, o primeiro é um repositório de locais e achados do chamado Bronze Atlântico em toda a Península, enquanto o segundo, polémico mas profundo, vem pôr sérios problemas que bem merecem uma cuidada atenção por parte dos pré-historiadores portugueses.

Dado que, como atrás foi dito, é nossa intenção elaborar um ponto da situação e não apresentar conclusões sólidas, vejamos quais os principais achados da Idade do Bronze conhecidos no Alto Minho.

Esconderijo da Carpinteira

Bouça da Carpinteira – S. Paio – Melgaço;

5 machados de talão, duplo anel e dupla canedura;

2 com cabeço de fundição;

Sem vestígios visíveis de uso;

Depositados nos Museus Soares dos Reis e de Belém.

Bibl.:Portugália, II, 1945, pg. 475

Achados de Viçosa

Monte da Viçosa – Roussas – Melgaço;

1 machado de alvado, uma ponta de lança;

Machado com um só anel;

Ponta de lança fragmentada na parte do alvado.

Bibl.:Studium Generale, IX, 1961, pgs. 94-99

Retirado de:

Elementos para o Estudo da Idade do Bronze no Alto Minho

Por: José Augusto Maia Marques

http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/7917.pdf

E SE AS PEÇAS REGRESSASSEM A CASA?

O hábito, no séc. XIX, de os próprios arqueólogos trocarem entre si, ou entre as instituições museológicas a que estavam ligados, peças arqueológicas, é igualmente responsável pela sua dispersão, como sucede, por exemplo, com os materiais do depósito de Espite (Ourém) (Veiga, 1981), uns pertencentes ao Museu Santos Rocha, outros ao Museu Nacional de Arqueologia; ou o de Carpinteira (Melgaço) (Fortes, 1905-1908b), cujas peças se encontram distribuídas pelo Museu Municipal de Viana do Castelo, Museu Nacional de Soares dos Reis e Museu Nacional de Arqueologia.

Retirado de:

Depósitos de Bronze do Território Português – Um debate em aberto

Separata de O ARQUEÓLOGO PORTUGUÊS

Lisboa,2006

Por: Raquel Vilaça

Fonte: http://iasousa.blogs.sapo.pt/



publicado por Carlos Gomes às 12:35
link do post | favorito

Quarta-feira, 21 de Novembro de 2012
OURÉM: AUTARCAS VISITAM OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO DA ESTRADA NACIONAL 113-1

O executivo municipal visitou no passado dia 14 de novembro as obras realizadas na Estrada Nacional 113-1 em Seiça, Ourém. Esta visita permitiu analisar o andamento das obras e avaliar alguns pontos críticos que se encontram em processo de resolução.

Seiça - 1

Acompanhado pelo Presidente da Junta de Freguesia de Seiça, Custódio Henriques, o Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. Paulo Fonseca, e a restante comitiva iniciaram a visita junto ao entroncamento de Alcaidaria, visto ser um local onde ocorrem vários acidentes rodoviários. Foi analisada a necessidade de ser construída uma rotunda, projeto esse que, segundo o Dr. Paulo Fonseca, “se encontra a ser terminado para apresentar às Estradas de Portugal que também já foram convidadas a visitar o entroncamento”. De seguida foi possível verificar as obras de alargamento da estrada e os novos passeios fundamentais para a mobilidade e segurança dos peões. Em determinadas zonas, o Município de Ourém decidiu realizar mais obras e solicitar outras ao empreiteiro em obra, comparativamente ao que estava inicialmente estipulado no projeto. São exemplos a colocação de um gradeamento de proteção na parte exterior do passeio junto à igreja de Seiça para garantir a segurança dos peões, a colocação de calçada em detrimento de pavê para sublinhar a dignidade desta zona nobre da freguesia, assim como, a renovação da rede de abastecimento de água em toda a extensão da via a cargo da Veolia.

Seiça - 2

Os vários achados arqueológicos encontrados num terreno adquirido pelo Município de Ourém para alargamento da via, em frente à sede da Junta de Freguesia de Seiça, justificaram a apresentação de um projeto de financiamento à ADIRN, que foi entretanto aprovado, e que resultará na construção de um museu arqueológico. Junto ao cruzamento da Junta de Freguesia será ainda construída uma variante com um novo trajeto até ao entroncamento com a estrada que efetua a ligação a Caxarias, que será por sua vez convertido em rotunda.

As obras de alargamento da Estrada Nacional 113-1 implicaram processos de expropriação a alguns proprietários com os quais foi possível estabelecer acordos, processo que tem levado ao atraso na conclusão da empreitada. Todavia, existe ainda um processo onde não foi possível obter acordo até ao momento.

A visita terminou com a apresentação de projetos para dois terrenos que foram adquiridos por anteriores executivos com o objetivo de aí construir a futura escola de Seiça (projeto entretanto anulado com a construção do novo Centro Escolar Ourém Nascente). O primeiro terreno, junto à sede do Grupo Desportivo e Cultural de Seiça, será alvo de um protocolo a assinar com a associação para construção de um campo de futebol de praia e estacionamento de veículos. O segundo terreno, também adquirido pelo anterior executivo para a construção da escola, noutro local, está já a sofrer obras de requalificação e limpeza para a criação de um futuro parque de lazer.

O bom andamento das obras e a convicção de que todos os problemas detetados serão solucionados a curto prazo, leva o Município de Ourém a acreditar que as obras na Estrada Nacional 113-1 estarão concluídas em 2013.

Seiça - 3



publicado por Carlos Gomes às 19:25
link do post | favorito

Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2012
AGROAL EM DESTAQUE NO "PORTUGAL ROMANO"

O site “Portugal Romano” dedicado à arqueologia romana em Portugal acaba de dar destaque ao Agroal, fazendo referência à sua ocupação humana desde a antiguidade. O AUREN transcreve o artigo.

Povoado do Agroal (Formigais, Ourém)

timthumb

Existem testemunhos da ocupação humana do Agroal desde os tempos pré-históricos até aos nossos dias. Ao ar livre edificou-se o povoado com ocupação do Neolítico, Idade do Bronze e do Ferro, Romano e Idade Média.

O Sítio arqueológico localiza-se num ponto destacado, usufruindo de um bom domínio da paisagem, e encontra-se dividido por esporão e um cabeço interior adjacente sobre o rio nabão.

O povoado foi escavado nos anos 80 por Katina Lillios (1) que colocou a descoberto duas linhas de muralhas, cuja fragilidade da conservação é visível.

O povoado está coberto por densa vegetação dificultando a percepção da área que ocupa; contudo são visíveis algumas cerâmicas à superfície. Está localizado nas proximidades do Abrigo do Agroal e Agroal I. (Igespar)

Nascente do Agroal

Nascente de água que rebenta em golfadas de entre as rochas, origina um forte caudal que é uma das principais fontes de alimentação do rio Nabão. As suas águas muito frias, radioactivas, mineralizadas e de agradável sabor contêm inúmeras propriedades medicinais, devido às quais esta fonte se tornou famosa desde tempos remotos e sempre muito concorrida e apreciada.

A sua água bicarbonatada e sulfatada cálcica, cloretada, é aconselhada para tratamento de doenças de estômago, intestinos e de pele, pelo que, ao longo dos século, várias empresas se têm constituído com vista ao seu aproveitamento, sendo o alvará datado de 13 de Agosto de 1918.

termas-do-agroal

(1) Katina Lilios – Antropóloga norte-americana. O seu trabalho dá-nos uma visão do importantíssimo contributo que a Antropologia pode oferecer à Arqueologia. Realizou em 2006 um conceito original: Comparative Archeologies. Autora de um importante estudo sobre as placas de xisto ibéricas – http://algarvivo.com/arqueo/arqueologos/lilios.html

Bibliografia

ARKEOS. Vale do Nabão do Neolítico à Idade do Bronze (1997)

Achegas para a carta arqueológica – Tomar/Portugália (1995)

Carta Arqueológica do Concelho de Ourém (2006)

Competition to fission: the copper to Bronze age transition in the lowlands of west-central Portugal (3000-1000 b.C.)/Competition to fission: the copper to Bronze age transition in the lowlands of west-central Portugal(3000-1000 b.C.) (1991)

Desestruturação e complexização: aspectos e problemas da 1ª Idade do Bronze na “Península de Lisboa”/Turres Veteras IV – Actas de Pré-história e História Antiga (2002)

Excavations at Bronze Age settlement of Agroal/Yale Graduate Journal of Antropology (1989)

Neolitização do Vale do Nabão (1988)

O povoamento do Vale do Nabão e o seu enquadramento (do Neolítico Inicial à Idade do Bronze).

O rio Nabão há 4000 anos. O povoado da Fonte Quente e o mais antigo povoamento, no vale do Nabão/Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar (1992)

Preliminary results from the 1988 excavations at Agroal/Old World Archaeology Newsletter (1989)

Results from the second season of excavations at Agroal (1989)/Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar (1991)

Results from the second season of excavations at Agroal/Old World Archaeology Newsletter (1989)

Vale do Nabão: Do Neolítico à Idade do Bronze (1996)

Sites consultados

www.igespar.pt

Fonte: http://www.portugalromano.com/



publicado por Carlos Gomes às 22:25
link do post | favorito

Quarta-feira, 2 de Novembro de 2011
CONGRESSO DE HISTÓRIA E PATRIMÓNIO DA ALTA ESTREMADURA REALIZA-SE EM OURÉM

Mais de uma centena de congressistas reuniram-se no passado fim-de-semana em Ourém, durante três dias consecutivos, no Cine-Teatro Municipal de Ourém, para debater os mais variados temas relacionados com a Arqueologia, História, História da Arte, Património Cultural e Património Natural da nossa região. Tratou-se do 1º Congresso de História e Património da Alta Estremadura, uma iniciativa conjunta do Centro do Património da Estremadura (CEPAE), do Município de Ourém e do Centro de Formação "Os Templários" que contou ainda com a colaboração da Associação Fátima Cultural (AFAC), Associação de Defesa do Património Al-Baiaz, Associação dos Amigos do Mosteiro de Alcobaça e Património e Desenvolvimento da Nazaré.

feira sta_iria_congresso_visita_31_10_2011 012[1]

A importância do conhecimento da história e património para a identidade local e para o desenvolvimento regional, nomeadamente no que ao distrito de Leiria e concelho de Ourém diz respeito, constituiu o mote para a realização do O 1º Congresso de História e Património da Alta Estremadura, que se realizou no passado fim de semana e que contou com a participação de mais de uma centena de participantes ao longo dos três dias de trabalhos.

A sessão de abertura contou com a presença do Presidente daCâmara Municipal de Ourém, Dr. Paulo Fonseca, que além dos votos de “conclusões sólidas e capazes de valorizar uma região com fortes potencialidades”, expressou ainda o desejo de que o congresso “tenha a capacidade de criar um hábito de reflexão, discussão e promoção da História e Património da Alta Estremadura” exigindo que esta iniciativa seja a primeira de muitas neste âmbito. De seguida,o Presidenteda Comissão Executiva do congresso e do Centro do Património da Estremadura (CEPAE), Dr. Joaquim Ruivo, e o Dr. João Pedro Bernardes da Comissão Científica, valorizaram a promoção da investigação e o desenvolvimento de estudos sobre a História e Património regional, bem como a variedade e abrangência das diversas comunicações apresentadas no congresso. De facto, as temáticas abordadas no congresso versaram sobre Arqueologia, História, História da Arte, Património Cultural e Património Natural.

No primeiro dia do congresso, além das conferências inaugurais, foi possível apreciar a exposição fotográfica “Memórias com Presente: Património Rural de Fátima e Ourém” apresentada pela Associação Fátima Cultural(AFAC).

O segundo dia de trabalhos terminou com a apresentação do livro “O Diário “Perdido” da autoria do Dr. MárioRui Simões Rodriguesque apresenta o registo histórico da viagem de José Cornide por Espanha ePortugal no anode 1772, onde constam descrições da sua passagem pelazona de Leiriae arredores.

A sessão de encerramento do 1º Congresso de História e Património da Alta Estremadura foi presidida pelo Vice-Presidente daCâmara Municipal de Ourém, Dr. José Alho cuja declaração “enalteceu o trabalho desenvolvido por todos os intervenientes na organização desta iniciativa e reforçou a convicção de que o sucesso da primeira edição só poderia resultar na construção de uma dinâmica de futuro capaz de desenvolver novos projectos e afirmar sem hesitações uma nova atitudeem relação à Históriae Património da Alta Estremadura”.

feira sta_iria_congresso_visita_31_10_2011 018[1]

feira sta_iria_congresso_visita_31_10_2011 047[1]

feira sta_iria_congresso_visita_31_10_2011 209[1]

feira sta_iria_congresso_visita_31_10_2011 431[1]



publicado por Carlos Gomes às 15:32
link do post | favorito

Terça-feira, 25 de Outubro de 2011
REALIZA-SE EM OURÉM NO PRÓXIMO FIM-DE-SEMANA O 1º CONGRESSO DE HISTÓRIA E PATRIMÓNIO DA ALTA ESTREMADURA

CongressoHistoriaPatrimAltaEstremadura2011

Ourém vai receber no próximo fim-de-semana o 1º Congresso de História e Património da Alta Estremadura que terá lugar no Cine-Teatro Municipal de Ourém. Trata-se de uma iniciativa conjunta do Centro do Património da Estremadura (CEPAE), doMunicípio de Ouréme do Centro de Formação "Os Templários", visando o desenvolvimento de diversas temáticas, tais como Arqueologia; História; História da Arte; Património Cultural; Património Natural. As sessões são creditadas pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua (15 horas - 0,6 créditos).

Programa

28 de Outubro

17:30 Sessão de abertura

29 de Outubro

8:45 – Recepção aos participantes

Sala Piso 0

9:00 Sessão 2 — Arqueologia

9:05 O Habitat Pré-histórico de Castelo da Loureira (Alvaiázere): Problemática e Interpretação

Rui Santos eAlexandra Figueiredo

9:30 Alguns dados inéditos da pré-história e proto-história dos concelhos de Castanheira de Pêra e Figueiró dos Vinhos, sua correlação com a arqueologia da serra da Lousã e serra da Estrela

Nuno Ribeiro,Anabela Joaquinito eAntónio S. Pereira

9:55 A Idade do Bronze na Alta Estremadura: depósitos metálicos e sua conexão com o espaço

Raquel Mariada Rosa Vilaça

10:20 Reminiscências das sociedades metalúrgicas nalgumas grutas do nordeste estremenho

Ana Graça

10:45 Questões

11 – 11:15 Pausa

11:15 Sessão 4 — Arqueologia

11:15 Arqueologia no Nordeste do Distrito de Leiria: O Povoado Fortificado de N.ª S.ª dos Milagres/Castelo Velho – (I.ª Fase Bronze Final/Bronze Final e I.ª Idade do Ferro) – Pedrógão Grande

José Costa Santos

11:40 Organização política, territórios e economia na transição entre a Idade do Bronze e a Idade do Ferro na Alta Estremadura

Paulo Félix

12:05 O monte do Castelo (Ourém): conhecimentos actuais

Jaqueline Pereira eSofia Ferreira

12:30 O projecto de investigação arqueológica do Núcleo do Castelo de Leiria: enquadramento, objectivos e resultados

Vânia Carvalho e Isabel Inácio

12: 50 Questões

13:00 Encerramento da manhã:   Almoço

14:30 Sessão 6 — Arqueologia

14:30 Olaria Romana do Morraçal da Ajuda, Peniche: Uma “indústria” da Lusitânia litoral

Guilherme Cardoso, Eurico Sepúlveda, Severino Rodrigues e Inês Ribeiro

14:50 De indígenas a Romanos: o caso da família dos Sulpícios da Região de Leiria

João Pedro Bernardes

15:10 O sitio dos Cortiçais: naufrágio de época romana na costa meridional de Peniche

Jean-Yves Blot e António Dias Diogo

15:30 A villa Romana da Columbeira – Bombarral

Guilherme Cardoso, Eurico de Sepúlveda, Severino Rodrigues, Inês Ribeiro, Luísa Batalha

15:50 Ruim sítio, ruins ares e vizinhança de brejos”: modelização e reconstituição da evolução da lagoa de Óbidos entre o Período Clássico e a Idade Moderna

Alexandre Monteiro e Sérgio Pinheiro

16: 15 – 16:30 Pausa

16:30 Sessão 8 — Arqueologia / Património Cultural e Natural

16:30 Roteiros arqueológicos de Peniche-Berlengas, proposta de um projecto

Paulo Costa e Jorge Russo

16:50 “O Último Pezeiro” – Vivências de uma época na Mata do Urso

Maria Luísa Marques Batalha Santos

17:10 Da arte sineira à linguagem dos sinos: a relevância de património material e imaterial a preservar. O caso da fundição de sinos da Boca da Mata (Alvaiázere)

Maria Adelaide Furtado

17:30 Dos moinhos de vento às torres eólicas: contextualização do aproveitamento da energia eólica no âmbito do património natural e cultural na região de Sicó

João Forte, Sérgio Medeiros, Lucinda Silva, Hugo Neves, Gustavo Medeiros, Pedro Alves, Carlos Ferreira, Marise Silva, Cláudia Neves, Hugo Mendes

18:10 A Casa-Museu Afonso Lopes Vieira [CMALV] em S. Pedro de Moel como núcleo de um património cultural

Cristina Nobre

18.30 – Fim da sessão

30 de Outubro

9:00 Sessão 10 — Património Cultural e Natural

9:05 Visão Patrimonial de Ourém na perspectiva de gestão autárquica de Turismo e Cultura

João Fiandeiro Santos e Luís Mota Figueira

9:30 Centro Interpretativo de Atouguia da Baleia: Um Projecto Museológico Participativo

Raquel Janeirinho, Rui Venâncio e Jorge Martins

9:55 O Museu do Hospital e das Caldas: uma visão assistencial

Tânia Jorge e Dora Mendes

10:20 O Museu da Nazaré: da identidade à problematização das representações do mar

Dóris Santos

10:45 A região da Alta-Estremadura: património(s) e identidade(s)

Fernando Paulo Oliveira Magalhães

Nota: Por imperativos organizativos, esta comunicação será apresentada na Sessão 3, às 12:15 de sábado (Piso1).

A esta hora será apresentada a comunicação A Misericórdia do Alvorge no século XVIII, por Manuel Augusto Dias

11: 10 Questões

11:15 – 11:30 Pausa

11:30 Sessão 12 — Património Cultural e Natural

11:30 Alvaiázere – um património sócio-económico e cultural ancorado na pedra calcária: um contributo para a sua identificação e divulgação

Maria José Marques Rosa de Guanilho Duarte

11:55 A Vegetação Autóctone dos Concelhos da Alta Estremadura

Mário Fernandes Lousã e José Carlos Costa

12:20 Questões

12:30 – 13.15 Sessão de Encerramento



publicado por Carlos Gomes às 15:11
link do post | favorito

Quinta-feira, 20 de Outubro de 2011
OURÉM RECEBE 1º CONGRESSO DE HISTÓRIA E PATRIMÓNIO DA ALTA ESTREMADURA

CongressoHistoriaPatrimAltaEstremadura2011-net

1.º Congresso de História e Património da Alta Estremadura

28, 29 e 30 de Outubro

Cine-teatroMunicipal de Ourém

Organizado pelo CEPAE - Centro do Património da Estremadura e pela Câmara Municipal de Ourém o Congresso pretende ser um contributo para o desenvolvimento da consciência da importância da História e do Património para a identidade local e para o desenvolvimento regional. A área geográfica abrangida pelas comunicações é o Distrito de Leiria e o Concelho de Ourém. Em termos temáticos, comporta as seguintes secções:

  • Arqueologia;
  • História;
  • História da Arte;
  • Património Cultural;
  • Património Natural.

Programa detalhado e inscrições em http://alta-estremadura.net/

A inscrição é obrigatória e carece do pagamento de 5 euros até 1 de Outubro e 10 euros ente 2 e 15 de Outubro. Estão isentos do pagamento os participantes com comunicação, os estudantes, os desempregados e os pensionistas com pensões inferiores ao salário mínimo.



publicado por Carlos Gomes às 00:47
link do post | favorito

Segunda-feira, 10 de Outubro de 2011
CONGRESSO DE HISTÓRIA E PATRIMÓNIO DA ALTA ESTREMADURA REÚNE-SE EM OURÉM

CongressoHistoriaPatrimAltaEstremadura2011-net

1.º Congresso de História e Património da Alta Estremadura

28, 29 e 30 de Outubro

Cine-teatroMunicipal de Ourém

Organizado pelo CEPAE - Centro do Património da Estremadura e pela Câmara Municipal de Ourém o Congresso pretende ser um contributo para o desenvolvimento da consciência da importância da História e do Património para a identidade local e para o desenvolvimento regional. A área geográfica abrangida pelas comunicações é o Distrito de Leiria e o Concelho de Ourém. Em termos temáticos, comporta as seguintes secções:

  • Arqueologia;
  • História;
  • História da Arte;
  • Património Cultural;
  • Património Natural.

Programa detalhado e inscrições em http://alta-estremadura.net/

A inscrição é obrigatória e carece do pagamento de 5 euros até 1 de Outubro e 10 euros ente 2 e 15 de Outubro. Estão isentos do pagamento os participantes com comunicação, os estudantes, os desempregados e os pensionistas com pensões inferiores ao salário mínimo.



publicado por Carlos Gomes às 00:45
link do post | favorito

Quinta-feira, 6 de Outubro de 2011
OURÉM ACOLHE CONGRESSO DE HISTÓRIA E PATRIMÓNIO DA ALTA ESTREMADURA

CongressoHistoriaPatrimAltaEstremadura2011-net

1.º Congresso de História e Património da Alta Estremadura

28, 29 e 30 de Outubro

Cine-teatroMunicipal de Ourém

Organizado pelo CEPAE - Centro do Património da Estremadura e pela Câmara Municipal de Ourém o Congresso pretende ser um contributo para o desenvolvimento da consciência da importância da História e do Património para a identidade local e para o desenvolvimento regional. A área geográfica abrangida pelas comunicações é o Distrito de Leiria e o Concelho de Ourém. Em termos temáticos, comporta as seguintes secções:

  • Arqueologia;
  • História;
  • História da Arte;
  • Património Cultural;
  • Património Natural.

Programa detalhado e inscrições em http://alta-estremadura.net/

A inscrição é obrigatória e carece do pagamento de 5 euros até 1 de Outubro e 10 euros ente 2 e 15 de Outubro. Estão isentos do pagamento os participantes com comunicação, os estudantes, os desempregados e os pensionistas com pensões inferiores ao salário mínimo.



publicado por Carlos Gomes às 00:09
link do post | favorito

Terça-feira, 19 de Abril de 2011
OURÉM ASSINALA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS SENSIBILIZANDO PARA A SALVAGUARDA DO PATRIMÓNIO

O Município de Ourém assinalou ontem o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios com a realização de diversas iniciativas que visaram sensibilizar os munícipes para a necessidade de salvaguardar o património, apresentando nomeadamente propostas e acções práticas de intervenção. Tratou-se de um programa extenso e diversificado que contemplou, entre outras, a apresentação e discussão pública do projecto de recuperação da Capela da Perucha, a realização das férias arqueológicas no centro histórico de Ourém e o debate subordinado ao tema “Conservar bem para melhor preservar” que teve lugar no Museu Municipal de Ourém.

Capela da Perucha

Capela da Perucha vai ser recuperada

O mote para o arranque da celebração foi lançado no dia 17 de Abril, na capela da Perucha, na Freixianda, local onde decorreu a sessão de apresentação e discussão pública do projecto de salvaguarda deste imóvel religioso contemplado no Plano Director Municipal como valor patrimonial edificado.

A apresentação decorreu da resposta do Município ao pedido de apoio solicitado pela Comissão da Fábrica da Igreja de Freixianda para a recuperação deste imóvel. O projecto apresentado foi realizado por uma equipa multidisciplinar do Município e contempla as seguintes valências: inventário e avaliação do interesse patrimonial do imóvel; definição do conceito de intervenção e do programa funcional; concepção do projecto de arquitectura, especialidades e paisagismo do espaço envolvente; e plano de conservação e restauro.

A acção de apresentação e esclarecimento foi iniciada porAndré Henriques, da Comissão de recuperação do templo.

O Vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. José Alho, fez um enquadramento da participação do Município, ficando a apresentação do projecto a cargo da equipa técnica responsável pelo projecto, contando para isso com a colaboração do Dr. Manuel Neves, em representação do apoio técnico prestado pelo Grupo de Trabalho para o Património Cultural de Ourém.

A sessão contou ainda com as presenças de representantes da Junta e da Assembleia de Freguesia da Freixianda, tendo registado a participação da população e de outros cidadãos sensibilizados para a importância da salvaguarda do património edificado.

Capela da Perucha (1)

“Conservar bem para melhor preservar”

Acontece no Museu1

“Conservar bem para melhor preservar” foi o tema em debate no “Acontece no Museu” que ontem decorreu noMuseu Municipal deOurém.

A Drª Eulália Subtil, Mestre em Conservação e Restauroe docente na Universidade Católica do Porto, partilhou com os presentes alguns conhecimentos e boas práticas para os gestores de património, dando a conhecer alguns exemplos de como se deve intervir e o que não se deve fazer em prol da preservação dos patrimónios.

Um dos conselhos que deixou foi no sentido de que “procurem sempre pessoas entendidas neste assunto”, sublinhando que “é importante a comunidade em geral saber porquê, como e quem vai realizar a intervenção”, uma vez que nesta área “não há tanto espaço para pessoas de boas intenções”.

Por seu turno, o Vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém, Dr. José Alho, destacou a importância desta sessão para a manutenção e conservação da memória colectiva do Município, trabalho que tem sido levado a cabo, em grande parte, pelos serviços da autarquia que se dedicam a esta área.

Acontece no Museu2

A imagem regista o momento da intervenção do Dr. José Alho.

Acontece no Museu

A Drª Eulália Subtil explicando os métodos de restauro.

 

Férias arqueológicas no Centro Histórico de Ourém

FRIAS%~1

As Férias arqueológicas decorrem no centro histórico de Ourém até ao próximo dia 29 de Abril, constituindo a sexta edição deste projecto de escavações arqueológicas em período de férias lectivas, contando este ano com a participação de uma dezena de jovens.

Trata-se de uma iniciativa que tem privilegiado o centro histórico de Ourém como palco de intervenção com vista a conhecer melhor o local que simboliza a génese do Município, sintonizada com a execução do projecto de reabilitação das calçadas do Centro Histórico, promovendo a interacção dos alunos e interessados com o património arqueológico.



publicado por Carlos Gomes às 20:02
link do post | favorito

Segunda-feira, 18 de Abril de 2011
Começam hoje as Férias arqueológicas

FeriasArqueologicas11-net



publicado por Carlos Gomes às 00:05
link do post | favorito

Domingo, 17 de Abril de 2011
Actividades culturais de Segunda a Quarta-feira

FeriasArqueologicas11-net

Férias Arqueológicas 2011

18 a 29 de Abril

Centro Histórico de Ourém - Calçadas Históricas

Férias Desportivas da Páscoa

18 a 20 de Abril

Acontece no Museu:  “Conservar bem para melhor preservar” com Eulália Subtil

Integrado nas comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

(Escola de Artes – Universidade Católica do Porto)

21h00

semanasanta11-net

Semana Santa

21h00: Celebração Penitencial

Igreja Nª Sr.ª das Misericórdias



publicado por Carlos Gomes às 08:00
link do post | favorito

Segunda-feira, 21 de Março de 2011
Férias em Ourém com a arqueologia

FeriasArqueologicas11-net

Férias Arqueológicas 2011

Centro Histórico de Ourém - Calçadas Históricas

Participação gratuita

Inscrições abertas (limitadas a 15 pessoas), até 31 de Março.

Público-alvo: Maiores de 13 anos.

Inscrições: Museu Municipal – Casa do Administrador

De Terça a Domingo das 9h30-12h30 e das 14h00-18h00



publicado por Carlos Gomes às 14:08
link do post | favorito

Quinta-feira, 17 de Março de 2011
Arqueologia promete férias diferentes...

FeriasArqueologicas11-net

Férias Arqueológicas 2011

Centro Histórico de Ourém - Calçadas Históricas

Participação gratuita

Inscrições abertas (limitadas a 15 pessoas), até 31 de Março.

Público-alvo: Maiores de 13 anos.

Inscrições: Museu Municipal – Casa do Administrador

De Terça a Domingo das 9h30-12h30 e das 14h00-18h00



publicado por Carlos Gomes às 23:24
link do post | favorito

Segunda-feira, 14 de Março de 2011
Agenda de Eventos Culturais em Março e Abril

Março

 

Março

Galeria Municipal

Até 27 de Março

Exposição de pintura e escultura “Uma Nova Visão”

De Clo Bougard e Rita Roque

*Entradas Gratuitas

Biblioteca Municipal

Até 31 de Março

Exposição “Memórias da Livraria e Editora Som da Tinta: um espaço de cultura e debate”

Durante anos o espaço do ‘Som da Tinta’ foi um dos palcos da cultura oureense, promovendo actividades e editando obras.

Segunda a Sexta das 9h00 às 18h00

Sábado das 9h30 às 13h00

*Entradas gratuitas.

Cine-Teatro Municial

19 Março

Filme ‘O Turista’

21h30

24 e 25 de Março

Cenourém 2011

Exibição da peça “A Bela Adormecida”

Pela Insignare – Escola Profissional de Ourém

21h30

26 de Março

cartaz3luamel2-net2

 “Três em Lua de Mel”

Uma divertida comédia de Henrique Santana e Ribeirinho

Com Marina Mota e Carlos Cunha

21h00

Reservas/bilheteira: 249 544 315

Outros

20 de Março

cartaz espite

Passeio Pedestre “Espite 800 anos de história”

09h00

Concentração na Junta de Freguesia de Espite

*Entradas gratuitas.

21 a 25 de Março

Semana das Florestas

Semana das Florestas

Dia 21 – 10h00: Abertura Oficial do Ano Internacional das Florestas

Dia 22: Comemoração do Dia Mundial da Água

Dia 26: - 10h00: Saída de Campo – Agroal

            Concentração: Paços do Concelho

            21h30: visionamento do documentário “Floresta, fogo e vida”

            Auditório dos Paços do Concelho

Todos os dias:

Oficinas pedagógicas

Exposição “Biodiversidade” na Biblioteca Municipal de Ourém

*Entradas gratuitas.

21 a 27 de Março

feiralivro2011b4

Feira do Livro

Teatro, poesia, música, sessões de autógrafos, hora do conto …

Praça D. Maria II (Junto aos Paços do Concelho)

2ª a 5ª das 10h às 18h

6ª e Sábado das 10h às 24h

Domingo das 10h às 19h

*Entradas gratuitas.

Abril

Museu Municipal

01 a 29 de Abril

Oficina Pedagógica “Descobrir a Floresta”

- Dramatização de um conto de fantoches, seguido de um jogo alusivo ao mesmo tema.

- “Vamos vestir a nossa árvore”.

- Pinturas faciais ou modelagem de balões

- Local de realização – Museu Municipal de Ourém

“A Floresta” de Sophia de Mello Breyner

- História Dramatizada

- Movimento Criativo

- Construção de um abrigo para anões e duendes

- Local de realização - Mata Municipal António Pereira Afonso ou Agroal

Público-alvo: Ensino pré-escolar e primeiro ciclo do ensino básico

Limite de participantes: máximo 30/mínimo 5.

Preço por grupo: 5€

Caso seja solicitado as Oficinas Pedagógicas poderão deslocar-se às escolas (preço por grupo 10€)

Inscrições no Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel: 249 540900 (ext. 6831), tlm: 919585003, e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt

2 de Abril de 2011

Oficina Pedagógica “Pintura Experimental”

Conduzida por Nuno Gaivoto.

Das 10h00 às 13h00 – Sessão expositiva: Esta sessão fará alusão à história, às técnicas, aos movimentos artísticos e à experiência do monitor. Esta abordagem será complementada com documentos audiovisuais e observação de telas.

Das 14h00 às 18h00 - Sessão prática: Integrará o exercício de pintura praticado pelos participantes e coordenado pelo monitor.

Público-alvo: Maiores de 12 anos.

Inscrições no Museu Municipal de Ourém de terça a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

Contactos: tel: 249 540900 (ext. 6831); tlm: 919585003; e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt.

Custo: 12€ (com acesso ao material e direito ao trabalho final). O pagamento poderá ser efectuado em cheque ou numerário.

Data limite de inscrição: dia 31 de Março de 2011.

Limite de participantes: máximo 15 mínimo 5 (se o número de inscrições for inferior a 5 a iniciativa não se realizará).

8, 15, 22 e 29 de Abril

Ciclos de Cinema

21h30

O mês de Abril é dedicado ao realizador Francisco Manso, que conta com uma longa e produtiva carreira iniciada na década de 70 e com um vasto currículo que inclui várias produções premiadas internacionalmente. Além de curtas e longas-metragens realizadas para cinema e televisão na área da ficção, com natural destaque para “O Testamento do Sr. Nepomuceno” (1997), é sobretudo uma figura incontornável no panorama do cinema documental português.

Memórias de um rio – Avieiros, nómadas do Tejo (dia 1), A grande aventura (dia 8), Portugal e o Japão – Uma longa história (dia 15) e As mulheres da Serra de Montemuro (dia 29).

*Entradas gratuitas.

9 de Abril, 30 de Abril e 7 de Maio

Oficina de Teatro Infantil

Oficina de teatro infantil ministrada pela oureense Dora Conde (Grupo de Teatro Apollo) destinada aos mais novos. Cada sessão tem a duração de 2h30 e o custo de €3.

Público-alvo: Crianças entre 6 e 13 anos. Inscrição obrigatória.

Museu Municipal de Ourém, 10h00.

Formação em sessões individuais. Cada sessão: €3.

Inscrições: museu@mail.cm-ourem.pt; 919585003.

As sessões só se realizam com um mínimo de 10 inscrições.

18 de Abril

Acontece no Museu

“Conservar bem para melhor preservar” com Eulália Subtil

(Escola de Artes – Universidade Católica do Porto)

21h00

*Entradas gratuitas.

Biblioteca Municipal

01 a 29 de Abril

Fora da Estante: 25 de Abril

Mostra bibliográfica de publicações referentes ao 25 de Abril que fazem parte do acervo documental da Biblioteca Municipal de Ourém.

De segunda a sexta das 9h00 às 18h00. Sábado das 9h30 às 13h00.

*Entradas gratuitas.

1 de Abril a 6 de Maio

Exposição “Imagens de Abril”

Exposição composta por cartazes e fotografias relativas ao 25 de Abril de 1974 e às suas comemorações ao longo dos anos.

De segunda a sexta das 9h00 às 18h00. Sábado das 9h30 às 13h00.

*Entradas gratuitas.

30 de Abril, às 17h00

 (Con)Tributos

Convidado: Coronel Sousa e Castro

O encontro com o porta-voz do Conselho da Revolução realizar-se-á à volta do livro “Capitão de Abril, Capitão de Novembro” onde o escritor dá a conhecer as suas memórias e desvenda segredos de dois dos momentos mais marcantes da história recente de Portugal: o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975.

O encontro culminará com uma sessão de autógrafos.

*Entradas gratuitas.

Galeria Municipal

02 a 31 de Abril

Exposição de Pintura “Portugal no Mundo”

Exposição dos alunos de Artes do Centro de Estudos de Fátima.

De terça a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

*Entradas gratuitas.

Cine-Teatro Municipal

07 e 08 de Abril

Cenourém

“A menina do Mar”

Pela Escola Secundária de Ourém

Centro de Negócios

01, 08, 15, 21 e 29 de Abril

Oficina de Expressões Artísticas

Das 18h00 às 20h00

Inscrições: (pagamento de 20€ no acto de inscrição) Casa do Administrador - Museu Municipal de Ourém Tel: 249 540 900 (ext. 6831). Tlm. 919 585 003. e-mail: museu@mail.cm-ourém.pt

Público-alvo: Jovens, adultos, animadores culturais, professores, educadores e todos os que procuram expandir o seu potencial artístico.

Outros

16 e 17 de Abril

Passeios Fotográficos de Ourém

Parque Natural das Pegadas dos Dinossáurios

Actividade de componente formativa e lúdica, que se irá desenrolar ao longo de 2011. Uma vez por mês haverá lugar a um workshop temático sobre aspectos técnicos da Fotografia. Informação detalhada no site da autarquia.

Formador: António Catarino (http://www.amcatarino.com/)

Custo por sessão: €10.

Das 14h00 às 18h00

Entrega de certificado por workshop e diploma por curso completo.

16 e 17 de Abril

Olival Motorizado

Olival – Junto à sede do CCRO

Organização: Centro Cultural e Recreativo do Olival

18 a 29 Abril de 2011

FeriasArqueologicas11-net

Férias Arqueológicas 2011

Centro Histórico de Ourém - Calçadas Históricas

Participação gratuita

Inscrições abertas (limitadas a 15 pessoas), até 31 de Março.

Público-alvo: Maiores de 13 anos.

Inscrições: Museu Municipal – Casa do Administrador

De Terça a Domingo das 9h30-12h30 e das 14h00-18h00.

museu@mail.cm-ourem.pt ; telm. 919585003; telf. 240 540 900 (extensão 6830)

17 de Abril, 17h00

Apresentação e discussão pública do projecto de recuperação da Capela da Perucha

Na Capela da Perucha (Freixianda)

Apresentação do programa de intervenção para o templo, composto por projecto de arquitectura, plano de conservação e restauro e programa de interpretação.

22 e 23 de Abril

III Torneio 24 horas Futsal

Pavilhão Desportivo de Freixianda

18h00

Organização: Bombeiros Voluntários de Ourém – Secção da Freixianda

Semana Santa - Programa

17 a 23 de Abril

Domingo de Ramos: dia 17 de Abril

15h00: Celebração dos Passos.

Igreja Nª Sr.ª das Misericórdias

18h30: Concerto coral: Grupo Coral do Cercal (Ourém), Chorus Auris (Ourém), Coro Gregoriano da Universidade Sénior de Ourém

Igreja de Nª Srª das Misericórdias

Segunda-feira, dia 18 de Abril

21h00: Celebração Penitencial

Igreja Nª Sr.ª das Misericórdias

Quinta-feira: dia 21 de Abril

20h30: Celebração da Ceia do Senhor, com rito do lava-pés.

Igreja Nª Srª das Misericórdias

Sexta-feira, dia 22 de Abril

09h00: Canto de Laudes

15h00: Via-sacra ao vivo e procissão do Senhor Morto

Igreja Nª Srª das Misericórdias

Sábado Santo, dia 23 de Abril

09h00: Canto de Laudes

22h00: Celebração da solene Vigília Pascal

Igreja Nª Sr.ª das Misericórdias

Domingo de Páscoa, dia 24 de Abril

11h00: Celebração pascal seguida de procissão do Senhor Ressuscitado, com a presença de todas as confrarias da Paróquia d N.Srª das Misericórdias

Igreja Nª Srª das Misericórdias



publicado por Carlos Gomes às 17:25
link do post | favorito

Domingo, 12 de Dezembro de 2010
Estela funerária de Rio de Couros

estela funerária

A imagem mostra a estela funerária, da época romana, encontrada em Rio de Couros e actualmente exposta na Biblioteca municipal de Ourém, cuja epígrafe seguidamente reproduzimos:

D.M.S. / PRISCINO PRISCI. F. CONTUBE / RNALES / F. C. S. T. T. L.

VENISTI / AVE LEGISTI VALE

 

Tradução:

Consagrado aos Deuses Manes

A Priscípio, filho de Prisco, os seus colegas mandaram fazer (esta lápide)

Que a terra te seja leve.

Salvé, tu que chegaste! Tu que leste passa bem!

 

citações: http://o.castelo.vai.nu/miradouro/



publicado por Carlos Gomes às 00:10
link do post | favorito

Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010
A não perder...

25 de Setembro

Visita às Calçadas Históricas

Jornadas Europeias do Património e do Dia Internacional do Turismo

Visita às calçadas históricas da “Mulher Morta” e “Carapita”.

15 horas

Local: Junto à Capela de Santo Amaro

A visita será comentada pelos técnicos intervenientes na recuperação das calçadas históricas.

 

26 de Setembro

VI Rota dos Pinheiros

Passeio de BTT e passeio pedestre

08h00

Local: Associação Social e Cultural de Fontainhas (Seiça)

Organização: Associação Social e Cultural e  de Fontainhas (Seiça) - BTT Clube dos Pinheiros

 

citações: http://o.castelo.vai.nu/miradouro/



publicado por Carlos Gomes às 11:56
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

15
17
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

OURÉM PROMOVE FÉRIAS ARQU...

OURÉM APRESENTA RESULTADO...

ALUNOS DE OURÉM ASSISTEM ...

RAQUEL VILAÇA REALIZA EM ...

OURÉM PROMOVE CONFERÊNCIA...

MUSEU MUNICIPAL DE OURÉM ...

OURÉM EFETUA ESCAVAÇÕES A...

OURÉM ORGANIZA FÉRIAS ARQ...

OURÉM ORGANIZA FÉRIAS ARQ...

ONDE PÁRAM OS ACHADOS ARQ...

OURÉM: AUTARCAS VISITAM O...

AGROAL EM DESTAQUE NO "PO...

CONGRESSO DE HISTÓRIA E P...

REALIZA-SE EM OURÉM NO PR...

OURÉM RECEBE 1º CONGRESSO...

CONGRESSO DE HISTÓRIA E P...

OURÉM ACOLHE CONGRESSO DE...

OURÉM ASSINALA DIA INTERN...

Começam hoje as Férias ar...

Actividades culturais de ...

Férias em Ourém com a arq...

Arqueologia promete féria...

Agenda de Eventos Cultura...

Estela funerária de Rio d...

A não perder...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds