Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.

Domingo, 21 de Setembro de 2014
SABACHEIRA REALIZA DIA DAS SOPAS



publicado por Carlos Gomes às 09:16
link do post | favorito

Sábado, 16 de Agosto de 2014
MUNICÍPIO DE TOMAR DESPREZA O AGROAL E AS PESSOAS QUE O FREQUENTAM

Bermas destruídas, muretes derrubados e falta de asseio num local onde os vendedores ambulantes comercializam bens alimentares são o retrato do Agroal no lado do concelho de Tomar

Contrastando com a margem do rio Nabão situada no concelho de Ourém onde se tem vindo a assistir à requalificação dos equipamentos da praia fluvial do Agroal, do lado do concelho de Tomar continua a registar-se o abandono e o desprezo do local e dos numerosos veraneantes que ali afluem principalmente durante os meses de Verão.

Agroal (30)

Sem qualquer aproveitamento turístico nem asseio público, o local apresenta o pavimento bastante degradado com bermas destruídas e muretes derrubados, colocando em sério risco a circulação de pessoas e o trânsito de viaturas. Os próprios vendedores ambulantes trabalham em condições deploráveis, comercializando bens alimentares num local sujeito a poeiras e sem as mínimas condições de higiene pública.

Apesar da praia fluvial do Agroal constituir um dos principais locais de atração turística da região, o concelho de Tomar continua a tratar com desprezo o local e as pessoas que o frequentam. Esperemos que a situação se inverta e o Agroal passe a merecer melhor atenção por parte dos autarcas tomarenses!

Agroal (34)

Agroal (25)

Agroal (24)

Agroal (28)

Agroal (26)

Agroal (18)

Agroal (27)

Agroal (15)

Agroal (19)

Agroal (17)

Agroal (11)

Agroal



publicado por Carlos Gomes às 14:53
link do post | favorito

Sábado, 14 de Setembro de 2013
SANDOEIRENSE JOGA AMANHÃ COM O SABACHEIRA



publicado por Carlos Gomes às 16:16
link do post | favorito

Terça-feira, 10 de Setembro de 2013
SEIÇA JOGA COM SABACHEIRA A INICIAR A ÉPOCA 2013/2014



publicado por Carlos Gomes às 19:59
link do post | favorito

Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2012
DEPUTADA ANABELA FÁTIMA (PS) QUESTIONA MINISTRO DO ECONOMIA E DO EMPREGO ACERCA DA ESTAÇÃO DE FÁTIMA

Estação de Fátima motiva pergunta da deputada Anabela Freitas

A estação de Fátima, sita na freguesia da Sabacheira, concelho de Tomar, assume uma particular importância na mobilidade quer dos cidadãos locais, quer dos turistas que visitam esta região

ng2245295

PERGUNTA AO MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO

A estação de Fátima, sita na freguesia da Sabacheira, concelho de Tomar, assume uma particular importância na mobilidade quer dos cidadãos locais, quer dos turistas que visitam esta região.

A estação de Fátima foi objeto de obras de requalificação, obras essas que apesar de feitas nunca os utentes beneficiaram das mesmas. Senão vejamos: após as obras a estação de Fátima encerrou as bilheteiras, encerrou a sala de espera dos passageiros e verificou uma diminuição da paragem do número de comboios, passando a parar numa outra estação que dista cerca de 15Km – Caxarias.

Com a construção e abertura do IC9, a estação de Fátima ficou com uma via rápida a ligar de forma célere e segura três cidades, a saber Tomar, Ourém e Fátima, sendo que o tempo técnico de acesso a Fátima é menor a partir da estação de Fátima, do que da, dita alternativa, de Caxarias.

Acresce ainda que o IC9 liga não só dois dos principais destinos turísticos da região, o Santuário de Fátima e o Convento de Cristo em Tomar, mas também os Mosteiros de Alcobaça e Batalha, sendo que só a Estação de Fátima, na sua atual localização serve com segurança e celeridade estes dois destinos turísticos. Sublinha-se ainda o facto de um número significativo da população estudantil frequentar o ensino superior em Coimbra. Ora o ponto de ligação mais próximo à linha do Norte é precisamente a estação de Fátima, onde as famílias e estudantes esperam à chuva pelo transporte. Assim sendo, e ao abrigo do disposto na alínea d) do artigo 156.o da Constituição da República Portuguesa, e da alínea d) do n.o 1 do art.o 4.o do Regimento da Assembleia da República veem a signatária perguntar ao Senhor Ministro da Economia e do Emprego:

1. Concorda o Sr. Ministro com o fato da estação de Fátima ter sofrido obras de requalificação, pagas pelo contribuinte, e não estarem a ser rentabilizadas?

2. Considera o Sr. Ministro que a supressão de comboios na estação de Fátima, não prejudica o Turismo, enquanto fator fundamental de desenvolvimento para a região, nomeadamente o turismo histórico e religioso, visto servir de elo de ligação entre o Convento de Cristo em Tomar e o Santuário de Fátima?

Palácio de S. Bento 14 de Dezembro de 2012

A Deputada Anabela Freitas

Fonte: http://www.rcegolega.com/

Foto: http://www.dn.pt/



publicado por Carlos Gomes às 19:56
link do post | favorito

Segunda-feira, 6 de Agosto de 2012
EM 1967, DIAS DAS NEVES, DEPUTADO À ASSEMBLEIA NACIONAL, DEFENDEU A CRIAÇÃO DE UMA ESCOLA TÉCNICA EM OURÉM

Na sessão de 3 de março de 1967 da IX Legislatura da Assembleia Nacional, o deputado Dias das Neves aludiu a alguns problemas do concelho de Vila Nova de Ourem, pedindo a criação ali de uma escola técnica. A sessão foi presidida por Mário de Figueiredo e secretariada por Fernando Cid de Oliveira Proença e Mário Bento Martins Soares.

capture2

O deputado Lúlio Dias das Neves era natural da Freguesia da Sabacheira, no vizinho Concelho de Tomar e era professor do ensino técnico, tendo exercido a profissão na Escola Industrial e Comercial de Tomar onde também foi Diretor. Foi Presidente da Comissão Concelhia da União Nacional de Tomar; Vice-presidente da Câmara Municipal de Tomar; Subdelegado regional da Mocidade Portuguesa em Tomar e Vice-presidente da Comissão Distrital de Santarém da União Nacional.

O Sr. Dias das Neves: - Sr. Presidente: A representação que me cabe, como Deputado a esta Assembleia, dos interesses regionais do distrito que tenho a honra de representar e, mais do que isso, a certeza de vir defender uma causa justa levam-me a pedir a V. Exa para usar da palavra nesta sessão a fim de falar de um concelho do distrito de Santarém que, pela sua importância económica, política e religiosa, ocupa posição de relevo no concerto dos concelhos do nosso país.

Vila Nova de Ourem, pois deste concelho se trata, é hoje, como foi sempre, uma realidade viva no plano económico, político e social do meu distrito de Santarém, a que está indissoluvelmente ligado desde os alvores da nossa nacionalidade, já que no plano religioso se projecta muito para além do distrito e mesmo do próprio País, pois teve um dia a graça suprema de ter recebido num cantinho do seu território, em Fátima, a presença de Nossa Senhora, e que é hoje altar onde pode ajoelhar todo o mundo para um encontro espiritual com a Mãe de Deus, que é luz e farol que ilumina toda a Terra.

Vozes: - Muito bem, muito bem!

O Orador: - De estrutura tradicionalmente agrária, está este concelho fazendo um forte esforço de industrialização e valorização económica, pois dispõe já de uma poderosa indústria cerâmica e de serração de madeiras e de algumas fábricas de azeite, betuminosos carpintaria, plásticos, resinas e destilação de produtos diversos, mas começa a sentir que não poderá ir mais além, pois lhe faltam instrumentos de foi mação e valorização de uma mão-de-obra especializada, cada vez mais necessária, para a obtenção do progresso económico em que todo o nosso país está empenhado.

A todo o seu potencial económico, tradicionalmente representado pela agricultura, indústria e comércio, acrescenta valiosos elementos turísticos quase desconhecidos.

Além de Fátima, lugar de peregrinação que é também pólo de atracção turística, Vila Nova de Ourém dispõe da velha vila de Ourem, com o seu velho castelo e a colegiada e outros monumentos, donde se contemplam panoramas dos mais lindos de Portugal que não têm sido completamente aproveitados, mas que, através de um planeamento turístico consciencioso e correcto haverão de ser englobados no conjunto de Tomar, Abrantes, Torres Novas, Almourol e Santarém, conjunto monumental dos mais ricos do País, cujo valor artístico é património que, assolado aos panoramas naturais lindíssimos dos vales do Nabão, Zêzere e Tejo, constitui riqueza que o País tom de aproveitar devidamente.

Vozes: - Muito bem!

O Orador: - Das mais vincadas tradições portuguesas, o concelho de Vila Nova de Ourem está sofrendo no seu corpo um dos maiores males que afecta o nosso país

- a sangria nos seus habitantes -, provocado por um surto de emigração que, fazendo sair para o estrangeiro inteligência e força criadora, provocará o seu empobrecimento total, e que teremos de sustar por todos os meios ao nosso alcance se não quisermos encontrar dentro em pouco as suas terras abandonadas.

É necessário criar neste concelho instrumentos de valorização da juventude para que este possa desenvolver todas as suas capacidades, realizar o progresso que se impõe e criar oportunidades de fixação das populações à terra que lhes serviu de berço.

O Sr. Calheiros Lopes: - V. Exa. dá-me licença?

O Orador: - Faça favor.

O Sr. Calheiros Lopes: - Apoio inteiramente o ponto de vista de V. Exa, pois o concelho de Vila Nova de Ourem está sofrendo não só no seu corpo, mas principalmente na tua alma.

O Orador: - E realmente esse o meu pensamento e agradeço a V. Exa a achega que veio dar a esta modesta intervenção, que assim ficou mais valorizada.

A presença destes factores impõe, Sr Presidente, a criação nesta vila, sede do concelho, de uma escola técnica comercial e industrial. Por isso, daqui do alto desta tribuna, quero pedir a S. Exa. o Sr Ministro da Educação Nacional, a quem o País já tanto deve neste campo do ensino, e muito em particular o meu distrito, a quem S. Exa. fez a notada justiça, que muito me apraz aqui registar e agradecer, de dotar com uma secção de ensino liceal em Tomar e outras de ensino técnico no Entroncamento e Alcanena, que desejamos brevemente transformadas em estabelecimentos independentes, pedir a S. Exa., dizia, que no estudo sério e profundo a que está procedendo o Gabinete de Estudo do Planeamento da Acção Educativa seja incluída uma escola técnica para Vila Nova de Ourém, para entrar em funcionamento o mais rapidamente possível.

Vozes: - Muito bem!

O Orador: - A população deste concelho, que desde sempre tem registado um aumento considerável, atingiu no último censo populacional 47 511 habitantes, ocupando neste aspecto o terceiro lugar no distrito, depois de Santarém e Abrantes, e tem mantido esta tendência, cujo ritmo só foi contrariado pela pressão da forte corrente migratória. Para toda esta população não dispõe o concelho de um único estabelecimento oficial de ensino secundário onde todos os seus jovens possam aumentar a sua cultura e valorizar as suas possibilidades e o estabelecimento particular que existe é apenas de ensino liceal.

Assim, podemos verificar que no ano de 1963 estiveram matriculados 5556 alunos e fizeram exame de instrução primária 930 e que este ano estão matriculados no ensino primário 5445 alunos. No ano passado fizeram o exame da 4.ª classe 913 alunos, a maior parte dos quais não pode seguir os seus estudos, uns por impossibilidade económica de frequentar um estabelecimento de ensino particular outros por impossibilidade de se deslocarem a Tomar, Torres Novas, Leiria e Pombal. Porém, os que se deslocam, fazem-no com sacrifícios sem par e correm os maiores riscos no aspecto físico, moral e social, e quantos deles, desacompanhados numa idade em que mais necessitam, do amparo, se peidem no caminho da escola.

Mesmo assim frequentam o ensino secundário.

Ensino liceal Alunos

Particular 360

Oficial 97

Total 457

Ensino técnico

Particular 16

Oficial 99

Total 115

Da observação atenta destes números podemos desde já concluir um desajustamento em relação à distribuição sectorial do ensino, pois a proporção dos que frequentam o ensino liceal e o técnico é de 4 para 1 e a proporção do ensino particular para o oficial e de 1 para 2.

Acresce ainda, Sr. Presidente, que o Decreto-Lei n.º 47 480 de 2 de Janeiro do 1967, que instituiu o ciclo preparatório do ensino secundário, estabelece no n.º 2 d n seu artigo 4.º que «deverá haver pelo menos uma escola preparatória em cada concelho», onde, nos termos do artigo 21.º, se fará a orientação escolar, tendo como finalidades:

a)      Proporcionar aos alunos e seus pais ou tutores elementos de informação que os auxiliem na escolha dos estudos subsequentes;

b)      b) Orientar os professores, bem como os pais ou tutores dos alunos, na resolução de problemas de ordem pedagogia ou educacional.

Esta orientação escolar impõe opções a que a população deste concelho não poderá satisfazer, e não serão dadas iguais oportunidades a todos, pois na sede do concelho passará a haver uma escola preparatória, e certamente a funcionar o regime de obrigatoriedade escolar até à 6.ª classe, mas os alunos orientados apenas poderão continuar os estudos liceais, pois não terão possibilidades de sequência no ensino técnico ou terão de deslocar-se às terras acima mencionadas, com todos os inconvenientes daí resultantes.

Esta, Sr. Presidente, mais uma razão, e forte, a aduza às anteriores na fundamentação do pedido que acabo de formular.

Sr. Presidente: Passa este ano o 50.º aniversário da aparição de Nossa Senhora de Fátima na Cova da Iria, e penso que a terra que Nossa Senhora pisou bem merecia, neste ano de festa e de alegria nos corações de todos os oureenses, do Governo da Nação, num acto de justiça, a criação da sua escola técnica.

Tenho dito.



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito

Quinta-feira, 24 de Maio de 2012
SOCIALISTAS DE TOMAR EXIGEM COLOCAÇÃO NO IC9 DE PLACAS INDICADORAS DA ESTAÇÃO DE FÁTIMA

Ourem30JUL11 148

Os vereadores do Partido Socialista na Câmara Municipal de Tomar apresentaram hoje na reunião daquele executivo a seguinte proposta:

Sinalização no IC9

Desde 2002 que o Partido Socialista, quer através dos seus autarcas do Município, quer através da Junta de Freguesia da Sabacheira, vem alertando para a necessidade de um planeamento prévio da sinalização, do então, futuro IC9, por forma a valorizar locais estratégicos do Concelho.

No caso concreto, referimo-nos à sinalização da Estação de Fátima, sita em Vale dos Ovos, na freguesia da Sabacheira.

Com a abertura ao trânsito do IC9, verifica-se que apenas existe um sinal indicativo de “estação”, sem mencionar que estação, não havendo quaisquer indicações de aproximação da mesma, havendo no entanto placas indicativas de aproximação, por exemplo de Carregueira, povoação próxima do nó da “Estação de Fátima”.

Considerando que a referida estação é e deve continuar a ser um ponto de ligação com Fátima, trazendo assim mais movimento às Freguesias confinantes e consequentemente ao Concelho, estando inclusive em sede de revisão do PDM prevista uma ampla área de localização empresarial (zona industrial), os vereadores do Partido Socialista propõem:

1. Que seja notificada a concessionária para a colocação de sinalética de aproximação, nos dois sentidos do IC9, com a indicação de “Estação de Fátima”;

2. Que seja dado conhecimento ao dono da obra, para que este tenha também conhecimento deste nosso desejo.

Fonte: http://pstomar.blogspot.pt/



publicado por Carlos Gomes às 15:38
link do post | favorito

Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2012
AGROAL EM DESTAQUE NO "PORTUGAL ROMANO"

O site “Portugal Romano” dedicado à arqueologia romana em Portugal acaba de dar destaque ao Agroal, fazendo referência à sua ocupação humana desde a antiguidade. O AUREN transcreve o artigo.

Povoado do Agroal (Formigais, Ourém)

timthumb

Existem testemunhos da ocupação humana do Agroal desde os tempos pré-históricos até aos nossos dias. Ao ar livre edificou-se o povoado com ocupação do Neolítico, Idade do Bronze e do Ferro, Romano e Idade Média.

O Sítio arqueológico localiza-se num ponto destacado, usufruindo de um bom domínio da paisagem, e encontra-se dividido por esporão e um cabeço interior adjacente sobre o rio nabão.

O povoado foi escavado nos anos 80 por Katina Lillios (1) que colocou a descoberto duas linhas de muralhas, cuja fragilidade da conservação é visível.

O povoado está coberto por densa vegetação dificultando a percepção da área que ocupa; contudo são visíveis algumas cerâmicas à superfície. Está localizado nas proximidades do Abrigo do Agroal e Agroal I. (Igespar)

Nascente do Agroal

Nascente de água que rebenta em golfadas de entre as rochas, origina um forte caudal que é uma das principais fontes de alimentação do rio Nabão. As suas águas muito frias, radioactivas, mineralizadas e de agradável sabor contêm inúmeras propriedades medicinais, devido às quais esta fonte se tornou famosa desde tempos remotos e sempre muito concorrida e apreciada.

A sua água bicarbonatada e sulfatada cálcica, cloretada, é aconselhada para tratamento de doenças de estômago, intestinos e de pele, pelo que, ao longo dos século, várias empresas se têm constituído com vista ao seu aproveitamento, sendo o alvará datado de 13 de Agosto de 1918.

termas-do-agroal

(1) Katina Lilios – Antropóloga norte-americana. O seu trabalho dá-nos uma visão do importantíssimo contributo que a Antropologia pode oferecer à Arqueologia. Realizou em 2006 um conceito original: Comparative Archeologies. Autora de um importante estudo sobre as placas de xisto ibéricas – http://algarvivo.com/arqueo/arqueologos/lilios.html

Bibliografia

ARKEOS. Vale do Nabão do Neolítico à Idade do Bronze (1997)

Achegas para a carta arqueológica – Tomar/Portugália (1995)

Carta Arqueológica do Concelho de Ourém (2006)

Competition to fission: the copper to Bronze age transition in the lowlands of west-central Portugal (3000-1000 b.C.)/Competition to fission: the copper to Bronze age transition in the lowlands of west-central Portugal(3000-1000 b.C.) (1991)

Desestruturação e complexização: aspectos e problemas da 1ª Idade do Bronze na “Península de Lisboa”/Turres Veteras IV – Actas de Pré-história e História Antiga (2002)

Excavations at Bronze Age settlement of Agroal/Yale Graduate Journal of Antropology (1989)

Neolitização do Vale do Nabão (1988)

O povoamento do Vale do Nabão e o seu enquadramento (do Neolítico Inicial à Idade do Bronze).

O rio Nabão há 4000 anos. O povoado da Fonte Quente e o mais antigo povoamento, no vale do Nabão/Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar (1992)

Preliminary results from the 1988 excavations at Agroal/Old World Archaeology Newsletter (1989)

Results from the second season of excavations at Agroal (1989)/Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar (1991)

Results from the second season of excavations at Agroal/Old World Archaeology Newsletter (1989)

Vale do Nabão: Do Neolítico à Idade do Bronze (1996)

Sites consultados

www.igespar.pt

Fonte: http://www.portugalromano.com/



publicado por Carlos Gomes às 22:25
link do post | favorito

Sábado, 7 de Janeiro de 2012
OLIVAL JOGA AMANHÃ COM SABACHEIRA



publicado por Carlos Gomes às 00:31
link do post | favorito

Sábado, 24 de Dezembro de 2011
OLIVAL JOGA COM SABACHEIRA EM JANEIRO



publicado por Carlos Gomes às 00:30
link do post | favorito

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2011
OLIVAL JOGA COM SABACHEIRA A CONTAR PARA A 4ª JORNADA DA DISTRITAL DO INATEL

Cartaz_sabacheira_Olival



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito

Terça-feira, 15 de Novembro de 2011
REQUALIFICAÇÃO DO AGROAL

capture1

capture2

capture3

capture5

capture6

capture7

capture8

capture8

capture9

capture10

capture11

capture12

capture13



publicado por Carlos Gomes às 11:19
link do post | favorito

ALFREDO MARQUES, PRESIDENTE DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL, MOSTRA-SE SATISFEITO COM A REQUALIFICAÇÃO DO AGROAL

Alfredo Marques, Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro, e Isabel Damasceno, Gestora do Programa Mais Centro, visitaram na passada Sexta-feira o Agroal e o Centro de Interpretação do Parque Natureza, numa iniciativa promovida pelo Programa Mais Centro (Programa Operacional Regional do Centro). A visita com o objectivo de verificar no local o investimento realizado na requalificação destes espaços.

visita_Agroal_ccdr_11_11_2011 014

Na altura, Alfredo Marques mostrou a sua satisfação com o trabalho de requalificação realizado, tendo aproveitado para recordar e partilhar algumas das suas memórias de infância, enquanto frequentador da praia fluvial.

Depois da visita à nascente do Agroal, a comitiva seguiu parao Centro deInterpretação do Parque Natureza, onde foi apresentada informação mais detalhada sobre as obras que foram efectuadas neste espaço e onde foi possível recordar imagens do Agroal antes da intervenção e das obras de requalificação. Altura em que se comprovaram as melhorias implementadas neste espaço.

A apresentação foi efectuada pelo vereador responsável pelo pelouro do Ambiente, que destacou como “principal objectivo alavancar a oferta ambiental e o desenvolvimento turístico através da requalificação do espaço”. JoséManuel Alholembrou que “na época balnear deste ano o Agroal foi visitado por cerca de 150 mil pessoas”.

visita_Agroal_ccdr_11_11_2011 020

visita_Agroal_ccdr_11_11_2011 025

visita_Agroal_ccdr_11_11_2011 026

visita_Agroal_ccdr_11_11_2011 055

visita_Agroal_ccdr_11_11_2011 063



publicado por Carlos Gomes às 10:53
link do post | favorito

Domingo, 2 de Outubro de 2011
CONCERTINAS DA CONCEIÇÃO ACTUAM HOJE NAS FESTAS DA SABACHEIRA

capture3



publicado por Carlos Gomes às 00:21
link do post | favorito

Quinta-feira, 29 de Setembro de 2011
CONCERTINAS DA CONCEIÇÃO ANIMAM FESTAS DA SABACHEIRA

capture3



publicado por Carlos Gomes às 00:06
link do post | favorito

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011
CONCERTINAS DA CONCEIÇÃO VÃO ANIMAR AS FESTAS DA SABACHEIRA!

capture3



publicado por Carlos Gomes às 09:55
link do post | favorito

Domingo, 28 de Agosto de 2011
ESTAÇÃO DE CHÃO DE MAÇÃS OU DE FÁTIMA À DISTÂNCIA DE UM SÉCULO

A7987

Perto de cento e vinte anos separam as duas fotos. Na de cima vemos a estação de Chão de Maçãs, como então era designada, nos finais do século XIX. A foto abaixo foi tirada recentemente e revela as diferenças e semelhanças existentes, para além da sua actual denominação de Fátima.

Ourem30JUL11 141



publicado por Carlos Gomes às 00:05
link do post | favorito

Segunda-feira, 1 de Agosto de 2011
SABACHEIRA PREFERIA PERTENCER A OURÉM

Ourem30JUL11 148

População da Freguesia da Sabacheira revoltada

Nunca como agora esteve tão em cima da mesa a possibilidade de encerramento da estação de Fátima, em Vale dos Ovos, em detrimento de Caxarias. Este alerta foi dado numa recente sessão da Assembleia Municipal de Tomar por Fernando Graça, presidente da Junta de Freguesia da Sabacheira, que lamentou o escasso apoio da autarquia nabantina neste processo, ao contrário do que acontece em Ourém, onde há a firme convicção de receber a estação com a designação de Fátima.

O autarca diz mesmo que uma grande parte da população da freguesia preferia pertencer a Ourém. Lamenta também a ausência de uma placa alusiva ao registo para a primeira viagem de comboio da Irmã Lúcia, que embarcou precisamente nesta estação.

In Tomar a Cidade, em http://tomaracidade.blogspot.com/

Ourem30JUL11 145



publicado por Carlos Gomes às 16:50
link do post | favorito

Domingo, 31 de Julho de 2011
AGROAL É A PRAIA FLUVIAL FAVORITA DAS GENTES DE TOMAR E OURÉM

Agroal2

Começa amanhã o mês de Agosto e, com a chegada dos emigrantes, a praia fluvial do Agroal vai aumentar a afluência de banhistas. Ali acorrem pessoas oriundas sobretudo dos concelhos de Ourém, Tomar e Alvaiázere e de algumas localidades mais próximas do Concelho de Pombal.

Aquela estância balnear do rio Nabão reúne agora excelentes condições de funcionamento, dispondo inclusive de uma estação do Instituto de Socorros a Náufragos e de um piquete em permanência da Secção da Freixianda dos Bombeiros Voluntários de Ourém.

O espaço encontra-se totalmente renovado e as condições de segurança, higiene e salubridade pública são incomparavelmente superiores às que outrora existiam. Porém, importa providenciar a manutenção do asseio e promover o civismo uma vez que muitas pessoas que ali se deslocam aproveitam para fazer o seu piquenique ao longo das margens do rio Nabão, usufruindo da frescura proporcionada pela vegetação ali existente.

Situada nos limites dos concelhos de Ourém e Tomar, é de todo incompreensível porque este município não melhora as condições na margem direita do rio Nabão, dentro dos limites da Freguesia da Sabacheira, a fim de o a praia do Agroal seja um local ainda mais aprazível e uma referência turística da região.

cartazesOurem 030

cartazesOurem 035

cartazesOurem 036

Agroal3

cartazesOurem 039

cartazesOurem 041

cartazesOurem 048



publicado por Carlos Gomes às 00:02
link do post | favorito

Quinta-feira, 17 de Março de 2011
CHÃO DE MAÇÃS NOS FINAIS DO SÉCULO XIX

A7987

As imagens mostram a chegada à estação de comboio de Chão de Maçãs por parte de alguns participantes num Congresso de Arquitectura realizado algures nos finais do século XIX. Na fachada do edifício são visíveis as inscrições "Chão de Maçãs" e "Sala de Espera". As imagens foram captadas pela objectiva de José Leitão Bárcia e encontram-se em negativo de gelatina e prata em vidro. 

A7986

Fotos: Arquivo Municipal de Lisboa



publicado por Carlos Gomes às 00:02
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
15

16

23
27
28
29


posts recentes

SABACHEIRA REALIZA DIA DA...

MUNICÍPIO DE TOMAR DESPRE...

SANDOEIRENSE JOGA AMANHÃ ...

SEIÇA JOGA COM SABACHEIRA...

DEPUTADA ANABELA FÁTIMA (...

EM 1967, DIAS DAS NEVES, ...

SOCIALISTAS DE TOMAR EXIG...

AGROAL EM DESTAQUE NO "PO...

OLIVAL JOGA AMANHÃ COM SA...

OLIVAL JOGA COM SABACHEIR...

OLIVAL JOGA COM SABACHEIR...

REQUALIFICAÇÃO DO AGROAL

ALFREDO MARQUES, PRESIDEN...

CONCERTINAS DA CONCEIÇÃO ...

CONCERTINAS DA CONCEIÇÃO ...

CONCERTINAS DA CONCEIÇÃO ...

ESTAÇÃO DE CHÃO DE MAÇÃS ...

SABACHEIRA PREFERIA PERTE...

AGROAL É A PRAIA FLUVIAL ...

CHÃO DE MAÇÃS NOS FINAIS ...

arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds