Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.

Terça-feira, 4 de Setembro de 2018
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA PROLONGA EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA "O MEU ANJINHO DA GUARDA"

A exposição temporária “O MEU ANJINHO DA GUARDA” patente em Fátima, no Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, desde o passado mês de junho, vai continuar a estar patente até ao dia 30 de setembro.

image001

A iniciativa partiu da Liga de Amigos do Museu, desafiando os alunos do 1.º e 2.º ciclos do Ensino Básico de Fátima a enviarem um desenho criativo e original da figura do Anjo da Guarda, procurando, entre outros objetivos, valorizar a criatividade e o imaginário infantil, promover o sentido e os valores da vida cristã nas crianças e estimulá-las a expressar as suas vivências e conhecimentos adquiridos sobre o tema, através da elaboração de desenho.

image005

Quarenta trabalhos de  mais de uma centena de crianças que responderem ao desafio, encontram-se expostos, estando as molduras e legendas colocadas ao nível da altura das crianças.

Durante as férias foram muitas as crianças a participar nas oficinas de pintura, onde após a visita à exposição também quiseram pintar o "seu anjinho da guarda".

Período das visitas: De terça a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

image004



publicado por Carlos Gomes às 10:22
link do post | favorito

Sexta-feira, 1 de Junho de 2018
FÁTIMA EXPÕE "O MEU ANJINHO DA GUARDA"

No próximo dia 2 de junho, pelas 16h00, abrirá ao público oficialmente, a exposição temporária “O MEU ANJINHO DA GUARDA”.

image001

A iniciativa partiu da Liga de Amigos do Museu, desafiando os alunos do 1.º e 2.º ciclos do Ensino Básico de Fátima a enviarem um desenho criativo e original da figura do Anjo da Guarda, procurando, entre outros objetivos, valorizar a criatividade e o imaginário infantil, promover o sentido e os valores da vida cristã nas crianças e estimulá-las a expressar as suas vivências e conhecimentos adquiridos sobre o tema, através da elaboração de desenho.

Maria Alisha, de 10 anos, foi selecionada para a curadoria, colaborando na disposição dos trabalhos expostos. É fundamentalmente uma exposição de crianças para crianças, estando as molduras, trabalhos e legendas colocadas ao nível da sua altura.

Para a inauguração, haverá um Chá com Arte, onde a curadora da exposição estará à conversa com os participantes e será servido a habitual infusão dos Aromas de Oureana e dos biscoitos da Doce Oureana.

A exposição estará patente até ao dia a 26 de agosto, de terça a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.



publicado por Carlos Gomes às 15:12
link do post | favorito

Sexta-feira, 18 de Maio de 2018
ALVAIÁZERE COMEMORA SEMANA DA FAMÍLIA E DOS MUSEUS

Capturar1

final

 



publicado por Carlos Gomes às 10:05
link do post | favorito

Sexta-feira, 11 de Maio de 2018
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA REALIZA INICIATIVAS NA NOITE EUROPEIA DOS MUSEUS

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, irá promover diversas iniciativas nos próximos dias 18 e 19 de maio no âmbito do Dia Internacional e Noite Europeia dos Museus.

image009

No dia 18, sexta-feira, Dia Internacional dos Museus, sob o tema proposto pelo ICOM “Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”, o Consolata Museu propõe VISITAS GUIADAS NO STOP de hora a hora entre as 10h00 e as 17h00, sublinhando as diferentes paisagens culturais que as coleções nos podem transportar através dos contactos missionários pelo mundo: áfrica, europa, américa e ásia. Nesse dia será efetuada a abertura da conta Instagram do Museu, bem como a nova imagem do seu blogue.

No sábado, dia 19, o museu irá juntar-se à “Noite Europeia dos Museus”, onde centenas de museus da Europa estarão abertos à noite com várias atividades. O CONSOLATA MUSEU estará também aberto e pelas 21h35 decorrerá uma “Visita Guiada à Luz da Lanterna” com momentos musicais surpresa, realizando-se no final um concerto a cargo do CORO VIVA VOZ de Santa Catarina da Serra – Leiria. A entrada é gratuita mas limitada a 30 pessoas. Reservas através do telefone 249 539 470

image010



publicado por Carlos Gomes às 09:13
link do post | favorito

Quinta-feira, 10 de Maio de 2018
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

32235268_2333276600232128_6071281085755424768_n



publicado por Carlos Gomes às 10:17
link do post | favorito

VÁ A FÁTIMA E VISITE A SALA DOS PASTORINHOS NO CONSOLATA MUSEU -ARTE SACRA E ETNOLOGIA

Sala dos Pastorinhos | Consolata Museu - Arte Sacra e Etnologia

Cenograficamente iluminada, a Sala dos Pastorinhos, constituída no ano 2000, por altura da beatificação de Francisco e Jacinta Marto, é uma verdadeira casa das relíquias.

image002

Os vestígios materiais dos protagonistas de Fátima situam o visitante no tempo e no lugar das aparições marianas. Os objetos ligados a seus pais, o barrete que fora usado por Francisco Marto, a pedra do túmulo que serviu de morada aos seus restos mortais, quando inumados no cemitério de Fátima, entre outros objetos como terços e outras relíquias, lembram ao visitante que as crianças que atualmente são veneradas como exemplo pelos membros do catolicismo viveram num tempo e espaço concretos.

Ao finalizar o percurso do Museu, o visitante é de novo colocado na paisagem semântica da Cova da Iria, reavivando as lembranças que deram início à história do lugar e dos seus protagonistas. A sacralidade inerente às peças dos primeiros espaços do Museu de Arte Sacra e Etnologia e a raiz etnológica que se sente na parte segunda da exposição permanente ganham nesta sala dedicada aos videntes de Fátima uma concretização clara da natureza e missão deste Museu. (Marco Daniel Duarte)

In DUARTE, M. D.[coordenação científica], Roteiro do Museu de Arte Sacra e Etnologia, Fátima, Museu de Arte Sacra e Etnologia, 2011 (textos de Anísio Franco, Celina Bastos, Gonçalo Cardoso, Isabel Matias, Luísa Penalva, Marco Daniel Duarte, Margarida Rodrigues, Maria João Vilhena de Carvalho, Norberto Louro, Paula Pelúcia Aparício; p. 104



publicado por Carlos Gomes às 10:09
link do post | favorito

Segunda-feira, 16 de Abril de 2018
MUSEU MUNICIPAL DE ALVAIÁZERE INICIA PROJETO PARA A COMUNIDADE EMIGRANTE

Museu Municipal inicia projeto educativo para a comunidade imigrante

O Projeto “Mala Pedagógica” iniciou-se ontem, dia 13 de Abril, com as crianças do Ensino Pré-escolar do Centro Escolar de Alvaiázere e de Maçãs de Dona Maria. Este projeto surge de uma parceria entre o Museu Municipal de Alvaiázere (MMA) e o Agrupamento de Escolas do concelho, com o objetivo comum de criar mais um elemento facilitador às crianças imigrantes que se encontram em território Alvaiazerense.

30768501_2448859181806559_1773294249_o (Medium)

Considerando que o português não é a língua materna de todas as crianças que frequentam o Pré-escolar, pretende-se criar ferramentas que auxiliem a aquisição de competências comunicativas através dos contatos, interações e experiências diversificadas.

Com esta iniciativa, o Município espera contribuir para a integração das crianças imigrantes e respetivas famílias na comunidade concelhia e facilitar a sua adaptação e aprendizagem.



publicado por Carlos Gomes às 14:19
link do post | favorito

JORNALISTA E ARTESÃ DESVENDAM SEGREDOS DOS CAMINHOS DE SANTIAGO

O jornalista Carlos Ferreira e a artesã Luísa Sousa são os convidados do próximo “Chá com Arte”, em Fátima, em que a conversa se desenvolve a propósito do tema Caminhos de Santiago, um conjunto de itinerários com destino à capital da Galiza percorrido no ano passado por 301 mil peregrinos.

Carlos Ferreira

O encontro decorre no sábado, dia 21 de abril, no Consolata Museu – Arte Sacra e Etnologia, que organiza  em conjunto com Liga de Amigos do Museu, a partir das 16 horas e com entrada livre.

Luísa Sousa é autora do livro “Um Caminho para Todos - Diário de uma Peregrina no Caminho de Santiago”, publicado em 2016, que resulta da experiência que viveu dois anos antes quando percorreu em 42 dias a distância de mil quilómetros entre Sevilha e Santiago de Compostela, pela Via da Prata e Caminho Sanabrês.

Por sua vez, Carlos Ferreira é o autor do livro-reportagem “Alguma Dor Cura a Alma”, publicado em 2012, meses depois de em maio ter caminhado em 13 dias a distância de 481 quilómetros entre o Santuário de Fátima e Santiago de Compostela, pelo Caminho Central Português.

Nos anos seguintes percorreu mais cinco itinerários de Santiago, o último dos quais, em 2017, o Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros (Minho Ribeiro), que liga Braga à capital da Galiza, e que as associações espanholas Jacobeia do Caminho Minhoto Ribeiro e Codeseda Viva procuram oficializar antes do Ano Santo Jacobeu de 2021.

Os convidados do “Chá com Arte”, uma iniciativa apoiada pela Doce Oureana e Chá de Aromas Oureana, vão divulgar as suas experiências e prestar informação útil a quem pretenda fazer os Caminhos de Santiago.

Contactos da organização:

Consolata Museu |Arte Sacra e Etnologia

Missionários da Consolata

Rua Francisco Marto, 52 Apt. 5

2496-908 – FÁTIMA

Tel. 249 539 470 

E.mail: museuartesacra@consolata.pt

Blogue: http://masefatima.blogspot.com

Sítio: http://www.consolata.pt

FB: www.facebook.com/mase.fatima

Luisa Sousa

zCartaz Chá com arte



publicado por Carlos Gomes às 10:36
link do post | favorito

Quinta-feira, 12 de Abril de 2018
MUSEU DE MARINHA EXPÕE SOBRE A GRANDE GUERRA

O Museu de Marinha vai inaugurar no próximo dia 18 de abril, às 17 horas, uma exposição dedicada à participação da Marinha Portuguesa na I Guerra Mundial, intitulada “A Marinha na Grande Guerra”.

image001

Com o deflagrar do conflito armado que se generalizou entre as principais potências europeias em 1914, Portugal viu-se perante o desafio de manter uma posição de não-beligerância, assegurando de igual modo a soberania sobre os territórios nacionais. À Marinha Portuguesa competiu a salvaguarda dos interesses do Estado nas águas nacionais, na metrópole e nas colónias, garantindo a defesa e vigilância dos portos, da navegação e das principais vias de comunicação marítima.

E, passados cem anos, o grande desafio da exposição passa por manter a memória de todos aqueles que, em terra e no mar, intervieram e participaram na Grande Guerra, entre 1914 e 1918, alguns inclusive com o sacrifício da própria vida, garantindo dessa forma a defesa de Portugal.

A exposição é temporária e estará em exibição entre 18 de abril e 11 de novembro de 2018. De salientar que a exposição é gratuita, na medida em que visitar a exposição permanente do Museu de Marinha, que custa entre 3,25€ e 6,50€, dará também acesso a visitar a exposição temporária, sem qualquer custo adicional.



publicado por Carlos Gomes às 09:53
link do post | favorito

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA EVOCA CAMINHOS DE SANTIAGO

"Caminhos de Santiago" é título do próximo “Chá com Arte” que decorrerá no sábado dia 21 de abril no CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, tendo como convidados especiais Luísa Sousa “Um caminho para Todos – Diário de uma peregrina no caminho de Santiago” e Carlos Ferreira “Caminhos de Santiago de Compostela”.

image002

Pelas 16h00, após a degustação dos biscoitos da Doce Oureana e do Chá de Aromas de Oureana, num ambiente intimista, os convidados estarão à conversa sobre as suas experiências e conselhos para quem pretenda fazer os Caminhos de Santiago.

A entrada é livre.

LUISA SOUSA

UM CAMINHO PARA TODOS

Diário e reflexões ao longo do Caminho de Santiago: de Sevilha a Santiago de Compostela

Via de la Plata e Caminho Sanabrês 42 dias, 1000 Km

«Num mundo tão competitivo e de aparências como o que vivemos atualmente, quem não segue determinados padrões (ainda) é visto com outros olhos. Sejam de admiração ou de incredibilidade. Viver a vida da forma que me faz sentido e realiza, sem comparações com os demais, tem sido um Caminho de busca pessoal, ainda longe de estar terminado.

Luísa Sousa, 34 anos, licenciada em Ciências Sociais na Universidade Aberta e artesã de profissão, chega-nos com pés de peregrina e sorriso tímido, mas nunca parte sem deixar pegadas de simplicidade e dádiva.

Tem uma marcada predileção pela natureza, talvez por sempre ter estado rodeada pela mais bela fauna e flora da sua terra natal, a ilha da Madeira.

Desenganem-se pelo seu ar falsamente frágil, a sua fibra é da qualidade do Carvalho que envelhece o vinho do Porto, cidade por onde passou na sua vida académica.

Dona duma escrita simples, atual, viva e envolvente. Acredita no que escreve, porém isso nada mais é que o seu processo diário de contemplação transposto para algo físico e inteligível.

Facilmente nos vemos num mundo diferente, esse mundo que pelos seus olhos se torna melhor. Pessoa prática e sem grandes rodeios vai trazendo a arte nas suas diversas formas para a vida de quem se deixa por ela tocar.»

(…) As vivências ao longo da Via de la Plata e do Caminho Sanabrês, não se esgotam nestas linhas partilhadas: há coisas que são indizíveis, outras que ficam com quem as viveu e outras ainda que só se compreendem quando as vivenciamos. nDeixo o testemunho da minha visão dos acontecimentos com a certeza de que se o relato for realizado por algum dos meus companheiros de viagem, coexistirão histórias com versões diversas. Afinal, são tantos os Caminhos quanto o número de peregrinos que os percorrem!

Partilho o bom e o menos bom, as alegrias, os receios, as dificuldades e os presentes inesperados, sem romancear os factos. Se decido partilhar as minhas vivências, tem como único objetivo testemunhar de que este pode ser, verdadeiramente, UM CAMINHO PARA TODOS! (…)

CARLOS FERREIRA

Natural de Pombal e residente em Leiria, de 50 anos, tinha dezasseis quando publicou pela primeira vez. É um texto de 750 caracteres no Jornal do Incrível, sobre como enriquecer sem esforço, pelo qual recebeu 200 escudos (menos de um Euro!). Ainda hoje desconfia da aplicabilidade do conteúdo do texto.

Em 1985, com dezoito anos, iniciou a carreira de jornalista na Rádio Comercial de Leiria e depois passou por Órgãos de Informação como a Semana de Leiria (1985), Jornal de Leiria (1985-1989), Correio da Manhã (1986-2012), revista Diana (1989-1990), Jornal da Batalha (1990-1991) e O Crime (1991-2001). Tem ainda trabalhos publicados no DN-Jovem, Blitz, Comércio do Porto, Região de Leiria, Bailadoiro (Leiria), O Mensageiro (Leiria), Rádio Comercial e Agência Notícias de Portugal.

Entre as reportagens que realizou nestes 32 anos na Europa, Brasil e Macau, destaca a cobertura do caso do Assassino da Praia do Osso da Baleia (1987), do pós-guerra no Kosovo (1999 e 2007), do último ano da soberania portuguesa em Macau (1999) e das comemorações dos 500 Anos do Descobrimento do Brasil (2000).É autor dos livros ‘Guia do Peregrino-Papa Bento XVI em Portugal” (Presselivre, 2010) e “Na Mente do Assassino-O Serial Killer da Lourinhã” (Cofina Média Books, 2012), "Guia de Fátima: 100 Anos das Aparições (Atlântico Press, 2016),"Fátima 1917-2017, Livro de Ouro" (Atlântico Press, 2017).

Caminhos de Santiago de Compostela – Sinopse

“Há meia hora que espero. Mas basta ver o céu negro de nuvens carregadas, que ameaçam desabar, para perceber o inevitável. O tempo está escuro, mais do que o habitual àquela hora. Na rua passam alunos, outras pessoas a caminho do trabalho e algumas que não denunciam o seu destino. Encasacadas e de chapéu de chuva em posição de resistir ao vento frontal. Esperar é nunca alcançar. Sigo-lhes o exemplo e parto. Um passo é uma luta contra o rio que enche a estrada, as valetas, os terrenos marginais. É um combate contra a água projetada pelos rodados dos camiões que circulam incessantes, às vezes perigosamente perto. E que provocam sucessivas vagas de vento e fazem penetrar ainda mais fundo no corpo a chuva e o frio, como ondas gigantes contra uma casca de noz. Desistir não é hipótese. Resta continuar”.

(...) O Caminho Português para Santiago de Compostela é o segundo mais importante e gera receitas anuais superiores a nove milhões de euros. A frequência de peregrinos aumentou seis vezes na última década. Em sentido contrário há também um crescente número de fiéis no Caminho de Fátima, arrastando orações e gerando negócios. Estes são os dois principais santuários cristãos da Península Ibérica, aos quais afluem 230 mil peregrinos tradicionais por ano – mais de nove milhões de pessoas, se incluirmos a totalidade de visitantes. Esta reportagem conta a história dos caminheiros e de um jornalista que palmilhou os seus destinos.



publicado por Carlos Gomes às 09:36
link do post | favorito

Terça-feira, 13 de Março de 2018
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA INAUGURA EXPOSIÇÃO SOBRE HISTÓRIAS DA BÍBLIA

Histórias da Bíblia – Antigo e Novo Testamento

Irá inaugurar no Consolata Museu – Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, no dia 17 de março, sábado, às 16h00, a nova exposição temporária «Histórias da Bíblia - Evelina Oliveira e J. Alberto de Oliveira».

image007

Patente até ao dia 20 de maio, a exposição apresenta obras a partir dos livros “Histórias da Bíblia - Antigo e Novo Testamento”, editados por “Letras & Coisas”.

A pintora e ilustradora Evelina Oliveira deu vida aos personagens através de pintura e colagens, criando subtis cenários cheios de encantamento, preenchendo o imaginário com histórias fantásticas e mitos herdados da nossa matriz religiosa e cultural.

  1. Alberto de Oliveira selecionou vários episódios do Antigo e Novo Testamento e contou-os à sua maneira, mas na fidelidade estrita à escrita original.

Histórias do Génesis (a criação, a arca de Noé, Abraão, etc.), do Êxodo (o nascimento de Moisés, as pragas do Egipto, a travessia do mar Vermelho, etc.) são alguns dos muitos episódios que captam facilmente a atenção e o entusiasmo de pequenos e graúdos. A Bíblia é um conjunto de livros muito extenso e nem sempre fácil de ler, pelo menos para os mais pequenos. Histórias da Bíblia foi feita a pensar nos mais novos.

Ambas as publicações são recomendadas para as aulas de Religião e Moral, Escutismo e outros movimentos cristãos que envolvam a pastoral infantil e juvenil. São também boas sugestões para oferta das festas da catequese (festa da Palavra, Comunhões, etc.) e outros acontecimentos em que se pretenda divulgar a Sagrada Escritura e interessar as pessoas pela sua leitura.

No âmbito da inauguração, decorrerá a habitual atividade “Chá com Arte”, onde após a degustação de Chá e biscoitos da Doce Oureana e Sabores de Oureana, estaremos à conversa com a pintora Evelina Oliveira.

"Histórias da Bíblia é um novo e valioso livro que nos ajuda a descobrir o encanto da Bíblia... Aí se alimentam os valores em que acreditamos, se desenha o rumo da sociedade que somos e se decide o futuro que sonhamos. A educação e a escola têm, também, esse desígnio como missão. Que seja útil aos leitores! É este o meu desejo e essa é também a minha certeza!" – António Francisco dos Santos, Bispo do Porto, 24 de janeiro de 2017

unnamed

  1. Alberto de Oliveira nasceu em Santo Tirso em 1945. Cursou Teologia. Franciscano poeta e professor. Publicou vários livros de poesia na Editorial Afrontamento. Escreveu uma história de Santo António e outra de S. Francisco, esta para a Letras e Coisas.

unnamed (1)

Natural de Abrantes é Mestre em Ilustração Artística pela Universidade de Évora/ISEC.

Especialista em Ilustração pelo ISEC.

Curso de História da Ilustração na FBAUL.

Frequentou o Curso de Desenho na ESAP, Curso de Litografia e Workshop de gravura na Árvore Cooperativa Atividades Artísticas, Workshop de Ilustração na U.P.

Vive e trabalha em Lisboa e no Porto, dando regularmente formação em Workshops de Pintura, Desenho, Técnicas de Impressão artesanais e Ilustração Artística em Bibliotecas Escolas e Museus.

Expõe regularmente desde 1994 e ilustrou até ao momento mais de 35 livros de diversos autores.



publicado por Carlos Gomes às 10:03
link do post | favorito

Sexta-feira, 8 de Julho de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA EXPÕE PINTURA DE LEONARDO RITO

A exposição temporária de pintura  de Leonardo Rito «Escritura em Azul e Branco», patente no CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia desde o dia 21, vai encerrar no dia 31 de julho e não no dia 10 conforme o previsto.

image001 (5).jpg

Realizada em parceria com a GALERIA QUATTRO de Leiria , a exposição apresenta o mais recente projeto do artista, caracterizado por trabalhos pintados apenas em azul e branco. Esta sua nova fase, muito marcado até à data pela profusão de cores, surgiu após a visita a uma igreja toda ela revestida por azulejos azuis. As telas, pintadas em acrílico Cobalt Blue, apresentam temas da Escritura, Natividade, Fuga para Egito, Bodas de Caná e outras narrativas.

LEONARDO RITO

Nasceu em 11-01-1978.

Bacharelato em Artes Plásticas pela Esc. Sup. de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Licenciatura em Artes Plásticas pela Esc. Sup. de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Mestrado em Artes Plásticas pela Esc. Sup. de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Vive e trabalha entre Toronto, Canadá e Leiria, Portugal

 Exposições:

2015 Exposição individual “Murdering the Masters IV”, Ciclo de exposições Eletricidade estética - Caldas da Rainha.

2015 Exposição individual “Murdering the Masters III”, Sede Preguiça Magazine, Leiria, Portugal.

Exposição individual “Murdering the Masters II”, Associação Célula & Membrana a9)))), Leiria, Portugal.

Exposição individual “Murdering the Masters”, Galeria Quattro, Leiria, Portugal.

2014 Participação no Festival "A Porta", Leiria Portugal

2013 Exposição individual “Pintura Punkristã”, Galeria Quattro, Leiria, Portugal.

2012 Exposição Colectiva de Arte Académica, IKAS ART, Bilbau, Espanha.

2011 Exposição Colectiva 20 Anos da Escola Superior de Arte e Design, Lisboa, Portugal.

Exposição Colectiva Museu Bernardo, A vida é bela quando se é pai, Caldas da Rainha, Portugal.

Caldas Late Night, Caldas da Rainha, Portugal.

2006 Artes na Praça, Praça Rodrigues Lobo, Leiria, Portugal.

2003 Semana de Portugal, Casa das Beiras, Toronto, Canadá.

1999 - 2001 Caldas Late Night, Caldas da Rainha, Portugal.

1998 Ciclo de Exposições Colectivas Flesh Meets Plastic, Caldas da Rainha, Portugal.

1997 - 1999 Exposições individuais regularmente, Opus Bar, Leiria, Portugal

1997 Exposição colectiva 4 novos artistas, Galeria Lídia Cruz, Leiria, Portugal



publicado por Carlos Gomes às 23:55
link do post | favorito

Terça-feira, 21 de Junho de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA ORGANIZA FÉRIAS DE VERÃO

O Serviço Educativo do Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, apresenta um programa para as férias de verão, de 4 a 6 de julho, dirigido a crianças dos 6 aos 12 anos, envolvendo diversas atividades lúdicas, divertidas e artísticas.

MASEFerias.jpg

Os participantes irão ter a oportunidade de participar nos jogos “Assalto ao Museu!”, “Perdidos na Tribo”, no Peddy Paper  “À descoberta de Fátima” e muitas outras surpresas! Embarcarão ainda numa aventura missionária, descobrindo os povos de outros continentes e as suas culturas.

As atividades decorrerão das 9h30 às 17h30 podendo os participantes inscreverem-se nos três dias ou parcialmente (Diário 8€; 3 dias 21€; *desconto de 20% na inscrição do segundo filho).

As inscrições devem ser efetuadas até ao dia 30 de junho, através do telefone 249 539 470. Inscrições limitadas a 15 participantes. Desconto de 20% na inscrição do segundo filho Os participantes devem trazer lanche para manhã e tarde e podem trazer almoço. Também pode ser servido pelo CONSOLATA HOTEL- Menu Júnior (sopa, prato principal, sobremesa e água ou sumo), por um preço de 8,50 €.



publicado por Carlos Gomes às 10:26
link do post | favorito

Terça-feira, 31 de Maio de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA SERVE "CHÁ COM ARTE"

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, com o apoio da sua Liga de Amigos, irá realizar o último «CHÁ COM ARTE» desta temporada. O evento  começou em março do presente ano, com grande sucesso, e tem decorrido numa das salas da exposição permanente onde, após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, se têm realizado tertúlias com convidados especiais de reconhecido mérito do mundo das artes e cultura. Passaram pelo «Chá com Arte» o cantor/ator Rui Andrade, a atriz Marta Fernandes e o pintor Roberto Chichorro.

image002.jpg

 

Na próxima segunda-feira, 6 de junho, pelas 21h15, o convidado será o historiador de arte PEDRO REDOL, que além de  partilhar o seu percurso e perspetivas sobre o mundo das artes, apresentará um projeto em que participa a nível musical, trazendo à sala o quarteto “Qvintvs dvs Infernvs”.

Pedro Redol é licenciado em História – Variante de História da Arte, e mestre em Arte, Património e Restauro. É técnico superior do Mosteiro da Batalha desde 1987, tendo interrompido estas funções para exercer as de diretor do Convento de Cristo, em Tomar, durante 3 anos, de diretor do Museu Nacional de Machado de Castro, em Coimbra, durante outros 3 anos, e de diretor do Mosteiro da Batalha, em regime de substituição, entre 2011 e 2013. É igualmente professor auxiliar convidado da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e presidente do Comité Português do Corpus Vitrearum.

O Chá é oferecido por “Aromas de Oureana” e Biscoitos da “Doce Oureana”.



publicado por Carlos Gomes às 11:46
link do post | favorito

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA REALIZA TERTÚLIA CINEMATOGRÁFICA

A Liga dos Amigos do Museu e o Consolata Museu |Arte Sacra e Etnologia promovem no dia 3 de junho, sexta-feira, a última sessão da temporada CINEMA CON|VIDA. A iniciativa consiste no convite lançado a uma personalidade de Fátima, ligada ao cinema ou não, desafiando-a a escolher um filme que a tenha marcado na sua vida. Após a sua projeção decorrerá uma tertúlia sobre as impressões sentidas.

Assim, na próxima sessão, o convidado André Pereira, estudante de Educação Social, selecionou o filme ”A Eternidade e um dia” de Theodoros Angelopoulos

O espaço escolhido para esta iniciativa foi um local emblemático para os fatimenses e não só, a antiga sala do Hotel Pax, agora denominado Consolata Hotel. Esta sala mantem a decoração ao gosto dos anos 60 e foi uma referência durante largos anos pela realização de sessões de cinema, pois ir ao cinema implicava deslocações para fora de Fátima. A sala insere-se numa construção de raiz para receber um Hotel que abriu as suas portas em 1967, sendo os italianos Giggi Capabava e o missionário da Consolata Fiameni os autores do projeto.

É um contributo do museu e sua liga para assinalar um dos momentos relevantes da história de Fátima ao longo dos últimos 100 anos

A sessão terá início às 21h00.

Alexandre vai dar entrada no hospital: "Quando as dores se tornarem insuportáveis", tinha-lhe dito o médico. Entretanto arruma a casa. Prepara-se para deixar a velha casa à beira-mar onde sempre viveu. Encontra as cartas de Anna, a sua mulher, morta há muito, e apercebe-se do quanto ela o amava. Um amor que na altura ele tinha como garantido. As recordações começam a voltar como a maré-cheia



publicado por Carlos Gomes às 10:26
link do post | favorito

Segunda-feira, 30 de Maio de 2016
FÁTIMA RECEBE FESTA DAS ARTES

FESTA DAS ARTES- 2ª Edição - FÁTIMA - 5 DE JUNHO

O Complexo dos Missionários da Consolata, em Fátima, será o grande palco para a 2.ª Edição da “FESTA DAS ARTES” que decorrerá no dia 5 DE JUNHO, domingo, entre as 15h00 e as 19h00.

Oito centenas de alunos do Conservatório de Música de Ourém e Fátima das áreas da música, dança e pintura, apresentarão os seus trabalhos artísticos em simultâneo e em diferentes palcos e cenários.

O público escolherá o evento do seu agrado, desde aprender uma dança, observar um pintor em processo criativo, conhecer testemunhos missionários ou assistir a concertos musicais nas três capelas do complexo da Consolata, em auditórios, salas de exposições permanentes do museu e até em locais pouco habituais, como por exemplo, armazéns ou jardins, surpreendendo e agradando os diferentes públicos, independentemente da idade.

Este evento é organizado pelo Consolata Museu |Arte Sacra e Etnologia, Conservatório de Música de Ourém e Fátima e Liga dos Amigos do Museu.

A participação é gratuita.

Os Missionários da Consolata têm tido de forma inequívoca um importante papel no desenvolvimento cultural na cidade de Fátima, no concelho de Ourém, bem como nos concelhos vizinhos.

Em 1943 abriram em Fátima o seu primeiro seminário, onde várias gerações de jovens ali estudaram, aprenderam e conheceram a causa missionária. Mais tarde, na década de 70, foram sócios fundadores do Centro de Estudos de Fátima (CEF), com outros institutos missionários (Verbo Divino, Monfortinos e Marianos), funcionando este estabelecimento de ensino, nos primeiros anos, no complexo dos Missionários da Consolata.

Através do seu Museu, a celebrar este ano o seu 25.º aniversário, o Instituto Missionário da Consolata permitiu à comunidade local e aos peregrinos de Fátima o acesso privilegiado a um notável património artístico religioso e etnográfico de várias partes do mundo. Inúmeras iniciativas culturais foram desenvolvidas por este espaço museológico, como exposições temporárias, concertos, cursos-livres, conferências, publicações, parcerias, etc, contribuindo para que fosse premiado em 2011 pela APOM – Associação Portuguesa de Museologia como “O Melhor Serviço de Extensão Cultural” e em 2012 com o prémio “ Melhor Edição Turística” com o seu Roteiro/Catálogo.

Foi também selecionado pelo Município de Ourém para ser certificado pelo Herity International, junto do Castelo de Ourém, ficando este bem classificado entre outros espaços certificados nos Municípios do Médio Tejo. É também o único Museu em Fátima integrado na Rede Portuguesa de Museus, sendo, portanto, o único museu credenciado pelos serviços estatais.

As lojas de artigos religiosos e paramentaria dos Missionários da Consolata, ao longo dos anos têm primado pela absoluta qualidade, sendo essa uma das suas marcas de prestígio. Também nos espaços arquitetónicos edificados, surgem peculiares cuidados estéticos e construtivos, sendo estes referenciados em publicações como dos mais interessantes espaços existentes na Cova de Iria, mais particularmente, as capelas do Centro Missionário Allamano e do Hotel Pax. Também a encomenda de obras artísticas a criadores conceituados tem sido comum, como por exemplo, o Cristo da Capela do Consolata Hotel (Ex Hotel Pax) de autoria do escultor Soares Branco.

Ligada intimamente à identidade da Consolata, está portanto, indiscutivelmente, a sua vocação cultural e de conhecimento, além da identidade religiosa, missionária e evangelizadora.



publicado por Carlos Gomes às 20:51
link do post | favorito

Sábado, 21 de Maio de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA CANCELA EVENTO

Em virtude do Movimento de ESCOLAS NÃO-ESTATAIS ter marcado uma manifestação  nacional em Lisboa para o dia e horário previstos para a realização da Festa das Artes, 29 de maio, domingo, 15h00, e sendo a grande maioria dos músicos alunos dos colégios de Fátima, não será possível a realização do evento conforme foi anunciado.

Pedimos desculpas pelo incómodo causado e em breve anunciaremos nova data.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 00:18
link do post | favorito

Quinta-feira, 19 de Maio de 2016
FÁTIMA REALIZA FESTA DAS ARTES

O Complexo dos Missionários da Consolata, em Fátima, será o grande palco para a 2.ª Edição da “FESTA DAS ARTES” que decorrerá no dia 29 de maio, domingo, entre as 15h00 e as 19h00.

image009

Oito centenas de alunos do Conservatório de Música de Ourém e Fátima das áreas da música, dança, teatro e pintura, apresentarão os seus trabalhos artísticos em simultâneo e em diferentes palcos e cenários.

O público escolherá o evento do seu agrado, desde aprender uma dança, observar um pintor em processo criativo, conhecer testemunhos missionários ou assistir a concertos musicais nas três capelas do complexo da Consolata, em auditórios, salas de exposições permanentes do museu e até em locais pouco habituais, como por exemplo, armazéns ou jardins, surpreendendo e agradando os diferentes públicos, independentemente da idade.

Este evento é organizado pelo Consolata Museu |Arte Sacra e Etnologia, Conservatório de Música de Ourém e Fátima e Liga dos Amigos do Museu.

A participação é gratuita.

Pertinência do evento

Os Missionários da Consolata têm tido de forma inequívoca um importante papel no desenvolvimento cultural na cidade de Fátima, no concelho de Ourém, bem como nos concelhos vizinhos.

Em 1943 abriram em Fátima o seu primeiro seminário, onde várias gerações de jovens ali estudaram, aprenderam e conheceram a causa missionária. Mais tarde, na década de 70, foram sócios fundadores do Centro de Estudos de Fátima (CEF), com outros institutos missionários (Verbo Divino, Monfortinos e Marianos), funcionando este estabelecimento de ensino, nos primeiros anos, no complexo dos Missionários da Consolata.

Através do seu Museu, a celebrar este ano o seu 25.º aniversário, o Instituto Missionário da Consolata permitiu à comunidade local e aos peregrinos de Fátima o acesso privilegiado a um notável património artístico religioso e etnográfico de várias partes do mundo. Inúmeras iniciativas culturais foram desenvolvidas por este espaço museológico, como exposições temporárias, concertos, cursos-livres, conferências, publicações, parcerias, etc, contribuindo para que fosse premiado em 2011 pela APOM – Associação Portuguesa de Museologia como “O Melhor Serviço de Extensão Cultural” e em 2012 com o prémio “ Melhor Edição Turística” com o seu Roteiro/Catálogo.

Foi também selecionado pelo Município de Ourém para ser certificado pelo Herity International, junto do Castelo de Ourém, ficando este bem classificado entre outros espaços certificados nos Municípios do Médio Tejo. É também o único Museu em Fátima integrado na Rede Portuguesa de Museus, sendo, portanto, o único museu credenciado pelos serviços estatais.

As lojas de artigos religiosos e paramentaria dos Missionários da Consolata, ao longo dos anos têm primado pela absoluta qualidade, sendo essa uma das suas marcas de prestígio. Também nos espaços arquitetónicos edificados, surgem peculiares cuidados estéticos e construtivos, sendo estes referenciados em publicações como dos mais interessantes espaços existentes na Cova de Iria, mais particularmente, as capelas do Centro Missionário Allamano e do Hotel Pax. Também a encomenda de obras artísticas a criadores conceituados tem sido comum, como por exemplo, o Cristo da Capela do Consolata Hotel (Ex Hotel Pax) de autoria do escultor Soares Branco.

Ligada intimamente à identidade da Consolata, está portanto, indiscutivelmente, a sua vocação cultural e de conhecimento, além da identidade religiosa, missionária e evangelizadora.



publicado por Carlos Gomes às 19:54
link do post | favorito

Segunda-feira, 16 de Maio de 2016
OURÉM ASSINALA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 22:45
link do post | favorito

OURÉM COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, irá promover diversas iniciativas nos próximos dias 18 e 21 de maio no âmbito Dia e Noite dos Museus.

No dia 18, quarta-feira, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus, e sob o tema proposto pelo ICOM “Museus e paisagens culturais”, o Museu propõe VISITAS GUIADAS NO STOP de hora a hora das 10h00 às 17h00, sublinhando as diferentes paisagens culturais que as coleções nos podem transportar: áfrica, europa, américa e ásia. Pelas 21h00 promover-se-á a iniciativa “Chá com Arte”, a decorrer numa das salas da exposição permanente onde, após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, surgirá um momento de entrevista e tertúlia com o conceituado pintor moçambicano Roberto Chichorro.

No sábado, dia 21, o museu irá juntar-se à 12.ª edição europeia da “Noite dos Museus” onde centenas de museus da Europa estarão abertos à noite com várias atividades. O CONSOLATA MUSEU estará aberto até às 0h00 realizando pelas 21h30 uma “Visita Guiada à Luz da Lanterna” e pelas 22h15 inaugurar-se-á a exposição temporária «Escritura em azul e branco – pintura de Leonardo Rito».



publicado por Carlos Gomes às 19:28
link do post | favorito

Sexta-feira, 13 de Maio de 2016
LEONARDO RITO EXPÕE EM FÁTIMA

Estará patente de 21 de maio a 10 de julho no CONSOLATA MUSEU| Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, a exposição temporária «Escritura em Azul e Branco» do pintor Leonardo Rito.

image004

Agnus Dei, 2016 - 30cm x 30cm - Acrílico sobre Tela

Realizada em parceria com a GALERIA QUATTRO de Leiria , a exposição apresenta o mais recente projeto do artista ,caracterizado por trabalhos pintados apenas em azul e branco. Esta sua nova fase, muito marcado até à data pela profusão de cores, surgiu após a visita a uma igreja toda ela revestida por azulejos azuis. As telas, pintadas em acrílico Cobalt Blue, apresentam temas da Escritura, Natividade, Fuga para Egito, Bodas de Caná e outras narrativas.

A inauguração está inserida na 12.ª edição europeia da “Noite dos Museus” que se realizará no dia 21 de maio, sábado.

Programa:

21h30: Visita Guiada ao museu à luz da lanterna

22H15: Inauguração da exposição temporária «Escritura em azul e branco», pintura de Leonardo Rito

LEONARDO RITO

Nasceu em 11-01-1978.

Bacharelato em Artes Plásticas pela Esc. Sup. de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Licenciatura em Artes Plásticas pela Esc. Sup. de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Mestrado em Artes Plásticas pela Esc. Sup. de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Vive e trabalha entre Toronto, Canadá e Leiria, Portugal

Exposições:

2015 Exposição individual “Murdering the Masters IV”, Ciclo de exposições Eletricidade estética - Caldas da Rainha.

2015 Exposição individual “Murdering the Masters III”, Sede Preguiça Magazine, Leiria, Portugal.

Exposição individual “Murdering the Masters II”, Associação Célula & Membrana a9)))), Leiria, Portugal.

Exposição individual “Murdering the Masters”, Galeria Quattro, Leiria, Portugal.

2014 Participação no Festival "A Porta", Leiria Portugal

2013 Exposição individual “Pintura Punkristã”, Galeria Quattro, Leiria, Portugal.

2012 Exposição Colectiva de Arte Académica, IKAS ART, Bilbau, Espanha.

2011 Exposição Colectiva 20 Anos da Escola Superior de Arte e Design, Lisboa, Portugal.

Exposição Colectiva Museu Bernardo, A vida é bela quando se é pai, Caldas da Rainha, Portugal.

Caldas Late Night, Caldas da Rainha, Portugal.

2006 Artes na Praça, Praça Rodrigues Lobo, Leiria, Portugal.

2003 Semana de Portugal, Casa das Beiras, Toronto, Canadá.

1999 - 2001 Caldas Late Night, Caldas da Rainha, Portugal.

1998 Ciclo de Exposições Colectivas Flesh Meets Plastic, Caldas da Rainha, Portugal.

1997 - 1999 Exposições individuais regularmente, Opus Bar, Leiria, Portugal

1997 Exposição colectiva 4 novos artistas, Galeria Lídia Cruz, Leiria, Portugal

GALERIA QUATTRO http://quattrogaleria.com/

 



publicado por Carlos Gomes às 10:45
link do post | favorito

Segunda-feira, 9 de Maio de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA VAI ESTAR ABERTO DIA E NOITE

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, irá promover diversas iniciativas nos próximos dias 18 e 21 de maio no âmbito Dia e Noite dos Museus.

No dia 18, quarta-feira, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus, e sob o tema proposto pelo ICOM “Museus e paisagens culturais”, o Museu propõe VISITAS GUIADAS NO STOP de hora a hora das 10h00 às 17h00, sublinhando as diferentes paisagens culturais que as coleções nos podem transportar: áfrica, europa, américa e ásia. Pelas 21h00 promover-se-á a iniciativa “Chá com Arte”, a decorrer numa das salas da exposição permanente onde, após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, surgirá um momento de entrevista e tertúlia com o conceituado pintor moçambicano Roberto Chichorro.

No sábado, dia 21, o museu irá juntar-se à 12.ª edição europeia da “Noite dos Museus” onde centenas de museus da Europa estarão abertos à noite com várias atividades. O CONSOLATA MUSEU estará aberto até às 0h00 realizando pelas 21h30 uma “Visita Guiada à Luz da Lanterna” e pelas 22h15 inaugurar-se-á a exposição temporária «Escritura em azul e branco – pintura de Leonardo Rito».



publicado por Carlos Gomes às 15:01
link do post | favorito

Domingo, 8 de Maio de 2016
OURÉM COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

Comemoração do Dia Internacional dos Museus

18 de maio

Programa:

Visitas livres e gratuitas à Casa do Administrador.

Atividades gratuitas:

Apresentação das Oficinas Pedagógicas:

10h00: “Feijão saltitão, a Ervilha Catita e a Fava que Sonhava” (público-alvo: 3 aos 6 anos)

14h30: “Grão a Frão” (público-alvo: 6 aos 12 anos)

Mediante inscrição prévia - Participantes: Max.: 25 / min.: 8

19h00: Mini concerto de guitarra clássica pela Ourearte

Inscrições: Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Contactos: tel: 249 540 900 (ext. 6831), tlm: 919 585 003, e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt



publicado por Carlos Gomes às 17:11
link do post | favorito

Sábado, 7 de Maio de 2016
OURÉM ASSINALA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:58
link do post | favorito

Quarta-feira, 4 de Maio de 2016
PORTUGUESES ESCREVEM AO PAPA FRANCISCO

Dois mil visitantes já acederam ao convite do Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, para escreverem mensagens ao Papa Francisco.

A iniciativa lançada no dia 10 de junho de 2015, convida as pessoas a escreverem sobre panos de linho, que serão depois convertidos numa toalha de grandes dimensões a oferecer ao Sumo Pontífice em maio de 2017, por ocasião da sua visita ao Santuário de Fátima.

Instalados na capela do Centro Missionário Allamano, durante o percurso do museu, os panos contam já com mais de dois milhares de mensagens, de crianças e adultos, nacionais e estrangeiros. Neste momento, todos unidos, dariam para fazer uma toalha com 1050cm de comprimento e 1188cm largura.

Sendo este um museu missionário, da tutela do Instituto Missionário da Consolata, e tendo em conta o espírito evangelizador e missionário da Igreja defendido pelo Papa, os visitantes que percorrem as diferentes salas do museu têm esta oportunidade de transmitir uma mensagem para simbolizar a mesa da partilha, do convívio e da promoção da mensagem da Igreja.

Há uma diversidade muito grande nas mensagens deixadas pelos visitantes, destacando-se os pedidos, louvores, agradecimentos e mensagens de boas vindas a Fátima, em 2017.

Foto: Ana Paula Ribeiro



publicado por Carlos Gomes às 18:59
link do post | favorito

Segunda-feira, 2 de Maio de 2016
OURÉM COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 22:56
link do post | favorito

OURÉM COMEMORA NOITE DOS MUSEUS

A Noite Europeia dos Museus, criada pelo Ministério Francês da Cultura e da Comunicação, irá decorrer a 21 de maio, e o MMO associa-se a esta comemoração com um programa especial para famílias.

Programa:

Caça ao tesouro à luz da lanterna

Destinatários: crianças dos 5 aos 10 anos e famílias

Atividade gratuita, mediante inscrição prévia no Museu Municipal de Ourém - Casa do Administrador

Limite de participantes: máximo: 25 / mínimo: 8

Inscrições: Museu Municipal de Ourém, de terça a domingo das 9h às 13h e das 14h às 18h.

Tel: 249 540 900 (ext. 6831) ׀ tlm: 919 585 003 ׀ e-mail: museu@mail.cm-ourem.pt | www.museu.cm-ourem.pt


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:39
link do post | favorito

Domingo, 1 de Maio de 2016
PORTUGAL ASSINALA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:37
link do post | favorito

Sexta-feira, 29 de Abril de 2016
ANTOLOGIA POÉTICA SOBRE A VIRGEM MARIA VAI SER APRESENTADO EM FÁTIMA

CONVITE- Mulher mais livre_2ª edicao



publicado por Carlos Gomes às 10:29
link do post | favorito

Quarta-feira, 27 de Abril de 2016
PORTUGAL ASSINALA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 21:54
link do post | favorito

Quinta-feira, 21 de Abril de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA PROLONGA EXPOSIÇÃO SOBRE "A HISTÓRIA DE UM LAPIS"

Devido à grande adesão e interesse ainda em visitar a exposição, o seu encerramento foi adiado para dia 15 de maio.

Aberta das 10h00 às 19h00, de terça-feira a domingo!

“A História de um Lápis” é o título da exposição temporária que estará patente de 19 de março a 15 de maio no Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima.

image001

Resultante de uma parceria entre o museu e a sua Liga de Amigos (LaMase), a exposição apresenta 300 dos cerca de 920 lápis da coleção particular de Isabel Maria Caetano.

Residente em Fátima, a colecionadora começou este projeto em 1998 com meia dúzia de lápis, motivada por uma entrevista que assistiu a uma colecionadora de 1200 lápis. A maior parte dos lápis é resultado de ofertas de amigos que conhecem este seu gosto pessoal.

Todos eles de carvão, podemos encontrar na exposição lápis de várias partes do mundo, representando museus, cidades, países, parques temáticos, etc.

A exposição estará patente até ao dia 15 de maio, todos os dias, exceto às segundas-feiras, das 10h00 às 17h00 (março) e das 10h00 às 19h00 (abril).



publicado por Carlos Gomes às 15:08
link do post | favorito

Quarta-feira, 20 de Abril de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA PROMOVE CURSO LIVRE SOBRE “O TEMPO DOS ESTILOS UNITÁRIOS: A ARTE EUROPEIA ENTRE A BAIXA IDADE MÉDIA E O INÍCIO DA ÉPOCA CONTEMORÂNEA”

O CONSOLATA MUSEU |Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, vai promover de 5 de maio a 16 de junho o Curso Livre “O tempo dos estilos unitários: a arte europeia entre a Baixa Idade Média e o início da Época Contemporânea”.

O curso decorrerá às quintas-feiras, das 18h45 às 20h15, onde se abordarão os diferentes contextos artísticos do Românico, Gótico, Renascimento, Maneirismo, Barroco, Rococó, Neoclássico e Romantismo.

O curso será orientado por Sónia Vazão, licenciada em História, Variante de História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Este curso encontra-se aberto a todos os que se interessam por esta área, independentemente da sua formação profissional.

A data limite de inscrição é 3 de maio, estando limitado a 25 vagas. Informações através do n.º de telefone 249 539 470 ou do e-mail museuartesacra@consolata.pt. Inscrições online através do endereço http://masefatima.blogspot.com

Temas:

- A renovação artística europeia: o Românico (5 de maio);

- O renascimento urbano e o novo olhar sobre o divino: o Gótico: (12 de maio);

- Da erudição elitista à erudição ao serviço do poder: o Renascimento e o Maneirismo (19 de maio);

- A celebração do triunfo: o Barroco (2 de junho);

- Da festa privada à festa cívica: o Rococó e o Neoclássico (9 de junho);

- A valorização do indivíduo e os alvores das nacionalidades: o Romantismo (16 de junho).

Síntese

Desde finais da Idade Média até meados do século XIX os vários estilos artísticos apresentaram características estéticas e morfológicas transversais aos vários territórios europeus, pese embora as particularidades geográficas próprias da assimilação das várias linguagens estilísticas.

Após a queda do Império Romano, acontecimento que tradicionalmente marca

o início da Idade Média, o território europeu desmembrou-se culturalmente, o que teve impacto na produção artística. Por exemplo, perante a dificuldade de categorizar a arte religiosa produzida na Alta Idade Média, optou-se pela designação de Paleocristã. No período medieval, o Românico foi o primeiro estilo transversal às várias disciplinas artísticas e cujos cânones estéticos característicos se difundiram por grande parte do território europeu, com diferentes impactos. Outro dos estilos medievais foi o Gótico, muito ligado ao renascimento urbano europeu e a um novo olhar sobre o divino.

Nos finais do século XV-XVI as mudanças sentidas no território europeu a nível cultural foram sintetizadas num estilo artístico designado de Renascimento, que reintroduz a gramática clássica na arte produzida. O entanto, as tensões religiosas do século XVI ditaram uma cisão na cristandade ocidental com repercussões culturais significativas que moldaram, de forma diferenciada, o Maneirismo e o Barroco. A estética do Rococó e a estética do Neoclássico, de características muito díspares entre si, dominaram parte do século XVIII e atestam as mudanças que se estavam a operar no território europeu neste período, sobretudo devido ao Iluminismo.

No século XIX o panorama artístico foi primeiramente dominado pelo Romantismo, que é considerado o último estilo artístico unitário. Posteriormente surgiram movimentos e correntes estéticas de diferentes implantações geográficas, mas que não atingiram a transversalidade e abrangência disciplinar de um estilo.

Nota curricular

Sónia Vazão é licenciada em História, Variante de História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Além da atividade de docente em várias escolas do ensino básico e secundário, colaborou com o Museu Grão Vasco e com a Direção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais como técnica de inventário. Assegurou a disciplina de História da Cultura e das Artes do Curso Preparatório de Acesso ao Ensino Superior, promovido pelo Instituto Politécnico de Leiria (IPL) e a disciplina de História do Curso Preparatório para Provas M23 do mesmo estabelecimento de ensino superior. Atualmente integra a equipa do Museu do Santuário de Fátima, é responsável pela Secção de Investigação do Serviço de Estudos e Difusão da mesma instituição e pertence ao Departamento de Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima.

Horário: 18h45-20h15

Calendário: 6 sessões às quartas-feiras

05, 12, 19 de maio

2, 9, 16 de junho

Inscrições: €35 | €30 sócios da Liga dos Amigos do Museu

Número máximo: 25 inscritos

Número mínimo: 15 inscritos

Data limite de inscrições: 3 de maio

Informações e inscrições

CONSOLATA MUSEU|Arte Sacra e Etnologia

Rua Francisco Marto, 52 Apt. 5

2496-908 – FÁTIMA

Tel. 249 539 470

e.mail museuartesacra@consolata.pt

Inscrições ONLINE: http://masefatima.blogspot.com



publicado por Carlos Gomes às 10:50
link do post | favorito

Terça-feira, 19 de Abril de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA SERVE CHÁ COM ARTE

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, com o apoio da sua Liga de Amigos, irá realizar mais um «CHÁ COM ARTE» a decorrer numa das salas da exposição permanente onde, após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, surgirá um momento de entrevista e tertúlia com um convidado especial de reconhecido mérito do mundo das artes e cultura.

Para a segunda sessão, que terá lugar no dia 27 de abril, quarta-feira, às 21h00, foi convidada a conhecida atriz MARTA FERNANDES. Natural de Alcanena, frequentou o ensino básico em Fátima, no Colégio do Sagrado Coração de Maria e no Centro de Estudos de Fátima. Licenciou-se em Teatro/Estudos Teatrais na Escola Superior de Música e das Artes do espetáculo (ESMAE), no Porto. É atualmente diretora e professora na “M Studio - Escola de Teatro Musical”, atriz na empresa “Produções Fora de Cena” e “SP Televisão”.



publicado por Carlos Gomes às 12:05
link do post | favorito

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA ORGANIZA TERTÚLIA SOBRE CINEMA

A Liga dos Amigos do Museu e o Consolata Museu |Arte Sacra e Etnologia promovem no dia 29 de abril, sexta-feira, mais uma sessão do CINEMA CON|VIDA. A iniciativa consiste no convite lançado a uma personalidade de Fátima, ligada ao cinema ou não, desafiando-a a escolher um filme que a tenha marcado na sua vida. Após a sua projeção decorrerá uma tertúlia sobre as impressões sentidas.

Para a realização da terceira sessão, lançou-se o desafio a Francisco Vieira, diretor executivo da Insignare, que escolheu o filme “O GRANDE PEIXE” de Tim Burton.

O espaço escolhido para esta iniciativa foi um local emblemático para os fatimenses e não só, a antiga sala do Hotel Pax, agora denominado Consolata Hotel. Esta sala mantem a decoração ao gosto dos anos 60 e foi uma referência durante largos anos pela realização de sessões de cinema, pois ir ao cinema implicava deslocações para fora de Fátima. A sala insere-se numa construção de raiz para receber um Hotel que abriu as suas portas em 1967, sendo os italianos Giggi Capabava e o missionário da Consolata Fiameni os autores do projeto.

É um contributo do museu e sua liga para assinalar um dos momentos relevantes da história de Fátima ao longo dos últimos 100 anos.

A sessão terá início às 21h00.



publicado por Carlos Gomes às 09:29
link do post | favorito

Segunda-feira, 18 de Abril de 2016
OURÉM COMEMORA DIA DOS MUSEUS


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 22:49
link do post | favorito

Quinta-feira, 14 de Abril de 2016
PORTUGAL COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS



publicado por Carlos Gomes às 18:53
link do post | favorito

Sábado, 26 de Março de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA SERVE "CHÁ COM ARTE"

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, com o apoio da sua Liga de Amigos, irá realizar mensalmente a atividade «Chá com Arte» a decorrer numa das salas da exposição permanente onde, após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, surgirá um momento de entrevista e tertúlia com um convidado especial de reconhecido mérito do mundo das artes e cultura.

Para a primeira sessão, que terá lugar no dia 29 de março, terça-feira, às 21h00, foi convidado o ator e cantor Rui Andrade.



publicado por Carlos Gomes às 11:31
link do post | favorito

Segunda-feira, 21 de Março de 2016
MUSEU DE ALVAIÁZERE REALIZA FEIRA DAS CONCHAS



publicado por Carlos Gomes às 22:22
link do post | favorito

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA SERVE "CHÁ COM ARTE"

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, com o apoio da sua Liga de Amigos, irá realizar mensalmente a atividade «Chá com Arte» a decorrer numa das salas da exposição permanente onde, após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, surgirá um momento de entrevista e tertúlia com um convidado especial de reconhecido mérito do mundo das artes e cultura.

Para a primeira sessão, que terá lugar no dia 29 de março, terça-feira, às 21h00, foi convidado o ator e cantor Rui Andrade.



publicado por Carlos Gomes às 13:52
link do post | favorito

Segunda-feira, 14 de Março de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA EXPÕE "A HISTÓRIA DE UM LÁPIS"

A História de um Lápis” é o título da exposição temporária que estará patente de 19 de março a 24 de abril no Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima.

Resultante de uma parceria entre o museu e a sua Liga de Amigos (LaMase), a exposição apresenta 400 dos cerca de 920 lápis da coleção particular de Isabel Maria Caetano.

Residente em Fátima, a colecionadora começou este projeto em 1998 com meia dúzia de lápis, motivada por uma entrevista que assistiu a uma colecionadora de 1200 lápis. A maior parte dos lápis é resultado de ofertas de amigos que conhecem este seu gosto pessoal.

Todos eles de carvão, podemos encontrar na exposição lápis de várias partes do mundo, representando museus, cidades, países, parques temáticos, etc.

A exposição estará patente ao dia 24 de abril, todos os dias, exceto às segundas-feiras, das 10h00 às 17h00 (março) e das 10h00 às 19h00 (abril).



publicado por Carlos Gomes às 11:19
link do post | favorito

Terça-feira, 8 de Março de 2016
MINISTÉRIO DA CULTURA DEVERIA REPOR A GRATUITIDADE TODOS OS DOMINGOS DO MÊS NO ACESSO AOS MUSEUS NACIONAIS

O Estado deve incentivar o acesso dos cidadãos à cultura

Estabelece a Constituição da República Portuguesa, no seu Artigo 78º, alínea 2, que “Incumbe ao Estado, em colaboração com todos os agentes culturais: Incentivar e assegurar o acesso de todos os cidadãos aos meios e instrumentos de acção cultural, bem como corrigir as assimetrias existentes no país em tal domínio”.

Museu N Arte Antiga

Não obstante, ao invés do que desde sempre se verificou em Portugal e é prática usual na maioria dos países europeus, a partir de 1 de junho de 2014, deixaram os museus nacionais, de conceder acesso gratuito todos os domingos do mês para passarem a fazê-lo apenas no primeiro domingo de cada mês. Alegou, na altura, o Secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, que eram as entrada pagas “necessárias para conservar” os museus… desconhecemos quantos beneficiaram desse financiamento mas, a avaliar pela forma como tem sido tratado o Museu de Arte Popular, ficamos com sérias dúvidas da utilidade de tal medida!

Quando é a própria Constituição da República Portuguesa que consagra o “direito à fruição e criação cultural” por parte dos cidadãos, não pode a cultura ser entendida numa mera perspetiva mercantilista. Por essa razão, espera-se que o atual governo, através do Ministério da Cultura, venha a repor o princípio da gratuitidade que antes vigorava, concedendo o acesso gratuito um dia por semana ou seja, todos os domingos do mês.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:00
link do post | favorito

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA PROMOVE FÉRIAS DA PÁSCOA NO MUSEU

O Serviço Educativo do Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, apresenta um programa para as Férias da Páscoa, de 21 a 23 de março, dirigido a crianças dos 6 aos 12 anos, envolvendo diversas atividades lúdicas, divertidas e artísticas.

image001

Os participantes irão ter a oportunidade de ir em busca da escultura perdida. Embarcarão, ainda, numa aventura missionária, descobrindo os povos de outros continentes e as suas culturas, entre muitas outras surpresas.

As atividades decorrerão das 9h30 às 17h30 podendo os participantes inscreverem-se nos três dias ou parcialmente.

As inscrições devem ser efetuadas, previamente, até ao dia 16 de março, através do telefone 249 539 470. Inscrições limitadas a 15 participantes. Desconto de 20% na inscrição do segundo filho Os participantes deverão fazer-se acompanhar do almoço e lanche para manhã e tarde.



publicado por Carlos Gomes às 14:29
link do post | favorito

Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2016
LIGA DOS AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA E CONSOLATA MUSEU ORGANIZAM TERTÚLIA SOBRE CINEMA

A Liga dos Amigos do Museu e o Consolata Museu |Arte Sacra e Etnologia promovem nas duas primeiras sextas-feiras de março, dias 4 e 11, o CINEMA CON|VIDA. A iniciativa consiste no convite lançado a uma personalidade de Fátima, ligada ao cinema ou não, desafiando-a a escolher um filme que a tenha marcado na sua vida. Após a sua projeção decorrerá uma tertúlia sobre as impressões sentidas.

Foto sala

Para a realização deste evento, o espaço escolhido foi um local emblemático para os fatimenses e não só, a antiga sala do Hotel Pax, agora denominado Consolata Hotel. Esta sala mantem a decoração ao gosto dos anos 60 e foi uma referência durantes largos anos pela realização de sessões de cinema, pois ir ao cinema implicava deslocações para fora de Fátima. A sala insere-se numa construção de raiz para receber um Hotel que abriu as suas portas em 1967, sendo o italiano Giggi Capabava o autor do projeto. É um contributo do museu e da sua liga para assinalar um dos momentos relevantes da história de Fátima ao longo dos últimos 100 anos.

A primeira sessão realizar-se-á no dia 4 de março, lançando-se o desafio a Humberto Figueira da Silva, Presidente da Junta de Freguesia de Fátima, que escolheu o filme “ A Vida é Bela” (1997) de Roberto Benigni. Já no dia 11, a Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Ourém e Fátima, Fernanda Rosa, desafia os espectadores a assistirem ao filme “Segredos de Guerra” (2014), dirigido por Dennis Bots.



publicado por Carlos Gomes às 14:46
link do post | favorito

Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2016
MUSEU BORDALO PINHEIRO EM LISBOA RECEBE CONFERÊNCIA SOBRE "O MODERNISMO E O FOLCLORE"



publicado por Carlos Gomes às 10:24
link do post | favorito

Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2016
MUSEU BORDALO PINHEIRO EM LISBOA PROMOVE CONFERÊNCIA SOBRE “O MODERNISMO E O FOLCLORE”



publicado por Carlos Gomes às 22:12
link do post | favorito

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA PROMOVE VISITAS DESTINADAS AO PÚBLICO SÉNIOR

CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, tem agora ao dispor 5 Pacotes Especiais de Visita destinados ao Público Sénior das universidades, associações e outras instituições. Além da visita guiada habitual ao museu, os grupos poderão escolher outras ofertas, como uma visita aos Bastidores do museu (Sala de Inventário, Centro de Documentação e Reservas), aprenderem a dançar “Danças Tradicionais Europeias” ou visitarem a Sala de Pintura da Fábrica de Santos da Consolata. Alguns dos pacotes poderão incluir almoço-convívio no Consolata Hotel***. Marcação prévia através do e.mail  museuartesacra@consolata.pt . Informações: 249 539 470.

CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia

Este museu, pertencente ao Instituto Missionário da Consolata, detentor de uma valiosa coleção de arte sacra portuguesa dos séculos XIV ao XX (Meninos Jesus, Presépios, Crucifixos) e de uma vasta exposição de objetos etnográficos oriundos de África, Ásia e América, permite aos visitantes uma viagem pela diversidade da arte, culturas e religiões. Além disso, os visitantes poderão contemplar as relíquias dos Beatos Jacinta e Francisco Marto, na Sala dos Pastorinhos.

É um museu de reconhecida qualidade, sendo o único em Fátima credenciado pela Rede Portuguesa de Museus e certificado pelo Herity International (UNESCO). Fruto da sua intensa atividade, o museu recebeu uma Menção Honrosa na categoria do “Melhor Serviço de Extensão Cultural” nos Prémios APOM 2011 (Associação Portuguesa de Museologia), tendo o seu Roteiro ganho o Prémio da categoria “Melhor Informação Turística 2012”. 

O Museu está inserido no complexo dos Missionários da Consolata, a 100 metros do Santuário de Fátima, dispondo de parques de estacionamento, espaços verdes, campo desportivo, serviços de alojamento e refeições, bem como um amplo espaço comercial de artigos religiosos. 



publicado por Carlos Gomes às 12:12
link do post | favorito

Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2016
MUSEU DE ARTE POPULAR PERTENCE AO POVO PORTUGUÊS

Desde há quatro décadas, o Museu de Arte Popular tem sido votado ao abandono. Os organismos governamentais ligados à cultura nunca revelaram qualquer interesse na sua preservação e até chegaram a avançar com a ideia da sua demolição. Mais recentemente, retiraram a sua preciosa coleção calculada em cerca de 15 mil peças da mais variada natureza, representando atividades artesanais do povo português, desde objetos de cerâmica a utensílios de trabalho, alfaias agrícolas, carroças, brinquedos e cestaria, a qual foi transferida para o Museu Nacional de Etnologia, não estando previsto o seu regresso à origem.

13292_10150163435315442_1035069_n

Questionado há 3 anos, no parlamento, pelos deputados da Comissão de Educação, Ciência e Cultura sobre a situação do Museu de Arte Popular, o então secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier afirmou que “o destino do museu não será um projeto museológico”, adiantando que o governo “está aberto a propostas dos agentes culturais para criar um projeto”.

Atualmente, o Museu de Arte Popular, mantém em funcionamento apenas uma sala de exposições temporárias, onde têm sido apresentadas exposições sobretudo de arte contemporânea. As cinco salas da exposição permanente que compõem o museu permanecem encerradas ao público. São elas as salas dedicadas às diferentes regiões nas quais o museu se encontrava estruturado: Entre Douro e Minho, Trás-os-Montes, Algarve, Beiras, Estremadura e Alentejo.

O Mercado da Primavera, espaço de animação cultural no exterior que serviu nomeadamente para dar a conhecer muitos dos nossos artesãos e suas obras, como foi o caso da barrista barcelense Rosa Ramalho, foi destruído há cerca de quatro décadas.

As autarquias locais, nomeadamente a Câmara Municipal de Lisboa e outros organismos e entidades ligadas à cultura popular não reagem exigindo a preservação do Museu de Arte Popular e o retorno da respetiva coleção.

Constituído em 1948, no âmbito da Exposição do Mundo Português, então com a designação de “Pavilhão da Vida Popular”, o seu acervo reunia um conjunto de peças que foi apresentado na Exposição de Arte Popular Portuguesa que teve lugar em Genebra, em 1935. O seu espólio repartia-se por diferentes salas dedicadas às mais diversas regiões do país e ainda um espaço para exposições temporárias, nelas predominando as cerâmicas e as alfaias agrícolas, os trajes e instrumentos musicais tradicionais, a joalharia e as artes de pesca, as carroças e a cestaria, a maioria das quais recolhida nos começos do século passado.

A decisão de ali instalar o Museu de Arte Popular coube ao ministro António Ferro e o edifício foi originalmente concebido pelo arquiteto Veloso Reis, tendo posteriormente sido sujeito a remodelação com vista a acolher o museu, tendo o projeto de adaptação pertencido ao arquiteto Jorge Segurado. O Museu de Arte Popular constituiu seguramente o exemplar mais representativo das conceções museológicas e ideológicas do Estado Novo, facto que só por si justificaria a sua continuidade e preservação.

Em relação ao próprio edifício, é reconhecido “o valor estético e material intrínseco, o génio dos respectivos criadores, o interesse como testemunho notável de vivências ou factos históricos, a sua concepção arquitectónica, urbanística e paisagista, e o que nele se reflecte do ponto de vista da memória colectiva”, razão pela qual foi pela Secretaria de Estado da Cultura, através da portaria n.º 263/2012, classificado como monumento de interesse público. Não obstante, chegou a estar prevista a sua demolição por proposta de um ministro da Cultura…

O Museu de Arte Popular pertence ao povo português e, como tal, deverá ser-lhe devolvido juntamente com a sua coleção. Torna-se necessário enquanto é tempo, que os cidadãos se mobilizem para exigir dos poderes públicos aquilo que lhes pertence!

226571_10150606299360442_6227824_n

Mercado Primavera 026



publicado por Carlos Gomes às 01:46
link do post | favorito

Terça-feira, 19 de Janeiro de 2016
MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA PREPARA CARNAVAL PARA OS MAIS JOVENS

O Serviço Educativo do CONSOLATA MUSEU |Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, terá ao dispor no dia 8 de fevereiro, para crianças entre 6 e 12 anos de idade, a atividade «Carnaval no Museu- Um dia na terra dos sonhos...».

Este programa diário, a decorrer entre as 9h30 e as 17h30, envolverá diversas atividades lúdicas e divertidas a partir do conhecimento das coleções do museu, nomeadamente de máscaras africanas e americanas, participando depois na oficina “Constrói a tua máscara e os teus adereços!”. Também terão a oportunidade de aprender as regras do jogo tradicional africano «Mankala – o jogo das pedras», entre muitas outras surpresas.

As inscrições devem ser efetuadas, previamente, até ao dia 4 de fevereiro, através do telefone 249 539 470. Inscrições limitadas a 15 participantes. Desconto de 20% na inscrição do segundo filho Os participantes deverão fazer-se acompanhar do almoço e lanche para manhã e tarde.



publicado por Carlos Gomes às 11:26
link do post | favorito

MUSEU DE ARTE SACRA E ETNOLOGIA DE FÁTIMA PROMOVE CURSO LIVRE SOBRE "OS PRIMEIROS CAPÍTULOS DO GÉNESIS"

O CONSOLATA MUSEU |Arte Sacra e Etnologia, em Fátima, vai promover de 16 de fevereiro a 8 de março o Curso Livre “Os primeiros capítulos do Génesis: Criação e Queda. Leitura iconoteológica”.

O curso decorrerá às terças-feiras das 18h30 às 20h30 nas instalações do museu, onde se apresentará uma leitura tipológica cristã do texto bíblico como é apresentada nas artes plásticas, fazendo a leitura teológica e iconológica das imagens que têm ilustrado os textos bíblicos ao longo dos séculos.

Através da projeção de slides em PowerPoint, abordar-se-ão exemplos das artes hebraica, paleocristã e bizantina, medieval, do renascimento em Itália e no Norte da Europa, luterana, maneirista e barroca, neoclássica e revivalista, e contemporânea.

O curso será orientado pelo Frei António-José de Almeida OP (Doutorado em História da Arte, e com um pós-doutoramento em Iconografia Cristã). É membro do Instituto de São Tomás de Aquino (ISTA) e da Academia Portuguesa da História e é colaborador da secção ‘Bíblia e artes plásticas’ do programa Bíblia Em Suas Tradições (BEST) da Escola Bíblica de Jerusalém.

Este curso encontra-se aberto a todos os que se interessam por esta área, independentemente da sua formação profissional.

A data limite de inscrição é 12 de fevereiro, estando limitado a 25 vagas. Informações através do n.º de telefone 249 539 470 ou do e-mail museuartesacra@consolata.pt.

Inscrições online através do endereço http://masefatima.blogspot.com



publicado por Carlos Gomes às 10:36
link do post | favorito

Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2016
CONSOLATA MUSEU | ARTE SACRA E ETNOLOGIA ELEITO “TOP CHOICE 2016” PELO SEGUNDO ANO CONSECUTIVO

O Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia, dos Missionários da Consolata, em Fátima, foi distinguido pelo segundo ano consecutivo como “Top Choice” no âmbito da categoria “Atrações turísticas” do popular portal turístico chinês Lianorg, uma referência no sector turístico que elabora um ranking anual das melhores atrações turísticas da Europa.

A nomeação resulta de um júri composto por profissionais do turismo e visitantes ao longo de 2015. Resultado desta nomeação as informações sobre o museu continuarão a constar no website Lianorg, tendo larga difusão junto do público chinês, japonês e de outros países asiáticos.

Este museu missionário, de características únicas no nosso país, através das suas raras e valiosas coleções de arte sacra e etnologia, permite aos visitantes estarem em contacto com diferentes culturas do mundo, sejam elas da Europa, Ásia, América ou África. Desde de 2000 apresenta na Sala dos Pastorinhos uma relíquia do Beato Francisco Marto, o seu barrete.

Além disso, integra um vasto complexo dos Missionários da Consolata composto de Hotel (Consolata Hotel), Loja de Artigos Religiosos (Loja da Consolata), espaços verdes e amplo parque de estacionamento para automóveis e autocarros.

É o único museu de Fátima credenciado pela RPM (Rede Portuguesa de Museus) e certificado pelo Herity International.  Recebeu já menções honrosas nas categorias de Melhor Serviço de Extensão Cultural e Promoção Turística dos Prémios APOM (Associação Portuguesa de Museologia).

Este ano celebra o seu 25.º aniversário!



publicado por Carlos Gomes às 15:28
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16
20

23
25
26
27
28
29

30


posts recentes

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

FÁTIMA EXPÕE "O MEU ANJIN...

ALVAIÁZERE COMEMORA SEMAN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

VÁ A FÁTIMA E VISITE A SA...

MUSEU MUNICIPAL DE ALVAIÁ...

JORNALISTA E ARTESÃ DESVE...

MUSEU DE MARINHA EXPÕE SO...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

FÁTIMA RECEBE FESTA DAS A...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

FÁTIMA REALIZA FESTA DAS ...

OURÉM ASSINALA DIA INTERN...

OURÉM COMEMORA DIA INTERN...

LEONARDO RITO EXPÕE EM FÁ...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

OURÉM COMEMORA DIA INTERN...

OURÉM ASSINALA DIA INTERN...

PORTUGUESES ESCREVEM AO P...

OURÉM COMEMORA DIA INTERN...

OURÉM COMEMORA NOITE DOS ...

PORTUGAL ASSINALA DIA INT...

ANTOLOGIA POÉTICA SOBRE A...

PORTUGAL ASSINALA DIA INT...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

OURÉM COMEMORA DIA DOS MU...

PORTUGAL COMEMORA DIA INT...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ALVAIÁZERE REALI...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MINISTÉRIO DA CULTURA DEV...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

LIGA DOS AMIGOS DO MUSEU ...

MUSEU BORDALO PINHEIRO EM...

MUSEU BORDALO PINHEIRO EM...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE POPULAR PER...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

MUSEU DE ARTE SACRA E ETN...

CONSOLATA MUSEU | ARTE SA...

arquivos

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds