Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.

Quinta-feira, 19 de Julho de 2018
FOI A ATITUDE DO CÔNSUL ARISTIDES DE SOUSA MENDES UM CASO ISOLADO DE REBELDIA AO ESTADO NOVO?

Muito se tem falado acerca da iniciativa do Cônsul português em Bordéus, Aristides de Sousa Mendes, mas sem o rigor histórico que o estudo do caso exige.

p.24-800x1115

A atitude do Cônsul é positiva e humana. Colocar isso em causa está fora de questão.

Porém, existe uma apreciação histórica que creio propositadamente errada acerca do caso porque motivada por preocupações de natureza política do que propriamente pelo interesse em compreender os factos.

À época, era ainda incerto o desfecho da guerra, nada garantindo a derrota alemã. Apesar da neutralidade portuguesa, a Alemanha e a Itália com o conluio da Espanha planearam a operação Félix para tomar Gibraltar e, como complemento, a Operação Isabela para invadir Portugal e tomar Lisboa, impondo aos nossos aliados ingleses o “bloqueio continental”. E, apenas com a ajuda e financiamento destes foi possível demover a Espanha do seu intento de anexar Portugal com a ajuda dos nazis.

Apesar das simpatias mais germanófilas da Espanha – lembremo-nos a propósito a participação da Divisão Azul da Falange na invasão à URSS – puderam milhares de judeus atravessar a Espanha sem serem incomodados e passar a fronteira portuguesa fortemente vigiada pela PIDE.

Esses milhares de judeus fixaram-se -se em Lisboa, Mafra, Ericeira e Torres Vedras. E, ainda inseguros do desfecho da guerra, foi a partir do porto de Lisboa que embarcaram para os EUA. E, à luz das crónicas situacionistas, tudo isto ocorre como se o regime de nada soubesse e o próprio Presidente do Conselho de Ministros, Prof. Doutor Oliveira Salazar – o ditador! – Ignorasse o que se passava debaixo dos seus próprios olhos… que raio de ditador que era ludibriado da forma mais ignóbil!

Mas vejamos: O que aconteceria a Portugal caso a Alemanha saísse vitoriosa?

E, que dizer da acção semelhante de diplomatas como Teixeira Branquinho e Sampaio Garrido?

Foi a acção de Aristides realmente um caso isolado?

Qual era verdadeiramente a origem da maior parte dos judeus que vieram para Portugal? Não eram eles descendentes dos judeus portugueses que, por pressão espanhola, foram forçados no século XVI a abandonar Portugal, fixando-se muitos deles na Flandres, precisamente os mesmos a quem Portugal concede agora a nacionalidade aos seus descendentes? E porque razão veio há cerca de vinte anos a Rainha da Holanda agradecer a Portugal o acolhimento dispensado aos judeus que viviam na Holanda?

Como se explica que, ao contrário de outras nações como a França, Portugal ao tempo do Estado Novo não criou campos de concentração para os judeus nem os entregou à morte, às mãos dos nazis?

E, uma vez que se teima em julgar a História aos olhos da actualidade, porque será que, antes do início da guerra, não aceitaram as “democracias ocidentais” receber os judeus que os alemães pretendiam expulsar do seu país? E, finalmente, porque não foram então os árabes e muçulmanos, agora tão idolatrados pelos países da União Europeia, perseguidos pelos nazis, não se registando a sua presença nos campos de concentração e de extermínio nem as suas mesquitas destruídas e incendiadas como se verificou com as sinagogas judaicas? E, entre tais minorias que, para além dos judeus, também foram sacrificadas nos campos de extermínio nazis, continuam os historiadores de serviço a apagar da História o sacrifício dos russelistas, actualmente mais conhecidas por Testemunhas de Jeová?

Conclui-se que a História continua ao serviço da política e, tal como no passado, os cronistas escrevem o que aos seus amos convém!



publicado por Carlos Gomes às 14:23
link do post | favorito

Quarta-feira, 18 de Julho de 2018
INSIGNARE PARTICIPA NAS JORNADAS PEDAGÓGICAS DA ANESPO 2018

No âmbito da participação da INSIGNARE nas Jornadas Pedagógicas da ANESPO -  Associação Nacional de Escolas Profissionais, que decorreu ontem, na Escola Tecnológica e Profissional da Zona do Pinhal, em Pedrogão Grande, sob o tema: “Apostar na qualidade e nas Práticas Disruptivas”, os Supervisores Técnicos da Escola de Hotelaria de Fátima e da Escola Profissional de Ourém, Elisabete Marques e António Évora respetivamente, efetuaram uma intervenção no Painel 5 sobre a temática: “A Qualidade no Ensino Profissional: Transferência de Práticas e Experiências”.

unnamed

Na sua apresentação partilharam a experiência das escolas INSIGNARE no planeamento, implementação, avaliação e revisão do seu processo EQAVET, enquanto sistema de garantia de qualidade da formação ministrada nas duas escolas.

De destacar nestas Jornadas, a conferência inaugural com a intervenção do Dr. Xavier Aragay Y Tussel, Director de Reimagine Education Lab, sob o tema: “(Re)imaginar a educação: 21 chaves para transformar a escola”, que iniciou a sua apresentação com uma questão que, todos os professores e formadores de uma escola do século XXI se devem interrogar: “Estamos a formar para um posto de trabalho ou para a vida?” A partir desta questão levou os participantes a refletir sobre a sua forma de olhar para o ensino/formação como um processo que necessita de mudanças e de se adaptar aos novos tempos, às novas tecnologias e à inteligência artificial.



publicado por Carlos Gomes às 21:11
link do post | favorito

Terça-feira, 17 de Julho de 2018
FREIXIANDA REALIZA FESTA DO EMIGRANTE

No próximo dia 09 de Agosto, tem lugar a terceira edição da Festa do Emigrante em Freixianda (Ourém), no Largo dos Bombeiros, organizada pela secção local dos Bombeiros Voluntários de Ourém e respectiva Liga de Amigos.

29468240_1695866533835528_5693495865478479872_n

As receitas conseguidas com esta iniciativa têm como destino a secção local dos soldados da paz.

A festa terá início com a abertura do bar e do restaurante com o habitual frango assado, às 18h00 e às 19h00, respectivamente.

Existe também a habitual venda das refeições para fora.

Conta ainda com a actuação do Grupo Só Ritmo pelas 22h00.

Este é já um evento de referência na região que se realiza sempre na quinta-feira antes do dia 15 de agosto e que serve não só parta angariar fundos mas também para dar as boas vindas a toda a comunidade emigrante.

Capturar1



publicado por Carlos Gomes às 14:03
link do post | favorito

PAULO FERRAZ CUMPRE OBJECTIVOS RALI DO SEBAL

José Merceano e Francisco Pereira venceram o Rally das Vindimas Sebal pontuável para o Troféu Rally Regional Centro. Armando Carvalho e Ana Santos foram segundos e são os líderes da tabela classificativa enquanto Luís Simões e Flávio Lopes foram terceiros

37237354_10210221005440407_4036269797875384320_n

A dupla da Freixianda Paulo Ferraz / António Alexandre estiveram nesta prova ao volante de um BMW 320i pois o seu veiculo ahabitual ainda não estava pronto.

A equipa divertiu-se e terminou a prova pois era esse o seu grande objectivo.

No final falamos com o Paulo Ferraz que nos disse que " o rali do sebal correu bem e dentro do objectivo que tínhamos, pois era a primeira vez que andávamos com o carro em pisos de terra, visto que o subaru ainda não está pronto optei por fazer o que resta do terço do troféu no BMW e em tracção traseira. Foi um rali em que nos divertimos imenso e conseguimos terminar o que era o nosso principal objectivo! A próxima prova em que vamos nestar presentes será a Rampa de Espite no dia 5 de Agosto , pois é uma prova no nosso concelho e temos que nos apresentar para ajudar a dar um bom espectáculo à nossa terra que tem uma boa quantidade de aficionados deste desporto" .

A terceira etapa do Troféu Regional de Ralis do Centro / Rali de Penela contou com organização do Penela Race Events Club.

Todos os resultados em : http://penelarace.pt/live/

Paulo Ferraz/ António Alexandre têm os seguintes apoios: AZ Peças; Multiarbags ; Carteca ; Libearte Construções ; Auto-Abades ; Pulso-Publicidade ;Dragão Pneus ; J L Bicho ; Vitassist e Contarotacoes.com

Jorge Santos

37329505_10210221008360480_3166586281039757312_n



publicado por Carlos Gomes às 13:59
link do post | favorito

FREIXIANDA ANGARIA FUNDOS PARA OS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS

37254360_10212300706657467_2691038843372568576_n



publicado por Carlos Gomes às 10:48
link do post | favorito

Sexta-feira, 13 de Julho de 2018
PROFESSORES DA EPO E EHF APROFUNDAM NOVAS METODOLOGIAS NA ÁREA DA EDUCAÇÃO

No passado dia 11 de julho de 2018, realizou-se na Escola de Hotelaria de Fátima, o Seminário de Avaliação Final da Oficina de Formação “(Re)Aprender a Ensinar e Avaliar no Ensino Profissional: O Saber em Ação”, no âmbito do SAME - Serviço de Apoio à Melhoria da Educação, do Eixo Valorização do Ensino Profissional, da Universidade Católica Portuguesa do Porto.

unnamed

Este Seminário foi o culminar de 1 ano de Formação, que envolveu 20 colaboradores (professores, formadores e diretores pedagógicos) da Escola de Hotelaria de Fátima (EHF) e da Escola Profissional de Ourém (EPO), que se constituíram como uma comunidade de aprendizagem e de investigação.

O objetivo desta formação, e a grande missão destas novas metodologias, foi aprender a ensinar os alunos do século XXI, tornando-o como o centro de todo o processo de ensino/aprendizagem e preparando-os para o mundo actual.

Esta formação teve também por desafio, projetar o Ensino Profissional para o século XXI, construindo soluções à medida daquilo que são as reais necessidades do mercado de trabalho, mas nunca esquecendo a formação integral dos alunos enquanto cidadãos do mundo.

Ao todo foram 50 horas certificadas de trabalhos, que incluiu trabalho individual mas também colaborativo, durante as quais os seus intervenientes puderam repensar métodos de ensino, novas metodologias pedagógicas, assim como a ação das duas escolas em torno dos desafios que a educação, nos dias de hoje enfrenta. A modernidade das Escolas passa sobretudo pela modernidade das suas formas de ensino.

Para além disso, foram desenvolvidos projetos integradores interdisciplinares que mobilizaram professores, formadores e alunos em prol dos mesmos, tendo sido despendidas muitas horas para que o seu sucesso pudesse ter sido alcançado.

Para a formadora Luísa Orvalho, consultora da Universidade Católica Portuguesa do Porto, esta “ação concretizou-se através de uma assessoria de proximidade, de acompanhamento sistemático, de apoio, de incentivo e de fazer acreditar que é possível construir uma outra Escola, em que todos os alunos aprendam até ao máximo do seu potencial".



publicado por Carlos Gomes às 17:39
link do post | favorito

ESPOSENDE ORGANIZA FESTA DO IDOSO EM FÁTIMA

Inscrições já estão abertas

O Município de Esposende vai promover, no próximo dia 14 de setembro, mais uma edição da Festa do Idoso, com o tradicional passeio-convívio ao Santuário de Fátima. As inscrições decorrem até ao dia 16 de agosto, nas sedes de Junta de Freguesia do concelho.

festa_idoso18

Podem inscrever-se idosos residentes no concelho, com idade igual ou superior a 65 anos, pessoas portadoras de deficiência com autonomia, com idade superior a 35 anos, e pessoas que frequentam as Instituições Particulares de Solidariedade Social com valência para a terceira idade.

À semelhança das anteriores edições, o programa integra a Eucaristia, na Basílica da Santíssima Trindade, pelas 12h15, e, posteriormente, o piquenique nos parques do Santuário, estando o regresso a casa previsto para as 18h30.

Esta iniciativa, que vai já na 23.ª edição, integra o Programa Ativo Mais, que é desenvolvido no âmbito da Rede Social de Esposende, o qual tem contribuído, de forma efetiva, para a qualidade de vida dos idosos, promovendo o seu bem-estar, a inclusão social e o seu reconhecimento na comunidade. Efetivamente, a comunidade sénior concelhia tem a oportunidade de participar, ao longo de todo o ano e de forma gratuita, num conjunto muito diversificado de atividades de vária índole, nomeadamente de caráter lúdico, recreativo, musical, cultural e desportivo.

O Programa Ativo Mais permite, por outro lado, fortalecer as parcerias locais, permitindo concertar esforços, otimizar recursos, integrar contributos e complementar a intervenção tendo em vista a promoção de um envelhecimento ativo.



publicado por Carlos Gomes às 16:19
link do post | favorito

Quinta-feira, 12 de Julho de 2018
OURÉM REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

Capturar1

Capturar2

Capturar3

Capturar4


tags:

publicado por Carlos Gomes às 17:56
link do post | favorito

Segunda-feira, 9 de Julho de 2018
SOFIA, MEU AMOR! APRESENTA-SE NA VILA MEDIEVAL DE OURÉM

O Município de Ourém, receberá no próximo dia 15 de julho (domingo), nas ruas da Vila Medieval de Ourém, pelas 18.00h, a primeira itinerância do projeto de Programação Cultural em Rede ARTÉRIA , a criação artística do Município de Coimbra, "SOFIA, MEU AMOR!". Este espetáculo é da responsabilidade do TRINCHEIRA TEATRO e estreou nas ruas da baixa de Coimbra no passado dia 30 de junho.

Sofia

"SOFIA, MEU AMOR!" é um espetáculo em forma de percurso que lança um olhar sobre o património da Vila Medieval e convida o público a descobrir (en)cantos e recantos, ruas e vidas escondidas por detrás das fachadas.

SINOPSE: Uma rua é feita de infinitas ruas invisíveis que curvam, sobem, descem e conduzem a mil saberes, mil experiências e mil histórias. Na Rua da Sofia, ou Rua da Sabedoria, encontrámos segredos, mistérios, soluções, encontrámos histórias sobre histórias de passado, presente e futuro. Descobrimos a vontade transformadora da alquimia, que queria tornar o vulgar e o corriqueiro em ouro.

Apresentamos episódios e estilhaços das vidas, públicas e privadas, reais e imaginadas, que o património da Rua da Sofia e zona envolvente alberga, albergou ou poderá albergar.

Unimos a quimera à realidade: partimos numa viagem alquímica, repleta de jogo, barricadas, separações, lutas, sonhos, travessias, buscas, fantasias, descobertas, tropeções, transformações e reencontros.

O Ouro que esta alquimia nos desvela é aquele que, ao longo do caminho – afastando-nos apressados do Passado, soterrados pelo Presente e piscando os olhos ao Futuro – nos desabituámos a olhar, de reconhecer, de pensar até que pudesse existir.

O acesso é gratuito mas de inscrição obrigatória através dos serviços do Museu Municipal de Ourém: tel: 249 540 900 (ext: 6831) | tlm: 919 585 003 | email museu@mail.cm-ourem.pt

As inscrições são limitadas.

Para visualizar imagens deste espetáculo no dia de estreia aceda aos link's:

https://www.cm-coimbra.pt/index.php/areas-de-intervencao/cultura/atualidade/item/6036-espetaculo-sofia-meu-amor-encantou-participantes

https://www.facebook.com/municipiodecoimbra/videos/1937758486269526/

https://www.facebook.com/RedeArteria/videos/2102847426664133/

https://www.facebook.com/gaclaudiata/videos/10214492074770058/?source=feed_text

A Rede ARTÉRIA tem como objetivo a criação de uma rede de programação cultural regional para agentes/estruturas oriundas de 8 cidades e respetivos concelhos da região Centro – Belmonte, Coimbra, Figueira da Foz, Fundão, Guarda, Ourém, Tábua e Viseu. Esta rede realizará a sua programação em espaços patrimoniais recuperados ou em processo de requalificação e em equipamentos culturais das referidas cidades. Ao ser constituída por agentes da região terá um impacto no fortalecimento do tecido cultural e artístico e na afirmação deste território na produção e circulação artísticas.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 21:36
link do post | favorito

Domingo, 8 de Julho de 2018
TABULEIROS DE TOMAR DESFILARAM ONTEM EM LOURES NO ÂMBITO DO FOLKLOURES’18

Grupo Folclórico Verde Minho – entidade organizadora do FolkLoures – está de parabéns!

A cidade de Loures foi ontem palco de um grandioso Encontro de Culturas: o FolkLoures’18. A festa abriu ao som dos bombos e caixas dos Mareantes do Rio Douro, de Vila Nova de Gaia, que despertaram a localidade da sua habitual calmaria. Seguiu-se o Grupo Arrufarte que também rufou vigorosamente os seus bombos, conferindo à iniciativa o ambiente característico das romarias do Minho.

DSCF1149

A cerimónia de boas-vindas e entrega de lembranças teve este ano lugar em palco, tendo como pano de fundo a réplica da fachada da igreja de São Paulo, em Macau, um local que se afigurou mais apropriado para o efeito relativamente ao que era habitual em anos anteriores, nos Paços do Concelho, como forma de acolhimento por parte da autarquia local. Nesta cerimónia, o Presidente da Câmara Municipal de Loures fez-se representar pelo Dr. Francisco Sousa e a Federação do Folclore Português pela engª Manuela Carriço. Também a Rádio do Folclore Português (RFP) fez-se representar através de Rafael Passos que é curiosamente o responsável do Grupo de Danças e Cantares do Alto do Moinho.

À hora marcada, após a refeição onde todos os grupos se juntaram e confraternizaram, todos os participantes reuniram-se junto ao Pavilhão Paz e Amizade e iniciaram o desfile rumo ao Parque da Cidade onde, teve lugar a sua actuação em palco.

DSCF1054

O grupo “Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa” representou em palco a dança tibetana “Capriccio de Kumara”, actuação que prendeu a atenção do público que esgotou por completo a plateia, conservando um silêncio e uma atenção raramente observáveis em espectáculos populares ao ar livre.

Seguiu-se a magnífica representação da Festa dos Tabuleiros de Tomar anunciando já a sua edição no próximo ano naquela linda cidade das margens do rio Nabão. O Grupo anfitrião – Grupo Folclórico Verde Minho – abrilhantou o espectáculo com a alegria, colorido e vivacidade que caracteriza o folclore do Minho, região que também esteve magnificamente representada pelo Grupo de Sargaceiros da Casa do Povo da Apúlia, de Esposende.

No FolkLoures, o cante alentejano nunca é esquecido e, em representação deste género de manifestação cultural do nosso Alentejo, esteve o Grupo Coral e Etnográfico Amigos do Alentejo do Feijó – Almada, rigorosamente trajado e sempre muito apludido pelo público que manifestamente apreciou a sua actuação.

Em representação do Douro Litoral actuou o Grupo de Danças e Cantares Alto do Moinho, impecavelmente trajado e com rigorosa execução, grupo aliás reconhecido com um dos melhores sediados na região de Lisboa. E, como não podia deixar de ser – a organização do evento nunca esquece a identidade do concelho de Loures! – o folclore saloio esteve presente através do Rancho Folclórico de Lousa, concelho de Loures.

O FolkLoures’18 terminou com uma imponente sessão de fogo-de-artifício que a muitos fez lembrar as grandiosas romarias do Minho, com os foguetes a estalejar nos céus e a iluminar a cidade de Loures com a promessa de que, para o ano, o festival será ainda mais grandioso.

O BLOGUE DO MINHO tem conhecimento que a organização já está a encetar os contactos com diversas entidades com vista à organização do FolkLoures’19, iniciando os preparativos com vista à sua realização. E a próxima edição promete trazer a Loures grandes novidades!

DSCF1061

DSCF1118

DSCF1119

DSCF1144

DSCF1152

DSCF1243

DSCF1245

DSCF1248

DSCF1254

DSCF1250



publicado por Carlos Gomes às 11:02
link do post | favorito

Sexta-feira, 6 de Julho de 2018
SANTUÁRIO DE FÁTIMA RECEBE PEREGRINOS DE VIEIRA DO MINHO

Autarquia Vieirense levou 1600 peregrinos ao Santuário de Fátima

Cumprindo uma vez mais a tradição, a Câmara Municipal voltou a organizar o passeio convívio para os Vieirenses.

DSC_4776

Neste sentido, mais de 1600 pessoas do concelho de Vieira o Minho rumaram ontem ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, no passeio anual que a Autarquia proporciona aos seniores do concelho, e no qual marcou, igualmente, presença o presidente do Município, António Cardoso.

Provenientes de todas as freguesias do concelho de Vieira do Minho, os participantes assistiram à celebração da Eucaristia na Igreja da Santíssima Trindade concelebrada pelo Arcipreste de Vieira, Padre Alcino Xavier, e pelos párocos, Albano Costa, João Lameiras, Fernando Eurico e José Alves que também integraram o passeio. De referir, ainda que a celebração da Eucaristia foi animada pelo Coro da Universidade Sénior de Vieira do Minho. A celebração da Eucaristia foi animada pelo Coro da Universidade Sénior de Vieira do Minho.

DSC_4588

No final da celebração religiosa, os participantes neste passeio aproveitaram para aconchegar o estômago, no tradicional almoço de confraternização na zona envolvente ao Santuário, com a partilha de farnéis. Entre os peregrinos, que aproveitaram esta deslocação ao Santuário de Fátima para o cumprimento de promessas e a compra de recordações, reinou sempre um ambiente de boa disposição e alegria que se manteve durante toda a tarde e durante a viagem de regresso a Vieira do Minho.

Distribuídos por 32 autocarros, os participantes neste passeio foram acompanhados pelos técnicos da Autarquia, que tiveram a colaboração dos vários presidentes de Junta de Freguesia do concelho e de técnicos dos diferentes Centros Sociais e Paroquiais.

DSC_4771

Nas palavras que foi partilhando com os presentes, o presidente António Cardoso referiu que "este tipo de iniciativa, para além de promover o convívio, é um excelente momento para os Vieirenses manifestarem a sua fé e devoção a Nossa Senhora de Fátima". O  autarca considerou, ainda, que "os mais Vieirenses e a promoção de estratégias que visem o seu bem-estar serão sempre uma prioridade”.

No final, António Cardoso agradeceu a “forma dedicada como todos os presentes se empenharam na iniciativa, fator que contribuiu, decisivamente, para o sucesso deste passeio”.

DSC_4803



publicado por Carlos Gomes às 21:05
link do post | favorito

PAN APRESENTA PROPOSTAS DE ALTERAÇÃO ÀS LEIS LABORAIS

Intervenção - André Silva – 06.06.2018

Projeto de Lei n.º 897/XIII/3ª (PAN) Altera o Código do Trabalho, reconhecendo o direito a 25 dias úteis de férias

Projeto de Lei n.º 898/XIII/3.ª (PAN) Altera a Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, aprovada pela Lei n.º 35/2014, de 20 de Junho, reconhecendo o direito a 25 dias úteis de férias

Os Portugueses trabalham mais horas e têm menos férias do que a média europeia. O período anual de férias tem a duração de 22 dias úteis, tanto para o sector público como privado, visando, os projectos de lei do PAN que hoje discutimos, promover o seu alargamento para 25 dias úteis em ambos os casos.

As férias ajudam a diminuir o stress, a relaxar e a aumentar os níveis de energia e de criatividade e permitem a existência de tempo disponível para a participação em actividades sociais, culturais ou desportivas, bem como possibilitam que os pais tenham mais tempo e disponibilidade para estar com os filhos. É necessário criar condições efectivas que permitam uma verdadeira articulação entre a vida profissional, pessoal e familiar, de forma equilibrada, sem que o trabalhador se veja obrigado a descurar alguma delas.

Esta medida tem igualmente impactos positivos ao nível da redução do absentismo laboral, muitos vezes causado por stress e excesso de trabalho, aumentando a produtividade, algo que não se consegue com elevadas cargas horárias, mas sim com trabalhadores motivados.

Em suma, nesta sociedade cada vez mais abundante em bens e serviços o que mais escasseia é o que mais precisamos. De tempo para viver. Obrigado.



publicado por Carlos Gomes às 20:11
link do post | favorito

VAI HOJE A VOTAÇÃO NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PROPOSTA DO PAN PARA ACABAR COM AS TOIRADAS EM PORTUGAL

Projeto de Lei n.º 879/XIII/3.ª (PAN) Determina a abolição de corridas de touros em Portugal

Intervenção André Silva

O mais verdadeiro teste moral da humanidade reside na relação que mantemos com os que estão à nossa mercê, os que não têm qualquer poder, os que são impotentes. E é precisamente neste ponto que encontramos a maior derrota da tauromaquia.

A tauromaquia consiste na exibição da mais abjecta cobardia de que a espécie humana é capaz: o execrável divertimento com a fragilidade e com a dependência alheias.

A verdade é que, no que respeita à relação com os animais e por mais criteriosa e eufemística que seja a escolha de palavras, não há como contornar o facto de que as corridas de touros colocam em causa a vida e a integridade dos animais envolvidos.

Na falta de argumentos convincentes, ao sector tauromáquico nada mais resta que repetir a falácia de que estas manifestações são parte integrante do património cultural português. Estagnados no tempo em que a maioria das pessoas não sabia ler nem escrever, tentam fazer-nos acreditar que a violência extrema de rasgar a carne a um animal e fazê-lo cuspir sangue faz parte da nossa identidade.

A cultura, enquanto sistema complexo de códigos e de costumes que formam a herança de uma comunidade não pode constituir, por si só, fundamento para legitimar práticas que já não se compadecem com o nosso conhecimento. Nomeadamente quando a herança é um massacre.

Da nossa herança enquanto povo faz parte a escravidão, a colonização, a Inquisição, a pena de morte, a caça à baleia ou a subjugação patriarcal das mulheres, valores e práticas que foram sendo abandonadas e perderam por completo o seu espaço, não nos merecendo hoje qualquer saudosismo.

Todas as tradições devem estar sujeitas ao crivo ético das sociedades. Ao legislador compete mudar a lei quando a alteração de consciências assim o exige.

O país pede uma evolução civilizacional e ética em relação a este assunto sendo que as tradições reflectem o grau de evolução de uma sociedade pelo que não é mais aceitável que o argumento da tradição continue a servir para a perpetuar a cultura da brutalidade e do sangue que se vive nas arenas.

Todas e todos temos muitas formas de satisfazer o nosso direito à cultura sem que este tenha que passar por maltratar e brutalizar animais. Tenha a classe política a coragem para assumir o desígnio civilizacional da não-violência.



publicado por Carlos Gomes às 11:37
link do post | favorito

BANDEIRA AZUL ESTÁ DE VOLTA À PRAIA FLUVIAL DO AGROAL

A Praia Fluvial do Agroal foi galardoada pelo segundo ano consecutivo com a atribuição da “Bandeira Azul”, distinção que comprova a qualidade das águas, dos equipamentos e dos serviços deste património natural que todos os anos atrai muitos visitantes ao concelho de Ourém. Além da “Bandeira Azul”, foi também içada a “Bandeira Praia Acessível, Praia para Todos” que reconhece a existência de condições de acessibilidade, segurança e conforto para todos aqueles que visitam o Agroal.

IMG_7220

As bandeiras foram içadas durante esta manhã de 5 de julho pelo Vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém, Natálio Reis, e pelo Presidente da Assembleia Municipal, João Moura, que manifestaram o seu agrado pelas melhorias que todos os anos têm sido implementadas na Praia Fluvial do Agroal. Natálio Reis salientou ainda a vontade do Município de Ourém de continuar a investir no Agroal para continuamente melhorar as condições do espaço e assim manter a “Bandeira Azul” por muitos anos. A cerimónia de hastear das bandeiras contou com a presença de vários elementos da Divisão de Ambiente e Sustentabilidade da Câmara Municipal de Ourém, representantes da Associação Bandeira Azul, da Be Water, da Suma, das Águas do Centro Litoral e do Centro de Saúde de Ourém.

A Câmara Municipal de Ourém vai promover durante os meses de julho e agosto um conjunto de ações de sensibilização na Praia Fluvial do Agroal sobre a defesa dos recursos hídricos e acondicionamento de lixo produzido na praia, além da normal manutenção de todos os espaços verdes e zonas relvadas e a vigilância e socorro a banhistas com a presença de 2 nadadores salvadores.

O galardão “Bandeira Azul” reconhece o esforço do Município de Ourém na preservação da qualidade da água, na gestão de equipamentos de segurança e serviços, bem como na divulgação e promoção da informação e educação ambiental.

IMG_7275

IMG_7168

IMG_7197



publicado por Carlos Gomes às 04:41
link do post | favorito

Quinta-feira, 5 de Julho de 2018
JOVENS VOLUNTÁRIOS VÃO ACOLHER PEREGRINOS NO SANTUÁRIO DE FÁTIMA

Jovens voluntários vão acolher peregrinos e aprofundar Mensagem de Fátima através do projeto SETE

Tem início, na próxima segunda-feira, o primeiro turno do projeto SETE, através do qual o Santuário de Fátima propõe a jovens, dos 16 aos 35 anos, uma experiência imersiva de voluntariado. Nesta proposta, os jovens vão vivenciar o acolhimento aos peregrinos, no Santuário, ao mesmo tempo que aprofundam a Mensagem de Fátima.

De 9 de julho a 2 de setembro, estes voluntários vão estar a colaborar nos diferentes espaços percorridos pelos peregrinos: Capelinha das Aparições, basílicas de Nossa Senhora do Rosário de Fátima e da Santíssima Trindade, posto de informações, Via-Sacra e monumento dos Valinhos.

Será também o voluntariado do projeto SETE que garantirá o funcionamento da Casa do Jovem do Santuário de Fátima, de quarta-feira a sábado, das 10h00 às 12h30 e das 15h00 às 18h00, desde a segunda semana de julho à ao primeiro fim-de-semana de setembro. Neste espaço, os jovens voluntários vão ser desafiados a idealizar atividades e itinerários para o público jovem, através do atelier criativo “Propor Fátima”.

Durante os dias do projeto, os voluntários – que estarão devidamente identificados com um colete e um crachá do projeto SETE –, serão chamados a orientar, informar e acompanhar os peregrinos, dando especial apoio aos mais frágeis.

Os turnos, de 7 ou 14 dias, vão introduzir os jovens na experiência de Fátima, tornando-os anunciadores da mesma. Para tal, cada período inicia com o momento formativo "Jovem, que te diz Fátima?", através do qual é apresentada uma síntese da Mensagem de Fátima. No penúltimo dia, o encontro de partilha "E tu, que dizes a Fátima?" vai sintetizar a experiência tida ao longo dos dias de voluntariado.

Para o arranque de cada dia está previsto um momento de oração, que marcará o ritmo do serviço diário e a reflexão sobre as vivências tidas pelos jovens, sempre com o acompanhamento de uma equipa do Santuário.

Descobrir o projeto pessoal vida

A designação SETE faz alusão à sétima aparição de Nossa Senhora a Lúcia, a 15 de junho de 1921, na qual a Virgem elucida a vidente sobre o projeto de vida que Deus tem para ela. Ao evocar este momento, o projeto SETE apresenta-se como um contributo para a descoberta pessoal do projeto de vida que Deus tem para cada um dos jovens participantes.

A iniciativa, proposta em conjunto pelo Departamento para o Acolhimento de Peregrinos e pelo Departamento de Pastoral da Mensagem de Fátima, recebeu, até ao momento, cerca de 80 inscrições.

Ana Ribeiro, de 16 anos, vai participar no primeiro turno, que decorre entre a próxima segunda-feira e o dia 15 de julho. Em declarações à Sala de Imprensa do Santuário, esta jovem estudante de Paredes, Porto, sublinha o “grande desafio” e a oportunidade de aprofundar o conhecimento sobre a Mensagem de Fátima.

“Eu sempre quis fazer voluntariado e esta pareceu-me uma boa oportunidade, sobretudo por ser no Santuário de Fátima, um lugar onde vou frequentemente em peregrinação com a família, e onde já vivi experiências únicas. Agora, com este projeto, espero conhecer pessoas novas, poder ajudar os peregrinos e aprofundar ainda mais aquilo que já conheço sobre Fátima.”

Do sul do país, de Évora, virá Luís Placas, de 17 anos, que se inscreveu no primeiro turno de agosto assim que leu sobre o projeto SETE, nas redes sociais. Guarda boas recordações da última vez que esteve em Fátima como peregrino, durante a peregrinação de 12 e 13 e maio de 2017, e, agora, quer experimentar o lado do acolhimento.

“Quando conheci o projeto, achei-o logo interessante, por me poder dar a perspetiva de quem contacta com os peregrinos, sobretudo os que têm mais dificuldades”, diz o jovem da paróquia de São Brás, diocese de Évora.

Clara Pardal, de 20 anos de idade, convenceu cinco amigas a virem participar consigo neste projeto de voluntariado do Santuário. A jovem da paróquia da Falagueira, do Patriarcado de Lisboa, já teve contacto com a Mensagem de Fátima, através de um retiro para catequistas, e vê no projeto SETE uma oportunidade para aprofundar os conhecimentos adquiridos, com a vivência do acolhimento aos peregrinos.

“Espero uma semana diferente e produtiva. Independentemente do serviço que fizer, tenho a certeza de que vai ser uma experiência que me vai ajudar a crescer como pessoa”, assegura.

As inscrições para o projeto SETE continuam disponíveis. A iniciativa destina-se a todos os jovens, em especial àqueles que procuram uma vivência espiritualmente rica, profunda e partilhada com outros jovens, ou que se interroguem sobre o sentido e a atualidade do acontecimento e da experiência de Fátima. 



publicado por Carlos Gomes às 16:41
link do post | favorito

Terça-feira, 3 de Julho de 2018
VEREADORES SOCIALISTAS TOMAM POSIÇÃO NA REUNIÃO DO EXECUTIVO MUNICIPAL

Posições Vereadores PS Reunião de Câmara 2 Julho 2018

ANTES DA ORDEM DO DIA

MONFORTINOS

Os vereadores do PS congratulam-se pelo facto de o executivo ter decidido voltar atrás no processo de cedência de prédios que envolvia o edifício dos Monfortinos. Embora considerando a mais valia e o trabalho de excelência que o Conservatório tem feito em Fátima, bem com a possibilidade desta instituição continuar ali a funcionar, aquele edifício é demasiado valioso e importante para ser cedido a uma entidade privada, a qual pode, inclusive, passar os direitos para outra qualquer outra entidade, local ou não.

Os vereadores do PS consideram que Fátima e os seus habitantes merecem ter na sua zona nobre, a Cova da Iria, um edifício digno, público, propriedade do Município que se torne ex libris cultural da cidade de Fátima. O edifício dos Monfortinos tem esse potencial e deve ser valorizado nesse sentido.

FEIROURÉM

Decorreu entre 15 e 20 de junho a Feirourém. Resgatada que foi a mostra de atividades artesanais e industriais do concelho, congratulamo-nos com a possibilidade que os oureenses tiveram de mostrar os seus produtos e serviços. Se este executivo municipal efetivamente tiver a intenção de promover a Feirourém e torná-la uma mostra industrial, comercial e de serviços, o Município não deve ficar restringido aquilo que (muito e bem) se faz no Município. Abrir as portas a empresas da região e do país, pode engradecer as Feira, torná-la uma mostra regional e nacional, promover contactos entre industriais e comerciantes e até, promover as zonas industriais existentes e planeadas. O enriquecimento de Ourém e da Feirourém não pode ficar circunscrito aquilo que é feito no concelho. Tal como existe um processo de internacionalização a nível turístico, deverá existir também um processo de aproximação deste evento a empresas de diversos setores a nível nacional de modo a contribuir para o enriquecimento das próprias empresas do concelho.

Por outro lado, as verbas gastas neste evento este ano pelo Município, justificam maior abertura ao exterior. Um evento com custos superiores a 100.000 euros não pode ficar restringido a uma população de cerca de 40.000 habitantes, sob pena de não se tornar um bom investimento. E é isso que os vereadores do PS consideram que aconteceu este ano: um investimento desproporcionado entre a parte lúdica e o retorno económico para o concelho.

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE FÁTIMA

No passado sábado decorreu o XV aniversário dos Bombeiros de Fátima. Gostaríamos de deixar aqui expresso um voto de louvor à atual direção e à anterior pela aquisição de novos veículos para a corporação, bem como a todas as direções anteriores que realizaram o meritório trabalho de fazer daquela Associação Humanitária de Bombeiros aquilo que é hoje:  um conjunto de homens e mulheres, com uma multiplicidade de equipamentos diversos, que serve de forma exemplar a população residente, que trabalha e se desloca diariamente para Fátima e milhares de peregrinos  que, só em 2017, atingiram mais de 9 milhões.

Gostaríamos de aqui louvar também a colaboração financeira que o município tem dado, e aumentou este ano em cerca de 10%, para todas as corporações do concelho de Ourém. Todos sabemos como esta colaboração é fundamental para o sustento e manutenção das corporações.

No entanto, há um aspeto que nos levanta algumas dúvidas: o número de serviços prestado pelas diferentes corporações do concelho é diferente, nomeadamente no que se refere á prestação de auxilio a doentes em parceria com o SNS. Servir o número de habitantes de Fátima e aqueles que lá trabalham, só por si, representa um número de cerca de 40% da população de Ourém; por outro lado, a vinda e permanência de milhões de peregrinos, na sua maior parte de meia idade e idosos, aumenta em muito o numero de ocorrências e de pedido de auxilio. Sabemos também que sempre que as ambulâncias prestam socorro, mas não se deslocam aos hospitais, porque prestam os socorros necessários no local, não são pagos os gastos daí decorrentes. Ora estas deslocações, perfazem milhares de quilómetros ao longo do ano e despesas que vêm o orçamento da corporação de Fátima acrescido. Sendo assim, como se compreende que as verbas atribuídas sejam na mesma proporção??

Considerando que deve haver um tratamento igualitário para todas as corporações da parte do município, consideramos também que as diferenças entre elas devem ser levadas em conta para que haja justiça. Nesse sentido, consideramos oportuno que, no caso particular de Fátima, se estabeleça um protocolo entre o Município e a Associação dos Bombeiros Voluntários de Fátima que permita fazer face a este tipo de ocorrências e de despesas que decorrem da situação particular desta corporação face às restantes do concelho.

CASA DO POVO DE FÁTIMA

Decorreu no passado dia 30 o encerramento das atividades letivas da Casa do Povo de Fátima. O excelente espetáculo de encerramento contou com a participação de dezenas de alunos de variadas atividades que englobam todas as idades. E esta é exatamente a mais valia que torna única esta Associação:  embora a ideia de “atividades letivas” nos remeta para crianças e jovens, o serviço prestado à comunidade pela Casa do Povo de Fátima abrange todas as idades, tornando-se impar em Fátima. Independentemente da idade, dos recursos ou da formação, todos os fatimenses, já residentes ou recém-chegados podem dirigir-se a esta associação e integrarem uma das suas atividades. A oferta cultural desta associação é tão rica e diversificada que permite a todos os fatimenses integrarem algum tipo de atividade, participar, desenvolver e manter laços próprios de uma comunidade, com uma história que se fez e continua a fazer-se a cada dia que passa.

Os vereadores do PS gostariam, por isso, de endereçar à Direção da Casa do Povo de Fátima os nossos mais sinceros parabéns pelo contributo que dá para o bem-estar físico, psicológico e relacional das diversas populações, pelo sentido de pertença a uma comunidade sistematicamente sujeita a mudança, flutuação de pessoas, e que funciona como uma referência para todos os que chegam a Fátima e aqui querem residir.

Os vereadores do Partido Socialista

Cília Seixo

José Reis

Estela Ribeiro



publicado por Carlos Gomes às 20:55
link do post | favorito

PAN QUER MELHORAR CONDIÇÕES DE SAÚDE MENTAL DOS AGENTES DAS FORÇAS DE SEGURANÇA

PAN volta a propor plano de resiliência psicológica dos operacionais da PSP e GNR

  • Projeto do PAN da sessão legislativa anterior sobre esta matéria foi chumbado 
  • Novos dados reforçam que a taxa de suicídios destes profissionais é quase o dobro do que na população em geral
  • PAN volta a trazer ao debate a necessidade de melhoria das condições de saúde mental dos profissionais da PSP e GNR
  • Implementação de um programa de promoção da resiliência psicológica dos operacionais numa lógica preventiva
  • Dotar a priorios profissionais de ferramentas que lhes permitam aprender a lidar com situações de stress

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza, volta a trazer ao debate a necessidade de melhoria das condições de saúde mental dos profissionais da Polícia de Segurança Pública (PSP) e Guarda Nacional Republicana (GNR) criando um programa de promoção da resiliência psicológica dos operacionais.

Na sessão legislativa anterior o partido apresentou um projeto de resolução que recomendava ao Governo que promova a melhoria das condições de saúde mental, em ambiente laboral, nas Forças e Serviços de Segurança, criando um programa de promoção da resiliência psicológica dos operacionais, que foi chumbado. No seguimento dos dados e notícias mais recentes que indicam que a taxa de suicídios destes profissionais é quase o dobro do que na população em geral, o PAN volta a apresentar uma nova iniciativa legislativa que inclui as novas evidências sobre este assunto.

Considerando os números apresentados no livro "Os polícias não choram", de Miguel Rodrigues e referidos pelo Diário de Notícias, 137 agentes acabaram com a sua própria vida entre 2000 e 2017, o que resulta numa média de 16,9 casos por 100 mil habitantes. Sendo que, entre 2000 e 2016, a taxa de suicídios foi de 9,7 por 100 mil habitantes na população em geral.

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia afirma que estes números, não são novidade e que constam de documentos públicos. O presidente desta associação, Paulo Rodrigues, afirmou inclusive para os meios de comunicação social que a “PSP é uma instituição fria, onde os recursos humanos tratam os polícias como números e raras vezes há a sensibilidade para olhar para a situação de cada um”.

O PAN entende que o aumento da prevalência das perturbações mentais e das perturbações psicológicas, bem como os custos a elas associados, reforçam a necessidade de intervenção psicológica.  O partido defende que o acompanhamento não deve passar apenas pelo acesso a consultas de psicologia e psiquiatria, que deverá estar acessível aos profissionais das forças de segurança, mas também por uma política preventiva, que passa pela implementação de um programa de promoção da resiliência psicológica dos operacionais das forças e serviços de segurança para diminuir os riscos psicossociais e consequências ao nível da saúde ocupacional, como as baixas por doença profissional, absentismo e suicídio, o que aumentaria simultaneamente a produtividade no cumprimento das missões.

Tão importante como recorrer à intervenção psicológica no tratamento de perturbações, é dotar a priori os profissionais de ferramentas que lhes permitam aprender a lidar com situações de stress, o que os ajudará no exercício das suas funções e evitará o surgimento de situações de ansiedade ou até depressão.

Para além da promoção da resiliência psicológica em profissionais no ativo, o PAN defende a importância deste acompanhamento logo na fase de formação inicial de elementos das forças e serviços de segurança, devendo ser de imediato definidas estratégias de treino para dotar os profissionais de técnicas para gerirem no seu dia-a-dia a desmotivação, o stress e a ansiedade.



publicado por Carlos Gomes às 14:35
link do post | favorito

D ANTÓNIO DE OLIVEIRA AZEVEDO, BISPO AUXILIAR DO PORTO, PRESIDE À P

Peregrinação Internacional Aniversária de julho de 2018 será presidida pelo Bispo Auxiliar do Porto. D. António Augusto de Oliveira Azevedo foi nomeado Bispo em 2016 pelo Papa Francisco

O Santuário de Fátima acolhe nos próximos dias 12 e 13 de julho a terceira Peregrinação Internacional Aniversária do Ano Pastoral que está a ser vivido em Fátima sob o tema “Tempo de graça e misericórdia: dar graças pelo dom de Fátima”, sublinhando a consciência do dom recebido, iniciativa gratuita e amorosa de Deus.

unnamed

Um ano depois do Centenário das Aparições, cuja celebração teve como apogeu a peregrinação do Papa Francisco à Cova da Iria, em maio com a canonização dos santos Francisco e Jacinta Marto, o Santuário de Fátima prepara-se para dar continuidade ao trabalho desenvolvido ao longo de sete anos e que culminou em 2017, com a celebração do Ano Jubilar.

Esta peregrinação de julho será presidida por D. António Augusto de Oliveira Azevedo, Bispo Auxiliar do Porto.

unnamed (1)

António Augusto de Oliveira Azevedo nasceu a 14 de junho de 1962 em Avioso, Maia. A ordenação presbiteral aconteceu na Sé Catedral do Porto a 13 de julho de 1986.

Nos dois primeiros anos de sacerdócio foi Vigário Paroquial de Santo Tirso (1986-1988), e assumiu a função de Capelão Militar na Força Aérea em 1988. Foi Conselheiro Espiritual das Equipas de Nossa Senhora em 1989, missão que ainda hoje exerce.

De 1990 a 2000 ocupou as funções de Pároco de Vilar do Paraíso, Vila Nova de Gaia, acumulando este múnus com a Assistência da Pastoral Operária do Porto (LOC e JOC), de 1998 a 2000.

É Docente na Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa desde de 2003, tornando-se em simultâneo Prefeito e Professor no Seminário Maior do Porto.

Exerce ainda o cargo Juiz do Tribunal Eclesiástico do Porto desde 2004, ano em que assume a Capelania do Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa (2004-2012). Desde 2005 é o Assistente Diocesano do Centro de Preparação para o Matrimónio (CPM).

Foi nomeado Reitor do Seminário Maior do Porto em 2012 e responsável pelo acompanhamento dos Padres Novos em 2015.

A nomeação episcopal aconteceu a 9 de janeiro de 2016, pelo Papa Francisco. D. António Augusto de Oliveira Azevedo foi ordenado bispo no dia 13 de março do mesmo ano.

A 24 de setembro de 2017, o Bispo Auxiliar do Porto presidiu à Eucaristia dominical no Recinto de oração no âmbito da Peregrinação Nacional do Rosário.

Na homilia, o prelado deixou dois desafios aos peregrinos presentes na Cova da Iria: o primeiro “que brilhem na vida da Igreja e de cada um de nós os traços de um rosto mais mariano” e o segundo revalorizar a oração do terço do Rosário.

“Nestes tempos de incertezas e de preocupações é necessária a perseverança da nossa consagração ao Imaculado Coração de Maria, diariamente vivida na oração do terço, porque a oração nunca é inútil, mais cedo ou mais tarde frutificará”, sublinhou. 

António Azevedo referiu-se à mensagem de Fátima como uma mensagem de “denúncia do mal” e uma mensagem de esperança.

“A Mensagem que aqui ecoa há cem anos é de denúncia do mal, da injustiça e da guerra mas é sobretudo o anúncio da esperança num Deus, Pai Providente, Pai paciente, que não se ausentou da história, abandonando o Homem à sua sorte”, referiu.

"A oração do Rosário é um belo exercício espiritual que favorece a conversão de forma continua", disse o bispo D. António Augusto Azevedo.

“Contemplando os mistérios do Terço, por onde perpassa a vida de Jesus, o crente vai purificando o olhar e abrindo o coração ao verdadeiro rosto de Deus que se revela na vida do Filho”, afirmou.

A 12 e 13 de julho, D. António Augusto de Oliveira Azevedo será o presidente das principais celebrações da Peregrinação Internacional Aniversária de Julho.

De entre as celebrações de dia 12, destaque para a abertura na Capelinha das Aparições, às 18h30; Rosário às 21h30, seguido da Procissão das Velas e Missa da Vigília, no Recinto.

No dia 13 de junho, o Rosário será às 9h00, seguido da Missa Internacional no Recinto, às 10h00 bênção dos doentes e Procissão do Adeus.

Nos serviços do Santuário, fizeram-se anunciar 41 grupos oriundos da Argentina, Bélgica, Brasil, Alemanha, Espanha, França, Gabão, Reino Unido, Hungria, Israel, Itália, E.U.A., Malta, Filipinas, Polónia e Eslováquia.



publicado por Carlos Gomes às 14:22
link do post | favorito

INSIGNARE LÍDER DE CONSÓRCIO EUROPEU PARA A CRIAÇÃO DE CURSO PROFISSIONAL DE TURISMO DIGITAL

A INSIGNARE viu aprovada uma candidatura europeia que lhe irá permitir desenvolver a componente tecnológica e de formação em contexto de trabalho, do Curso Profissional de Turismo Digital, seguindo assim a tradição de ser pioneira na proposta de novos cursos ao Catálogo Nacional de Qualificações.

unnamed

A candidatura, no valor de 316.380€, será aplicada ao longo de 24 meses, de acordo com o planeamento aprovado, sendo um trabalho conjunto com mais 7 parceiros, (de Portugal, Espanha, Holanda, Bélgica, Itália), tendo sido apoiada em constituição inicial pela ANQEP - Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional e pela DGESTE - Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, bem como organismos similares noutros países.

Esta é uma área de futuro em que a INSIGNARE pretende apostar, sentindo a lacuna de não haver especialização concreta do Digital nas áreas de Turismo ao nível da formação profissional. Atentos à especialização que o Curso de Turismo já tem, e sabendo das capacidades da organização para o desenvolvimento de projectos desta natureza, a INSIGNARE dá assim mais um passo rumo à Inovação com que pretende marcar o próximo ciclo de formação, juntando assim num mesmo projecto as vertentes do marketing digital, promoção, animação turística, CRM, circuitos….

A grande novidade torna-se também o facto, do desenvolvimento deste projecto ser de carácter europeu, dando assim longo alcance às áreas a desenvolver e permitindo uniformizar o curso nas componentes tecnológicas nos países parceiros, bem como aqueles que de seguida se lhes queiram juntar.

A EFVET - Associação Europeia de Escolas Profissionais, da qual a INSIGNARE é associada, é a parceira europeia que terá como responsabilidade divulgar e promover este projecto e os seus resultados.

O Turismo tem sido um grande motor da Economia Nacional, trazendo cada vez mais jovens à profissionalização neste sector, sendo estratégico dotar a formação de competências na área do digital, sendo de destacar o papel português de evolução (e records) neste sector nos últimos anos.

Esta candidatura tem ainda como parceiro local a ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima.



publicado por Carlos Gomes às 01:48
link do post | favorito

Segunda-feira, 2 de Julho de 2018
ALVAIÁZERE INCENTIVA EMPREENDEDORISMO PARA PAIS E FILHOS

STARTIUPI: Workshop para pais e filhos

A incubadora de negócios Alvaiázere+ vai dinamizar, no dia 10 de julho, entre as 16h e as 18h, um programa de empreendedorismo para pais e filhos, que tem como objetivo primordial promover a empatia, desenvolver as competências pessoais e sociais e a felicidade familiar.

Cartaz_StartIUPI BE

Durante as duas horas do workshop, a pares, as famílias percorrem as várias competências empreendedoras (autoestima, comunicação, responsabilidade e trabalho em equipa, parcerias ganha, identificar oportunidades, saber ouvir) de forma divertida e dinâmica.

A iniciativa destina-se a crianças a partir dos 4 anos de idade e poderá ser acompanhada de outro familiar que não o pai ou a mãe.

Duas equipas serão sorteadas e ganharão um livro Startiupi “Fazer Coisas”.

Existe um número mínimo de 10 participantes (5 pares).

A inscrição é gratuita mas obrigatória em https://bit.ly/2IxpejJ.

Inscreva-se já!



publicado por Carlos Gomes às 20:57
link do post | favorito

Domingo, 1 de Julho de 2018
FESTA DOS TABULEIROS DE TOMAR DESFILA NO FOLKLOURES’18 – É JÁ NO PRÓXIMO DOMINGO, 7 DE JULHO, EM LOURES

A tradicional Festa dos Tabuleiros regressa a Tomar no início do mês de Julho do próximo ano, conforme é tradição de quatro em quatro anos. Nesse sentido, não podia a organização do FolkLoures’18 deixar de conferir o devido destaque a tão importante manifestação cultural do nosso povo.

CapturarTabuleirosTomar

O Grupo de Tabuleiros da Festa do Divino Espírio Santo da Freguesia de Carregueiros vai representar o concelho de Tomar com um conjunto de 20 pessoas transportando 10 tabuleiros.

A Festa dos Tabuleiros é uma tradição multi-secular da cidade dos Templários que se tornou uma dos mais importantes cartazes turísticos de Portugal, constituindo a maior festividade nacional em Honra do Divino Espírito Santo.

Os tabuleiros sã constituídos por trinta pães enfiados em canas que partem de um cesto de vime ou verga, sendo encimados pela coroa do Espírito Santo e a respectiva pomba ou a cruz da Ordem de Cristo que teve Tomar como a sua sede e a quem devemos em grande medida a epopeia dos Descobrimentos Marítimos.

As moças que tamportam os tabuleiros são formosas e apresentam-se vestidas de branco, com fitas de cores vivas à cintura ou a tiracolo.

A Festa dos Tabuleiros propriamente dita é antecedida da saída das coroas e o cortejos dos rapazes, celebrações que atraem sempre à Princesa do Nabão milhares de visitantes.

A organização do FolkLoures’18 agradece a colaboração Grupo de Tabuleiros da Festa do Divino Espírio Santo da Freguesia de Carregueiros e da Casa do Concelho de Tomar.

Capturarfolk



publicado por Carlos Gomes às 11:23
link do post | favorito

Sexta-feira, 29 de Junho de 2018
FILME "A TEIA" VAI SER RODADO EM ALVAIÁZERE

Casting para o novo filme de Vitorino de Almeida em Alvaiázere

No próximo dia 8 de julho, a partir das 10 horas, na Casa Municipal da Cultura de Alvaiázere, vai decorrer um casting para atores e figurantes do filme “A Teia”, a nova longa metragem do Maestro António Vitorino de Almeida, cuja produção conta com o apoio do Município.

Cartaz_Casting1

Esta constituirá uma oportunidade, por ventura única, para os Alvaiazerenses integrarem uma película que vai contar com alguns dos mais prestigiados atores portugueses, como Maria do Céu Guerra, Rita Lello, João D’Ávila, José Fanha, entre outros.

Algumas das cenas do filme “A Teia” vão ser rodadas no concelho de Alvaiázere, constituindo este um extraordinário veículo de promoção do território, de dar a conhecer e aumentar a notoriedade da sua marca.



publicado por Carlos Gomes às 19:27
link do post | favorito

OURÉM REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

Capturar1

Capturar2


tags:

publicado por Carlos Gomes às 02:21
link do post | favorito

PAN QUER FATURAS DA ÁGUA MAIS DETALHADAS

Votação final do projeto do PAN que quer mais informação na fatura da água

  • O detalhe e o princípio da transparência são fundamentais nos serviços públicos essenciais
  • Informação simplificada sobre a qualidade da água para consumo humano
  • Informação deve estar acessível a todos os cidadãos para que possam solicitar melhorias na qualidade da água

Amanhã será a votação final global do texto final referente à informação que deve constar nas faturas relativas aos serviços de abastecimento público de água, de saneamento de águas residuais e de gestão de resíduos urbanos. O projeto do PAN que foi apresentado em setembro do ano passado, pretendia que fossem incluídas na fatura da água mais informações aos consumidores. Quando estão em causa serviços públicos essenciais, o dever de detalhe e o respeito pelo princípio da transparência são particularmente importantes, devendo a fatura ser de fácil compreensão, com linguagem simples e explícita, para facilitar a sua leitura e a compreensão das componentes do custo associados.

Com este projeto, as faturas relativas aos serviços de abastecimento público de água, de saneamento de águas residuais e de gestão de resíduos urbanos (para além dos elementos que já deviam incluir) passam a ter obrigatoriamente as seguintes informações:  1) informação simplificada sobre os resultados da última verificação da qualidade da água para consumo humano, obtidos na implementação do Programa de Controlo da Qualidade da Água; 2) Informação simplificada sobre os resultados obtidos no saneamento de águas residuais urbanas; 3) Informação simplificada, com periodicidade anual, sobre a distribuição do encaminhamento de resíduos urbanos para as diferentes operações de gestão.

Um dos aspetos mais positivos do texto final, que resultou da discussão deste e de outro projeto de lei do PEV, é que os cidadãos tenham informação sobre a qualidade da água que consomem. 

“Para que os consumidores possam solicitar melhorias na qualidade da água, precisam ter acesso à informação, por este motivo entendemos ser importante e muito positivo que esta conste da fatura, que funciona como meio privilegiado de contacto entre as entidades gestoras e os consumidores, até porque estes resultados são publicados online e por isso não são acessíveis a todos os cidadãos”, reforça, André Silva, Deputado do PAN. 



publicado por Carlos Gomes às 02:09
link do post | favorito

Quinta-feira, 28 de Junho de 2018
QUEM É O PROF. DOUTOR DANIEL CAFÉ, PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS?

No dia 11 de Dezembro de 2016, o BLOGUE DO MINHO publicou a notícia em primeira mão: “A lista “A” candidata aos corpos directivos da Federação do Folclore Português acaba de vencer as eleições” para os Corpos Directivos da Federação do Folclore Português. Esta lista foi encabeçada pelo Prof. Doutor Daniel Café que é actualmente o Presidente da Federação do Folclore Português.

FotoDanielCafe (1) (2)

Mas, afinal, quem é o Prof. Daniel Café e qual a sua intervenção cívica para além do cargo que exerce na Federação do Folclore Português?

Daniel Calado Café de seu nome completo, nasceu no lugar de Gouxaria, freguesia de Alcanena, em 1966. Possui como habilitações académicas o Curso de Música do Pietro Diero Music Conservatory (Canadá); a Licenciatura em línguas e literaturas modernas (Universidade de Lisboa); a Pós-graduação em ciências da educação (Universidade Aberta); o Mestrado em Museologia (Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias – ULHT) e o Doutoramento em museologia social (ULHT).

É Director Fundador de algumas associações culturais tanto ao nível local, regional como nacional dos quais se destacam o Grupo Etnográfico de Gouxaria; Elos Clube de Alcanena; Homo Taganus – Associação de Estudo e Defesa da Etnografia e do Folclore do Ribatejo (possuindo também o cargo de Conselheiro Técnico da Região do Ribatejo) e a Academia de Letras e Artes da Lusofonia. Foi membro do Conselho Consultivo para a Cultura e Desporto do Município de Alcanena, tendo assumido a sua coordenação desde 2002.

Com poucos meses de idade emigrou com sua família para Winnipeg, Manitoba (Canadá) onde, aos 12 anos, teve o primeiro contacto com o folclore português integrando o Portuguese Folk Dancers da Associação Portuguesa de Manitoba.Em 1982, assumiu a responsabilidade de ensaiador do grupo infantil daquela instituição.

Ao regressar a Portugal em 1984, trazendo experiência e participação no campo do folclore português, fundou o Rancho Folclórico de Gouxaria com outros membros da comunidade sendo o sócio número um daquela instituição. Em 1986, fruto a um profundo trabalho de pesquisa e recriação histórica e cultural, o Ranho Folclórico de Gouxaria tornou-se sócio efetivo da Federação do Folclore Português apenas um ano e meio após a sua fundação.

Em 2009, assumiu funções de conselheiro técnico da região do Ribatejo da Federação do Folclore Português.

Em 2012, integrou a direção da FFP tornando-se membro do Conselho Técnico Nacional e Diretor da Zona Centro.

Em 2017 assumiu as funções de Presidente da Direção da Federação do Folclore Português. Enquanto diretor desta instituição, coordenou e foi responsável pela candidatura da FFP para a instauração do Dia Nacional do Folclore Português (comemorado no último domingo de cada mês de maio). Tem vindo a estabelecer diversos contactos e protocolos com outras instituições nacionais (académicas, empresariais, associativas), procurando aumentar a visibilidade institucional da FFP e simultaneamente criar melhores condições para os grupos de folclore desenvolverem a sua atividade cultural.

Foi, ainda, responsável pela organização de diversos congressos, colóquios, debates, mesas redondas e formações de âmbito local, regional e nacional tendo, ainda, participado enquanto orador em diversos projetos de formação.

Em 2015, foi corresponsável pelo lançamento da primeira e única Pós-graduação em Património Cultural Tradicional e Popular Português em Portugal, na qual a Federação do Folclore Português e o Instituto Piaget são parceiros.

Entre outros cargos que exerceu, foi Vereador em regime de permanência da câmara municipal de Alcanena com os pelouros da educação, cultura, património, comunicação, juventude, turismo e informação; Vice-presidente do conselho executivo da Escola Dr. Anastácio Gonçalves; Vice-presidente e membro fundador da Academia de Letras e Artes Lusófonas (ACLAL); Vice-presidente Continental para a Europa do Elos Clube Internacional; Coordenador do Conselho Consultivo para a Cultura a e Desporto do Concelho de Alcanena; Presidente do Elos Clube de Alcanena; Coordenador regional do Médio Tejo dos Centros de Qualificação e Educação Profissional (CQEP).

Atualmente, para além da docência, desempenha as funções de Presidente da Federação do Folclore Português; Membro do Conselho Nacional do Associativismo Popular (sendo membro fundador); Presidente do Conselho Técnico Nacional da Federação do Folclore Português; Docente convidado/colaborador da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) no âmbito dos cursos de mestrado e doutoramento da Faculdade de Ciências Sociais, Educação e Administração; Docente adjunto convidado do Departamento de Ciências da Educação e Património do Instituo Piaget e cocoordenador do curso de Pós-graduação em Património Cultural Tradicional e Popular Português; Presidente da direção e membro fundador do Rancho Folclórico de Gouxaria (Alcanena); Vice-presidente da direção e membro fundador da Homo Taganus – Associação de Estudo e Defesa da Etnografia e Folclore do Ribatejo; Vice-presidente do conselho de administração e membro fundador da Fundação Joaquim Silva Fernandes e Presidente do Grupo Coral de Gouxaria (Alcanena).

Publicou, entre outros, “A Igreja de Gouxaria e a Religiosidade Popular Local” (1986); “Magia e Superstições Populares de Alcanena” (1987); “Gouxaria: danças, cantigas e o povo” (1988); “O Romanceiro Alcanenense” (1994). Foi ainda autor da simbologia heráldica das freguesias de Alcanena, Moitas Venda, Malhou, Espinheiro, Minde, Vila Moreira e Monsanto (do Concelho de Alcanena – 2004). Publicou “Contributos para o Estudo do Traje Tradicional e Popular do Concelho de Alcanena” (2005); “Alcanena: um território de transição (re)criador de identidades” (2007); “A Canção da Minha Vila” (livro de literatura infantil sobre património cultural do concelho de Alcanena – 2008); “Afonso e os Mistérios da Serra” (livro de literatura infantil sobre património cultural do concelho de Alcanena – 2009). Recentemente, na sequência da conferência que realizou em Loures a convite do Grupo Folclórico Verde Minho subordinado ao tema “Quarenta anos de FFP: O passado, o presente e o futuro do movimento folclórico nacional”, foi esta palestra editada em livro pelo referido grupo folclórico.

O Prof. Doutor Daniel Café foi ainda autor e responsável por inúmeras exposições das quais enumeramos as seguintes:

- “Trajes tradicionais da Gouxaria” (Gouxaria – 1987);

- “O Curtume e as gentes de Gouxaria” (Gouxaria – 1991);

- “Património cultural gouxariense” (Porto de Mós – 1994);

- “Cem lenços com cem anos no centenário do concelho” (Alcanena – 2015);

- “Xailes, capas e outros agasalhos alcanenenses” (Alcanena – 2016);

- “Jeitos e preceitos do trajar alcanenense” (Alcanena – 2017).

Sem pretender desconsiderar outras personalidades, quem com tão invejável currículo e formação poderia ser mais indicado para exercer as funções de Presidente da Direcção do Folclore Português?

Capturardaniel cafe



publicado por Carlos Gomes às 15:15
link do post | favorito

Quarta-feira, 27 de Junho de 2018
PAN QUESTIONA GOVERNO SOBRE FALTA DE PROFISSIONAIS NO SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza endereçou hoje ao Governo, através do Ministério da Saúde, duas questões refletindo a carência de oftalmologistas e higienistas orais no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A primeira pergunta surge no seguimento de várias notícias que indicam que apenas 44% dos oftalmologistas inscritos na Ordem dos Médicos trabalha no SNS, o que, na perspetiva do PAN, atesta a insuficiência do número destes profissionais para dar resposta às necessidades existentes no país. Em 2017 não foram efetivadas 233.228 consultas oftalmologia, o que representa um número incrivelmente alto e um crescimento de 29% em relação ao ano anterior.

“Estes dados demonstram que os serviços de oftalmologia dos hospitais públicos estão no limite da capacidade assistencial, enfatizando-se que este cenário pode ainda agravar-se no futuro devido ao envelhecimento da população (que faz aumentar a prevalência de várias doenças que afetam a visão) e ao aumento da diabetes”, pode ler-se no ofício enviado pelo partido.

As mesmas queixas têm sido endereçadas ao PAN por utentes do SNS em relação à inexistência de higienistas orais, realidade que o partido considera preocupante, já que a saúde oral se reveste da maior importância para a manutenção dos níveis gerais de saúde, bem-estar e qualidade de vida dos cidadãos. Para o partido o reforço do SNS tem sido uma prioridade que está patente nas várias iniciativas legislativas já apresentadas, nomeadamente com a garantia de mais  nutricionistas aprovada em sede de Orçamento do Estado para 2018.

Face ao exposto, e para poder agir em conformidade, o PAN quer saber quantos higienistas orais e oftalmologistas desenvolvem a sua atividade no âmbito do Serviço Nacional de Saúde, qual é a respectiva distribuição geográfica e se estão ou não (e para quando estão) previstas contratações de higienistas orais e oftalmologistas para o SNS. No caso dos oftalmologistas, o partido considera ainda relevante que o Governo atue de forma urgente e garanta uma resposta adequada à ausência de cuidados de saúde nesta área.



publicado por Carlos Gomes às 17:54
link do post | favorito

DIRETORA DO SECRETARIADO NACIONAL PARA OS BENS CULTURAIS DA IGREJA ORIENTA VISITA TEMÁTICA À EXPOSIÇÃO "AS CORES DO SOL - A LUZ DE FÁTIMA NO MUNDO CONTEMPORÂNEO"

Diretora do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja vai orientar visita temática à exposição temporária “As Cores do Sol”. Encontro está agendado para dia 6 de julho pelas 21h15 no Convivium de Santo Agostinho

A terceira visita temática do ano à exposição temporária “As Cores do Sol – A Luz de Fátima no Mundo Contemporâneo” será orientada pela Diretora do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja, Sandra Costa Saldanha e terá como ponto de partida «A retórica da arte sacra na idade moderna – A propósito da escultura e pintura dos séculos XVI a XVII da exposição ‘As cores do Sol’».

unnamed

O encontro, de entrada livre, está agendado para dia 6 de junho, às 21h15, no Convivium de Santo Agostinho, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade.

Sandra Costa Saldanha é Diretora do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja, da Conferência Episcopal Portuguesa. Membro do Conselho Nacional de Cultura, na Secção de Património Arquitetónico e Arqueológico (2010-); e na Secção de Museus, da Conservação e Restauro e do Património Imaterial (2013-).

Doutorada em Letras - especialidade História da Arte, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Investigadora integrada do Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciências do Património da Universidade de Coimbra.

Professora convidada na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (2013-2015). Exerceu funções docentes e de coordenação na Escola das Artes – UCP (2008-2010). Foi colaboradora do Departamento de Bens Culturais do Patriarcado de Lisboa (2007-2009) e coordenadora do Serviço de Património, Investigação e Promoção Cultural, do Centro Cultural do Patriarcado de Lisboa (2009-2011), tendo a seu cargo diversas ações de dinamização do mosteiro de S. Vicente de Fora, e outras nas áreas da formação, inventário e investigação.

Esta é a terceira visita temática deste ano à exposição “As Cores do Sol – A Luz de Fátima no Mundo Contemporâneo”. Na primeira o físico teórico Henrique Leitão confrontou fé e ciência; na segunda visita Paulo Catrica falou de como fotografia é indissociável da história de Fátima.

Até outubro, estão agendadas mais três visitas temáticas: a 1 de agosto, Ana Rita Santos dissertará sobre “Os desafios de uma exposição à conservação do espólio histórico”, a propósito da montagem do espólio; a 5 de setembro, Laura Castro falará sobre “A obra de Irene Vilar”, a propósito das esculturas “Esta árvore tem dois mil anos” e “Imaculado Coração de Maria”; e a última visita temática decorrerá a 3 de outubro e será orientada por Isabel Roque, que abordará “O papel da museologia na apresentação de conteúdos”.

A exposição temporária “As Cores do Sol – A Luz de Fátima no Mundo Contemporâneo” é organizada pelo Museu do Santuário e estará patente ao público até dia 31 de outubro, todos os dias entre as 9h00 e as 19h00, no Convivium de Santo Agostinho, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade.

A mostra, que toma como matéria histórica o dia 13 de outubro de 1917 e os relatos diretos e indiretos sobre o Milagre do Sol, pretende recriar, através de vários mecanismos sensoriais, cenários relacionados com a paisagem do dia da última aparição da Virgem Maria em Fátima.

Desde a sua inauguração, em novembro de 2016, a exposição já foi visitada por mais de 353 133 peregrinos.



publicado por Carlos Gomes às 14:02
link do post | favorito

BISPO D. ANTÓNIO MARTO VAI SER CARDEAL

Bispo da diocese de Leiria-Fátima recebe insígnias cardinalícias esta quinta-feira. Consistório vai decorrer na Basílica de São Pedro

António Marto vai ser criado cardeal, esta quinta-feira, no consistório convocado pelo Papa Francisco, que vai elevar ao colégio cardinalício 14 novos elementos, 11 deles eleitores num futuro conclave.

unnamed

O consistório decorre na Basílica de São Pedro, a partir das 16h00. Depois da homilia do Papa Francisco, os novos cardeais fazem a profissão de fé, com a recitação do Credo, e o juramento de fidelidade e obediência ao Papa e aos seus sucessores. Segue-se a entrega dos três símbolos cardinalícios: barrete, anel e bula da nomeação.

Nas vestes habituais, a cor vermelha distingue os cardeais. A cor significa o sangue derramado por Cristo e torna presente a função de servir na diocese de Roma para dar testemunho da Ressurreição do Senhor. O barrete vermelho é sinal da dignidade do cardinalato. No momento da entrega, o Papa lembra ao novo cardeal que este barrete simboliza a prontidão para agir com coragem, até ao derramamento de sangue, para o aumento da fé cristã, para a paz e tranquilidade do povo de Deus e para a liberdade e crescimento da Santa Igreja Romana. Já o anel é a expressão de uma união mais forte entre o cardeal e a Igreja. O novo cardeal recebe este símbolo, enquanto escuta do Papa as seguintes palavras: “Recebe o anel das mãos de Pedro e sabe que o teu amor pela Igreja é fortalecido pelo amor do Príncipe dos Apóstolos”. (Liturgia do Consistório para a criação de novos cardeais). Finalmente, a bula de nomeação é um símbolo que reforça ainda mais a estreita união que os cardeais possuem com o Papa. Ao receber a Bula, o recém cardeal escuta o título cardinalício (titularidade de uma igreja de Roma) que lhe foi oferecido e recebe do Papa o abraço da paz.

Às 18h00 haverá uma sessão de cumprimentos aos novos cardeais e, antes de receber as insígnias cardinalícias, o prelado português terá um encontro com jornalistas portugueses e estrangeiros, às 10h00, na Sala de Imprensa da Santa Sé.

No dia 29 os novos cardeais concelebrarão a Eucaristia na Praça de São Pedro e no dia 30, às 18h00, o novo cardeal português presidirá a uma missa na Igreja de Santo António dos Portugueses, em Roma.

António Marto foi nomeado pelo Papa Francisco no passado dia 20 de maio.

Na carta em que comunicou a nomeação o Papa Francisco afirmou: “Incardinado na Igreja de Roma, serás uma testemunha privilegiada deste intercâmbio de vida e de dons que o Espírito Santo, autor tanto da diversidade como da harmonia, realiza na Esposa de Cristo”.

“Esta alegria do Povo de Deus, devemos guardá-la com o nosso coração de pastores, não permitindo que a mundanidade lhe tire nobreza. É bom alegrar-te juntamente com o Povo de Deus por esta tua designação para Cardeal, mas ao mesmo tempo não permitas que o espírito mundano a desprestigie com expressões festivas e celebrações de tipo mundano. A alegria segundo Deus é, sempre, sóbria e profunda” concluía o Santo Padre.

Este domingo, no encerramento do Simpósio Teológico-Pastoral organizado pelo santuário de Fátima, o futuro cardeal afirmava que o cardinalato “é o dom do Papa Francisco a Fátima, para por em relevo quer a Mensagem quer o trabalho que aqui se faz (no santuário de Fátima) como paradigma e modelo para os outros” afirmou o futuro cardeal.

“Pois que esta nomeação seja um sinal de Deus para nós. Para mim não contava com isto, dispensava bem isto, mas ponhamos isso no projeto de Deus para a diocese” acrescentou D. António Marto.

António Marto será o quinto cardeal português do século XXI e o segundo a ser designado no atual pontificado.

O prelado da diocese de Leiria-Fátima junta-se assim a D. José Saraiva Martins, D. Manuel Monteiro de Castro e D. Manuel Clemente no Colégio Cardinalício, que a partir do dia 29 contará com 125 eleitores (59 dos quais criados por Francisco) e 102 cardeais com mais de 80 anos, os quais não têm direito a voto num eventual Conclave para eleição de um novo Papa.

Esta quarta feira, sairá o livro “D. António Marto. O Cardeal de Fátima”,  uma edição da Paulus Editora para “dar a conhecer a história e o pensamento” do novo cardeal português. A obra apresenta uma breve biografia e a reflexão do mais recente cardeal português sobre diversos temas como: Jovens, recasados, eutanásia, crise.

António Augusto dos Santos Marto nasceu a 5 de maio de 1947, em Tronco, Concelho de Chaves, Diocese de Vila Real. Depois dos estudos nos seminários de Vila Real e do Porto foi ordenado padre em Roma, em 1971; de 1970 a 1977, estudou Teologia Sistemática na Universidade Pontifícia Gregoriana de Roma.

A 10 de novembro de 2000 é nomeado bispo e escolhe como lema episcopal «Servidores da vossa alegria» (2COR 1,24): foi bispo-auxiliar de Braga de 2001 a 2004, bispo de Viseu até 22 de abril de 2006, altura em que passou a liderar a diocese de Leiria-Fátima.



publicado por Carlos Gomes às 10:22
link do post | favorito

Segunda-feira, 25 de Junho de 2018
CANIS MUNICIPAIS VÃO DEIXAR DE ABATER ANIMAIS

Não vai haver prorrogação para a lei do fim dos abates

  • Pelo menos 23% dos municípios portugueses ainda abatem cães e gatos saudáveis
  • Passa a ser proibido o abate de animais saudáveis, as alternativas são a adoção e o investimento na esterilização
  • Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação reforça o “compromisso de cumprir a lei”
  • PAN apela ao debate sobre a implementação da nova legislação sobre Centros de Recolha Oficial de Animais

O diretor-geral de Veterinária afirmou, num debate recente promovido pelo PAN, que se deveria prorrogar o prazo de dois anos atribuído às autarquias em 2016 para que estas se adaptassem a este novo paradigma de controlo populacional, nomeadamente construir ou ampliar centros de recolha de animais (CROA), implementar programas de Captura-Esterilização-Devolução (CED), fomentar a adoção, praticar a esterilização dos animais recolhidos pelo CROA e fazer ações de sensibilização junto da população.

Face a estas declarações do diretor-geral de Veterinária, o PAN pediu uma reunião com urgência com o membro do governo competente para esclarecer se esta posição era a do governo, tendo apurado que não. O Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira reforçou o “compromisso de cumprir a lei” que foi aprovada por unanimidade na Assembleia da República. Isto significa que a partir de setembro é proibida a possibilidade dos canis poderem continuar a abater animais saudáveis indiscriminadamente, em vez de os tentarem encaminhar para adoção ou investirem nas campanhas de esterilização.

O PAN realizou uma auscultação a nível nacional que pretendeu apurar junto de 308 municípios de norte a sul o atual estado da situação para delinear estratégias concertadas rumo à desejada rede de centros de recolha oficial. Os resultados preliminares deste levantamento (que continua a decorrer), indicam que 23% dos municípios ainda procedem ao abate.

Numa audição pública realizada o mês passado - "Fim dos abates a mudança de paradigma" - o PAN fomentou o debate sobre os desafios e as oportunidades na implementação da nova legislação sobre Centros de Recolha Oficial de Animais. O principal objetivo foi o de reunir o Governo, os representantes dos Municípios, a Ordem dos Médicos Veterinários, representantes de associações internacionais com experiência na implementação de legislação semelhante, outros especialistas e os cidadãos com o objetivo de encontrar respostas para as várias preocupações e dúvidas que têm surgido sobre a aplicação da nova legislação.

No seguimento do compromisso assumido pelo Governo em 2017 com a atribuição de verba para a construção dos designados Centros de Recolha Oficial de Animais e com o objetivo de dar continuidade ao trabalho que está já a ser desenvolvido neste âmbito, o PAN acordou recentemente com o governo um reforço, para 2018, do investimento nesta área no valor total de dois milhões de euros. Este valor vem reforçar a proposta do Orçamento do Estado para 2017 onde ficou determinado que o Governo faria um levantamento sobre o estado dos CROAs e quais as necessidades para depois se poder auxiliar os municípios na construção da rede de centros de recolha oficial.



publicado por Carlos Gomes às 15:43
link do post | favorito

ANIMAIS PODEM ENTRAR EM ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS... SE OS COMERCIANTES PERMITIREM!

Lei que possibilita a entrada de animais em estabelecimentos comerciais entra hoje em vigor

  • Dois anos após a apresentação da proposta do PAN, a partir da próxima segunda feira, a decisão de admissão passa a ser da responsabilidade dos proprietários
  • É permitida a permanência de animais de companhia, assinalada com dístico visível exposto à entrada
  • É impedida a permanência de animais na zona de confeção de comida ou onde estão expostos alimentos para venda

Hoje, dia 25 de junho, entra em vigor uma lei aguardada por muitos portugueses que já foi implementada na grande maioria dos países da União Europeia, e que viabiliza a entrada de animais em estabelecimentos comerciais. Passa, desta forma, a ser dada a possibilidade aos proprietários dos estabelecimentos comerciais de decidirem se pretendem ou não admitir animais dentro do seu espaço, à semelhança do que já acontece com os outros estabelecimentos, desde que estes não tenham acesso à área de confeção ou maneio de alimentos e assegurando a salvaguarda de todas as questões de higiene e de bem-estar dos cidadãos e dos animais.

20899124_5ocC9

A legislação anterior não permitia a entrada de animais em espaços fechados que exercessem atividade de restauração ou bebidas mesmo que o proprietário do estabelecimento o autorizasse, salvo de cães de assistência. Em Portugal, são vários os relatos de situações em que o facto de os animais estarem presos junto aos estabelecimentos ou confinados dentro de veículos culminou em problemas de saúde ou em incidentes que colocaram em causa o bem-estar dos animais ou das pessoas.

“Assegura-se desta forma a liberdade de opção dos proprietários dos estabelecimentos, mas também dos clientes que queiram fazer-se acompanhar pelos animais.”, recorda André Silva.

Foto: https://insensatez.blogs.sapo.pt/



publicado por Carlos Gomes às 11:28
link do post | favorito

Quinta-feira, 21 de Junho de 2018
CAXARIAS ESTÁ EM FESTA

35925607_1803758279699697_1183497849233473536_n



publicado por Carlos Gomes às 22:08
link do post | favorito

MUNICÍPIO DE OURÉM LANÇA APLICAÇÃO PARTICIPAOURÉM.PT

“ParticipaOurém.pt” (https://participa.ourem.pt) é uma plataforma digital disponibilizada gratuitamente a todos os oureenses que permite a participação de ocorrências ou anomalias em espaços públicos que necessitem da intervenção da Câmara Municipal de Ourém. A aplicação “ParticipaOurém.pt” foi apresentada ao público no dia 20 de junho e está desde esse momento disponível para todos os oureenses, em qualquer smartphone ou computador.

logo

“ParticipaOurém.pt” é uma forma simples e imediata de comunicar situações ou sugestões de melhoria relativas a espaços públicos, desde iluminação a jardins e outros equipamentos, passando por veículos abandonados ou pela recolha de eletrodomésticos. A comunicação “online” pode ser feita por escrito ou através de fotografias e é encaminhada para a Câmara Municipal, para posterior tratamento pela respetiva entidade. O utilizador, após o registo na web app, pode reportar em tempo real os problemas com que se depara na via pública, acompanhar o estado das suas ocorrências, visualizar todas as participações já submetidas na plataforma e consultar indicadores estatísticos por tipo de ocorrência ou por situação.

O Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, esteve presente na apresentação do projeto “ParticipaOurém.pt” e além de enaltecer a proximidade que esta plataforma estabelece entre as entidades públicas e os munícipes, sublinhou o facto de todo o projeto ter sido desenvolvido com recursos próprios, ou seja, pelos serviços municipais sem recurso a entidades externas.

A plataforma digital “ParticipaOurém.pt” enquadra-se na política de transparência e proximidade implementada pelo atual executivo camarário e é um incentivo à participação dos munícipes que podem aceder à aplicação através do link https://participa.ourem.pt.



publicado por Carlos Gomes às 20:12
link do post | favorito

A QUEM PERTENCE O BRASÃO VERDE COM COROA MURAL DE 5 CASTELOS QUE APARECE NA TOPONÍMIA EM OURÉM?

A imagem mostra duas placas toponímicas com diferentes símbolos heráldicos relativos ao concelho de Ourém. Numa delas, a situada à esquerda, surge um pássaro esquisito sobre um escudo verde… alguém sabe identificar o que tal brasão identifica?

De acordo com o parecer da Associação de Arqueólogos, as armas do Concelho de Vila Nova de Ourém são as seguintes: “De prata, com uma águia estendida de vermelho bicada e sancada de negro, coleirada de ouro, segurando nas garras o escudo de Portugal antigo. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com os dizeres "Vila Nova de Ourém" de negro”.

Após a sua elevação a cidade, foi-lhe naturalmente acrescentada mais um castelo, passando a coroa mural a dispôr de cinco castelos conforme as regras da heráldica municipal e o listel adaptado à sua actual designação oficial.

toponímia



publicado por Carlos Gomes às 19:45
link do post | favorito

FREIXIANDA ESTÁ EM FESTA!

33245628_10211961504337621_8190256183953588224_n



publicado por Carlos Gomes às 19:13
link do post | favorito

FÁTIMA TEM NOVO RITMO

image001



publicado por Carlos Gomes às 18:39
link do post | favorito

AMO.UMA ASSEMBLEIA INOVADORA

Decorreram ontem, dia 20 de junho, as cerimónias oficiais do 20 de junho, dia da Cidade de Ourém.

Na sua intervenção, o presidente da AMO, começou por referir que a 27 de março de 1992 a Assembleia Municipal de Ourém deliberou que este era o dia do concelho e do seu povo, celebração que se estende até aos dias de hoje.

AMO1

Na ocasião foram homenageados os seus funcionários mais antigos “pelo seu bom desempenho e serviço”, mas também as empresas, as coletividades e diversas pessoas de grande relevo para Ourém, de onde destacou os que desempenharam nobremente funções autárquicas, homenagem “de profundo reconhecimento”, que estendeu a todos os autarcas que ao longo dos anos desempenharam funções.

João Moura dedicou parte da sua intervenção ao Presidente da Câmara e a todo o seu executivo, afirmando que “vejo com muito agrado e reconhecimento o trabalho que tem sido desenvolvido até agora. Digo-o enquanto representante do órgão que tem como principal função a fiscalização da atividade municipal. Toda a Assembleia tem registado com muito agrado as melhorias que tem levado a cabo em prol do desenvolvimento de todo o concelho.”

O presidente da Assembleia assinalou “de forma muito positiva a coragem do senhor presidente e da sua equipa em retomar a Feirourém”, referindo que “ainda não é o que já foi no passado, mas a coragem de a retomar abre boas perspetivas para que Ourém terá uma boa montra excecional para as suas empresas e gentes”.

A forma “inovadora” com que a AMO tem desenvolvido o seu trabalho foi outro dos pontos assinalados por João Moura, elencando algumas atividades desenvolvidas e a levar a cabo.

Começou por falar da criação de um mecanismo para os membros da AMO, a apresentar brevemente, que irá permitir uma maior eficácia na partilha de informação. Seguiu-se uma referência à promoção da democracia, citando o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa: “As Assembleias Municipais são a casa da democracia”. Neste sentido “temos criado condições para que esta democracia seja praticada de uma forma mais partilhada e transparente”. Exemplo disso tem sido a oportunidade dada a todos os membros da AMO de representar este órgão em termos institucionais.

A criação de comissões de acompanhamento à atividade municipal é outro exemplo dessa transparência. Para João Moura, “a partir do momento em que cada um de nós, na tomada de posse, assumimos solenemente que cumprimos com lealdade os desígnios que nos são confiados, fazemo-lo com uma só cor partidária. A do nosso concelho.”

A promoção dos valores da cidadania é outro dos objetivos desta Assembleia, principalmente junto dos mais jovens. Nesta linha, João Moura anunciou que “estamos a criar a iniciativa Assembleia Jovem de Ourém - AJO, para que os jovens do nosso concelho possam discutir entre si as matérias que lhes dizem respeito. Este ano o tema em debate será o património, numa tentativa de que o possam conhecer e valorizar”. O presidente da AMO referiu as várias etapas do processo, que culminarão com a apresentação das propostas mais votadas ao executivo municipal, numa sessão da AMO.

A transmissão online das sessões, a visita às instituições e a participação em Assembleias de Freguesia foram outros dos aspetos apontados pelo presidente da AMO, referindo que “esta tem sido a tónica da Assembleia Municipal. Ter o melhor dos instrumentos para que, na sua função, nunca de gestão, mas de acompanhamento e complemento à atividade municipal, zelar por aquilo que são os reais interesses dos munícipes”.

No final da sua intervenção houve ainda tempo para uma análise mais abrangente ao posicionamento do concelho de Ourém a nível nacional.

Para João Moura, o nosso concelho necessita de uma atenção muito especial porque está dimensionado para o nível da sua população. “Os decisores políticos têm de ter em conta que temos algumas freguesias que são um autêntico atrativo turístico, locais onde a pegada ecológica deixada pelos turistas que nos visitam não é devidamente comparticipada com aquilo que é o investimento dos responsáveis políticos. Cabe aos decisores nacionais e do Estado português perceber que os nossos lugares que têm uma maior visibilidade ficam aquém daquilo que nós gostaríamos.”

Neste sentido João Moura deixou um alerta ao executivo municipal, para que, por força das vivencias do dia-a-dia, “por vezes se caia na tentação de ter uma apreciação maior no detalhe da árvore em detrimento da defesa da floresta”. João Moura desafia assim os decisores políticos a que, “mesmo sacrificando algumas árvores, nunca podem esquecer a floresta no seu todo”.

AMO2


tags:

publicado por Carlos Gomes às 16:08
link do post | favorito

FOLCLORE DE PORTUGAL – O PORTAL DO FOLCLORE PORTUGUÊS POSSUI NOVA IMAGEM GRÁFICA E ESTÁ ALOJADO EM NOVO DOMÍNIO

Prestes a atingir 18 anos de existência, o “Folclore de Portugal – O Portal do Folclore Português” apresenta uma estrutura renovada e uma nova imagem gráfica. Além disso, passou a estar alojado no domínio http://www.folclore.pt/

Capturarfp

Trata-se de um dos poucos e mais antigos portais na internet dedicados ao folclore e à cultura tradicional portuguesa em geral, assim entendido no seu sentido mais abrangente. Por essa razão, é também um espaço rico de acesso a informação muito variada, desde a gastronomia ao calendário agrícola e aos usos, costumes e tradições em geral.

15825955_1205739719516437_5276518963960658118_n

É seu administrador e fundador o Dr. José Pinto, também ele ligado ao folclore durante muitos anos como dirigente e componente Rancho Folclórico de Vila Real.

Depois de várias décadas apenas reservada para fins militares sob a denominação de ARPANET e, mais tarde, reservada à comunidade científica, começava a Internet a dar os primeiros passos no domínio público e, alguns ranchos folclóricos a aventurarem-se ainda timidamente na utilização destas tecnologias. Por essa altura, o autor destas linhas publicou no jornal “Folclore”, ininterruptamente durante quatro anos consecutivos, a secção “O Folclore na Internet”, dando a conhecer as iniciativas que já se verificavam nesse domínio e incentivando a sua utilização, bem assim a comunicação entre os grupos folclóricos através do correio electrónico.

A adesão foi lenta mas a criação do Portal do Folclore foi, por assim dizer, o passo mais importante para que a Internet passasse a ser uma ferramenta a ser utilizada pelos ranchos folclóricos e de música tradicional O mérito pertence inteiramente ao Dr. José Pinto que, além de criar este espaço, mantém-no durante quase duas décadas e acaba de refrescá-lo com nova imagem gráfica, reestruturando-o e alojando-o em novo domínio com acesso mais facilitado. Valeu a pena!

Transcrevemos a apresentação que é feita no próprio site:

Folclore de Portugal – O Portal do Folclore Português foi criado em 1 de Novembro de 2000 e , desde a sua fundação, sempre teve como principais objectivos:

» disponibilizar online conteúdos diversificados sobre temas e assuntos relacionados com a Cultura Popular Portuguesa (Etnografia, Folclore, etc.): artesanato, gastronomia, literatura popular (provérbios, romanceiro, lendas, …), música popular tradicional, medicina popular, usos, costumes e tradições, e outros considerados úteis;

» incentivar a utilização da Internet por parte de todos os Grupos que se dedicam ao Folclore e à Etnografia de Portugal, criando um “espaço de encontro” para todos aqueles que se assumem na defesa, promoção e divulgação do Folclore Português, em todas as suas formas de expressão e manifestação, criando e dinamizando a “comunidade folclórica no cyberespaço”;

» criar e dinamizar espaços de (in)formação on-line para todos os interessados nos temas e assuntos relacionados com a Cultura Popular Portuguesa, com a colaboração de reputados técnicos nos diversos temas/assuntos;

» criar e dinamizar espaço(s) de debate sobre todos e quaisquer assuntos do interesse dos dirigentes e outros participantes no movimento associativo na área da cultura popular e etnográfica;

» promover o contacto entre os Grupos e os Indivíduos que se dedicam à recolha, registo, estudo, preservação e divulgação do Folclore das diversas “regiões etnográficas” de Portugal, potenciando e facilitando a partilha de experiências, a colaboração e a realização de iniciativas conjuntas, particularmente através da internet e do correio electrónico;

» colaborar na divulgação dos Ranchos Folclóricos e outros Grupos que cultivam a dinamizam as diversas formas de expressão e manifestação folclórica das respectivas “regiões etnográficas“, não só em Portugal, mas também no estrangeiro, disponibilizando online informações diversificadas sobre os Grupos de Folclore e outros: url’s dos respectivos sites, e-mails, contactos, propostas de permutas/intercâmbios, actividades, etc.;

» divulgar as manifestações da Cultura Tradicional do nosso Povo, por forma a que sejam cada vez mais conhecidas e melhor compreendidas;

» promover a transmissão online de Festivais e Encontros de Folclore, a exemplo de experiências já realizadas, e de que é pioneiro o Rancho Folclórico de Vila Real, ou outras actividades consideradas de interesse público;

» assumir-se como a vanguarda de um movimento que leve o “poder político” a reconhecer:

– que a Cultura Popular não pode continuar mais a ser o “parente pobre” da Cultura;

– o trabalho meritório desenvolvido pelos Grupos e Indivíduos que se dedicam ao Folclore, em particular, e à Cultura Popular, em geral;

– a necessidade de a estes Grupos serem disponibilizados recursos suficientes para a prossecução dos respectivos objectivos;

Folclore de Portugal – O Portal do Folclore Português tem como destinatários principais:

» todos os Grupos e Indivíduos que, de alguma forma, utilizam a internet para divulgarem as diversas manifestações da Cultura Popular Tradicional, particularmente o Folclore, ao mundo!

» as entidades, públicas e privadas, que estão relacionadas com a temática do Folclore;

» quem quer saber mais sobre a Cultura Popular do nosso Povo;

Folclore de Portugal – O Portal do Folclore Português será o que todos nós quisermos que seja, pelo que observações, comentários, sugestões e críticas construtivas serão sempre bem vindas!

Para contactar connosco: folclore@folclore-online.com!

Grupos-de-Folclore-do-Douro-Litoral-800x445



publicado por Carlos Gomes às 11:20
link do post | favorito

Quarta-feira, 20 de Junho de 2018
ANDRÉ SILVA, DEPUTADO DO PAN, INTERVEIO HOJE NO DEBATE QUINZENAL

Publicamos o conteúdo da intervenção do deputado do PAN, Dr. André Silva, no debate que se realizou esta tarde na Assembleia da República:

Ficámos ontem a conhecer o Relatório Primavera 2018 do Observatório Português dos Sistemas de Saúde e queremos hoje voltar a falar sobre como se nasce em Portugal.

andre_silva_pan-925x578

Diz-nos o relatório o que já sabíamos: que o recurso à cesariana atingiu “proporções epidémicas” e não está a diminuir como seria desejável. Mas diz-nos mais: que a taxa de cesarianas nos hospitais privados atinge os 64%, o dobro dos hospitais públicos e quatro vezes mais que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

E não existe nenhuma regra de boas práticas ou combinação de risco que possa explicar esta diferença. Não há nenhuma razão médica para esta diferença. Até porque as grávidas dos serviços privados têm, supostamente, menos complicações do que quem vai para os hospitais públicos que muitas vezes recebem os casos mais difíceis.

E todo este cenário dá-se numa altura em que se sabe que esta forma de nascer tem riscos para as mães e piora a saúde dos bebés e das futuras crianças e adultos.

Para o PAN, o parto humanizado deve ser uma prioridade do Estado e é fundamental consciencializar mães e pais para os benefícios do parto normal e para a necessidade de redução da taxa de cesarianas.

Sr. Primeiro Ministro, pergunto:

- Esta enorme diferença de taxas de cesarianas entre o público e o privado tem na base interesses económicos?

- Porque é que os critérios que se aplicam aos hospitais públicos não se estendem ao sector privado, onde dois em cada três bebés nascem através de cesarianas?

- O que é que falta para que o Governo dê cumprimento à resolução n.º 928, do PAN, aprovada na Assembleia da República há um ano, no sentido de assegurar o cumprimento dos direitos das mulheres na gravidez e no parto?



publicado por Carlos Gomes às 19:44
link do post | favorito

PORQUE NÃO EXISTE APENAS UM CÍRCULO ELEITORAL EM PORTUGAL?

“Os Deputados representam todo o país e não os círculos por que são eleitos” – Artigo 152º, alínea 2 da Constituição da República Portuguesa

Desde que foi introduzido no nosso sistema eleitoral, o método de Hondt tem sido apontado como responsável por uma certa deformação na forma de eleição dos deputados na medida em que, uma vez constituídas coligações pré-eleitorais, permite a criação de maioras parlamentares que nem sempre corresponde a uma maioria de votos expressos nas urnas.

Reza a alinea 1 do Artigo 149º da Constituição da República Portuguesa que “Os Deputados são eleitos por círculos eleitorais geograficamente definidos na lei, a qual pode determinar a existência de círculos plurinominais e uninominais, bem como a respetiva natureza e complementaridade, por forma a assegurar o sistema de representação proporcional e o método da média mais alta de Hondt na conversão dos votos em número de mandatos.”

Sucede que, a não ser que a lei impedisse a formação de tais coligações, obrigando os partidos políticos a concorrerem isoladamente, a soma dos “restos” dos votos em cada círculo eleitoral permite a eleição de vários deputados nos círculos com maior número de eleitores, impedindo ao mesmo tempo que os pequenos partidos possam eleger algum deputado em face do número de votos que obtêm.

Porém, como também se refere na alinea 2 do Artigo 152, “Os Deputados representam todo o país e não os círculos por que são eleitos”. Assim sendo, não existe nada que justifique a manutenção de vários círculos eleitorais, tal como actualmente se apresentam correspondendo à área de circunscrição dos distritos, entretanto extintos sem a sua substituição pelas regiões administrativas como estava previsto.

A criação de um círculo eleitoral único em território nacional constituiria uma forma de corrigir a deformação que a aplicação do método de Hondt cria nestas circunstâncias!

Carlos Gomes



publicado por Carlos Gomes às 08:45
link do post | favorito

Terça-feira, 19 de Junho de 2018
CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM APROVA PROTOCOLOS DE APOIO AOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DO CONCELHO

O Município de Ourém aprovou na reunião de Câmara de 18 de junho a celebração de novos protocolos de colaboração com as três Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do Concelho. Estes protocolos, aprovados por unanimidade, representam um aumento de 10% em relação aos anos transatos nas verbas de apoio às condições efetivas das corporações e ainda a atribuição de 48.000€ a cada corporação enquanto apoio na aquisição de viaturas de socorro, no período compreendido entre 2018 e 2022.

unnamed

Os protocolos em causa contemplam apoios destinados a comparticipar as despesas correntes das corporações, os subsídios de refeição dos elementos que integrem o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) e ainda os referidos apoios financeiros na aquisição de viaturas de socorro.

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Caxarias terá direito a uma comparticipação financeira nas despesas correntes até 33.530,48€/ano, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fátima uma comparticipação até 37.608€/ano e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ourém um apoio financeiro até 98.861,12€/ano. Relativamente aos subsídios de refeição dos elementos que integrem o DECIR, os Bombeiros Voluntários de Caxarias terão um apoio até 6.000€/ano, os Bombeiros Voluntários de Fátima receberão um apoio até 5.000/ano e os Bombeiros Voluntários de Ourém comparticipação até 8.500€/ano. As verbas destinadas à aquisição de viaturas de socorro são de 12.000€/ano para todas as corporações de bombeiros concelhios até 2022 e os Bombeiros Voluntários de Ourém têm ainda direito a um apoio financeiro para pagamento do seguro do veículo de Comando e Comunicações até 1.000€/ano.

O reforço das verbas protocoladas com o Município de Ourém comprova o papel fulcral que as Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários de Ourém, Fátima e Caxarias assumem na prevenção e socorro de pessoas e bens de todo o concelho.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 21:45
link do post | favorito

VOTOS DE RECONHECIMENTO E CONGRATULAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM

A Câmara Municipal de Ourém aprovou por unanimidade a atribuição de um voto de reconhecimento à associação Anjos da Pedra, Fátima BTT Club e um voto de congratulação para a associação Montamora Sport Club.

Os votos apresentados e aprovados na reunião de Câmara de 18 de junho são aqui disponibilizados na íntegra: 

VOTO DE RECONHECIMENTO - ANJOS DA PEDRA, FÁTIMA BTT CLUB

No passado dia 10 de junho decorreu em Melgaço o Campeonato nacional de XCM. A equipa federada de ciclismo TRANSFOR-FATIMABTT obteve uma prestação muito honrosa em diversos escalões, sendo de destacar a atleta Margarida Gomes que se sagrou Campeã Nacional Master Femininas, e os atletas António Marques e Nádia Mendes como Vices Campeões Nacionais nos seus escalões. No conjunto de todas as classificações a equipa TRANSFOR-FATIMABTT conseguiu tornar-se campeã nacional de XCM -Master.

A todos os atletas, treinador e staff de apoio endereçamos os nossos maiores cumprimentos de felicitação e regozijo pelos resultados conquistados, que muito enobrecem o concelho de Ourém.

VOTO DE CONGRATULAÇÃO–MONTAMORA SPORT CLUB

Nos dias 16 e 17 de junho decorreu a Fase de Qualificação para a 2ª Divisão Nacional da época de 2018/2019 de ténis de mesa, promovida pela Federação Portuguesa de Ténis de Mesa. O encontro realizou-se no Pavilhão Municipal de Guifões (Matosinhos), com as equipas da Zona Norte e no Pavilhão do CD Estrela (Amadora) com as equipas da Zona Sul.

Pela Zona Norte, o Montamora Sport Club de Fátima, associação que festejará brevemente 25 anos de existência, tem como modalidade desportiva o ténis de mesa, que desde o seu aparecimento, há 6 anos atrás, já conta com 20 atletas distribuídos pelas diversas categorias de iniciados, infantis, cadetes e juniores.

No evento do passado fim de semana estiveram presentes os atletas juniores, Bruno Reis e Tiago Reis, com 14 anos de idade, e o Rafael Lopes, com 13 anos de idade, que se apuraram para 2ª Divisão Nacional, tendo tido que defrontar as equipas de Sport Viseu e Benfica, o Núcleo Cultural e Recreativo de Valongo, o Grupo Recreativo Estrela do Bonfim e o Centro Desportivo Cultural de Navais.

No final do torneio ficaram apurados o MontamoraSport Club de Fátima e o NCR Valongo.

Face a este resultado o Município de Ourém regozija-se com o resultado obtido e deseja expressar um voto de congratulação à Direção da Coletividade, Sérgio Lopes, Virgínia Carvalho, Leonel Marques, José Carlos Silva e Sérgio Simões Silva, aos treinadores, Sérgio Fernandes, Edílio Marçal e Sérgio Silva e, principalmente, aos atletas Bruno Reis, Tiago Reis e Rafael Lopes, que venceram com todo o mérito esta Fase de Qualificação Nacional.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 14:20
link do post | favorito

Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
PAN QUER REFEIÇÕES ESCOLARES COM MAIS QUALIDADE

PAN apresenta pacote de medidas para garantir mais qualidade nas refeições escolares

  • Limitação de produtos prejudiciais à saúde nas máquinas de venda automática dos estabelecimentos de ensino
  • Cessar a distribuição leite achocolatado às crianças do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo pela elevada adição de açucares
  • Carnes processadas, consideradas carcinogénicas pela OMS, não devem constar das refeições de escolas de nível básico e secundário
  • Equipa de nutricionistas na Direcção Geral de Educação para assegurar a existência de refeições equilibradas
  • Contratação de nutricionistas para integrar as equipas de controlo da qualidade e quantidade das refeições escolares

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza – acaba de apresentar um pacote de cinco iniciativas legislativas que visam garantir uma maior qualidade nas refeições escolares. Existem registos de várias queixas por todo o país de alunos e de pais que questionam a qualidade dos alimentos servidos nas cantinas e refeitórios escolares e as medidas que o PAN propõe pretendem, por um lado, restringir a disponibilização de produtos nocivos á saúde e, por outro, promover a adoção de hábitos alimentares saudáveis.

Para além disso, dados recentes indicam que os hábitos alimentares inadequados são o principal fator de risco, ultrapassando a hipertensão arterial ou até mesmo o consumo de tabaco e de álcool, com mais peso nos anos de vida saudável que os portugueses têm vindo a perder. E a obesidade infantil tem vindo a apresentar valores crescentes e preocupantes em Portugal e constitui um problema sério para a saúde das crianças.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconhece que a obesidade apresenta uma prevalência superior à desnutrição e às doenças infeciosas e define a obesidade como a epidemia do Séc. XXI. Estima-se que a obesidade é, à escala mundial, a segunda causa de morte passível de prevenção, sendo a primeira o tabagismo.

Posto isto, o PAN propõe a determinação de condições para a limitação de produtos prejudiciais à saúde nas máquinas de venda automática dos estabelecimentos de ensino. O Governo já tinha estabelecido limitações para os produtos que poderiam ser vendidos nas máquinas do Sistema Nacional de Saúde. O objetivo do PAN é estender esta iniciativa às escolas, impedindo a disponibilização de produtos como: salgados, pastelaria, refrigerantes, batatas, hambúrgueres e similares.

Outra das medidas deste pacote determina a não distribuição de leite achocolatado às crianças do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básicoAo abrigo do programa de leite escolar, ainda é distribuído leite achocolatado às crianças do pré-escolar e do 1.º ciclo, apesar do debate sobre o valor nutritivo do leite ainda não ser consensual, o PAN acredita ser consensual o entendimento de que quando se adiciona uma quantidade colossal de açúcar a esta bebida ela deixa de ser nutritiva e passa a ser nociva. Por este motivo deve ser apenas disponibilizado leite sem adição de açucares e gorduras, devendo ser oferecida a alternativa de leite sem lactose e disponibilizada uma quota de 5 % de bebida vegetal como alternativa ao leite, podendo ser associados ao leite escolar outros alimentos nutritivos.

Por outro lado e no seguimento do relatório da OMS que fez vários estudos e concluiu que a carne processada é carcinogénica, o PAN pretende impedir a disponibilização de carnes processadas nas refeições servidas nas cantinas e refeitórios escolares dos estabelecimentos de ensino públicos, de nível básico e secundário. Cabe ao Estado, enquanto defensor da saúde pública, sensibilizar os portugueses para esta problemática incentivando-os a adotarem estilos de vida mais saudáveis e inspirando, através do exemplo, a uma alimentação que não inclua alimentos que têm sido apontados, com base em fortes evidências científicas, como causadores de graves problemas de saúde.

É ainda proposta a criação de uma equipa integrada na Direção Geral de Educação composta por nutricionistasEsta medida visa garantir que são nutricionistas a definir as políticas alimentares das escolas, contribuindo, nomeadamente, para a elaboração dos manuais de alimentação que já existem para as escolas, com o objetivo de assegurar a existência de refeições equilibradas.

PAN quer também que sejam contratados nutricionistas para integrar as equipas de controlo da qualidade e quantidade das refeições servidas nos estabelecimentos públicos de ensino. Ou seja, o Governo criou o plano integrado de controlo da qualidade e quantidade das refeições servidas nos estabelecimentos públicos de ensino, mas a Ordem dos Nutricionistas tem levantado questões quanto à sua exequibilidade e considerou que apresenta várias fragilidades técnicas e científicas que não fazem cumprir, e até colocam em causa, a salvaguarda da segurança alimentar das refeições servidas. Assim, é importante assegurar que são profissionais qualificados a fazer a fiscalização das refeições escolares, algo que agora não acontece, estando estas funções a ser exercidas por trabalhadores dos serviços das Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, não existindo qualquer obrigatoriedade de estes serem nutricionistas.



publicado por Carlos Gomes às 19:36
link do post | favorito

Sexta-feira, 15 de Junho de 2018
ALVAIÁZERE INCENTIVA FINANCIAMENTO COLABORATIVO

Workshop - PPLcrowdfunding

A incubadora Alvaiázere+ vai receber, no próximo dia 19 de junho, pelas 14h30, a PPL Crowdfunding Portugal, para a dinamização do workshop "Cria a tua campanha!".

O crowdfunding (ou financiamento colaborativo) é uma forma simples e transparente de angariação de fundos para um projeto através de uma comunidade online que partilha os mesmos interesses, sendo o PPL uma plataforma que permite reunir essa rede de promotores e os seus apoiantes.

Esta sessão é especificamente dirigida a todos aqueles que têm a intenção de criar uma campanha de crowdfunding, independentemente da plataforma, modelo ou país. O objetivo é aprofundar o conhecimento sobre esta ferramenta de financiamento através da experiência da equipa do PPL e do testemunho de um caso de sucesso.



publicado por Carlos Gomes às 16:51
link do post | favorito

ALVAIÁZERE INCUBA NOVOS NEGÓCIOS

Oito projetos na final do programa de aceleração da incubadora Alvaiázere+

A incubadora de negócios de Alvaiázere realizou, no dia 13 de junho, a final do programa de aceleração, onde foram apresentados 8 projetos, numa manhã dedicada ao empreendedorismo.

Sessão de Abertura

Após dois bootcamps e um período de mentoria aos projetos, o programa de aceleração da incubadora do município de Alvaiázere, dinamizada em parceria com a ADECA e os Territórios Criativos, culminou com a apresentação dos projetos apoiados.

Célia Marques, Presidente da Câmara Municipal de Alvaiázere, e Luís Matos Martins, Administrador dos Territórios Criativos, abriram a sessão com a garantia por parte da presidente de que todos estão “empenhados em fazer de Alvaiázere um território acolhedor e recetivo para o tecido empresarial”.

Os participantes iniciaram a manhã com uma inspirational talk dinamizada por Vítor Ferreira, Diretor da D. Dinis Business School e docente no Instituto Politécnico de Leiria, onde empreendedorismo foi a palavra de ordem.

“Interior – Um exemplo de Competitividade Territorial” foi o mote para o painel moderado por Luís Matos Martins, que teve como oradores Teresa Preta dos Territórios Criativos, Frederico Lucas, dos Novos Povoadores, e Vítor Ferreira, da D. Dinis Business School.

A manhã terminou com a apresentação dos 8 projetos participantes: Workifyme, Smheart Life, Vale da Brenha Nature, Bricoalva, QuintaDela, Studiopro, Quinta das Maçãs e Sicóbom, na presença de um júri constituído por Sandra Simões, da Câmara Municipal de Alvaiázere, Bruno Sousa, da ADECA, Osória Miranda, do IAPMEI, e Teresa Preta, dos Territórios Criativos.

Após o almoço, todos os participantes e convidados tiveram a oportunidade de estar presentes nas celebrações do dia do concelho de Alvaiázere.

Vítor Ferreira



publicado por Carlos Gomes às 16:48
link do post | favorito

Quinta-feira, 14 de Junho de 2018
SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMOVE REFLEXÃO SOBRE O SENTIDO DE FÁTIMA NO MUNDO CONTEMPORÂNEO

Simpósio Teológico-Pastoral vai refletir sobre o sentido de Fátima no mundo contemporâneo

O Santuário de Fátima promove entre os dias 22 e 24 de junho, no salão do Bom Pastor, no Centro Pastoral de Paulo VI, o Simpósio Teológico-Pastoral "Fátima Hoje: que sentido?". O encontro pretende ser um contributo privilegiado para a vivência do tema proposto pelo Santuário para o este ano pastoral: "Dar graças pelo dom de Fátima", integrado no triénio 2017-2020, sob o tema "Tempo de Graça e Misericórdia".

unnamed (1)

"Decorridos cem anos sobre o acontecimento e passado o momento necessariamente celebrativo que evocou esse acontecimento fundante, reveste-se de total pertinência que as diferentes formas de pensar, ao olharem para o comportamento humano em torno da Cova da Iria, interroguem o sentido que Fátima continuará a ter depois de se virar essa página que foi o ano de 2017", escreve o Presidente da Comissão Organizadora do Simpósio, Marco Daniel Duarte, no folheto de divulgação da proposta.

programa de três dias acontece com a Mensagem de Fátima no centro da reflexão, num itinerário dinamizado sob os verbos: receber e viver, no primeiro dia; viver e anunciar, no segundo; e refletir, na conclusão. Investigadores de diferentes academias, nacionais e estrangeiras vão, segundo esta perspetiva, refletir sobre a existência humana, partindo das fontes e dos protagonistas de Fátima, lançando “uma visão sobre o complexo e multiforme mundo contemporâneo”.

“Às chaves de leitura com que o primeiro século de Fátima enriqueceu o pensamento sobre a humanidade, o novo século, beneficiando destas, adicionará outras que claramente voltarão a problemáticas transversais às interrogações do ser humano que vive o início do segundo século de Fátima”, escreve Marco Daniel Duarte.

Os investigadores que intervirão no simpósio vão, sob diferentes prismas de abordagem (teologia, filosofia, história), olhar para o posicionamento da humanidade perante a temática da presença de Deus, “tema subjaz ao quadro histórico dos inícios de Fátima e que continua a ser gritantemente atual no quadro das primeiras décadas do novo século de Fátima”, num programa onde, a par das conferências, constam momentos de oração e a celebração da Eucaristia.

O primeiro dia sublinhará a importância da Mensagem de Fátima para o mundo contemporâneo e culmina num serão cultural, com concerto na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

O segundo dia destacará a importância do Santuário de Fátima para o tempo contemporâneo, na perspetiva de que “quer a Mensagem quer o Santuário, que recebe os que querem viver a Mensagem, são dom”. Para este dia está convidado D. Rino Fisichella, responsável pelo Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, organismo que tutela os santuários, que vai olhar para o Santuário como “hospital de campanha”.

O terceiro dia será dedicado a refletir Fátima, tentando teorizar alguns dos seus aspetos, percebendo-a como lugar que “mostra potencial hermenêutico que sintoniza com as mais agudas preocupações da Igreja e até do pensamento humano sobre o Cosmos no tempo atual”.

“A expetativa é a de que possam sair deste simpósio novas maneiras de dizer Fátima, perscrutando a riqueza dos seus temas e encontrando chaves de leituras que possam ser significativas para a humanidade do século XXI, que é, sem dúvida, a humanidade do novo século de Fátima”, antecipa o Presidente da Comissão Organizadora do Simpósio.

A participação no Simpósio Teológico-Pastoral requer inscrição prévia, que poderá ser feita através do envio da ficha de inscrição para a morada: Santuário de Fátima, Simpósio de 2018, Apartado 31, 2496-908 Fátima ou através do formulário disponível online.



publicado por Carlos Gomes às 21:23
link do post | favorito

SANTUÁRIO DE FÁTIMA DINAMIZA 3ª EDIÇÃO DOS CURSOS DE VERÃO

 “Fátima: síntese das leituras de um acontecimento centenário” é o tema da terceira edição dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima, uma proposta formativa dinamizada pelo Departamento de Estudos do Santuário que decorre de 11 a 12 de julho, no Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima.

unnamed

Para esta edição de 2018, os objetivos passam: pela interpretação dos conteúdos da Mensagem de Fátima, através da análise em abordagens multidisciplinares de aspetos específicos do fenómeno; pelo exame das fontes do acontecimento e pela apresentação dos elementos da sua história são alguns dos objetivos da edição de 2018 dos Cursos de Verão.

A proposta formativa destina-se a investigadores e estudantes universitários das áreas das Ciências Humanas e Sociais, professores do ensino básico e secundário, formadores, catequistas e outros agentes pastorais.

A coordenação dos Cursos de Verão é de Marco Daniel Duarte, diretor do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima, que integra a equipa formativa, a par de investigadores, técnicos e especialistas em diversas áreas: religião, história, filosofia, comunicação, artes e restauro. Cada um vai, num programa definido para os três dias, apresentar leituras concretas do acontecimento de Fátima.

O Santuário de Fátima disponibiliza 50 vagas para a presente edição dos Cursos de Verão, que serão preenchidas por ordem de chegada. A frequência é gratuita e a inscrição obrigatória, através de formulário disponível na internet ou através de congressos@fatima.pt.

Além de uma oportunidade única de formação, a 3.ª edição dos Cursos de Verão oferece aos participantes a possibilidade de visita aos seguintes espaços museológicos: a Casa-Museu de Aljustrel; a Casa de Francisco e Jacinta Marto; a Casa de Lúcia de Jesus; o lugar das aparições do Anjo e lugar da aparição mariana de agosto; a Casa das Candeias e o Núcleo Museológico da Fundação Francisco e Jacinta Marto; o Espaço Padre Formigão: Casa do Apóstolo de Fátima e o Núcleo Museológico das Irmãs Reparadoras de Nossa Senhora de Fátima.

Os Cursos de Verão do Santuário de Fátima pretendem, deste modo, aproximar a comunidade científica dos temas de Fátima. Esta é a terceira edição de uma proposta que se tem realizado anualmente. Na primeira edição, foram abordadas questões transversais e introdutórias a Fátima. No ano passado, cumpriu-se uma abordagem monográfica, a partir do qual se puderam aprofundar temáticas específicas como a relação entre os papas e Fátima e as biografias dos protagonistas do acontecimento centenário.



publicado por Carlos Gomes às 21:20
link do post | favorito

Sexta-feira, 8 de Junho de 2018
ALVAIÁZERE COMEMORA DIA DO CONCELHO

O Município de Alvaiázere vai promover um conjunto de atividades que integram a programação das Comemorações do Dia do Concelho, que é celebrado a 13 de junho, e que pretende enaltecer as instituições locais e dar destaque à relevância das mesmas na envolvência da população e na definição da identidade Alvaiazerense.

Dia do concelho alvaiázere 2018 jornal

Assim, no sábado dia 9 de junho, pelas 21:00, vai decorrer na Igreja Matriz de Alvaiázere, o XVI Festival de Música Polifónica de Alvaiázere, que contará com a presença do CIA | Coro Infantil de Alvaiázere, do Coral Alva Canto e dos coros convidados, Coral Polifónico de Aveiro e Orfeão de Arouca.

A manhã de domingos será dedicada ao mundo dos cavalos, com destaque para a 30.ª edição do Passeio Equestre de Alvaiázere. No período da tarde, no Largo da Igreja da Vila Sede de Concelho haverá atuações dos ranchos concelhios, nomeadamente, do Rancho Folclórico da Freguesia de Pussos, do Rancho Folclórico e Etnográfico da Casa do Povo de Maçãs de Dona Maria e da Banda da Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília, jogos tradicionais e baile com o “Duo Nova Onda”.

Na terça-feira, dia 12 de junho, a partir das 20:30, haverá marchas populares e Arraial de Santo António, com baile com o grupo “Só Ritmo”, sardinha, pão e vinho, a decorrer no Parque Multiusos.

No dia 13, Dia do Concelho de Alvaiázere, pelas 15:00, decorrerá a respetiva Sessão Solene, na Casa Municipal da Cultura, onde serão agraciadas com a Medalha Municipal de Mérito as instituições locais com mais de 50 anos de atividade. A saber: a Santa Casa da Misericórdia de Alvaiázere, o Cabaços Sport Clube, a Associação Humanitárias dos Bombeiros Voluntários de Alvaiázere, a Associação Casa do Povo de Maçãs de Maria, a Assembleia de Alvaiázere e a Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília. Seguir-se-á concerto com o grupo “Sons do Minho” e, a terminar a programação, pelas 19:00, missa na Capela de Santo António.

De recordar que a Câmara Municipal aprovou por unanimidade passar a realizar o Alvaiázere Capital do Chícharo, evento que congrega a FAFIPA e o Festival Gastronómico, para outubro, época mais conveniente para degustar o chícharo e para a comercialização dos principais produtos endógenos do concelho.

Festival Música Polifónica

XXX_Passeio_Equestre



publicado por Carlos Gomes às 18:03
link do post | favorito

Quinta-feira, 7 de Junho de 2018
D. MANUEL PELINO, BISPO EMÉRITO DE SANTARÉM CELEBRA PEREGRINAÇÃO INTERNACIONAL ANIVERSÁRIA

Peregrinação Internacional Aniversária de junho de 2018 será presidida pelo Bispo Emérito de Santarém. D. Manuel Pelino celebra este ano 30 anos de ordenação episcopal

O Santuário de Fátima acolhe nos próximos dias 12 e 13 de junho a segunda Peregrinação Internacional Aniversária do Ano Pastoral, que está a ser vivido em Fátima sob o tema “Tempo de graça e misericórdia: dar graças pelo dom de Fátima”, sublinhando a consciência do dom recebido, iniciativa gratuita e amorosa de Deus.

unnamed (1)

Um ano depois do Centenário das Aparições, cuja celebração teve como apogeu a peregrinação do Papa Francisco à Cova da Iria, em maio com a canonização dos santos Francisco e Jacinta Marto, o Santuário de Fátima prepara-se para dar continuidade ao trabalho desenvolvido ao longo de sete anos e que culminou em 2017, com a celebração do Ano Jubilar.

Esta peregrinação de junho será presidida por D. Manuel Pelino, bispo emérito da diocese de Santarém.

De entre as celebrações desta peregrinação destaque para a abertura na Capelinha das Aparições, às 18h30; Rosário às 21h30, seguido da Procissão das Velas e Missa da Vigília, no Recinto.

No dia 13, o Rosário será às 9h00, seguido da Missa Internacional no Recinto, às 10h00 e Procissão do Adeus. Todas estas celebrações terão transmissão em direto, on-line, em www.fatima.pt.

  1. Manuel Pelino foi bispo de Santarém desde janeiro de 1998, até outubro de 2017. O prelado foi o segundo responsável por esta diocese, criada em 1975 pelo Papa Paulo VI.

Manuel Pelino Domingues nasceu a 7 de outubro de 1941, na Lentisqueira (Diocese de Coimbra), e foi ordenado sacerdote a 15 de agosto de 1965.

João Paulo II nomeou-o bispo auxiliar do Porto em dezembro de 1987; a ordenação episcopal aconteceu a 13 de março de 1988 em Coimbra.

  1. Manuel Pelino atingiu em 2016 a idade prevista para a resignação (75 anos) prevista pelo Direito Canónico e manteve-se mais um ano no cargo, a pedido do Papa Francisco.

Em 2016, no âmbito da visita da Imagem Peregrina a Santarém, o então bispo de Santarém deixou um testemunho emocionado da “presença mística da Mãe de Deus e nossa Mãe”.

“A visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima foi acolhida pelas comunidades da diocese de Santarém com muito entusiasmo, veneração e, muitas vezes, visível comoção. As pessoas acorrem, rezam, cantam, louvam, admiram”, escreveu.

O prelado, destacou “a força espiritual que irradia de Nossa Senhora e toca os corações”.

Em Ano Jubilar do Centenário das Aparições de Fátima, por ocasião da Peregrinação diocesana ao Santuário da cova da Iria, D. Manuel Pelino falou do acontecimento Fátima como uma “escola de fé”, “uma história de graça e de misericórdia”.

“Através da mediação de Nossa Senhora, o santuário de Fátima tornou-se um lugar de encontro com Deus, uma escola de espiritualidade, de reconciliação e de paz”, disse na homilia proferida no Recinto de Oração.

“Fátima é um apelo de Deus para o nosso tempo”, assinalou o bispo.

unnamed



publicado por Carlos Gomes às 19:09
link do post | favorito

PATAV CONVOCA DESFILE EM LISBOA CONTRA TRANSPORTE DE ANIMAIS VIVOS PARA FORA DA UNIÃO EUROPEIA

Marcha pela abolição do Transporte de Animais Vivos para Países fora da União Europeia, dia 14 de junho (quinta-feira) às 18h30 Cais do Sodré- Ministério da Agricultura

Dia 14 de junho pelas 18h30

Percurso: Cais do Sodré – Ministério de Agricultura (Lisboa)

A Plataforma Anti Transporte de Animais Vivos (patav.weebly.com) associa-se ao movimento internacional liderado pela Compassion in the World Farming  que assinala o dia 14 de junho como o dia internacional contra o transporte de animais vivos. Neste dia estão planeadas mais de 100 iniciativas em mais de 30 países diferentes.

A PATAV vai promover uma marcha para apelar à abolição deste meio de transporte que conta com a presença de várias figuras públicas.

Com base nas reuniões já realizadas entre a PATAV e diversos grupos parlamentares, é expectável que sejam promovidas Com base nas reuniões já realizadas entre a PATAV e diversos grupos parlamentares, é expectável que sejam promovidas substanciais alterações à legislação vigente.



publicado por Carlos Gomes às 18:07
link do post | favorito

FREIXIANDA PREPARA-SE PARA A FESTA!

Festas da Vila e da Freguesia em Freixianda 2018. A Vila da Freixianda prepara-se para  as comemorações do seu 23º Aniversário de elevação a vila.

Um programa vasto que se inicia a 21 de Junho e termina a 24 do mesmo mês.

18201_Flyers_Interior

Alem da animação musical e tasquinhas há também folclore , desfile de fanfarra e  este ano  também exposições de artesanato divulgando o trabalho de artesãos locais , uma mostra fotográfica  e ainda exposição de maquinaria agrícola e automóvel.

Participam nas tasquinhas 8 colectividades da freguesia com pratos que vão desde a "Chanfana á moda da Ribeira " á Perna de Porco no espeto com migas" .

Em termos de animação , desporto e actividades existe uma variadade para todos os gostos que vão desde um Passeio de Motorizadas ,Sardinhada Popular , Concertinas , Jogos Escutistas , Marchas Populares , Festival de Ranchos, Quermesse até um  Desfile de Fanfarras.

Em termos de programa o grande cabeça de cartaz para a edição deste ano é David Antunes & The Midnight Band que se espera traga uma grande enchente ao recinto das festas.

Programa:

Quinta Feira dia 21

18h - Sardinhada Popular

Animação com Grupo de Concertinas

Sexta Feira dia 22

19h00 - Abertura das Tasquinhas 

22h00 - Animação com o Grupo " Só Ritmo"

Sábado dia 23

15h00 - Abertura das Tasquinhas, Jogos Escutistas e Quermesse 

15h30 - Jogo de Futsal Solteiros X Casados

21h00 - Actuação da Marcha da Pelmá

22h00 - Animação Trio D'Arromba e David Antunes & The Midnight Band

Domingo dia 24

8h30 - Encontro e Passeio de Motorizadas 

9h00 - Abertura dos Jogos Escutistas e Quermesse 

12h00 - Abertura das Tasquinhas

15h00 - Desfile da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Alvaiázere pelas ruas da Vila

16h00 - Festival de Folclore

22h00 - Atuação do Grupo Manuel Braz

Associações participantes:

- Agrupamento de Escuteiros 1263 da Ribeira do Fárrio

- Associação Cultural e Recreativa Vale do Peso / Rancho Rosas de Portugal

- Associação Cultural e Recreativa Vale do Nabão / Rancho Lirios do Nabão 

- Associação Desportiva de Formigais

- GRUDER

- Rancho Folclórico  " Os Camponeses" da Ribeira do Fárrio

- Trilhos dos Cavaleiros Clube Motorizado

- Liga dos Amigos da Secção de Bombeiros da Freixianda 

Organização : União de Freguesias de Freixianda , Ribeira do Fárrio e Formigais

Apoio : Município de Ourém  e Bombeiros Voluntários de Ourém

18201_Flyers_Verso



publicado por Carlos Gomes às 14:18
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
14

15
16
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

FOI A ATITUDE DO CÔNSUL A...

INSIGNARE PARTICIPA NAS J...

FREIXIANDA REALIZA FESTA ...

PAULO FERRAZ CUMPRE OBJEC...

FREIXIANDA ANGARIA FUNDOS...

PROFESSORES DA EPO E EHF ...

ESPOSENDE ORGANIZA FESTA ...

OURÉM REÚNE EXECUTIVO MUN...

SOFIA, MEU AMOR! APRESENT...

TABULEIROS DE TOMAR DESFI...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA RECEB...

PAN APRESENTA PROPOSTAS D...

VAI HOJE A VOTAÇÃO NA ASS...

BANDEIRA AZUL ESTÁ DE VOL...

JOVENS VOLUNTÁRIOS VÃO AC...

VEREADORES SOCIALISTAS TO...

PAN QUER MELHORAR CONDIÇÕ...

D ANTÓNIO DE OLIVEIRA AZE...

INSIGNARE LÍDER DE CONSÓR...

ALVAIÁZERE INCENTIVA EMPR...

FESTA DOS TABULEIROS DE T...

FILME "A TEIA" VAI SER RO...

OURÉM REÚNE EXECUTIVO MUN...

PAN QUER FATURAS DA ÁGUA ...

QUEM É O PROF. DOUTOR DAN...

PAN QUESTIONA GOVERNO SOB...

DIRETORA DO SECRETARIADO ...

BISPO D. ANTÓNIO MARTO VA...

CANIS MUNICIPAIS VÃO DEIX...

ANIMAIS PODEM ENTRAR EM E...

CAXARIAS ESTÁ EM FESTA

MUNICÍPIO DE OURÉM LANÇA ...

A QUEM PERTENCE O BRASÃO ...

FREIXIANDA ESTÁ EM FESTA!

FÁTIMA TEM NOVO RITMO

AMO.UMA ASSEMBLEIA INOVAD...

FOLCLORE DE PORTUGAL – O ...

ANDRÉ SILVA, DEPUTADO DO ...

PORQUE NÃO EXISTE APENAS ...

CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM...

VOTOS DE RECONHECIMENTO E...

PAN QUER REFEIÇÕES ESCOLA...

ALVAIÁZERE INCENTIVA FINA...

ALVAIÁZERE INCUBA NOVOS N...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA PROMO...

SANTUÁRIO DE FÁTIMA DINAM...

ALVAIÁZERE COMEMORA DIA D...

D. MANUEL PELINO, BISPO E...

PATAV CONVOCA DESFILE EM ...

FREIXIANDA PREPARA-SE PAR...

arquivos

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds