Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Ourém.

Domingo, 25 de Março de 2012
EXPOSIÇÃO DO VITRAL COMEÇA AMANHÃ EM OURÉM



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito

Segunda-feira, 5 de Março de 2012
OURÉM MOSTRA ARTE DO VITRAL



publicado por Carlos Gomes às 00:51
link do post | favorito

Quarta-feira, 7 de Setembro de 2011
Espólio do Santuário de Fátima entre os «Tesouros da Arte Sacra Nacional»

Fátima, 07 Set. 2011 (Ecclesia) - O Santuário de Fátima associa-se a uma iniciativa do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja que tem como objectivo publicar no suplemento P2 do «jornal Público» 100 peças desse tesouro que deve ser valorizado. A Secção de Arte e Património do Santuário associa-se a esta iniciativa, “dando a conhecer alguns dos tesouros do Santuário de Fátima, quer do espólio do seu Museu, quer das criações artísticas que se encontram nos diferentes lugares de culto” – realça um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

gd_imager

Vitral no Santuário de Fátima da autoria de Júlio Resende.

Presidiram à seleção das obras critérios como os de “mostrar uma variedade de disciplinas artísticas (pintura, escultura, vitral, cerâmica, ourivesaria), de evidenciar a acção mecenática do Santuário de Fátima no sentido de ter chamado autores de renome a colaborarem na sua construção, de notar a diversidade cronológica do seu acervo e, ainda, de divulgar peças menos conhecidas” – salienta.

Entre os «Tesouros da Arte Sacra Nacional», figurarão a Coroa Preciosa de Nossa Senhora de Fátima (Casa Leitão e Irmão, Antigos Joalheiros da Corôa, 1942); a Custódia neomanuelina da Quinta da Regaleira (Luiggi Manini, 1911); o Ostensório da Capela do Lausperene (Zulmiro de Carvalho, 1986); a tela intitulada “Aparição do Anjo” (João de Sousa Araújo, 1966); a pintura “Os Cavaleiros do Apocalipse” (Emília Nadal, 1992), o Vitral do Bom Pastor (Júlio Resende, 1987); os Vitrais da Capela de São José (Eduardo Nery, 1992); a escultura de Nossa Senhora de Fátima (António Teixeira Lopes, 1931); a escultura intitulada “Mestre da Beleza tão antiga e tão nova” (Irene Vilar, 2004); um Cristo indo-português (autor desconhecido, século XVII); a Cruz Alta (Robert Schad, 2007) e o painel sobre a Visão da Jerusalém Celeste (Marko Ivan Rupnik, 2007).

LFS

Fonte: http://www.agencia.ecclesia.pt/



publicado por Carlos Gomes às 17:29
link do post | favorito

Sexta-feira, 20 de Maio de 2011
COMEÇA AMANHÃ O CURSO SOBRE VITRAL NO MUSEU DE ARTE SACRA

untitled



publicado por Carlos Gomes às 00:26
link do post | favorito

Terça-feira, 3 de Maio de 2011
MUSEU DE ARTE SACRA REALIZA CURSO SOBRE O VITRAL

 untitled

O Museu de Arte Sacra e Etnologia leva a efeito no próximo dia 21 de Maio um curso breve sobre o Vitral no ocidente europeu, incidindo em aspectos relacionados com a sua história, as técnicas de produção e a sua estética. A sua realização trouxe-nos à lembrança o magnífico painel existente nos antigos Paços do Concelho de Ourém. 

Vitral

Desde a Idade Média, o vitral constritui uma das obras de arte de maior esplendor das igrejas e catedrais. Ao coar a luz solar que através deles penetrava por entre as janelas ogivais das igrejas góticas, resplandecendo o colorido intenso das imagens bíblicas, os vitrais criavam um ambiente mais propício à oração e de maior espiritualidade. Paralelamente, á semelhança do que sucedia com as outras imagens, tinham ainda uma função catequética ao servirem para transmitir os ensinamentos da Fé a uma população que não entendia o latim ou seja, a Língua da liturgia.

A partir sobretudo dos finais do século XIX, a sua utilização como elemento decorativo generalizou-se, aparecendo a partir de então em fábricas, habitações e edifícios públicos, proporcionando luminosidade e conferindo grandeza ao edifício. Constituiu simultaneamente um símbolo de estatuto social.
Entre os edifícios que passaram as ostentar magníficos vitrais contam-se aqueles que servem de sede aos municípios. O Concelho de Ourém também não foi excepção e, no antigo edifício dos Paços do Concelho, exibe-se ainda um esplêndido vitral ostentando o brasão do Concelho de Villa Nova de Ourém.
Este vitral constitui uma verdadeira relíquia artística. Pelo seu inestimável valor que possui e pela referência histórica que o próprio edifício onde se encontra representa para o Concelho de Ourém, bem mereceria este ser classificado como património de interesse municipal, sendo inclusivamente restituído o antigo brasão de pedra que actualmente se encontra no Museu Municipal de Ourém. Trata-se, tão somente, de preservar a memória, pois Ourém não perde jamais a sua grandeza e o actual estatuto pelo facto de continuar a exibir nos antigos Paços do Concelho um brasão apenas com quatro castelos e um vitral onde se inscreve a legenda "Villa Nova de Ourém".
Em regra, estes vitrais empregavam uma fita de chumbo nas junções dos vidros e nas soldaduras. As cores dos vidros eram obtidas a partir de diversas substâncias como o ouro, o cobre e o cobalto. Tratam-se de peças de elevado valor artístico, de difícil construção e restauro.
Vitral


publicado por Carlos Gomes às 08:56
link do post | favorito

Segunda-feira, 2 de Maio de 2011
MUSEU DE ARTE SACRA PROMOVE CURSO SOBRE O VITRAL

untitled



publicado por Carlos Gomes às 18:24
link do post | favorito

Sexta-feira, 22 de Outubro de 2010
O vitral dos antigos Paços do Concelho constitui uma magnífica obra de arte

 

VitralDesde a Idade Média, o vitral constritui uma das obras de arte de maior esplendor das igrejas e catedrais. Ao coar a luz solar que através deles penetrava por entre as janelas ogivais das igrejas góticas, resplandecendo o colorido intenso das imagens bíblicas, os vitrais criavam um ambiente mais propício à oração e de maior espiritualidade. Paralelamente, á semelhança do que sucedia com as outras imagens, tinham ainda uma função catequética ao servirem para transmitir os ensinamentos da Fé a uma população que não entendia o latim ou seja, a Língua da liturgia.

A partir sobretudo dos finais do século XIX, a sua utilização como elemento decorativo generalizou-se, aparecendo a partir de então em fábricas, habitações e edifícios públicos, proporcionando luminosidade e conferindo grandeza ao edifício. Constituiu simultaneamente um símbolo de estatuto social.
Entre os edifícios que passaram as ostentar magníficos vitrais contam-se aqueles que servem de sede aos municípios. O Concelho de Ourém também não foi excepção e, no antigo edifício dos Paços do Concelho, exibe-se ainda um esplêndido vitral ostentando o brasão do Concelho de Villa Nova de Ourém.
Este vitral constitui uma verdadeira relíquia artística. Pelo seu inestimável valor que possui e pela referência histórica que o próprio edifício onde se encontra representa para o Concelho de Ourém, bem mereceria este ser classificado como património de interesse municipal, sendo inclusivamente restituído o antigo brasão de pedra que actualmente se encontra no Museu Municipal de Ourém. Trata-se, tão somente, de preservar a memória, pois Ourém não perde jamais a sua grandeza e o actual estatuto pelo facto de continuar a exibir nos antigos Paços do Concelho um brasão apenas com quatro castelos e um vitral onde se inscreve a legenda "Villa Nova de Ourém".
Em regra, estes vitrais empregavam uma fita de chumbo nas junções dos vidros e nas soldaduras. As cores dos vidros eram obtidas a partir de diversas substâncias como o ouro, o cobre e o cobalto. Tratam-se de peças de elevado valor artístico, de difícil construção e restauro.
Vitral
O vitral dos antigos Paços do Concelho constituem uma relíquia patrimonial do Concelho de Ourém.
Escadaria
A imagem mostra um aspecto da escadaria dos antigos Paços do Concelho.
Lápide
O edifício possui uma marca histórica que deve ser preservada.
Brasão
O Brasão de Armas do Concelho de Vila Nova de Ourém deveria reocupar o seu lugar no edifício dos antigos Paços do Concelho.
Fotos: José Santos

citações: http://o.castelo.vai.nu/miradouro/


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 05:00
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

EXPOSIÇÃO DO VITRAL COMEÇ...

OURÉM MOSTRA ARTE DO VITR...

Espólio do Santuário de F...

COMEÇA AMANHÃ O CURSO SOB...

MUSEU DE ARTE SACRA REALI...

MUSEU DE ARTE SACRA PROMO...

O vitral dos antigos Paço...

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

tags

todas as tags

links
Twitter
blogs SAPO
subscrever feeds