Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.

Terça-feira, 7 de Janeiro de 2020
ALVAIAZERENSES CANTAM OS REIS

Município de Alvaiázere promoveu mais uma edição dos “Cantares dos Reis”

Mais uma vez o Município de Alvaiázere promoveu a realização da tradicional noite de “Cantares dos Reis” para cumprir a tradição e, assim, perpetuar a memória coletiva da cultura Alvaiazerense.

DSC_0035.jpg

A iniciativa teve lugar na Praça do Município, na passada noite de domingo, dia 05 de janeiro, entre as 19h00 e as 21h00, e, apesar de os termómetros registarem as baixas temperaturas normais da época, a iniciativa contou com a calorosa e animada participação de diversos grupos, os quais brindaram o executivo municipal e os demais presentes com melodias alusivas ao nascimento e louvor do menino Jesus, bem como desejando votos de um promissor ano novo.

Após a sua participação, cada grupo inscrito foi presenteado com um prémio simbólico, o qual pretende ser um estímulo à manutenção desta tradição cultural secular. Os grupos inscritos foram ainda avaliados por um júri constituído pelos seguintes membros: Fernanda de Jesus Lourenço Silveira, Carla José Alexandre Veríssimo e Carlos Laranjeira Craveiro, com vista à atribuição de prémios especiais aos grupos que se destacaram, tendo sido atribuídos os seguintes prémios: 1º lugar – Alva Canto - Associação de Cultura; 2º lugar – Associação da Casa do Povo de Maçãs de Dona Maria; 3º lugar – Tuna e Cantares da Misericórdia de Alvaiázere. Ainda neste âmbito, o júri fez questão de destacar a originalidade das melodias e respetivas letras apresentadas pelos grupos “Boas Festas” e “Amizade”.

Cumprida, mais uma vez, esta manifestação cultural, o Município de Alvaiázere agradece a participação e mobilização de todos quantos nela participaram sob as suas diversas formas, fazendo votos de que a mesma se mantenha, permitindo que as melodias das suas gentes se continuem a fazer ouvir pelas ruas do concelho nos anos vindouros.



publicado por Carlos Gomes às 15:48
link do post | favorito

Domingo, 29 de Dezembro de 2019
JANEIRAS E REIS NO NORTE DE PORTUGAL

A convite do diretor deste espaço, Sr. Carlos Gomes, a quem agradeço, irei deixar algumas palavras a todos quantos se predispõem a ler este razorado de questões e visões sobre algo que muito me tem vindo a preocupar.

64806547_2394425373953587_1788178993392910336_o.jpg

De forma indiscutível, no norte de Portugal, a tradição dos Cânticos ao Menino teve uma abrangência geográfica e social quase nula. 

Nos trabalhos que me tenho predisposto realizar para o Orfeão da Feira, descobrimos recentemente que na Freguesia de Sanfins e Rio Meão, em termos religiosos, existiam novenas pelas 06h00 da manhã, na igreja, onde o terço se rezava e caso houvesse gente com alma para tal, alguns momentos eram cantados. Esta tradição ter-se-á perdido por volta da década de 50 do século passado. 

Curioso o facto da hora e do ajuntamento da comunidade ser muito semelhante ao que ainda hoje se vive com enorme fervor na Madeira, com as Missas do Parto. 

Avançando do religioso para o profano, algo me começa a doer e a causar incómodo. A realização de encontros de Janeiras e Reis dentro de templos religiosos. 

É um tema sensível, dado muitos defenderem que com a retirada do Santíssimo do Sacrário, o templo se transforma numa sala de espetáculo, contudo, na minha forma de ver, esta questão está a provocar nos Grupos sérios problemas que passarei a enumerar para mais fácil análise:

  1. Uma mentira contada muitas vezes, torna-se uma verdade ao fim de algum tempo. Estamos a transmitir para as gerações vindouras que os cânticos de Janeiras e Reis não eram cantados, de porta em porta por grupos, unicamente constituídos por homens, mas sim, nas igrejas e com belos arranjos musicais nada chegados à característica do povo d'antanho. 
  2. É impossível dar as boas festas e pedir a esmola do fumeiro ao patrão da casa, com ele pregado na cruz diante do altar. 
  3. À época de representação, a Igreja, era, ao contrário de hoje, extremamente rígida com a música litúrgica e os instrumentos que eram autorizados para o culto religioso. As formas da Viola Braguesa eram comparadas ao corpo desnudo de uma mulher, pelo que, a sua entrada nos templos religiosos era proibida. Hoje, vemos surgir, com ou sem Santíssimo no Sacrário a festada completa. 
  4. A invenção. Temos todos de ser muito honestos neste meio, mas infelizmente não o somos. De ano para ano, cada vez são mais os Grupos a organizar os seus encontros em templos religiosos e como as questões acima enumeradas começam a ser pensadas, à boa maneira portuguesa, dá-se um jeitinho no problema. Grande parte do reportório apresentado nestes encontros, ou é de autor, não sendo assim Folclore ou então são recolhas de Janeiras e Reis "suavizadas" para poderem estar presentes nestes encontros. 

Recordo com saudade o Encontro de Janeiras e Reis do Rancho Regional Recordar é Viver de Paramos - Espinho, onde uma cozinha de lavrador com tudo que esta merece, e uma equipa de gente com uma queda incrível para o Teatro Etnográfico, faziam-nos transportar para o início do séc. XX e ali ouvíamos as belas ladaínhas das saudações acompanhadas pela viola, testos, pinhas e demais instrumentos que o povo improvisava, os cânticos já dentro de casa a vozes, e as despedidas. 

Somos povo.

A dignidade do espetáculo não fica ferida se o espaço onde o realizarmos tiver condições, quer para o público, quer para os grupos não se verem obrigados a alterar aquilo que absorveram do povo que dizem representar.

Para remate, nada tenho contra os encontros nas igrejas, nas localidades e com grupos que tenham tido nas suas comunidades estas tradições. 

Faço votos de um 2020 feliz e pleno de sucesso. 

Este vosso amigo, 

Fábio Pinto

Folclorista

IMG_20191229_164655 (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 16:40
link do post | favorito

Terça-feira, 21 de Maio de 2019
QUIM BARREIROS E PEDRO CACHADINHA ANIMAM FESTAS EM FREXIANDA, NO CONCELHO DE OURÉM

Em junho a Freixianda assinala dia da freguesia e 24º Aniversário de elevação a vila

De 21 a 23 de junho decorrem em Freixianda, no norte do concelho de Ourém, as suas tradicionais celebrações de evocação de elevação a vila. No programa há animação musical, tasquinhas, folclore, desfile da Charanga da GNR, exposições de artesanato e ainda uma exposição de maquinaria agrícola e automóvel.

19157_Cartaz (1).jpg

Participam nas tasquinhas oito coletividades da freguesia com pratos que vão desde a “Chanfana à moda da Ribeira” à “Perna de Porco no espeto com migas”. No que toca à animação está prevista uma sardinhada popular, jogos escutistas, marchas populares, Festival de Ranchos, e um Passeio Pedestre.

O programa musical é encabeçado por Quim Barreiros, dia 22, sábado, pelas 23h00.Foka Energie sobe a palco pelas 22h00 de dia 21, sexta-feira; “Só Ritmo”” atua antes e depois de Quim Barreiros dia 22 , sábado dia 23; o Grupo PA 3 encerra as festas dia 23, domingo, a partir das 22h00. Destaque também para a presença dia 21 de Pedro Cachadinha e seus amigos na sexta feira ás 20h00. No Sábado dia 22 ás 21h00 atuará a Marcha da Pelmá. No Domingo dia 23 haverá um desfile pelas ruas pela Charanga a Cavalo da GNR que depois atuará no Largo do Mercado. Também no domingo ás 18h30 haverá uma tarde de folclore.

Programa

Sexta feira dia 21 (dia da Freguesia)

19h30 – Sardinhada Popular

20h00 – Atuação de Pedro Cachadinha e seus amigos

22h00 – Atuação de Foka Energie

Sábado dia 22

21h00 – Atuação da Marcha da Pelmá

22h00 – Atuação do Grupo “ Só Ritmo”

23h00 – Atuação de Quim Barreiros e sua Banda

00h30 – Continuação da atuação do Grupo “ Só Ritmo”

Domingo dia 23

09h00 – Passeio Pedestre

17h00 – Desfile da Charanga a cavalo da GNR pelas ruas da vila

17h30 – Atuação da Charanga a cavalo da GNR no Largo Juvêncio Figueiredo

18h30 – Tarde de Folclore

22h00 – Atuação do Grupo PA3

61084421_679026352534339_9105613568425852928_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 19:24
link do post | favorito

Sexta-feira, 17 de Maio de 2019
FESTA DOS TABULEIROS DE TOMAR INCLUI CORRIDA DE TOIROS À PORTUGUESA

60506121_2086460014810394_2822715260698361856_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 22:11
link do post | favorito

Sábado, 27 de Abril de 2019
TOMAR ANUNCIA FESTA DOS TABULEIROS

58462675_2320635178173025_5972905998006878208_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 13:41
link do post | favorito

Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
OURÉM RECEBE TOCADORES DE CONCERTINA DE TODO O PAÍS

58374154_1271349813017470_2120922487909777408_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 10:07
link do post | favorito

Quinta-feira, 4 de Abril de 2019
OURÉM CELEBRA 20º ANIVERSÁRIO DA VIA SACRA AO VIVO

Em 2019, celebra-se o 20º aniversário da Via-Sacra ao Vivo na Vila Medieval de Ourém, evento que decorre na Sexta-feira Santa (19 de abril), pelas 15h00, e cuja recriação histórica é reconhecida como uma das melhores de Portugal, trazendo todos os anos milhares de pessoas ao Centro Histórico de Ourém.

PosterViaSacra2019.jpg

A Via Sacra ao Vivo percorre as ruas da Vila Medieval de Ourém e reúne cerca de uma centena de atores amadores e figurantes da comunidade local que acompanham Jesus (António Gonçalves) e a sua cruz ao longo de 14 estações, num cenário que alia a espiritualidade do ritual sagrado à contemplação do património do Lugar. A realização da Via Sacra ao Vivo implica um condicionamento de trânsito na Vila Medieval entre as 11h00 e as 18h00 do dia 19 de abril, e para o efeito, como é hábito, a Câmara Municipal vai disponibilizar transfers gratuitos, a partir das 11h30, com paragem para tomada e largada de passageiros em Ourém junto ao Centro Municipal de Exposições/Mercado Municipal Manuel Prazeres Durão e na localidade de Santo Amaro, já na Freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias. Os residentes na Vila Medieval de Ourém terão direito à utilização de livre-trânsito.

De 14 a 21 de abril, a Vila Medieval de Ourém oferece um vasto programa cultural aliado às cerimónias religiosas promovidas pela Paróquia de Nª Srª das Misericórdias, no âmbito da Semana Santa, com destaque para a exposição coletiva “Via-Sacra na Vila Medieval - 20 anos” que está patente na Galeria da Vila Medieval, além de concertos de música sacra, apresentações de livros, visitas interpretativas aos monumentos e à arte sacra e ateliers para crianças.

PROGRAMA RELIGIOSO

14 DE ABRIL – DOMINGO DE RAMOS

15.00H - Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias

- Domingo de Ramos na Paixão do Senhor, seguida da Procissão dos Passos pelas ruas da Vila Medieval

18 DE ABRIL – QUINTA FEIRA SANTA

20.30H - Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias

- Celebração da Ceia do Senhor e rito do lava pés

- Adoração eucarística orientada pelos jovens

19 DE ABRIL – SEXTA FEIRA SANTA

09.00H – Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias

- Canto de Laudes

15.00H – Ruas da Vila Medieval de Ourém e Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias

- VIA SACRA AO VIVO E PROCISSÃO DO SENHOR MORTO

As ruas históricas tornam-se palco das últimas passagens da vida terrena de Jesus Cristo que são dramatizadas por cerca de 100 atores e figurantes locais. A entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém dá início a esta recriação bíblica, que percorre as 14 estações da Via-Sacra até à crucificação de Jesus. Esta Via-Sacra ao Vivo é reconhecida como uma das melhores representações bíblicas no País graças ao envolvimento de participações institucionais e individuais de Oureenses.

Segue-se a Liturgia da Palavra e a Adoração da Cruz, na Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias.

Acesso Gratuito com Transfers para o público.

20 DE ABRIL - SÁBADO SANTO

09.00H – Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias

- Canto de Laudes

22.00H – Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias

- Celebração da solene Vigília Pascal com a participação especial dos jovens da paróquia.

21 DE ABRIL - DOMINGO DE PÁSCOA

11.00H – Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias

- Celebração Pascal e Procissão do Senhor Ressuscitado

PROGRAMA CULTURAL

16 DE ABRIL

15.00h - Vila Medieval de Ourém

- ROTEIRO DE ARTE SACRA NA VILA MEDIEVAL

Visita orientada aos espaços religiosos da Vila Medieval.

O Centro Histórico “abre as portas” de locais religiosos e monumentos de arte sacra ao visitante e mostra-lhe aspetos da história e da herança cultural desconhecidos.

Acesso Gratuito com inscrições prévias. Tel.: 919 585 003 | 249 540 900 (ext. 6831) | Email: museu@cm.ourem.pt

17 DE ABRIL

21.00h – Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias

- CONCERTO DE MÚSICA SACRA (Chorus Auris da Academia de Música Banda de Ourém e Coro Gaudia Vitae da Associação Cultural de Mira de Aire)

Acesso Gratuito.

18 DE ABRIL

10.00h – Galeria da Vila Medieval

- “ONDE ESTÁ O FOLAR DA PÁSCOA?”

Cantos e recantos da Vila Medieval escondem pistas que levam a uma recompensa no final: achar o Folar da Páscoa, estender a toalha e partilhar momentos de alegria através de um convívio comensal.

Acesso Gratuito com inscrições prévias (mín.8 / máx. 25) Tel.: 919 585 003 | 249 540 900 (ext. 6831) | Email: museu@cm.ourem.pt

17.00h – Galeria da Vila Medieval

- DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Apresentação do livro “Garcia Fernandes e Diogo de Contreiras: Dois pintores do Renascimento e a Casa de Bragança”, de Joaquim Oliveira Caetano.

Para assinalar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que comemora a valorização do património português alertando para a necessidade da sua salvaguarda, convidamos o autor Joaquim Oliveira Caetano (Conservador do Museu Nacional de Arte Antiga) para apresentar esta sua obra, da série editada pela Fundação da Casa de Bragança “Livros de Muitas Cousas n.º 7”.

Acesso Gratuito.



publicado por Carlos Gomes às 21:16
link do post | favorito

Quinta-feira, 28 de Março de 2019
OURÉM: RANCHO FOLCLÓRICO "OS MOLEIROS DA RIBEIRA" VAI FAZER A SESTA

55882392_2132214213564665_2276678171229159424_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 10:46
link do post | favorito

Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
INATEL PROMOVE EM SANTARÉM CONCERTO DE NATAL

A Fundação INATEL realiza o concerto “Notas de Natal”, que terá lugar pelas 16 horas do dia 16 de dezembro, na Igreja da Sé Catedral de Santarém, com entrada livre.

Este concerto, feito em parceria com a Diocese de Santarém, o Município de Santarém e o Círculo Cultural Scalabitano, conta com a participação do Coro do Círculo Cultural Scalabitano e do Grupo Coral Alentejano “Cantadores do Desassossego”, da cidade de Beja, que trazem a Santarém o Tradicional Cante ao Menino.

Entrada Livre | M3

image002



publicado por Carlos Gomes às 13:55
link do post | favorito

Sexta-feira, 24 de Agosto de 2018
CAXARIAS COMEÇA AMANHÃ FEIRA DAS PANELAS

39935713_479327519144915_1921036878912421888_n



publicado por Carlos Gomes às 22:50
link do post | favorito

Domingo, 8 de Julho de 2018
TABULEIROS DE TOMAR DESFILARAM ONTEM EM LOURES NO ÂMBITO DO FOLKLOURES’18

Grupo Folclórico Verde Minho – entidade organizadora do FolkLoures – está de parabéns!

A cidade de Loures foi ontem palco de um grandioso Encontro de Culturas: o FolkLoures’18. A festa abriu ao som dos bombos e caixas dos Mareantes do Rio Douro, de Vila Nova de Gaia, que despertaram a localidade da sua habitual calmaria. Seguiu-se o Grupo Arrufarte que também rufou vigorosamente os seus bombos, conferindo à iniciativa o ambiente característico das romarias do Minho.

DSCF1149

A cerimónia de boas-vindas e entrega de lembranças teve este ano lugar em palco, tendo como pano de fundo a réplica da fachada da igreja de São Paulo, em Macau, um local que se afigurou mais apropriado para o efeito relativamente ao que era habitual em anos anteriores, nos Paços do Concelho, como forma de acolhimento por parte da autarquia local. Nesta cerimónia, o Presidente da Câmara Municipal de Loures fez-se representar pelo Dr. Francisco Sousa e a Federação do Folclore Português pela engª Manuela Carriço. Também a Rádio do Folclore Português (RFP) fez-se representar através de Rafael Passos que é curiosamente o responsável do Grupo de Danças e Cantares do Alto do Moinho.

À hora marcada, após a refeição onde todos os grupos se juntaram e confraternizaram, todos os participantes reuniram-se junto ao Pavilhão Paz e Amizade e iniciaram o desfile rumo ao Parque da Cidade onde, teve lugar a sua actuação em palco.

DSCF1054

O grupo “Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa” representou em palco a dança tibetana “Capriccio de Kumara”, actuação que prendeu a atenção do público que esgotou por completo a plateia, conservando um silêncio e uma atenção raramente observáveis em espectáculos populares ao ar livre.

Seguiu-se a magnífica representação da Festa dos Tabuleiros de Tomar anunciando já a sua edição no próximo ano naquela linda cidade das margens do rio Nabão. O Grupo anfitrião – Grupo Folclórico Verde Minho – abrilhantou o espectáculo com a alegria, colorido e vivacidade que caracteriza o folclore do Minho, região que também esteve magnificamente representada pelo Grupo de Sargaceiros da Casa do Povo da Apúlia, de Esposende.

No FolkLoures, o cante alentejano nunca é esquecido e, em representação deste género de manifestação cultural do nosso Alentejo, esteve o Grupo Coral e Etnográfico Amigos do Alentejo do Feijó – Almada, rigorosamente trajado e sempre muito apludido pelo público que manifestamente apreciou a sua actuação.

Em representação do Douro Litoral actuou o Grupo de Danças e Cantares Alto do Moinho, impecavelmente trajado e com rigorosa execução, grupo aliás reconhecido com um dos melhores sediados na região de Lisboa. E, como não podia deixar de ser – a organização do evento nunca esquece a identidade do concelho de Loures! – o folclore saloio esteve presente através do Rancho Folclórico de Lousa, concelho de Loures.

O FolkLoures’18 terminou com uma imponente sessão de fogo-de-artifício que a muitos fez lembrar as grandiosas romarias do Minho, com os foguetes a estalejar nos céus e a iluminar a cidade de Loures com a promessa de que, para o ano, o festival será ainda mais grandioso.

O BLOGUE DO MINHO tem conhecimento que a organização já está a encetar os contactos com diversas entidades com vista à organização do FolkLoures’19, iniciando os preparativos com vista à sua realização. E a próxima edição promete trazer a Loures grandes novidades!

DSCF1061

DSCF1118

DSCF1119

DSCF1144

DSCF1152

DSCF1243

DSCF1245

DSCF1248

DSCF1254

DSCF1250



publicado por Carlos Gomes às 11:02
link do post | favorito

Domingo, 1 de Julho de 2018
FESTA DOS TABULEIROS DE TOMAR DESFILA NO FOLKLOURES’18 – É JÁ NO PRÓXIMO DOMINGO, 7 DE JULHO, EM LOURES

A tradicional Festa dos Tabuleiros regressa a Tomar no início do mês de Julho do próximo ano, conforme é tradição de quatro em quatro anos. Nesse sentido, não podia a organização do FolkLoures’18 deixar de conferir o devido destaque a tão importante manifestação cultural do nosso povo.

CapturarTabuleirosTomar

O Grupo de Tabuleiros da Festa do Divino Espírio Santo da Freguesia de Carregueiros vai representar o concelho de Tomar com um conjunto de 20 pessoas transportando 10 tabuleiros.

A Festa dos Tabuleiros é uma tradição multi-secular da cidade dos Templários que se tornou uma dos mais importantes cartazes turísticos de Portugal, constituindo a maior festividade nacional em Honra do Divino Espírito Santo.

Os tabuleiros sã constituídos por trinta pães enfiados em canas que partem de um cesto de vime ou verga, sendo encimados pela coroa do Espírito Santo e a respectiva pomba ou a cruz da Ordem de Cristo que teve Tomar como a sua sede e a quem devemos em grande medida a epopeia dos Descobrimentos Marítimos.

As moças que tamportam os tabuleiros são formosas e apresentam-se vestidas de branco, com fitas de cores vivas à cintura ou a tiracolo.

A Festa dos Tabuleiros propriamente dita é antecedida da saída das coroas e o cortejos dos rapazes, celebrações que atraem sempre à Princesa do Nabão milhares de visitantes.

A organização do FolkLoures’18 agradece a colaboração Grupo de Tabuleiros da Festa do Divino Espírio Santo da Freguesia de Carregueiros e da Casa do Concelho de Tomar.

Capturarfolk



publicado por Carlos Gomes às 11:23
link do post | favorito

Quarta-feira, 23 de Maio de 2018
FESTA DOS TABULEIROS DE TOMAR DESFILA NO FOLKLOURES’18

A tradicional Festa dos Tabuleiros regressa a Tomar no início do mês de Julho do próximo ano, conforme é tradição de quatro em quatro anos. Nesse sentido, não podia a organização do FolkLoures’18 deixar de conferir o devido destaque a tão importante manifestação cultural do nosso povo.

CapturarTabuleirosTomar

O Grupo de Tabuleiros da Festa do Divino Espírio Santo da Freguesia de Carregueiros vai representar o concelho de Tomar com um conjunto de 20 pessoas transportando 10 tabuleiros.

A Festa dos Tabuleiros é uma tradição multi-secular da cidade dos Templários que se tornou uma dos mais importantes cartazes turísticos de Portugal, constituindo a maior festividade nacional em Honra do Divino Espírito Santo.

Os tabuleiros sã constituídos por trinta pães enfiados em canas que partem de um cesto de vime ou verga, sendo encimados pela coroa do Espírito Santo e a respectiva pomba ou a cruz da Ordem de Cristo que teve Tomar como a sua sede e a quem devemos em grande medida a epopeia dos Descobrimentos Marítimos.

As moças que tamportam os tabuleiros são formosas e apresentam-se vestidas de branco, com fitas de cores vivas à cintura ou a tiracolo.

A Festa dos Tabuleiros propriamente dita é antecedida da saída das coroas e o cortejos dos rapazes, celebrações que atraem sempre à Princesa do Nabão milhares de visitantes.

A organização do FolkLoures’18 agradece a colaboração Grupo de Tabuleiros da Festa do Divino Espírio Santo da Freguesia de Carregueiros e da Casa do Concelho de Tomar.

Capturarfolk



publicado por Carlos Gomes às 09:11
link do post | favorito

Quarta-feira, 16 de Maio de 2018
A MÁSCARA VOLTA A ENCANTAR BELÉM

DE 17 A 20 DE MAIO VENHA VER OS CARETOS E FOLIÕES

O Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) regressa ao Jardim da Praça do Império, em Belém, com novos caretos e mascarados, grupos de música e algumas novidades, naquela que é uma rara oportunidade anual para conviver de perto com os foliões fora dos seus contextos de origem.

31764707_2072539352982555_5979866520791023616_n

Durante quatro dias, entre 17 e 20 de maio, o XIII FIMI apresenta estas tradições ancestrais através de uma programação variada que, além da gastronomia, artesanato e concertos, tem como ponto alto o grande desfile da Máscara Ibérica com 30 grupos de máscaras e centenas de participantes.

O desfile arranca no sábado, dia 19, pelas 16h30, e este ano conta com o Boi Tinga, do Brasil e os The Mummers, da Irlanda que se juntam aos grupos estreantes Gigantones e Cabeçudos de Viana do Castelo, Mazcaritos d’Uviéu (Astúrias), Entroido de Samede (Galiza), Merdeiros de Vigo (Vigo) e El Carnaval del Toro Morales de Valverde (Zamora).

Os concertos no Palco Ibérico voltam a trazer ritmos folk de raiz tradicional europeia, combinados com outros elementos de fusão, desta vez com as atuações, no dia 18, dos Bregia (Irlanda) e Oscar Ibáñez & Tribo (Espanha).

Durante o fim-de-semana é a vez dos concertos dos grupos Toques do Caramulo (Portugal), no sábado, e Realejo (Portugal) que encerram o cartaz na tarde de domingo.

Paralelamente ao Festival Internacional da Máscara Ibérica, entre os dias 14 e 18, realizamse, pela primeira vez, ciclos de debates (no Museu Nacional de Arqueologia) e de cinema (na Casa da América Latina), o Festival Popular (do projeto EU-LAC MUSEUS) e a Noite do Museus.

Os caretos vão andar à solta, venha descobri-los em Belém, de 17 a 20 de maio, a partir das 10h30, com entrada livre!



publicado por Carlos Gomes às 06:13
link do post | favorito

Terça-feira, 15 de Maio de 2018
TOMAR RECRIA ROMARIA TRADICIONAL DOS COMEÇOS DO SÉCULO PASSADO

32686205_1938858726147925_2745518244369530880_n



publicado por Carlos Gomes às 22:47
link do post | favorito

Segunda-feira, 14 de Maio de 2018
MÁSCARAS TRADICIONAIS DESFILAM EM LISBOA

31764707_2072539352982555_5979866520791023616_n



publicado por Carlos Gomes às 21:55
link do post | favorito

ALVAIÁZERE CELEBRA APANHA DA ESPIGA

Atelier “A brincar aprendo: Apanha da espiga”

No dia 10 de Maio foi dinamizado, pelos serviços educativos do Museu Municipal de Alvaiázere (MMA), com as crianças da Creche de Santa Cecília, um atelier que visou a comemoração do Dia da Espiga por forma a sensibilizar as crianças para o património imaterial.

Foto capa

As crianças foram convidadas a apanhar a sua espiga, no campo que envolve o Museu, sendo-lhes explicado o simbolismo das plantas que constituem o ramo: Papoila – amor e vida; malmequer branco e malmequer amarelo – dinheiro (ouro e prata); oliveira – fartura em azeite, paz e luz; trigo – fartura em pão; alecrim – saúde; videira – alegria.

Foi uma manhã onde caminharam, correram, saltaram, caíram mas o principal é que se divertiram muito no meio da natureza em flor.

Esta é mais uma atividade lúdico-pedagógica, totalmente gratuita, que se enquadra na estratégica educativa do executivo municipal.



publicado por Carlos Gomes às 19:29
link do post | favorito

Sexta-feira, 4 de Maio de 2018
TOMAR LEVA FESTA DOS TABULEIROS A LOURES

A tradicional Festa dos Tabuleiros regressa a Tomar no início do mês de Julho do próximo ano, conforme é tradição de quatro em quatro anos. Nesse sentido, não podia a organização do FolkLoures’18 deixar de conferir o devido destaque a tão importante manifestação cultural do nosso povo.

CapturarTabuleirosTomar

O Grupo de Tabuleiros da Festa do Divino Espírio Santo da Freguesia de Carregueiros vai representar o concelho de Tomar com um conjunto de 20 pessoas transportando 10 tabuleiros.

A Festa dos Tabuleiros é uma tradição multi-secular da cidade dos Templários que se tornou uma dos mais importantes cartazes turísticos de Portugal, constituindo a maior festividade nacional em Honra do Divino Espírito Santo.

Os tabuleiros sã constituídos por trinta pães enfiados em canas que partem de um cesto de vime ou verga, sendo encimados pela coroa do Espírito Santo e a respectiva pomba ou a cruz da Ordem de Cristo que teve Tomar como a sua sede e a quem devemos em grande medida a epopeia dos Descobrimentos Marítimos.

As moças que tamportam os tabuleiros são formosas e apresentam-se vestidas de branco, com fitas de cores vivas à cintura ou a tiracolo.

A Festa dos Tabuleiros propriamente dita é antecedida da saída das coroas e o cortejos dos rapazes, celebrações que atraem sempre à Princesa do Nabão milhares de visitantes.

A organização do FolkLoures’18 agradece a colaboração Grupo de Tabuleiros da Festa do Divino Espírio Santo da Freguesia de Carregueiros e da Casa do Concelho de Tomar.

Capturarfolk



publicado por Carlos Gomes às 21:49
link do post | favorito

Quinta-feira, 3 de Maio de 2018
FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS ORGANIZA FEIRA TRADICIONAL E POPULAR EM VILA NOVA DE GAIA

XXII Feira Tradicional e Popular. 05 e 06 de Maio. Arcozelo - Vila Nova de Gaia

A Federação do Folclore Português fará de novo acontecer a Feira Tradicional e Popular, nos próximos dias 5 e 6 de Maio.

Nesta edição a FFP dividirá a Feira em três espaços:

praça de alimentação, que terá inspiração tradicional sem propósitos de reconstituição. Poderá passar o dia connosco e comodamente almoçar/jantar no recinto.

A área de jogos tradicionais, onde participantes e visitantes poderão ver e tomar parte num conjunto de jogos tradicionais;

E a área de representação que será o coração de todo o projeto, com uma programação cultural de representações das feiras d'antanho e os seus vendedores.

A programação cultural da Feira está dividida da seguinte forma

Durante a manhã:

  • Feira Tradicional e Popular
  • Venda ambulante de flores,regueifas, doces, e a tradicional figura da galinheira.
  • Vendedeiras de peixe frito.

Durante a tarde:

  • Feira Tradicional e Popular
  • Vendedeiras de peixe frito
  • Jogos tradicionais como a malha e a vermelhinha
  • Cantadores ao desafio (no sábado, à viola) 
  • Cantigas de cordel
  • Robertos
  • Várias figuras como o amulador, a aguadeira, o cauteleiro, vendedor de peneiras, peixeiras, ciganas a ler a sina, o vendedor da banha da cobra e muitos outros.

Outra das novidades, será a criação de dois momentos de reconstituição (um sábado e outro domingo) onde a área de representação apenas será ocupada por elementos dos Grupos Etnográficos inscritos, sendo que, o público poderá apreciar, do exterior, todo o desenvolver da reconstituição de uma feira.

Deixamos o repto para que todos os folcloristas e curiosos visitem o Parque de Stª. Maria Adelaide, em Arcozelo nos dias 5 e 6 de Maio.

Motivos e novidades não faltam!

image002



publicado por Carlos Gomes às 18:35
link do post | favorito

Terça-feira, 10 de Abril de 2018
MÁSCARA IBÉRICA VAI VOLTAR A ENCANTAR LISBOA!

O Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) regressa ao Jardim da Praça do Império, em Belém, com novos caretos e mascarados, grupos de música e muitas novidades.

image005

De 17 e 20 de maio, o XIII FIMI irá oferecer uma programação variada com gastronomia, artesanato, concertos, animação de rua, exposições e muito mais.

Este ano o XIII Desfile da Máscara Ibérica acontece no dia 19 de Maio (sábado), pelas 16h30, e contará com a participação de 33 grupos de máscaras de Portugal, Espanha, Brasil e Irlanda.

Na programação do Palco Ibérico, o FIMI volta a trazer os ritmos folk, de raiz tradicional europeia, com elementos de fusão entre o ska, reggae e rock. No dia 18 de maio sobem ao palco os Bregia (Irlanda), seguidos de Oscar Ibáñez & Tribo. Durante o fim-de-semana haverá oportunidade para conhecer as sonoridades dos Toques do Caramulo (Portugal), que atuarão sábado à noite e dos Realejo (Portugal) que fecham este cartaz no domingo à tarde.

De 17 a 20 de Maio venha ver os caretos e foliões em Belém , a partir das 10h30, com entrada livre!

Saiba mais sobre a programação em www.fimi.pt ou em @festivaldamascara.



publicado por Carlos Gomes às 16:29
link do post | favorito

Quinta-feira, 29 de Março de 2018
OURÉM REALIZA VIA SACRA AO VIVO

29594949_1912749708757434_1595224890528193832_n



publicado por Carlos Gomes às 23:26
link do post | favorito

Domingo, 18 de Março de 2018
"FESTA DA SESTA" JUNTA OUREENSES NO OLIVAL

29342781_1624347084351383_9052260508254491513_n



publicado por Carlos Gomes às 13:11
link do post | favorito

Sábado, 17 de Março de 2018
OURÉM RECONSTITUI VIA SACRA

29386485_1899022603463478_8987206482625822720_n



publicado por Carlos Gomes às 22:19
link do post | favorito

Quinta-feira, 15 de Março de 2018
VIA SACRA AO VIVO NA VILA MEDIEVAL DE OURÉM

No dia 30 de março as ruas históricas da Vila Medieval de Ourém irão tornar-se palco das últimas passagens da vida terrena de Jesus Cristo, numa recriação da Via Sacra encenada desde 1999 e reconhecida como uma das melhores representações do género realizadas no País.

Via Sacra

A Via Sacra ao Vivo será dramatizada por cerca de 100 atores e figurantes locais e acompanhada por milhares de pessoas que todos os anos sobem à Vila Medieval. A entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém dá início a esta recriação bíblica que percorre as 14 estações da Via Sacra até à crucificação de Jesus. A procissão é enriquecida com orações e cânticos religiosos e enquadrada no cenário monumental deste centro histórico classificado como Monumento de Interesse Público.  Depois da Via Sacra segue-se a Liturgia da Palavra e Adoração da Cruz na Igreja Paroquial de Nª Sr.ª das Misericórdias.

Este evento que terá início às 15h00, atrai habitualmente muito público e para que todos possam ter acesso à Vila Medieval, a Câmara Municipal de Ourém criou um serviço de transfer gratuito, a partir das 11h00, junto ao Mercado Municipal Manuel Prazeres Durão, que transportará as pessoas até ao centro histórico de Ourém.

Esta cerimónia tem organização da Câmara Municipal de Ourém, Paróquia Nª Sr.ª das Misericórdias e Junta de Freguesia de Nª Sr.ª das Misericórdias e conta com as participações da Sociedade Filarmónica Ouriense, Pousada Conde de Ourém, Bombeiros Voluntários de Ourém, Forças de Segurança Pública, Agrupamento de Escuteiros das Misericórdias, entre outros parceiros.

A Via Sacra ao Vivo faz parte da programação da Semana Santa em Ourém que decorre entre 25 de março e 1 de abril. A Semana Santa contará com diversas atividades divididas em dois programas: o programa religioso da responsabilidade da Paróquia de Nª Sr.ª das Misericórdias (à exceção da Via Sacra ao Vivo) e o programa cultural da responsabilidade do Município. O programa cultural associará iniciativas que celebram datas comemorativas e projetos de valorização patrimonial da Vila Medieval, enquadrados no programa do Ano Europeu para o Património Cultural, ao qual o Município de Ourém se associa.

SEMANA SANTA EM OURÉM

PROGRAMA RELIGIOSO

25 de março - Domingo de Ramos

11h30 Domingo de Ramos na Paixão do Senhor

Local: Igreja Paroquial de Nª Srª das Misericórdias

29 de março - Quinta Feira Santa

20h30 - Celebração da Ceia do Senhor e rito do lava pés. Adoração eucarística orientada pelos jovens

Local: Igreja Paroquial de Nª Srª das Misericórdias

30 de março - Sexta Feira Santa

09h00 - Canto de Laudes

Local: Igreja Paroquial de Nª Srª das Misericórdias

15h00 – VIA SACRA AO VIVO E PROCISSÃO DO SENHOR MORTO

Local - Ruas da Vila Medieval de Ourém

31 de março - Sábado Santo

09h00 – Canto de Laudes

Local: Igreja Paroquial de Nª Srª das Misericórdias

22h00 – Celebração da solene Vigília Pascal, com a participação dos jovens da paróquia

Local: Igreja Paroquial de N.ª Sr.ª das Misericórdias

1 de abril - Domingo de Páscoa

11h00 – Celebração Pascal e Procissão do Senhor Ressuscitado

Local: Igreja Paroquial de N.ª Sr.ª das Misericórdias

PROGRAMA CULTURAL

25 de março
10.00h e 15.00h – Roteiro de Arte Sacra na Vila Medieval
Local de partida: Galeria da Vila Medieval de Ourém

27 de março – Dia Mundial do Teatro

15.00h - A Moura Oureana, Teatro de sombras

Local: Galeria da Vila Medieval de Ourém

15h30 - “Viagem a outros tempos na Vila Medieval”

Local: Galeria da Vila Medieval de Ourém

28 de março - Dia Nacional dos Centros Históricos

10.00h - “Caça ao tesouro na Vila Medieval”

Local: Vila Medieval de Ourém

17.00h - Reabilitação do Castelo e Paço dos Condes de Ourém: Apresentação pública

Local: Salão nobre da Junta de Freguesia de N. Senhora das Misericórdias

18.00h - Inauguração da Exposição “FÉ” de Eduardo Gageiro

Local: Galeria da Vila Medieval de Ourém

29 de março

10.00h - “Onde está o Folar da Páscoa?”

Local de encontro: Galeria da Vila Medieval de Ourém

12.00h - 22.00h: Mostra gastronómica de Ourém na Semana Santa

Locais: Espaços de restauração da Vila Medieval de Ourém

15.00h: Roteiro de Arte Sacra na Vila Medieval

Local de partida: Galeria da Vila Medieval de Ourém

30 de março

12.00h - 22.00h: Artesanato e mostra gastronómica de Ourém na Semana Santa

Locais: Ruas e espaços de restauração da Vila Medieval



publicado por Carlos Gomes às 19:11
link do post | favorito

Domingo, 4 de Setembro de 2016
TOCADORES DE CONCERTINA RUMAM A PORTO DE MÓS

14045642_1107925055960885_6125870327084735008_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 13:09
link do post | favorito

Sábado, 27 de Agosto de 2016
TOCADORES DE CONCERTINA RUMAM A PORTO DE MÓS

14045642_1107925055960885_6125870327084735008_n (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 09:58
link do post | favorito

Terça-feira, 10 de Maio de 2016
MÁSCARA IBÉRICA ENCANTOU A BAIXA LISBOETA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI). Mostra das Regiões e da Cultura Tradicional

A XI Edição do Festival Internacional da Máscara Ibérica voltou a trazer a Lisboa a cultura popular que envolve a máscara ibérica e nem a chuva que se fez sentir este fim-de-semana demoveu os muitos caretos e mascarados de marcarem presença na Praça do Rossio.

DSC_0728 copy

Ao longo dos quatro dias de FIMI a programação variada, a grande diversidade cultural, as máscaras e trajes típicos da Península Ibérica, assim como os produtos regionais, artesãos, tertúlias, workshops, exposições, concertos, entre várias outras atrações encantaram o público e surpreenderam os turistas que passaram pelo centro histórico de Lisboa.

A XI Edição do FIMI fica marcada pela vontade, empenho e inabalável dedicação dos grupos de mascarados vindos de Portugal, Espanha e Itália, que brindaram o público com divertidas performances e encantaram pequenos e graúdos.

FIMI 2

O adiamento do XI Desfile da Máscara Ibérica levou ao agendamento de uma concentração de máscaras, que decorreu na Praça do Rossio durante a manha de domingo. Esta alternativa superou as expectativas da organização, garantiu uma forte adesão nesse dia e agradou bastante ao público e aos vários grupos de mascarados, chegando mesmo a ser pedido que esta concentração se mantivesse em edições futuras, a par do grande Desfile da Máscara Ibérica.

Na sexta-feira e no Domingo decorreram também os habituais concertos no Palco Ibérico, com três bandas que surpreenderam o público com a sua versatilidade, talento e original sonoridade. Sexta-feira ficou a cargo da banda mirandesa Trasga e no domingo o palco foi dividido pelos espanhóis Rarefolk e pelos portugueses Fanfarra Kaústika.

O Festival Internacional da Máscara Ibérica é cada vez mais uma referência na mostra da cultura popular ibérica, um evento diferenciado a nível nacional e internacional. Para o próximo ano voltaremos a surpreender e a revelar muitas novidades, tentando sempre superar as expectativas do público, procurando fazer do FIMI uma marca não só a nível ibérico mas também internacional.

FIMI 3



publicado por Carlos Gomes às 18:33
link do post | favorito

OURÉM REALIZA NO OLIVAL ENCONTRO DE TOCADORES DE CONCERTINA



publicado por Carlos Gomes às 10:07
link do post | favorito

Segunda-feira, 9 de Maio de 2016
FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA TERMINOU EM APOTEOSE

A concentração de máscaras anunciada para a manhã de ontem no Rossio traduziu-se numa autêntica turba de diabos, diabinhos e diabretes aos pulos, a chocalhar e a fazer toda a sorte de diabruras. Ao intenso colorido das máscaras e demais indumentária dos caretos misturou-se uma grande barulheira produzida por chocalhos e o bater de ferros nas enxadas, que por vezes nos remetia para ancestrais ritmos musicais quando a melodia ainda era praticamente inexistente.

CX8A4531

O homem identifica-se e confunde-se com a natureza que o rodeia, seja ela do mundo animal ou vegetal. E, vai ainda mais longe ao acreditar que através dos ritos assegura o processo de criação e a continuidade da vida, nomeadamente através de rituais de fertilidade como os dos cardadores ou o chocalhar das moças. Constitui na realidade um exercício de magia através do qual – o rito – procura celebrar o mito ou seja, a ação criadora dos deuses.

CX8A4530

Este festival procura preservar as tradições pagãs dos rituais da máscara, raramente vistos fora dos seus contextos de origem. Galiza, Leão, Zamora, Cáceres, Astúrias, Salamanca e Guadalajara são as regiões do país vizinho que se fazem representar este ano no XI Grande Desfile da Máscara Ibérica.

CX8A4525

E, por pagão – do latim paganus – entenda-se o aldeão, nossos antepassados mais remotos, vendo na natureza que o rodeia e envolve a manifestação suprema do divino, a universalidade de todas as coisas e seres com a qual se deveria estar em comunhão plena. As máscaras e todo o ruído envolvente destinavam-se a afastar os demónios do inverno e a assegurar o perpétuo renascimento da vida, dos vegetais e de toda a criação. Uma crença que persiste através da tradição e em celebrações dissimuladas do Cristianismo cujos ritos absorveu conferindo-lhe nova roupagem.

CX8A4519

Para o próximo ano, as máscaras tradicionais voltam ao Rossio, esperando que então S. Pedro revele maior benevolência de modo a permitir a realização do grandioso cortejo de mascarados.

Fotos: Manuel Santos

CX8A4574

CX8A4511

CX8A4622



publicado por Carlos Gomes às 22:19
link do post | favorito

Sábado, 7 de Maio de 2016
FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA DÁ A CONHECER AS INFLUÊNCIAS PAGÃS DA NOSSA CULTURA TRADICIONAL

Apesar da desagradável partida que S. Pedro resolveu pregar-nos em plena Primavera e que levou ao cancelamento do Grande Desfile da Máscara Ibérica pela qual milhares de pessoas ansiavam, o Festival continua no Rossio e amanhã, a partir das 11 horas, haverá concentração dos grupos participantes. E, nem o diabo vai faltar à festa!

13138895_1094145783962423_4874145065537127923_n

As tendas continuam a receber inúmeros visitantes que aproveitam para apreciar as especialidades gastronómicas de Portugal e Espanha, o seu artesanato, doçaria, vinhos, licores e, como não podia deixar de ser, a tão variada oferta turística cultural.

13151611_1094145873962414_2900114602970722986_n

Amanhã, prevê-se que o sol venha a irromper de novo triunfante por entre as pesadas nuvens e realce o colorido de um dos mais alegres eventos que todos os anos se realiza em Lisboa – o Festival Internacional da Máscara Ibérica!

Fotos: Manuel Santos

13124513_1094145910629077_7259987220575672160_n

13139343_1094145433962458_6252544237468846318_n

13178605_1094145967295738_7089710407839417321_n

13177311_1094141770629491_3828481069633797474_n

 

13151502_1094171683959833_2742314622662945203_n

13178004_1094171017293233_3767659914798467354_n



publicado por Carlos Gomes às 17:17
link do post | favorito

OURÉM: OLIVAL JUNTA TOCADORES DE CONCERTINA E CANTADORES AO DESAFIO



publicado por Carlos Gomes às 15:34
link do post | favorito

Sexta-feira, 6 de Maio de 2016
O QUE É O FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA?

O Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) é um dos diferentes projetos desenvolvidos pela Progestur – Associação para a Promoção, Gestão e Desenvolvimento do Turismo em Portugal, que tem em vista a preservação e divulgação das manifestações de cariz popular associadas à tradição pagã dos rituais da máscara, raramente vistos fora dos seus contextos de origem.

FIMI 031

A Progestur é uma associação cultural sem fins lucrativos, cujo lema se baseia na “afirmação da identidade cultural Portuguesa”. Fundada em 2003, tem desde então dedicado o trabalho ao que de mais genuíno e autêntico existe na cultura portuguesa, operando no seu registo, promoção e divulgação.

Esta entidade tem como objetivos Preservar o património cultural português, promover a cultura, artes e tradições nacionais e dinamizar o turismo cultural no país e no estrangeiro, nomeadamente através do desenvolvimento de projetos de turismo cultural, consultoria e estruturação da oferta turística e cultural, preservação e promoção do património imaterial e turismo cultural, organização de eventos, atividades lúdicas, científicas e pedagógicas como workshops, exposições, debates e congressos, produção de conteúdos e edição de livros.

Considerado um dos maiores eventos de cultura ibérica em Portugal e com forte contribuição para a promoção turística, o FIMI é reconhecido como um evento de interesse turístico internacional.

Nos quatro dias do festival mais de 500.000 visitantes de várias nacionalidades visitam o recinto, num evento que desperta forte cobertura mediática, onde se destacam transmissões ao vivo de televisões portuguesas e espanholas.

O FIMI tem muitas mais atrações e atividades que convidam o público a visitar a Praça do Rossio, podendo ainda assistir a concertos de bandas vindas de Portugal e Espanha, que vão atuar no Palco Ibérico.



publicado por Carlos Gomes às 22:48
link do post | favorito

ALTERAÇÃO NA PROGRAMAÇÃO – XI FIMI

A Progestur e a EGEAC informa que devido às más condições climatéricas que se vão fazer sentir neste sábado, dia 7 de Maio, seremos obrigados a cancelar o XI Desfile da Máscara Ibérica, agendado para as 16h30.

FestivalMascaraIberica2011 107

Será no entanto realizada uma concentração com os grupos convidados para o desfile, que decorrerá domingo, na Praça do Rossio pelas 11h00 da manha.

O Palco Ibérico também terá algumas alterações, ficando o concerto dos Rarefolk reagendado para domingo às 16h00, seguindo-se a banda portuguesa Fanfarra Káustika às 18h00.

Não perca Domingo, dia 8 de Maio, na Praça do Rossio a grande concentração de máscaras de Portugal e Espanha.



publicado por Carlos Gomes às 22:21
link do post | favorito

Quinta-feira, 5 de Maio de 2016
FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA COMEÇOU HOJE EM LISBOA

No próximo sábado realiza-se o grandioso desfile de máscaras, entre a praça do Município e o Rossio

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016. Mostra de produtos regionais, artesanato e animação. Lisboa vai andar de máscara de 5 a 8 de Maio! Venham descobri-la no Rossio!

13118864_1093218407388494_130123832714999548_n

O XI Festival Internacional Máscara Ibérica (FIMI) regressa às ruas de Lisboa entre 5 e 8 de Maio com um programa dinâmico e variado, que inclui uma mostra de artesanato e produtos regionais, promoção turístico-cultural, concertos, música, tertúlias, concurso de fotografia e muita animação de rua.

13118902_1093220270721641_5308696014910193660_n

Esta iniciativa da PROGESTUR - Associação para o Desenvolvimento do Turismo Cultural - em parceria com a EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural - e Câmara Municipal de Lisboa, decorre na Praça do Rossio e atrai visitantes de várias nacionalidades à baixa lisboeta.

13119024_1093218294055172_3940807347391701457_n

O ponto alto do FIMI 2016 é o XI Desfile da Máscara Ibérica, que este ano decorre no dia 7 de Maio às 16.30h e conta com a participação de 28 grupos de mascarados, vindos de várias regiões da Península Ibérica, e com mais de 500 participantes.

13124870_1093221890721479_1201500841948460787_n

A organização do XI Festival Internacional da Máscara Ibérica tem o prazer de convidar a comunicação social a estar presente na conferência de imprensa, que se realiza no dia 6 de Maio às 11.30h, após a abertura evento. Agradecemos a sua confirmação.

A cultura ibérica – património e tradição – a desfilar por Lisboa! De 5 a 8 de Maio a partir das 11h com entrada livre!

Fotos: Manuel Santos

13133293_1093221760721492_642040220281296704_n

13164362_1093221837388151_786945635875661805_n

13178595_1093221314054870_1414558214386276024_n



publicado por Carlos Gomes às 23:47
link do post | favorito

Quarta-feira, 4 de Maio de 2016
FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA COMEÇA AMANHÃ EM LISBOA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016. Mostra de produtos regionais, artesanato e animação

Lisboa vai andar de máscara de 5 a 8 de Maio! Venham descobri-la no Rossio!

O XI Festival Internacional Máscara Ibérica (FIMI) regressa às ruas de Lisboa entre 5 e 8 de Maio com um programa dinâmico e variado, que inclui uma mostra de artesanato e produtos regionais, promoção turístico-cultural, concertos, música, tertúlias, concurso de fotografia e muita animação de rua.

image002

Esta iniciativa da PROGESTUR - Associação para o Desenvolvimento do Turismo Cultural - em parceria com a EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural - e Câmara Municipal de Lisboa, decorre na Praça do Rossio e atrai visitantes de várias nacionalidades à baixa lisboeta.

O ponto alto do FIMI 2016 é o XI Desfile da Máscara Ibérica, que este ano decorre no dia 7 de Maio às 16.30h e conta com a participação de 28 grupos de mascarados, vindos de várias regiões da Península Ibérica, e com mais de 500 participantes.

A organização do XI Festival Internacional da Máscara Ibérica têm o prazer de convidar a comunicação social a estar presente na conferência de imprensa, que se realiza no dia 6 de Maio às 11.30h, após a abertura evento. Agradecemos a sua confirmação.

A cultura ibérica – património e tradição – a desfilar por Lisboa! De 5 a 8 de Maio a partir das 11h com entrada livre!



publicado por Carlos Gomes às 21:21
link do post | favorito

Terça-feira, 3 de Maio de 2016
FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA ARRANCA EM LISBOA NA PRÓXIMA QUINTA-FEIRA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) realiza-se de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016

Começa já no próximo dia 5 de Maio o Festival Internacional da Máscara Ibérica. O blogue AUREN entrevistou o Dr. Hélder Ferreira, Presidente da Progestur, entidade organizadora do evento.

FestivalMascaraIberica2011 107

A Progestur é uma associação cultural sem fins lucrativos, cujo lema se baseia na “afirmação da identidade cultural Portuguesa”. Fundada em 2003, tem desde então dedicado o trabalho ao que de mais genuíno e autêntico existe na cultura portuguesa, operando no seu registo, promoção e divulgação. Esta entidade tem como objetivos Preservar o património cultural português, promover a cultura, artes e tradições nacionais e dinamizar o turismo cultural no país e no estrangeiro, nomeadamente através do desenvolvimento de projetos de turismo cultural, consultoria e estruturação da oferta turística e cultural, preservação e promoção do património imaterial e turismo cultural, organização de eventos, atividades lúdicas, científicas e pedagógicas como workshops, exposições, debates e congressos, produção de conteúdos e edição de livros.

Considerado um dos maiores eventos de cultura ibérica em Portugal e com forte contribuição para a promoção turística, o FIMI é reconhecido como um evento de interesse turístico internacional.

Nos quatro dias do festival mais de 500.000 visitantes de várias nacionalidades visitam o recinto, num evento que desperta forte cobertura mediática, onde se destacam transmissões ao vivo de televisões portuguesas e espanholas.

Este ano o Desfile da Máscara Ibérica está marcado para o dia 7 de Maio às 16h30 e vai contar com 27 grupos e 500 participantes.

O FIMI tem muitas mais atrações e atividades que convidam o público a visitar a Praça do Rossio, podendo ainda assistir a concertos de bandas vindas de Portugal e Espanha, que vão atuar no Palco Ibérico.

FestivalMascaraIberica2011 063

AUREN Como surgiu a ideia do FIMI e quais os principais objectivos a que então se propuseram?

Hélder Ferreira (Progestur) – O Festival Internacional da Máscara Ibérica, FIMI, acontece pela primeira vez em Lisboa a convite da CML após o lançamento do I volume de “Máscara Ibérica”, no Teatro D. Maria II. Hoje, podemos dizer, que foi após esse dia que se estabeleceu uma parceria entre a CM de Lisboa e a Progestur, que levou a que viéssemos a preparar no ano seguinte, o primeiro desfile e uma grande exposição, sobre o tema da Máscara, que decorreu na estação do Rossio, quando esta se encontrava em obras, e assim disponibilizou o piso térreo para várias exposições, entre elas, a da "Máscara Ibérica" que teve mais de 250.000 visitantes. Depois foi crescendo ano após ano, até atingirmos a dimensão que o FIMI alcançou nos dias de hoje.  

FestivalMascaraIberica2011 054

AUREN – Apesar de se tratar de um Festival da Máscara Ibérica o que pressupõe uma abrangência limitada aos países que fazem parte da Península Ibérica, têm participado nas várias edições representações de outros países europeus. Pretendem com isso alargar a área de representação a tradições semelhantes em toda a Europa?

Hélder Ferreira (Progestur) – Temos convidados em algumas edições alguns (poucos) grupos de fora da Península Ibérica, porque pensamos que veem acrescentar mais valor ao desfile e na maior parte das vezes tratam-se de grupos com quem estamos a desenvolver projetos internacionais. E possível que no futuro o festival, e o desfile em particular, possa vir a apresentar mais grupos de outras proveniências que não só a Península Ibérica, mas para já pensamos em manter este figurino, sendo que estamos nesta altura a debater com a EGEAC o futuro do FIMI. Queremos continuar a crescer, continuar a surpreender mas também cada vez mais a ser uma referência internacional na divulgação do tema "rituais com máscara" e das regiões envolvidas.

FestivalMascaraIberica2011 053

 

AUREN – Existe um claro predomínio da região de Trás-os-Montes no que à divulgação destas tradições diz respeito no nosso país. Não existirão vestígios de costumes semelhantes noutras regiões do país, mormente no Minho?

Hélder Ferreira (Progestur) – Vestígios sim, mesmo noutras zonas do País, contudo atualmente no Minho não temos conhecimento de rituais que ainda hoje aconteçam, com exceção do "Pai Velho" no Lindoso, que tem características distintas dos rituais presentes no nosso projeto, mas não deixa de ser uma encenação baseada numa máscara. Claro que num enquadramento mais antropológico, podíamos ir bastante mais longe quanto as festividades que nas suas encenações fazem uso da máscara, e nesse caso iriamos falar por exemplo dos farricocos da semana santa de Braga, mas são contextos muito diferentes daqueles que estão na origem dos rituais que trabalhamos que estão mais ligados a cultos agrários, de fertilidade, etc.  

  FIMI 086

AUREN – Tem vindo a ser realizados estudos ou pesquisas etnográficas a este respeito?

Hélder Ferreira (Progestur) – A Progestur está mais centrada nesta altura nos estudos e pesquisa que dizem respeito aos rituais que referi anteriormente. É natural que após a conclusão e apresentação dos próximos dois livros sobre a Máscara Ibérica, em parceria com entidades académicas, possamos começar a desenvolver projetos que alarguem todo este campo dos rituais com máscara que há mais de 12 anos temos vindo a trabalhar.

FestivalMascaraIberica2011 020

AUREN – Como encaram as tradições dos cabeçudos e gigantones comparativamente à máscara ibérica?

Hélder Ferreira (Progestur) – Antes de convidarmos os "cabeçudos e gigantones" para participarem no FIMI, tivemos o cuidado de fazer uma análise sobre a origem destas personagens e tive ainda a oportunidade de falar com alguns investigadores, pedindo-lhes mesmo a opinião sobre como viam a participação dos "cabeçudos e gigantones" no desfile da máscara ibérica. De uma forma quase unanime todos estamos de acordo, que apesar de origens distintas, ambas as tradições tem muito em comum, sendo representações que partilham no seu mundo simbólico muitos dos objetivos a que se propõem alcançar.

E um tema que certamente a Progestur irá brevemente debater, se possível inserindo na programação do novo Centro Interpretativo da Máscara Ibérica, recentemente inaugurado em Lazarim, Lamego.

AUREN – Quais as principais novidades que esperam apresentar este ano?

Hélder Ferreira (Progestur) – Tentamos sempre surpreender na programação, tanto no desfile como no palco ibérico e nas atividades que acontecem ao longo dos quatro dias na Praça do Rossio. O FIMI este ano alargou a sua presença ao Teatro da Garagem, onde poderemos ver duas exposições, uma com 30 imagens selecionadas do concurso de fotografia do FIMI16 e outra sobre máscaras originais de artesãos portugueses e que pertencem ao Carlos J. Pessoa. Também no Museu da Marioneta teremos atividades ligadas a máscara. Claro que a força do FIMI continua concentrada na Praça do Rossio, e aqui como disse anteriormente, temos uma forte e variada programação que estou certo vai fazer com que quem venha disfrutar do evento, dê o tempo por bem empregue.

Hélder Ferreira

Progestur



publicado por Carlos Gomes às 10:52
link do post | favorito

Segunda-feira, 2 de Maio de 2016
OURÉM REALIZA ENCONTRO DE CONCERTINAS



publicado por Carlos Gomes às 22:51
link do post | favorito

Quarta-feira, 27 de Abril de 2016
MÁSCARAS TRADICIONAIS DESFILAM EM LISBOA

8285_1690632394506588_212452471768039027_n



publicado por Carlos Gomes às 21:58
link do post | favorito

FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA: O MAIOR EVENTO DE TURISMO CULTURAL REGRESSA ÀS RUAS DE LISBOA COM A PROGESTUR E A EGEAC

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016. Mostra de produtos regionais, artesanato e animação

Lisboa vai andar de máscara de 5 a 8 de Maio! Venham descobri-la no Rossio!

O XI Festival Internacional Máscara Ibérica (FIMI) regressa às ruas de Lisboa entre 5 e 8 de Maio com um programa dinâmico e variado, que inclui uma mostra de artesanato e produtos regionais, promoção turístico-cultural, concertos, música, tertúlias, concurso de fotografia e muita animação de rua.

image002

Esta iniciativa da PROGESTUR - Associação para o Desenvolvimento do Turismo Cultural - em parceria com a EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural - e Câmara Municipal de Lisboa, decorre na Praça do Rossio e atrai visitantes de várias nacionalidades à baixa lisboeta.

O ponto alto do FIMI 2016 é o XI Desfile da Máscara Ibérica, que este ano decorre no dia 7 de Maio às 16.30h e conta com a participação de 28 grupos de mascarados, vindos de várias regiões da Península Ibérica, e com mais de 500 participantes.

A organização do XI Festival Internacional da Máscara Ibérica têm o prazer de convidar a comunicação social a estar presente na conferência de imprensa, que se realiza no dia 6 de Maio às 11.30h, após a abertura evento. Agradecemos a sua confirmação.

A cultura ibérica – património e tradição – a desfilar por Lisboa! De 5 a 8 de Maio a partir das 11h com entrada livre!



publicado por Carlos Gomes às 17:31
link do post | favorito

Terça-feira, 26 de Abril de 2016
FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA DIVULGA TRADIÇÕES PORTUGUESAS

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) realiza-se de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016

A escassos dias da realização de mais uma grandiosa edição do Festival Internacional da Máscara Ibérica, o bloque AUREN entrevistou o Dr. Hélder Ferreira, Presidente da Progestur, entidade organizadora do evento.

FestivalMascaraIberica2011 053

A Progestur é uma associação cultural sem fins lucrativos, cujo lema se baseia na “afirmação da identidade cultural Portuguesa”. Fundada em 2003, tem desde então dedicado o trabalho ao que de mais genuíno e autêntico existe na cultura portuguesa, operando no seu registo, promoção e divulgação. Esta entidade tem como objetivos Preservar o património cultural português, promover a cultura, artes e tradições nacionais e dinamizar o turismo cultural no país e no estrangeiro, nomeadamente através do desenvolvimento de projetos de turismo cultural, consultoria e estruturação da oferta turística e cultural, preservação e promoção do património imaterial e turismo cultural, organização de eventos, atividades lúdicas, científicas e pedagógicas como workshops, exposições, debates e congressos, produção de conteúdos e edição de livros.

Considerado um dos maiores eventos de cultura ibérica em Portugal e com forte contribuição para a promoção turística, o FIMI é reconhecido como um evento de interesse turístico internacional.

Nos quatro dias do festival mais de 500.000 visitantes de várias nacionalidades visitam o recinto, num evento que desperta forte cobertura mediática, onde se destacam transmissões ao vivo de televisões portuguesas e espanholas.

Este ano o Desfile da Máscara Ibérica está marcado para o dia 7 de Maio às 16h30 e vai contar com 27 grupos e 500 participantes.

O FIMI tem muitas mais atrações e atividades que convidam o público a visitar a Praça do Rossio, podendo ainda assistir a concertos de bandas vindas de Portugal e Espanha, que vão atuar no Palco Ibérico.

FestivalMascaraIberica2011 107

AURENComo surgiu a ideia do FIMI e quais os principais objectivos a que então se propuseram?

Hélder Ferreira (Progestur) – O Festival Internacional da Máscara Ibérica, FIMI, acontece pela primeira vez em Lisboa a convite da CML após o lançamento do I volume de “Máscara Ibérica”, no Teatro D. Maria II. Hoje, podemos dizer, que foi após esse dia que se estabeleceu uma parceria entre a CM de Lisboa e a Progestur, que levou a que viéssemos a preparar no ano seguinte, o primeiro desfile e uma grande exposição, sobre o tema da Máscara, que decorreu na estação do Rossio, quando esta se encontrava em obras, e assim disponibilizou o piso térreo para várias exposições, entre elas, a da "Máscara Ibérica" que teve mais de 250.000 visitantes. Depois foi crescendo ano após ano, até atingirmos a dimensão que o FIMI alcançou nos dias de hoje.  

FestivalMascaraIberica2011 063

AUREN Apesar de se tratar de um Festival da Máscara Ibérica o que pressupõe uma abrangência limitada aos países que fazem parte da Península Ibérica, têm participado nas várias edições representações de outros países europeus. Pretendem com isso alargar a área de representação a tradições semelhantes em toda a Europa?

Hélder Ferreira (Progestur) – Temos convidados em algumas edições alguns (poucos) grupos de fora da Península Ibérica, porque pensamos que veem acrescentar mais valor ao desfile e na maior parte das vezes tratam-se de grupos com quem estamos a desenvolver projetos internacionais. E possível que no futuro o festival, e o desfile em particular, possa vir a apresentar mais grupos de outras proveniências que não só a Península Ibérica, mas para já pensamos em manter este figurino, sendo que estamos nesta altura a debater com a EGEAC o futuro do FIMI. Queremos continuar a crescer, continuar a surpreender mas também cada vez mais a ser uma referência internacional na divulgação do tema "rituais com máscara" e das regiões envolvidas.

FestivalMascaraIberica2011 054

AUREN – Existe um claro predomínio da região de Trás-os-Montes no que à divulgação destas tradições diz respeito no nosso país. Não existirão vestígios de costumes semelhantes noutras regiões do país, mormente no Minho?

Hélder Ferreira (Progestur) – Vestígios sim, mesmo noutras zonas do País, contudo atualmente no Minho não temos conhecimento de rituais que ainda hoje aconteçam, com exceção do "Pai Velho" no Lindoso, que tem características distintas dos rituais presentes no nosso projeto, mas não deixa de ser uma encenação baseada numa máscara. Claro que num enquadramento mais antropológico, podíamos ir bastante mais longe quanto as festividades que nas suas encenações fazem uso da máscara, e nesse caso iriamos falar por exemplo dos farricocos da semana santa de Braga, mas são contextos muito diferentes daqueles que estão na origem dos rituais que trabalhamos que estão mais ligados a cultos agrários, de fertilidade, etc.    

FestivalMascaraIberica2011 020

AUREN – Tem vindo a ser realizados estudos ou pesquisas etnográficas a este respeito?

Hélder Ferreira (Progestur) – A Progestur está mais centrada nesta altura nos estudos e pesquisa que dizem respeito aos rituais que referi anteriormente. É natural que após a conclusão e apresentação dos próximos dois livros sobre a Máscara Ibérica, em parceria com entidades académicas, possamos começar a desenvolver projetos que alarguem todo este campo dos rituais com máscara que há mais de 12 anos temos vindo a trabalhar.

FIMI 086

AUREN – Como encaram as tradições dos cabeçudos e gigantones comparativamente à máscara ibérica?

Hélder Ferreira (Progestur) – Antes de convidarmos os "cabeçudos e gigantones" para participarem no FIMI, tivemos o cuidado de fazer uma análise sobre a origem destas personagens e tive ainda a oportunidade de falar com alguns investigadores, pedindo-lhes mesmo a opinião sobre como viam a participação dos "cabeçudos e gigantones" no desfile da máscara ibérica. De uma forma quase unanime todos estamos de acordo, que apesar de origens distintas, ambas as tradições tem muito em comum, sendo representações que partilham no seu mundo simbólico muitos dos objetivos a que se propõem alcançar.

E um tema que certamente a Progestur irá brevemente debater, se possível inserindo na programação do novo Centro Interpretativo da Máscara Ibérica, recentemente inaugurado em Lazarim, Lamego.

AUREN – Quais as principais novidades que esperam apresentar este ano?

Hélder Ferreira (Progestur) – Tentamos sempre surpreender na programação, tanto no desfile como no palco ibérico e nas atividades que acontecem ao longo dos quatro dias na Praça do Rossio. O FIMI este ano alargou a sua presença ao Teatro da Garagem, onde poderemos ver duas exposições, uma com 30 imagens selecionadas do concurso de fotografia do FIMI16 e outra sobre máscaras originais de artesãos portugueses e que pertencem ao Carlos J. Pessoa. Também no Museu da Marioneta teremos atividades ligadas a máscara. Claro que a força do FIMI continua concentrada na Praça do Rossio, e aqui como disse anteriormente, temos uma forte e variada programação que estou certo vai fazer com que quem venha disfrutar do evento, dê o tempo por bem empregue.

Hélder Ferreira

Progestur



publicado por Carlos Gomes às 18:26
link do post | favorito

Segunda-feira, 18 de Abril de 2016
LISBOA RECEBE FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) realiza-se de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016

O FIMI (CM Lisboa/ Progestur/ EGEAC) leva a efeito o XI Festival Internacional da Máscara Ibérica, no Rossio, de 5 a 8 de Maio.

FestivalMascaraIberica2011 063

Considerado um dos maiores eventos de cultura ibérica em Portugal e com forte contribuição para a promoção turística, o FIMI é reconhecido como um evento de interesse turístico internacional.  

Nos quatro dias do festival mais de 500.000 visitantes de várias nacionalidades visitam o recinto, num evento que desperta forte cobertura mediática, onde se destacam transmissões ao vivo de televisões portuguesas e espanholas.

Este ano o Desfile da Máscara Ibérica está marcado para o dia 7 de Maio às 16h30 e vai contar com 27 grupos e 500 participantes.

O FIMI tem muitas mais atrações e atividades que convidam o público a visitar a Praça do Rossio, podendo ainda assistir a concertos de bandas vindas de Portugal e Espanha, que vão atuar no Palco Ibérico.

FestivalMascaraIberica2011 053



publicado por Carlos Gomes às 22:37
link do post | favorito

Quarta-feira, 13 de Abril de 2016
MÁSCARAS TRADICIONAIS DA PENÍNSULA IBÉRICA DESFILAM EM LISBOA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) realiza-se de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016

O FIMI (CM Lisboa/ Progestur/ EGEAC) leva a efeito o XI Festival Internacional da Máscara Ibérica, no Rossio, de 5 a 8 de Maio.

FestivalMascaraIberica2011 053

Considerado um dos maiores eventos de cultura ibérica em Portugal e com forte contribuição para a promoção turística, o FIMI é reconhecido como um evento de interesse turístico internacional.  

Nos quatro dias do festival mais de 500.000 visitantes de várias nacionalidades visitam o recinto, num evento que desperta forte cobertura mediática, onde se destacam transmissões ao vivo de televisões portuguesas e espanholas.

Este ano o Desfile da Máscara Ibérica está marcado para o dia 7 de Maio às 16h30 e vai contar com 27 grupos e 500 participantes.

O FIMI tem muitas mais atrações e atividades que convidam o público a visitar a Praça do Rossio, podendo ainda assistir a concertos de bandas vindas de Portugal e Espanha, que vão atuar no Palco Ibérico.

FestivalMascaraIberica2011 107



publicado por Carlos Gomes às 16:43
link do post | favorito

Sábado, 2 de Abril de 2016
A SESTA É UMA FESTA... AMANHÃ, EM OURÉM!



publicado por Carlos Gomes às 12:22
link do post | favorito

Sexta-feira, 1 de Abril de 2016
FREIXIANDA JULGA O BACALHAU



publicado por Carlos Gomes às 14:53
link do post | favorito

Segunda-feira, 28 de Março de 2016
OUREENSES REALIZAM JULGAMENTO DO BACALHAU



publicado por Carlos Gomes às 22:01
link do post | favorito

Domingo, 27 de Março de 2016
OUREENSES FAZEM DA SESTA UMA FESTA!



publicado por Carlos Gomes às 19:03
link do post | favorito

Quinta-feira, 24 de Março de 2016
MOLEIROS DA RIBEIRA, DO OLIVAL (OURÉM) REALIZA FESTA DA SESTA



publicado por Carlos Gomes às 20:34
link do post | favorito

FREIXIANDA REALIZA JULGAMENTO DO BACALHAU



publicado por Carlos Gomes às 20:32
link do post | favorito

Segunda-feira, 21 de Março de 2016
FREIXIANDA REALIZA JULGAMENTO DO BACALHAU



publicado por Carlos Gomes às 22:23
link do post | favorito

Sábado, 19 de Março de 2016
FREIXIANDA REALIZA “JULGAMENTO DO BACALHAU”

A Associação do Rancho Folclórico Lírios do Nabão, de São Jorge – Freixianda, do Concelho de Ourém, vai no próximo dia 3 de abril, às 16 horas, cumprir uma das mais apreciadas tradições das gentes de Ourém: o Julgamento do Bacalhau!

Esta antiga tradição do concelho de Ourém, característica desta altura do ano, é um dos maiores e mais apreciados eventos culturais das gentes da Freixianda e do concelho de Ourém em geral. Há alguns anos que não era realizada mais eis que regressa com a sua maior pujança, graças à iniciativa do Rancho Folclórico Lírios do Nabão.

Esta tradição vai ser apresentada no Domingo de Pascoela, na sede desta Associação, contando com a participação de um grande número de elementos do seu Rancho Folclórico e aberta à população em geral.

A entrada é gratuita e, como não podia deixar de acontecer, haverá Bacalhau Assado, azeite e alho para temperar!



publicado por Carlos Gomes às 20:05
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

ALVAIAZERENSES CANTAM OS ...

JANEIRAS E REIS NO NORTE ...

QUIM BARREIROS E PEDRO CA...

FESTA DOS TABULEIROS DE T...

TOMAR ANUNCIA FESTA DOS T...

OURÉM RECEBE TOCADORES DE...

OURÉM CELEBRA 20º ANIVERS...

OURÉM: RANCHO FOLCLÓRICO ...

INATEL PROMOVE EM SANTARÉ...

CAXARIAS COMEÇA AMANHÃ FE...

TABULEIROS DE TOMAR DESFI...

FESTA DOS TABULEIROS DE T...

FESTA DOS TABULEIROS DE T...

A MÁSCARA VOLTA A ENCANTA...

TOMAR RECRIA ROMARIA TRAD...

MÁSCARAS TRADICIONAIS DES...

ALVAIÁZERE CELEBRA APANHA...

TOMAR LEVA FESTA DOS TABU...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

MÁSCARA IBÉRICA VAI VOLTA...

OURÉM REALIZA VIA SACRA A...

"FESTA DA SESTA" JUNTA OU...

OURÉM RECONSTITUI VIA SAC...

VIA SACRA AO VIVO NA VILA...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

TOCADORES DE CONCERTINA R...

MÁSCARA IBÉRICA ENCANTOU ...

OURÉM REALIZA NO OLIVAL E...

FESTIVAL INTERNACIONAL DA...

FESTIVAL INTERNACIONAL DA...

OURÉM: OLIVAL JUNTA TOCAD...

O QUE É O FESTIVAL INTERN...

ALTERAÇÃO NA PROGRAMAÇÃO ...

FESTIVAL INTERNACIONAL DA...

FESTIVAL INTERNACIONAL DA...

FESTIVAL INTERNACIONAL DA...

OURÉM REALIZA ENCONTRO DE...

MÁSCARAS TRADICIONAIS DES...

FESTIVAL INTERNACIONAL DA...

FESTIVAL INTERNACIONAL DA...

LISBOA RECEBE FESTIVAL IN...

MÁSCARAS TRADICIONAIS DA ...

A SESTA É UMA FESTA... AM...

FREIXIANDA JULGA O BACALH...

OUREENSES REALIZAM JULGAM...

OUREENSES FAZEM DA SESTA ...

MOLEIROS DA RIBEIRA, DO O...

FREIXIANDA REALIZA JULGAM...

FREIXIANDA REALIZA JULGAM...

FREIXIANDA REALIZA “JULGA...

arquivos

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds